08 abril 2010

AQUECIMENTO GLOBAL - Litertura de cordel - por Mundim do Vale

Meu caro amigo leitor
Eu peço atenção total,
Vou rimar nesse cordel
A causa de um grande mal.
A doença do planeta
E o aquecimento global.

É notório a nossa gente
Se queixando do calor,
O mar muito revoltado
Distribuindo o terror.
Só pode ser represália
Contra o homem predador.

Deus não fez o ser humano
Desprovido de noção,
Deu a ele inteligência
Para ser um bom cristão.
Mas ele desobedece
Causando a poluição.

Peço perdão ao leitor
Por também contribuir,
Pois o cigarro que fumo
Sei que chega a poluir.
Mas eu pretendo deixar
Se meu bom Deus permitir.

Deus cultivou a floresta
Adubando com amor,
Agora vem qualquer um
Especulando o valor.
Por isso eu digo que o homem
É o maior predador.

O problema permanece
Em cada esgoto entupido,
Na chaminé fumaçando
E no rio poluído.
No lixo sobre as lagoas,
No mangue sendo invadido.
A derrubada de árvores
A indústria de carvão,
A queimada de florestas
E o cano de escapação.
São responsáveis diretos
Precisam de contenção.

Agressão ambiental
É um fato em evidência,
O cidadão mais humilde
Agride na inocência.
Mas tem especulador
Que age com consciência.

Eu já rimei o problema
Vou rimar a solução,
Só finda o aquecimento
Parando a poluição.
Conservando os animais
Mantendo a vegetação.

Para um futuro feliz
Precisamos nos unir,
Estruturando o presente
Para aguardar o porvir.
Se acontecer o contrário
O planeta vai sumir.

Se o meu cordel alcançar
Gente de bom coração,
Vou ficar muito feliz
Pela contribuição,
Pedindo a Deus que ajude
Na busca da solução.

Se o verso ofender alguém
Me desculpe o proceder,
Não tive aqui intenção
De a ninguém ofender.
Só apontei solução
Pra terra sobreviver.


No cordel dei meu recado
Espero que alguém mais fale,
Pra defender o planeta
Não há ninguém que me cale.
Por isto eu assino embaixo
Poeta: MUNDIM DO VALE.

2 comentários:

  1. Mundim, você é um cabra danado. Veio aqui ao Crato e não nos encontramos, mas eu estou lhe preparando "uma surpresa".

    Um Forte Abraço,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  2. Ao Mundim do Vale,
    Que Vale muito dinheiro,
    Escrevendo esses versos
    Para o mundo inteiro,
    Presta um grande serviço
    Para todos os Brasileiros,
    Revelando a solução
    Do aquecimento Global,
    Cabra danado da peste,
    Você foi fenomenal.

    Abraços,
    Eldon

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.