10 junho 2010

Novo processador Intel - Por: Fernando Henriques Mafra


Basicamente todo usuário de computador já sabe como funciona o processo de evolução dos micro processadores hoje em dia. É bastante comum você comprar um micro computador com uma tecnologia de última geração e descobrir que recentemente acabaram de lançar um novo processador ainda mais rápido que aquele o qual você acaba de comprar. Começaremos a falar dos processadores de apenas um núcleo que tiveram suas velocidades aumentadas a uma velocidade inacreditável, em tão pouco tempo os cientistas conseguiram dobrar e até triplicar a sua velocidade. Tomemos por base os processadores de 1978 que não passava de 8MHz, em 1985, somente seis anos depois o processador chegou a 33MHz, ou quatro vezes em apenas seis anos. Em 1995 já tínhamos processadores de 200Mhz, só ai já se foi mais dez anos e o processador teve sua velocidade ampliada seis vezes. No ano 2000 chegamos a velocidade de 2GHz, até chegarmos a processadores com velocidade hoje de até 3,2GHz em processadores de 4, 6 e até 8 núcleos, os chamados i5 e i7. Estes novos processadores chegam a ter até oito núcleos, sua arquitetura é impressionante, suas velocidades também, contudo a venda não foi lá grande coisa, acredito que seja pelo valor dos processadores e suas respectivas placas. As placas mãe sofreram modificações significativas para receber estes novos processadores agora com soquete 1366. Em junho de 2010 a Intel inova com mais uma safra de processadores, agora, acreditem ou não, com cinqüenta núcleos, isso mesmo, com cinqüenta núcleos de processamento, imaginem um processador deste com uma velocidade de clock de 2,5GHz ou 3,0GHz, poderíamos até sonhar com um processador deste em casa, mas qual será o valor de venda para um processador destes?

Bom para aliviar os pensamentos de todos, este processador foi lançado para substituir os processadores Xeon usados em servidores de alto desempenho, ou seja, não vão chegar até as nossas pobres máquinas de uso residencial/pessoal, contudo o ponto em questão é: “Como vão ficar os processadores dos equipamentos residenciais/pessoais?” A briga acaba de começar, os processadores de oito processadores, os chamados i7 já estão no mercado, estes da Intel, sendo que a canadense AMD ainda não lançou sua nova safra de processadores, mas já devem ter alguma carta na manga. Sabendo disso todos estamos aguardando para saber qual será o novo parâmetro para os processadores de PC´s, a compra de qualquer processador e troca de equipamento agora pode ser uma perda de dinheiro, o melhor é esperar os novos processadores para somente depois iniciarmos os upgrades em nossos micros. Não vou mentir, meu desejo de consumo é um processador de cinqüenta núcleos em meu velho PC, isso só para testar meus aplicativos de processamento de imagem e vídeo. Assim como muitos de vocês estão cheios de vontade para testa-lo em diversas áreas, tais como naquele jogo muito pesado que seu computador sempre demora para processar ou aquele programa de áudio que sempre demora para ripar suas músicas ou vídeos. Contudo, vale a pena esperar mais um pouco, pois a guerra dos processadores apenas acabou de começar...

Por: Fernando Henriques Mafra


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.