09 setembro 2010

Há 100 anos, Juazeirenses davam grito da Independência

Independencia Juazeiro do Norte - Reprodução - Dihelson Mendonça

No último dia 7 de setembro, completou 100 anos da festa popular pela emancipação política de Juazeiro, após a reunião de líderes na casa do Padre Cícero. Uma verdadeira multidão se reuniu na principal praça do até então povoado gritando “Viva a nossa Independência”. Essa data foi lembrada pelo prefeito Manoel Santana por ocasião das homenagens ao Dia da Pátria. Na época, coube ao padre Alencar Peixoto dar o grito de liberdade nos braços do povo.

Esse episódio foi retratado pelo artista plástico Francisco Matos em uma tela existente no gabinete do prefeito. Estava completando 24 dias da morte de José Marrocos que era um dos líderes do movimento emancipacionista deixando um desfalque. Por isso, o Padre Cícero havia decidido se engajar nessa luta, principalmente pela sua revolta contra o ataque do Batalhão de Polícia da Prefeitura do Crato para cobrar impostos em Juazeiro três dias antes.

Segundo o Secretário do Desenvolvimento Econômico, Turismo e Romarias, José Carlos dos Santos, muitas escolas desfilaram neste 7 de setembro fazendo referências ao Centenário de Juazeiro que acontece no próximo ano. Isso já ocorreu ano passado e, agora, voltará a se repetir com maior evidência pela proximidade com a data faltando apenas 318 dias para os 100 anos de Juazeiro. Até lá, de acordo com Zé Carlos, todos os eventos em Juazeiro deverão ostentar o carimbo do centenário.

Fonte: Portal da Prefeitura de Juazeiro do Norte

Um comentário:

  1. Só pelo tom do texto, a gente consegue imaginar o ódio que alguns ainda nutrem pelo Crato, pelo fato de TUDO ter começado Aqui. O ódio do colonizado pelo colonizador. Na verdade, tudo é Crato. As terras aonde pisam hoje os juazeirenses, já foi Crato por mais de 300 anos antes de se pensar em Juazeiro. Padre Cícero nasceu no Crato, foi batizado no Crato.

    Alguns ostentam esses quadros como se fosse uma espécie de espada, e secretamente, guardam um ranço contra nós ainda pertencente a essa época. Só que não adianta tramar vinganças. Quem foi Rei, jamais deixará de ser Majestade.

    DM

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.