25 abril 2010

Sobre o Abril pra juventude! - por: Janinha


Mais um brilhante evento realizado pela secretaria de cultura do Crato: Abriu pra juventude! Dando oportunidade, abrindo espaços para novos talentos da região do Cariri, estimulando a apreciação da arte, música, conscientizando através de palestras explicativas e elucidativas a realidade do crack, e drogas no geral, dando acesso gratuito a peças teatrais. Espero, como amante apaixonada da cultura de nossa cidade, que haja mais organização na realização desses eventos, sabemos do empenho de todos que trabalham para que essas movimentações aconteçam, do destaque desse secretariado no empenho de "fazer acontecer", mas fica a minha observação em relação à segurança, pois no encerramento do evento houve tiros e tumulto, e nenhum apoio policial adequado, uma festa que reúne pessoas jovens, crianças, idosos, precisa ter mais segurança.

Uma falta notória de banheiros químicos, fazendo com que as pessoas sujassem a cidade. Que haja cada vez mais eventos e que a cada ano possamos nos profissionalizar, para atrairmos com dignidade turismo, e proporcionemos de fato educação para a nova geração que queremos formar!

16 comentários:

  1. Janinha

    Não tenho procuração para defender a Secretaria, mas creio e por conhecer os tramites de realização de evento, com certeza deve ter sido enviado oficio para PM e Corpo de Bombeiros requisitando apoio na festa, se estes se fizeram presente ou não ai, é outra historia.
    O certo é que por mais segurança e banheiro que disponibilizassem ao evento sempre haveria uma reclamação pois o que eu tenho visto e que meia dúzia de pessoas q saem de casa atras de confusão e tumulto, seja em festa publica ou privada o que falta é educar as pessoas a se comportarem e a ter zelo pelo patrimonio, essa é a verdade.
    Infelizmente esse é o maior desafio hoje em dia, qdo trabalhava no OLhar eu constantemente via pessoas agindo feito animais, então é sintomático, a falta de educação nos eventos, bares shows e etc!

    Lamento saber desse ocorrido, mas no geral acho que o Abriu pra juventude veio para ficar e a Danielle tem sido uma grande guerreira e merece nosso apoio, e tenho certeza que se alguem quiser ir la e dar sugestões e ate participar dos eventos como voluntario no apoio ela estara aberta para receber.

    Daniele , mas uma vez lhe admiro mesmo mulher guerreira, Barbara!

    ResponderExcluir
  2. Reivindicar é sempre salutar. Se a população reclama que não havia segurança suficiente, nem banheiros químicos, eu acho que temos que o procedimento correto é investigar, não negar, e se constatado que isso aconteceu, procurar melhorar daqui em diante,

    Achei muito pertinente a crítica construtiva da Janinha. Não é por trabalharmos numa instituição que teremos que defender prováveis erros ou contratempos. Nosso compromisso é com a VERDADE. Sempre devemos estar do lado do POVO.

    Compreendo a luta incansável e louvável da Secretária Daniele Esmeraldo em tentar fazer o melhor possível, mas certas coisas fogem ao controle. Se certos pontos não sairam a contento, que possamos parar, avaliar e tentar melhorar no próximo. É assim que se faz, com bom senso e justiça.

    Lembro-me que em Guaramiranga, eu participei dos primeiros festivais de Jazz e Blues de lá. Pensem aí em 10.000 pessoas numa cidade do tamanho de Dom Quintino, numa única rua e sem UM SÓ banheiro químico! Hoje, Guaramiranga esbanja qualidade. As coisas vão aos poucos, agora só pode melhorar, se apontarmos os erros e as soluções.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  3. Concordo demais Dihelson, com certeza deve ser averiguado o que houve, em nenhum momento estou querendo negar o ocorrido e nem tampouco dizer que tudo é lindo, perfeito, mas infelizmente estou sendo realista todos os eventos que tenho ido vejo que tem sempre um grupo que sai de casa para arranjar tumulto , seja festa publica ou privada, em casa de eventos, isso é um fato e não podemos esconder tambem, não concorda?

    no mais repito meu mantra :Educação é a chave de tudo!

    ResponderExcluir
  4. Temos que estar preparados pra um ou outro grupo que queira causar tumulto, estou sempre a observar os eventos culturais, sou uma vibradora de tudo que tem acontecido na cultura do Crato, por isso meu compromisso em registrar fatos, e fazer do meu texto uma forma de expressar as questões de quem participou do evento!
    Obrigada Dihelson, por ter entendido minhas observações, é só no sentido de que nossos movimentações culturais se solidifiquem, profissionalizem, cresçam!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Me Desculpe Janinha e Dihelson, começo a crer que não sei me expressar pois em nenhum momento quis negar o ocorrido apenas coloquei minha visão, mas acho que não foi de forma clara.
    Me perdoem se deu a entender outra coisa .

    ResponderExcluir
  7. Janinha minha linda, saudades.
    Lendo sua postagem, não podia deixar de falar um pouquinho, realmente é lamentável que tenha acontecido isso, como a Alessandra falou e falou tão bem, foi sim madado ofícil, é tanto que na sexta foi tudo calma, eu vejo assim: nós sabemos como anda a violencia em todo os lugares, a falta de educação de várias pessoas, sabemos também que a policia estar com problema de homens, são poucos para combrir tantos eventos e a cidade como um todo, quanto aos banheiros concordo que temos que ter, mais meu amor as pessoas, digo a sociedade só culpa o poder público, só pra lembrar colocamos várias lixeiras nas ruas, mais quebram dt, parece que não sabe que aquilo é para nós mesmo, não para o prefeito Samuel. Resumindo, temos que fazer a nossa parte, tentar sempre mostrar que festa é para se divertir e não brigar, é de lamentar que se vá para uma festa armado, mais esse é o mundo que vivemos, então vamos dar as mãos, juntos mundar cada vez mais o Crato mostrando que o amor, a alegria, a solidriedade é o que importa e com certeza vamos ter festas bem legais.
    Um bjo grande fica com Deus.

    ResponderExcluir
  8. Alessandra minha linda, quero agradecer o seu comentário, vc já uma das pessoas que sabe como trabalhamos, mais infelizmente temos esse problema, mesmo em festas pagas, é lamentável, é, só não podemos é deixar de fazer um evento legal e que passou a semana pregando a paz. E concordo muito quando vc diz que a falta de respeito ao patrimonio público é muito grande. Temos grandes desafios e vamos continuar trabalhando para mudar, mostrando que com alegria, dançar é muito melhor que brigar.
    Bjo e obrigada.
    Mônica Araripe

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Dí, desculpa por discordar um pouquinho de você, acredito que a Alessandra não comentou só porque trabalha na administração, acho que ela fez esse comentário porque ela sabe a forma como trabalhamos, trabalhamos sempre com responsabilidade, mais uma coisa como essa foge ao nosso controle, pelo varios de motivos que falei e tbm acho que a intenção dela foi defeder sim, porque ela acredita nesse trabalho que é responsavel, como também sei que Janinha não fez nada de mais, ela fez um apelo por mais cuidado quando se for fazer festas e etc... entendeu meu anjo, Tanto Janinha, Alessandra, eu queremos a mesma coisa paz, festa com paz e juntos e com mais gente vamos conseguir. O brilho da festa não se apagou por esse fato lamentável.
    E nós estamos do lado do povo, tudo que temos feito é trabalhar por eles, agora eles tem que querer, tem que saber que a festa é pra eles.
    Bjo grande,
    Mônica Araripe

    ResponderExcluir
  11. Alessandra, não podia deixar de entender, esse é um mundo real, não tem varinha mágica, tem trabalho, trabalho responsável, é difício trabalhar com uma uma cidade inteira, mais o que me conforta é saber que pode ter falhas, mais com erteza os acertos são mais. E a vontade de viver numa cidade melhor, pra nossos filhos, netos nos dar uma energia pra lutar por um mundo melhor pode ter certeza.
    Bjo,
    Vamos nos ver sim.
    Mônica Araripe

    ResponderExcluir
  12. A verdade é que o Crato está mudando para melhor como nunca esteve. Mesmo esses contratempos apontados aí MERECIDAMENTE pela nossa amiga Janinha, são coisas que com certeza, nós poderemos resolver em edições posteriores. Pior era antigamente, que nem esses projetos existiam. Se temos hoje o Abril pra Juventude, O Festival da Canção, e eu soube que estão articulando a volta dos salões de Outubro, para que o Crato volte a ter o brilho que já atingiu antes, é tudo muito positivo, e esta administração está no rumo certo, com certeza.

    Agora, se não parar e tentar resolver esses problemas logísticos, nunca se resolverá, é preciso que se reivindique e QUE NINGUÉM FIQUE COM RAIVA DE QUEM REIVINDICA - Digo isso porque tem gente que tem raiva quando a população reclama de coisas justas. É direito do povo reivindicar e apontar os erros, como tambem ELOGIAR os acertos. O Abril pra juventude é muito louvável.

    Agora, há 3 anos que eu reivindico só aqui neste Blog outra coisa importante, que se faça uma reunião do pessoal da EXPOCRATO com os grupos de Arte e Cultura e a Administração Municipal para que na ExpoCrato nós tenhamos um só palco grande ( que foi até idéia da Mônica Araripe ), mas que nunca foi pra frente.

    Eu quero saber se vamos passar 10 anos sem resolver aquele problema, e o que é preciso que a sociedade faça pra resolver. Talvez somente uma força sobrenatural pra conseguir espaços na ExpoCrato para os artistas locais.

    A esperança, minha querida MONKYNHA, é a última que morre. Eu tenho muita esperança de ainda ver os artistas locais na nossa festa maior, a ExpoCrato, excluídos que são, desprestigiados por uma gente sovina, irresponsável que a organiza, que só pensa no dinheiro que aquela festa dá para o bolso deles. Só vejo recordes todo ano de dinheiro na ExpoCrato. Não custaia nada aplicar um pouco disso para divulgar a Arte e a Cultura do Município.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  13. Alessandra,

    Entrega do título a Dona Bárbara de Alencar nesta Segunda, minha amiga ? Como ?
    Nem eu da Imprensa, nem o próprio Presidente da Fundação J. de Figueiredo Filho estamos sabendo de nada sobre o assunto. Acabo de falar com o George Macário para saber, pois fiquei preocupado se eu não estaria perdendo alguma coisa tão importante no nosso municipio, que precisa ser divulgada NA PRIMEIRA PÁGINA DOS JORNAIS, e ele me disse não estar sabendo de nada disso aí.

    E aí ? Que informação é essa? Procede ?

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  14. Dihelson

    Ainda não confirmado , me perdoe falha técnica, apaguei ja para evitar mas contratempos

    Monica amada obrigado pro entender meu ponto de vista como disse desde o inicio fazemos de tudo para que sai próximo do perfeito, mas sempre ha falhas, nesse caso uma das falhas apontadas não foi da administração( segurança) a outra sim (banheiros)

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Alessandra,

    Se o assunto é da Administração Municipal e pricipalmente de CERIMONIAL, a primeira pessoa que eu tenho que ligar urgentemente para confirmar ou negar chama-se: Dr. Cícero ou D. Eliane. Isso eu já faço há hum ano quando sai algum boato que precisa de confirmação oficial.

    Além do mais, eu não tenho o seu número do celular, e me diz uma coisa, tem algum problema eu confirmar um dado dessa magnitude com o própiro presidente da Fundação ? não vejo problema algum, minha amiga. Não entendo porque você parece ter achado ruim. Eu poderia ter ligado até para o Jornal do Cariri, Gazeta de Notícias ou o Metropolitano. Quando o assunto é uma notícia que precisa de confirmação, nosso setor aqui de Assessoria precisa de respostas rapidíssimas. E digo uma coisa: Nenhuma informação da Administração pode ser divulgada sem que aqui a gente tenha conhecimento ANTES. Nosso papel é divulgar.

    Imagine se tem uma cobertura fotográfica pra fazer às 20:00 e são 19:00 eu sem estar sabendo...

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.