xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 09/01/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

09 janeiro 2010

MENSAGEM DE AGRADECIMENTO- Por Maria Otilia Moreira


Algumas amizades não duram nada, um verdadeiro amigo é mais chegado que um irmão.
(provérbios 18:24)
Sabe-se que a solidariedade é um dom dos homens bons e fortes. E nestes últimos dias, eu e minha família, descobrimos que o verdadeiro sentido da solidariedade humana, o valor da amizade, da fraternidade, a extensão infinita do verdadeiro amor divino a agir nas pessoas que tanto nos ajudaram.

Dirijo-me inicialmente a Deus nosso pai para agradecer o privilégio de concerder-me uma nova chance de viver. Agradeço também a Deus pela solidariedade de todos os meus amigos que fazem a diretoria do Serrano Atlético Cratense,na pessoa do Sr Valberto Leite Esmeraldo ( Presidente ).

Minha gratidão a todas as pessoas ( sócios, visitantes, desconhecidos, etc), que através de ajuda material proporcionaram a realização de um bingo beneficente.Bem como a todas as pessoas que se sensibilizaram com a minha dor e muitos rogaram ao bom Deus pela minha recuperação.

Sou eternamente grato a todos aqueles que me visitaram levando uma palavra de carinho, coragem, de fé e amor.

Enfim, agradeço aos meus amigos, familiares pelo imensurável apoio para a minha recuperação.

Agradeço a toda a equipe da Casa de Saúde São Miguel, nas pessoas dos doutores Jonas e Nicolai, pelo atendimento magnífico a mim prestado.

Saibam que em meu nome e de minha família está uma imensa gratidão a todos e a tudo.

Nosso muito obrigado.

Francisco Rodrigues ( Flexa ) e Família
Texto postado por Maria Otilia Moreira

Re-escrevendo a História: Seu Mozin I – Por César Mozin



Joaquim Mousinho de Oliveira nome do meu inesquecível pai, essa homenagem vem de encontros re-escrevendo nosso relacionamento quando pré-adolescente e adolescente no Crato. Enquanto aqui atendo em psicoterapias individuais adolescentes que não respeitam seus pais, confesso que o meu veio Mozin mesmo depois de ter ido pro céu há vários anos é e sempre será o meu maior ídolo, só pra vocês terem idéia não tem Senna, Pele, maior que seu Mosin, meu eterno veio do Cachimbão só Jesus Cristo.
Meu pai, não gostava de toma uma caninha, seus amigos e contemporâneos dizia-me, “César, seu pai não gosto de uma pinguinha, come com farinha”. Meu velho do Cachimbão, para os amigos seu Mozin, para meus colegas veio Mozin.
Meu pai tinha vários nichos de amizades no Crato: Mercearia do seu Caririzin, Bodega de seu Sadoque, Bar de seu Ivanildo, Elite Bar e o Redondo. Mas, o que meu pai mais freqüentava era o Bar de seu Ivanildo e o Redondo.
Dona Nair que nunca foi boba, cedo já me falava: “Cesinha depois das aulas do Diocesano passe lá no seu Ivanildo e traga seu pai”, ela sabia que o Cachimbão tomava uma e pagava a rodada para todos os amigos e seu Ivanildo tinha uma cardenetinha só pra anotar as pingas do meu pai, as quais eram pagas mensalmente.
Bem, ou no seu Ivanildo ou no Redondo, era a minha área de atuação. Quando meu pai não estava em nenhum desses lugares, aí o estomago batia nas costa de fome, pois as aulas no Diocesano acabava 11:40min. Chegar em casa 13hs, chegava morrendo de fome e quando era baeão de dois, alias o melhor baião de do mundo é o da minha mãe, aí eu comia até as panelas. Ou nos dias de sábados quando meu pai ia pra Redondo, eu nunca tive conhecimento de alguém gostar de conversar tanto com seus amigos com seu Mozin, amigos ponha conversa e multiplica por dez. Minha sorte era quando ela já tinha pego a carne lá no seu Túnico, acho que da minha geração todo mundo comeu as carnes do seu Tunico. Lembro-me quando minha mãe colocando a mão em cima da carne e passava a faca e cortava ao mesmo tempo ela balbuciava “esse Tunico é um amigão, essa carne que ele me mandou é de primeira”.
Mas o re-escrevendo a historia tem vários caminhos, quando eu encontrava o meu pai seus amigos falavam “aí Mozin a polícia da Nair chegou e eu falava” papai a mamãe mandou lhe chamar “na maioria das vezes nós saíamos do seu Ivanildo e seguíamos pro Redondo pra depois direto pra casa. Mas havia outros caminhos, passar no posto de seu Antônio Almino ou lá no seu Sadoque, meu Deus do céu aja conversa. E era nesses caminhos pra casa na Rua: José Alves de Figueiredo, na Vila Silvestre, eu recondo-me que nossos vizinhos eram seu Zé do For, a família do hoje Dr: Valdetário, Dona Anita, e a maior torcedora do Ceará no Brasil Dona Lilô Felipe, para quem eu liguei após a vitória do Ceará sobre a Ponte Preta aqui em Campinas, quando conquistamos a vaga para primeira divisão do Brasileirão. D. Lilô lhe asseguro que vou assistir todos os jogos do Vovozão aqui no Pacaembu e Morumbi contra todos os times paulistas e contra meu Corinthians e para a felicidade da senhora vou torcer pro nosso Ceará. Ou para Rua: Padre David Moreira no pimneta que o meu pai sempre vinha com um dito popular dentre inúmeros e perguntava-me: Cesinha você sabe o significado do ditado popular:Nem eira e nem beira, não sei não senhor, então eu lhe explico:Mas papai se agente demorar vamos perder o Vicelmo depois o senhor não reclame, dá tempo rapaz, então ta, qual é o significado: Ficando assim “sem eira nem beira”.
Significado: Pessoas sem bens, sem posses.
Histórico: Eira é um terreno de terra batida ou cimento onde grãos ficam ao ar livre para secar. Beira é a beirada da eira. Quando uma eira não tem beira, o vento leva os grãos e o proprietário fica sem nada. Aqui na região nordeste este ditado tem o mesmo significado, mas outra explicação. Dizem que antigamente as casas das pessoas ricas tinham um telhado triplo: a eira, a beira e a tribeira como era chamada a parte mais alta do telhado. As pessoas mais pobres não tinham condições de fazer este telhado triplo, então construíam somente a tribeira ficando assim “sem eira nem beira”.
Os telhados de antigamente possuíam eira e beira, detalhes que conferiam status ao dono do imóvel. Possuir eira e beira era sinal de riqueza e de cultura. Não ter eira nem beira significa que a pessoa é pobre, ou no momento está sem grana.
Artigo I/10-São Paulo, 09/01/2010 – www.sosdrogasealcool.org

Zumbi tinha escravos e a origem da feijoada é europeia; leia trecho de best-seller


Um Guia politicamente Incorreto da História do Brasil

Zumbi tinha escravos e a origem da feijoada é europeia; leia trecho de best-seller

O "Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil", do jornalista paranaense Leandro Narloch, 31, entrou na lista semanal dos dez livros mais vendidos na categoria "não ficção", publicada neste sábado na Folha de S.Paulo. Como definir grosseiramente este livro lançado pela editora portuguesa LeYa? É uma espécie de "Freakonomics" da história do Brasil, ou seja, derruba mitos populares sobre heróis e episódios marcantes do país, sem rodeios, contrariando opiniões que, ao longo do tempo, cristalizaram-se como verdades inquestionáveis.

Sem apego patriótico, o autor se esforça para fornecer discursos alternativos para momentos-chaves. Ele tenta relativizar ideias marteladas em livros didáticos, minimizando as cores carregadas que costumam imprimir os relatos apaixonados de períodos como escravidão e a ditadura militar. Leandro Narloch foi repórter da revista "Veja" e editor das revistas "Aventuras na História" e "Superinteressante".

Ele colecionou algumas histórias intrigantes, mas também embasadas em muita pesquisa e diversas fontes, todas devidamente identificadas nas páginas do livro. O objetivo é "jogar tomates na historiografia politicamente correta", admite o autor na introdução da obra.

Os capítulos, cujos nomes aparecem invertidos no alto das páginas, organizam os casos da seguinte maneira: "índios", "negros", "escritores", "samba", "guerra do Paraguai", "Aleijadinho", "Acre", "Santos Dumont" e "Comunistas".

Confira algumas passagens polêmicas do "Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil".

Zumbi tinha escravos

"Zumbi, o maior herói negro do Brasil, o homem em cuja data de morte se comemora em muitas cidades do país o Dia da Consciência Negra, mandava capturar escravos de fazendas vizinhas para que eles trabalhassem forçados no Quilombo dos Palmares. Também sequestrava mulheres, raras nas primeiras décadas do Brasil, e executava aqueles que quisessem fugir do quilombo."

* Conheça as biografias das principais personalidades negras do mundo

A origem da feijoada é europeia

"Um fenômeno muito parecido com o da folclorização do samba aconteceu com a feijoada. O prato ganhou a cara de comida dos negros, mesmo tendo pouquíssima influência africana. Muita gente repete que a feijoada nasceu nas senzalas, criada pelos escravos como feijão e carnes desprezadas na casa-grande. Eis um daqueles mitos que de tão repetidos se tornam difíceis de derrubar. A feijoada tem origem europeia. Quem diz é o próprio folclorista Câmara Cascudo

* Aprenda a servir a mesa na versão clássica do século 19; leia trecho

Santos Dumont

"Filho de um dos maiores cafeicultores do mundo, amigo de magnatas e princesas e provavelmente gay (...) Ele não inventou o avião nem o relógio de pulso, não era pacifista, a polícia americana suspeitou que Santos Dumont era um picareta, que sabotava seus balões para fechar acordo com expositores e cobrar ingresso de quem quisesse ver o tecido despedaçado dos seus balões misteriosamente rasgados e perfurados a faca. Há, sim, provas e testemunhas dos voos dos irmãos Wright; o 14-Bis não voava, dava pulinhos"

* Livros contam história de Santos Dumont e da aviação para adultos e crianças

* Lista do Grupo Gay da Bahia inclui Santos Dumont (em pdf)

Graciliano Ramos

"Numa crônica de 1921, o autor de "Vidas Secas" defendeu que o futebol era uma moda passageira que jamais pegaria no Brasil.

* Alagoas abre festa dos 100 anos de Aurélio com revista "Graciliano Ramos"

Gilberto Freyre

"Quando publicou "Casa-Grande & Senzala", em 1933, o escritor e antropólogo Gilberto Freyre provocou uma revolução: defendeu que os mestiços, até então considerados a causa dos problemas do país, eram na verdade uma agradável particularidade dos brasileiros. Foi uma reviravolta para ele próprio. Antes de publicar sua obra-prima, o pernambucano, assim como os colegas mais velhos, torcia pelo gradual embranquecimento dos brasileiros. (...) Em sua dissertação de mestrado apresentada na Universidade de Colúmbia, nos EUA, em 1922, há afirmações ainda mais comprometedoras. No trabalho acadêmico, o brasileiro elogiou o esforço dos "cavalheiros da Ku Klux Klan americana", grupo que naquela época executava negros.

* Em 2010, Flip vai celebrar Gilberto Freyre

Ariano Suassuna

"Enfadonho defensor da pureza cultural pernambucana, criticava (ainda na década de 1990) o criador do mangue beat por misturar a cultura do estado com coisas de fora. Como propuseram os integralistas décadas antes, Suassuna gostava apenas do que era folclórico"

da Livraria da Folha

BlogHumor - A Boca de Urna Antecipada...


Via Eliomar de Lima

Centro de Documentação e Pesquisa Histórica.








O Centro de Documentação e Pesquisa Histórica (CDPH) da Universidade Regional do Cariri, criado no ano de 2004, por iniciativa dos professores do Departamento de História da URCA  e implantado no ano de 2007,  tem como objetivos a realização de pesquisas históricas, a preservação de documentos e sua difusão entre a comunidade acadêmica e a população em geral.






Entre suas missões estão reunir, sistematizar, preservar e difundir fontes documentais para a pesquisa histórica. Para tanto, recebe a doação ou a custódia de fundos documentais, tendo como primeiro acervo custodiado, a documentação que se encontrava no Fórum da Cidade do Crato – CE, compreendendo inventários post-mortem, testamentos, autos de partilha, petições, processos criminais, hipotecas e outros documentos referentes aos séculos XIX e XX.


O acervo recebido está em fase de identificação e catalogação. Para a realização de tal tarefa, a coordenação do CDPH conta com o auxílio dos estudantes do curso de História da URCA que complementam suas atividades acadêmicas nas atividades de identificação, limpeza, catalogação e pesquisa e colaboram para a constituição de um catálogo que permitirá aos interessados na história da região do Cariri ter mais uma fonte para suas consultas e pesquisas.



Informações:   professordarlan@gmail.com 

Contraponto - Postado por Océlio Teixeira

Lula: o filho do Brasil

O filme que retrata a vida do presidente Lula chegou as telonas do Cariri e tem levado uma boa quantidade de pessoas ao cinema. Embora a crítica não o poupe, a vida do menino pobre do agreste pernambucano que chegou a presidência não deixa de ser uma grande história de perseverança e vitória sobre os desafios da vida, que emociona e arranca lágrimas da grande maioria que o assiste. Por outro lado, tende a ser um aliado com forte poder de convencimento do Lula e sua candidata a Ministra Dilma, um trunfo importante no ano de eleição presidencial.

Férias no Ceará

O programa do Governo do Estado Férias no Ceará, que leva grandes atrações musicais as principais cidades cearenses, chega ao Cariri neste fim de semana e promete até fevereiro trazer a região grandes nomes como Jota Quest, Nando Reis e Biquine Cavadão. Este ano em virtude das eleições o programa só acontecerá nas férias de janeiro, já que nas de julho fica proibido pela legislação eleitoral a realização desse tipo de evento.

Sucessão na URCA

Aliados do ex-reitor André Herzog já começam a articular uma candidatura visando a ainda distante eleição para reitor. Apesar de não haver consenso e a definição de um nome é bem provável que procurem outras lideranças dentro da universidade para discutir antes de tornarem pública qualquer decisão. Afinal de contas não querem cometer os mesmos erros de outros que se precipitaram, principalmente porque sabem que necessitam de apoios estratégicos para lograr êxito. As conversas de bastidores começaram e prometem ser intensas em 2010.

Enquanto uns calam outros ajudam

O ator da rede Globo José Wilker mostrou interesse em colaborar com as comemorações do centenário de Juazeiro. Mesmo estando afastado de sua cidade natal a alguns anos o filho ilustre em encontro com o Presidente da Fundação Padre Cícero, Renato Casimiro, comprometeu-se em ajudar no que lhe couber. Diferente do que vem fazendo os nossos representantes na Câmara dos Deputados em Brasília, onde não colocaram nenhuma emenda parlamentar para Juazeiro entre os R$ 13 milhões a que tem direito.

Comércio

Algo em torno de 19% foi o aumento registrado nas vendas no mês de dezembro pelo comércio juazeirense, as informações apontam para o crescimento da economia local, que vem seguindo a tendência nacional de desenvolvimento e expansão econômica. Ao que tudo indica o 13º salário e o aumento e facilidade do crédito foram os maiores responsáveis pelo saldo positivo que confirmou as expectativas dos comerciantes para o final do ano.

Fonte: Blog do Filipe Santana

Alerta no Maciço de Baturité


A catástrofe ocorrida em Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro, no início deste ano, traz à tona uma preocupação sobre a construção de casas em locais considerados propícios para a ocorrência de deslizamentos de terra. No Estado do Ceará, cidades serranas vulneráveis ao problema situam-se no Maciço de Baturité. Principalmente em Guaramiranga, Pacoti e Baturité, a vegetação nativa dá lugar a construção de casas e condomínios, aumentando o risco de deslizamento de terra diante do intenso desmatamento.

No início da década de 1980, Pacoti registrou um dos maiores desastres naturais, ocorrido na Estância Vale das Flores, quando uma barreira rompeu e destruiu um chalé e ainda matou uma criança. Já em Guaramiranga, o Conjunto Frei Domingos, considerado uma das piores áreas de risco, sofreu desastres com as chuvas intensas registradas em 1994, com destruição de casas. Hoje, essas áreas vivem em estado de alerta.


O Professor do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Ceará (UFC) e doutor em Geociências pela UNESP Rio Claro/ SP, César Ulisses Vieira Veríssimo, explica que o deslizamento de terra durante as chuvas em áreas de serras é um fenômeno natural. Porém, a situação pode agravar-se a partir da ação humana."Tem uma série de fatores que contribui para aumentar o risco, como a erosão, a plantação, a drenagem e o esgoto", diz o professor. Todas essas ações também podem contribuir para as infiltrações nas áreas.

"O Maciço de Baturité é uma região de alta declividade, com muitas construções em zona de risco e em áreas íngremes. Nesses locais, já há problema para a água escoar. Se o solo está encharcado, vai dificultar a infiltração e a falta de cobertura vegetal também influencia. Tudo isso gera um dano, saturando o solo", completa.

Fonte: Marcelo Vieira/ Diário do Nordeste Postado por José Sales

Novo método de execução testado em Ohio provoca debate nos Estados Unidos


O Estado de Ohio, nos EUA, utilizou pela segunda vez nesta quinta-feira (7) um novo método de execução nos prisioneiros condenados à morte. O coquetel de três substâncias químicas tradicionalmente usado foi substituído pela injeção letal de apenas uma droga: o anestésico tiopental sódico, também conhecido como pentotal de sódio. Atualmente, um processo judicial tenta barrar o uso do coquetel, sob o argumento de que causa dor extrema. Por isso, o fato de as duas execuções realizadas em Ohio terem sido consideradas bem-sucedidas esquentou o debate sobre se o novo método deve ser adotado por outros Estados americanos.

A primeira execução com o tiopental sódico ocorreu em 8 de dezembro de 2008. Condenado pelo assassinato de uma mulher em 1991, Kenneth Biros, de 51 anos, foi declarado morto nove minutos depois de receber a injeção em uma prisão de Lucasville, no sul de Ohio. Segundo a porta-voz do centro de detenção, Julie Walburn, o procedimento foi administrado sem problemas, embora os executores tenham feito nove tentativas antes de encontrar uma veia na qual injetar a droga. De acordo com testemunhas, as palavras finais de Biros foram “desculpem do fundo do meu coração”. Ele piscou algumas vezes e, em seguida, já parecia morto.

Nesta quinta-feira (7), o novo método foi repetido em Vernon Smith, de 37 anos, que morreu oito minutos após receber a injeção letal, também em Lucasville. Smith foi condenado pela morte do imigrante saudita Sohail Darwish, durante uma tentativa de assalto em 1993. Após ser preso, Smith se converteu ao islamismo e mudou seu nome para Abdullah Sharif Kaazim Mahdi. Antes de ser executado, ele repetiu quatro vezes em árabe a prece “Não há nenhum Deus além de Deus e Maomé é seu profeta”. Segundo testemunhas, após a injeção, ele pareceu bocejar e perder a consciência, além de seu abdome e seu pescoço terem tremido levemente.

Inicialmente, especialistas previram que a injeção de uma só substância fosse retardar o processo de execução. Smith e Birôs, porém, morreram no mesmo espaço de tempo registrado nos prisioneiros que recebem o coquetel. Segundo o diretor-associado da Clínica sobre Pena de Morte da Universidade de Berkeley, Ty Alper, no coquetel a primeira droga administrada faz o preso dormir, a segunda o imobiliza e a terceira paralisa seu coração. “Agora Ohio mostrou que não é preciso imobilizar os condenados antes de executá-los”, disse Alper, lembrando que outro método proposto por Ohio – a injeção de duas substâncias químicas diretamente nos músculos – ainda não foi testado.

Para Richard Dieter, diretor-executivo do Centro de Informação sobre a Pena de Morte, organização contrária à execução de prisioneiros, o método testado em Ohio pode ser a aposta do futuro, pois parece ser mais simples, quase tão fácil e potencialmente menos doloroso que o coquetel de três substâncias. Ele acredita, porém, que os outros Estados americanos vão esperar o procedimento ser debatido nos tribunais antes de adotá-lo. “Estamos falando de algo experimental”, explicou, lembrando que apenas duas execuções foram feitas. Já Deborah Denno, professora de Direito da Universidade de Fordham, em Nova York, pondera que Ohio ainda precisa resolver vários problemas relacionados à pena de morte, como a dificuldade de administrar a injeção letal nas veias dos prisioneiros. “Seria condenável classificar de ‘sucesso’ algo que apenas momentaneamente parece não ter enfrentado problemas”, afirmou. “Esse procedimento precisa ser feito sem dificuldades. Não podemos ficar cruzando nossos dedos cada vez que uma execução for feita.”

A execução de Biros foi uma das três primeiras deste ano nos Estados Unidos, todas realizadas na quinta-feira. Os outros dois homens, porém, receberam o coquetel de três substâncias.

Em Huntsville, no Texas, foi executado Kenneth Mosley, de 51 anos, condenado pelo assassinato de um policial durante um assalto a banco em 1991. Em Louisiana, Gerald Bordelon, de 47 anos, foi morto por estuprar e assassinar sua enteada de 12 anos em 2002. Com esses casos, subiu para 1.192 o número de execuções feitas nos EUA desde que a Suprema Corte restabeleceu sua legalidade, em 1979. Segundo relatório da Anistia Internacional, atualmente a pena de morte está em vigor em 58 países. Em 2008, foram realizadas 2.390 execuções em todo mundo, 93% delas na China, EUA, China, Irã, Arábia Saudita e Paquistão.

Fonte: Último Segundo - Com AP, EFE e Reuters

Grandes políticos brasileiros - postado por Armando Lopes Rafael


Fonte: VEJA desta semana
Joaquim Nabuco: herói nacional, para sempre

Num domingo, dia 13, a princesa Isabel desceu a serra. Vinha de Petrópolis e ia para um lugar de honra na história. Com os olhinhos azuis iguais aos do pai, contemplou a multidão tomada de enorme comoção que estava na frente do palácio imperial, no centro do Rio. Usava um vestido de seda marfim, enfeitado com rendas francesas, e assinou com mão firme as palavras de explosiva simplicidade escritas no documento à sua frente: "É declarada extinta desde a data desta lei a escravidão no Brasil".
Para quem olha o passado com displicência retroativa, a história termina aí: transformações econômicas e políticas empurraram um regime falido a aceitar a libertação da massa vilmente explorada, com a participação de um ou outro representante da elite esclarecida. Mas afastemos um pouquinho a cortina alegórica que cerca o 13 de maio de 1888. Assinada a lei, Isabel voltou-se para o homem alto e elegante que estava a seu lado naquele momento emocionante. "Estamos reconciliados?", perguntou. Como perfeito cavalheiro que era, Joaquim Nabuco acedeu e beijou a mão da princesa. Depois assomou à janela, para saborear o momento de glória e a adulação da massa. Aquele dia era dele, mais do que de qualquer um.
Não existe a mínima prova histórica, ainda mais no caso de uma princesa carola e apaixonada pelo marido, mas não é impossível imaginar pelo menos uma pontinha de flerte na pergunta de Isabel. As mulheres não resistiam a Nabuco. Aliás, os homens também não. No campo das ideias e da camaradagem viril, evidentemente. Joaquim Nabuco, que ressurge das brumas históricas ainda que fugazmente, em virtude do centenário de sua morte, neste dia 17, foi um personagem tão monumental que tudo em torno de sua extraordinária vida parece ser exagerado. Desvendada, a névoa do mito se revela, no entanto, tecida de verdade.
Candidato a maior estadista da história nacional, embora no papel nunca tenha sido mais do que um simples deputado, Nabuco tem um título incontestável: foi o mais importante, o mais eloquente e o mais popular dos abolicionistas. Protagonizou o movimento pelo abolicionismo e, ao mesmo tempo, refletiu sobre a história que se desenrolava à sua volta, captando com a força de um intelecto preciso como laser a importância orgânica da escravidão na sociedade brasileira. No processo, como definiu o grande historiador Evaldo Cabral de Mello, escreveu "a mais brilhante análise do papel desempenhado pela escravidão na formação social e política do Brasil".
À luz da história no que tem de mais estéril - a entediante versão mil vezes repetida do 13 de maio e seus antecedentes -, é difícil reproduzir a força avassaladora que o movimento contra a escravidão despertou em todo o país. O que o Brasil teve de pior - o comércio, a servidão, a exploração e a indizível violência mil vezes cometida contra seres humanos - gerou o que o Brasil de melhor conseguiu oferecer, sob a forma da luta abolicionista. Foi uma história de homens tomados de paixão por uma causa justa e, entre eles, nenhum mais apaixonado do que o jovem pernambucano de família ilustre, pai, avô e bisavô senadores do Império, com muito berço e quase nenhum dinheiro, que se tornou o que de mais parecido poderia existir no século XIX com uma celebridade ao estilo contemporâneo, aclamado, paparicado e adorado.
Nabuco pensava como um gigante histórico, polemizava como um estivador e jogava para a plateia como um ídolo pop. Travada, em grande parte, no centro da vida intelectual da época - os teatros -, a campanha abolicionista forneceu o palco ideal a um Nabuco simultaneamente confiante, arrojado, pedante, metido. Ou, na definição da cientista social Angela Alonso, autora da ótima biografia Joaquim Nabuco (Companhia das Letras), um "enamorado de si mesmo", impelido ao fulcro do cenário nacional tanto pelo imperativo moral quanto pelo desejo de aplausos e aprovação - que artista não se identificaria com ele?
Entre os muitos palcos, nenhum foi mais consagrador do que o do Teatro de Santa Isabel, no Recife natal, onde as mulheres faziam fila nos camarotes especiais, suspiravam, lançavam pétalas de rosas e lencinhos com seu rosto pintado. No ápice da campanha e da popularidade, também se tornou marca de cigarros (Nabuquistas e Príncipes da Liberdade), de cerveja (Salvator Bier) e até de um modelo de chapéu (O Abolicionista, com um retrato dele). Pois, ainda por cima, o herói da causa era bonito. "Branco alvíssimo", numa descrição da época, media 1,86 metro e tinha olhos de mormaço, como a Capitu que ainda haveria de nascer da cabeça de seu amigo Machado de Assis.

CCBNB - Tenda Literária: Músca e Poesia - Ivan do nascimento

tenda literaria

CCBNB - Curso de Apreciação de Arte

leitores entre mil

EPUCA - Escola de Políticas Públicas do Cariri

epuca


Na Trilha do Festival Jazz & Blues


Programação NA TRILHA DO JAZZ começa dia 12 de janeiro em Fortaleza.

Amantes da boa música instrumental, do jazz e do blues se preparam para entrar em clima de Jazz & Blues. Em Fevereiro acontece a 11ª edição do Festival Jazz & Blues em Guaramiranga e Fortaleza, mas, enquanto o carnaval jazzístico não chega, instrumentistas, grupos e cantores participam da programação NA TRILHA DO JAZZ, que a partir de 12 de janeiro passa por bares e restaurantes da capital. Até o dia 12 de fevereiro, de terça a sábado, o projeto estará em um ou mais locais de Fortaleza. São casas que tradicionalmente já atraem o público com shows ao vivo e se juntam ao Festival Jazz & Blues para entrar Na Trilha do Jazz. Entre as casas, Café Pagliuca, Degusti, Datamar Bistrô de Paris, Fafi Bar, Altas Horas e Iate Clube.

Nos palcos, instrumentistas e grupos que já têm um trabalho consolidado e reconhecido na cena instrumental do estado. É o caso de Mimi Rocha e Trio, Dunas Jazz Band, Bossa Jazz, Blues Label, Puro Malte, De Blues em Quando, Felipe Cazaux e Marcos Maia, entre outros. O projeto Na Trilha do Jazz é uma ação do Festival Jazz & Blues, que chega à 11ª edição de 13 a 16 de fevereiro (carnaval) em Guaramiranga e de 18 a 20 em Fortaleza. Realização: Via de Comunicação e Cultura.

PROGRAMAÇÃO PARCIAL* – NA TRILHA DO JAZZ
* Sujeita a alterações

CAFÉ PAGLIUCA (Rua Barbosa de Freitas 1035 Meireles – Tel: 3224.1903)

Terça - 21h – jazz – Mimi Rocha e Trio - Couvert: R$ 7,00
Quarta - 21h - Bossa Jazz – Márcio Resende - Couvert: R$ 7,00
Sábado - 21h - Dunas Jazz Band - Couvert: R$ 7,00

DATAMAR BISTRÔ DE PARIS (R. Ten. Benévolo, 60 – Praia de Iracema - Tel: 3219.0833)

Quinta – 21h – Jazz - Couvert: R$ 4,00
Sexta - 21h – Blues – Dia 08: Blues Label; Dia 15: Puro Malte; Dia 22: De Blues em Quando; Dia 29: Felipe Cazaux.
Sábado - 21h – Rock – Dia 02: Nashrock (Country Rock); Dia 09: Allyson dos Anjos (Blues); Dia 16: Memphis Band (Elvis cover); Dia 23: Renegados (Blues Rock); Dia 30: Noemi Costa (Cássia Eller cover).

DEGUSTI (Rua Vilebaldo Aguiar, 352 – Papicu. Tel: 3262.1719)

Quarta - 20h30 – Jazz/blues Rock – Duo Marcos Maia (clássicos jazz blues e rock Instrumental) - Couvert: R$ 3,00

IATE CLUBE (Av. Abolição, 4813 – Mucuripe. Tel: 3263.1985)

Sábado – Jazz ao Por do Sol - Grátis

SERVIÇO:

Na Trilha do Jazz – De 12 de janeiro a 12 de fevereiro em bares e restaurantes diversos de Fortaelza, com shows de jazz, blues e música instrumental. O projeto integra a programação do Festival Jazz & Blues, que acontece em fevereiro em Guaramiranga e Fortaleza. A programação do Na Trilha do Jazz estará disponível no www.jazzeblues.com.br. Informações na Via de Comunicação e Cultura: 85-3262.7230.

ASSESSORIA DE IMPRENSA
DÉGAGÉ
Jornalistas Responsáveis:

Sônia Lage – 85-9989.5876
Eugênia Nogueira - 85-9989.3913
85-3252.5401 / 85-8853.4444

Utilidade Pública - Procurando Familiares - Por: Maria Isabel Barros de Souza


Bom dia!...

Estou a dias procurando um contato para tentar encontrar os familiare de minha sogra. Seu nome é Maria Delmira de Souza, ela é natural de Carimirim-PE, seus pais eram: Vicente José da Silva(José Filipe) e sua mãe,maria porfíria dos santos(Nenê), tinham 4 filhos, na ocasião: Maria Delmira (+velha), Salvelina, Aristides e Terezinha.Maria delmira casou-se com Raimundo Domiciano de Souza,da cidade de Barbalha, sendo o provavel nome de seu pai:Antonio Domiciano Rodrigues.

Maria eRaimundo, já casados, deixaram a cidade de barbalha por volta dos anos 1945 ou 1946, vindo para o interior do estado de SP(região de Araçatuba), depois partiram para Tupã e em 1975, vieram para a cidade de Santa Bárbara D'Oeste, onde se encontram até hoje. Desde a partida do casal, da cidade de Barbalha, nunca mais viram seus pais e irmãos. O meu sogro,Raimundo, já faleceu no ano 2000 e seus familiares provavelmente se encontram entre as cidades de Barbalha, Crato e Juazeiro. Minha sogra, maria Delmira, tem hoje 85 anos e o seu maior desejo e rever ou conhecer alguns de seus familiares. Como Maria era a mais velha de seus irmãos e, quando saiu de lá eles eram ainda bem pequenos, temos esperança de encontrar algum de seus irmãos ainda vivos, assim como também, primos ou sobrinhos.As informações foram dadas por minha sogra e, devido a sua idade avançada, não sabemos se as mesmas são deficientes ou corretas. Conto com a vossa ajuda,pois não tenho condições de ir pessoalmente até o local para fazer essa busca. Que Deus vos abençoe me vos oriente nessa missão,pois quero que minha sogra receba esse presente ainda em vida.Obrigada.

Maria Isabel Barros de Souza
(envio anexo uma foto de Maria Delmira de Souza que foi tirada em julho de 2008, no aniversário de sua neta mais nova)

CRATO - Notícias para o Dia 09 de Janeiro de 2010



ProJovem Crato abre inscrições dia 11, próxima segunda-feira


A Prefeitura Municipal do Crato por meio da Secretaria de Ação Social e Coordenação do ProJovem Adolescente, informa que as inscrições para o novo ciclo do referido projeto estão abertas para toda população cratense à partir da próxima segunda-feira, dia 11, nos Centros de Referência em Assistência Social - CRAS,nos seguintes bairros: Murití, Alto da Penha, Seminário, Vila Alta e Batateira no horário de 8 as 14 horas. Poderão participar todos adolescentes que tiverem a idade entre 15 e 17 anos, deverão estar cadastrados no cadastro único para ter o número de Identificação Social NIS, no Programa Bolsa Família, levando xérox do documento do adolescente, xérox do comprovante de residência, cartão do Bolsa Família (caso já tenha) e documentos originais do acompanhante ou responsável legal. O ProJovem Adolescente integra serviço e transferência de renda, exigindo esforço de integração de todos os gestores (municipais, estaduais e federal). Os objetivos são fortalecer a família, os vínculos familiares e sociais. A coordenação do ProJovem convoca os jovens cratenses interessados em participar do projeto, lembrando que as vagas são limitadas.

1ª reunião de 2010 do COMDEMA será realizada dia 12

O presidente do Conselho Municipal de Meio Ambiente do Crato, Nivaldo Soares, convida a todos para a sua 1a Reunião Ordinária do ano de 2010, que acontecerá no Auditório da Secretária Municipal de Saúde no Centro Administrativo da Prefeitura Municipal do Crato, no próximo dia 12, terça-feira, às 8 horas e 30 minutos. A pauta da reunião será a Apresentação do Relatório das Atividades do ano de 2009, bem como será feita a leitura do Projeto de Lei Ambiental do Município do Crato.

Programa Bolsa Família recomeça a atender no próximo dia 20

O Governo Municipal do Crato através da Secretaria de Ação Social juntamente com a Coordenação do Bolsa Família, comunica a todos os usuários do Programa, que devido a necessidade de reforma na sala de atendimento à comunidade cratense, os atendimentos só começarão à partir do próximo dia 20. Já para os casos dos benefícios que estão bloqueados ou cancelados, para atualização de cadastros e outros fins, o funcionamento normal será a partir do dia 01 de fevereiro.

Reunião definirá início do calendário de obras em Crato

Será realizada em Fortaleza, no próximo mês, reunião para definir o início das obras em Crato relacionadas ao financiamento do Banco Mundial. O secretário de Obras do Município, José Muniz, afirma estão inseridas os projetos de construção da Encosta do Seminário e as obras das praças centrais da cidade. Ele adianta que alguns desses projetos já foram licitados e que neste primeiro semestre serão iniciadas primeiro a reforma das praças centrais. Neste mês de janeiro já está sendo fechado o projeto arquitetônico, de engenharia e construção da Encosta do seminário, e com isso se terá um valor fechado da obra, com investimentos pré-avaliados em mais de 10 milhões.

Saúde faz avalia ações com equipe de técnicos

A Secretaria de Saúde do Crato inicia o ano com trabalho de avaliação das atividades desenvolvidas em 2009, por meio do Plano de Ações. A reunião aconteceu no último dia 06, na Secretaria, com a presença dos coordenadores e técnicos de saúde e a Secretária de Saúde, Nizete Tavares. Na ocasião, foram pensadas metas de atuação para este ano.

Crato implanta equipes do NASF

Na próxima segunda-feira, o município do Crato, por meio dos serviços de atenção básica da Saúde, estará implantando o Núcleo de Apoio às Equipes de Saúde da Família (NASF). Com isso, duas equipes multidisciplinares, formadas por assistente social, psicólogo, educador físico, nutricionista e farmacêutico passarão a atuar reforçando de forma ampliada, os serviços atendimento à saúde, trazendo mais qualidade de vida para a população.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.9960
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Futebol - Por Amilton Silva - Dia 09 de Janeiro de 2010

Cearense 2010 Começa Hoje

Primeiro campeonato regional no Brasil, o Cearense, será iniciado hoje com a partida entre Fortaleza X Limoeiro, em Horizonte, a partida está marcada para 16:00h. Amanhã, domingo, cinco partidas completam a primeira rodada: Em Juazeiro, no Romeirão Guarani recebe o Crato, Ferroviário X Itapipoca, Guarani X Maranguape, Quixadá X Boa Viagem e Horizonte X Ceara.

O Regulamento

O Certame contara com 12 clubes, dois a mais que o ano passado, será disputado em dois turnos, com as equipes se enfrentandos em partidas de ida e volta, os quatro melhores de cada fase se classificam paras semifinais: 1º X 4º, 2º X 3º.Os vencedores se encontram no final de cada turno em uma unica partida.Caso uma equipe vence os dois turnos, será sagrada campeão arrastão do certame.

Crato
No domingo o Crato volta a elite do nosso futebol, num jogo importante no Romeirão diante do Guarani. A torcida cratense está se mobilizando para ir em grande número a vizinha cidade de Juazeiro do Norte e torcer por um bom resultado do nosso representante.


CONFLITO INTERIOR - Texto enviado por Mário Amorim

Ouço uma voz sussurrando no fundo do meu coração
Desperta, Desperta, diz , o tempo corre e veloz se esvai
Sinto sua brandura, sua força e o peso de sua insistência
Acorda, Acorda, é hora de sair desta atroz escravidão
Levanta, Levanta, clama esta Voz, com instigante urgência
Ouço uma voz gritando ansiosa no fundo da minha mente
Há tempo, sempre haverá o amanhã para querer mudar
Não há escravidão no desejo de ter o prazer permanente
Assim fomos criados, é da nossa natureza ter e receber
Todos são iguais,porque ser diferente? Não há o que ganhar

Ouço a doce voz dizendo, já é hora da derradeira decisão
O caminho é longo, mas a marcha pode e deve ser acelerada
Não perca a oportunidade, comece agora a sua correção
O impossível é tornado possível, esta é a jornada aguardada
Esforce-se,crie coragem,veja o propósito, a meta da Criação

Não,não acredite, nada existe fora e além deste belo mundo,
Viva o prazer,realize os seus desejos,esta é a sua existência
Não se iluda, só o EU conduz você para os sucessos almejados
Nada é egoísmo, é determinação, é a vitória da persistência
A razão e a inteligência são talentos, fortes aliados respeitados

Espere, reflita, pense, será a vida somente esta busca insaciável?
Coleção de dores, perdas e alegrias fugidias, angústia constante
Numa sucessão de desejos que só expressam conduta reprovável
Onde o EU é o centro de tudo, só EU tenho valor e sou importante

Ouça, há sim algo maior e mais nobre, capaz de trazer a liberdade
É a Cabala, a ciência do espiritual, que ensina o amor na doação
Tente, estude, experimente, veja e alcance a verdadeira felicidade
Você descobrirá que o propósito da vida já existe em seu coração
E se tornará, pela adesão, um eterno Criador no CRIADOR!!!

Por - Carlos Alberto Oliveira Sá.
Extraido do Blog da Cabala.

Crato - ENCONTRO DE HISTÓRIA - Arquivos e museus serão destaque


ACERVO PALEONTOLÓGICO do Museu da Fundação Casa Grande, entidade que deverá ser visitada pelos participantes do Encontro Estadual de História

9/1/2010

Visitas aos museus do Cariri constam da programação do XII Encontro Estadual de História no Crato

Crato. Lançado ontem, neste município, o XII Encontro Estadual de História do Ceará, que acontece de 21 a 25 de junho deste ano na cidade. Vários temas estão programados, incorporando novas perspectivas de pesquisa em História. Envolve arquivo, patrimônio, museus e a regulamentação da profissão. O evento terá como principal palestrante o presidente da Associação Nacional dos Professores de História, Durval Muniz, que fará a conferência de abertura, no dia 21 de junho. Ele é o primeiro nordestino a assumir a entidade em 50 anos de fundação da mesma.

Também foi apresentado no lançamento do Encontro Estadual, o site da Associação Nacionao dos Professores Universitários de História (Anpuh-CE) e o primeiro número da Embornal (revista eletrônica da Anpuh), com a chamada de artigos para o segundo número. O evento contou com a presença do professor Altemar da Costa Muniz, presidente da Anpuh-CE, além dos corpos docente e discente do Curso de História da Urca.

Na abertura dos trabalhos, a diretora do Centro de Ciências Sociais da instituição, Gislene Farias, ressaltou a importância da reflexão histórica, na concepção documental, que será uma das principais abordagens do evento. O encontro contará com a presença de professores, acadêmicos, além de professores de escolas públicas e participantes de movimentos sociais. Esta, segundo Altemar da Costa, é uma nova visão que vem sendo incorporada ao encontro, que está tomando uma outra dimensão, na sua realização no Crato, com a participação de estudiosos não só do âmbito acadêmico mas da comunidade.

O encontro estadual contará com a abertura no auditório da Educadora, com conferência marcada para as 19h30, com o professor Durval Muniz, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que tratará da profissionalização na ótica da Anpuh. Durante o dia será feito o credenciamento dos participantes. A noite de abertura também constará de apresentação cultural.

No dia 23, serão iniciadas pelos participantes do encontro visitas aos museus da região, a exemplo do da Fundação Casa Grande - Memorial do Homem Cariri, Nova Olinda, o Museu de Patativa, em Assaré, e de Paleontologia, em Santana do Cariri, que até o meio do ano deverá estar concluído, após reforma e ampliação - o local se encontra fechado há mais de um ano.

Herança patrimonial

Também serão realizadas oficinas, dentro da nova maneira de visualizar a História, envolvendo a herança patrimonial. Às 15 horas, acontecerá mesa redonda no Teatro Violeta Arraes, na Fundação, com representantes da instituição, Iphan e da Universidade Federal do Piauí. Em Barbalha, será feita visita ao centro histórico e mesa-redonda que debaterá sobre patrimônio histórico, material e imaterial.

Mesas redondas com debates sobre museus, arquivos, pesquisas, ensino regional e produção do material didático, publicação no Ceará e arqueologia regional estarão sendo realizadas, além da promoção de visitas programadas aos museus da região. Professores de diversas universidades e representantes de instituições estarão participando dos debates.

Mais Informações:
Departamento de História
Universidade Regional do Cariri (Urca)
Rua Cel. Antônio Luiz, 1161, Crato (CE)
(88) 3102.1212


Elizângela Santos
Repórter do Jornal Diário do Nordest

Colaboradora do Blog do Crato e Chapada do Araripe OnLine

HOJE TEM COMÉDIA NO CCBNB


Você ainda pode assistir à maior comédia nordestina de todos os tempos!

HOJE, SÁBADO, DIA 9 DE JANEIRO DE 2010, DUAS SESSÕES!!!
17 horas e 20 horas
NO CENTRO CULTURAL BANCO DO NORDESTE CARIRI - JUAZEIRO DO NORTE




Brasileiro reclama de quê?

Por: Joilson Kariri Rodrigues (Essa eu recebi por email)

O BRASILEIRO É ASSIM....
- Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.
- Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.
- Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.
- Troca voto por qualquer coisa: cimento, dentadura.
- Fala no celular enquanto dirige.
-Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.
- Para em filas duplas, triplas em frente as escolas
- Viola a lei do silêncio.
- Dirige após consumir bebida alcoólica.
- Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.
- Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.
- Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.
- Faz gato de luz, de água e de tv a cabo.
- Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.
- Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto
- Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.
- Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota de 20.
- Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.
- Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.
- Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.
- Compra produto piratas com a plena consciência de que são piratas.
- Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.
- Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.
- Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA
- Freqüenta os caça-níqueis e fazem uma fezinha no jogo de bicho.
- Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis.... como se isso não fosse roubo.
- Comercializa os vales transportes e vale refeição que recebe das empresas onde trabalha.
- Falsifica tudo, tudo mesmo.. só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado...
- Quando volta do exterior, nunca fala a verdade quando o policial pergunta o que traz na bagagem...
- Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.
E querem que os políticos sejam honestos.... se escandalizam com a farra das passagens aéreas... Estes políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo... ou não ?
Brasileiro reclama de quê, afinal?


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30