01 junho 2010

Brasileira que estava em navio atacado por Israel será deportada


A cineasta brasileira Iara Lee, que estava em uma das embarcações que seguiam para a Faixa de Gaza e foram atacadas por Israel, deve ser deportada para o Brasil. As autoridades israelenses disseram que, apesar do ataque, ela está em "boas condições de saúde". Segundo autoridades israelenses, a cineasta se recusou a deixar voluntariamente. O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, pediu nesta segunda-feira "ação" e "uma declaração forte" das Nações Unidas ante o ataque militar de Israel contra as ambarcações ajuda humanitária internacional para a Faixa de Gaza.

"Não poderíamos ter ficado mais chocados do que com um evento deste tipo. (...) Espero que o Conselho de segurança dê uma declaração forte. (...) É algo que realmente necessita de algum tipo de ação da ONU, porque vai ficar uma marca muito forte", disse Amorim à imprensa em Brasília. Contudo, o ministro das Relações Exteriores de Israel, Avigdor Liberman, disse em nota que "os membros da embarcação não estavam em missão de paz e são, na verdade, terroristas que atacaram os militares das FDI quando estes abordaram a embarcação que se dirigia à Faixa de Gaza".

De acordo com a embaixada de Israel, o Itamaraty foi informado da deportação da cineastra brasileira pelo embaixador Giora Becher. Nesta madrugada, Iara postou no site de relacionamentos Facebook que o barco em que estava foi cercado pela Marinha de Israel em águas internacionais. Ela embarcou na última quinta-feira da Turquia. Primeiramente, ela foi identificada como americana por causa do passaporte - ela mora há 20 anos nos Estados Unidos. Israel atacou nesta segunda-feira um grupo de seis navios que transportava mais de 750 pessoas com ajuda humanitária para a Faixa de Gaza, deixando pelo menos dez mortos, segundo o Exército do país. O ataque ocorreu em águas internacionais, no Mar Mediterrâneo, a mais de 120 quilômetros da Faixa de Gaza. Israel defendeu sua ação argumentando que ativistas armados atacaram soldados israelenses.

Fonte: Yahoo Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.