xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/12/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 dezembro 2009

Jesus veio salvar da divisão, indicará Congresso Eucarístico- Por Moisés Rolim.


O texto-base do 16º Congresso Eucarístico Nacional (CEN) já está disponível. O documento reflete sobre o tema Eucaristia, pão da unidade dos discípulos missionários e o lema Fica, conosco, Senhor!

"Jesus veio para salvar, nos tirar da divisão profunda que brota do coração humano. Esse é o olhar que buscamos lançar no texto-base", indica o coordenador da equipe redatora do documento e presidente da Comissão Teológico-Espiritual do Congresso, padre Waldemar Bello.

São três capítulos no texto-base: Eucaristia, Pão da Unidade; Pão da Unidade, Vida dos Discípulos Missionários; e, Fica conosco, Senhor.

No primeiro capítulo, é lançado um olhar direto sobre a Cristologia (a pessoa de Jesus), bem como sobre o ser humano, e são apontadas as bases divino-humanas da unidade presentes na Eucaristia.

"O segundo capítulo indica que essa presença comunicada de Cristo é sustentada na vida eucarística da comunidade", complementa padre Waldemar. Já o terceiro capítulo busca apontar a presença viva e atuante de Cristo em meio às realidades do mundo, através da Eucaristia.

"Esse documento possui como reflexão primeira os textos bíblicos, que são alinhavados e costurados entre si, além de também lançar bases nos escritos dos Santos Padres", finaliza o presidente da Comissão.

A equipe organizadora deseja que o texto seja uma grande catequese eucarística, que transforme os corações dos fiéis na direção de revigorar a fé no Cristo vivo e presente na Hóstia consagrada.

Sobre o Congresso

O Congresso acontecerá de 13 a 16 de maio de 2010, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. A capital brasileira sediará o Congresso Eucarístico pela segunda vez - a primeira foi durante os 10 anos da fundação da cidade.

Nos mesmos dias do Congresso, acontece um Simpósio Teológico. Representantes delegados das dioceses refletirão sobre o tema e lema do evento.

A ficha de inscrição para seminaristas, clero e caravanas já está disponível para download.


Oração do 16º CEN

Senhor Jesus, Tu és o Caminho!
Em meio a sombras e luzes,
alegrias e esperanças, tristezas e angústias,
Tu nos levas ao Pai.
Não nos deixes caminhar sozinhos.
Fica conosco, Senhor!

Tu és a Verdade!
Desperta nossas mentes
e faze arder nossos corações com a tua Palavra.
Que ela ilumine e aqueça os corações sedentos de justiça e santidade.
Ajuda-nos a sentir a beleza de crer em Ti!
Fica conosco, Senhor!

Tu és a Vida!
Abre nossos olhos para te reconhecermos
no “partir o Pão”, sublime Sacramento da Eucaristia!
Alimenta-nos com o Pão da Unidade.
Sustenta-nos em nossa fragilidade.
Consola-nos em nossos sofrimentos,
Faze-nos solidários com os pobres, os oprimidos e excluídos.
Fica conosco, Senhor!

Jesus Cristo: Caminho, Verdade e Vida,
No vigor do Espírito Santo,
Faze-nos teus discípulos missionários!
Com a humilde serva do Senhor, nossa Mãe Aparecida, queremos ser:
Alegres no Caminho para a Terra Prometida!
corajosas testemunhas da Verdade libertadora!
promotores da Vida em plenitude!
Fica conosco, Senhor! Amém!

Fonte: Canção Nova

Postado por: MOISÉS ROLIM (Em busca da noticia.Colaborador do Blog do Crato)

Eleições internas do PT fortalecem Guimarães - Postado por Océlio Teixeira de Souza

"O deputado federal José Nobre Guimarães (PT) lidera o grupo que conseguiu o maior número de cargos no Diretório Estadual do PT nas eleições internas do partido. Já o atual presidente da sigla, Ilário Marques, poderá indicar apenas um membro dessa nova composição.

Sob a liderança da prefeita Luizianne Lins (PT), eleita presidente do PT cearense, quase a metade da composição do novo Diretório Estadual do partido ficará com integrantes da chapa “Unidade que muda o Brasil“, encabeçada pelo deputado federal José Nobre Guimarães. O resultado recoloca Guimarães no comando partidário após a derrota de seu candidato a presidente do partido em 2007, quando Ilário Marques, que então contava com o apoio de Luizianne, venceu Joaquim Cartaxo, nome apoiado pelo deputado.

Pelos resultados das eleições petistas, apresentados pelo partido ao O POVO, sete das 15 indicações para a composição do novo diretório estadual ficarão a cargo da chapa de Guimarães. Ele disputou os cargos no diretório com outras cinco chapas - para a presidência, seis grupos se uniram para apoiar Luizianne, e apenas um, O Trabalho, encabeçado por Zezé Morais, se opôs. Trinta e dois mil filiados em todo o Ceará participaram da votação. “Eu me considero vitorioso, mas, depois da disputa, é o PT que sai deste processo mais unido e pronto para as eleições de 2010“, avaliou Guimarães.

Os oito demais nomes que serão indicados para a composição do diretório serão distribuídos entre as outras quatro tendências que entraram na disputa. Para o atual presidente do PT, Ilário Marques, que encabeçou a chapa “Militância Petista“, o resultado do Processo de Eleições Diretas (PED) do PT não foi dos melhores. Atualmente com quatro nomes na executiva, a nova composição só permitirá a indicação de um membro da coligação de Ilário, tendo o pior resultado entre as chapas indicadas.

O resultado, segundo ele, deve-se à quebra da aliança que mantinha com o deputado federal José Pimentel, que, este ano, encabeçou a chapa com a prefeita Luizianne Lins. “Na verdade, o resultado não vai mudar o cenário atual, já que tanto eu como o Pimentel vamos continuar com o direito às indicações que já tínhamos antes“, afirmou Ilário.

Ainda que vitoriosa na disputa pela presidência, a chapa de Luizianne também não bateu o hegemonia conquistada por Guimarães e terá três indicações, seguida pelas tendências do vice-governador do Ceará, Francisco Pinheiro, e do deputado federal José Airton Cirilo, com direito a apenas dois membros de cada chapa.

Para o dirigente do PT Eudes Baima, que apoiou Zezé Moraes na disputa pela presidência do partido, as cinco chapas têm, na verdade, a mesma posição política, sendo indiferente a possibilidade de indicação de sete membros por Guimarães. “Esta hegemonia reflete o peso que tem no PT o poderio econômico e material nas disputas internas do partido“, analisou o oposicionista.

Os nomes dos 15 membros do Diretório só devem ser definidos em fevereiro, depois de homologado o resultado final da disputa.

Também ainda não há um consenso com relação às posições políticas que cada tendência irá adotar com relação ao possível apoio do partido à candidatura do governador Cid Gomes à reeleição em 2010. “Há quem defenda um apoio de qualquer jeito. Eu coloco condições. Se Cid não apoiar Dilma, não quero dar apoio a ele“, disse Ilário. "
Fonte: Cariri Notícias

*Ao cair da tarde... Por: Jorge Carvalho

...Saio de minha residência no Bairro Santa Luzia e me dirijo à Avenida Dom Francisco em direção à estação rodoviária. Continuando a caminhada, “dobro” à esquerda e começo a adentrar o populoso e aconchegante Bairro São Miguel. Véi do Caldo, antigo Pau do Guarda, Serviço Social da Industria (SESI). Recordo, ao passar em frente a esta instituição, o antigo São Pedro do SESI e a bandinha comandada pelo maestro Correinha. As luzes da Avenida Padre Cícero começam a clarear meus passos, no momento que “piso” a calçada do antigo cemitério do cólera (hoje terminal da CHESF). Adiante, a Igrejinha de São Miguel: Padre Frederico, lembro no momento (sacerdote carismático e um grande benfeitor da nossa cidade).
O Colégio Municipal vejo ali bem próximo. Nessa casa educacional, lecionei dois anos (1986 a 1988). “Piso” a Rua da Cruz. Bem adiante, a Casa de Saúde Joaquim Beserra de Farias, referência em ortopedia e traumatologia na região. “Dobro” o quartel da 5ª Companhia de Polícia (antiga Escola José de Brito). Atravesso a Nelson Alencar (a sempre rua da saudade), rua da vala (Tristão Gonçalves), Senador Pompeu, Dr. João Pessoa.
Já passam das 20 horas, o canal do Rio Grangeiro aos meus olhos, ali próximo. Subo (pela esquerda) a Santos Dumont. Chego na antiga esquina de Zé Honor. Vou até a “quina” da Barbara de Alencar, me deparo com Chico Norões, Chico Nascimento, Fuisca, Luciano Pierre, Didi das bicicletas, Paulo Ernesto, Cacá de Bantim, Antonio Vicelmo, Arnaldo Brito, Cavalcante (relojoeiro), Vicente e Gilson (barbeiros), Vicente Brito, Carlos Pedro, Pierrin. Em frente, avisto o Palácio Alexandre Arraes – nosso marcante prefeito. Avisto a Sagrada Família, onde Seu Zé de Basto vem ao pensamento. Ao olhar para o alto, deslumbro o centenário Seminário São José. São 22 horas. Um ventinho gostoso sopra, naquele horário de início de madrugada, provavelmente vindo das “bandas” do romântico Lameiro, invadindo as ruas Teófilo Siqueira e das Laranjeiras (alô Bebeto, alô Olival!). Chego no Parque Municipal: Quadra Bicentenário. Dou um tempo e bebo a primeira (da branca), servida por Aderbal no Bar do Parque. Converso com Gilberto Filho, Emanuel Nunes, Roberto Jamacaru, Geraldo Urano, Jacinto, Moacir Locio, Helio Pinheiro, Abidoral, Carlos Salatiel, Mathias (vigia da quadra), seu Nivaldo. Aos meus olhos o Colégio São João Bosco (onde estudei), o Hospital São Francisco. Passo na Faculdade de Filosofia. Chego ao Crato Tênis Club.
Antes, passei e comprei uns dez cordéis, na lojinha da poetisa Josenir Lacerda (Cordel e Arte). “Dou um pulinho” na cinquentenária mercearia do meu estimado Juarez Caçula, peço-lhe a benção e “Tomo” a segunda (também da branca). Olho pra “riba”: avisto o bairro Caixa d’água – o sempre alto da alegria. Se eu atravessar a pracinha e seguir em frente, vou em direção ao clima gostoso do Lameiro. São quase 24 horas (meia noite). Escolho dobrar (outra vez) à esquerda.
“Pego” a Carolino Sucupira. Caminho um pouco e passo atrás da Reitoria da nossa Universidade. Recordo o antigo campo do Sport: Palmeiras x Sport, Satélite x Shell ou mesmo a Seleção Cratense x Seleção Juazeirense, em partida de futebol por mais um intermunicipal.
A caminhada terá continuidade.
Jorge Carval
Professor e Radialista
*Simulação

Herói do Hexacampeonato do Flamengo é caririense de Porteiras



Eis o Herói, o novo "Deus da Raça Rubro-Negra": Ronaldo Angelin


"Os deuses do futebol são caprichosos. Justamente aquele jogador que, desde 2006, é titular e tem um dos menores salários entre os titulares, está consagrado como o herói do hexa. Não bastasse, o cearense Ronaldo Angelim, a 24 dias do fim do seu contrato, marcou o primeiro gol no campeonato (em vídeo, na chegada do time ao Maracanã, torcedores já gritavam o nome de Angelim).
— Não me preocupo. Desde que cheguei, só faço contrato de um ano. Confio no meu trabalho e não é porque fiz um gol que vai acontecer alguma coisa. Queria muito encerrar a carreira no Flamengo, porque sou torcedor. E quando é assim, você só sai do clube quando ele não te quer mais. Se o Fla não renovar, paciência. Agora, eu quero comemorar.
— O contrato dele vai ser renovado antes do Pet — brincou o vice de futebol Marcos Brás.
Furador de poço na adolescência, o pai de Riquelme e Ronald de Boer sabe como vencer as dificuldades. Em 2007, chegou a ser reserva de Irineu, Moisés e Thiago Gosling. Soube esperar em silêncio. Ontem, o devoto de Padre Cícero ouviu a profecia da mulher Ricássia de que faria o gol do título.
— É assim mesmo. Os jogadores mais importantes, teoricamente, são muito marcados. E vem o homem surpresa. Deus me ajudou — afirma. — Não sonhei com o gol, mas a minha esposa me ligou. Ela já havia feito isso no Fortaleza e fiz o gol do acesso. Vou pedir para me ligar sempre.
Campeão em todos os anos desde que chegou a Gávea, Ronaldo Angelim não esqueceu de dividir o gol do título com aquele que, mesmo sob desconfiança geral, insistiu em contratá-lo: o técnico Valdir Espinosa.
— Não fizemos uma partida brilhante, mas foi o suficiente para sermos campeão. Queria agradecer ao Valdir Espinosa, que me trouxe do Fortaleza em 2006. Ele me conhecia e foi lá me buscar. E ninguém fala o nome dele — disse.
Aos 34 anos, com o gol ao estilo Rondinelli — o Deus da Raça — em 1978, Angelim tem uma certeza:
— É o gol mais importante da minha vida".

É o Mengão: Hexa-Campeão Brasileiro!


Natal sem ouro,incenso ou mirra.por João Marni



Foram tantas visitas que realizei a lares muito pobres nos sítios,com nossa equipe do PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA, tendo observado as pessoas no interior desses diminutos casebres de chão batido serem ainda capazes de sorrir com nossa presença, sem nenhuma vergonha ou constrangimento por não saberem mais o que vestir porque não sabem se estão nuas, sempre à procura de algo a nos oferecer (como se fôssemos algum deus), e crianças sentadas com os pratos entre as perninhas, de colher em punho, passando-nos a impressão de que o alimento pouco é que faz o tempero, deixando a certeza em mim de que Jesus jamais saiu da manjedoura...Que o natal é exatamente o nascimento continuado de cada uma dessas crianças que sobrevivem sem brinquedos, sem perus ou panetones, à espera tão somente de um ato de solidariedade e de respeito à condição humana. É impossivel distinguir dentre elas qual seja o menino Jesus

Essas pessoas humildes dispensam árvores natalinas porque já têm cajueiros e mangueiras que frutificam, dispensam também Papai Noel, porque em sua enorme sacola não há e nem caberiam a dignidade de que precisam, mais coragem ainda para seguir em frente face às dificuldades, e a saúde que as levem até a velhice com qualidade de vida. Já lhes bastam a esperança e a fé inabalável em Deus. O que me fez lembrar a resposta da mãe de Casemiro de Abreu, quando este perguntou-lhe: ”...quem pode haver maior que do que o oceano ou que seja mais forte do que o vento, mãe?” -Sua mãe a sorrir olhou para os céus e respondeu: ”Um ser que nós não vemos é maior que o mar que tememos, e mais forte do que o mais forte dos ventos..É Deus meu filho!!!”

Feliz Natal para todos!

O amor de Raimundo de Oliveira Borges por São Pedro do Cariri - por Armando Lopes Rafael


Entre todos os livros escritos por Dr. Raimundo de Oliveira Borges, nenhum – e afirmo isso sem medo de errar – nenhum foi escrito com tanto carinho, com tanto desvelo e com tanta afeição como "Serra de São Pedro". Em nenhuma outra obra dele aflorou, como em Serra de São Pedro, o seu mais apurado sentimento nativista, o seu mais puro patriotismo...

Impressionante como Dr. Raimundo de Oliveira Borges – ao longo de sua longa vida – nunca perdeu de vista a sua terra natal. Ele tem um amor entranhado pela antiga São Pedro do Cariri, hoje crismado de Caririaçu, o lugar mágico da sua infância, aonde forjou a sua têmpera de homem serrano, ameno como o clima daquele rincão, mas determinado como um juazeiro que insiste em permanecer verde mesmo no mais esturricado verão.

Já dizia Rachel de Queiroz: “Pátria é o lugar de onde se vem”. São Pedro do Cariri sempre foi o horizonte afetivo, cívico e atávico de Raimundo de Oliveira Borges. Por isso, cai bem repetir um pensamento de Gibran Khalil Gibran: “Todos vivemos sob o mesmo céu, mas ninguém tem o mesmo horizonte”.
Ampla e profunda tem sido a participação do Dr. Raimundo de Oliveira Borges na vida cultural do Cariri e do Ceará. Sem esquecer a repercussão da folha de serviços por ele prestada, como chefe de família exemplar, cidadão de escol, promotor público, advogado, diretor das três faculdades que deram origem à Universidade Regional do Cariri, vereador à Câmara Municipal de Crato, presidente do Instituto Cultural do Cariri, presidente da Sub-Secção do Cariri da OAB, presidente da Associação dos Criadores de Crato, dentre tantas e tantas outras atividades – todas benfazejas e meritórias – exercidas ao longo de um século por Dr. Raimundo de Oliveira Borges.

Com mais de vinte livros publicados, abrangendo aspectos variados: como trabalhos históricos, pesquisas, biografias, estudos sociológicos, dentre outros, este homem de lucidez plena e correção ímpar, tornou-se o mais valoroso intelectual da atualidade no nosso Cariri. Raimundo de Oliveira Borges é, em síntese, um humanista e um intelectual que une conhecimento enciclopédico à analise profunda, detida, dos fatos e das idéias. Com uma vantagem extra: sabe escrever com clareza, sem perder a densidade, sobre qualquer tema que pesquisa e transforma em texto.
Texto e postagem: Armando Lopes Rafael

Explosão de beleza em homanagem à Burle Marx



Floração de palmeiras plantadas por nosso paisagista maior Roberto Burle Marx vira atração no Rio de Janeiro. É um espetáculo raro que leva no minimo 50 anos para acontecer. No ano do centenário de Roberto Burle Marx,a maior homenagem prestada ao paisagista foi da própria natureza: exemplares da palmeira Corypha umbraculifera ou Palma de Talipot, originárias do Sri Lanka, floriram no Aterro do Flamengo, no parque criado por ele e inaugurado em 1965, na Zona Sul do Rio.
Estas palmeiras florescem uma única vez na vida, cerca de 50 anos depois de plantada. Em seguida inicia um longo processo de morte. Os cachos de talipot tem aproximadamente 1 milhão de microflores e ficam no topo da palmeira, formando um copa com até oito metro de diametro e 4 metros de altura. Dois anos separam esta explosão de beleza e sua morte.
Fonte: Veja e JB on line. Postado por José Sales

Caravana da Paz vinda de Assu-RN é recebida por autoridades juazeirenses - Por Demontier Tenório


O ex-prefeito de Assu e ex-deputado estadual pelo Rio Grande do Norte, Ronaldo Soares, esteve em Juazeiro do Norte à frente de um grupo de cavaleiros que veio desde a região do vale do Assu à terra de Padre Cícero montado a cavalo. Eles foram recebidos pelos Secretários de Turismo e Romarias, José Carlos dos Santos; de Cultura, Glória Tavares, e dona Ana Maria, genitora do prefeito Manoel Santana, na Basílica menor de Nossa Senhora das Dores.

Na sétima cavalgada pela paz, Ronaldo Soares e seus companheiros assistiram missa, entregaram comendas enviadas pelo prefeito de Assu, Ivan Lopes Júnior, e receberam kits para levar ao prefeito daquela cidade potiguar. A embalagem artesanal contém imagens do Padre Cícero, mini-biografias, fitas e outros souvenirs. O titular da Setur, José Carlos, aproveitou para convidar os assuenses para as festividades comemorativas aos 100 anos de Juazeiro em 2011.

Ele agradeceu a visita e disse ao pessoal da imprensa, que ali se encontrava, sobre a importância de missões e caravanas como essas no sentido de divulgar Juazeiro e o Padre Cícero. Já o ex-prefeito Ronaldo Soares, que, também, foi Secretário de Agricultura do Rio Grande do Norte, no governo de José Agripino Maia, disse que os Caravaneiros da Paz são motivados pela fé católica. O grupo deixou Juazeiro na manhã deste sábado, mas, ao contrário, da vinda retornou em veículos a exemplo dos animais.

Em conversa com dona Ana Maria, Ronaldo definiu as peregrinações que costuma fazer a cavalo como momentos de profunda reflexão “dentro do que cada um busca em si e vai ficando uma pessoa melhor e mais aberta”. Segundo ele, sempre foi essa mensagem e, esse ano, coincide com a campanha mundial pela paz. Por isso, escolheu Juazeiro que é um santuário de expressão maior e que meche com a espiritualidade do povo nordestino.

Por: Demontier Tenório
Através de Beto Fernandes - Blog de Juazeiro

BLOGPolemica: Caetano Veloso Se Diz Satisfeto Por "quebrar tabu" de Não Criticar Lula - Por Wilson Bernardo.

Cantor negou que tenha chamado presidente de analfabeto em entrevista.Para o artista, brasileiros fazem uma 'grande defesa' ao chefe de Estado.


O cantor Caetano Veloso afirmou que a entrevista na qual chamou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de "analfabeto" foi uma "edição sensacionalista" da "nova direita", mas declarou ter gostado de "quebrar o tabu" de não criticar o chefe de Estado. "Há pouco, involuntariamente, quase causei um pequeno escândalo no Brasil por ter aparecido em um jornal dizendo que o presidente é analfabeto", disse Caetano, que neste fim de semana está em Lisboa para vários atos sobre o Tropicalismo. "Realmente, é algo desagradável ver isso escrito na capa de um jornal. Em primeiro lugar, porque não é uma verdade de fato: Lula não é analfabeto. Em segundo, porque este tom se assemelha ao tom grosseiro que tanto me desagrada na nova direita que tem êxito na imprensa do Brasil", afirmou Caetano.

O cantor, no entanto, admitiu que "sequer" pensou em corrigir o que lhe pareceu uma "edição sensacionalista" de suas palavras, já que estava "mais interessado" em quebrar o "tabu" de não poder falar mal de Lula, líder com um alto índice de popularidade em seu país. Na entrevista, concedida ao jornal "O Estado de S. Paulo", o artista chamou Lula de "analfabeto" e mostrou sua inclinação por Marina Silva, provável candidata do Partido Verde nas eleições presidenciais do ano que vem.Em outro momento de seu discurso na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, Caetano voltou ao assunto do presidente. O cantor comentou que os lingüistas brasileiros fazem uma "grande defesa" do modo de falar de Lula, ao qual atribuem uma forte "significação social e histórica". Porém o também compositor disse não compartilhar dessa visão. "O fato de Lula falar assim é uma coisa que (...) os lingüistas louvam. Eu me contraponho ao elogio dos lingüistas, mas eu mesmo o considero um sinal dessa originalidade brasileira, que vem de sermos portugueses, de termos colonizados dessa maneira", acrescentou Caetano. O baiano tornou a falar dos poucos anos de estudo de Lula. Ele comentou que o Brasil é um país peculiar em vários sentidos, inclusive no de escolher um presidente com essas características. "Eu não me imagino com muita facilidade em outro lugar em que é eleito um presidente que sequer conjuga os artigos com os substantivos", disse.

O artista, que discorreu sobre a influência da obra "Mensagem", do poeta português Fernando Pessoa, sobre o movimento Tropicalista, desta vez também elogiou Lula. "Lula é um sujeito idolatrado no Brasil. Ele tem uma carreira política brilhante e está fazendo um governo importante e bom, apesar de haver coisas ruins, mas essas são complicações políticas nas quais eu não quero entrar", disse diplomaticamente o músico baiano.


Wilson Bernardo
(Fotografia do Cão Nordestino)
Texto:G1
Foto de Caetano: Pierre Verger e modificada por mim nas cores.

DE VOLTA AO PASSADO - Por: Vicente Almeida

Muita gente conheceu esse personagem e seu comércio, um dos mais tradicionais no ramo de Comércio de Miudezas (armarinho) do Crato: O Sr. Abdoral Jamacaru.

Não privei com ele da sua intimidade, mas o admirava pelo seu especial atendimento aos clientes. Na década de sessenta, trabalhei em uma farmácia (Farmácia São José) em frente a Casa Abdoral.

Em outros tempos o panfleto desta postagem chamava-se "Reclame". Dê um clic na imagem e veja melhor a simplicidade do seu conteúdo. Ele fala por si só. A sua datação está situada talvez na década de cinquenta, ou antes, quando ele era muito jovem.

Veja: Ao rodapé da foto está escrito: Abdoral Jamacaru "Chefe da Firma". Que simplicidade, ele nem se atribuia a denominação "Proprietário". Lembro-me dele: sorriso marcante, prestativo, olhos azuis. Ele chegava a sua loja sempre as 6,30 hs, digo por que eu tambem chegava nesse horário e as vezes conversávamos um pouco. O comércio só abria as 7 hs.

Com esta postagem quero homenagear três amigos: Pachelly, Roberto e Abdoral Jamacaru, (filho) pelo bem que fazem ao Crato através do seu honrado trabalho intelectual.

Queria avançar um pouco e homenagear também o fotógrafo desta imagem, como de tantas outras, inerentes ao passado da nossa terra, o Cratinho doce.

Nunca me senti tão feliz como quando me deparei com quase mil imagens panorâmicas e paisagísticas do passado do Crato. É um acervo marcante demais para não se tecer um só comentário sobre o autor ou autores de tantas fotos, bem como da sua disponibilização ao público.

alguns meses, debrucei-me sobre cada uma, procurando identificá-las, partindo da década de cinquenta, pois foi quando me entendi como gente e lembro-me de muitos fatos daquele tempo.

Foi um feliz regresso ao passado, muita saudade, muita alegria, pois essas fotos não mentem. Não há artifícios fotográficos como hoje. O que você vê é o que era. Rua do Fogo, Rua das Larangeiras, Rua da Pedra Lavrada, Rua dos Fornos, Rua Grande, depois Rua do Commércio, Travessa Califórnia, Rua da Saudade (que não era a Nelson Alencar) e tantas outras.

Em outra oportunidade se possível, destacaremos outras informações alusivas ao acervo fotográfico.

Domingo, 06/12/2009

Maracanã Cheio: FLAMENGO CAMPEÃO - por José do Vale Pinheiro Feitosa


O sábado foi concentrado. Choveu a maior parte do tempo. À noite explodiram as luzes da Árvore de Natal da Lagoa. Pareciam anunciar o espetáculo do dia seguinte. Somos milhões ali no quarto em que ouvia os fogos, no apartamento de baixo e no de cima, na esquina, belo bairro, na cidade e no Brasil. O domingo acordou claro com nuvens brancas numa brejeirice de chorinho. São tantas esperanças. A vitória e o campeonato depois de tantos anos. Mandingas. Afeições aos objetos com os quais se viram as vitórias que conduziram os flamenguistas até hoje. Atos de fé. Tudo como uma imensa certeza, pendente dos deuses do futebol, imprevisíveis e marotos.

O Grêmio cede. Ninguém no futebol pode passar para a história fazendo corpo mole. O Peru passou uma boiada de gols argentinos na copa de 78 e até hoje amarga uma decepção de sua torcida. O Equador e a Bolívia têm muito mais graça. Contando, é claro com a localização de suas capitais, pois Lima fica no nível do mar igual ao Rio de Janeiro. O flamengo tem de ser campeão com as próprias pernas. Comandado pelo Andrade aquele do timaço dos anos oitenta. O primeiro negro a comandar um time de futebol no olimpo da pelota brasileira. As coincidências são tantas e os desejos iguais que o domingo de Maracanã ficará para a história. Será o grande evento antes do gigante adormecer para reformas até a copa do mundo aqui no país.



Á noite, rouco, com a alegria plantada bem aqui no meu peito. Estarei vitorioso. Terei conquistado o mundo. A vida, a posição no arco das incertezas do improvável mundo. Certo que nesta noite tudo estará resolvido. Encaixado. O mundo é bem luminoso como ontem foi a árvore de natal da Lagoa. Mas e se não for assim? Se a derrota baixar como um temporal no meu ser? Se a noite se prolongar no silêncio dos torcedores do flamengo? Se nos bares chorarmos os lances que poderiam e não foram? Se for uma madrugada de frustrações e a segunda uma enxurrada de gozação dos adversários?

Não tem nada não. Numa sociedade que nos obriga a ser vencedor. Que detesta os perdedores. Que vangloria as estrelas. Numa sociedade tão competitiva como nos vendem, estarei coletivamente entre os derrotados. Somos tantos e milhões que a nossa derrota se torna a limpeza destas derrotas a conta gotas do dia-a-dia em nossas profissões e no salário que não termina o mês.

Por José do Vale Pinheiro Feitosa


O site do Geopark Araripe - postado por José Sales



O site do Geopark Araripe foi concebido em 2006, pelo Designer Henrique Baima, da Briba Design/ Fortaleza, com fotografias de Daniel Roman, tendo sido colocado na web um pouco antes da apresentação do "Application Dossier for Nomination Araripe Geopark" na 2a Conferencia Global dos Geoparks, em Belfast, na Irlandae, Outubro/ 2006. Ambos os profisisonais: Henrique Baima/ Designer e Daniel Roman/ Fotógrafo foram convidados pelo então Reitor Urca André Herzog para realizar o trabalho que está no cyberspace desde então.

Entretanto deu na Coluna Cariri do Jornal O POVO de hoje, 05/12/2009 que o mesmo site foi lançado no último dia 27 que sua concepção e autoria é do projetista de Web, Regis Monteiro Nogueira o que é um equivoco. Conviria ao jornalista Tarso Araújo fazer as devidas correções e créditos. A não ser que haja uma clara intenção de apropriação de um direito autoral registrado.

Vide Geopark Araripe Ceará Brasil - Inicio
Briba Design. MCdeInteração.www.geoparkararipe.org/


Imagem aérea do Canyon do Cachoeira de Missão Velha/ Geotope Devoniano. Fotografia de Daniel Roman/ 2006. Diretos Autorais Reservados.

Brasil, País dos mensalões – por Tiago Coutinho

Fonte: O POVO, 06-12-2009 - tiagocoutinho@opovo.com.br

A corrupção ganha novo episódio na história política brasileira. Os personagens são novos, mas as estruturas são velhas conhecidas, com dinheiro e poder

O caso já ganhou apelidos. Por ser similar ao modelo de corrupção petista denunciado em 2005 e ao de Minas Gerais, associou-se o termo "mensalão do DEM" ou também "panetonegate". Os tucanos tentam fugir da crise, com o anúncio imediato da saída do Governo Arruda, mas esta semana levaram um golpe: o Supremo Tribunal Federal (STF) abriu, na última quinta-feira (3), processo criminal contra o senador mineiro Eduardo Azeredo (PSDB). Ele é acusado de fazer caixa dois durante sua campanha ao Governo em 1998.

O responsável por encher os cofres do PSDB mineiro foi o publicitário Marcos Valério, o mesmo que em 2005 levou o Governo Lula à sua maior crise. O então deputado federal Roberto Jefferson (PTB) revelou que 40 parlamentares recebiam mesadas para votar com o governo, o famoso mensalão. Em meio a tantos mensalões, poucos lembram do escândalo que envolveu Fernando Collor (PTB) em 1992, quando presidente da República, e seu tesoureiro PC Farias. Num esquema de lavagem de dinheiro, eles arrecadaram US$ 8 milhões e movimentaram mais de US$ 1 bilhão de dinheiro público.

As meias serviram de carteira. Não cabendo mais nos bolsos, o deputado, ao receber pacotes de dinheiro de um secretário, guardou-os nas meias. A cena ganhou o Brasil e o mundo. ``Por segurança pessoal``, justificou o beneficiado, Leonardo Prudente (DEM), presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal. O deputado recebeu o dinheiro das mãos de Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais do governador José Roberto Arruda (DEM).

O Brasil vivencia mais um escândalo de corrupção. Muda os personagens, mas a estrutura já está bem ambientada no cenário político nacional. Arruda e Barbosa são alvos de uma investigação da Polícia Federal. Os dois estariam envolvidos num esquema de propina com deputados da base e uso de caixa dois de R$ 57 milhões, na campanha de 2006 que elegeu Arruda - único governador do DEM no País. Vários vídeos foram feitos por Barbosa e entregues à PF. Integrante da polícia, o ex-secretário ajuda no caso para diminuir sua pena.

Uma das imagens mostra Arruda, em 2006, recebendo R$ 50 mil de Barbosa. O dinheiro, segundo o governador, seria destinado à compra de panetones para o Natal da população carente. Não satisfeito com a versão, no primeiro dia da operação da Polícia Federal, o Governo abriu edital para a compra de 120 mil panetones.


Postado por Armando Lopes Rafael



Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30