24 novembro 2010

DNA prova que argentino violentou filha e teve 10 filhos com ela

NE - A mulher só denunciou depois que o pai foi preso por outro motivo...

Estudos genéticos confirmaram que um homem de 62 anos violentou sistematicamente sua própria filha e teve 10 filhos com ela em uma remota localidade da Argentina. Virgilio Palud, juiz da cidade de Reconquista, no centro do país e nas proximidades do lugar dos crimes, disse em declarações reproduzidas na quarta-feira pela mídia que exames de DNA feitos sobre oito filhos da vítima confirmaram que também são filhos do acusado. A mulher violentada, agora com 43 anos, denunciou o ocorrido à polícia em junho, quando seu pai foi preso por outro motivo. Com as provas de DNA, o caso passará à etapa de julgamento.

Reportagem de Juliana Castilla - AE - Agência Estado

Um comentário:

  1. É interessante questionarmos porque que essa mulher nao fez a denúncia quando do primeiro filho. Esperou 10 filhos ? Na minha humilde opinião, os 2 têm culpa.

    É igual ao caso de uma mulher casada que recebe um telefonema de um paquera e depois conta para o marido:

    "Marido, ELE, o Sem-vergonha, ficou me cantando por 1 hora inteira no telefone..."

    Abraços,

    DM

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.