09 setembro 2010

Antes tarde do que nunca -- postado por Armando Lopes Rafael



Fidel Castro admite que modelo cubano não funciona mais

Fonte: jornal O POVO com matéria da AFP

Fidel Castro adotou um tom de incomum de arrependimento sobre fatos do passado, revelou entrevista

O "modelo cubano" já não funciona, inclusive na própria ilha, admitiu o líder Fidel Castro à revista americana The Atlantic, que publica nesta quarta-feira uma entrevista com o "comandante". Entrevistado ao longo de vários dias pelo jornalista americano, Fidel Castro adotou um tom de incomum de arrependimento sobre fatos do passado, revela a entrevista, que está sendo publicada desde a segunda-feira passada.
Castro, 84 anos, disse a Goldberg estar arrependido por ter pedido em 1962 ao líder soviético Nikita Kruschev, durante a crise dos mísseis, que atacasse os Estados Unidos com armas nucleares caso fosse preciso.O ex-presidente cubano voltou recentemente à vida pública, particularmente para alertar sobre o risco de uma guerra nuclear no Oriente Médio devido à queda de braço entre Israel e Irã.
Na mesma entrevista, Fidel criticou a retórica antissemita usada pelo presidente iraniano, Mahmud Ahmadinejad: "Não acredito que alguém tenha sido mais difamado que os judeus. Diria que muito mais do que os muçulmanos. Foram mais difamados que os muçulmanos porque são acusados e caluniados por tudo. Ninguém culpa os muçulmanos de nada". "Os judeus tiveram uma vida muito mais dura do que a nossa. Não há nada que se compare ao Holocausto".
Segundo o líder cubano, o governo iraniano contribuiria para a paz se tentasse entender porque os israelenses temem por sua existência. Goldberg foi convidado pelo próprio Fidel, que se interessou por um artigo seu sobre as tensões entre Irã e Israel.
AFP

3 comentários:

  1. Muito bem, rapaz! Até que enfim, um sinal de lucidez aos 84 anos de Fidel. Espero que com isso ele comece a planejar realmente o que será de Cuba daqui pra frente, trazendo o país dos anos 40 aonde adormeceu, para a modernidade e para o progresso do seu povo.

    Abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  2. -- 1 --

    O pior, caro Dihelson, é que nisso tudo tem muita cavilosidade desse velhaco sanguinário. Os irmãos Castro já estão dando andamento em Cuba ao que foi feito na finada União Soviética, por Putin que era ex-chefe da KGB e hoje é o manda chuva na Rússia. A dinastia dos Castro é dona de todos os empreendimentos na ilha-prisão e preparam-se para continuar a mandar depois que o socialismo cubano ruir.

    Segundo a revista “Forbes”, famosa por suas listas anuais sobre os milionários mais ricos do mundo, o ditador cubano Fidel Castro tem uma fortuna pessoal de U$S 900 milhões de dólares, quase o dobro dos U$S 550 cifra registrada há cinco anos. No último número da revista, a Forbes atribui a fortuna de Castro aos ganhos obtidos através de uma "rede de negócios de titularidade pública". Assim, entre as operações mais lucrativas da dupla Castro, a “Forbes” cita o Palácio de Convenções, o centro de convenções construído perto de Havana; o conglomerado de lojas a varejo CIMEX; e a Medicuba, a empresa que vende vacinas e outros artigos farmacêuticos produzidos em Cuba.

    ResponderExcluir
  3. -- 2 –

    Já um artigo publicado no noticiário “La Voz de Cuba Libre”, uma organização criada por cubanos exilados, em sua maioria jornalistas, listou algumas das propriedades da família Castro no exterior. A ver:

    Duas casas na Costa Sul da França, uma com 24 habitações e a outra com 15 habitações. Na Suécia, propriedade de 30 habitações.Duas casas nos Alpes Suíços. Na própria Suíça, Suécia e Finlândia, fazendas de grandes extensões em cada um desses países, chegando até a 1.200 hectares.
    Em Madri, Espanha, mansão de alto luxo de 8 habitações; igualmente um palacete de 14 habitações em Via Veneto, Roma, Itália. No México, uma mansão de 5 habitações situada na Avenida de la Reforma, Cidade do México, e uma ilhota ao norte de Nassau, Bahamas.

    Além do mais é fato que Raúl Castro é hoje acionista de importantes empresas espanholas. Esta, aliás, a razão da ditadura cubana ter negociado diretamente com o Governo Espanhol a libertação de uma minoria dos presos políticos que se encontram no Reino da Espanha...

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.