21 novembro 2010

Não deu nem para esperar por janeiro... postado por Armando Lopes Rafael


Fonte: “Folha de S.Paulo”, edição de 21-11-2010


Queda na receita ameaça obras e o 13º nos Estados

FERNANDO CANZIAN, de São Paulo / GUSTAVO PATU, de Brasília

Um erro de cálculo do governo federal ameaça o caixa de Estados e municípios neste último ano do governo Lula e pode criar pressão adicional sobre a equipe da presidente eleita, Dilma Rousseff, informa reportagem de Fernando Canzian e Gustavo Patu publicada na Folha de S.Paulo deste domingo. Em alguns casos, a receita de Estados e municípios pode ser insuficiente até para o 13º do funcionalismo.

A saída tem sido cortar investimentos e interromper obras, principalmente as voltadas para infraestrutura. Depois de cinco reestimativas, a área econômica avalia hoje que os repasses da União para as unidades da Federação neste ano ficarão R$ 8,6 bilhões abaixo da previsão feita em agosto de 2009 --e base para os orçamentos elaborados por governadores e prefeitos.
Em resposta à Folha, o Tesouro não comentou a frustração dos Estados com a receita. Mas afirmou que, em 2010, o repasse de recursos até outubro foi de R$ 38,7 bilhões, 7,1% superior ao do mesmo período em 2009.


Meu comenário:
Qualquer pessoa, medianamente informada, sabia que aquela história de que “O Brasil enfrentou a crise e saiu dela ainda mais fortalecido”, era só manipulação eleitoral. Todos nós sabemos que em janeiro virão medidas duras para enfrentar a crise, que ainda persiste. E não pensem que fica só na recriação da CPMF.
A presidente eleita, Dilma Rousseff, tem ampla maioria na Câmara e no Senado e vai fazer o que quiser para enfrentar as dificuldades. Preparemo-nos para as duras medidas que vem por aí...
Armando Lopes Rafael

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.