xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 17/11/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

17 novembro 2009

Professores, alunos e funcionários do Curso de Ciências Econômicas da URCA prestam homenagem a Alderico Damasceno



Menos de 12 horas após ser sepultado, Alderico de Paula Damasceno foi alvo de uma singela, porém significativa homenagem dos professores, alunos e funcionários do Curso de Economia da URCA.

Na noite de ontem, 17/11, em vez de aula e trabalho, os corpos docente e discente e os funcionários do Curso de Ciências Econômicas da Urca prestaram um merecido e inadiável tributo a Alderico de Paula Damasceno, que durante sua profícua e longeva permanência como professor do Departamento de Economia dessa Universidade, construiu uma sólida relação de amizade e respeito para com todos.

O Salão da Terra, no Campus do Pimenta, permaneceu lotado durante a solenidade que durou 90 minutos. Muitos estudantes permaneceram todo o tempo em pé, devido à grande quantidade de presentes.

O Coordenador do Curso de Economia, prof. Lima Júnior, que foi aluno de Alderico, coordenou o evento e apresentou outros professores do curso, muitos dos quais também foram alunos do saudoso professor.
O professor Marcos Eliano, atual decano desse Curso, relatou a longa convivência que teve com Alderico, destacando que essa relação antecedeu a própria Faculdade de Filosofia do Crato (instituição embrionária da URCA), pois uma irmã do falecido, Madre Damasceno, era diretora de um educandário de Mauriti, cidade caririense onde Eliano nasceu.

Na sequência, usaram da palavra os professores Felisberto Nunes, Rosemeire Matos, Valéria Pinho, João Luís da Mota, Carlos Rafael, Pedro Veras, Lima Júnior e Micaelson Lacerda, quando foram destacadas várias situações de puro ensinamento ministrado pelo Mestre Alderico, a exemplo da paixão e do amor com os quais exercia o magistério, sua imensa competência no ensino da História e da Economia, além da Geografia e da Filosofia, e sua imensa generosidade para com os colegas, alunos, funcionários e com a própria URCA.

Alderico dedicou cerca de sessenta dos seus noventa anos de vida à educação, quando contribuiu diretamente na formação de várias gerações de estudantes que hoje, na sua grande maioria, são profissionais de proa.
Na URCA, ensinou até os 80 anos de idade, sendo os últimos cinco anos de forma inteiramente gratuita, pois já tinha sido aposentado compulsoriamente ao completar 75 anos. Mesmo assim, passou cinco anos sendo um verdadeiro e talvez um dos únicos “amigos da Universidade”.

Por tudo isso, Mestre Alderico é merecedor de eternos votos de gratidão e homenagem.

GUERRILHEIROS AVANÇAM VITORIOSOS!

COQUETEL


DENTRO DA NOITE ESCURA



GUERRILHEIROS DO ATO DRAMÁTICO MOSTRAM O TEATRO CARIRIENSE!

Desde o dia 7 último, a Guerrilha do Ato Dramático Caririense, realizada no Teatro Rachel de Queiroz, em Crato-CE, mostra as principais produções das artes cênicas da região. Peças infantis, dramas, comédias, dança... É o universo Cariri revelado para si e para os visitantes de todas as partes do país e do planeta.

Ontem Wanderley Tavares encantou o público com o monólogo "COQUETEL", demonstrando a força da dramaturgia caririense.

Hoje, quarta-feira, dia 18 de novembro, será apresentado o espetáculo "DENTRO DA NOITE ESCURA", de Emannuel Nogueira, com a Cia. Livremente de Teatro, de Juazeiro do Norte-CE, dirigido por Jean Nogueira, às 19h30min, no Teatro Rachel de Queiroz, Crato-CE.

A Guerrilha do Ato Dramático Caririense é uma realização da Sociedade Cariri das Artes e Sociedade de Cultura Artística do Crato, Pontos de Cultura do Brasil, em parceria com grupos e companhias de artes cênicas do Cariri. A programação segue até o dia 22 de novembro de 2009.

Guerrilheiro Cacá Araújo
Coordenador Geral da Guerrilha do Ato Dramático Caririense

BlogHumor - Camões moderno...


O Vestibular da Universidade da Bahia cobrou dos candidatos a interpretação do seguinte trecho de poema de Camões:

'Amor é fogo que arde sem se ver,
é ferida que dói e não se sente,
é um contentamento descontente,
dor que desatina sem doer '.

Uma vestibulanda de 16 anos deu a sua interpretação :

"Ah, Camões! Se vivesses hoje em dia,
tomavas uns antipiréticos,
uns quantos analgésicos e Prozac para a depressão.
Compravas um computador, consultavas a Internet
e descobririas que essas dores que sentias,
esses calores que te abrasavam,
essas mudanças de humor repentinas,
esses desatinos sem nexo,
não eram feridas de amor,
mas somente falta de sexo !'

A Vestibulanda ganhou nota DEZ, pela originalidade, pela estruturação dos versos,
das rimas insinuantes e também, foi a primeira vez que, ao longo de mais de 500 anos,
alguém desconfiou que o problema de Camões era apenas falta de mulher.

Texto enviado por gabriella Federico

Battisti diz que ainda tem "muita confiança" em decisão de Lula


O ex-ativista italiano Cesare Battisti afirmou hoje que "ainda tem muita confiança" no presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que poderá ter a oportunidade de ratificar ou não o refúgio concedido a ele pelo governo brasileiro no início do ano.

Amanhã, o STF (Supremo Tribunal Federal) retoma em Brasília o julgamento do pedido de extradição de Battisti, feito pela Itália. Em seu país, ele é condenado à prisão perpétua por quatro homicídios ocorridos no fim da década de 1970, quando era membro da organização de esquerda Proletários Armados pelo Comunismo.

Nesta terça-feira, durante um encontro com parlamentares e ativistas solidários a sua situação na Penitenciária da Papuda, onde está detido, Battisti se mostrou esperançoso quanto ao desfecho do julgamento.

No STF, após duas audiências, o placar está empatado: quatro ministros votaram a favor da extradição e outros quatro ratificaram o refúgio. Amanhã, o presidente da corte, Gilmar Mendes, deverá apresentar seu parecer.

Além disso, o Supremo definirá se sua posição é determinativa ou autorizativa. Neste último caso, o presidente Lula poderá ou não ratificar o entendimento dos magistrados.

No último dia 5, Battisti já havia confessado que acredita na possibilidade de que o chefe de Estado permita que ele permaneça no Brasil ainda que o STF ordene sua devolução à justiça italiana.

Hoje, ele reiterou sua expectativa. Ontem, porém, após se reunir em Roma com o premiê italiano, Silvio Berlusconi, Lula adiantou que deverá respeitar o parecer do STF caso seja determinativo.

Apesar disso, Battisti disse não crer na possibilidade de que Berlusconi tenha influenciado o colega durante o encontro oficial. "Acho que ele não conseguiu mudar a opinião de Lula", afirmou.

O italiano vestia roupas brancas e chinelos e parecia abatido. Desde sexta-feira ele faz uma greve de fome. Foram à Penitenciária da Papuda os senadores José Nery (PSOL-PA), organizador do encontro, Eduardo Suplicy (PT-SP) e João Pedro (PT-AM), e os deputados Luis Couto (PT-PB), Ivan Valente (PSOL-SP) e Chico Alencar (PSOL-RJ), entre outros.

Além dos políticos, participaram ainda membros de movimentos e associações que pedem a permanência de Battisti no Brasil. Ao todo, aproximadamente 50 pessoas estavam presentes à reunião, realizada em um auditório da penitenciária.

Fonte: Bol

Gesta de Arrebol


Por: J. Flávio Vieira


“Um fim de mar colore os horizontes”
Manoel de Barros



Reconheço : sou uma espécie de mestre frustrado. Filho, sobrinho, afilhado de professores e marido de uma educadora, imagino que ,no íntimo, gostaria de estar numa sala de aulas. Até tateei a profissão por um tempo, mas terminei sendo colhido pelo vendaval de uma outra atividade igualmente espinhosa e gratificante: a Medicina. Mas, nas profundas escarpas do espírito, sempre me turva uma certa inveja quando me deparo com os educadores. Percebo que eles têm nas mãos a possibilidade única de transformar pessoas e edificar nações. Se os pais já se sentem realizados vendo seu sangue disseminando-se no rio do tempo, entre filhos e descendentes, imaginem a felicidade do professor pai de incontáveis rebentos da sabedoria e do conhecimento. Como médico, pressinto que temos a possibilidade de endireitar o caule, cuidar da casca, consertar os galhos , ajudar no desabrochar do fruto; mas só o mestre guarda consigo os mistérios e segredos da germinação da semente. A Medicina recupera corpos, a educação funde consciências.
Hoje tudo isso me veio à mente, quando o maior dos mestres -- o tempo-- levou na sua lufada um de seus colegas. Chamava-se Alderico de Paula Damasceno. Ele exerceu o magistério entre nós por mais de sessenta anos. Discípulo do maior historiador caririense , o Padre Antonio Gomes, o professor Alderico foi um visionário. Ensinava história crítica nos anos 60-70, em plena Ditadura Militar, num tempo em que a cadeira de história, em geral, se confundia com a de Contos de Fadas e Histórias da Carochinha. Exigia, com veemência, de todos os seus alunos, uma clara e pessoal opinião sobre pontos específicos da História Geral e do Brasil . Tinha verdadeiro pavor ao que ele chamava de “Decoreba”. Premonitoriamente, antevia os rumos da modernidade onde tudo se imita, se copia-cola, se macaqueia. O professor ensinava que os livros de história apresentavam apenas a versão oficial e que era imprescindível ,a quem desejasse entender o mundo, levantar o véu da aparente normalidade e descobrir as íntimas razões dos fatos que geralmente se encontravam depositadas no baú da Economia. Trabalhava com provas abertas, tinha pavor da loteria da múltipla escolha e mais: subtraía preciosos pontos a cada erro de português cometido. Entendia que o conhecimento da Língua era condição sine qua non de sobrevivência , soberania e cidadania.
Devemos ao professor Alderico ainda uma outra descoberta igualmente mágica. Aficionado da Educação Física ele cobrava dos seus alunos condicionamento e terá sido um dos pioneiros, entre nós, em associar a Atividade Física Regular a uma melhora na saúde humana. Como treinador da nossa Seleção Cratense – um das suas paixões – o professor Alderico já entendia a importância do treinamento físico regular na melhoria do desempenho esportivo, em tempos que isto era mera especulação e a Medicina Esportiva ainda engatinhava. Esta faceta de sua personalidade terminou lhe proporcionando a energia hercúlea que o acompanhou por noventa anos , enfrentando uma terrível queda de braço com a “Indesejada das Gentes” por cinco meses. Gostava da vida e, percebo, era esse amor que o mantinha vivo e esperançoso mesmo ante todas as vicissitudes e limitações da idade.
Inúmeras gerações de jovens foram forjadas pelo professor Alderico: Professores, engenheiros, médicos, juízes,promotores, artesãos, comerciantes, filósofos, um sem número de profissionais das mais diversas atividades, espalhados pelos recantos mais recônditos do país. Fundidos pela têmpera do Mestre, todos carregam consigo um pouco daquela determinação e vigor. Simplesmente porque Alderico não era um simples professor de História ou Educação Física. Seus ensinamentos sobre passavam as páginas dos livros , a mera grade curricular, ele ensinava uma matéria dificílima e rara chamada : “Vida”.
Como um bom missionário viveu beneditinamente. Guardava , no entanto, um tesouro depositado carinhosamente numa ampla sala da casa: sua biblioteca. Muitos dos seus livros hoje se encontram comigo e, a cada dia, me pergunto se sou digno da herança recebida. O Mestre sabia de cátedra que a riqueza não se concentra no brilho do ouro e do diamante, nem no tilintar das moedas, mas numa outra fulguração mais brilhante que o sol e que inebria almas e mentes : o conhecimento.
O professor Alderico fecha um ciclo áureo da educação cratense que contou com : Pe Gomes, Pe David, Vieirinha, Zé do Vale, Adalgisa Gomes, Luiz de Borba, Eneida Figueiredo, Ivone Pequeno, Gutemberg Sobreira e muitos outros. Fecha-se apenas um parágrafo, a história continua indefinidamente em aberto e continua sendo escrita, criticamente, por seus incontáveis discípulos. Hoje, triste, sei que falo de crepúsculos, mas carrego no coração a perfeita certeza, que este por-de-sol é apenas o prenúncio de muitas auroras por vir. No horizonte, em meio ao negror da noite, já se percebem os sanguíneos raios que defloram a escuridão e emprenham o arrebol vindouro de claridade e de luz.

Soro ringer lactato: Laboratório condenado a pagar pensão - Jornal Diário de Pernambuco

"Sete anos após a tragédia que marcou a cidade de Caruaru, a Justiça deu um pouco de alento às famílias de três pessoas que morreram em março 2002 após utilizarem o soro Ringer Lactato produzido pelo Laboratório Farmace. O juiz da 5ª Vara Cível da Comarca de Caruaru, Marupiraja Ribas, condenou o laboratório a pagar pensão alimentícia e indenização por danos morais e materiais aos familiares de João Justino do Nascimento, José Vanderley Gomes de Oliveira e José de Oliveira Barros. As decisões foram proferidas entre a última quinta-feira e ontem. Os valores mais altos das indenizações variam de R$ 170 mil a R$ 180 mil. Em março deste ano, o responsável legal e o farmacêutico da empresa, sediada em Barbalha, no Ceará, foram condenados a cinco anos e seis meses de detenção e a seis anos de detenção, respectivamente. A defesa dos réus já recorreu da decisão criminal e avisou que também irá recorrer das sentenças cíveis.

Entre o final de fevereiro e o início de março de 2002, nove pessoas morreram na Casa de Saúde Santa Efigênia. Três sobreviveram, mas ficaram com sequelas. A suspeita recaiu sobre um lote do soro Ringer Lactato, produzido pelo Farmace. Segundo análises anexadas ao processo criminal, o soro administrado a pelo menos parte dos pacientes estava contaminado. Havia quantidade de endotoxina bacteriana superior ao limite máximo tolerado, segundo o Instituto de Criminalística de Pernambuco. Em março, o juiz da 1ª Vara Criminal de Caruaru, Jefferson Felix, entendeu que das nove mortes, há provas de que o soro foi a causa de seis. Os casos de lesão corporal prescreveram.

Na área cível, o juiz Marupiraja Ribas condenou a Farmace a pagar R$ 170 mil à família de João Justino por danos morais, além de pensão de um salário mínimo retroativo à data da morte (4 de março). A pensão deve ser paga até a data em que João Justino completaria 80 anos. Ele morreu aos 71. A condenação no caso de José Vanderley foi de pagamento de R$ 180 mil e pensão alimentícia de dois salários mínimos à viúva até a data que a vítima completaria 70 anos. Ele tinha 48. A pensão retroage à data da morte, 11 de março. Já na ação de José de Oliveira, a Farmace foi condenada a pagar R$ 170 mil à viúva e aos filhos da vítima mais pensão de um salário mínimo, retroativo a 9 de março de 2002, até a data em que ele completaria 90 anos. A vítima morreu aos 81.

O laboratório também foi condenado a pagar custas funerárias e de luto nos três casos. O réu só é obrigado a pagar as indenizações por danos morais e materiais quando o processo estiver transitado em julgado, se as sentenças forem mantidas. Já as pensões têm caráter de urgência. O gerente jurídico do laboratório, Adriano Parente, informou que não foi intimado das decisões, mas disse que irá recorrer. No caso criminal, ele afirma que não há culpabilidade dos condenados em primeira instância, José Lívio Luna Callou e Raul da Câmara Costa Filho. Ele confia que a decisão criminal será revertida, assim como as decisões cíveis. A casa de saúde não foi responsabilizada."

Fonte: Diário do Pernambuco, publicado em 14 de Novembro de 2009 (Via Blog de Juazeiro)

Postagem: Océlio Teixeira de Souza

Mostra Sesc Cariri: programação de hoje, dia 17/11



Música da Macedônia e peça com bonecos

A Mostra Sesc Cariri de Cultura continua e, nesta terça-feira (17), traz uma atração musical bem curiosa. São os cariocas do Brasov, que lançam o CD “Uma Noite em Tuktoyaktuk”. Em seu show, eles tocam desde música cigana Macedônia até um cover da Gretchen, passando por uma canção do Leste Europeu. A apresentação acontece a partir das 20h30, no Terreiro de Mestra Margarida, no Sesc Juazeiro.

Um pouco antes, às 20h, na RFFSA, em Crato, a Companhia Amok de Teatro, do Rio de Janeiro, encena o espetáculo “O Dragão”. A peça, a partir de depoimentos reais, trata da guerra entre palestinos e israelenses, mostrando que atrás de toda a violência e crueldade há espaço para uma real humanidade.

Na cidade de Nova Olinda, às 20h30, acontece o show dos paulistas do Mamelo Sound System, que tocam - no Armazém do Som na Praça - um ritmo musical denominado por eles próprios como “hip-hop afro-futurista brasileiro”. Em Barbalha, no Teatro Neroly, a Companhia PeQuod de Teatro, do Rio, apresenta a peça de bonecos “O Velho da Horta”, baseado na obra do escritor Gil Vicente.

Um cortejo da Cultura Popular nas ruas de Juazeiro do Norte acontece na tarde de hoje, na principal via da cidade, a partir das 15 horas, com concentração no SESC. O evento promove uma integração entre os artistas e a população, nessa grande festa que tem sido a Mostra SESC de Arte e Cultura.

Em Juazeiro, nos locais como Marquise Branca, Marcus Jussier, no Pirajá, e Casa da Rua da Cultura, na rua do Cruzeiro estão sendo realizadas várias apresentações.

Agenda do dia 17 de novembro

>Juazeiro do Norte:

. Memorial Padre Cícero
- 20h30: Madre Couraje (Mérida Urquia-Cuba).
. Largo do Memorial
- 17h: Reprise (La Mínima-SP).

. Marcus Jussier (Pirajá)
- 17h: O Hipnotizador de Jacarés (Circo Girassol-RS).

. Quadra do Sesc Juazeiro
- 18h: Rito de Passagem (Índio.Com Cia de Dança-AM).

. Teatro Marquise Branca
- 18h: Esparrela (Teatro Bigorna-PB).

. Conexão Brasil CCBNB
- 19h: Merci (Ana Barroso-RJ).

. Teatro Patativa do Assaré
- 23h: Ele Precisa Começar (Felipe Rocha-RJ).

. Terreiro de Mestra Margarida e Armazém do Som
- 18h: Segunda Toada para João e Maria (Núcleo Dois-SP).
- 20h30: Uma Noite em Tuktoyaktuk (Brasov-RJ).

. Casa da Rua da Cultura
- 22h: Residência da Casa da Rua da Cultura (Cia de Teatro Stultífera Navis-SE).
- 22h: O Abajur Lilás (Grupo Imagens-CE).

. Programação Especial (Sesc Juazeiro)
- 14h: Seminário Arte & Pensamento – A Reinvenção do Nordeste. Dr. Luizan Pinheiro: “Ontologia do Cariri: a cidade atravessada por múltiplos olhares”.
- 15h15: Seminário Arte & Pensamento – A Reinvenção do Nordeste. Dr. Luís Manoel Lopes: “Barbaramente estéreis; maravilhosamente exuberantes: os sertões em variações”.
- 18h: Laboratório de Troca de Afagos – LATA (Conversas Gravadas na UFC). Entrevistas com Ricardo Guilherme.

>Crato:

. Teatro Municipal
- 20h: O Dragão (Cia Amok de Teatro-RJ).

. Praça da Sé
- 16h: Lançamentos e performance dos Cordelistas Mauditos.
- 17h: Performance do poeta CHACAL.

. Terreiradas
- 16h: Terreiro de Mestre Aldenir – Bairro Vila Lobo. Coco da Mestra Marinês/Banda Cabaçal São João Batista/Reisado Congo do Assentamento Olho D’Água.

. Mostra nos Bairros- Bairro Populares
- 17h: O Santo Guerreiro e o Herói Desajustado (Cia São Jorge de Variedades-SP).
- 18h30: Soldadinho do Araripe (Aquasis-CE).

. RFFSA
- 17h: Silêncio Total (Cia Riso da Terra-PB).
- 18h: Viagem Instrumental (Mandrágora-DF).

. Sesc Crato
- 22h: Santiago do Chile, 1973(Grupo de Dois-RJ).

. Galpão das Artes
- 23h: Encantrago (Ver de Rosa um Ser Tão Expressões Humanas / Teatro Vitrine-CE).

. Crato Tênis Clube
- 22h: Mangiare (Grupo Pedras-RJ).
- 23h: Lenynha Vas (CE).
- 01h: Fóssil, Cabaça: Reggae Cariri (Liberdade & Raiz-CE).

>Nova Olinda:

. Teatro Violeta Arraes
- 19h: Inventário (Roda Gigante-RJ).

. Armazém do Som na Praça
- 20h30:Mamelo Sound System-SP.

. Artes Visuais
- 14h: Exposição Pina Bausch (Fotografia Dada Petrole).

>Barbalha:

. Praça Central
- 17h:Ciclopes (Cia Mystério e Novidades-RJ).

. Teatro Neroly
- 19h: O Velho da Horta (Cia Pequod de Teatro-RJ).

. Escola de Artes Reitora Violeta Arraes Gervaiseau – URCA
- 21h: O Hospício (Matulão de Artes Cênicas-CE).
Enviado por Elizângela Santos (AC Comunicação)

URGENTE: Solicitação aos Escritores, leitores e Comentaristas do Blog do Crato !

COLUNA SOCIAL Blog do Crato - SOCIEDADE CRATENSE


Olá, Pessoal,

Com a finalidade de dar prosseguimento à nossa seção "SOCIEDADE CRATENSE", a nossa Coluna Social, que anda parada há muito tempo, eu quero abrir as portas do Blog para quem quiser divulgar eventos sociais, datas de aniversário, e curiosidades sobre os nossos amigos. Quem quiser divulgar aniversários, e eventos sociais em geral, envie uma mensagem para nosso e-mail:

blogdocrato@hotmail.com

Farei o possível para publicar o evento, e me coloco à disposição para qualquer convite que alguém nos queira fazer, a fim de registrar tal evento ( fotografia, nota, etc ). Envie tudo por e-mail. cada e-mail recebido tem sempre uma resposta de recebimento.

AO ESCRITORES E COMENTARISTAS:


Eu gostaria de fazer aqui uma agenda de aniversários de todos os nossos escritores e comentaristas, e se possível até dos filhos destes, a fim de que possamos nos lembrar na data oportuna. Essa informação pode ser passada por e-mail também. Se alguém souber da data de aniversário dos colegas, pode juntar tudo e enviar também.

Vamos movimentar a nossa Coluna Social - SOCIEDADE CRATENSE

Abraços,

Dihelson Mendonça

Os pecados dos políticos - por Pedro Esmeraldo



Hoje de madrugada, estivemos pensando no esvaziamento do Crato. Tudo é causado pelo esmorecimento dos políticos, o que, consequentemente, reflete na memória do povo, que permanece acomodado e conformado com essa situação.
Consequencia disso é que todo o esforço do movimento progressista - em prol de Crato - vai para o escanteio. Por isso, queremos alertar - ao povo e aos políticos - que saiam do anonimato e venham despertem para uma reação, a fim de equilibrar o crescimento da nossa cidade, através de um trabalho sério e honesto.
Não podemos continuar com esta situação. Observamos que tudo anda de água abaixo, por certo, não poderemos destruir - de uma hora para outra - tanto desânimo do povo. Já os políticos caem no mesmo pecado.
É hora, pois, de rezar a Deus, Nosso Senhor, pedindo para perdoar tanto esmorecimento.
Por isso, concitamos esses políticos pecadores - juntamente com as lideranças da sociedade - convidando-os para que freqüentem a Igreja da Sé. E na Hora da Graça, celebrada pelo Padre Edmilson, pedir perdão a Deus dizendo:
- Pecamos contra Deus e contra o Crato. Vimos aqui pedir graças e perdão para que sejamos orientados, dando-nos coragem e força para enfrentar essa luta desigual.
Só assim, através de um trabalho sério, seremos abençoados por Deus e criaremos coragem e com muita força e perseverança, com toda certeza, preservaremos o nosso patrimônio comunitário, alguma parte já daqui retirada. Mas, com muita força, chegaremos lá.
Também devemos pedir a Deus que abençoe o clero e, ao mesmo tempo, oriente o povo para que siga o caminho certo, com retidão, honestidade e trabalho.
Recordamos, por fim, as figuras impolutas dos Quatro Luzeiros, desta diocese quase centenária, visto que souberam dirigir a nossa Igreja Particular, com muito trabalho e carinho, livrando-se dos movimentos piegas, combatendo com muita coragem o fanatismo religioso.
Por isso o Crato trilhou o seu progresso, embora, atualmente, ocorra um movimento esmorecido, sereno para o lado da discórdia, desejando que sejamos também piegas, como são os demais. Vamos combater o exagero com muita frequencia e tenacidade. Cremos que, se assim o fizermos, mudaremos a face de Crato para melhor.

17 de novembro de 2009
Texto de Pedro Esmeraldo

Outras notícias Culturais - Elizângela Santos

11ª Mostra SESC Realiza grande cortejo da Cultura Popular nas Ruas de Juazeiro do Norte

Grande cortejo da cultura popular acontece na tarde de hoje, a partir das 15 horas, com concentração na praça José Geraldo da Cruz (Prefeitura municipal), em Juazeiro do Norte, com a participação dos artistas e população, durante a 11ª Mostra SESC Cariri de Cultura, que entra no seu quinto dia de realização com dezenas de espetáculos nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte, Nova Olinda e Barbalha, cidades pólo do evento, além do Circuito Patativa do Assaré, em quase todos os municípios da Região. O cortejo sai às 16 horas da praça, seguindo pela rua São Pedro, até o SESC. Uma forma de reverenciar os artistas, numa verdadeira festa popular que se transforma o Cariri durante os dias da Mostra. Ontem, foi a vez do Crato, com o cortejo, levando alegria e arte para as ruas, demonstrando que a cada ano a população regional está mais envolvida com suas raízes culturais, chamando também as artes de outros países e outros estados brasileiros para essa grande confraternização da cultura universal. A Mostra reúne este ano no Cariri mais de 600 artistas, a presença de 11 países, com grandes espetáculos, além de estar presente com mais um núcleo na cidade de Barbalha, na Escola de Artes Violeta Arraes. Em Nova Olinda, o Teatro Violeta Arraes, na Fundação Casa Grande, sempre lotado com os espetáculos. Um envolvimento total da população, que festeja com a presença maciça nas apresentações. São desde espetáculos infantis, musicais, adultos. Arte e Cultura para todos os gêneros.

Seminário Arte e Pensamento tem boa adesão do público e estudiosos da região

Este ano, a grande novidade tem sido, além dos espetáculos, o Seminário Arte e Pensamento – A Reinvenção do Nordeste, que acontece no Teatro Patativa do Assaré, no SESC – Juazeiro do Norte. O Seminário, uma reflexão sobre as artes produzidas na região e uma forma de esclarecer as suas origens, começou nesta segunda-feira, e conta com a presença de grandes pensadores nacionais, como o professor André Queiroz, doutor em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e organizador do seminário. Ele abriu o evento com a palestra “Haveria um Nordeste atrás do cinema que se faz no Nordeste?”. O seminário vai até o dia 19 e hoje, a partir das 14 horas, o professor Luizan Pinheiro, doutor em Artes Visuais e Crítica da Arte pela UFRJ, realiza a palestra “Ontologia do Cariri: a cidade atravessada por múltiplos olhares”, em que discute a cidade e suas potencialidades estéticas. Em seguida, Luís Manoel Lopes, doutor em Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), analisa quais são os sentidos do sertão em “Barbaramente estéreis; maravilhosamente exuberantes: os sertões em variações”.

Já no dia 18, Márcia Tiburi, doutora em Filosofia e integrante do programa de televisão Saia Justa, fala sobre as “Mulheres míticas e mulheres reais: uma fratura sertão”, enquanto Nina Velasco e Cruz realiza a palestra “Paulo Bruscky: um artista nordestino?”. Os debates são seguidos pelo lançamento da 11ª edição da Revista Literária Polichinello, junto com uma exposição das gravuras de Acácio Sobral. O último dia de seminário tem, às 14h, a palestra “A paixão segundo Lampião”, em que o filósofo e sociólogo Daniel Lins discute as facetas de Lampião. No encerramento, o historiador Durval Muniz de Albuquerque Júnior fala sobre “O Nordestino de Saia Rodada e Calcinha Preta ou as novas faces do regionalismo e do machismo no Nordeste”.

“A intenção de todos os seminários é mostrar a qualidade da cultura nordestina; uma manifestação nem melhor, nem pior que as produções do Sudeste, apenas diferente. Trata-se de tentar resgatar as características dessa região, sem submetê-las a aprovações dos grandes centros. Trata-se de uma descentralização do eixo cultural”, explica André Queiroz.

Contato:
AC Comunicação

Texto enviado por Elizângela Santos

Cacá Araujo concede entrevista ao blog do Coletivo Camaradas

Coletivo Camaradas: Quem é Cacá Araújo?

Comunista, professor, dramaturgo, ator, diretor de teatro, poeta, folclorista. Filho de José e Joselita. Pai de Diogo Stálin, Carlos Ângelo, Maria Isaura e Lilith. Guerrilheiro permanente em defesa da liberdade, da democracia e do socialismo.

Coletivo Camaradas: Quando teve início seu trabalho artístico?

Há mais de vinte e cinco anos, no movimento literário, juntamente com os poetas Gênes de Alencar e Domingos Sávio Barroso, criando posteriormente o Grupo Artístico-Cultural poesia, Vida & Sangue, responsável pela edição de vários livros de poesia, em especial a Antologia Poetas do Cariri 1986, da qual participaram novos e consagrados poetas como Saraiva de Sá e Patativa do Assaré.

Coletivo Camaradas: Quais as influências do seu trabalho?

Minha formação principal é baseada na militância política fundada no marxismo-leninismo, sem desconsiderar que me criei no meio da feira do Crato, alternando com longas estadas no Sítio Riacho Vermelho, de propriedade de meu avô, no Distrito de Santa Fé. Em decorrência disso, de ser orgulhosamente matuto do pé da serra, veio a natural influência das tradições populares, das histórias do campo, da alma sertaneja. Outra grande influência é a grande oportunidade e privilégio de conviver com os mestres do folclore local, como o Mestre Cirilo, Mestre Aldenir, Mestre Raimundo Aniceto, Mestra Zulene Galdino, Mestra Edite Dias e tantos outros.

Além de Marx, Engels, Lênin, Stálin, Amazonas e os nossos Mestres da Cultura Popular, outros como Brecht, Stanislavski, Augusto Boal, Dario Fo, Plauto, Aristóteles, Sófocles, Eurípedes, Ésquilo, Camões, Garret, Patativa do Assaré, Pedro Bandeira, Eloi Teles, Câmara Cascudo, Suassuna, Seu Joaquim Vicente, Júlia Doida, Miguel Preto, Capela, Sorriso, Incha Tetê, Tandô, entre muitos outros de ontem, transantontem e de hoje.

Coletivo Camaradas: Como você vê a relação entre arte e política?

São partes de um todo indivisível, apesar de alguns tolos, imbecis e ou mercenários negarem. Arte é resultado da inventividade humana, que deriva de sua existência material, que por sua vez determina sua base espiritual e intelectual.

Coletivo Camaradas: Seu trabalho segue uma dramaturgia de afirmação cultural? Qual a relação da sua produção com a de Ariano Suassuna?

Erguemos a mesma bandeira política da defesa da soberania nacional tendo a cultura popular como principal elemento identitário do país. As matrizes culturais que, caldeadas, formam a identidade nacional, revelam que nossas raízes são universais ao mesmo tempo em que manifestam a plural singularidade brasileira.

Coletivo Camaradas: Em 1988, você foi aluno do dramaturgo Augusto Boal (falecido recentemente) , fundador do Teatro do Oprimido. Qual a sua opinião sobre a contribuição deste teórico no campo do fazer teatral?

O Boal é a maior referência teatral das américas e um dos mais importantes nomes mundiais de todos os tempos. Seu teatro é verdadeiramente revolucionário porque propõe a inclusão do espectador no universo cênico, discutindo, analisando e protagonizando soluções na cena, como que ensaiando as transformações que a vida real exige.

Coletivo Camaradas: Você trabalha com a metodologia do Teatro do Oprimido?

A poética do oprimido é um compêndio político de extrema significação para quem vê no teatro uma forma de manifestar a alma e os anseios populares. Em várias ocasiões trabalho com várias técnicas do TO, seja com grupos específicos (professores, estudantes e comunitários, por exemplo), ou mesmo no dia-a-dia do desenvolvimento dos atores de nossa companhia teatral.

Coletivo Camaradas: Qual a contribuição do marxismo para o teatro?

O Marxismo é fundamental para a compreensão do mundo e suas implicações políticas, econômicas, sociais e culturais. Oferece o embasamento ideológico para que uma ação, inclusive o teatro, adquira conteúdo revolucionário e contribua na educação das massas para as necessárias transformações sociais.

Coletivo Camaradas: Qual sua produção em dramaturgia?

Minha dramaturgia “brincante” é toda ela pontuada pela mitologia, causos, história e costumes regionais: “A Comédia da Maldição”, que apresenta o mito da Mula-sem-cabeça; “O Pecado de Clara Menina”, abordando relações de poder e matreirices sertanejas, inspirada em poema anônimo medieval ibérico; “As presepadas de Zé Ozébe”, sugerida pelo cordel A história do cavalo que defecava dinheiro, de Leandro Gomes de Barros; “a Donzela e o Cangaceiro” (premiada pela Bolsa Funarte de Estímulo à Dramaturgia 2007), que traz o mito da Caipora e aborda temas ecológicos; e “O Mapa da Botija”, comédia infantil de aventura que evidencia o mito do “Papa-Figo” e a lenda caririense da “Pedra da Batateira”. Tenho também textos que abordam temática urbana contemporânea, destacando-se: “Monólogos das Flores Violadas”, baseado em reportagens sobre casos de exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais do Ceará; e “Lágrimas no papel”, inspirado na história da militante comunista Helenira Resende, assassinada pela repressão militar na Guerrilha do Araguaia, em 1972.

Coletivo Camaradas: Como você analisa a atual conjuntura de políticas públicas que vem sendo desenvolvida pelo Ministério da Cultura?

É a expressão prática da democratização de bens e meios de produção culturais, principalmente através do genial programa de Pontos de Cultura, além de outras não menos importantes ações desenvolvidas por meio de editais, patrocínios diretos, estímulo ao mecenato e criação de sistema nacional de cultura envolvendo a totalidade de estados e municípios.

Coletivo Camaradas: Como você vê a produção teatral na região do Cariri?

Intensa e diversificada. Aqui temos excelentes dramaturgos, atores, encenadores, produtores. Mas a maior virtude do nosso teatro atualmente é o abandono dos clichês globais e da estética ditada pelos grandes centros urbanos do Sul e Sudeste, principalmente através de ações midiáticas criminosas, hegemonistas e preconceituosas. O produto teatral do Cariri tem que ter o aroma, o sotaque, o rebolado, o ritmo, a história, a cultura do nosso povo que, longe de se fechar na região, revela uma avassaladora universalidade. Entretanto, ainda há equívocos institucionais sérios, quando alguns órgãos, mesmo com dinheiro público, promovem um intercâmbio doutrinador e eliminador da auto-estima, quando desprestigiam a cena local. Justiça precisa ser feita ao excelente desempenho do Centro Cultural Banco do Nordeste, que, ao longo do ano, atua na formação de platéia através do gosto pela cena produzida na região, fazendo-a circular e ganhar sentido de existir. Isso tem dado excelentes resultados na qualidade da produção caririense, além de gerar renda para os grupos e companhias.

Coletivo Camaradas: A Guerrilha do Ato Dramático Caririense é uma realidade. O que é e como surgiu a idéia deste evento?

A Guerrilha é um movimento em favor da diversidade, respeito e afirmação da identidade cultural brasileira, especialmente por destacar a dramaturgia e a encenação produzidas no Cariri cearense como fortes elementos identitários do nosso povo. Foi, portanto, pensado a partir do debate com atores, diretores, dramaturgos e produtores, como forma de valorizar a produção dramatúrgica, a encenação e a realização de espetáculos na região, posto ser necessária intervenção de impacto que abra espaços de difusão da arte e do artista caririense, nordestino, brasileiro. Esperamos, na continuidade desse processo, criar uma cooperativa de artes cênicas com o fim de garantir a unidade em defesa de ações formativas, difusão, desenvolvimento e, principalmente, reconhecimento aos artistas e suas produções.

Prof. Alexandre Lucas
Coletivo Camaradas

Luto Oficial na URCA pelo falecimento do Prof. Alderico Damasceno


Reitor da URCA decreta Luto Oficial e suspende atividades acadêmicas, em virtude da morte do Professor ALDERICO DE PAULA DAMASCENO


Em virtude do falecimento de um dos Fundadores da URCA, um dos grandes nomes da educação do Cariri, Professor Alderico de Paula Damasceno, aos 90 anos, ocorrido no início da tarde deste dia 16, o Reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professor Plácido Cidade Nuvens, suspendeu as atividades acadêmicas desta Instituição de Ensino Superior, na tarde de hoje, até às 13 horas de amanhã, e decretou luto oficial por três dias. O corpo do Professor Alderico será velado no Salão de Entrada da Biblioteca da Universidade. O sepultamento ocorrerá na manhã desta terça-feira, dia 17. De acordo com a Portaria, se reconhece a inestimável contribuição do referido Docente para a Educação Escolar na Região do Cariri e para a URCA. O Professor Alderico Damasceno,conforme o reitor da URCA, por vários anos foi um dos suportes mais consistentes da educação no Cariri. Filho de Ângelo Pereira Damasceno e de Aguida de Paiva Paula, o Professor Alderico nasceu a de20 de setembro de 1919, em Aracati, Estado do Ceará.

Além de Professor do Departamento de Economia da Universidade Regional do Cariri, o Professor Alderico de Paula Damasceno também lecionou no ensino médio, tendo exercido também a função de Diretor do renomado Colégio Estadual Wilson Gonçalves, onde exerceu o magistério por vários anos. Lecionou também no Colégio Diocesano do Crato e no Colégio Municipal Pedro Felício Cavalcante.

Foi fundador da URCA, originário da Universidade Estadual do Ceará – UECE, admitido a 3 de março de 1967. Foi também professor na Faculdade de Filosofia do Crato, onde lecionou História Geral da Economia e História Administrativa do Brasil. Também chegou a ser integrante da Comissão Executiva do Vestibular durante vários anos.

Entre as múltiplas atividades exercidas pelo Professor Alderico Damasceno, destaca-se sua atuação no esporte cratense, onde foi treinador da seleção de futebol do Crato. O Reitor destaca a figura bastante popular e bem relacionada que era o Professor Alderico. Por onde passou fez uma legião de amigos e admiradores, deixando sempre a marca da sua cordialidade e do seu caráter. Foi casado com Maria do Carmo, com quem teve quatro filhos, dois homens e duas mulheres.

Contato:
Assessoria de Comunicação
Universidade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 ramal 2617
www.urca.br Elizangela Santos
Crato, 17 de novembro de 2009

Aeroporto Regional do Cariri terá posto de informações para passageiros e turistas

O secretário de Turismo e Romarias de Juazeiro do Norte, José Carlos dos Santos, e o Gerente da Infraero, Roberto Germano, abriram o stand onde funciona, desde ontem, o posto de informações turísticas no Aeroporto Orlando Bezerra. Duas estagiárias devidamente capacitadas pela SETUR vão ficar de plantão todos os dias sempre das 12 às 16 horas com catálogos para orientações aos visitantes.

Além disso, distribuirão fitas do Padre Cícero, cartão do Centenário de Juazeiro, um livreto contendo a biografia do Padim e mais calendário para 2010 assinalando as festas religiosas que acontecem em Juazeiro e mais folder sobre a cidade. Ontem, por conta da festa de abertura do posto, houve apresentação de um trio de forró pé-de-serra. A beleza do stand foi elogiada por todos.

Ele servirá ainda como ponto de apoio para o receptivo turístico durante o período de alta estação. Segundo o titular da SETUR, José Carlos dos Santos, normalmente essa movimentação por conta das férias se dá nos meses de junho, julho, dezembro e janeiro quando melhora o fluxo de passageiros no aeroporto. São distribuídos kits incluindo um chapéu de palha e animação de trio de forró numa atividade que envolve ainda o terminal rodoviário.

Fonte: Tarso Araújo - Blog Cariri Agora

SUPER QUARTA PRA VALER! Por: Océlio Teixeira

A chapa Democracia e Independência, que tem à frente o Dr. Fabrício Callou, convida a todos os advogados e advogadas da Subseccção da OAB de Crato, para amanhã, dia 18, comparecerem a CHOPERIA do Mercadinho São Luiz (Av. Padre Cícero, Bairro São Miguel, Crato-CE), a partir das 19hs, para um grande encontro de amigos e amigas. Será um momento de confraternização e de reflexão sobre uma NOVA OAB que se está construindo, DEMOCRÁTICA E INDEPENDENTE. O evento contará com a presença do Dr. Valdetário Andrade, candidato a Presidente da OAB - Secção Ceará, pela chapa OAB PRA VALER. Amigos e amigas pra valer, no dia 20 de novembro próximo VOTE 20 PARA OAB - CEARÁ e 55 PARA OAB CRATO.

Autor: Océlio Teixeira de Souza

Serra se une a Lula contra o aumento das aposentadorias - Jornal Correio Braziliense

Nota: Que o presidente Fernando Henrique foi péssimo para os aposentados, todos nós sabemos - inclusive, em 1998, FHC chamou-os de vagabundos. Que o PSDB segue a cartilha do estado mínimo e pouco se preocupa com os nossos idosos, isso tbm é verdade. Agora, o Lula, hoje se unir ao PSDB ou ao Serra, para barrar melhorias para os aposentados do país, é brincadeira. Vejam esta declaração do Lula, em 1989:




“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não é o único a articular pela rejeição do projeto de lei que vincula os reajustes dos aposentados e beneficiários do INSS aos índices aplicados ao salário mínimo. O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), entrou em campo pedindo a líderes de seu partido no Congresso o veto à proposta.

O problema é que deputados e senadores tucanos e democratas tratam o tema como uma forma de arrematar uma boa bandeira para as eleições no próximo ano e, ainda, tentar amenizar a impressão de que a gestão de Fernando Henrique Cardoso, do PSDB, foi maléfica para a categoria.

Argumentam que, nesse momento, não podem jogar apenas pensando no que é bom para o pré-candidato à corrida presidencial em 2010. Afinal, dizem, eles também precisam se eleger.

(Correio Braziliense)

Postagem: Océlio Teixeira de Souza
Fonte: Blog do Eliomar

CONDIRC debateu desenvolvimento regional em Barbalha - Por Beto Fernandes


Foi realizado nos dias 12 e 13 no Hotel das Fontes no Distrito de Caldas em Barbalha o Seminário sobre Intervenções Federais e Estaduais para Incrementar o Desenvolvimento Regional do Cariri. A realização foi do CONDIRC (Conselho De Desenvolvimento e Integração Regional) e teve como lema “intervir e desenvolver com sustentabilidade” e contou com apoio do Governo do Ceará através das secretarias das Cidades, Desenvolvimento Agrário, Instituto Agropolos e COGERH (Companhia de Gestão de Recursos Hídricos), Banco do Nordeste, FETRAECE (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Ceará), Fundação Lima Botelho e prefeituras de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte.

A presidente do CONDIRC, Claire Anne Viana de Sousa destacou razões para realização do Seminário. “Objetivamos, na realidade, fazer com que os segmentos organizados dos municípios caririenses conheçam as intervenções realizada a partir de projetos estruturantes inseridos no Programa Cidades do Ceará, , interligação de bacias, da Transnordestina, do Território da Cidadania e Região Metropolitana do Cariri”, explicou. Segundo ainda Claire Anne, “foi oportunizado a população, através dos diversos segmentos para apresentar opiniões coerentes e embasadas nas questões ligadas ao desenvolvimento regional.

No primeiro dia do evento destaque para abertura com o painel “Projeto Cidades do Ceará: contribuições efetivas no Desenvolvimento Regional Sustentável e na metropolização do Cariri” com o Secretário das Cidades Joaquim Cartaxo. Dentre os debatedores os prefeitos de Barbalha, José Leite, Crato, Samuel Araripe e Várzea Alegre, José Hélder Máximo Ximenes que é também Presidente da Frente Municipalista do Sul Cearense. O Prefeito de Juazeiro, Manoel Raimundo de Santana Neto foi representado pelo Secretário de Desenvolvimento Econômico, Eraldo Oliveira.

Na parte da tarde o arquiteto e urbanista Luciano Guimarães mediou debate sobre a Região Metropolitana do Cariri: processos de construção contando com participações dos prefeitos José Leite e Samuel Araripe, além do vice de Juazeiro do Norte José Roberto Barreto Celestino. Já Claire Anne Viana mediou debate com o Reitor da URCA, Plácido Cidades Nuvens, Coordenador do Geopark Araripe, José Patrício Melo e o professor da UFC Joaquim Torres sobre o ensino superior e suas contribuições para o desenvolvimento regional.

No segundo e último dia foram quatro os painéis realizados. Os deputados José Nobre Guimarães, Federal e Nelson Martins, estadual debateram com mediação do presidente da Câmara de Barbalha, João Flávio Cruz Sampaio, o olhar legislativo para cariri cearense com ações de governança. José Alves Coutinho Júnior, coordenador do projeto São José no Cariri mediou debate com o Secretário de Desenvolvimento Agrário, Camilo Santana e o delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Francisco Sombra pacto para territorialização do Ceará e os Impactos no Cariri do Programa Territórios da Cidadania.

Os gerentes do Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Caixa Econômica Federal, respectivamente Ricardo Cesar Xavier Nogueira Santiago, Albery Viana de Oliveira e José Ney Monteiro Pereira falaram sobre as contribuições das instituições creditícias estatais para o desenvolvimento sustentável do Cariri cearense. Por fim Sebastião César Rego Neto, da Secretaria das Cidades mediou debate com Francisco José Coelho Teixeira, Presidente da COGERH e Antonio Barbosa Mendonça do SINDINDUSTRIA as políticas impactantes no Cariri das obras da ferrovia Transnordestina e integração da Bacia do Rio São Francisco.

O Prefeito de Crato externou aquele como um momento especial no desenvolvimento regional. “É preciso valorizar esse movimento do CONDIRC como essencial para o desenvolvimento regional. Não podemos ver o desenvolvimento de forma isolada com bairrismos exagerados e que devem ser vencidos. Só chegaremos a um verdadeiro patamar de desenvolvimento com amadurecimento político e administrativo e principalmente com reivindicações conjuntas dos benefícios que a população prioriza em encontros como esses”, ressaltou Samuel Araripe. O gestor cratense reafirmou as dificuldades enfrentadas pelos municípios brasileiros e citou como exemplo a inexistência das condições apropriadas para se dar contrapartida em grandes projetos estruturantes como os de saneamento básico. “As arrecadações são pequenas e para completar os municípios são sentenciados a perder repasse dos recursos com reduções do IPI. Precisamos rever esse conceito e pedir que na conta do FPM além do Imposto de Renda e IPI entrem outros percentuais. A população antes de estar no país e nos estrados está nos municípios” criticou.

Os políticos presentes ao evento limitaram a destacar os investimentos da União e do Estado e foram escorregadios quando a plenária em sua totalidade criticava a lentidão e excesso de burocracia para execução dos grandes projetos. O mais sabatinado foi o Secretário das Cidades, certamente pelo grande número de projetos e de recursos assegurados no Projeto Cidade dos Ceará. Os prefeitos foram diplomáticos e reconheceram os investimentos regionais e em suas cidades. O Presidente da Frente Municipalista do Sul Cearense, José Hélder lembrou que boa parte dos prefeitos está em primeiro mandato e “a crise financeira tem contribuído para que as ações não apareçam neste primeiro ano”. O evento ultrapassou as expectativas dos seus organizadores.

José Roberto, Samuel Araripe, Luciano Guimarães e José Leite

Temporão anuncia R$ 100 milhões adicionais para prevenção da malária

Manaus - O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, anunciou ontem (16), em Manaus, a liberação de aproximadamente R$ 100 milhões pelo Fundo Global de Luta contra Aids, Tuberculose e Malária para combater a incidência da malária nos próximos cinco anos em 47 municípios de seis estados amazônicos. O fundo foi criado em 2002 como uma Parceria Público-Privada dedicada a captação de recursos para a prevenção e tratamento dessas doenças. Trata-se do Projeto para Prevenção e Controle da Malária na Amazônia Brasileira, aprovado em 2008, mas que começará a ser executado a partir de 2010. O recurso será liberado em cinco parcelas, até 2014, e representa um incremento de 14% em relação aos investimentos previstos pelo Ministério da Saúde para o período. Dos 47 municípios que serão foco das ações do projeto, 16 estão em área de fronteira internacional. A Amazônia é a região que concentra 99% da transmissão da malária no Brasil.

De acordo com Temporão, a expectativa é que o país chegue a 2014 com 150 mil casos da doença por ano. O número ainda é preocupante, segundo o ministro, mas representaria uma redução pela metade do número de casos em relação ao ano de 2005. No ano passado, o país registrou cerca de 315 mil casos da doença. “Esse recurso adicional vai contribuir para qualificar o trabalho nesses municípios que concentram o maior número de casos, com melhoria do diagnóstico e tratamento, a distribuição de mosquiteiros impregnados para proteger as residências e também de treinamento e mobilização da comunidade”, ressaltou Temporão.

O coordenador do Programa Nacional de Controle da Malária, José Lázaro Ladislau, disse à Agência Brasil que a expansão do diagnóstico da malária e a identificação de mais casos nas comunidades, têm provocado a redução de internações e de mortes por malária em todo o país. "Temos que conviver com o mosquito, mas sem a doença e para isso temos que eliminar o parasita de circulação. Isso será possível com o tratamento cada vez mais precoce”. A meta do programa é reduzir pela metade os casos de malária na Amazônia, sobretudo nesses 47 municípios, que foram responsáveis pela transmissão de quase 70% dos casos da doença no país em 2007. Nesse ano, conforme dados do próprio Ministério da Saúde, dos 458.624 casos registrados em todo o país, esses municípios concentraram 311.279 ocorrências de malária.

A Fundação de Medicina Tropical do Amazonas e a Fundação Faculdade de Medicina de São Paulo serão responsáveis pelo gerenciamento administrativo e financeiro do projeto e pela execução de todas as ações.

Fonte: Agência Brasil

GUERRILHA DO ATO DRAMÁTICO MOSTRA A VALOROSA CENA DO CARIRI





















A Guerrilha do Ato Dramático Caririense, realizada pela Sociedade Cariri das Artes e Sociedade de Cultura Artística do Crato, Pontos de Cultura do Brasil, entra hoje, terça-feira, dia 17 de novembro, no seu décimo primeiro dia já tendo conquistado a simpatia do público por sua organização e qualidade dos espetáculos.

Às 19h30min, também no Teatro Rachel de Queiroz, em Crato-CE, o brinde será o premiado monólogo "COQUETEL", com a Companhia Wancylus Gat de Teatro, de Crato-CE, escrito, dirigido e atuado por Wanderley Tavares.

Amanhã, dia 18, a Companhia Livremente de Teatro, de Juazeiro do Norte-CE, apresentará a peça "DENTRO DA NOITE ESCURA", de Emannuel Nogueira, dirigida por Jean Nogueira.

Cacá Araújo, idealizador e coordenador da Guerrilha, declara que a produção teatral no Cariri é intensa e diversificada. "Aqui temos excelentes dramaturgos, atores brilhantes, encenadores geniais. Mas a maior virtude do nosso teatro é o significativo abandono dos clichês e da estética ditada pelos grandes centros urbanos do Sul e Sudeste, principalmente através de ações midiáticas criminosamente discrimintórias, hegemonistas e preconceituosas em relação ao Nordeste", afirma, pontuando também que "o produto teatral do Cariri tem que ter o aroma, o rebolado, o ritmo, a história, a cultura do nosso povo, que, longe de significar isolamento, revela avassalador conteúdo universal e fortalece a identidade, soberania, a auto-estima e o sentimento de pertença".

O coordenador da Guerrilha informa, ainda, que a tática de exposição focada na produção realizada no Cariri está demonstrando êxito, visto que a adesão do público é massiva, ampliando o contingente daqueles que valorizam a arte e o artista caririenses.

A programação da Guerrilha segue até o dia 22 de novembro, quando as companhias participantes serão agraciadas com o Troféu Juscelino Leal Lobo Júnior.


Guerrilheiro Cacá Araújo
Professor, Dramaturgo, Folclorista, Ator e Diretor de Teatro
Coordenador Geral da Guerrilha do Ato Dramático Caririense

Mostra Sesc Cariri de Cultura - Programação de Hoje, 17 de Novembro - Por Valdenio

XI mostra SESC


Programação 17/11

RFFSA - Centro Cultural do Araripe

17h - Silêncio Total - Cia Riso da Terra - João Pessoa – PB

Em cena, o ator Luiz Carlos Vasconcelos encarna Xuxu, um palhaço que nos remete às memórias da infância, à magia do circo e aos primeiros atores de rua, ao mesmo tempo em que sua alma revela o lado risível da nossa humanidade

18h - Viagem Instrumental - Mandrágora - Brasília - DF

O estilo instrumental do Mandrágoras percorre inúmeras sonoridades sem se prender ao formalismo tradiciona.

Teatro Municipal 20:00hs

O Dragão
Cia Amok de Teatro - RJ

Baseada em depoimentos reais sobre o conflito entre palestinos e israelenses. O espetáculo fala do ser humano e de um sentimento sem fronteiras: a dor e os horrores da guerra.
As músicas seqüenciadas tocadas em instrumentos típicos como Alaúde, Darkuba, Bohdran e Viola de Gamba durante todo o espetáculo trazem uma idéia de continuidade, de uma história em que não se vê o começo nem o fim.

Sesc Crato - 22:00hs

Santiago do Chile, 1973
Grupo de Dois - RJ

Galpão das Artes - 23:00hs

ENCANTRAGO – Ver de Rosa um Ser Tão
Expressões Humanas/Vitrine - Fortaleza - CE

A dramaturgia inspirada na obra de Guimarães Rosa e na Cultura Popular Brasileira prioriza os contrastes e as ambivalências do homem e do sertão para captar o que se delineia como mais peculiar nas “essencialidades Roseanas” e no fantástico mundo da cultura popular brasileira - o inenarrável, o inexplicável, o indizível - recriando a cena teatral. “Encantrago – Ver de Rosa um Ser Tão” é uma travessia que se faz através da cumplicidade entre a música e a poesia das palavras, entre a objetividade e a subjetividade da vida e entre os atores e o público.

Crato Tênis Clube– Banquete Dionisíaco

22h Mangiare
Grupo Pedras - Rio de Janeiro - RJ

O espetáculo apresenta o tema da comida como num menu. O público é convidado a se sentar em três grandes mesas com capacidade total de 70 pessoas. De entrada uma salada oriental é preparada e servida ao público por uma mãe e duas filhas com seus conflitos e intimidades. O prato principal é feito por divertidas máscaras balinesas que sonham com a fortuna ao preparar um nhoque de inhame. Histórias e segredos culinários são confidenciados ao público por personagens que se sentam à mesa e o tema da compulsão é abordado com música, tragédia e humor. No final as sobremesa são oferecidas numa brincadeira de tentação e desejo. A música ao vivo que alimenta todo o espetáculo finaliza essa farra gastronômica. Bom apetite!

23h Lenynha Vas - Juazeiro do Norte
Liberdade & Raiz - Crato – CE

Por: Valdênio

Obituário - Faleceu o professor Alderico Damasceno – por Armando Rafael


Foi com pesar que tomei conhecimento do falecimento nesta 2ª feira, às 15:00h, na UTI do Hospital São Miguel, do conhecido professor Alderico de Paula Damasceno. Ele morreu aos 90 anos, 60 dos quais dedicados ao magistério na cidade de Crato. Alderico era pessoa querida pelos milhares de ex-alunos, inumeráveis amigos e admiradores. Fui seu aluno de História no Colégio Diocesano de Crato. Ele foi professor da Faculdade de Filosofia, sendo um dos fundadores do Curso de História. Depois, ensinou na Urca, no curso de Ciências Econômicas, onde foi aposentado compulsoriamente. Lecionou ainda Educação Física em vários educandários cratenses, com destaque para o Colégio Estadual Wilson Gonçalves. Foi também técnico de futebol de times cratenses, os quais dirigia vestido impecavelmente de paletó e gravata, portando um inconfundível guarda-chuva.

Uma grande figura humana, o Mestre Alderico!
Que Deus o tenha do Reino dos Justos!

Advogado contesta uso político do BNB e defende superintendente do banco

Ontem, postei uma matéria publicada no Blog do Eliomar, intitulada: “TRE investiga o uso político do BNB e da FUNASA”. Hoje, reproduzo aqui no nosso Blog do Crato uma nota que o advogado do prefeito de Mauriti e do Superintendente Estadual do BNB encaminhou ao prezado Eliomar de Lima.

"Do advogado André Costa, este Blog recebe a seguinte nota:

Caro Eliomar de Lima,

A respeito da notícia veiculada no seu blog intitulada “TRE investiga o uso político do BNB e da FUNASA”, o advogado André Costa, defensor do Prefeito de Mauriti, Isaac Júnior, e do Superintendente Estadual do BNB, Isidro Moraes, esclarece o seguinte:

1. Não é verdade que o BNB e a FUNASA foram utilizados politicamente ou que desenvolveram ações que beneficiaram eleitoralmente a candidatura do atual Prefeito de Mauriti, reeleito com 57,30% dos votos válidos, o que demonstra o amplo apoio popular.

2. O Ministério Público Eleitoral e o Juiz Eleitoral de Mauriti, por duas vezes, já decidiram que não houve qualquer crime eleitoral ou uso político do BNB e da FUNASA a favor do então candidato à reeleição.

3. Tanto o Promotor de Justiça de Mauriti como a Procuradoria Geral de Justiça, através do seu Conselho Superior do Ministério Público do Ceará, bem como o Ministério Público Federal já investigaram o fato e reconheceram que não houve qualquer ato de improbidade administrativa na conduta do Superintendente Estadual do BNB.

4. É importante registrar que o pequeno trecho citado na nota não está dentro do contexto no qual foi proferido o discurso, realizado no final de um dia de domingo, fora do expediente de trabalho, durante uma convenção partidária na cidade onde nasceu e sem qualquer ligação com algum evento oficial ou do BNB.

5. As provas colhidas pela Justiça Eleitoral demonstraram que durante toda a campanha de 2008 não ocorreu qualquer ato ou ação que pudesse ser caracterizada como abuso de poder, propaganda institucional em favor de candidaturas, captação ilícita de sufrágio ou qualquer forma de conduta vedada, mas apenas um mero discurso sem quaisquer conseqüências práticas ou eleitorais.

Sem mais,

André Costa – advogado."

Postagem: Océlio Teixeira de Souza
Fonte: Blog do Eliomar de Lima
Foto: Misael Sampaio

Lançada Campanha Mais Alimento no Cariri - Reportagem: Antonio Vicelmo



Uma caravana de 20 carretas está levando um verdadeiro máquinas e implementos agrícolas ao Interior do Estado. Crato. Cerca de 500 agropecuaristas de 48 municípios do Cariri e da região Centro-Sul, a maioria integrantes da agricultura familiar, participaram, ontem, do lançamento da Campanha Mais Alimentos, uma caravana de 20 carretas, que está levando um verdadeiro shopping center de máquinas e implementos agrícolas ao Interior do Estado. Durante todo o dia, o que há de mais moderno em maquinário e implementos voltados à agricultura familiar foi mostrado no Parque de Exposições Agropecuárias do Crato. Hoje, a caravana encontra-se em Quixeramobim, seguindo para Limoeiro do Norte, Baturité, terminando sexta-feira, na cidade de Sobral.

Além de receber informações sobre o "Mais Alimentos" e conhecer inovações tecnológicas da indústria para o meio rural, o agricultor poderá sair da Feira Tecnológica Itinerante com brindes que chegam a R$ 25 mil. Em cada município visitado pela caravana serão sorteadas plantadeiras, selecionadoras de grãos, debulhadores de milho e trituradores de ração, entre outros equipamentos. A caravana promoverá também o sorteio de um trator de 18 CV por estado.

A Feira Itinerante é promovida pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (DAS), com objetivo de, segundo o secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Camilo Santana, potencializar o acesso do produtor familiar à linha de crédito do "Mais Alimentos", que financia projetos de até R$ 100 mil, com prazo de pagamento de até dez anos, carência de até três anos e juros de 2% ao ano.

Camilo lembrou que a agricultura familiar é a grande responsável pela produção de alimentos no campo. Acrescentou que é o setor mais carente de apoio. Daí a presença da caravana, oferecendo crédito, informações e tecnologia para o seu crescimento.

As localidades escolhidas são municípios-polo, referência em atividades produtivas da agropecuária.

Os descontos negociados pelos fabricantes com o governo para o programa chegam a 15% sobre os atuais preços médios das máquinas no mercado.

Os pagamentos são vinculados aos preços mínimos das principais culturas da agricultura familiar, como feijão, hortifrutigranjeiros, arroz, milho, hortaliças, mandioca, pecuária leiteira e criação de suínos.

O apicultor Benigno Lopes de Araújo, conhecido como "Benigno do Mel", foi o primeiro a comparecer ao escritório da Ematerce, no Parque, para fazer a sua proposta. Ele comprou uma forrageira para pagar em dez anos.

MAIS INFORMAÇÕES
Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará (SDA)
Av. Bezerra de Menezes, 1820
(85) 3101.8000

Antônio Vicelmo
Repórter

CRATO - Previsão do Tempo e Almanaque - Dia 17 de Novembro de 2009


Olá, Escritores, Comentaristas e amigos leitores do Blog do Crato em geral. Bom Dia. Hoje é o dia 17 de Novembro de 2009. A notícia alegre é que hoje estamos com mais escritores no nosso Blog: J. Tavares, Jair Rolim, Lúcio Alcântara e enviei um convite a outras pessoas que deverão aparecer em breve. Teremos uma maior variedade, com esses valorosos soldados que vêm para engrossar nossas fileiras nessas duras campanhas de guerra, aqui no Blog do Crato. A notícia que entristece é o falecimento do professor Alderico Damasceno. Mas de antemão também, como sempre, fazemos nossos votos e extrnamos nossa crença de que ele está em boas mãos agora, junto do nosso criador, que lhe deve ter preparado uma excelente vida.

Previsão do Tempo

A previsão do tempo para esta terça-feira é de dia de sol com algumas núvens e não chove. Temperatura máxima de 32 graus e mínima de 22. Informa o site Climatempo.

ALMANAQUE

17 de novembro. Dia de Santa Isabel da Hungria

Isabel da Hungria era princesa, foi rainha e se fez santa. Era a filha do rei André II, da Hungria, e da rainha Gertrudes, de Merano, atual território da Itália. Nasceu no ano de 1207, e naquele momento foi dada como esposa a Luís, príncipe da Turíngia, atual Alemanha. Desde os quatro anos viveu no castelo do futuro marido, onde foram educados juntos. O jovem príncipe Luís amava verdadeiramente Isabel, que se tornava cada dia mais bonita, amável e modesta. Ambos eram católicos fervorosos. Luís admirava a noiva, amável nas palavras e atitudes, que vivia em orações e era generosa em caridade com pobres e doentes. A mãe de Luís não gostava da devoção da sua futura nora, e tentou convencer o filho de desistir do casamento, alegando que Isabel seria uma rainha inadequada politicamente. A própria Corte a perseguia por causa de seu desapego e simplicidade cristã. Mas Luís foi categórico ao dizer preferir abdicar do trono a desistir de Isabel. Certamente, amava-a muito.

No castelo de Wartenburg, quando atingiu a maioridade, foi corado rei e casou-se com Isabel, que se tornou rainha aos catorze anos de idade. Ela foi a única soberana que se recusou a usar a coroa, símbolo da realeza, durante a cerimônia realizada na Igreja. Alegou que, diante do nosso Rei coroado de espinhos, não poderia usar uma coroa tão preciosa. Foi assim que o então rei Luís IV acompanhou a seu desejo e tornou-se rei sem colocar a sua coroa, também, diante de Cristo. Foi um casamento feliz. Ele era sincero, paciente, inspirava confiança e era amado pelo povo. Nunca colocou obstáculos à vida de oração, penitência e caridade da rainha, sendo, ao contrário, seu incentivador. Em Marburg, Isabel construiu o Hospital de São Francisco de Assis para os pobres e doentes leprosos. Além de ajudar com seu dinheiro muitos asilos e orfanatos, os quais visitava com freqüência. Depois de seis anos, a rainha Isabel ficou viúva, com três filhos pequenos. O rei Luís IV, participando de uma cruzada, morreu antes de voltar para a Alemanha. A partir de então, as perseguições da Corte contra ela aumentaram. A tolerância quanto à sua caridade e dedicação religiosa acabou de vez. E o cunhado, para assumir o poder, expulsou-a do palácio junto com os três reais herdeiros ainda crianças.

Isabel ingressou, então, na Ordem Terceira de São Francisco e dedicou-se à vida de religião e à assistência aos leprosos no hospital que ela própria havia construído. Quando os cruzados que acompanhavam seu marido retornaram à Alemanha, ficaram indignados ao constatar como a rainha viúva e os herdeiros haviam sido tratados. Conseguiram fazer a viúva rainha Isabel reassumir o trono, que depois entregou ao seu filho, na maioridade. Isabel da Hungria faleceu no dia 17 de novembro de 1231, com apenas vinte e quatro anos de idade, em Marburg, Alemanha. Quatro anos depois, em 1235, foi canonizada pelo papa Gregório IX. A Ordem Franciscana Secular venera-a como sua padroeira na festa celebrada no dia de sua morte.

Eventos históricos

* 1717 - Início da construção do Convento de Mafra.
* 1851 - Fundação do município cearense de Maranguape.
* 1855 - O explorador escocês David Livingstone é o primeiro ocidental a chegar às Cataratas Vitória.
* 1869 - Inauguração oficial do Canal de Suez.
* 1875 - Fundação oficial da Sociedade Teosófica.
* 1889 - Proclamação da República: a família real brasileira parte para o exílio em Paris.
* 1895 - Fundação oficial do Clube de Regatas do Flamengo.
* 1903 - Assinatura do Tratado de Petrópolis: o Acre é incorporado ao Brasil.
* 1905 - A Coréia é declarada um protetorado japonês.
* 1922 - Queda do Império Otomano
* 1960 - Butiá é elevada a vila.
* 1982 - É lançada a primeira edição do Memorial do Convento.
* 2006 - A Sony lança seu videogame nos EUA, o Playstation 3.

Eventos esportivos

* 1895 - Fundação do Clube de Regatas do Flamengo

Nascimentos

* 1749- Nicolas Appert, inventor francês (m. 1841).
* 1755 - Rei Luís XVIII de França (m. 1824).
* 1790
o August Ferdinand Möbius, matemático alemão.
o Marechal Saldanha, militar português (m. 1876).
* 1816 - August Wilhelm Ambros, compositor e musicólogo austríaco (m. 1876).
* 1831
o Manuel Antônio de Almeida, jornalista, cronista e romancista brasileiro (m. 1861).
o Miguel Miramón presidente do México (m. 1867).
* 1858 - Robert Owen, reformador social galês (m. 1771)
* 1866 - Voltairine de Clayre, anarquista (m. 1912)
* 1875 - Gregório da Fonseca, militar e escritor brasileiro, imortal da Academia (m. 1934).
* 1881 - Alfredo Balena, farmacêutico, médico e humanista brasileiro (m. 1949).
* 1887 - Bernard Law Montgomery, oficial do Exército Britânico que combateu na Segunda Guerra Mundial (m. 1976).
* 1896 - Lev Vygotsky, psicólogo russo (m. 1934).
* 1900 - Santo Irmão Marcano José (Filomeno López), monge Lasallista, santo e mártir de Turón (m. 1934).
* 1906 - Soichiro Honda, fundador da Honda (m. 1992).
* 1910 - Rachel de Queiroz, escritora brasileira, primeira mulher a ocupar uma cadeira na Academia Brasileira de Letras (m. 2003).
* 1921 - Albert Bertelsen, pintor dinamarquês.
* 1922 - Stanley Cohen, fisiologista estadunidense.
* 1923 - Aristides Pereira, político cabo-verdiano.
* 1925 - Rock Hudson, ator norte-americano (m. 1985).
* 1927 - Nelson Dantas, ator brasileiro (m. 2006).
* 1942 - Martin Scorsese, diretor de cinema estadunidense.
* 1944
o Danny DeVito, ator estadunidense.
o Rem Koolhaas, arquiteto neerlandês.
* 1945 - Roland Joffé, cineasta franco-inglês.
* 1950 - Tom Walkinshaw, ex-dirigente da Arrows.
* 1952 - Jane Duboc, cantora brasileira.
* 1958 - Mary Elizabeth Mastrantonio, atriz estadunidense.
* 1959 - Terry Fenwick, ex-futebolista inglês.
* 1964 - Krzysztof Warzycha, ex-futebolista polonês.
* 1966
o Jeff Buckley, músico e cantor estadunidense (m. 1997).
o Sophie Marceau, atriz francesa.
o Daisy Fuentes, modelo e atriz cubana.
o Subkhiddin Mohd Salleh, árbitro de futebol malaio.
* 1967
o Domenico Schiattarella, ex-piloto italiano de F-1.
o Mons Ivar Mjelde, ex-futebolista norueguês.
* 1968 - Amber Michaels, atriz alemã.
* 1971 - Michael Adams, enxadrista britânico.
* 1972
o Đovani Roso, futebolista croata.
o Kimya Dawson, musicista norte-americana.
* 1973
o Bernd Schneider, ex-futebolista alemão.
o Auri, futebolista brasileiro.
* 1977 - Jairo Castillo, futebolista colombiano.
* 1978
o Kurtis Roberts, motociclista norte-americano.
o Rachel McAdams, atriz canadense.
o Jorge Wagner, futebolista brasileiro.
* 1979 - Matthew Spring, futebolista inglês.
* 1980 - Isaac Hanson, músico norte-americano.
* 1982 - Otacílio Neto, futebolista brasileiro.
* 1983 - Christopher Paolini, escritor estadunidense.
* 1985 - Luís Aguiar, futebolista uruguaio.
* 1986 - Nani, futebolista português.
* 1987 - Kat DeLuna, cantora norte-americana.

Falecimentos

* 594 - Gregório de Tours, historiador galo-romano.
* 1231 - Santa Isabel da Hungria, padroeira da Ordem Franciscana Secular (n. 1207)
* 1494 - Giovanni Pico della Mirandola, erudito, humanista e filósofo neo-platônico italiano (n. 1463).
* 1525 - Leonor de Portugal, rainha de Portugal (n. 1458).
* 1558 - Maria I, Rainha de Inglaterra (n. 1516).
* 1562 - António de Bourbon, nobre francês (n. 1518).
* 1708 - Ludolf Backhuysen, pintor germano-neerlandês (n. 1630).
* 1917 - Auguste Rodin, escultor francês (n. 1840).
* 1929 - Herman Hollerith, empresário norte-americano (n. 1860).
* 1959 - Heitor Villa-Lobos, maestro brasileiro (n. 1887).
* 1979 - John Glascock,ex-baixista do Jethro Tull (n. 1951).
* 1990 - Robert Hofstadter, físico norte-americano (n. 1915).
* 1995 - Benjamim de Sousa Gomes, bispo católico (n. 1911).
* 1997 - Berta Gleizer Ribeiro, etnóloga e antropóloga romena naturalizada brasileira (n. 1924).
* 1997 - Walter Moraes, jurista brasileiro.
* 2002 - Chagdud Tulku Rinpoche, lama tibetano.
* 2006 - Ferenc Puskás, futebolista húngaro (n. 1927).
* 2009 - Professor Alderico Damasceno

Feriados e eventos cíclicos

* Assinatura do Tratado de Petrópolis no estado do Acre
* Dia da Criatividade
* Dia Internacional do Estudante
* Dia Internacional do Não-Fumador/Fumante.
* Dia de Santo Antônio da Cachoeira.

Fonte: Climatempo, Edições Paulinas, Wikipedia

Villa-Lobos é o homenageado do "Hoje na História"


HOJE NA HISTÓRIA


Heitor Villa-Lobos (Rio de Janeiro, 5 de março de 1887 – Rio de Janeiro, 17 de novembro de 1959) foi um maestro e compositor brasileiro. Destaca-se por ter sido o principal responsável pela descoberta de uma linguagem peculiarmente brasileira em música, sendo considerado o maior expoente da música do Modernismo no Brasil, compondo obras que enaltecem o espírito nacionalista onde incorpora elementos das canções folclóricas, populares e indígenas.

Biografia

Filho de Noêmia Monteiro Villa-Lobos e Raul Villa-Lobos, foi desde cedo incentivado aos estudos, pois sua mãe queria vê-lo médico. . No entanto, Raul Villa-Lobos, pai do compositor, funcionário da Biblioteca Nacional e músico amador, deu-lhe instrução musical e adaptou uma viola para que o pequeno Heitor iniciasse seus estudos de violoncelo. Aos 12 anos, órfão de pai, Villa-Lobos passou a tocar violoncelo em teatros, cafés e bailes; paralelamente, interessou-se pela intensa musicalidade dos "chorões", representantes da melhor música popular do Rio de Janeiro, e, neste contexto, desenvolveu-se também no violão. De temperamento inquieto, empreendeu desde cedo escapadas pelo interior do Brasil, primeiras etapas de um processo de absorção de todo o universo musical brasileiro. Em 1913 Villa-Lobos casou-se com a pianista Lucília Guimarães, indo viver no Rio de Janeiro. Em 1915 realiza o primeiro concerto com obras de sua autoria.

Em 1922 Villa-Lobos participa da Semana da Arte Moderna, no Teatro Municipal de São Paulo. No ano seguinte embarca para Europa, regressando ao Brasil em 1930, quando realiza turnê por sessenta e seis cidades. Realiza também nesse ano a " Cruzada do Canto Orfeônico" no Rio de Janeiro. Seu casamento com Lucília termina na década de 1930 . Depois de operar-se de câncer em 1948, casa-se com Arminda Neves d'Almeida a Mindinha, uma ex-aluna, que depois de sua morte se encarrega da divulgação de uma obra monumental. O impacto internacional dessa obra fez-se sentir especialmente na França e EUA, como se verifica pelo editorial que o The New York Times dedicou-lhe no dia seguinte a sua morte. Villa-Lobos nunca teve filhos. Em 1960, o governo do Brasil criou o Museu Villa-Lobos no Rio de Janeiro.

Obra

As primeiras composições de Villa-Lobos trazem a marca dos estilos europeus da virada do século XIX para o século XX, sendo influenciado principalmente por Wagner, Puccini, pelo alto romantismo francês da escola de Frank e logo depois pelos impressionistas.Teve aulas com Frederico Nascimento e Francisco Braga. Nas Danças características africanas (1914), entretanto, começou a repudiar os moldes europeus e a descobrir uma linguagem própria, que viria a se firmar nos bailados Amazonas e Uirapuru (1917). O compositor chega à década de 1920 perfeitamente senhor de seus recursos artísticos, revelados em obras como a Prole do Bebê, para piano, ou o Noneto (1923). Violentamente atacado pela crítica especializada da época, viajou para a Europa em 1923 com o apoio do mecenas Carlos Guinle e, em Paris, tomou contato com toda a vanguarda musical da época. Depois de uma segunda permanência na capital francesa (1927-1930), voltou ao Brasil a tempo de engajar-se nas novas realidades produzidas pela Revolução de 1930.

Apoiado pelo Estado Novo, Villa-Lobos desenvolveu amplo projeto educacional, em que teve papel de destaque o canto orfeônico, e que resultou na compilação do Guia prático (temas populares harmonizados). À audácia criativa dos anos 1920 (que produziram as Serestas, os Choros, os Estudos para violão e as Cirandas para piano) seguiu-se um período "neobarroco", cujo carro-chefe foi a série de nove Bachianas brasileiras (1930-1945), para diversas formações instrumentais. Em sua obra prolífera, o maestro combinou indiferentemente todos os estilos e todos os gêneros, introduzindo sem hesitação materiais musicais tipicamente brasileiros em formas tomadas de empréstimo à música erudita ocidental. Procedimento que o levou a aproximar, numa mesma obra, Johann Sebastian Bach e os instrumentos mais exóticos.

Estilo

É possível encontrar na obra de Villa-Lobos preferências por alguns recursos estilísticos: combinações inusitadas de instrumentos, arcadas bem puxadas nas cordas, uso de percussão popular e imitação do cantos de pássaros. O maestro não defendeu nem se enquadrou em nenhum movimento, e continuou por muito tempo desconhecido do público no Brasil e atacado pelos críticos, dentre os quais Oscar Guanabarino. Também se encontra em sua obra uma forte presença de referências a temas do folclore brasileiro.

Reconhecimento

Não obstante as severas críticas, Villa-Lobos alcançou grande reconhecimento em nível nacional e internacional. Entre os títulos mais importantes que recebeu, está o de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Nova Iorque e o de fundador e primeiro presidente da Academia Brasileira de Música.O maestro foi retratado nos filmes Bachianas Brasileiras: Meu Nome É Villa-Lobos (1979), O Mandarim (1995) e Villa-Lobos - Uma Vida de Paixão (2000) , além de aparecer pessoalmente no filme da Disney, Alô, Amigos (1940), ao lado do próprio Walt Disney . Em 1986, Heitor Villa-Lobos teve sua efígie impressa nas notas de quinhentos cruzados.

Fonte: Wikipedia

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30