24 novembro 2010

Polícia Federal indicia duas pessoas por vazamento de prova do Enem na Bahia


A Polícia Federal (PF) confirmou na madrugada desta quarta-feira --em comunicado no seu portal na internet-- a suspeita de vazamento do tema da prova de redação do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médico) deste ano. Duas pessoas confessaram o crime e serão indiciadas por violação de sigilo funcional, previsto no Código Penal, podendo pegar até seis anos de prisão.

Segundo a PF, uma professora da rede municipal de ensino de Remanso (774 km de Salvador), que pertencia à equipe que aplicava provas, teve acesso ao título de um texto de apoio da redação cerca de duas horas antes da prova e ligou para o marido repassando a informação. Após receber a informação, o marido da professora pesquisou o tema na internet e ligou para o filho em Petrolina (715 km de Recife). O estudante pediu orientação aos professores sobre como fazer a redação com o tema informado pelo pai.

Um dos professores do estudante levou a denúncia à Delegacia da Polícia Federal de Juazeiro. O delegado ouviu mais de 10 pessoas, fez perícias e pediu na Justiça a quebra do sigilo telefônico dos envolvidos, confirmando o vazamento das informações.

Prova está mantida

O Ministério da Educação informou, na madrugada desta quarta-feira (24), que não irá cancelar a prova do Enem, por considerar que não houve vazamento do exame em si, mas somente do texto motivador da redação. Segundo nota do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), divulgada nesta madrugada, o estudante deverá ser eliminado do Enem.

Fonte: Agência Estado

Um comentário:

  1. É lamentável as medidas adotadas pelo governo diante de tantos erros e irregularidades ocorridas no ENEM. Eu fico perplexo diante da confirmação pela Polícia Federal que houve vazamento do tema da redação como havia sido denunciado por um professor em Petrolina e o MEC anuncia em bom tom que diante de mais este absurdo o referido exame não vai ser anulado.
    Que lição fica para os candidatos! E a responsabilidade das Universidades Federais que levaram décadas para conseguir um bom conceito entre a população diante destes problemas!
    A omissão dos reitores que tinham seus vestibulares bem conceitudados e tidos como seguros pela população é outra questão a ser levantada.
    O MEC com ajuda da "justiça" jogou definitivamente o conceito do ENEM na lata do lixo.
    Tem muita gente calada diante desta situação alarmante!

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.