28 outubro 2010

FESTIVAL DA CANÇÃO NO CARIRI - Músicos do País disputam premiações


Estudantes da região, que participam do movimento musical caririense, então entre os concorrentes na categoria que prevê a premiação de novos talentos - FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS. Resgatar a tradição dos antigos festivais de música é a meta da Secretaria de Cultura e Juventude do Crato.

Crato. Uma verdadeira mostra de talentos, no resgate dos antigos festivais de música realizados no Cariri. Com a primeira etapa do Festival Cariri da Canção já realizado, com participação recorde de alunos da Região Metropolitana do Cariri (RMC), de 15 a 17 passados, acontecerá de 4 a 6 de novembro próximo a fase nacional de apresentações. O evento prevê premiações para os três primeiros colocados e melhor intérprete. De mais de 200 inscritos de vários Estados do Brasil, se apresentam 30 finalistas. Os shows têm como palco o Centro Cultural do Araripe.

A primeira etapa do Festival Cariri da Canção, com a fase estudantil, foi considerada um sucesso pela secretária de Cultura do Crato, Danielle Esmeraldo. A fase deu segmento às apresentações de novos talentos. Além da premiação em dinheiro, será realizada a gravação do CD para divulgação da música, onde estarão reunidas as principais escolhidas por um júri composto por intelectuais e profissionais da área.

No final desde trabalho, que vem acompanhado de várias ações paralelas, acontece show de grande atração nacional, que em breve será confirmada pela Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude do Crato. Para o 1º lugar, será ofertada uma premiação no valor de R$ 3 mil; ficando R$ 2 mil para o 2º lugar; R$ 1 mil para 3º lugar; e R$ 800,00 para melhor intérprete.

Número recorde

Danielle Esmeraldo afirma que o festival teve mais de 500% de crescimento. Somente no estudantil foram 58 inscritos, com espaço para os novos talentos da música no Crato e região. Na nacional, no ano passado, foram cerca de 80 inscrições e, este ano, são 200. As inscrições são de vários lugares do Brasil. Danielle afirma que esta é uma forma de mostrar que o evento está se consolidando, bem como mostrando a importância de resgatar os antigos festivais da canção, que já eram tradicionais na região, principalmente no Município do Crato.

Para a secretária, é importante poder proporcionar aos jovens, que já estão compondo e interpretando, um ambiente favorável à formação e ao incentivo de novos talentos. A meta é transformar o Crato na vitrine da música jovem, proporcionando um intercâmbio com os profissionais da região e do Brasil. "É importante fazer com que eles trilhem por este caminho", diz. No estudantil, participaram jovens do Ensino Médio e da universidade.

Ela afirma que na triagem houve o máximo de cuidado para se incluir profissionais, trazendo a participação de uma maneira isenta. "É importante que cada vez mais esse festival tenha qualidade. Não é fácil a gente fazer um trabalho assim numa terra onde já foram realizados grandes eventos como o Chama", lembra. A resposta foi vista este ano. O apoio e a credibilidade estão fazendo com que o trabalho seja realizado com mais amplitude. Ela destaca o apoio da TV Verdes Mares Cariri, que tem sido essencial na divulgação.

Uma das particularidades do festival é a programação paralela. Acontece hoje e amanhã a Mostra Instrumental, o que Danielle classifica como ações que visam o profissionalismo e formação dos jovens. Estão sendo realizadas oficinas de digitalização de CD. Os jovens aprendem a gravar o próprio disco. Também oficinas de instrumentos profissionais. A partir delas, com mais de 60 crianças, será formada a primeira orquestra popular do Crato. As oficinas acontecem desde o último dia 18 e vão até domingo.

Serão realizadas outras oficinas como os DJs de música na internet. De acordo com Danielle, a web é um canal de divulgação muito forte. Muitos músicos ganham dinheiro apenas colocando seu trabalho na rede virtual. "Queremos que, cada vez mais, os jovens possam ter informações e caminhar sozinhos. O festival é o momento em que eles podem dar início a todo esse processo", acrescenta.

A etapa nacional do festival é o momento em que os músicos profissionais podem interagir trazendo para o Crato o trabalho que venha enriquecer a região. Estados como Pernambuco, Bahia, São Paulo e Tocantins estarão presentes na disputa. Para Danielle, este ano representa um grande salto do festival, que também reserva uma grande atração musical no seu fechamento.

"Atualmente, o evento está sendo a maior festa de música da região do Cariri, com espaço para os novos talentos e integração de profissionais".

Talento

"O Festival é espaço para os novos talentos e interação com profissionais de vários Estados"

Danielle Esmeraldo
Secretária de Cultura, Esporte e Juventude do Crato

MAIS INFORMAÇÕES

Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude do Crato
Centro Cultural do Araripe, S/N
(88) 3523.2365

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaboradora do Blog do Crato e Chapada do Araripe Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.