xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/12/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 dezembro 2009

CRATO - Histórias e Estórias do Crato de Antigamente - Por: Ivens Mourão


A PAÇOCA


O Sr. Pedro Felício foi um educador exemplar e incansável no Crato. Responsável pela instalação de diversos Grupos Escolares e da Associação Caixeiral, que possibilitava o ensino noturno para aqueles que trabalhavam durante o dia. Era um curso profissionalizante de contabilidade. Portanto, na década de quarenta e cinqüenta o Crato já contava com este benefício. O Sr. Pedro mereceria uma estátua, pelo muito que fez pela educação da cidade. Era também político e, por diversas vezes candidatou-se a Prefeito, sendo sempre derrotado. Até que uma vez, já com idade avançada, a população resolveu premiá-lo pela insistência, elegendo-o Prefeito.



Pedro Felício em duas épocas

Politicamente era conservador, mas não tanto quanto os donos de engenho. O conservadorismo se estendia aos seus hábitos, além de conversar pouco. Só caminhava pelo meio da rua, por ter, em certa ocasião, escorregado numa casca de banana deixada numa calçada, levando uma grande queda. Toda segunda-feira, no almoço, tinha um prato de paçoca. Ao lado, inseparável, uma quartinha com água. Só bebia café de bule, nunca café de garrafa. Uma determinada segunda-feira, na hora do almoço, sua esposa, Dona Ailza, (irmã do Dr. Wilson Gonçalves) falou extremamente contrariada:

- “Mas Pedro, não é que hoje eu me esqueci de fazer a sua paçoca”.
O Sr. Pedro calado, de cabeça baixa. E a Dona Ailza, extremamente contrariada:
- “Como é que pode acontecer uma coisa dessas!!. Hoje é o dia da carne de sol de Caicó! Hoje é segunda-feira, dia da sua paçoca! Eu nunca me esqueço! Como é que vai ser? Hoje você não vai gostar do almoço!”

E o Sr. Pedro calado, diante do embaraço da esposa.

- “Mas não vai acontecer de novo. Está com mais de dez anos que eu faço esta paçoca toda segunda-feira!! Como fui esquecer hoje...”
O Sr. Pedro, então, rompeu o silêncio:
- “Não, eu acho que está com mais de dez anos. Devem ser uns quinze anos!”.
Como ela continuasse a se lamentar, o Sr. Pedro disse:
- “Não, não se lamente não! Durante todos esses anos eu comi paçoca porque você botava na mesa. Mas eu não gosto de paçoca não...”

A “FAMÍLIA”

Existia no Crato um senhor que era famoso por ser um autêntico garanhão. Era uma onça para comer gente. Teve duas filhas com uma amante. Ficou preocupado que aquelas meninas crescessem sem ter a referência de uma família. Então resolveu criar uma, mesmo que fosse artificial. Montou uma casa para a amante, que vivia com as filhas. Mas faltava a figura masculina. Ele próprio não poderia, pois já tinha a sua família e não pensava em abandoná-la.
Lembrou-se, então, de um dos freqüentadores da Praça Siqueira Campos, que estava sempre com os motoristas de “carros de praça”. Vivia de fazer biscates que não lhe custassem muito esforço. Aqui e acolá fazia uma corrida, quando um motorista não podia ir, o que lhe garantia uns trocados. Os irmãos dele eram bem diferentes. Todos bem empregados, alguns até formados. Ele, não. Não queria nada com a vida.

O velho resolveu “contratar” essa pessoa para ser o “homem” da casa. Em compensação lhe daria um Jeep, no qual poderia fazer suas corridas e ganhar um dinheirinho. As despesas da casa, garantia o senhor, ficariam sob a sua responsabilidade. Além disso, respeitaria a “casa” do “contratado”. Quando quisesse ter encontros amorosos com a amante seria em outro local, nunca na “casa” dele. Como exigência, ele não poderia bater, de maneira nenhuma, nas meninas. Ele disse na hora:

- “Eu topo!!! Mas querendo pode ter o encontro com ela lá ‘em casa’ mesmo”.
- “Não, não. Isto aí não. É uma questão de honra”.

Chegando a época do Natal, o velho parou o carro em frente da “casa”, da filial. Ficou, sentado no carro mesmo, combinando os presentes de Natal para as meninas. Enquanto isso o “homem da casa” estava sentado na sala da frente. Definidos os presentes das filhas e da amante, ele, discretamente perguntou:

- “E para ele, o que é que eu compro?”
Ouviu-se, então, uma voz, de dentro da casa:
- “Uma calça de Brim Coringa, mesmo!!!”

TWO BEARS

Antônio Venâncio foi um dos homens mais ricos do país. Começou a sua fortuna no Crato. Embora tivesse poucos estudos, possuía uma visão fantástica para negócios. Vindo do Assaré, começou a negociar no Crato. Percebeu que o período da Guerra era uma boa oportunidade para ganhar dinheiro. Passou a vender para o exército gêneros alimentícios ou determinados produtos estratégicos, que se valorizaram no período do conflito mundial, como mamona, algodão e couro. Devido aos torpedeamentos dos navios na costa brasileira, os produtos do Nordeste para o sul passaram a ser transportados pelo Rio São Francisco. Os do Cariri eram transportados em caminhões do exército, para o porto de Petrolina. O Venâncio fez amizade com os oficiais e passou a ser o comprador deles, no Cariri.

O Luís lembra-se bem de tê-lo visto pedindo adiantamento na firma do meu avô e do Sr. Joaquim Bezerra, para comprar as primeiras mercadorias, iniciando assim a sua brilhante carreira no mundo dos negócios. Do Ceará foi para o Rio de Janeiro, onde multiplicou a fortuna. Com a inauguração de Brasília, apostou na cidade e desfez-se de todos os seus imóveis no Rio, investindo tudo em Brasília, solidificando a sua fortuna. Chegou a ser Senador pelo Distrito Federal. Tinha como seus auxiliares de mais confiança, pessoas da região. Um deles era o Tobias Mota, irmão do Dr Oriel Mota, que chegou a ser Deputado e Superintendente da Cibrazem. Moravam vizinho à nossa casa, na Praça Francisco Sá. Tobias era alto, com um andar meio desengonçado, que o meu tio Francisco Mourão imitava. O certo é que o Tobias foi gerenciar o escritório de importação e exportação do Venâncio, em Nova Iorque. Certa vez o Venâncio foi visitar o escritório nos Estados Unidos. Ele e seu Gerente foram a um restaurante. Na conversa muito animada, todas as vezes que pronunciava o nome do Tobias o garçom, com muita presteza, colocava duas cervejas na mesa...

CARO COLEGA

Lembro-me bem do Zé de Sousa. Era um preto alto, enfermeiro, tendo por principal atividade o atendimento a chamados para aplicar injeções nas residências. Era o concorrente do Sr. Miguel, que aplicava as injeções em nossa casa. Este chegava com o aparelho de injeção na mão, vestindo um terno meio surrado e gravatinha borboleta. Estava sempre com a testa cheia de gotinhas de suor. Já o Zé de Sousa andava sempre de branco, como se fosse um médico. Até os sapatos eram brancos. Em seu pequeno ambulatório, de uma porta só, além de aplicar injeções, fazia pequenos curativos. Seus principais clientes eram rapazes ou senhores casados que contraiam doenças venéreas e necessitavam se submeter aos dolorosos tratamentos da época. O Luís recorda-se muito bem que o Zé de Sousa só andava muito perfumado. Era o cheiro de uma brilhantina da marca Le Man de Coty. Em certa ocasião, o Luís contraiu uma infecção intestinal e o médico receitou uma série de injeções. Todas as vezes que sentia o cheiro daquela brilhantina sabia que o Zé de Sousa tinha chegado para aplicar a injeção que ele tinha pavor. O Zé de Sousa orgulhava-se muito dessa sua atividade, queiram ou não, na área médica. Por esse motivo foi humilhado por um médico - o mesmo que receitara o Luís - o que o fez ir embora para o Rio de Janeiro, montar uma farmácia com ajuda do Venâncio, e nunca mais voltar. Tudo por ele ter chamado o médico de:

- “Caro colega”.

A BOTIJA

O Zé do Bode morava afastado do centro do Crato. Para chegar em casa precisava transpor, através de uma vereda, uma mata fechada. Um amigo dele resolveu pregar-lhe uma peça e ficou à espreita, escondido no meio da mata. Quando o Zé do Bode ia passando, com uma voz cavernosa, gritou:

- “Zé do Bode! Ô Zé do Bode”.
- “Pode dizer!”
- “Olha, Zé do Bode, se você quiser tirar uma botija, passe aqui amanhã, nestas mesmas horas da noite. Eu vou te ensinar onde desenterrar uma botija bem rica”.

O Zé do Bode seguiu o seu caminho, sem dizer nada. No outro dia, ao passar no mesmo local e à mesma hora, voltou a ouvir a mesma voz, ainda mais cavernosa:

- “Felizmente Zé, você voltou para que eu lhe revele o segredo dessa botija. Isto vem me fazendo ser uma alma penada. Mas tem uma condição. Primeiro, você tem que dar o cu”.
E o Zé do Bode, a todos pulmões:

- “Vai dar tu mesmo, alma fresca”

Fonte: Livro "Só no Crato" de Ivens Mourão - Direitos de Publicação concedidos ao Blog do Crato pelo autor - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS


Curvas - Publicado por José Flávio Vieira


10/12/2009 - 21h55

Dilma sobe e José Serra cai em pesquisa eleitoral, aponta Vox Populi

Do UOL Notícias

Em São Paulo


Uma nova pesquisa Vox Populi, divulgada nesta quinta-feira (10), pelo Jornal da Band, mostra que o pré-candidato do PSDB José Serra continua liderando a corrida para as eleições presidenciais de 2010, mas o percentual das intenções de voto no atual governador de São Paulo caiu em relação ao último levantamento, feito no mês passado. Nessa última pesquisa, Serra aparece com 36% das intenções de voto, enquanto na anterior ele tinha 40%. Serra e Dilma sobem; Ciro e Marina caem em pesquisa Ibope

Já a pré-candidata do PT, a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, cresceu nas intenções de voto. Ela, que continua em segundo lugar, subiu de 15% na pesquisa do mês passado, para 19% neste último levantamento.
Ciro Gomes (PSB) aparece em terceiro lugar, com 13% das intenções de voto, seguido de Heloísa Helana (PSOL), com 6%, e Marina Silva (PV), com 3%.
Em um outro cenário, com a vaga do PSDB ocupada pelo governador de Minas Gerais, Aécio Neves, os números mudam. Dilma Roussef lidera a pesquisa, com 20% das intenções de voto, seguida de Ciro Gomes, com 19%, Aécio Neves, com 18%, Heloísa Helena, com 8%, e Marina Silva, com 4%.
A pesquisa perguntou ainda em qual candidato o eleitor não votaria. Aécio Neves foi o que teve menor rejeição (5%). Ciro Gomes vem em segundo, com 8%, seguido de Heloísa Helena, com 10%. Marina Silva e José Serra aparecem com 11%. Já Dilma Roussef tem a maior rejeição: 12%.


Para os leitores do Blog do Crato.Reflitam...-Por Moisés Rolim


Pregar a reconciliação num mundo como o nosso, onde o rancor e a vingança vão ganhando espaço nos corações, é uma grande e difícil tarefa! Na maioria das vezes o gosto é amargo, mas não é impossível!

Reconciliação significa realizar um acordo entre as partes numa comum unidade e entendimento.

Porém, o verbo grego tem uma força de expressão maior: indica a passagem de um estado para outro. Apresento aqui duas formas de reconciliação: Com Deus e com os irmãos (pai, mãe, filhos, amigos, cônjuges, vizinhos…)

A reconciliação com Deus é sempre necessária e urgente. Reconciliar-se é deixar-se fazer novamente amigo de Deus! Experimentar a misericórdia de d'Ele, deixar que Ele exercite em nós a Sua misericórdia!

Na verdade, todos nós necessitamos de misericórdia. Necessitamos dela por causa das nossas grandes responsabilidades, assim como por causa da nossa fraqueza e miséria moral. Mal podemos dar três passos sem errar algum.

Aprendamos a usar o caminho privilegiado da reconciliação, que é o sacramento da confissão, como sinal sagrado instituído por Cristo para perdoar os pecados mortais e para incrementar a graça santificante. Também podemos falar a Deus quando nosso coração está pesado e sem motivação; quando estamos tristes ou preocupados.

São atos simples, que podem ser feitos em qualquer lugar e que mantêm a nossa alma orientada para Deus. Eles nos preparam para uma boa e sincera recepção do sacramento da Penitência.

A reconciliação com nossos irmãos também é essencial. É a oração do Pai-Nosso: “Perdoai-nos assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido”.

Com certeza, não haveria verdadeira reconciliação com Deus se não houvesse um perdão sincero pelas faltas dos nossos próximos. Olhando para a Parábola do Filho Pródigo (cf. Lc 15, 1ss), a atitude do filho mais velho é altamente significativa. Ele também tinha necessidade de se reconciliar com o coração de seu pai. Apesar de estar fisicamente próximo, espiritualmente estava muito longe e precisava da misericórdia do Pai. Podemos dizer que o filho mais velho descobre a misericórdia do Pai vendo a misericórdia deste para com seu irmão. Faz-se, por assim dizer, participante da misericórdia do Pai.

Se hoje você enfrenta este grande desafio interior de perdoar, creia e dê o passo. Perdoar e se reconciliar é experimentar um pouco de Deus! Sentir o gosto bom da presença d'Ele em nós! É a sensação de vitória, de bem-estar por ter vencido um obstáculo…É vivência de uma obra nova dentro de nós!

Tenha a disposição interior de perdoar e depois disso dê um passo, faça um gesto concreto. Perdoar é libertação para o coração, para a alma. Não tenha medo!

Fonte: Canção Nova

MOISÉS ROLIM(Em busca da notícia.Colaborador do Blog do Crato)

Um chamado movimento separatista – por Pedro Esmeraldo


Pretendemos abordar a idéia separatista em curso num dos distritos do Crato, que pensa conseguir sua independência política. Numa análise ampla e irrestrita, julgamos que se aquele distrito passasse a município tornar-se-ia oneroso ao Estado Federativo, visto que não tem condições econômicas de ser elevado à categoria de cidade.
Concordo que todos têm direito de procurar e melhorar sua situação política, fixando marco de aceleração do desenvolvimento, tornando-se livre e independente. Por outro lado, oportuno se torna avisar aos incautos (denominados "povo lutador") que isso só deve ocorrer quando houver condições favoráveis para seguir com dignidade seu caminho. E, além disso, tentar conseguir um bom desempenho econômico e social, que resulte numa perspectiva de exercer as dificuldades "sociais ou financeiras" como convém a uma sociedade que não cause ônus ou prejuízo ao Governo Federal.
Segundo os meios de comunicação só dois distritos no Ceará (dentre os que se arvoram de separatistas) possuem capacidade de serem elevados à categoria de cidade: Mundaú – que fica no município de Trairi – e Pecém, localizado no município de São Gonçalo do Amarante, na orla marítima. Esses dois distritos já poderiam ser considerados cidades de “pequeno porte”, destacando-se entre os distritos existentes no Ceará. Merecem, pois, alcançar o processo promocional de elevar-se com galhardia ao grau de novosa municípios.
Cremos que esses processos separatistas foram provocados por pessoas influentes e astuciosas, "principalmente por políticos incapacitados" que só produzem movimentos provocativos, instigando o povo para cair numa armadilha perigosa que é a "conquista promocional sem merecimento". Procuram eles métodos para elevar esses distritos – destituídos de condições – para enquadramento numa posição "de realce", mirando o estatus de cidade evoluída, embora, na realidade, não possam subir ao pódio. Tornar-se-iam cidade sem estutura física, de pouca densidade demográfica. Na ralidade ainda são povoados acolitados como cidades de pequena, mas montados em política rasteira e ignóbil.
Como distritos, ainda estão enquadrados em situação de pobreza e de poucos recursos técnicos. Deveriam permanecer como estão, podendo até mesmo tornarem-se bairros elegantes e harmoniosos, evitando tornarem-se reféns de políticos tacanhos e aventureiros, que só buscam vantagens para si.
Olhando atentamente para a cláusula desses processos separatistas, observamos que no meio desses movimentos encontram-se até pessoas bem evoluídas dentro da religião católica. E vemos isso com tristeza, pois vêm se prestando a políticos interesseiros que vêm nos atanazar com espinhos inconsequentes, provocando discórdia. Desde já alertamos oa a esses senhores que não favoreçam a destreza desses políticos mafiosos e deixem-nos de lado evitando a diminuição da importância social e econômica dos municípios a serem desfalcados de seus distritos. Queremos lembrar a esses religiosos a fim de evitar o separatismo. Que eles continuem no bom caminho de união para que, futuramente, ao invés de cidades sem estrutura tornem-se um bairro elegante do Crato. Que esses religiosos contribuam com a evangelização dos seus fiéis, dando um colorido especial e avantajado no combate religioso contra os evangélicos que estão avançando e conquistando o povo, arrastando-o para si e desfalcando uma comunidade que um dia pertenceu na sua totalidade à Igreja Católica.
Também alertamos para que não exerçam atividade política partidária. O padre tem de trabalhar com mais afinco, auxiliando a massa empobrecida, prestando assistência religiosa, ensinando-a a orarxcom dignidade, orientando-a para trabalhar com amor ao próximo e elevando-a a fim de galgar boa condição social.

Texto: Pedro Esmeraldo


Padre Cícero, mil e uma faces de um mito da fé nacional



SÃO PAULO
- Dois milhões de romeiros chegam todo ano a Juazeiro, no Ceará, para prestar tributo a um homem que já foi descrito de mil maneiras: santo, reencarnação de Jesus Cristo, porta-voz das oligarquias, aliado de cangaceiros, ideólogo de políticas sociais, espertalhão que enriqueceu de modo ilícito, semeador de fanatismos, raposa que tirou proveito da ingenuidade popular, curandeiro das ervas.



Cícero Romão Batista (1844-1934), o Padre Cícero (ou Padim Ciço, para os populares), complexa personalidade que resume em sua história os fenômenos da fé exacerbada nos sertões brasileiros, é objeto de uma vigorosa obra literária: a biografia Padre Cícero - Poder, Fé e Guerra no Sertão (Cia. das Letras, 540 págs, R$ 49), do escritor Lira Neto. O livro, envolvente e detalhista, já entrou nas listas dos mais vendidos deste final de ano e seu ritmo chamou a atenção do cinema. A produtora brasileira RT/features comprou os direitos para a tela grande, e o diretor será Sérgio Machado (de Cidade Baixa). A obra chega em momento chave do processo de reabilitação histórico-eclesial do padre pelo Vaticano, conforme afirmou ao Estado o bispo italiano Fernando Panico, da Diocese do Crato.

"Quando estive com o papa Bento 16, agora em setembro de 2009, para a visita ad limina, ele próprio - que foi quem pediu a revisão dos fatos de Juazeiro quando ainda era o Cardeal Ratzinger, prefeito da Congregação da Doutrina da Fé - prometeu solicitar que apressassem a conclusão desse caso", disse d. Fernando Panico. Cícero foi alvo de um tumultuado processo eclesiástico, que resultou em sua suspensão das ordens sacerdotais e, mais tarde, de um decreto de excomunhão do Santo Ofício, em Roma. À época, ele foi acusado de desobediência e de insubordinação pela alta cúpula do clero. Morreu proscrito pela Igreja, aos 90 anos. Para Lira Neto, autor da biografia, a reabilitação canônica do Padre Cícero precisa ser compreendida dentro do contexto da "guerra santa" entre católicos e neopentecostais. "A Igreja, tardiamente, percebeu que o fenômeno Padre Cícero é forte demais para ser combatido ou esquecido."


O historiador americano Ralph della Cava (autor de Milagre em Joaseiro, primeira obra fundamental sobre o religioso, publicada nos anos 70) diz que, ao contrário de Canudos, que teve a sorte de ter um grande historiador debruçado sobre o tema (José Calasans), sempre houve pouca produção acadêmica e literária sobre o Padre Cícero. Para Lira Neto, essa situação começou a mudar há duas décadas. "O próprio livro de Ralph abriu caminho para uma vasta produção subsequente, o que demonstra que não há qualquer preconceito intelectual quanto ao personagem. Longe disso. O problema é que essa bibliografia ficou restrita, de modo geral, ao interior dos muros das universidades, sem conseguir provocar um diálogo efetivo com um público mais amplo." Padre Cícero era um homem forte: foi prefeito, elegeu governadores e teve interlocução com o presidente. Foto: Reprodução

Segundo Lira Neto, seu livro busca renovar esse interesse em um outro front, o do leitor comum, mas se vale para isso de uma investigação minuciosa e do mergulho em valiosas fontes primárias. O livro tem como sustentáculo o acervo de 900 cartas trocadas entre os protagonistas da história, oriundos do Departamento Histórico da Diocese do Crato, e os documentos sob a guarda do Arquivo Secreto do Vaticano. Manuscritos produzidos sob a emoção dos acontecimentos que culminaram na expulsão de Cícero da Igreja Católica, a história tem "todos os ingredientes típicos de um autêntico thriller", segundo o autor: intrigas eclesiásticas, traições, mistérios, assassinatos nunca esclarecidos.

Lira discorda que o culto popular à figura do padre milagreiro se integre à ideia da resignação do sertanejo face ao seu destino. "Eu não afirmaria isso de forma categórica", diz. "Em Cícero, conviviam, de um lado, a fé ritualizada, a rigidez clerical do seminário, e, de outro, o universo mental típico do homem sertanejo, uma visão de mundo sincrética, lastreada no pensamento mágico e no maravilhoso. Uma vez banido, só então fez da política uma nova espécie de sacerdócio." A partir daí, Cícero torna-se um líder político igualmente polêmico e controverso. Chega a defender militarmente a cidade de Juazeiro, em 1913, e repelir uma força militar de mil homens. "Os que querem ver Cícero como um místico primitivo e caricato cometem uma grave falha histórica. Ele era habilidoso, ladino, sagaz. Por isso sobreviveu a todos os seus inimigos, tanto na política como no clero."

Quem era a beata Maria Araújo?

O pivô da expulsão de Padre Cícero do sacerdócio foi a beata Maria de Araújo. No dia 1º de março de 1889, Cícero distribuía a comunhão na igreja quando uma das beatas, ao receber a hóstia, revirou os olhos e pareceu entrar em transe. Em sua boca a hóstia sangrava. Tentava conter o sangue, mas este lhe descia pelo braço. Em agosto, Maria de Araújo contaria ter se encontrado com o próprio Cristo. Juazeiro virou uma nova Jerusalém. Os médicos rechaçaram a hipótese de fraude. Não havia lesão da laringe ou pulmão e, mesmo que houvesse, isso teria debilitado Maria. A insistência na tese do milagre levou Cícero ao confronto. Mas Maria vertia sangue frente ao próprio comissário do bispo. "Mulher, negra e analfabeta. Como o sangue de Cristo poderia se materializar numa criatura dessas?, perguntava-se a Igreja", assinalou a escritora e ensaísta Maria do Carmo Pagan Forti.

Entrevista com o escritor Lira Neto, autor da biografia do Padim Ciço:

Sendo os milagres tão antigos, como explicar a persistência da fé? Quem chega a Juazeiro do Norte, pela primeira vez, talvez perceba ali apenas a notória exploração política, econômica e religiosa do povo sertanejo em nome de Cícero. Essa exploração existe e é um fato inegável. Mas um olhar mais atento também pode detectar outro fenômeno, tão eloquente quanto esse. As romarias e a devoção ao padre que viveu e morreu como um rebelde proscrito do clero se inscrevem em uma lógica que foge à assepsia do rito oficial da Igreja Católica. Quando vista em sua perspectiva histórica, é uma fé insubmissa, indomável, transgressiva, que hoje a cúpula do clero tenta a todo custo absorver, sob pena de deixar à margem do ritual uma verdadeira legião de fiéis, disputados pelas igrejas neopentecostais. Assiste-se hoje, no sertão, a uma verdadeira guerra de poder, quase uma "guerra santa", na qual padres e pastores evangélicos medem forças para atrair avidamente os romeiros e peregrinos.

Havia muitos padres amancebados no Ceará na época. O Padre Cícero nunca teve uma mulher?

Os muitos inimigos de Cícero já o acusaram de inúmeras coisas, mas não de ter quebrado os votos de castidade ou o celibato clerical. No livro, mostro uma charge publicada à época por um jornal satírico pernambucano, Lanterna Mágica, em que se sugere que Cícero mantinha relações com as beatas. Mesmo os mais ferrenhos opositores foram obrigados a reconhecer então que a charge havia errado o alvo. Cícero permaneceu fiel ao celibato.

Fonte: Estadão.com.br

Britânicos concluem que gripe suína é menos letal que o esperado


Estudo publicado pelo departamento de saúde pública britânico nesta quinta-feira na internet demonstra que a gripe suína --como é chamada a gripe A (H1N1)-- é "menos letal" do que se imaginava. O levantamento estima que, a cada 100 mil pessoas infectadas no Reino Unido, só 26 tiveram complicações que as levaram à morte. Londres chegou a advertir que com a chegada do inverno o número de contágios semanais poderia ser de 100 mil, o que gerou controvérsia a partir de alguns setores, que acusam ao governo de estender o alarme inutilmente e chamam a atenção sobre o grande negócio que fizeram as farmacêuticas. Na semana passada, foram registrados só 11 mil novos casos, muito longe dos prognósticos.

No estudo publicado hoje, porém, os cientistas britânicos recuam e afirmam que a pandemia de gripe suína é cem vezes menos letal do que a da gripe espanhola, em 1918, e quase dez vezes menos letal que as pandemias de gripe de 1957 e de 1968. "A primeira pandemia de gripe do século 21 é consideravelmente menos letal do que se temeu em um princípio", disse Liam Donaldson, assessor do governo para assuntos médicos. O estudo, publicado no site do "British Medical Journal", concluiu, por meio de observação de pacientes internados entre julho e novembro passados, que a taxa de mortes pela doença é de 0,026%, segundo a análise dos dados oficiais requestados até novembro. As conclusões foram divulgadas justamente quando os números de contaminações no Reino Unido caem.

Donaldson, no entanto, defendeu as medidas de saúde adotadas e recomendou à população que se vacine, especialmente se integrar um grupo de risco --doentes, grávidas ou crianças com menos de 5 anos. Até agora, só 2,3 milhões dos 9 milhões de britânicos em grupos de risco foram se vacinar. No começo da semana, os americanos do CDC (Centro de Controle de Doenças, na sigla em inglês) tinham afirmado que a gripe suína poderá se tornar a mais fraca pandemia registrada, com uma taxa de óbitos inferior à da gripe comum.

Com Efe e Associated Press
da Folha Online

Lula sanciona, com veto parcial, a nova Lei do Inquilinato


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou, com vetos parciais, a lei 12.112/09, chamada de nova Lei do Inquilinato. O texto da nova lei foi publicado nesta quinta-feira no "Diário Oficial da União". O objetivo da lei é ampliar as garantias do inquilino e também agilizar ações de despejo. Entre as mudanças previstas na lei estão a desobrigação do fiador e a criação de regras para a mudança de fiador durante o contrato. Atualmente, a Lei do Inquilinato não trata do assunto. O fiador pode desistir da função, ficando apenas responsável pelos efeitos da fiança durante 120 dias depois de o locador ter sido notificado. O proprietário também poderá exigir um novo fiador, caso o antigo ingresse no regime de recuperação judicial. Com isso, pretende-se dar mais garantias ao proprietário e exonerar a empresa fiadora que passe por crise econômico-financeira.

A proposta também adequa ao novo Código Civil a proposta que mantém a proporcionalidade da multa rescisória em caso de devolução antecipada do imóvel locado. Em caso de divórcio ou morte do locatário, a nova Lei do Inquilinato cria regras para a manutenção ou substituição do fiador. Atualmente, a legislação não prevê essa possibilidade.

Nos casos de despejo, a ação é suspensa se, em 15 dias, o inquilino quitar integralmente a dívida com o proprietário ou a imobiliária. Com isso, não fica mais valendo a apresentação de um simples requerimento em que o locatário atesta a intenção de pagar a dívida --algo que tem atrasado em mais de quatro meses as ações de despejo. Fica adotado também o mandado único de despejo. Cai, portanto, a prática atual de dois mandados e duas diligências, entre outros procedimentos que atrasam o processo.

Vetos

Entre os itens vetados pelo presidente na sanção presidencial está o que determina concessão de liminar para desocupação do imóvel em 15 dias quando houver pedido de retomada em razão de melhor proposta apresentada por terceiros. Também foi vetado o parágrafo que previa a concordância do proprietário do imóvel para a manutenção do contrato de aluguel em eventuais mudanças societárias do inquilino pessoa jurídica. A justificativa para o veto é de que "o contrato de locação firmado entre o locador e a pessoa jurídica não guarda qualquer relação de dependência com o a estruturação societária da pessoa jurídica locatária".

Foi vetada ainda a aplicação imediata da lei, que não passa a valer a partir de hoje, data da publicação no Diário Oficial da União. A lei terá o prazo de 45 dias para entrar em vigor. A razão da extensão do prazo é dar tempo hábil para que as pessoas afetadas pelas normas conheçam o conteúdo do texto e estudem seus efeitos.

da Agência Brasil


Dnit-CE recupera trecho final da BR-116

O Dnit do Ceará iniciou, nesta semana, mais uma obra esperada pelos cearenses, mais precisamente os moradores da Região do Cariri: a restauração do final da BR 116. O titular do órgão, Guedes Ceará, informou, nesta quinta-feira, que o trabalho ocorre em dois lotes. São os trechos de Ipaumirim, do quilômetro 420,70, até Milagres, no quilômetro 478,20, com extensão de 57,5 km.

Também Milagres, no quilômetro 478,20 até a divisa do Ceará com Pernambuco no quilômetro 545,70, com extensão de 67,5 quilômetros. Toda a pavimentação antiga está sendo retirada e uma nova pavimentação, novo acostamento e sinalização tanto horizontal com vertical estão sendo realizados pelo Dnit, adianta o superintendente.

(Foto – Dnit-CE) - Fonte: Eliomar de Lima

Fernandinho Beira-Mar quer ser Advogado !

NE - Agora é que nós estamos lascados mesmos. Se já não bastava um bandido como Beira-Mar, imagine com um diploma de advogado na mão!

RIO - Nos dias 5 e 6 de janeiro, o Exame Nacional do Ensino Médio 2009 (Enem) será aplicado nos estabelecimentos penais do País para os detentos que se inscreveram nos programas especiais de Ensino Médio. No Presídio Federal de Campo Grande foram 42 inscritos, entre eles, o assaltante do Banco Central de Fortaleza Marcos de França e o traficante carioca Luiz Fernando da Costa, o Beira-Mar condenado a 150 anos de prisão. O traficante já passou pela avaliação no ano passado e obteve o certificado de ensino médio. Ele manifestou interesse em fazer um curso universitário de direito. (Leia mais: Enem: especialistas criticam atropelo). Outro que está inscrito para fazer o Enem é Marcos de França, acusado de participação no assalto ao caixa-forte do Banco Central de Fortaleza, em 2005 e condenado a 21 anos de prisão. O maior roubo da história do País aconteceu no dia 6 de agosto de 2005, quando a quadrilha levou R$ 164 milhões. (Veja também: Inep divulga gabarito corrigido do Enem 2009)

A aplicação especial foi decidida dentro do sistema logístico de segurança do Enem, conforme portaria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Em Mato Grosso do Sul são 387 inscritos, detentos de 18 estabelecimentos penais do Estado além do Presídio Federal de Campo Grande. De acordo com a Divisão de Educação da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), o número representa mais que o dobro dos inscritos para o Enem 2008, quando 186 presos fizeram as provas. No dia 5 de janeiro, terça-feira, serão aplicadas as provas de ciências da natureza e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. No dia 6, quarta-feira, os presos farão as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias e também a redação.

Fonte: O Globo

Autor de "Gomorra" é premiado por "coragem" de denunciar a máfia

O Nobel de Literatura Dario Fo premiou o escritor Roberto Saviano, autor de "Gomorra", com um grau honorário na quinta-feira por sua coragem em expor a máfia. O livro do escritor de 30 anos sobre o submundo da máfia em Nápoles, cidade no sul da Itália, virou best-seller e fez do seu autor um símbolo da luta contra a máfia desde que foi lançado, em 2006. Saviano, que também é jornalista, vive sob proteção policial por causa da ameaças de morte.

"É importante reconhecermos juntos o trabalho de Saviano", disse Fo, que ganhou o Nobel em 1997. Fo entregou o Laurea Honoris Causa a Saviano em nome da Academia Brera de Milão, que disse estar premiando o escritor por sua "enorme contribuição à cultura", elogiando-o por "sua pesquisa apaixonada e rara habilidade para se expor". Saviano tornou-se membro honorário da academia e recebeu um diploma. "Gomorra" mostra como a Camorra domina a vida de Nápoles e ganha dinheiro -- tudo visto através dos olhos de um menino que vê sua primeira vítima de assassinato aos 13 anos. "Como escritor, você tem que enfrentar as consequências do que escreveu, e você tem essa sensação de estar sozinho", disse Saviano a uma plateia lotada. "Quando surge uma ocasião como esta (a cerimônia), você percebe que não está sozinho".

Ele disse aos jornalistas que ainda havia muito a fazer na luta contra a máfia. "A atenção tem que ser constante, não episódica". Saviano trabalhou em uma empresa têxtil e de construção controladas pela máfia durante a pesquisa para o seu livro, que narra o envolvimento da Camorra na proteção de mafiosos, traficantes, contrabandistas e na lavagem de dinheiro.

da Reuters, em Milão via Folha Online

Incêndio destrói mais de 200 hectares de mata atlântica no sul da Bahia

Um incêndio supostamente criminoso já destruiu mais de 200 hectares do Parque Nacional do Descobrimento, no sul da Bahia. O parque é a maior área de preservação de mata atlântica do Estado, com 21 mil hectares (cada hectare equivale a um campo de futebol). A polícia afirma que o incêndio pode ter sido causado por uma fogueira de caçadores, cuja atividade é comum, porém proibida no parque. Foram encontrados cachorros e cigarros onde a queimada teve início na segunda-feira (7). Segundo a chefe do parque, Maria Carolina Portes, os ventos fortes do litoral e o tempo seco dificultam o combate aos dois grandes focos de incêndio identificados até agora. Mais de 70 pessoas, entre brigadistas do parque, voluntários de empresas de celulose e bombeiros, estão no local.

"Estamos falando de uma reserva de mata atlântica nativa. A destruição de um hectare já deve ser considerada de extrema gravidade", afirmou Denilson Oliveira, do Prevfogo, sistema de prevenção e combate a incêndios florestais do Ibama. A equipe conta com dois tratores de esteira, que ajudam a combater o fogo, que continua sem controle. De acordo com a previsão do tempo, deve chover a partir da próxima segunda (14). A área atingida estava em recuperação de uma queimada ocorrida em 2001, quando foi destruído mais de 10% do parque, tombado pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) como patrimônio natural.

O local é também alvo de disputas entre a Funai (Fundação Nacional do Índio) e índios pataxós, expulsos do local após a criação do parque. Eles reivindicam a demarcação de terras. Criada em 1999 durante as comemorações dos 500 anos de descobrimento do Brasil, a reserva conta com espécies da fauna e da flora ameaçadas de extinção, como a harpia, a onça-pintada e o pau-brasil.

MATHEUS MAGENTA da Agência Folha, em Salvador

Escritores do Blog do Crato, escrevam mais !

Meus amigos!

Com mais de 80 escritores cadastrados no Blog do Crato, eu acho que é tempo desses escritores começarem a postar também. Hoje tivemos apenas umas 12 postagens. Costumamos ter mais de 25. Estou muito ocupado com meu trabalho e só posso escrever como mais um colaborador por esses dias. Por isso peço a todos os nossos escritores que desembainhem as canetas ( aliás, os teclados ) e possam postar seus textos.

Abraços,

Dihelson Mendonça



Conheça o clássico de Júlio Verne que escola de SP jogou no lixo

"Um país se faz com homens e livros" é o que dizia Monteiro Lobato (1882-1948). Será? "A Escola dos Robinsons", clássico do francês Júlio Verne (1828-1905), era um dos livros que funcionários da Escola Estadual Ernesto Monte, em Bauru (345 km de SP), jogaram no lixo. O fotógrafo João Roberto Alcará viu os exemplares jogados na calçada da escola, na pça. das Cerejeiras, e em uma caçamba de entulho. A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo prometeu investigar o caso.

"A Escola dos Robinsons", publicado pela primeira vez em 1882, tinha sido uma doação para a escola. O livro conta a história do jovem Godfrey Morgan, 22, que terá de aprender a sobreviver em uma ilha. Ele é sobrinho do lord William W Kolderup e está prestes a se casar com a jovem Phina. Antes de subir ao altar, ele decide fazer uma viagem durante dois anos. O tio o manda para a Nova Zelândia, a bordo do navio comandado pelo capitão Thurotte e em companhia de seu mentor, o professor Tartelett.

O navio afunda, e Godfrey terá de enfrentar selvagens na ilha. A experiência funciona como uma "escola da vida", em que o jovem terá de descobrir o valor do esforço e adquirir sangue frio e coragem.

Fonte: Livraria da Folha

"Quero tirar o povo da merda", diz Lula – postado por Armando Lopes Rafael



Fonte: Folha Online
"Eu não quero saber se o João Castelo [prefeito de São Luís] é do PSDB, não quero saber se o outro é do PFL, não quero saber se é do PT, eu quero saber se o povo está na merda e eu quero tirar o povo da merda em que ele se encontra. Esse é o dado concreto", disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em seu discurso em São Luís, no Maranhão, nesta quinta-feira.
Lula estava em uma cerimônia de assinatura de contratos do programa Minha Casa, Minha Vida. O improviso veio após ele ressaltar que nenhum outro governo investiu tanto em saneamento básico.


Comentário de Taís Nicoleti Camargo (*) : Presidente faz uso de disfemismo –
Não é segredo para ninguém que o presidente Lula tem uma linguagem colorida, popular, o que, por alguns, é visto como um dos segredos do seu carisma, mas, por outros, é tido como algo inapropriado a um presidente da República.
Hoje, num discurso inflamado, muito à vontade com a plateia, o presidente afirmou que iria "tirar o povo da merda". Diga-se de passagem, recebeu muitos aplausos, sinal inequívoco de que a mensagem foi transmitida. O problema está no fato de "merda" ser um palavrão ou uma palavra de baixo calão, vulgar, como outras de que o leitor se lembrará facilmente e que, com certeza, não usa em situações de algum grau de formalidade. E não usa por quê?
O uso da linguagem, em certo sentido, aproxima-se das regras de etiqueta. Assim como não se fala com a boca cheia, não se dizem certas palavras, sobretudo em situação de formalidade. São considerados palavrões certos termos e expressões ligados geralmente ao metabolismo e às funções sexuais. Daí o surgimento de eufemismos para substituí-los.
Por exemplo, por decoro, ninguém diz o que vai fazer no banheiro; basta pedir licença para ir ao "toalete" (o francesismo parece ainda mais elegante). A própria expressão "vaso sanitário" é um eufemismo. Quando o assunto é sexo, são várias as expressões de caráter eufemístico, como "fazer amor" ou mesmo "fazer sexo".
O fato é que as palavras em si apenas designam as coisas ou as ações. "Merda", por exemplo, vem direto do latim, língua na qual era o termo usado para designar a matéria fecal, os excrementos, as fezes. Com o tempo, o termo não só teve seu sentido ampliado, passando a sinônimo de miséria ou situação ruim, como se tornou um tabuísmo, um termo vulgar.
Curiosamente, como interjeição, se para muita gente seu significado é negativo (de raiva, desprezo, indignação, decepção), para o meio artístico, é sinônimo de bom augúrio. Lenda ou não, consta que esse uso surgiu na França, quando um ator enfrentou grandes dificuldades para chegar ao teatro onde faria uma apresentação importantíssima a uma plateia de ilustres e, quando finalmente conseguiu chegar, pisou num "cocô". A expressão que logo lhe veio à mente, em bom francês, foi "Merde!". Como a apresentação foi um sucesso estrondoso, surgiu esse uso algo supersticioso da palavra "merda" como interjeição de boa sorte entre os atores.
Se, quando escolhemos termos capazes de tornar a expressão mais suave, lançamos mão do "eufemismo", quando fazemos o contrário, isto é, quando tornamos a expressão mais rude, também lançamos mão de uma figura de linguagem: o disfemismo. De um modo ou de outro, com eufemismo ou com disfemismo, a linguagem torna-se mais expressiva. É preciso, porém, saber o momento de usar uma figura ou outra.
(*) Thaís Nicoleti de Camargo é consultora de língua portuguesa do Grupo Folha-UOL

PIB do Brasil sobe 1,3% no 3º trimestre, menos que o esperado. Sobre 2008, queda de 1,2%

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 1,3% no terceiro trimestre, em relação aos três meses anteriores, somando R$ 797 bilhões a preços correntes, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação a igual período de 2008, o indicador da soma dos bens e serviços produzidos pelo país teve queda de 1,2%.

Os dados do PIB brasileiro divulgados hoje decepcionam o mercado. De acordo com as projeções de economistas ouvidos pelo jornal O Globo, a alta ficaria entre 1,9% e 2,1% no terceiro trimestre em relação ao segundo. Frente ao terceiro trimestre de 2008, os analistas previam queda entre 0,1% e 0,3%. Ao anunciar medidas de estímulo à economia nesta quarta-feira, o próprio ministro da Fazenda, Guido Mantega, havia feito uma previsão de que o PIB do terceiro trimestre tinha crescido 2% sobre os três meses anteriores.

Fonte: O GLOBO

Comentário da postagem: Mais uma vez o Ministro Guido Mantega erra em suas "premonições" e desconsidera que houve uma queda real de 1,2% em relação à 2008. Deve ser alguma coisa realcionada com o "Efeito Marolinha" sobre a economia brasileira. Postado por José Sales

Centro Cultural BNB Cariri – Programação Diária


Dia 10 de dezembro (quinta-feira)

- 14h PROGRAMA DE RÁDIO: Compositores do Brasil, com Zé Nilton Figueiredo.

Programa de Rádio semanal que traz a obra de um compositor de música brasileira. O programa faz parte de uma parceria entre o Banco do Nordeste e a Rádio Educadora do Cariri, que inclui um programação diária diversificada de segunda a sexta-feira de 14 às 15 horas.

Rádio Educadora do Cariri AM 1020. 60min.

- 15h ARTES CÊNICAS - OFICINA DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA: Auto Expressão Através dos Jogos Dramáticos, com Fátima Morimitsu, Ivete Alexandre e Cícero Pimentel (Juazeiro do Norte - CE).

O Gosto pela arte cênica na infância é marcado pelas brincadeiras e dramatizações que naturalmente surgem nas atividades infantis seja na escola ou em casa. Os jogos dramáticos possibilitarão uma interação da criança com técnicas de expressão corporal voz e noções de figurino e adereços com materiais recicláveis. 240min.

- 15h LITERATURA/BIBLIOTECA - BIBLIOTECA VIRTUAL

O curso tem como objetivo apresentar e discutir diversas possibilidades de utilização dos recursos e serviços básicos da Internet, tais como: navegação, busca e correio eletrônico. 12 horas/aula.

- 18h NOÇÕES BÁSICAS DE UTILIZAÇÃO DA INTERNET. 180min.

- 19h30m ARTES CÊNICAS - ATO COMPACTO: Entre e Saia Para as Entre-Salas, com a Cia. Etra de Dança Contemporânea (Fortaleza-CE)

Um espetáculo de dança-instalação que pretende mostrar o cotidiano de uma casa e as diversas relações entre pessoas e objetos. A pretensão é transformar a perspectiva do lugar em ser, não apenas uma passagem, mas algo que fuja dos padrões convencionais que delimitam a dança nos palcos, deixando o público livre para criar sua relação com o espaço, os objetos, o inesperado e as incertezas. Direção: Edvan Monteiro. Classificação Indicativa: 12 anos. 40min.

Fonte: Centro Cultural BNB Cariri (Rua São Pedro, 337, Juazeiro do Norte)

COMPOSITORES DO BRASIL - Ary Barroso


Por Zé Nilton


Longe de querer sustentar o bordão por demais repetido no linguajar do povão de que ‘ filho de peixe, peixinho é’. Pouca é a força do determinismo popular, porque na vida as coisas não ocorrem sempre é assim. Sou mais pela crença de que o ambiente pode produzir, despertar, estimular, inculcar certos traços cognitivos, permitindo ao sujeito certa facilidade ao abraçar uma arte, uma profissão, um caminho qualquer, ou mesmo não seguir nenhuma ou nenhum.

No campo da arte musical e da poesia há um sem número de exemplos da importância do meio, primeiro o familiar, na construção do grande músico, do refinado poeta, do gênio em qualquer arte.

Vejamos, por exemplo, Chico Buarque. Ambiente familiar de pesquisa, de leitura, de música, de boêmia... criou as condições para ele, que quis ser compositor, poeta e escritor desenvolver suas artes com tamanha criatividade e vanguardismo, a ponto de tornar-se, à sua revelia, uma unanimidade nacional.

Igualmente ocorreu com Tom Jobim e tantos outros.

Com Ary Barroso não foi diferente. A família extensa na qual nasceu e viveu até os 17 anos, na cidadezinha de Ubá – MG, seu pai era músico e boêmio; suas tias, pianistas e seus tios poetas e oradores, sendo, um deles, Sabino Barroso, além de exímio orador, ministro da Fazenda e presidente da Câmara Federal, no governo de Venceslau Brás.

Ao chegar ao Rio de Janeiro, em 1920, com 17 anos, Ary Barroso trazia uma pequena bagagem musical. Aprendera com uma de suas tias, a Ritinha, “debaixo de pau”, os primeiros rudimentos de piano. Em seguida, andou tocando em cinema mudo e em bares de sua cidade, iniciando uma vida boêmia e profissional.

Diferente de Tom Jobim, ele iniciou sua escalada como músico, tocando peças de músicas populares. Chegou a tocar música clássica, mas essa não era o seu forte.

No Rio, como sói acontecer com muitos que para ali foram enfrentar a vida, passou por muitas necessidades. Ingressa no curso de direito, na Universidade do Brasil, no entanto, igualmente a tantos outros, termina por sobreviver entre a música e a dureza dos estudos.

Conclui a faculdade e acha a atividade de advogado muita estática. Ary Barroso era uma pessoa muito versátil, para não dizer, inquieta e intranquila.Dedica-se, de uma vez, na arte da música, e envereda pelos palcos com peças teatrais de sua autoria ou por ele musicadas. Ganha fama na capital do Brasil.

Um homem de sete instrumentos. Músico, compositor – responsável pela modernização da MPB – teatrólogo, ator, apresentador de auditório e, com muito entusiasmo e valentia, locutor esportivo. As peripécias de Ary como apresentador, ou melhor, descobridor de talentos – Luiz Gonzaga foi um deles – e locutor esportivo são muito interessantes, e diz dos difíceis começos da radiofonia no Brasil.

Torcedor intransigente do Flamengo gostava de contar para os vascaínos, o dia em que o time do Vasco foi convidado a enfrentar, num misto com o Flamengo, um time de Buenos Ayres. Até aí, tudo bem. O engraçado da história é que o Vasco da Gama aceita vestir a camisa do Flamengo nesse amistoso internacional. Tempos bons aqueles em que as torcidas se respeitavam.

Falaria muito desse grande compositor brasileiro. A História de vida de Ary Barroso engrandece não só a ele, mas a História da Música Popular Brasileira, por representar o marco por excelência entre duas gerações de músicos consagrados, que fizeram e fazem da nossa música a mais diversa e melodicamente rica e encantadora, cuja fama corre mundo a fora.

Nesta quinta-feira, no Programa Compositores do Brasil, será a vez de homenagearmos o compositor Ary Evangelista de Rezende Barroso. Falaremos um pouco de sua trajetória e ouviremos algumas de suas mais expressivas melodias, que jamais saíram ou sairão da boca do povo.

É luxo só, de Ary Barroso, com João Gilberto.
No rancho fundo, de Ary Barroso e Lamartine Babo, com Elizeth Cardoso
Boneca de piche, de Ary Barroso, com Carmem Miranda e Almirante
Na batucada da vida, de Ary Barroso, com Elis Regina
Na baixa do sapateiro, de Ary Barroso, com O Bando da Lua
Folha morta, de Ary Barroso, com Jamelão
No tabuleiro da Baiana, de Ary Barroso, com Carmem Miranda e Luiz Barbosa
Faceira, de Ary Barroso, com Zé Renato
Três lágrimas, de Ary Barroso, com Roberto Silva
Quando eu penso na Bahia, de Ary Barroso, com Caetano Veloso
Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, com Erasmo Carlos
Risque, de Ary Barroso, com Dircinha Batista
Morena boca de ouro, de Ary Barroso, João Gilberto
Camisa Amarela, de Ary Barroso, com Aracy de Almeida

Quem ouvir, verá !

Programa Compositores do Brasil
Às quintas-feiras, às 14 h.
Rádio Educadora do Cariri
Pesquisa, produção e apresentação de Zé Nilton

MST invade sede do Incra em Iaras (SP)



Cerca de 150 integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) invadiram hoje a sede do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em Iaras (282 km de SP) --mesma cidade onde o movimento destruiu com um trator, entre setembro e outubro, pés de laranja de uma fazenda da Cutrale. O ato de hoje foi pacífico. Segundo a direção do MST, a invasão ocorreu para cobrar do Incra o assentamento de 450 famílias que estão acampadas nas regiões de Iaras e Agudos. O MST alega que na região há terras da União que foram griladas por diversas empresas. A invasão na sede do Incra começou por volta das 9h, segundo o MST. As famílias montaram barracas de lona no quintal da sede. Não há previsão de data para que as famílias deixem o local. Os manifestantes já chegaram com colchões e mantimentos.

A superintendência do Incra em São Paulo disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que não vai se pronunciar sobre o assunto por enquanto.

Cutrale

A fazenda da Cutrale foi invadida pelo MST em 28 de setembro e desocupada em 7 de outubro após decisão judicial de reintegração de posse. Durante a invasão, a Polícia Militar filmou um integrante do MST passando com um trator por cima de centenas de pés de laranja da fazenda. Depois que os integrantes do movimento deixaram a área, o local estava destruído e depredado. Funcionários da fazenda relataram que suas casas tiveram objetos furtados. O MST negou ter destruído a fazenda e furtado objetos dos moradores. Um inquérito foi aberto pela Polícia Civil para apurar os crimes praticados, mas as investigações ainda não foram concluídas. Segundo a Polícia Civil, o inquérito será concluído até o final deste mês e integrantes do MST terão a prisão pedida.

MAURÍCIO SIMIONATO
da Agência Folha, em Campinas

QUEM PODERÁ NOS AJUDAR? - Por: Jorge Emicles Pinheiro Paes Barreto.


Nenhuma novidade, mas o país novamente se vê inundado por uma onde de corrupção. Como é sabido, a bola da vez é o Governador do Distrito Federal, que foi flagrado em vídeos gravados por um dos seus principais assessores, recebendo dinheiro vivo. O famoso dinheiro dos panetones. Se o PT do Presidente Lula já teve seu momento de estrela da corrupção, o fato é que todos os grandes partidos do país já se viram em situação parecida. Quando era Presidente, Fernando Henrique foi suspeito de haver comprado os votos que necessitava no Congresso para aprovar a Emenda Constitucional que autorizava a sua reeleição. De um modo geral, os políticos têm sérios problemas para conseguir financiar legalmente suas campanhas. Ninguém confessa, mas todos fazem uso do caixa dois e a Justiça Eleitoral, presa a filigranas inúteis da lei, finge que está tudo regular.

Não se pode duvidar que são nas campanhas eleitorais que surgem os grandes esquemas de corrupção, pois é o momento propício para os corruptores conseguirem compromissos de fraudes futuras em contratos com as administrações públicas.

O Ministério Público de regra queda-se inerte, agindo somente depois que explodem as denúncias na mídia. O Poder Judiciário permanece em fiel cumprimento a seu papel histórico, alimentando sua lerdeza e ineficácia de sempre. A Polícia Federal, mesmo confessando sua irresistível queda pelos holofotes da televisão e o sensacionalismo de suas ações, é ainda quem desvenda alguns destes esquemas (espera-se, contudo, que não exercite papel ideológico investigando somente os crimes da oposição). A OAB, que ingressou com o décimo primeiro pedido de impeachment de José Roberto Arruda, deveria olhar para seu próprio umbigo, explicando também à nação os escândalos de corrupção e descumprimento dos princípios basilares do Direito ocorrido em suas próprias eleições. O Supremo Tribunal Federal, órgão máximo da organização do Judiciário brasileiro é comprometido pela fórmula de suas nomeações (Tófoli, o mais novo Ministro era simplesmente o Advogado Geral da União. Seria então difamação chamá-lo de parcial?).

Bem, só nos restam os estudantes de Brasília, que bravamente ocuparam a Câmara Distrital e de lá só arredam o pé quando o Governador for alijado do poder. Claro, se antes o nosso glorioso Judiciário, por meio da bruta polícia militar não os escorraçar de lá. Mas o dado é que os nossos estudantes são a única força aparentemente incorrompida da nação (que fique claro, falamos dos estudantes, não da UNE, que igualmente quando em vez se envolve em escândalos do gênero). São a nossa última reserva moral.

Se não resolverem por seus meios de pressão o problema (o que infelizmente provavelmente acontecerá), pelo menos permanecerão como a esperança de que a próxima geração de políticos (a que eles formarão) possa vivenciar formas diferentes de administrar a coisa pública e respeitar os valores éticos e morais da nossa sociedade. São eles a nossa única esperança de construir um país que respeite de verdade não somente seus valores como também seu povo. Quimera? Nossos estudantes responderão.

Jorge Emicles Pinheiro Paes Barreto.

CRATO - Novas candidaturas para Geoparks - Reportagem: Elizângela Santos


GEOTOPE DEVONIANO na cachoeira de Missão Velha, formação Cariri, uma das áreas de destaque no Geopark Araripe. Encontro no Crato discute formação de uma rede brasileira do setor Foto: CID BARBOSA. O Geopark Araripe passará pela avaliação da Unesco em 2010 para continuar com a chancela do órgão internacional

Crato. Será realizado hoje e amanhã, no Hotel Encosta da Serra e em áreas do Geopark Araripe, o I Encontro Brasileiro de Geoparks: Construindo Novas Candidaturas. O objetivo é criar uma agenda para construção da rede brasileira desses espaços vinculada à Unesco, que passará naturalmente pela certificação de projetos do gênero aspirantes da Conferência Global de Geoparks em 2010, na Malásia. O evento tratará das múltiplas dimensões desses ambientes naturais. Segundo gestor de direção administrativa do Geopark Araripe, Patrício Melo, participam do encontro Estados como Minas Gerais e Rio de Janeiro. A meta, segundo a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, é de que participem, pelo menos, seis Estados brasileiros. Conforme o gestor administrativo, o evento servirá para mostrar um pouco do Geopark e suas múltiplas dimensões nas área de educação, conservação e turismo e as interfaces de desenvolvimento regional que tem sido trabalhadas.

Para o próximo ano, segundo ele, está sendo realizada uma programação, que já foi discutida e que será colocada em prática. Esta semana, foram iniciados os seminários, com a participando de docentes da Universidade Regional do Cariri (Urca), nos municípios que estão inseridos no projeto, começando pela cidade de Barbalha.

Patrício afirma que essa é uma das oportunidade de diálogo com a comunidade e poderes públicos. É também uma forma de construção e implementação do projeto integrando os próprios anseios dessas comunidades, para construção e implementação dessa espaço natural. O Geopark Araripe passará pela avaliação da Unesco em 2010 para continuar com a chancela do órgão internacional, integrado a rede mundial de geoparks do planeta. Patrício afirma que todas essas ações que vêm sendo desenvolvidas estão dentro dos critérios de avaliação. "O próprio encontro é um indicador de avaliação. O objetivo é manter a integração com áreas protegidas no Brasil e com a rede global", explica.

No que diz respeito às múltiplas dimensões de uma rede de geoparks e sua importância, como instrumento de desenvolvimento sustentável, a Secretaria das Cidades articulou com os ministérios da Integração, da Cultura, do Turismo e o Banco Mundial, que acenaram de forma positiva na constituição e no fortalecimento dessa rede. Também participam do I Encontro, além dos representantes de geoparks aspirantes, o Geopark de Arouca, que se prontificaram a participar de uma oficina de trabalho para consolidação das propostas dos aspirantes que serão avaliadas na Conferência da Malásia. Na ocasião, o secretário das Cidades, Joaquim Cartaxo, abordará as múltiplas dimensões do Geopark Araripe.

Américas

59 geoparks já foram criados no mundo. Desse total, o Geopark Araripe é o único do Continente Americano e do Hemisfério Sul, oferecendo uma diversidade de ambientes naturais

MAIS INFORMAÇÕES
Escritório do Geopark Araripe
Teófilo Siqueira, 712, Centro
Crato, região do Cariri
(88) 3102.1237

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaboradora do Blog do Crato e Chapada do Araripe OnLine

Massacre em Brasília - Postado por José Sales


A Polícia Militar do Distrito Federal entrou em confronto nesta quarta-feira com estudantes que fazem manifestação pró-impeachment do governador José Roberto Arruda (DEM) , acusado de comandar esquema de corrupção no DF. Os policiais usaram bombas de efeito moral, gás lacrimogêneo e gás de pimenta contra um grupo de cerca de 300 estudantes que protestava em frente ao Tribunal de Justiça (TJ-DF). Manifestantes foram presos e, segundo o comando do movimento, cinco feridos foram levados para hospitais. Os cavalos da PM passaram por cima de alguns deles.

Fonte: Blog do Noblat

Comentário da postagem: Tristemente retornamos aos tempos negros da Ditadura Militar, na Gestão João Figueredo, quando o General Newton Cruz, conhecido sub a alcunha de General "Nini" investiu contra manifestantes também à cavalo armado de sabre militar.

Postado por José Sales

Por que somos órfãos de Leitura? - Por: Carlos Pontes

Certamente que os pais ainda representam a maior influência dos filhos sobre a leitura. Um exemplo comum que se traduz numa grande seriedade: se as crianças "nunca" vêem os seus pais lendo, que motivos eles terão também para ler alguma coisa? A equação é perfeita. Ou seja, os pais não praticam a leitura e os filhos seguem naturalmente o processo. E assim se instala a mediocridade que se perpetua por várias gerações. É sério. Só relembrando um fato que ouví de um vendedor de uma livraria de um shopping aqui em Fortaleza há um mês atrás. Segundo ele, a criança se aproximou da porta da livraria e pediu ao pai para ver os livros. O pai imediatamente responde ao filho: deixa pra depois "esse negócio de livro". Vamos para os brinquedos. Lá é melhor. Então agente percebe que são gestos e ações desse tipo que vamos criando também uma cultura de não-leitores.

Embora não seja das mais fáceis de conscientizar um povo de leitura, do esclarecimento e de outros fatos que nos tornem melhores (refiro-me a sociedade), mas não custa nada criar grupos que criem motivações e estímulos a leitura. Quando pensamos o outro é preciso nos redimir da vaidade, do orgulho e de outras alegorias. Basta lembrar do significativo exemplo de nosso educador maior, Paulo Freire. Quando ele se aposentou, sua vida foi dedicada por algum tempo a algumas comunidades africanas. Bem que ele poderia ter ficado em "berço esplêndido", mas preferiu a luta, a obstinação e a dedicação a um povo. Mas, eu me recomponho como cidadão brasileiro quando percebo que somos um povo relativamente novo, se levarmos em conta o velho continente (Europa) e o Oriente Médio. Ainda temos cura, salvo o nosso interesse, claro. Será que os leitores têm? Espero.

Carlos Pontes/Revista Mambembe
Colaborador do Blog do Crato

A necessidade da interatividade entre a Polícia e o povo. - Por: Archimedes Marques



Em um país em que a sociedade clama por uma segurança pública mais eficaz e mais presente, nota-se que o organismo estatal sente-se impotente e incapaz para debelar sozinho a crescente onda de violência que assola todos os lugares. A polícia como figura principal encarregada de manter a ordem publica para a conseqüente prestação da paz social precisa da conscientização e cooperação de toda a sociedade para alcançar os seus objetivos, entretanto, é fato presente que o povo, na sua maioria, ainda tem a polícia como se fosse então esta instituição a única responsável pelo assolamento da violência no país, a principal responsável pelo recrudescimento da criminalidade, como se fosse então os policiais seres Onipotentes e Onipresentes para estarem em todos os lugares a todo o momento a fim de evitar ou descobrir crimes como num passe de mágica.

A violência e o aumento da criminalidade que atinge o povo atinge também a Polícia, o Governo. Atinge a toda a sociedade. Todos nós estamos na mesma aflição.
A paz é a aspiração e o desejo fundamental de todo ser humano, entretanto só poderá atingida com a ordenação da potencialidade da sociedade e do poder público em torno do ideal comum de uma segurança justa, cooperativa e interativa. A Lei entrega a Policia o poder do uso da força. Essa exclusividade da violência legal visa tão somente ajudar a regular as interações sociais. Através desse poder legitimado e da função específica de manter a ordem pública, a sociedade espera da sua Polícia toda a proteção possível e até impossível, entretanto, pouco ou nada faz para ajudá-la.

O estudo das relações humanas constitui uma verdadeira ciência complementada por uma arte, a de se obter e conservar a cooperação e a confiança das partes envolvidas, por isso o presente apelo que visa uma verdadeira interatividade entre a Polícia e a sociedade para melhor se combater a violência e a criminalidade reinante no país. Durante muito tempo a sociedade pouco se incomodou com a questão da violência, da criminalidade e tinha a Polícia apenas como um mal necessário quando na verdade é esta valorosa instituição de defesa do cidadão, um bem essencial, um real instrumento da cidadania e da ordem pública. A Polícia é antes de tudo a guardiã das Leis Penais e o alicerce da Justiça. Sem a Polícia haveria o caos social absoluto.

O preceito constitucional de que a segurança pública é direito e responsabilidade de todos deve sempre crescer até ganhar apoio da maioria populacional e não apenas de uma parcela da sociedade. Os conselhos de segurança dos Estados, das cidades, dos bairros, dos povoados e as organizações não governamentais devem se fortalecer cada vez com a conscientização e a união ampla e irrestrita para ajudar a Polícia na sua árdua missão de combater o crime e resgatar a ordem ferida. A sociedade brasileira precisa confiar mais na sua Polícia, no seu Ministério Público, na sua Justiça. Precisamos resgatar a confiança do povo nas suas instituições de combate ao crime, perdida através dos tempos.

Na mesma velocidade em que a criminalidade e a violência avançam no nosso país por motivos diversos, o crime organizado ganha forças principalmente com o tráfico de drogas que termina sendo a raiz de todos os outros crimes subseqüentes, tais como: seqüestros, homicídios, latrocínios, roubos, torturas, corrupções, extorsões, lesões corporais... Precisamos, além de leis mais rígidas e menos burocráticas, da união de todos os segmentos da sociedade e em especial do poder público para formarmos uma Polícia verdadeiramente forte trabalhando sempre em interatividade com a população para enfim combatermos a marginalidade com mais presença, combate este que deve ter um maior investimento em ações preventivas para não sobrecarregar as ações repressivas como de fato vem ocorrendo no nosso país. Assim teremos uma força satisfeita trabalhando todos como verdadeiros parceiros contra o crime em busca do ideal comum de uma segurança pública mais adequada e constante que a sofrida população brasileira bem merece.

Autor: Archimedes Marques (delegado de Policia no Estado de Sergipe. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Pública pela UFS) – archimedesmarques@infonet.com.br Fonte: www.infonet.com.br

Notícias da URCA - 10 de Dezembro de 2009

I Encontro Nacional de Geoparks será aberto hoje, em Crato

Será aberto às 8 horas de hoje, no Hotel Encosta da Serra, em Crato, o I Encontro Brasileiro de Geoparks: Construindo Novas Candidaturas. O evento, que terá continuidade até amanhã, é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades, e o Ministério da Integração Nacional. Entre as autoridades presentes no encontro o Secretário das Cidades, Joaquim Cartaxo, a Secretaria Adjunta da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Teresa Mota, o Reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professor Plácido Cidade Nuvens, representantes do Ministério da Integração Nacional, Ministério da Cultura, representantes de Geoparks internacionais, e gestores do Geopark Araripe.

O objetivo é criar uma agenda para construção da rede brasileira de geoparks vinculada à UNESCO, que passará naturalmente pela certificação de projetos do gênero aspirantes da Conferência Global de Geoparks em 2010, na Malásia. O evento tratará das múltiplas dimensões do Geopark. Segundo gestor de direção administrativa do Geopark Araripe, Patrício Melo, participam do encontro estados como Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso, São Paulo e Rio de Janeiro, além das cidades sede da Região do Cariri que fazem parte dos Geopark Araripe.

Conforme o gestor administrativo, o evento servirá para mostrar um pouco do Geopark e suas múltiplas dimensões nas áreas de educação, conservação e turismo e as interfaces de desenvolvimento regional que têm sido trabalhadas. Para o professor Idalécio de Freitas, o encontro servirá para integrar todos os meios de pesquisa referente à questão do Geopark, além de discutir novas candidaturas das cidades participantes. A agenda das novas ações a serem desenvolvidas junto ao Geopark Araripe será divulgada durante o evento, além dos investimentos de mais de R$ 12 milhões previstos para os próximos anos. Um dos projetos para 2010 será a construção da sede do Geopark, em Crato, com processo de licitação em fase conclusiva. Os investimentos serão do Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria das Cidades, na ordem de R$ 800 mil.

O Desenvolvimento Regional, Cultura, Turismo e Meio Ambiente serão abordados pela equipe gestora da Urca. A oficina de trabalho, construindo novas candidaturas fará parte de um segundo momento do encontro. A iniciativa tem a finalidade de contribuir para a consolidação das propostas dos geoparks aspirantes, tendo em vista a aprovação na Conferência Global de Geoparks, em 2010, na Malásia. O coordenador científico e professor do departamento de Geologia de Trás-os-Montes e Alto Douro, Artur Abreu Sá, abordará a experiência do Geopark de Arouca, em Portugal. No dia 11, haverá uma visita guiada com os participantes do encontro, ao território do geopark, incluindo as cidades de Santana do Cariri e Nova Olinda. Pelo menos 59 geoparks já foram criados no mundo, desses, o Geopark Araripe é o único das Américas e do Hemisfério Sul.

Confirmações de fiscais para Vestibular 2010.1 só até hoje

Os fiscais pré-selecionados que irão participar do Processo Seletivo Unificado 2010.1, da Universidade Regional do Cariri (URCA), tem até o dia de hoje para confirmar o seu nome junto a Comissão Executiva do Vestibular (CEV). A confirmação deverá acontecer na sede da CEV, na rua Teófilo Siqueira, 684, bairro Pimenta, no horário das 8 horas às 17 horas. A lista dos fiscais pré-selecionados foi divulgada no último dia 27, por meio do site cev.urca.br. A CEV ainda informa que a listagem final dos fiscais do processo seletivo unificado 2010.1 e o calendário de reuniões, serão divulgados no dia 06 de janeiro de 2010, por meio do site.

Novo portal do Geopark Araripe já pode ser acessado

O novo portal do Geopark Araripe passa a ser acessado a partir de hoje. Com um visual mais moderno, várias opções de navegação e interatividade será possível acessar diversos artigos, notícias, informações sobre eventos e mapas da região do Cariri. O portal contará com um conteúdo multimídia amplo e diversificado: vídeos, fotos de visitas conduzidas mais recentemente e com conteúdos educativos. Também será criada uma rede de notícias e eventos, que contará com o apoio dos seis municípios (Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri) que estão inseridas no contexto territorial do Geopark Araripe, onde integrantes destas localidades poderão inserir notícias e eventos de seus municípios no site. Será destinado um conteúdo exclusivo para o Museu de Paleontologia da URCA, que no momento está sendo ampliado para oferecer aos visitantes maior conteúdo científico e de pesquisa, além de uma estrutura mais ampla.

O trabalho de criação e concepção do novo site é do Web designer Régis Monteiro Nogueira, sob a coordenação da Universidade Regional do Cariri - URCA e Governo do Estado do Ceará. Há cinco anos Régis está a frente dos projetos de Web Sites da URCA. Ele ainda esclarece que o site anterior do Geopark Araripe, que não é de sua autoria, ainda estava no ar, mas passa a ser substituído pelo novo portal. O site pode ser acessado pelo endereço: www.gaoparkararipe.org

Contato:
Assessoria de Comunicação
Universidade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 ramal 2617
www.urca.br - Elizangela Santos
Crato, 10 de dezembro de 2009.

Notícias do Crato - Para o dia 10 de Dezembro de 2009




[ Nota Importante ]

Secretaria de Agricultura do Crato continua convocação dos agricultores inscritos no Programa Garantia Safra 2009/2010

Atenção. A Secretaria de Agricultura e a Comissão do Programa Garantia Safra, comunica os senhores agricultores inscritos no programa 2009/2010, que os boletos serão entregues na AABB no período de 02 a 14 de dezembro do corrente mês, no horario de 07:00 às 13:00 horas. A secretaria solicita ainda que os agricultores compareçam ao local indicado portando os documentos de Identidade e CPF, do titular e da esposa. A presença dos senhores agricultores é indispensável. Francisco Erasmo Ferreira - Secretário de Agricultura do Crato.

Secretaria de Saúde do Crato realizará oficina de capacitação sobre Aconselhamentos em AIDS/DST

A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE REALIZARÁ NOS DIAS 10 E 11 DE DEZEMBRO OFICINA DE CAPACITAÇÃO SOBRE " ACONSELHAMENTO EM DST/AIDS"PARA OS PROFISSIONAIS DO PROGRAMA SAÚDE DA FAMILIA,A CAPACITAÇÃO DA MELHOR CONDIÇAO PARA ESSES PROFISSIONAS OFERECEREM OS TESTE DE HIV AOS USUÁRIOS DO SERVIÇOS DE SAUDE.

O Doce Natal, maior campanha social do Interior do Estado, inicia suas atividades em Crato.

A Prefeitura Municipal do Crato, por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude, apresenta a quinta edição do Projeto Doce Natal, que já iniciou suas ações em escolas e hospitais da cidade. Esse ano o tema central é: "Adoção: adote uma praça, adote um animal, adote uma criança, adote uma família, adote uma postura cidadã, adote uma instituição."

O Doce Natal foi criado, a partir da idéia da primeira-dama do município, Mônica Araripe. Um projeto social que objetiva sobretudo, no Natal, levar alegria e solidariedade para pessoas de baixa renda. A cada edição, mais pessoas se encantam pela concepção de carinho e humanidade. O Doce Natal já se consagrou como um dos maiores projetos sociais do Interior do Estado do Ceará.

No último dia 08, aconteceram duas visitas de uma comitiva coordenada pela Primeira-dama do município sra. Mônica Araripe a dois hospitais no Crato. Foram visitados o hospital São Francisco e a Casa de Saúde Joaquim Bezerra de Farias.A comitiva levou uma mensagem de solidariedade e esperança a todos os internos. Foram visitados todos os leitos dos hospitais, num momento de confraternização entre todos.

Governo Municipal do Crato divulga Programação Oficial do Doce Natal 2009

Abertura Oficial
Dia: 13.12.2009 (domingo)
Local: Praça da Sé
Horário: 20h
Apresentação da Banda Mirim
Musical Natalino
Chegada do Papai Noel
Show Pirotécnico
Mão Amiga

Dia: De 07 a 18.12.2009

Visitas: Hospitais, Abrigos, Presídios, APAE, Participação de personagens natalinos, Doce ciranda

Dia: 16.12.2009 (quarta-feira)
Horário: 19h
Cortejo com a participação de Grupos Folclóricos, Papai Noel, Palhaços, Mágicos e Personagens Infantis pelas ruas da cidade.

Natal dos Garis
Dia: 17.12.2009 (quinta-feira)
Local: AABB / Crato
Horário: 19h
O Mundo Encantado na Fantástica Fábrica do doce Natal

Dia: 18.12.2009 (sexta-feira)
Local: Centro Cultural do Araripe
Horário: 19h
Musical Infantil
Brinquedos
Guloseimas
Show Pirotécnico

Encerramento Doce Natal 2009
Dia: 19.12.2009 (sábado)
Local: Mirandão
Horário: 16h
Distribuição de Presentes
Shows Musicais
A despedida de Papai Noel

Governo do Crato apóia projeto Água pra que te Quero

A equipe do Projeto Água pra que te Quero, que está percorrendo distritos e localidades do interior do Ceará com o objetivo de documentar a relação do homem com a água, estará no Crato desenvolvendo seus trabalhos de amanhã até o próximo dia 15. No ultimo dia dos trabalhos, dia 15, próxima terça-feira, no Centro Cultural do Araripe - RFFSA acontecerá a Ação Cultural, que contará com palestras e exposição fotográfica, além de uma conversa sobre a importância da água na existência humana, salientando que no Cariri os municípios participantes são: Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte e Brejo Santo.

O Projeto água pra te Quero conta com o Apoio Cultural da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará através da lei de Incentivo à Cultura, apoio institucional da SEMACE e Expresso Guanabara, Consultoria da Anima.Cult. A coordenação do projeto agradece à Coelce, bem como a colaboração das Prefeituras dos Municípios participantes. No Crato o Governo Municipal disponibiliza apoio através das secretarias da Cultura, Esporte e Juventude e Secretaria do Meio Ambiente e Controle Urbano. Toda a Equipe convida a comunidade em geral a participar da Ação Cultural neste dia 15 de Dezembro.

Contatos e informações : pelo blog: www.aguapraquetequero.blogspot.com, pelo email agua.praquetequero@gmail.com ou pelos telefones

(88) 9612-7485 - Nivia Uchôa ,
(88) 8805-7050Paulo Fuisca e
(85) 9612-9938 Cris Vale


Projeto ABC de Crato promove diversão, esporte e arte para as crianças e adolescentes

O Governo Municipal em parceria com a Secretaria de Ação Social do Crato realiza, amanhã, o encerramento das atividades do Projeto ABC. Dentro das comemorações será oferecido um almoço de lazer, que será no Ytaitera Clube de 8 às 15 horas com todas as crianças e adolescentes que fazem parte do referido projeto, havendo ainda brincadeiras;apresentações teatrais e danças. A coordenação do projeto solicita a todas as mães das crianças da brinquedoteca que acompanhem os seus filhos para o referido passeio,e os demais,serão acompanhados por todos os funcionários do Projeto ABC, pelos professores juntamente com salva vidas.

Também no Projeto ABC e dando continuidade ao Projeto Aprendendo Com o Esporte, os estagiários da URCA - Universidade Regional do Cariri convidam a todos que tenham interesse em participar a se dirigir ao Projeto, que é situado no Bairro Alto da Penha para participarem das atividades em Janeiro de 2010.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com


Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30