xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 13/11/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

13 novembro 2009

Deu na Economist - Postado por José Sales

The Economist é, sem dúvida, a mais importante revista do mundo nos dias de hoje. A mais prestigiosa. Seu número mais recente traz matéria de capa sobre o Brasil. A reportagem é extremamente bem apurada, sem elogios fáceis nem críticas infundadas. Sob o título “O Brasil decola” (Brazil takes off), a revista aponta as razões para o bom momento do Brasil: democracia, crescimento econômico, estabilidade monetária, inflação baixa e controlada.
(...)
Segundo a revista, o verdadeiro milagre foi o Plano Real, que propiciou a estabilização econômica, o controle da inflação e a adoção de metas de responsabilidade fiscal pelo governo federal e pelos estados.

Realmente, um dos grandes méritos do presidente Lula foi a manutenção do esforço de estabilidade iniciado por Fernando Henrique. Coisa rara no Brasil. Aqui a tradição é o governante que entra fazer terra arrasada das realizações do governo anterior e “reinventar a roda”.
Apesar do discurso da “herança maldita”, a prática do governo Lula foi a manutenção dos principais programas do governo anterior, rebatizando-os e ampliando-os.

Fonte: Blog Lucia Hippolito, replicado pelo Blog do Noblat

Comentário da postagem: Postado especialmente para atenção e leitura do colega José Nilton Mariano. Aguardo então, cordialmente, comentários e réplicas. Vamos ao debate.

PREPARAR O CRATO PARA O DESENVOLVIMENTO

PREPARAR O CRATO PARA O DESENVOLVIMENTO


A Região do Cariri vive um momento de visível dinamismo da sua economia com investimentos públicos e privados que geram oportunidades de emprego e circulação de mercadorias. Esse dinamismo poderá redundar no que os economistas chamam de ciclo virtuoso, atraindo para cá mais investimentos e maior crescimento da região.

Como as cidades da Região do Cariri vão participar desse processo? Caso cada uma delas que compõem a Região Metropolitana do Cariri não elaborem seus planos de estruturação para receber os investimentos e integrar-se ao desenvolvimento aguardado poderemos ver repetir-se o que ocorreu com a maioria das Regiões Metropolitanas: uma verdadeira explosão demográfica e a multiplicação dos problemas que a vida urbana moderna causaram.

Assim sendo, não há tempo a perder. Visando a integração metropolitana, as cidades terão que elaborar seus projetos a partir das suas potencialidades e voltados para um crescimento ordenado. Para essa integração, a rivalidade e a competição terão que dar lugar ao diálogo e à cooperação. Evidentemente que o planejamento regional não anula a necessidade de planejamento local. Esse diz respeito à infraestrutura que as cidades terão que dispor para receber os investimentos atraídos pelo dinamismo econômico e pelos diferenciais da região.

Quando falamos em infraestrutura estamos pensando em saneamento ambiental, vias públicas, energia e água. Aliado a tudo isso devem ser criados espaços públicos de lazer e adotada uma política de habitação que responda à demanda por moradia que os processos de desenvolvimento apresentam. Uma legislação para disciplinar a expansão urbana também é indispensável para conter os abusos e os crimes ambientais. Uma cidade assim organizada terá maiores oportunidades de ser escolhida como destino de empreendimentos, pessoas de negócios, estudantes e turistas.

Nas quatro áreas infraestruturais destacadas acima, o Crato apresenta deficiência. Uma delas é gritante e tende a se agigantar se não for cuidada urgentemente, que é a do saneamento ambiental. O Crato não dispõe de um sistema e coleta e tratamento de resíduos líquidos (esgoto) e desconhecemos projeto no âmbito da atual administração municipal para construir. O Prefeito Municipal deu declaração recentemente de que o município não tem condição de dar contrapartida de 5% ou 10% aos recursos disponíveis no Ministério das Cidades para a construção de esgotamento sanitário.

Essa fala do Prefeito é uma demonstração de que há necessidade da realização de um planejamento participativo da cidade para que a sociedade defina as prioridades dos investimentos municipais. Uma cidade que não dispõe de um ambiente saudável não tem como ofertar qualidade de vida aos seus habitantes nem aos que para ela se dirigem em busca de negócios, eventos ou turismo. Preparar o Crato para participar do desenvolvimento com equilíbrio social e ambiental é urgente.

Amadeu de Freitas.

MENSAGEM PARA VOCÊ REFLETIR !

A GENTE SE ACOSTUMA
Marina Colassanti

Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.A gente se acostuma a morar em apartamento de fundos e não ver vista que não sejam as janelas ao redor. E porque não tem vista logo se acostuma a não olhar para fora. E porque não olha para fora, logo se acostuma e não abrir de todo as cortinas. E porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, se esquece do sol, se esquece do ar, esquece da amplidão.A gente se acostuma a acordar sobressaltado porque está na hora. A tomar café correndo porque está atrasado. A ler o jornal no ônibus porque não pode perder tempo. A comer sanduíche porque não dá para almoçar. A sair do trabalho porque já é noite. A cochilar no ônibus porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.
A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E não aceitando as negociações de paz, aceitar ler todo dia de guerra, dos números, da longa duração.
A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: “hoje não posso ir”. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisa tanto ser visto.
A gente se acostuma a pagar por tudo o que se deseja e necessita. E a lutar para ganhar com que pagar. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagará mais. E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra.
A gente se acostuma a andar nas ruas e ver cartazes. A abrir as revistas e ler artigos. A ligar a televisão e assistir comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.
A gente se acostuma à poluição, às salas fechadas de ar condicionado e ao cheiro de cigarros. À luz artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam à luz natural. Às bactérias de água potável. À contaminação da água do mar. À morte lenta dos rios. Se acostuma a não ouvir passarinhos, a não ter galo de madrugada, a não colher fruta no pé, a não ter sequer uma planta por perto.
A gente se acostuma a coisas demais para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta lá.Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente só molha os pés e sua o resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito que fazer, a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem muito sono atrasado.
A gente se acostuma a não falar na aspereza para preservar a pele. Se acostuma para evitar sangramentos, para esquivar-se da faca e da baioneta, para poupar o peito.
A gente se acostuma para poupar a vida.
Que aos poucos se gasta, e que, de tanto acostumar, se perde de si mesma.
texto extraído do site: http://textos_legais.sites.uol.com.br/
Postado por Maria Otilia

Campanha pela volta do Zé Nilton Mariano !

haroldo e ze nilton mariano

Acima: Haroldo Ribeiro e do lado direito, Zé Nilton Mariano

O menino tá fazendo Pantim. Mas que diabos é pantim ? Pantim é birra. Pois o Zé Nilton Mariano embirou agora de "dar um tempo" nas postagens dele. Ora, se ele parar de escrever, como é que nós vamos poder debater as coisas ? Ele sempre faz o papel de um opositor invejável e educado. O tipo ideal, cheio de bom humor que não agride. Então, visando evitar que o homem que peitou e derrubou o presidente do BNB com um livro d~e um tempo no Blog, começo aqui essa campanha. Ele tá fazendo muito pantim. Já tem o couro grosso e sabe que precisamos dele.

Volta, Zé Nilton!
Volta, Zé Nilton!
Volta, Zé Nilton!

Abraços,
Somos seus amigos.

Dihelson Mendonça

Presentes de Natal - Promoção de CDs em Amiltom SOM


NE - É bom frisar, Amilton Som envia seus produtos pelos correios também. É a maior loja do cariri de CDs e DVDs e a única que possui o catálogo completo dos Artistas da Região.


Estamos nos aproximando do final do ano. Neste período de muitos festejos, inclusive o Natal, todos querem dar presentes. Pensando nisso AMILTON SOM , está com uma grande promoção. Evite deixar para ultima. Aproveite esta promoção:

CDS POR APENAS R$ 6,90

ELAS CANTAM DJAVAN
ELES CANTAM DJAVAN
O MELHOR DE EDU LOBO
MARIA RITA SEGUNDO CD DE CARREIRA
PERFIL DE JORGE VERCILO
PERFIL DE CIDADE NEGRA
PERFIL DE MARCELO D 2
NANNA CAYMMI
VARIOS TEMAS DE NOVELAS : NACIONAIS E INTERNACIONAIS
GUILHERME ARANTES NOVO CD
LEO JAIME NOVO CD
DANIELA MERCURY
DAVID DUARTE
ELYMAR SANTOS NOVO TRABALHO
FUNK BRASIL
FAFA DE BELEM
IVO PESSOA NOVO CD
JOSE AUGUSTO OS GRANDES SUCESSOS
JORGE BEN DISCO ANTIGO
KELLY KEY
LULU SANTOS
OS MUTANTES AO VIVO
PAULO RICARDO
XUXA LANÇAMENTO E AS MELHORES


RELAÇÃO DE CDS DOS NOSSOS ARTISTAS:

OS 3 CDS DE ABIDORAL JAMACARU
OS 2 CDS DE PACHELLY JAMACARU
DIHELSON MENDONÇA
CELIA DIAS
TODOS OS CDS DE JOSILSON LOBO, CRATENSE RADICADO EM BRASILIA
CICERO DE ASSARE
MARCOS MORENO
NACACUNDA
OS 2 CDS DE JOSE NILTON FIGUEIREDO
RIVOTRIL
EUGENIO LEANDRO
AUGUSTA COM REPERTORIO CLASSICOS
CARTA DE APOIO À CHAPA
“DEMOCRACIA E INDEPENDÊNCIA”
PARA A ELEIÇÃO DA OAB/CRATO

Crato CE, 11 de novembro de 2009.

Estimado colega Advogado Fabrício Callou,

É com serena satisfação e confiança no ambiente de renovação que desponta no horizonte institucional da nossa OAB/CRATO, que me apresento à disposição da vossa chapa “Democracia e Independência” em face das eleições vindouras. Estimado companheiro, você é a prova de que a experiência também se faz presente na militância dos jovens advogados, de modo a concretizar as qualidades desejáveis para qualquer representação democrática: a união da ‘força da juventude’ com a ‘experiência refinada’ que não decorre apenas do passar do tempo, mas desenvolvida através da reflexão e da prática qualitativa que é incessantemente renovadora.

Ser jovem é ser experiente em práticas atualizadas com o mundo do presente, e no rompimento com modelos institucionais estacionários. A nossa OAB/CRATO precisa justamente de realizações que, amiúde, exigem o ímpeto bravio dos jovens advogados. Ademais, os novos desafios da OAB já não são compatíveis com o que há de petrificado, justamente pelo lento e monótono decurso do tempo. Por certo, meu caro Dr. Fabrício, “o novo sempre vem” (!), e somente com esta predicação poderemos realizar, efetivamente, a experiência positiva que os colegas Advogados da nossa OAB/CRATO aguardam, há tempos.

Receba meu fraternal abraço, ao tempo em que me proponho a caminhar ao seu lado, em direção à nova OAB, que queremos, e que nos é possível.

Reno Feitosa Gondim
Advogado
OAB/CE 11.523

Agradecimento a AFAC - Associação dos Filhos e Amigos do Crato


Samuel e Monica Araripe 01

Gostaria de agradecer em meu nome, Mônica Araripe e de meu esposo Samuel Araripe, pelo convite e pela excelente acolhida que tivemos na feijoada da AFAC - Associação de Filhos e Amigos do Crato, que aconteceu no último dia 08 deste mês. E aproveito para parabenizar ao Wilton Dedê e os demais amigos e conterrâneos da AFAC pelo amor incondicional à nossa cidade e pelas demonstrações de carinho e respeito. Desejamos que essa associação possa crescer ainda mais para congregar todas as pessoas de bem que amam a nossa cidade e torcem de forma otimista por dias melhores. Esse é o nosso desejo e também nosso compromisso.

Um grande abraço a todos da AFAC.

Mônica e Samuel Araripe

( Texto oficial enviado por Mônica Araripe para Publicação )

Conversando com o Leitor - AMIZADES INTERESSEIRAS - Por: Dihelson Mendonça

Gente que Engoliu um Cego com Bacia e Tudo...

Uma das piores coisas que pode existir no mundo moderno, são as pessoas que se aproximam da gente, fingindo uma pretensa amizade ( que nem existe na prática ), ou buscando interagir com coleguismo, para se valer de nosso trabalho, nossa boa vontade, e nossas influências com outras pessoas para pedir favores. Nas repartições, isso é muito comum, bem como até no convívio familiar. Afinal de contas, nem todo irmão consanguíneo é um amigo, mas todo verdadeiro amigo, é um irmão que escolhemos na vida. Quanta gente não nos procura para pedir coisas ? Vou lhes dar uns exemplos pessoais. Exemplos do dia-a-dia, só para ilustrar esse fato pitoresco. Hoje em dia eu confesso que devo ter cara de Papai Noel, porque sou convocado ao portão na minha residência por pessoas que nunca vi na vida, que me trazem frases do tipo:

"Senhor Dihelson, o Senhor é a ÚNICA pessoa do Mundo capaz de resolver o MEU problema"

Reparem nas palavras grifadas: ÚNICA e as palavras MEU PROBLEMA. Essa pessoa não está interessada em resolver o seu problema. Ela está interessada em apenas resolver o SEU problema e dar as costas. Analisando isso aí, eu chego à conclusão que devo ser uma pessoa privilegiada. Porque fui escolhido entre bilhões de seres do planeta para parar de fazer os meus trabalhos a fim de resolver o problema daquela pessoa desconhecida e DE GRAÇA. Eis o desfecho:

"Sabe como é, né Seu Dihelson, nós estamos com um projeto ( Ih meu Deus , lá vem negócio de projeto de novo ), de fazer uma trilha sonora pra um filme. Agora tem um detalhe: Não temos um centavo sequer!"

"Sei. E eu que fui escolhido pra resolver o problema de vocês?"
"É."
"Vocês já procuraram outras pessoas pra resolver isso aí?"
"Já, mas eles estão todos ocupados trabalhando"
Dá vontade de dar essa resposta:
"Ah e eu tenho cara de vagabundo, e sou obrigado a trabalhar de graça, por acaso ?"

Quanta gente não nos procura:

"Sr. Dihelson, eu soube que o Senhor tem mais de 20.000 músicas gravadas".
"Mais ou menos. São CDs".
"E não daria pra você fazer lá uma seleção de uns 3 CDs pra mim, depois eu pego lá ?"
"Meu amigo, eu sou muito ocupado. Tenho meu trabalho, tem a Assessoria, tem o Blog..."
"Não, mas o senhor faz numa hora vaga..."
"Amigo, hora vaga pra mim é tão difícil. Nas horas vagas é quando eu vou dormir, fazer uma seleção dessas aí demora muito" ( De graça, logo, então ? )

E tem aqueles pedidos Esdrúxulos, o famoso:

TRÁFICO DE INFLUÊNCIAS

"Sr. Dihelson, eu soube que o Senhor agora trabalha na Assessoria de Imprensa e é muito amigo de Samuel Araripe..."
"Sim ?"
"Rapaz, será que não daria pra você falar com ele pra arrumar um emprego para o meu filho que tá desempregado ?"
"Meu amigo, isso não é possível. A prefeitura já tá é demitindo gente. E eu não vou usar da minha amizade para fazer tráfico de influência. Não é correto empregar pessoas dessa forma. Amizade é amizade. Não se aproveite dos amigos para conseguir favores!"
"Mas Dihelson, ele é formado, um menino bom... bla bla bla..."

Outra:

"Dihelson, você é amigo da Sra. Mônica Araripe?"
"Sou sim"
"Rapaz, sabe o que é? É que eu tenho aqui um ótimo projeto e estamos precisando de uma mãozinha, e..."
"Cara, por coincidência eu também tenho um Blog, o Blog do Crato e estou correndo atrás de Patrocínio em toda a cidade, de empresários, como é que eu vou te levar pra uma pessoa amiga minha pra tu dar uma facada?. Que tipo de amizade é essa de abarrotar os amigos pedindo favores?"
"Então, Sr. Dihelson, dá pra o Senhor mesmo me dá um Patrocíniozinho ?"

!!! ( quase caio de costas )

"Como, meu amigo, se até eu é que tô precisando de um patrocínio pra manter o Blog funcionando. Eu não acabei de lhe dizer?"

Mas, voltando ao nosso texto: Algumas pessoas confundem amizade com troca de favores. Isso é muito comum.

AMIZADE NÃO É MOEDA DE TROCA !

A cabeça de muitas pessoas funciona assim; Você faz um favor pra mim e eu retribuo. Então, somos amigos. Mas não deve ser assim nunca. "A" faz um favor a "C" através de "B" ?

Acho que a verdadeira amizade, embora seja pelos gostos comuns, pelas afinidades, nunca deve se valer do conhecimento e da influência das pessoas para que outros possam conseguir a realização de seus intentos pessoais. Quem desejar amizade de favores, de interesses, nunca vai ser feliz na vida. Amizades assim não duram. São como pólvora e fogo. O verdadeiro amigo é aquele que mesmo estando na precisão, evita até se possível, importunar o outro, ainda que o seu carro quebre às 03 da manhã em cima do viaduto dentro da favela. Claro, que o bom amigo, sabendo disso, fará tudo para ajudar a resolver o problema.

Infelizmente, no mundo de hoje, só aparecem pessoas batendo em nossa porta para PEDIR alguma coisa. Dificilmente aparece alguém ( mas existem, Graças a Deus! ), para dizer: "Rapaz, eu trouxe aqui um Patrocínio pra você" ou "Dihelson, eu passei aqui só pra lhe desejar um bom dia". É coisa rara. O Ser humano está cada vez mais individualista, egoísta, só pensa em resolver seus problemas. Dificilmente encontramos pessoas que realizam um trabalho de cunho social, que serve a toda uma comunidade, que ajuda os mais carentes, os mais humildes, os mais necessitados, mas quando aparece alguém assim, é uma dádiva de Deus. O mundo precisa de mais solidariedade, de mais carinho, de compaixão e de Amor. Vamos esquecer esse negócio de se aproveitar dos amigos pra pedir favores! Amigo mesmo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito, e dentro do Coração.

Sou muito grato a meus valorosos amigos de verdade. Aqueles em que a amizade não é nem nunca foi moeda de troca. Aqueles a quem a gente ama, e cuida. Que o pedir e o realizar, se fazem normalmente, não por um aproveitamento, mas pela interação, pela afinidade, e pelo Carinho. Amigo é para sempre. Eu tenho muita sorte de mesmo com tantos "conhecidos" ter tambem, GRANDES AMIGOS. E eu sei distinguir muito bem os verdadeiros e leis amigos dos meros conhecidos e pedidores de favores.

Abraços,

Dihelson Mendonça

Aquele abraço - Por: José Nilton Mariano Saraiva

Estamos dando um tempo em nossas postagens e comentários, aqui no blog (que merece parabéns, por ter atingido a estupenda marca de 2.000 acessos diários). Agradecemos ao Dihelson o espaço. Aqui em Fortaleza, dentro das nossas possibilidades, continuaremos à disposição.
Um abraço a todos.

José Nilton Mariano Saraiva

APAGÃO - Por: Francisco Ribeiro Mendes


O Nosso colaborador Francisco Mendes, de Brasília, nos enviou esse texto para publicação, que embora fale sobre esse tema que tanto já se debateu por aqui, não podemos deixar de publicar, até por uma questão de fazer justiça para com um colaborador que pouco escreve. Abraços.

APAGÃO

O governo Lula continua sem uma explicação convincente para o apagão que deixou o país às escuras. O ministro de Minas e Energia culpou as condições atmosféricas; o da Justiça entende que foi só um “micro incidente"; a Chefe da Casa Civil concluiu que blecaute é melhor que racionamento; o presidente do PT acredita num “incidente temporário"; e o presidente Lula garante que o problema foi técnico. Acidente ou incidente, a verdade é que o apagão foi causado por incompetência, falta de planejamento e imperícia de um governo que não tem compromisso e nem responsabilidade com a população nem com o país que governa. Em 2001, quando os malandros desse governo eram oposição, um jornal publicou uma carta minha com o título: Racionamento, cujo teor era o seguinte (Correio Braziliense, 20 de maio de 2001): “A comemoração do Deputado Genuíno e de outros por conta do racionamento de energia elétrica prova que a única preocupação dos políticos de oposição é com a popularidade do Presidente da República. Mas eles carregam a mesma responsabilidade pela incompetência de não terem feito nada para evitar esse erro grosseiro de planejamento. Não existe lado bom no racionamento. Mas, entre buscar uma solução e festejar um erro, eu prefiro a primeira. Como a oposição resolveria esse problema? Com a CUT, o MST, o PCC ou mandando o Lula a Cuba? A resposta está na atitude dos políticos que comemoram e faturam em cima de situações como essa porque não tem compromisso nem responsabilidade com o povo nem com a nação às escuras”. Aí está a resposta. As pessoas que, naquela época, faziam oposição assumiram o governo e continuam sem compromisso e sem responsabilidade com o país e com o povo. Pelas declarações acima se pode avaliar o estilo de governar desses ratos de esgoto que se passam por políticos e por estadistas. O governo Lula é uma guarida de malfeitores e de debochados, que antes de sentarem à mesa reclamavam da comida e agora, depois que tomaram conta da cozinha, todos de barriga cheia, não querem lavar os pratos que eles mesmos sujam.

Francisco Ribeiro Mendes
Brasília-DF

O APAGÃO MATERIAL E ESPIRITUAL - Por: Bernardo Melgaço

Nota do Blog do Crato: Como esse texto fala de espiritualidade, e não do recente apagão no Brasil, eu mesmo resolvi postar. Até porque o texto é muito belo e inspirador, do nosso colega Bernardo Melgaço.


Acredito que a vida guarda uma simetria e semelhança cosmológica e ontológica. Um mundo de fenômenos sutis e invisíveis acontece paralelo ao nosso mundo de fenômenos concretos e visíveis. E muitas das vezes não percebemos, ou seja, não vemos porque não temos ainda sensibilidade para tal. Quantos de nós já se deu conta de uma fonte de luz importante que existe interiormente desligada de nossa consciência? Uma multidão vive num apagão psicológico-espiritual! E por causa disso, não consegue ver e caminhar de forma consciente pelas avenidas, estradas, becos e ruas escuras ou mal iluminadas da realidade. É um transtorno individual e coletivo psico-espiritual. O apagão material é fácil de se perceber imediatamente porque pode ser observado no instante em que acontece. Os sinais estão no contexto social e energético em que vivemos, e dependemos dessa energia que nos é familiar. É o gás que falta; é a lâmpada que não acende; é o televisor que não funciona; é o computador que não liga etc. Nos identificamos com essa energia-tecnologia e pagamos pelo seu uso. E quando tudo deixa de funcionar de uma vez só percebemos que foi um apagão, algo que aconteceu de forma geral em quase todos os lugares em que habitamos e convivemos. E logo queremos uma explicação racional dos motivos ou causas que fizeram acontecer o apagão indesejável. No apagão mais recente as autoridades alegaram interferência atmosférica: um raio atingiu um ponto crucial da malha de distribuição elétrica!!! (????) Outros, por sua vez dirão que tem algo mais que não querem trazer à luz os fatos verdadeiros: falta de investimento no setor de gestão da mega-rede elétrica interligada. E assim, comissões de políticos se formam para debater e cobrar uma verdade mais convincente e real. Todos querem a verdade sobre o apagão material! Pois, o prejuízo material-econômico é imenso: perdas de produção na indústria, acidentes nas estradas e cruzamentos, assaltos, cirurgias que são afetadas, indivíduos que sofrem por falha de instrumentos que garantem a sua sobrevivência, bancos que não permitem a retirada do dinheiro etc. O caos!


E o apagão espiritual? Os sinais dele estão no comportamento dos indivíduos em suas atitudes cotidianas. É o consumo de drogas em geral; a violência gratuita; a banalização da vida; o desrespeito aos valores fundamentais-sagrados; a desigualdade e injustiça social; a riqueza concentrada nas mãos de poucos; os muros e cercas que isolam consciências e acirram disputas por mercados ou poder (político ou econômico) ; a corrupção como cultura do mais “esperto” do que o outro; a exploração do trabalho socialmente necessário em detrimento do trabalho espiritual (pessoalmente imprescindível); a massificação de propagandas persuasivas negando ou retirando a oportunidade do outro pensar, decidir e agir por sua própria consciência; a tecnologia que serve para escravizar a mente humana; a aceleração do ritmo de produção e consumo ad infinitum; a destruição e poluição do ecossistema; a exploração dos recursos naturais de forma desequilibrada e desenfreada; a perda da idéia primeira da hierarquia dos processos sutis internos e externos da natureza. É, portanto, a alienação de uma civilização dita “moderna” que mais exclui do que inclui. É a miséria interior em cada um de nós. Pois, 2/3 da humanidade não tem a oportunidade de viver dignamente como seres humanos normais. Uma boa parte da nossa população vive como animal defendendo sua propriedade e ganho material-econômico com unhas e dentes enquanto ao lado alguém sofre e precisa de uma ajuda solidária: uma palavra amiga, um pedaço de chão irmão, um prato de comida saudável, uma oportunidade de trabalho justo etc.


O apagão espiritual é, portanto, a ausência de uma consciência solidária, amorosa e holística. Infelizmente o apagão espiritual continuará porque ainda só enxergamos o apagão material-econômico. Todo nosso viver é para assegurar a luz dos valores materiais-econômicos. Enquanto isso, o caos da escuridão interior ocorre ferozmente destruindo psiques e consciências em desenvolvimento. Nossa civilização está se desabando e escurecendo por falta de luz-consciência-de-si. Hoje, precisamos mais de luz-ontologia do que de luz-tecnologia; mais de homens conscientes do que animais racionais; mais gentileza no agir do que retórica no discursar; mais verdades profundas do que conhecimentos que não falam a língua do Espírito que habita o mundo interior humano. Falta, portanto, a presença de uma super-consciência universal, holística, ética, equilibrada e fraterna em cada mundo individual humano. Sem isso, poderemos até iluminar o planeta todo com luz eletromagnética, mas com certeza escureceremos o mundo interior fazendo com que deixemos de enxergar a fonte de todas as energias e verdades .

Infelizmente nos tornaremos cada vez mais cercados de escuridão, destruição, ignorância de si e infelicidade!

Por: Bernardo Melgaço da Silva

PSOL formará comissão para iniciar diálogo com Marina Silva

A Executiva Nacional do PSOL, reunida nesta tarde de quinta-feira, em Brasília, deliberou por formalizar um processo de negociação com a pré-candidatura da senadora Marina Silva (PV) à Presidência da República.

O PSOL, segundo membros da executiva estadual do partido, formou uma comissão com membros da bancada do partido no Congresso Nacional e por membros da executiva nacional para iniciar o diálogo.
(Também Com Agências)

Postagem: Océlio Teixeira de Souza
Fonte: Blog do Eliomar

Frases do dia!

Otimismo contagioso
"Ser otimista é um dom contagioso que se espalha rapidamente pelo meio ambiente em que vivemos. Em uma equipe de trabalho o otimista sempre se destaca por estar a frente e acreditar na força da equipe.
Luís Alves

A vitória do otimista
"A primeira e melhor vitória é conquistar a si mesmo
Platão

Bons sentimentos
"Não é a força, mas a constância dos bons sentimentos que conduz os homens à felicidade. Friedrich Nietzsche

Um final de semana maravilho e com otimismo.

Mônica Araripe

Pensamento do Dia II - Dedicado a LULA


Antes:




Depois:

Progresso e componente político – por Armando Lopes Rafael



Componente” – define os dicionários – é um adjetivo e substantivo de dois gêneros. Significa: “Que ou quem ou aquilo que entra na composição de algo”. Já “Político”, como adjetivo significa: “Da, ou próprio da política; Que trata ou se ocupa de política; Cortês, polido; Astuto, hábil; e como substantivo poderia ser definido como: “Indivíduo que exerce ou procura exercer a política”.
Tudo isso para, corriqueiramente, “Componente Político” seja entendido como a “injunção da classe política em determinada assunto ou determinada coisa”. Bom seria se todos colocassem em prática as palavras de Cristo: “Que vossa linguagem seja sim, sim, não, não, pois tudo o que passar disso vem do maligno” (cfe. Mateus 5, 37).
Vá lá. Um “Cratense da gema” e “intelectual” (este Blog contaria pelo menos com três intelectuais, consoante sábia avaliação de renomado economista que tem o umbigo plantado no litoral fortalezense: ele próprio e mais dois “monstros sagrados”, também, coincidentemente portadores do honrado nome de “Zé”) considera que o progresso da vizinha cidade de Juazeiro do Norte se deve unicamente ao “componente político”.
Não serei eu a negar que uma representação política possa influir na captação de investimentos materiais.
Mas – e perdoem a minha ignorância – discordo dos racionalistas-marxistas-positivistas, defensores de que o progresso se resume ao material, este decorrente dos avanços técnico-científicos que vislumbram o futuro da humanidade dentre dos “limites da temporalidade”.
Não há como negar que, para a maioria das pessoas nos dias atuais, o progresso só significa mais indústrias, mais comércio, mais empregos. Progresso este que gera mais fumaça, mais lixo, mais esgoto, mais poluição, mais morte e menos vida. Creio ter direito de questionar se isso é realmente progresso, já que o conceito é tomado como referência apenas nas questões técnicas e econômicas.
Fico extasiado quando vejo – na Internet – cidades da Noruega, Suécia, Holanda, Bélgica, onde a população tem elevado índice de desenvolvimento humano (IDH), e isso inclui: segurança, excelente educação e saúde públicas, confiança nas suas autoridades, empresas agrícolas produzindo sem temor de invasão de baderneiros, ausência de: trombadinhas e “guardadores de carros” tomando conta das ruas; de filas de aposentados – expostos ao sol e á chuva – nas calçadas dos bancos e tantos outros males que observamos nas cidades brasileiras.
Não resisto, ao final, de citar um escritor ateu, marxista – alvo da admiração da mentalidade hedonista dos dias atuais – José Saramago, que afirmou: “O único progresso verdadeiro é o progresso moral. O resto é simplesmente ter mais ou menos bens”.

Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Consumo e consumismo: diferenças, necessidades e reflexões - Por: Fonte: Marcus Facciollo


Duas palavras com a mesma raiz, muito semelhantes, mas com significados, implicações nas vidas das pessoas e motivos muito diferentes. Consumo é alguém adquirir, aproveitar bens, produtos, para satisfazer reais necessidades. Consumimos água e alimentos para podermos sobreviver. Comprar roupas é uma atividade de consumo motivada por uma necessidade real, precisamos nos vestir para vivermos numa sociedade que não aceita a nudez no dia a dia, também para agasalhar nossos corpos do frio, da chuva. Consumimos energia elétrica para que tenhamos uma série de confortos em nossas casas, ambientes de trabalho, mesmo porque hoje em dia é quase inimaginável nossa sociedade funcionando sem energia elétrica. Ou seja, o consumo se baseia em necessidades primordiais para o homem e para a sociedade na qual vive (o que pode variar de pessoa para pessoa, de sociedade para sociedade, porém). Até aqui, vemos que o consumo é uma atividade vital.

O consumismo, por outro lado, é o ato, ou hábito, de adquirir produtos em geral supérfluos sem que haja necessidade real, de maneira muitas vezes compulsiva, gerando até mesmo problemas financeiros para as pessoas, que desviam parte do dinheiro que seria empregado para fins mais necessários para compras sem necessidade. Há quem chegue a graus extremos de consumismo, comprando montes de coisas sem nem saber o que são, para que servem, e depois se arrependem ao ver que perderam dinheiro e criaram dificuldades financeiras para elas mesmas, por vezes sentem-se culpadas, mas não conseguem evitar que essas atitudes consumistas e negativas se repitam. Mesmo sem falar de casos extremos, as atitudes consumistas não costumam levar a fim positivo nenhum. Compra-se por comprar, não se satisfaz de verdade necessidade alguma, mesmo que temporariamente isso pareça acontecer. Em nossa sociedade atual, o consumismo é incentivado pelas empresas, na mídia, mesmo os indivíduos passam a achar que é "correto", necessário até. Muitos o entendem como sinal de status, de riqueza, de estar "antenado" com as novidades do mercado.

Outros consomem vorazmente para gerar uma (falsa e transitória) sensação de bem-estar interior, como se fosse urgente, vital comprar algo para se sentirem em paz, ou mais felizes. Que uma "shopping-terapia" às vezes faz bem não se pode negar. Você se dar um presente quando está triste, ou quando quer se fazer um agrado, ou a outra pessoa, por achar que merece, isso é válido e melhora o astral, sim. Mas quando a "shopping-terapia" é frequente, útil para preencher um vazio interior que não se entende ou amainar uma dor, uma necessidade gritante, é hora de parar e refletir, procurando entender o que acontece. Muito diferente do "luxo útil" que já citei em outro artigo, o consumismo desenfreado é mais um sinal de alerta do que de satisfação de uma necessidade verdadeira. Por que alguém se deixa levar pela mídia, por exemplo, e passar a ser uma pessoa consumista, que acha que estará e/ou será melhor se trocar de celular a cada 6 meses, ou todo ano comprar um carro novo, toda semana comprar uma peça de roupa nova...? Será que faltam alguns valores e certezas internos nessa pessoa, do tipo "meu valor e qualidade como pessoa não se medem pelo que tenho, mas pelo que sou de verdade"? Talvez sim. Talvez a pessoa esteja confusa e ache que o consumismo é a atitude certa em nosso mundo atual, já que ela é bombardeada por mensagens para que compre, compre, compre... Talvez tenha atitudes consumistas (consciente ou inconscientemente) para se sentir aceita num grupo, ou demonstrar estar num "nível superior" perante outros e "levantar" uma autoestima comprometida.

Ou, como já dito, tem no consumismo uma "solução" (paliativa, temporária) para seus problemas, usa-o para esquecê-los. Só que, como já dito, o bem-estar gerado por tais atitudes, se existe, é efêmero. Os motivos que levaram a pessoa a comprar e comprar não desaparecem, e aí ela permanece nessa roda-viva de compras, gastos, permanência de insatisfações, compras, gastos... Quando a gente se percebe consumista, e isso gera um mal-estar, pode pintar uma culpa por nossas atitudes. Mas, menos culpa e mais ação. O que já foi feito, passou. Importante daí para frente é tentar entender o que motiva as atitudes, olhar para dentro de nós e avaliar o que acontece. Isso é um processo de autoconhecimento, de redescoberta do eu e de seus valores sinceros. Só assim poderemos encontrar e resolver os conceitos distorcidos que temos, a desorientação que nos acomete, os problemas de autoestima que porventura existam. Poderemos valorizar o que realmente importa, fortalecer-nos internamente e perante mensagens deturpadas externas e internas, fortalecer nossas ideias construtivas, abandonar falsos conceitos. Crer realmente que a satisfação e o bem-estar verdadeiros vêm do SER, e não do TER ou do PARECER.
Fonte: Marcus Facciollo

Sobre o Autor: Desde 1994, vem investindo no crescimento pessoal, autoconhecimento e melhor entendimento da vida e do ser humano, seja por meio de cursos (como os da Fundação ACL) ou de (auto)análise. Desde criança, tem vocação para escrever e para o mundo das letras, área na qual é formado. Trabalha atualmente como revisor de textos e publica textos de sua autoria nas áreas de comportamento humano, relacionamentos e autoconhecimento. Autor, com Sérgio Fernandes, do livro "A vida pode ser mais leve - conheça-se e seja mais feliz": www.avidapodesermaisleve.com.br

Novo método de cálculo quase quadruplica número de mortos por gripe suína nos EUA


A nova gripe causou 3.900 mortes nos Estados Unidos nos últimos seis meses, 540 delas entre crianças, informa um novo sistema de cálculo anunciado nesta quinta-feira pelo governo e que quase quadruplica a quantidade de vítimas de que se tinha notícia até agora. Os novos números do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, em inglês) assinalam que, desde que se detectou o surto do vírus em abril até 17 de outubro, 22 milhões de americanos contraíram a doença, 98 mil foram hospitalizados e quase quatro mil morreram. Esses dados contrastam com o número de mortes confirmadas pelo CDC na sexta-feira passada, quando se estimou que não mais de mil pessoas tinham sido mortas pelo vírus, entre elas 129 crianças.

O salto nas estimativas se deve, segundo a diretora do Centro de Doenças Respiratórias do CDC, Anne Schuchat, à implantação de um "sistema de apuração mais preciso", que vai além de uma simples contabilização dos casos confirmados por laboratório. Em coletiva de imprensa, Schuchat ressaltou que os números não representam um "agravamento repentino" da pandemia, mas são "fruto de um prolongado esforço das autoridades de saúde para refletir como a doença realmente afeta o país". A funcionária do CDC também comentou a situação do programa de vacinação nos EUA e assegurou que hoje a agência tem 41,6 milhões de doses disponíveis para que os estados solicitem. No entanto, Schuchat reconheceu que o processo de distribuição está sendo "mais lento que o esperado" e que as oito milhões de doses que esperavam entregar nos centros autorizados esta semana "provavelmente não chegarão a tempo".

A especialista destacou que o panorama de casos e mortes desenhado hoje pela agência se limita a seis meses, e que a situação "provavelmente piorará" entre dezembro e maio.

Fonte: EFE
Estive na querida cidade de Crato na última segunda-feira, dia 9. Atendi convite do prezado Joelmir Pinho do Instituto Focos para ministrar uma Oficina sobre Rádio para integrantes do Grêmio e líderes de classes da Escola de Ensino Fundamental Teodorico Teles. A direção da Escola que tem à frente o professor Montinne conseguiu adquirir equipamentos e montou uma boa estrutura para promover mais interação entre seus alunos através da comunicação.

Vi uma turma bem esforçada e interessada que coletou dados para formar a programação dos 20 minutos diários de cada recreio com destaque para música regional, utilidade pública e prestação de serviço na escola. A professora Tânia esteve conosco durante a oficina e publicamente agradeço a sua receptividade e parabenizo pelo carinho e atenção com os alunos.

Objetivei auxiliar um pouco na formação da opinião dos jovens estudantes sobre o que é a comunicação radiofônica e sua importância no contexto social podendo adequá-la para o projeto da escola. A turma ficou ouvindo atentamente sobre a história do rádio, ética profissional, linguagem radiofônica, produção de programas, locução, gêneros e formatos, entrevistas, notícias, comentários, spots, vinhetas, gestão de emissoras, exercícios para se falar bem no rádio, dentre outros temas.

Fiquei na expectativa de ter estimulado o pensamento crítico da turma e ressalto como das mais importantes a iniciativa da direção da unidade escolar em dar voz e vez às moças e rapazes, as crianças para quem sabe, através do rádio atuar com um espaço construindo a cidadania.

Publicamente faço um pedido ao companheiro Dihelson Mendonça, competente editor do Blog do Crato e idealista da excepcional Rádio Chapada do Araripe Internet. É que a turma está devidamente orientada para divulgar músicas de qualidade com destaque para a mais pura musica regional. Ficaríamos gratos se repassasse parte do acervo de sua rádio para tocar durante a programação da Rádio da Escola Teodorico Teles.

Com a turma que participou da oficina

Joemir Pinho, este blogger e a professora Tânia

O Expresso Mundo está chegando


Começa hoje a 11ª Mostra SESC Cariri de Cultura. E hoje também estou abrindo o bar-café "Expresso Mundo", na antiga estação ferroviária do Crato (RFFSA). Um local de alegria, abraços, beijos, paquera, emoções, bate-papo, boa música, encontros, leitura, cultura, despedidas, amizades, amores, e de muitas emoções.
Entre nesse expresso e viva mundos diferentes.
Expresso Mundo, onde todo mundo se expressa.

Estados Unidos decidem investigar Edir Macedo por estelionato, diz TV


Promotores de Justiça dos Estados Unidos decidiram investigar o bispo Edir Macedo e mais nove representantes da Igreja Universal do Reino de Deus por estelionato, desvio de recursos e de lavagem de dinheiro em território norte-ameircano, segundo reportagem divulgada nesta quinta-feira o "Jornal Nacional", da TV Globo. Segundo a reportagem, a investigação será realizada por promotores de Justiça de Nova York que firmaram um acordo de cooperação com autoridades brasileiras para este caso específico. O acordo pede a quebra de sigilo de contas bancárias ligadas à Igreja Universal. O pedido de investigação partiu do Ministério Público de São Paulo, que denunciou Macedo e outros integrantes da igreja por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Ao "Jornal Nacional", o advogado Arthur Lavigne, que representa Edir Macedo e a própria igreja disse que não tem conhecimento da cooperação entre autoridades brasileiras e americanas. Ele afirmou ainda que está tranquilo diante das investigações nos Estados Unidos.

Denúncia

Em agosto deste ano, a Justiça acatou denúncia do Ministério Público de São Paulo e abriu ação criminal contra Edir Macedo e outros nove integrantes da Igreja Universal sob a acusação de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. O Ministério Público de São Paulo acusa Edir Macedo e os demais envolvidos de há cerca de 10 anos se utilizar da Igreja Universal para a prática de fraudes em detrimento da própria igreja e de inúmeros fiéis. A defesa da igreja nega as acusações. A investigação mostra que, somando transferências atípicas e depósitos bancários feitos por pessoas ligadas à Universal, o volume financeiro da igreja de março de 2001 a março de 2008 foi de R$ 8 bilhões, segundo informações do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), órgão do Ministério da Fazenda. A movimentação suspeita da Universal somou R$ 4 bilhões de 2003 a 2008. Os recursos teriam servido para comprar emissoras de TV e rádio, financeiras e agência de turismo e jatinhos.

Fonte: Folha OnLine

Presidente da FECOMERCIO, Luiz Gastão Bittencourt recebe hoje o Título de Cidadão Cratense


O Presidente da FECOMERCIO, e um dos Idealizadores da Mostra SESC , será agraciado hoje, dia 13, nas festividades de lançamento da XI Mostra SESC Cariri de Cultura, com o título de Cidadão Cratense. O evento acontecerá às 19:00 no Largo da RFFSA/ Centro Cultural do Araripe. Por sua extensa biografia de serviços dedicados à Cultura, e sempre privilegiando oa cidade do Crato, é título bastante merecido. A mostra SESC começará pela cidade do Crato, por entender-se que aqui é o berço da cultura Caririense.

Luiz Gastão Bittencourt da Silva, 47 anos, é presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará, dos Conselhos do SESC e do SENAC e do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (Ipdc), entidades que compõem o Sistema Fecomércio-Ce. É empresário do setor de serviços de asseio, conservação, segurança e administração presidiária. No âmbito nacional, é Diretor da Confederação Nacional do Comércio (CNC) e membro dos Conselhos da FENAVIST, FEBRAC, SEBRAE e dos Conselhos Nacionais do SESC e do SENAC.

Em 1999 recebeu a comenda de Chanceler da Ordem do Comércio, concedida pela CNC, sendo homenageado nesse mesmo ano com a medalha Jovem Mentalidade Empresarial pela Associação dos Jovens Empresários (AJE). Em 2005 recebeu o título de Cidadão Cearense, honraria concedida pela Assembléia Legislativa do Estado do Ceará. À frente do Sistema Fecomércio-CE, Luiz Gastão Bittencourt implementou uma gestão moderna e eficiente. São mais de 40 mil profissionais qualificados por ano pelo Senac em mais de 700 opções de cursos de capacitação, aperfeiçoamento e técnicos, tais como: Turismo, Hotelaria, Gastronomia e Lazer, Informática e Telecomunicações, Conservação e Zeladoria, Design, Moda, Artes, Comunicação Social e Idiomas, entre outros. Além de 13 mil alunos matriculados nas escolas do Sesc, nas áreas de educação infantil, ensino fundamental, educação de jovens e adultos, formação de professores. Saúde e esporte também se destacam em quantidade de ações e número de beneficiados. Na área da saúde bucal mais de 20 mil pessoas utilizam os serviços médico-odontológicos do Sesc.

Na área cultural a administração de Luiz Gastão Bittencourt permitiu o incremento do acervo das 22 bibliotecas do Sistema Fecomércio-Ce para mais de 100 mil livros, popularizando o acesso à leitura para a população de baixa renda. A ampliação do acervo permitiu que mais de 555 mil consultas e empréstimos fossem feitos nas bibliotecas da instituição apenas em um ano. Implantou o Bibliosesc, uma biblioteca itinerante com mais de 19 mil títulos que permite o acesso e o estímulo à leitura.

É responsável pela gestão dos palcos mais democráticos do Ceará, como o Teatro Sesc Emiliano Queiroz, o Sesc Senac Iracema e o Teatro Patativa do Assaré e impediu o fechamento do Cine São Luiz, tornando-o Centro Cultural Sesc Luiz Severiano Ribeiro. Ao longo de sua gestão já foram realizadas 2.800 apresentações artísticas, 260 exposições de arte e mais de 100 cursos de desenvolvimento artístico e cultural. Foi idealizador do programa Mesa Brasil Sesc no Ceará, responsável pela arrecadação de 277 toneladas de alimentos por mês, o que já beneficiou mais de 200 mil pessoas em todo o Estado.

Foto: Cláudio Pedroso

O Idiota e a Moeda - Autor Desconhecido - Texto enviado por Gabriella Federico


Conta-se que numa cidade do interior um grupo de pessoas se divertia com o idiota da aldeia. Um pobre coitado, de pouca inteligência, vivia de pequenos biscates e esmolas. Diariamente eles chamavam o idiota ao bar onde se reuniam e ofereciam a ele a escolha entre duas moedas: uma grande de 400 RÉIS e outra menor de 2.000 RÉIS. Ele sempre escolhia a maior e menos valiosa, o que era motivo de risos para todos. Certo dia, um dos membros do grupo chamou-o e lhe perguntou se ainda não havia percebido que a moeda maior valia menos ?

- Eu sei, respondeu o tolo. Ela vale cinco vezes menos, mas no dia que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e não vou mais ganhar minha moeda. Pode-se tirar várias conclusões dessa pequena narrativa.

A primeira: Quem parece idiota, nem sempre é.
A segunda: Quais eram os verdadeiros idiotas da história?
A terceira: Se você for ganancioso, acaba estragando sua fonte de renda.
Mas a conclusão mais interessante é: A percepção de que podemos estar
bem, mesmo quando os outros não têm uma boa opinião a nosso respeito.
Portanto, o que importa não é o que pensam de nós, mas sim, quem realmente somos.
O maior prazer de um homem inteligente é bancar o idiota diante de um
idiota que banca o inteligente.
Preocupe-se mais com sua consciência do que com sua reputação. Porque
sua consciência é o que você é, e sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam? é problema deles.

Texto enviado por Gabriella Federico

Pensamentos do Dia I - 13 de Novembro de 2009


"O homem é definido como um ser que evolui, como o animal é imaturo por excelência."
Friedrich Nietzsche

"Creio no riso e nas lágrimas como antídotos contra o ódio e o terror."

Charles Chaplin

"O homem superior atribui a culpa a si próprio; o homem comum aos outros."
Confúcio

"O próprio sábio cora das suas palavras, quando elas surpreendem as suas ações."

Sócrates

"Quando todo o mundo é corcunda, o belo porte torna-se a monstruosidade."

Honoré de Balzac

Notícias do Crato para o Dia 13 de Novembro de 2009



A arte abre as portas para o Cariri - 11ª Mostra SESC Cariri de Cultura será aberta hoje

Com a presença de mais de 600 artistas, 11 países e um público estimado em mais de 300 mil pessoas, será aberta oficialmente hoje, em Crato, para todo o Cariri, a 11ª Edição da Mostra SESC Cariri de Cultura. A solenidade acontece no Centro Cultural do Araripe, a partir das 19 horas e toda a população é convidada a participar do evento. Na ocasião, o presidente da Fecomércio, Luís Gastão Bittencourt receberá o título de Cidadão Cratense, aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal do Crato, em reconhecimento aos benefícios que o Sistema Fecomércio tem desenvolvido na região do Cariri. A entrega da homenagem acontece no auditório do Centro Cultural, onde, em seguida, será realizada uma coletiva com a imprensa, numa entrevista concedida por Luís Gastão.

A Mostra SESC Cariri de Cultura a cada ano vem tendo crescimento na região, envolvendo mais artistas e a sociedade, num grande congraçamento da cultura. Vários setores são beneficiados com o evento. Os hotéis, principalmente das cidades de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha ficam lotados, restaurantes, as noites caririenses ficam mais movimentadas, proporcionando também aquecimento da economia regional. O resultado de uma grande mobilização que acontece durante o ano todo, por vários profissionais, fará parte de apresentações artísticas em seus mais diversos contextos, de 13 a 26 de novembro, no Cariri e em Fortaleza, promovendo a integração cultural e a troca de experiências em seus mais diversos níveis. A solenidade contará com a presença de diversas autoridades convidadas, a exemplo dos vereadores, o prefeito da cidade, Samuel Araripe e secretários. A abertura será feita por Luís Gastão. Em seguida serão realizadas apresentações culturais. O Centro Cultural do Araripe é um dos palcos do Cariri onde serão apresentados espetáculos artísticos, que durante a mostra se revelam nas artes cênicas, visuais, literatura, música, audiovisual e até excursões gastronômicas, além de passeios, debates e oficinas. Entre os artistas internacionais que desembarcam no Cariri estão representantes de Cuba e da Finlândia.

Todo esse público acompanha os espetáculos nos espaços localizados em quatro pólos; nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha e Nova Olinda. Durante a mostra, o Circuito Patativa do Assaré vai levar apresentações itinerantes para outros 11 municípios. E, a partir do dia 21 de novembro, o Cariri chega em Fortaleza, onde ocorrem espetáculos para todos os públicos. Enquanto a mostra estiver no Cariri, as apresentações vão se concentrar em locais como o SESC Crato; o Centro Cultural Araripe; a Praça da Sé; o Teatro Municipal de Crato; o SENAC Crato; o Crato Tênis Clube; o Memorial Padre Cícero, o Largo do Memorial, a Praça Padre Cícero; a Praça Central de Barbalha; o Teatro Neroly; a Escola de Artes Reitora Violeta Arraes Gervaiseau e o Teatro Violeta Arraes. Os artistas que participam da mostra, entretanto, também descem do palco, transformando o público em parte do espetáculo.

Projeto para asfaltamento da estrada de Santa Fé aguarda sinalização positiva do governador

O Prefeito do Crato, Samuel Araripe, continua aguardando uma resposta do Governo do Estado, em relação ao projeto de asfaltamento da estrada de Santa Fé, um percurso de cerca de 15 quilômetros, que vem necessitando de novo asfaltamento de forma urgente. O prefeito contratou uma equipe de técnicos para desenvolver o projeto para o asfaltamento, incluindo vários detalhes, priorizando a segurança e a qualidade dos serviços. O projeto avaliado em R$ 4,2 milhões foi entregue no começo de setembro pelo próprio prefeito ao Secretário de Infra-Estrutura do Estado do Ceará, Adahil Fontenele, que garantiu examinar. A entrega do documento aconteceu durante o Governo Itinerante de Cid Gomes, em Crato. Samuel Araripe explica que um projeto desse porte só pode ser feito com parcerias do Governo do Estado e Governo Federal. O prefeito destaca a sua preocupação em dar andamento à obra já bastante reivindicada pela comunidade do Distrito de Santa Fé, mas, ao mesmo tempo afirma que está confiante na resposta positiva do Governador em relação a esse projeto. Além desse projeto, também foi entregue em mãos do Governador e do Secretário de Desenvolvimento Agrário, Camilo Santana, o projeto de reestruturação do Parque de Exposições Pedro Felício Cavalcante, desenvolvido por meio da administração municipal. A idéia é dotar o parque de uma infra-estrutura moderna que venha atender as atuais necessidades da população e dos turistas, tendo em vista o desenvolvimento da festa em mais de cinco décadas. Até o momento não houve manifestação quanto a esse projeto de modernização para o Parque.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

BlogLivros: Revolução feminista reduz procura por prostitutas, afirma "Superfreakonomics"

A revolução feminista ajudou a reduzir a procura por prostitutas nos últimos 60 anos, sustenta o recém-lançado "Superfreakonomics". Motivo citado pelo livro: a prostituição, com todo setor da economia, está vulnerável à competição.

"Quem impõe maior concorrência às prostitutas? A resposta é óbvia: qualquer mulher que esteja disposta a fazer sexo com um homem de graça", cita a nova obra de Steven Levitt e Stephen Dubner. No capítulo "Por que Prostituta de Rua é Como Papai-Noel de Shopping?", os autores apresentam uma radiografia da prostituição em Chicago, reduto do presidente Barack Obama, comparando com dados e teorias sobre o mercado de trabalho. Há curiosidades estatísticas, como se espera da sequência do best-seller "Freakonomics". A sexta-feira é o dia mais movimentado para as prostitutas, mas elas ganham mais no sábado. Isso ocorreu que os serviços requisitados na sexta-feira (como sexo oral e estimulação manual) são mais baratos. "Superfreakonomics" relata que o sexo anal custa US$ 94, acima do vaginal (US$ 80). Só a estimulação manual do pênis sai por US$ 26, enquanto o sexo oral custa US$ 37. O livro investiga por que o sexo oral custa menos que a metade do sexo vaginal. A explicação é que envolve custos menores, elimina a possibilidade de gravidez e reduz o risco de doenças. A exemplo de outros setores da economia, as prostitutas também adotam a prática da "discriminação de preços". Os autores descobriram que elas dão descontos nos preços para negros: US$ 9 a menos por serviço do que o valor cobrado dos brancos.

O sexo oral é o carro-chefe do mercado das prostitutas: representa 55% dos serviços. Em seguida, aparece o sexo vaginal (17%), estimulação manual (15%), sexo anal (9%) e outras práticas (4%). Ao contrário do que se imagina, a prostituta agenciada por cafetão ganha mais, segundo o livro. Isso ocorre porque ele consegue mais clientes para ela, na comparação de uma garota que trabalha sozinha na rua. Diversificar o trabalho para ganhar trocado extra é também uma realidade. Os autores contam a história de uma mulher de 29 anos. Ela se prostitui na rua, mas também fatura com outros serviços: é olheira de uma gangue de drogas, cabeleireira e ladra de lojas. E por que prostituta de rua é como Papai-Noel de shopping, como diz o nome do capítulo?

"A resposta é óbvia: ambos exploram oportunidades de trabalho temporário, resultantes de picos de demanda esporádicos", escrevem os autores.

"Superfreakonomics"
Autor: Steven D. Levitt e Stephen J. Dubner
Páginas: 272
Quanto: R$ 66,90
Onde comprar: 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

BlogHumor: Os Homens Mais Poderosos do Planeta

33 Lugar: Lula


37 Lugar: Bin Laden


Hitler, cadê você, meu filho ?

Um doutor atendimento - Por: Jean Oliveira

Desde que comecei minha carreira de vendas e a participar de rodas, palestras e treinamentos da área, ouvia as histórias contadas com orgulho que um vendedor é um profissional completo, pois teria que ser um misto das outras profissões; dizia-se que todo bom vendedor teria um pouco de comunicador, jornalista, bombeiro, mágico, ator, psicólogo, advogado, sobretudo que o vendedor para ser campeão deveria agir da mesma forma que um médico age em seu consultório, com calma, escutando do seu paciente todas as queixas para com eficiência fazer o diagnostico correto e só após isso receitar a melhor solução para o problema. Estes últimos são os melhores em desenvolver a empatia, uma das principais qualidades para o vendedor de sucesso.

Alguns dos vendedores, que internalizavam esta idéia e que agiam conforme os médicos estão até hoje brilhando em suas carreiras, a profissão de vendedor está cada vez mais sendo respeitada e apreciada e atualmente, não existe lugar nas grandes empresas, para vendedores sem formação ou para os não-especialistas, principalmente porque estes profissionais além de defenderem uma empresa em particular, ou várias, se vêem como uma própria empresa ambulante. Fazem parte do time do “Vendedor S.A”.

Retornando aos médicos, nota-se que atualmente aumenta a insatisfação da população, sobretudo a de baixa renda com a qualidade do atendimento por parte dos médicos, isso me deixa triste, pois sempre me espelhei nestes profissionais salvadores de vidas. Conversando com alguns profissionais da saúde, tive um ponto de vista deles mesmos, que lógico, concordaram que o problema realmente existe e me confidenciaram que hoje em dia o médico, em um consultório particular, tem que atender no “varejo”, findando por precarizar o atendimento de qualidade, ou seja, atender a quantidade máxima de pacientes num prazo mínimo de tempo para que ao fim do mês, tirados os custos, se perceba uma renda interessante. Da mesma forma acontece em um hospital público. O profissional acaba por não ter tempo de tocar o paciente, de realmente senti-lo e preocupar-se efetivamente com ele, nesta categoria aliam-se agravantes como falhas de gestão, ambientes inóspitos, falta de medicamentos, entre outros.

Eu como vendedor que sou, e igualmente um médico, devemos nos diferenciar não só pela eficiência, mas também pela eficácia. Nós somos solucionadores de problemas, temos que fazê-lo bem feito e da melhor forma. Peço a devida licença e convido os profissionais de saúde a uma reflexão, a se verem como “Vendedores S.A”, acima citados, como empresários de si mesmos, que tratam seus pacientes também como clientes que são, não pensando em quanto irão receber por isso, mas priorizando o atendimento excepcional, pois se 80% das vendas são originadas pela indicação de um serviço bem prestado, na medicina não vai ser diferente. Clientes e principalmente os pacientes são sensoriais, então isso vai desde o simples ato de cumprimentá-los na entrada, de ser cortês, gentil, ouvir seus pacientes enquanto olha-os nos olhos, de entendê-los, passando por serviços agregados como uma boa recepção, horários marcados com precisão, ambiente climatizado, revistas atualizadas e estacionamento à disposição.

Entendo que existem situações e situações, mas façamos o seguinte, vamos mirar na lua, se errarmos pelo menos ficaremos entre as estrelas. Abaixo listo alguns dos erros cometidos por vendedores, qualquer semelhança não é mera coincidência.

• Antecipação da solução sem conhecer todo o caso;
• Apatia;
• Atrasos aos compromissos;
• Frieza;
• Linguagem inadequada;
• Ouvir pouco o cliente;
• Preconceito ou desdém;
• Pressa no fechamento;
• Robotização.


Para refletir:
E por não saber que era impossível ele foi lá e o fez.
Paz e Sucesso a todos nós.

Jean Oliveira

Jean Oliveira é vendedor, palestrante especializado em Qualidade no Atendimento, MBA em Estratégias de Negócios (UNP-Laureate) com graduação em Tec. Processamento de Dados.

Conheça Marianildo, o pessimista de carteirinha !


marianildo2

Acima: O nosso querido Marianildo, numa de suas tiradas mais clássicas

E trazemos um novo personagem que vai abrilhantar algumas postagens do Blog do Crato: Marianildo, o pessimista de carteirinha. Registrado na OPB ( Ordem dos pessimistas do Brasil ), sob o número 1313-13. Tudo dá errado para Marianildo. Sempre acha que o Crato vai para trás. Tudo pra ele é duvidoso. Ao ver o asfalto já sendo colocado, teria afirmado: Isso não é asfalto, é pó de carvão misturado com óleo. Marianildo sofre de recorrentes e graves distúrbios emocionais. Tem a chamada PMD, Psicose maníaco-Depressiva, ou Transtorno Bipolar. Além disso, tem certas obsessões, do tipo: "Juazeiro está engolindo o Crato", "Tudo de bom vai para Juazeiro. Só o lixo vem para o Crato..."

Acontece que o pobre Marianildo teve uma infância difícil. Sujeito pacato, muito tímido, não conseguia arrumar namorada fácil, e isso foi recaindo sobre a personalidade do pobre Marianildo. Como se não bastasse, teve que ir para a cidade grande, e se ausentar da sua amada terra, para só saber das notícias através de outros amigos seus, mais pessimistas ainda.

Hoje, Marianildo está aposentado, mas gosta muito de escrever. Destila todo o seu pessimismo nos seus vastos escritos. Marianildo só tem uma Religião na vida, que lhe garante a eternidade: O LULISMO, uma certa doutrina moderna, comandada pelo profeta LULI-BABA e seus 40 Apóstolos, que vivem na cidade de Brasilunca, onde o seu assessor Dirceu Borba Gato montou um esquema paralelo ao chefe. Marianildo acredita firmemente nas doutrinas pregadas, faladas e televisadas do grande LULI-BABA, e baba tudo mesmo. Por seu aspecto sempre tristonho, Marianildo vive camuflado no ambiente, sendo confundido com os objetos da casa e até com a tartaruguinha do quintal. Mas o traço mais marcante do nosso querido Marianildo é quando ele entra em paranóia: "Estão perseguindo Crato", "Salvem a cidade!" - "Os Romeiros estão invadindo a cidade", acorda gritando no meio da noite o pobre Marianildo. Esta série contará as incríveis aventuras e desventuras do Marianildo, um personagem singular da estória e história do Crato.

Qualquer semelhança com algum pessimista da cidade, é mera coincidência.

Notícias da URCA - Dia 13 de Novembro de 2009

URCA recepciona alunos novatos com encontros nos campi

A Universidade Regional do Cariri (URCA) promove recepção aos alunos novatos do semestre letivo. Várias palestras foram programadas para esta semana, com a presença do Reitor, Professor Plácido Cidade Nuvens, e da Vice-Reitora, Otonite Cortez, para prestigiar a chegada dos novos alunos, além da presença dos Pró-reitores de Ensino e Graduação, João Luís do Nascimento Mota, e de Assuntos Estudantis, José Cavalcanti. A Universidade cumpre a tarefa de levar aos alunos informações importantes no que diz respeito ao funcionamento da instituição, os seus principais setores, no sentido de também facilitar a chegada desses estudantes à Instituição. As reuniões foram realizadas nos campi do Pimenta, São Miguel, e, ontem, no Crajubar, em Juazeiro do Norte, além da Escola de Artes Violeta Arraes, em Barbalha, que realizou recentemente a Semana do Acolhimento.

Escola de Artes Violeta Arraes, da URCA, se insere no circuito da Mostra

A Escola de Artes Violeta Arraes Gervaiseau, da Universidade Regional do Cariri (URCA), em Barbalha, se integra a 11ª Mostra Cariri de Cultura e passa realizar diversas apresentações dos espetáculos no município, proporcionando um espaço de integração entre os artistas, sociedade local e os alunos. O diretor da Escola, Professor Fábio Rodrigues, destaca a importância dessa troca de experiências e da convivência, inclusive levando alguns discentes a participarem de forma prática da Mostra, com estágios nas áreas artísticas, por meio da parceria de trabalho desenvolvida pela primeira vez entre o SESC e a Escola. A programação insere vários espetáculos de São Paulo, como Loucura, da Cia Elevador de Teatro Panorâmico, nos dias 14 e 15, às 21 horas; nos dias 16 e 17, às 21 horas, O Hospício, do Grupo Matulão de Artes Cênicas, de Crato, e Hysteria, do Grupo XIX de Teatro, também de São Paulo, nos dias 18 e 19, às 15h30.

III Encontro de Ciências Sociais do Estado do Ceará: Ciências Sociais, Políticas e Valores

Terminou ontem, em Fortaleza, o III Encontro de Ciências Sociais do Estado do Ceará. O evento teve como objetivo congregar pesquisadores para a troca de conhecimentos produzidos no campo das Ciências Sociais e promover uma reflexão específica sobre a formação do cientista social. A produção de conhecimentos no âmbito das Ciências Sociais transcende os espaços universitários formadores de cientistas sociais e, de acordo com o espírito de integração que anima a realização do encontro, as diversas atividades propostas agregam pesquisadores de distintas especialidades, permitindo o exercício da interdisciplinaridade. O Encontro constou de conferências, mesas redondas, grupos de trabalho e mini-cursos para professores de sociologia do ensino médio e teve a promoção dos docentes das quatro instituições universitárias do Ceará que têm curso de graduação e pós-graduação em Ciências Sociais: UFC, UECE, UVA e URCA.

Contato:
Assessoria de Comunicação
Universidade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 ramal 2617
www.urca.br - Elizangela Santos
Crato, 13 de novembro de 2009.

Cid Gomes anuncia apoio a Eunício Oliveira para o Senado em 2010


O governador Cid Gomes voltou a dizer que não vai falar sobre reeleição esse ano. Mas divulgou o nome do candidato que vai apoiar para uma das vagas do Senado Federal. "Eu não posso, em nome de estar pensando em mais outra (candidatura), abrir mão e não dedicar o tempo necessário para a questão administrativa. No entanto, tenho um compromisso que não é de agora, mas desde a eleição passada, são duas vagas para o Senado e, uma delas, eu apoiarei a candidatura do Eunício Oliveira", disse o governador. Ainda de acordo com Cid Gomes, o partido de Eunício (PMDB), não ficou com nenhuma das vagas principais na aliança que aconteceu em 2006, razão pela qual se comprometeu a apoiar uma candidatura do partido.

Fonte: Verdes Mares

Comunicado aos Escritores - Descadastramento Automático !

Prezados Escritores de Artigos para o Blog do Crato,

Está no ar há alguns meses o sistema automático de descadastramento automático de escritores. Isso faz com que qualquer pessoa que não poste regularmente ( tipo 2 meses sem postar ), seja automatiamente descadastrada do sistema. É uma forma de forçar um pouco que alguns escritores mais preguiçosos possam escrever alguma coisa. O sistema do Blog permite até 100 escritores, no máximo. Temos mais de 70. Sendo que somente uns 15 postam, eu resolvi tomar essa medida, visando o aumento de produtividade. Para que as pessoas possam escrever mais, ou então, dar lugar a quem gosta de escrever, já que o limite é de apenas 100. Portanto, meus amiguinhos que estão há meses sem escrever coisa alguma, escrevam algum artigo, reativem o seu cadastro, a fim de evitar passar constrangimentos. Consultando nossa lista na aba lateral direita, já percebo que o sistema já descadastrou várias pessoas.

Abraços,

Dihelson Mendonça

O "He-Man" do PT - Por: Eliomar de Lima


Essa aí eu vi no Blog do nosso amigo Eliomar de Lima.

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30