xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 12/11/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

12 novembro 2009

BlogHumor: EU VOS APRESENTO DILMA MUSIBOTOX-por wilson bernardo!

Qualquer semelhança é semelhança...
Wilson Bernardo(Fotografia & concepeção)

Muros & Pontes - Por: José Flávio Vieira

Por : J. Flávio Vieira


Não terá sido, certamente, por mero acaso que se considera a Grande muralha da China , por consenso, a maior obra da engenharia humana. Os seus mais de 8000 kilometros, construídos por mais de quinze séculos, além de ser a única construção humana visível do espaço sideral, credenciam-na a este posto. Acredito, no entanto, que existe, como em tudo neste mundo, uma razão subjacente, para tamanho encantamento. A humanidade é fascinada por muralhas. Desde o Gênesis, quando nossos ascendentes primevos – Adão e Eva—foram escorraçados “para fora dos jardins do Éden” , subentende-se que alguma fronteira existia entre o paraíso e o resto do terra: quem sabe uma muralha? A queda de Tróia pressupôs um drible nas suas muralhas através das peripécias de um Cavalo oco, atapetado de guerreiros no seu bojo. O crescimento das nossas antigas civilizações aconteceram pela a construção de fortes, muros , cercas, com o objetivo claro de protegê-las contra o ataque dos inimigos. Um Muro, também, - o “das Lamentações—é o lugar mais sagrado dos judeus, nos dias de hoje. O desenvolvimento da Sociedade Feudal e depois Capitalista erigiu o muro como seu tótem: o símbolo da propriedade privada. Após a Ia. Grande Guerra, a França criou também a sua muralhinha na Fronteira entre ela, a Itália e a Alemanha: a Linha Maginot. A Guerra da Coréia criou um muro virtual : o Paralelo 38. Mesmo com o advento do comunismo, nos primórdios do Século XX, o muro continuou plenamente em voga, basta lembrar a Construção do mais famoso deles, o de Berlim, em 1961.

A queda do de Berlim , em 09/11/89, há exatos vinte anos, não cessou a construção de muitos outros muros . Os Estados Unidos erigiram um imenso na sua fronteira com o México na tentativa desesperada de impedir a entrada de migrantes hispânicos. Israel elevou em 2002, na Cisjordânia, um outro muro com o fito de afastá-la dos palestinos. Nos tempos atuais, as grandes cidades dividem-se entre os criminosos presos por trás dos muros das prisões e o resto da humanidade presa atrás de muros altíssimos construídos ao redor de suas residências. Os maiores conflitos mundiais entre nações e entre pessoas encontram-se centrados em limites de fronteiras: até onde vai o meu muro e onde começa o seu ? O adolescente, na esquina, se pergunta : deve ou não usar um muro plástico ( a camisinha) , na tentativa de evitar a gravidez e as doenças sexualmente transmissíveis ? Existem ainda as paredes que construímos sem nenhuma argamassa: intuitivamente cada um dos nós delimita um espaço. Até aqui é meu, até aqui é seu : no ônibus, na rua, no trabalho, na escola, em casa. Sem falar nas imensas paredes que erguemos ,psicologicamente, entre nós mesmos e as outras pessoas: inimizades, picuinhas, despeito, inveja, competição. A raiz da intolerância no mundo encontra-se no soerguimento paulatino de muitas barreiras : ideológicas, religiosas, culturais, étnicas, econômicas.

A queda do Muro de Berlim, há vinte anos, representa muito mais que o esfacelamento de uma ideologia, de uma outra maneira fechada e maniqueísta de interpretar o mundo. O Muro talvez seja o maior símbolo histórico da humanidade. A respiração do planeta depende da queda de infinitas muralhas construídas física, virtual e psicologicamente ao longo de toda nossa história. O futuro depende da nossa capacidade de fabricar pontes, passarelas, no lugar de muros e cercas. Quando levantamos uma fortaleza , nem percebemos, mas na outra sala, simultaneamente, já começamos a confeccionar o nosso próprio Cavalo de Tróia.

Por: José Flávio Vieira

Conversando com nossos Leitores - Dihelson Mendonça


Cratenses de Todas as cidades, O Meu abraço !


Parece abertura de discurso, mas não é. Em cada lugar em que eu chego, encontro sempre gente hoje em dia que lê e acompanha essa coisa viciante que é o Blog do Crato. Quem começa a ler isso aqui, acaba se viciando, porque o negócio é muito gostoso mesmo. É como o nosso Crato: Um Tijolo de Buriti, como já dizia Luiz Gonzaga. ( Aliás, se alguém souber aonde posso encontrar um bom doce de Buriti me dê a dica, por favor. Já não se fazem mais doces de Buriti como antigamente ).

Mas voltando mesmo ao que eu queria dizer, é estar surprêso com tantas demonstrações de carinho das pessoas nas ruas do Crato, e até em Fortaleza. Eu tentei fazer aqui uma lista de pessoas para agradecer, pessoas que lêem o Blog todo dia, mas desisti por enquanto, porque iria acabar cometendo uma injustiça ao esquecer algum nome. Estou programando a criação de um quadro que será exclusivamente dedicado ao nosso leitor. O ESPAÇO DO LEITOR. Afinal de contas, o leitor é a nossa maior fonte de inspiração. Tudo aqui gira em torno do leitor. Vocês podem ficar certos de que toda hora eu penso em coisas para agradar aos leitores. Leio o Blog como se fosse um leitor, pra ver se estamos indo no caminho certo, e as opiniões dos leitores são muito importantes.

Eu confesso a vocês uma coisa: Muitos sabem que eu durmo muito pouco, né ? Hoje, por exemplo, dormi de Meia-Noite às 03 da manhã e uns cochilos pela manhã. Trabalhei o dia inteiro. Estamos aqui no ar. Mas quando chega a noite e eu começo a ler os jornais da madrugada, dá uma impaciência, uma angústia pelo trabalho que está por vir. Imaginar que iremos manter cerca de 20 a 30 postagens ÚTEIS por dia, e que ainda não pude dormir... Todo dia eu me pergunto:

Como é que eu vou fazer isso, meu Deus?
Por onde eu começo ?
Tanta coisa pra fazer!

E ao fim do dia, com muita dedicação, com muito trabalho, horas de sono perdidas, e a ajuda maravilhosa desses nossos escritores e comentaristas, eu fico feliz ao ver que temos 30 postagens, e mais de 1500 acessos. Eu nem sei como é que conseguimos, só sei que entre mortos e feridos, todos se salvaram. O leitor vai dormir satisfeito. Acorda pela manhã, já tem aqui as notícias do dia, basicamente, e ao longo do dia vai lendo aí o debate dos nossos companheiros.

Mas amigos, eu vou dizer uma coisa pra vocês:
Oh coisa cansativa manter isso aqui. Vocês têm apenas uma idéia do que seja ler mais de 100 jornais e Blogs de madrugada para estar bem informado, e ainda ter os trabalhos de qualquer ser humano. Afinal, o Blog do Crato não é meu trabalho. É para ser ( acredite ), um lazer! Mas que lazer duro. Mas que bom, que muita gente fica feliz em ler. E se tem muita gente feliz, eu creio que todo esse esforço deve valer a pena!

Abraços,

Dihelson Mendonça
Administrador do Blog do Crato

BlogHumor: Curto Circuito e um Poema Processo-Por Wilson Bernardo.

D.Dilma foi ligar o secador de cabelos aplique e enfiou o dedo na Tumada...
Depois da operação ficou com carrinha de boneca de pano.
BOTOX a Onde?...

Wilson Bernardo(Texto piada & Fotografia)

O Crack e seus efeitos devastadores - Por: Alessandra Bandeira

N.E. Essa é a realidade de Fortaleza , logo será a realidade do Crato, se não houver um trabalho de conscientização e combate, não podemos mas fechar os olhos.

O crack virou um problema de saúde pública. O consumo da droga cresceu, aumentando também a demanda por tratamento. Quem busca a recuperação acaba encontrando dificuldades O consumo de crack se espalha em Fortaleza com a velocidade de uma epidemia. Nas comunidades terapêuticas e em clínicas particulares, os usuários da droga predominam. Levantamento feito pelo O POVO em nove desses locais mostra que 90% dos pacientes em tratamento são dependentes de crack. Os

A EPIDEMIA DO CRACK EM FORTALEZA
Levantamento feito pelo Jornal O POVO em nove instituições que tratam de dependentes químicos em Fortaleza mostra que 90% dos internos são usuários de crack.
APREENSÃO DE CRACK
2007: oito quilos
2008: 64 quilos
2009 (até outubro): 110 quilos

EFEITOS DEVASTADORES

A invenção do crack, nos anos 80, ampliou o mercado consumidor da cocaína. A droga é bem mais barata. Enquanto o papelote de cocaína custa em média R$ 20, uma pedra do crack pode ser encontrada por menos de R$ 5. A cocaína em pó é fervida na mistura de água e bicarbonato de sódio ou amônia. A água evapora e sobra a parte sólida, resfriada em seguida - isto é o crack. A pedra é fumada em cachimbo ou latinhas de refrigerante/cerveja. Inalada, vai para os pulmões e chega à corrente sanguínea em cinco segundos. Os efeitos são quase imediatos. Em menos de 15 segundos, a droga está agindo no sistema nervoso central. Os efeitos são os mesmos da cocaína. O usuário sente euforia e fica mais alerta aos estímulos da visão, audição e do tato. A sensação de poder aumenta a autoestima. Ele fica inquieto, ansioso e irritado. Em grandes quantidades, o crack pode deixar a pessoa agressiva, paranóica e fora da realidade.

Por causa dos efeitos no ritmo cardíaco e na respiração, o crack pode ocasionar problemas cardíacos, paradas respiratórias, derrames ou infartos. Também afeta o trato digestivo, causando náusea e dor abdominal. O usuário dorme pouco, não sente fome e perde peso muito rápido.

TRATAMENTO

O caminho da recuperação é difícil. O primeiro passo é o usuário de drogas reconhecer que precisa de ajuda. Em Fortaleza, o tratamento é realizado em comunidades terapêuticas, hospitais psiquiátricos, clínicas particulares e nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps). O problema é que esses locais não tem dado conta da demanda. Além de ser difícil conseguir uma vaga, muitas vezes o tratamento é inadequado.

Fonte Jornal O POVO

Governo deve fechar hoje proposta de reajuste para aposentados

O governo deve fechar nesta quinta-feira uma proposta de reajuste para os aposentados e pensionistas. Segundo o líder do governo na Câmara, Henrique Fontana (PT-RS), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva resolveu consultar os líderes da base aliada no Congresso, em uma reunião marcada no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) --sede provisória do governo-- antes de bater o martelo. A proposta que mais tem força no governo prevê um aumento de 6,3% nas aposentadorias com valores acima do salário mínimo a partir de janeiro de 2010. Esse índice seria composto pela reposição da inflação e 50% do crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) registrado em 2008. No encontro, o governo deve tentar garantir o compromisso de que a proposta será votada por meio de medida provisória. "É fundamental ouvir todos os lideres da base. Nessa reunião, o presidente vai decidir de que forma encaminhar esta proposta de acordo com as centrais sindicais que altera a aposentadoria, as condições de aposentadoria e garante este reajuste acima da inflação, de acordo com a metade do crescimento da economia", disse.

Fonte: Folha OnLine

Um slogan para 2010

Nota: Caros Dihelson e aliados me desculpem, mas não pude resistir a esta postagem. Sei que tem muitos leitores já chateados com tanta notícia do apagão, mas essa tirada é bem legal.

"Em tempos de escuridão moral....e gerência política apagada....

Acenda este slogan....

Dilma 2010: Apague esta idéia !!!"

Postagem: Océlio Teixeira de Souza
Fonte: Blog do Carvalho, via Blog de Juazeiro

Iceberg antártico é localizado próximo de ilha australiana

Sydney (Austrália), 12 nov (EFE).- Um grupo de cientistas australianos anunciaram hoje o descobrimento de um iceberg de 500 metros de comprimento a cerca de oito quilômetros da ilha de Macquarie, situada entre a Austrália e a Antártida. O investigador da Divisão Australiana da Antártida Neal Young afirmou que outros iceberg foram levados em direção ao norte pelas correntes oceânicas, mas nunca tinham se aproximado tanto à ilha, onde as águas são mais quentes.

Young indicou que o bloco de gelo, de cerca de 50 metros de altura, faz parte provavelmente de outros icebergs maiores que se desprenderam da crosta antártica entre 2000 e 2002. O iceberg foi localizado parte setentrional da ilha, localizada a cerca de 1.500 quilômetros ao sul da região australiana da Tasmânia.

Os cientistas opinam que a massa de gelo se romperá e se derreterá rapidamente em sua ascensão em direção ao norte.

Fonte: EFE

COMÉDIAS DE CACÁ ARAÚJO NA GUERRILHA DO ATO DRAMÁTICO

SEXTA-FEIRA 13




DOMINGO 15


Programa Cariri Encantado destacará Mostra Sesc Cariri de Cultura


O programa Cariri Encantado de amanhã, 13 de novembro, destacará a 11ª Mostra Sesc Cariri de Cultura, entrevistando Dane de Jade (foto), coordenadora e uma das idealizadoras do evento que é considerado a maior mostra de cultura do interior do Ceará,.

O programa de amanhá veiculará as seguintes músicas:
- Raio de Fogo (Banda Montage)
- Mais Tarde, Mais Forte (Abidoral Jamacaru)
- Asas da Poesia (Gildário de Assaré)
- De Lenda e Cantigas (Zé Nilton)
- Retalhos (Luiz Carlos Salatiel e J. Flávio Vieira)-
- Fraternex (Leonardo Leo, Calazans Callou e Carlos Rafael)
- Calar o Amor (Leninha)
- Kariri com K (Moreira), com Moreira & Morais
- Não Haverá Mais um Dia (Pachelly Jamacaru)

O programa trará ainda as poesias "que futuro tem a poesia", de Chagas, e "livro de veludo", de Domingos Barroso, além de uma crônica de Lupeu Lacerda.

O programa Cariri Encantado é veiculado pela Rádio Educadora do Cariri AM 1020 todas as sextas-feiras, das 14 às 15 horas, com apoio do Centro Cultural BNB Cariri.

A apresentação é de Luiz Carlos Salatiel e Carlos Rafael.

Diversões do Crato nos anos sessenta. – Por Magali de Figueiredo Esmeraldo

Quem já ouviu falar das tertúlias que ocorriam em Crato nos anos sessenta? Qual o adolescente ou jovem da época, que não freqüentou uma tertúlia? Nesse tempo o divertimento dos jovens do Crato era animado, além de econômico. Quem viveu nessa época sabe como essa diversão era saudável, não havia bebida alcoólica, nem outras drogas. O objetivo era dançar, se divertir, flertar ou namorar. Quem tivesse uma casa com sala ampla chamava os jovens que estavam na Praça Siqueira Campos, para participarem de uma tertúlia. Ninguém sabe como, mas de repente, todo mundo sabia onde haveria tertúlia naquele dia. Depois dos jovens reunidos, a radiola era ligada com os discos mais tocados na época: Roberto Carlos, os Beatles, e todas as músicas da jovem guarda. Lembro-me bem que participei de muitas tertúlias na casa dos meus primos Jefferson Albuquerque Júnior e irmãos. Como a casa era da tia Letícia, mamãe permitia que eu fosse. Entretanto, muitas vezes tinha que fugir, pois ela me proibia de ir, dizendo que não queria que eu fosse “um piolho de festas”. Lembram desse termo? Acho bastante engraçado! Embora eu tivesse certeza que meus dois irmãos mais velhos estariam lá e, eles contariam a mamãe da minha presença na tertúlia; mesmo sabendo que ia receber uma reprimenda, valia à pena participar de tão agradável diversão. A idade de treze anos faz os pais se preocuparem com os filhos. Entretanto, nessa época esse tipo de festa, não tinha perigo nenhum. Uma vez fui a uma tertúlia na casa de seu Pierre. Dancei com Carlos e hoje ainda lembramos que não imaginávamos naquela época, que um dia, seríamos marido e mulher. Ele afirma que já simpatizava comigo. Mas ainda não era o momento de iniciarmos o namoro devido à minha pouca idade.

Outra grande diversão eram as matinais do domingo no Crato Tênis Clube. Ali também se reunia mocidade. Essa eu podia participar, uma vez que papai e mamãe gostavam de ir, levando toda a família.

Havia também as grandes festas do Crato Tênis Clube à noite, tocadas pelos conjuntos: “Hildegardo e Seu Conjunto”, “Ases do Ritmo” de Hugo Linard e do seu pai, seu Irineu, “Ivanildo e seu Conjunto”, o “Águias” e outros.

Muitas pessoas mesmo sem gostar de dançar iam às festas para apreciar os pares que dançavam muito bem. Quem não se lembra de Salete Libório, dançando com Seu Libório, Paulo Leonardo e Vanda, Mariquinha Feitosa e seu esposo, todos eles casais “Pés de Valsa” do Crato daquela época.

No carnaval havia festas no Crato Tênis Clube que eram bastante conhecidas. Muitos foliões vinham de fora para passar o carnaval em Crato. Durante os festejos carnavalescos, além das matinais do domingo e da terça-feira, à noite o clube ficava iluminado para mais um baile de carnaval. Na quarta-feira de cinzas, todos que estavam na festa saiam acompanhando a orquestra para o encerramento do carnaval na Praça Siqueira Campos. A Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) promovia também muitas festas e carnavais. No carnaval de rua, havia o corso. Eram vários carros desfilando com todos bem fantasiados.

Lembramos também dos cinemas que eram muito freqüentados, o Moderno, o Cassino e a Educadora.

Outra coisa que ficava lotada era a Quadra Bicentenária para as partidas do futebol de salão.

A Praça Siqueira Campos enchia-se de jovens nos fins de semana. Era de lá que os jovens marcavam encontro para irem aos cinemas, às tertúlias ou outros programas como serestas e luaradas.

A Praça da Sé era um local para os casais namorarem nos bancos, à sombra dos oitiseiros e outras árvores. Era mais sossegada do que a Praça Siqueira Campos. Em setembro, durante a Festa da Padroeira, a praça ficava toda iluminada, repleta de barracas de cachorro quente, pipoqueiros, vendedores de filhós, charutos, roletes de cana, bombons, enfim comida para todos os gostos. Uma multidão de cratenses enchia a praça, para assistir a novena e participar das atrações.

Outro evento conhecido no Crato e que já era muito animado nos anos sessentas, era a Exposição Agropecuária. A casa dos meus pais fica localizada na Rua Leandro Bezerra, subida para a Exposição. Eu e minhas amigas sentávamos em uma pequena mureta que acompanhava o jardim da nossa casa. Ficava impressionada com a quantidade de pessoas que passava em direção a Exposição. Hoje o fluxo de pessoas é muito maior.

Falar do Crato dos anos sessenta, não é tirar o mérito do Crato de hoje. É só para lembrar que os jovens ou adolescentes daquela época, que hoje estão chegando aos sessenta anos, que aquele era um tempo feliz. Podemos contar para os filhos e netos que no futuro também irão relembrar os momentos felizes da juventude deles, pois “recordar é viver”.

A infância, a adolescência e a juventude, são fases da nossa vida que servem para alicerçar a vida adulta. São essas experiências vividas na infância e juventude, que nos fizeram amadurecer para nos tornamos adultos equilibrados e felizes.

Por Magali de Figueiredo Esmeraldo

Nos EUA, muçulmanos se unem contra xenofobia

Em uma luta contra a islamofobia nos Estados Unidos, os muçulmanos norte-americanos foram rápidos para se distanciar do major Nidal Malik Hasan, que matou 13 pessoas a tiros na semana passada na base militar de Fort Hood, no Texas. Organizações islâmicas e árabes condenaram os ataques e classificaram o episódio como um caso isolado.
PUBLICIDADE

As iniciativas das entidades islâmicas e árabes buscam mostrar que a comunidade muçulmana dos EUA é tão patriótica quanto as demais, com militares servindo ao país desde a 1ª Guerra, segundo a Associação Patriota dos Árabes Americanos no Exército, sem falar em ídolos nacionais, como o boxeador Mohamed Ali, que se tornou muçulmano, e o jogador de basquete Karim Abdul-Jabbar. O ex-comandante das forças norte-americanas no Iraque, John Abizaid, é árabe de origem cristã.

Com o objetivo de conquistar apoio na imprensa e nos meios políticos, as organizações tentam ainda se contrapor aos críticos conservadores que sempre as acusam de se calar diante de atrocidades cometidas em nome do Islã. Horas depois dos ataques, as principais entidades postaram comunicados lamentando o ataque em seus sites. Algumas chegaram a lançar campanha de doação de sangue para os feridos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Yahoo Notícias

Raimundo Bezerra Filho agradece


Raimundo - Alckmin - Daniela

Na foto acima: Geraldo Alckmin, Raimundo Bezerra Filho e Daniela Bezerra

Dihelson e Morais,

Primeiramente,agradeço a referência carinhosa feito a minha pessoa.Não posso deixar de registrar minha gratidão aos meus bons amigos, por sua constante presença na minha trajetória.Me reportando ao artigo,lembro-me que tive a oportunidade de morar em Brasília, nas décadas de 80 e 90,pois acompanhava meu pai,então deputado constituinte.Morava na quadra 302- Norte,bloco A. O Geraldo Alckmin,também deputado federal,era nosso vizinho,como, de fato, por Morais relatado, porta com porta.Não havia internet e os jornais do sudeste,não tinham circulação pelo Crato.Amigos da minha cidade, como o saudoso Paulinho Bezerra, me pediam para mandar pelo correio tais jornais,mesmo sendo velhos. Ainda hoje, é comum ter acúmulo de jornais nas portas das residências dos deputados, pois é de praxe estes chegarem em BSB na terça e sairem na sexta. Assim,eu acabava mandando semanalmente para meus amigos,os jornais Estadão , Folha de São Paulo e O Globo. Lembro-me que Paulinho, dentre outras leituras,também se inspirava em artigos que lia nestes jornais, para atuar na Câmara dos Vereadores. Ainda hoje, tenho profunda admiração e amizade por Geraldo Alckmin, político sério e de uma simplicidade ímpar. Quando meu pai adoeceu, o Geraldo, que também é médico, era vice-governador do Mário Covas. Foi através dele que meu pai conseguiu seu atendimento com o melhor especialista da época no tratamento oncológico. Nesta mesma visita ao Cariri o Geraldo, em seu discurso no Crato Tênis Clube, disse que seu caso de amor ao Crato era antigo, pois por diversas vezes tinha sido convidado pelo seu velho amigo Raimundo Bezerra, para vir ao Crato.E mesmo depois do seu falecimento, estava aqui,observando o progresso da cidade que ele tanto amou e ajudou a desenvolver. São relatos de uma época que guardo com carinho, fiz boas amizades,que hoje são pessoas que estão no cenário político do país e que no futuro, podem colaborar com o desenvolvimento da nossa cidade.

Abraços

Raimundo Bezerra Filho

Esses japoneses ... Vôte !!! – Por: José Nilton Mariano Saraiva

Uma antiga lenda reza que, quando os nipônicos começaram a despontar como candidato a potência mundial, os americanos, enciumados, só pra “zonar” ou mostrar que eram os tais, fabricaram e enviaram de presente, ao governo japonês, um certo parafuso, cuja característica maior era ser da espessura de um fio de cabelo (mesmo sem se saber pra que diabos serviria ou qual a sua utilidade prática); na realidade, apenas pra mostrar “quem era quem”, em termos tecnológicos, assustá-los de alguma forma. Não mais que uma semana depois, receberam de volta o mesmíssimo parafuso, só que “ligeiramente modificado”: agora, havia, em seu interior, uma rosca (mesmo sem se saber o que ali enroscar ou pra que enroscar). Era a senha do que viria pela frente. A partir de então, o Japão notabilizou-se pela sofisticação do seu parque tecnológico e, principalmente, pela miniaturização dos seus inventos: são tantas coisas pequeninas, bonitinhas e, ao mesmo tempo, grandiosas e imprescindíveis...
O destaque, evidentemente, vai para os robôs, essas máquinas inteligentes, maravilhosas, eficientes e que substituem o homem com larga vantagem, já que, além de não cansarem, custam razoavelmente barato, são de uma precisão milimétrica, versáteis e têm largo e diversificado uso, destacando-se na indústria automobilística.
Agora, no entanto, os japoneses extrapolaram, foram além, muito além do imaginável, ao investirem nos “robôs humanóides”, que teriam o poder de interação com o ser humano. A gigante Toyota, por exemplo, prevê para 2010 o lançamento oficial de “robôs-enfermeiro” que, graças à sua aparência física e inteligência, serão capazes de ajudar os idosos em algumas de suas tarefas. Mas - questiona-se - e se forem “robôs-enfermeira”, poderiam satisfazer os desejos sexuais de certos senhores idosos ou até menos idosos ???
Na verdade, em caráter experimental, as “robôs” que se prestam a atividade sexual já existem, no Japão. Produzidas desde 2003, pela Universidade de Osaka, as “Actroids” têm pele de silicone, respiram, piscam, expressam surpresa e raiva e sua inteligência artificial lhes permite responder às perguntas (fáceis) feitas pelos curiosos. Algumas, ao toque no seio, gemem, murmuram frases no ouvido do parceiro e tal. Outras, até, praticam a felação.
De uma outra fornada, e já agora idealizada por um cientista solitário, nasceu “Aiko” (amada em japonês), que se prestaria a usar a Internet, ler jornais, fazer relatórios e poderia colaborar com os serviços de segurança, já que capaz de detectar, em um aeroporto, 250 fisionomias por segundo, além de informar, com absoluta precisão, a que horas e de que portão partirá um determinado avião. Só que, ao formatá-la, o cientista se descuidou, de forma que programas pornográficos da Internet influenciaram o sistema de “Aiko” e, por tabela, seu vocabulário é um tanto quanto liberal: fala sobre sexo como uma desbocada aluna de liceu de uma escola pública parisiense.
O problema é que já se fala na perspectiva de se convocar o “cientista-ermitão” para prestar esclarecimentos à “justiça do futuro”, já que sobre ele paira a suspeita de “abusar sexualmente” da sua parceira, pra todos os efeitos ainda uma “robô-adolescente”. E os robôs, acreditem, têm direitos. Pelo menos é o que pensa o escritor Isaac Asimov.
E agora, José ???

Autoria e postagem: José Nilton Mariano Saraiva

A Guerrilha do Ato Dramático Caririense está tendo grande sucesso de público

A Guerrilha do Ato Dramático Caririense - Troféu Juscelino Leal Lobo Júnior, promovida pela Sociedade Cariri das Artes e Sociedade de Cultura Artística do Crato, Pontos de Cultura do Brasil, é uma grande vitrine das artes cênicas produzidas no Cariri cearense.

Iniciada no último dia 7, no palco do Teatro Rachel de Queiroz, em Crato-CE, é sucesso de público, tendo que duplicar as sessões todos os dias, em virtude da grande demanda. Cerca de 1.000 (mil) espectadores viram os cinco espetáculos que foram exibidos até a noite de ontem: A FLOR E O SOL, OS 3 PORQUINHOS, OS ANIMARTISTAS, O MÁGICO DE OZ e A BELA E A FERA. Hoje será apresentada a peça infantil MARIA ROUPA DE PALHA (teatro de bonecos), às 19h30min, com o grupo teatral AMAR, dirigido por Stênio Diniz e Ivete Alexandre.

O dramaturgo Cacá Araújo, idealizador e coodenador do projeto, afirma que a Guerrilha está superando as expectativas de público, graças à qualidade dos espetáculos e a uma numerosa platéia local, que valoriza e prestigia os artistas e grupos da região. "A Guerrilha do Ato Dramático Caririense é um movimento de afirmação da identidade cultural do Cariri e do Brasil, é a expressão mais profunda da inventividade e ousadia de dramaturgos, atores e encenadores caririenses; é a maior mostra da produção local em artes cênicas", completa Cacá Araújo.

Outro fator importante, segundo o diretor teatral Flávio Rocha, é a unidade dos grupos teatrais em torno de uma ação de fortalecimento e divulgação de suas obras. Isso vai se desenvolver e representar um grande patrimônio para o turismo cultural e a educação de crianças, jovens e adultos.

Na sexta-feira, dia 13, começará a programação destinada ao público adulto, com a apresentação da peça O PECADO DE CLARA MENINA, romance cômico medieval-sertanejo que está em cartaz há 3 anos, com a Companhia Cearense de Teatro Brincante, tendo circulado por várias cidades do Ceará e Paraíba.

Fonte: Alexandre Lucas

Obama lidera lista dos mais poderosos da revista "Forbes"; Lula é 33º

A revista "Forbes" divulgou nesta quinta-feira sua lista das personalidades mais poderosas do mundo e, como esperado, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, lidera a seleção. O Brasil também ganhou espaço com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, chamado recentemente de "o cara" por Obama, na 33ª posição da lista, apenas quatro antes do líder da rede terrorista Al Qaeda, Osama bin Laden.

Segundo a revista, a lista é elaborada seguindo quatro parâmetros: a influência da pessoa sobre muitas outras pessoas; a quantidade de recursos financeiros controlados por ela; em quantas áreas a pessoa pode ser considerada poderosa e, finalmente, se o escolhido efetivamente utiliza seu poder.

Pablo Martinez Monsivais/AP
Como esperado, Obama lidera a lista dos mais poderosos

Como esperado, Obama lidera a lista dos mais poderosos

Diante destas justificativas --e do fenômeno Obamania que ainda persiste um ano após a eleição americana--, a escolha de Obama para liderar a seleção parece óbvia.

"Preside a maior potência do mundo, a economia mais inovadora e dinâmica, comandante-em-chefe dos militares mais poderosos do planeta; tem um dedo em um arsenal nuclear contendo mais de 5.000 mísseis; chefe de Estado da superpotência do mundo; seus democratas tem a maioria na Câmara dos Deputados e no Senado", lista a revista ao justificar a escolha. E encerra: "recentemente ganhou um Prêmio Nobel da Paz, aparentemente por ser de maneira geral maravilhoso". Não só Obama lidera a lista como seu governo conta ainda com outro grande nome na lista. A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, está em 17º lugar.

Jae C. Hong/AP
Bill Clinton e a mulher, Hillary, aparecem na lista dos mais poderosos
Bill Clinton e a mulher, Hillary, aparecem na lista

Segundo a "Forbes", pela dura tarefa que tem a frente. "Precisa lidar com duas guerras no exterior, resolver o conflito israelo-palestino, melhorar a imagem dos EUA no exterior, controlar o Irã, a Coreia do Norte e seu marido". Bill Clinton, um dos presidentes mais populares do país, aparece em 31º lugar por "ainda ter um papel poderoso no cenário global". A revista cita seu mais recente feito, a libertação de duas jornalistas americanas condenadas a 12 anos de trabalho forçado na reclusa Coreia do Norte. Laura Ling e Euna Lee foram libertadas após um "perdão especial" concedido pelo ditador Kim Jong-il, que conversou diretamente com Clinton. As repórteres da rede de TV Current TV, da Califórnia, co-fundada pelo ex-vice-presidente Al Gore, foram presas na fronteira entre Coreia do Norte e a China em março passado por terem entrado ilegalmente no país. As duas filmavam cenas para um documentário sobre norte-coreanas refugiadas.

Brasil

Sérgio Lima/Folha Imagem
Presidente Lula é o representante brasileiro na 33ª posição da lista
Presidente Lula é o representante brasileiro na 33ª posição da lista

O Brasil é representado pela 33ª posição do presidente Lula, acima de líderes da França, Rússia, Paquistão, Índia, Israel e Japão. Segundo a "Forbes", Lula preside o país que tem o maior número de vitórias na Copa do Mundo, maior exportador de açúcar, suco de laranja, café, carne bovina e aves. A revista cita ainda seu "projeto de estimação" --os vastos campos de petróleo no pré-sal da costa brasileira que transformam o Brasil "no país com maior mercado projetado de combustível no valor de US$ 125 bilhões".

"Os recursos naturais e infraestrutura simplesmente muito atrativos para serem ignorados", completa.

Polêmica

Pouco abaixo de Lula, na 37ª posição, Osama bin Laden aparece como o terrorista mais poderoso do mundo e que "não pode usar um telefone".

"Apesar das comunicações pouco frequentes, os rumores persistem sobre sua morte e poder simbólico reduzido, mas um número impressionante de jovens continuam a se explodir em seu nome e ele é a causa de duas guerras lideradas pelos EUA com custos de mais de US$ 1 trilhão", justifica a publicação.

Chefes

A lista traz ainda outros nomes de chefes de governo e de Estado. Do outro lado do mundo, o presidente chinês, Hu Jintao, ocupa a segunda posição por governar uma população de 1,3 bilhão de pessoas e uma economia que "segundo estimativas confiáveis, pode derrubar a liderança dos EUA em 25 anos".

Alexei Nikolsky/AP
Premiê russo, Vladimir Putin, é o terceiro mais poderoso da lista
Premiê russo, Vladimir Putin, é o terceiro mais poderoso da lista

Já a Rússia ficou com o terceiro lugar, com Vladimir Putin como o premiê "vastamente mais poderoso de que se chefe de Estado, o presidente Dmitry Medvedev" --que, por sua vez, aparece somente na 43ª posição.

A chanceler alemã, Angela Merkel, aparece como a mulher mais poderosa na 15ª posição. "Supervisiona a maior economia da Europa e a quinta maior do mundo com um PIB de US$ 2,9 trilhões", justifica a "Forbes".

Ela tem ainda um argumento "verde" a seu favor: lidera o movimento europeu contra o efeito estufa.

A lista de líderes inclui, entre outros, ainda o norte-coreano Kim (em 24º), o premiê japonês Yukio Hatoyama (35º), o premiê paquistanês, Syed Yousaf Raza Gilani (em 38º) e o presidente francês, Nicolas Sarkozy (em 56º).

A lista é encerrada por um controverso presidente, o venezuelano, Hugo Chávez, (em 67º) que "parece certo de ser presidente até o fim da vida depois de limitar o limite de mandatos em fevereiro e usa a riqueza petrolífera do país como espada contra a pobreza doméstica e a política externa dos EUA".

Fonte: Folha OnLine

Mike Tyson é detido por suspeita de agressão


Mike Tyson é detido por suspeita de agressãoDe acordo com informações da polícia de Los Angeles, o pugilista Mike Tyson foi detido como suspeito de um incidente com um fotógrafo no aeroporto internacional da cidade. O sargento da corporação Kevin Lowe confirmou que Tyson ficou alguns minutos detido no local sob a suspeita de ter agredido o profissional.

O ex-campeão mundial de pesos pesados, estava se dirigindo à Las Vegas, após retornar de uma viagem à Europa. Enquanto Tyson ficou detido no aeroporto, o fotógrafo Tony Echevarría teve que ser levado a um centro médico, pois sofreu um ferimento na testa, mas também teve que voltar às instalações policiais do aeroporto para prestar depoimento. Ambos os envolvidos derão sua versão dos fatos, Tyson declarou que agiu em defessa própria diante da agressividade do fotógrafo. Sem revelar maiores detalhes do incidente, o porta-voz da corporação no aeroporto, sargento Jim Holcomb, afirmou que o fato aconteceu na quarta-feira no terminal 7.

Fonte: Minha Notícia

Após ser expulsa de faculdade, Geyse leva vida de celebridade



NE - Eu já havia predito isso aqui no Blog do Crato. Taí, o que vocês queriam! Geyse deve posar para a PLAYBOY e eu acho muito justo, oh marmanjos! Aproveite, garota, que o cavalo selado só passa uma vez na vida...

Cinco dias após ser expulsa da Uniban, onde foi hostilizada por usar um vestido curto, a estudante Geyse Arruda, 20, já vive seus dias de celebridade. Disputada a tapa por programas de TV, em três semanas Geyse já ganhou uma música em ritmo de axé, despertou interesse da "Playboy" e até divulga fotos da sua "mudança" no visual: ela agora está mais loira. Ontem, a estudante alongou e tingiu seus cabelos com o cabeleireiro Julinho do Carmo, ávido candidato ao mundo da fama, e repórter do "A Tarde É Sua" (Rede TV!). Em um e-mail divulgado a imprensa, Julinho descreveu o tratamento capilar ao qual a estudante se submeteu.

"Foi realizado uma tintura para uniformização do tom, hidratação de queratina à base de algas marinhas, a colocação de um alongamento de 70cm com cabelos naturais com mechas ultra-claros (sic) vindo especialmente da cidade de Berlim." A mensagem ainda diz que Julinho convidou Geisy para mudar de visual por "achá-la bonita, charmosa e com um rosto sexy". Durante a transformação, Geisy posou, aparentemente, com o mesmo vestido que usava quando foi agredida na Uniban, a 159ª colocada entre 175 universidades avaliadas no país.

Fonte: Folha OnLine

O Blog do Crato agora virou o BLOG DO APAGÃO !



MEU REINO PELO BOM SENSO !

Amigos do Brasil!

Quem quiser saber das últimas novidades sobre o Apagão, acessem o Blog do Crato. Os nossos escritores, ao invés de concentrar todas as postagens sobre o mesmo assunto em 2 postgens, resolveram cada um escrever uma postagem para cada novidade e opinião. Um verdadeiro Absurdo! Eu não vou interferir, porque acho que o Bom Senso deveria prevalecer. cada um deve saber até que ponto certos assuntos ENCHEM O SACO, e saber dosar o conteúdo do Blog. Da minha parte, não mais farei qualquer comentário nem de bem, nem de mal sobre apagão. Estou saturadíssimo desse assunto.

Abraços,

Dihelson Mendonça

Especialista do Inpe diz que chance de raio ter provocado blecaute é mínima


Osmar Pinto Junior já havia provado que raio não causou apagão em 1999.Blecaute atingiu 18 estados, segundo Ministério de Minas e Energia.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira (11), Lobão afirmou que o apagão que afetou 18 estados foi consequência de raios, ventos e chuva na região de Itaberá, em São Paulo.

O coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosférica do Inpe, Osmar Pinto Junior, explicou ao G1 que cada uma das quatro linhas de transmissão de Itaipu a São Paulo foi avaliada individualmente pelo sistema do Inpe. Esse sistema foi desenvolvido após o apagão de 1999, quando um raio também foi apontado como culpado pelo problema - o que foi desmentido por técnicos cerca de dois meses depois.

O especialista ressalta que em três linhas, com certeza absoluta, não houve desligamento provocado por raios. Na quarta linha, o sistema aponta baixa probabilidade. “Nesta quarta linha, de 750 kV, temos descargas próximas e de baixa intensidade. Um raio, para produzir o desligamento de tensões dessa órbita, tem que atingir diretamente a linha e precisa de uma intensidade equivalente ao dobro ou triplo da intensidade média de um raio comum”, afirma Pinto Junior.

Ou seja, o coordenador explica que um raio de 70 mil ampères, no mínimo, teria de atingir em cheio a linha para provocar a queda. Em geral, um raio tem 30 mil ampères.

Escrito por: Luciana Rossetto

Postagem: Océlio Teixeira de Souza
Fonte: Globo Online

Centro Cultural BNB Cariri: Programação Diária


Dia 12/11, quinta-feira

Música – COMPOSITORES DO BRASIL
14h Programa de Rádio na Educadora do Cariri AM. 180min.

Atividades Infantis - HORA DO RECREIO
Local: Liceu Anderson B. Carvalho (Juazeiro do Norte)
13h30 Reisado Manoel Messias. 30min.

Local: E.E.M Gov. Adalto Bezerra (Juazeiro do Norte)
14h30 Reisado Manoel Messias. 30min.

Local: E.E.F.M Maria Amélia Bezerra (Juazeiro do Norte)
16h Reisado Manoel Messias. 30min.

Literatura/Biblioteca - OFICINA DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA
15h Contadores e Contamores. 240min.

Literatura/Biblioteca - BIBLIOTECA VIRTUAL
18h Noções Básicas de Utilização da Internet. 180min.

Rua São Pedro, 337 - Centro - Juazeiro do Norte
Fone (88) 3512.2855 - Fax (88) 3511.4582

Vale Arte para todos - Por: Alexandre Lucas

Historicamente as artes estiveram e estão reservadas a um seleto público e a espaços de consumo identificados com a população de maior poder aquisitivo. No modo de produção capitalista, a arte toma o caráter de mercadoria tornando-se um “fetiche” e, por isso, perde o seu viés de humanização, deixando o grande público a mercê da indústria cultural.

Essa problemática se repete em diversas localidades. O grande público é excluído do processo de pensar-fazer artístico e as manifestações artísticas e culturais efetivadas na periferia são discriminadas e excluídas do circuito da fruição das artes, bem como o acesso do que é produzido dentro do circuito da arte não chega à periferia criando uma espécie de dois mundos distintos. O mundo dos possuídos de grana e o mundo dos despossuídos. Isso não significa dizer que não existam relações e interações entre esses mundos. Logicamente as barreiras são invisíveis, mas ultrapassáveis e abundantemente perceptíveis. As camadas populares são severamente eliminadas do processo fruitivo da arte, não é a toa que é tão presente o discurso de estranhamento e de auto-distanciamento da arte e da cultura por parte do grande público. Como se a produção cultural e artística fosse fruto da excepcionalidade, genialidade ou divindade e não resultado da produção especificamente humana.

De acordo com Canclini, “ (...) A arte nunca é tão fascinante, criativa e libertadora como quando atua de forma solidária com a capacidade produtiva e cognitiva do povo”. As comunidades periféricas convivem diariamente, com a inexistência de espaços e oportunidades de relacionar-se com a produção artística e cultural. Desconhecendo, muitas vezes, as manifestações e materiais produzidos em sua localidade e, por isso, vem a consumir produtos da embrutecedora indústria cultural. O grande público muitas vezes desconhece que a sua produção e reprodução da vida é fundamentalmente humana e por conseguinte cultural.

Existe um condicionamento ideológico que provoca a idéia nas massas de que a cultura é sempre uma produção restrita a alguns iluminados ou detentores do poder, alagando a distancia das camadas populares da sua própria vida. A democratização/troca, reinvenção e interação do pensar e fazer artístico e cultural, tendo como foco a inclusão da população das comunidades periféricas , é um importante ingrediente para propiciar condições reais para que pessoas sem acesso ao circuito artístico/cultural possam refletir sobre o que produzem e consomem. Bem como, sejam capazes de se reconhecerem como possíveis criadores de uma arte libertária e humanizadora, fazendo frente à indústria cultural que notoriamente é um forte braço do mercado.

Baseando-se na perspectiva de que o processo criativo-fruitivo é algo histórico e socialmente construído, bem como pela compreensão da necessidade de ampliação do público fruidor das artes e da vida, a fim de permitir o desenvolvimento da autoconsciência como instrumento de emancipação humana, comungo com a professora Maria Inês Hamann Peixoto que afirma “pela proximidade de facilitação de acesso é também possível não só despertar, mas criar necessidades e prazeres especialmente humanos, tais como: acuidade perceptiva e agudeza da sensibilidade, o exercício da capacidade de reflexão, de interpretação e de crítica, entre outros, pois que a arte é criação-produto específico do homem e só a sua humanização deve se destinar”.

É imprescindível reconhecer também que o direito a diversidade, a interação, a reinvenção e a livre produção humana numa sociedade dividida em classes sociais antagônicas é uma falácia ou caso excepcional, particular. Esse direito é negado e não será dado pelo Estado representante das elites, mas pela e na imersão das lutas e resistências protagonizadas pela própria população, como vem ocorrendo nas infinitas realidades culturais e artísticas do povo Brasileiro que vem ponteando a sua história e contribuindo para o empoderamento dos movimentos sociais e ampliação das conquistas e a democratização das políticas públicas em nosso país.

Alexandre Lucas Coordenador do Coletivo Camaradas, pedagogo e artista/educador

Ministério Público abre processo para apurar causas do apagão

"O Ministério Público Federal (MPF) abriu ontem processo administrativo para apurar as causas e os responsáveis pelo apagão que atingiu vários estados brasileiros na noite de terça-feira. Os órgãos envolvidos — Ministério de Minas e Energia, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e Usina Itaipu Binacional — terão 72 horas para enviar ao MPF toda a documentação produzida sobre a pane, principalmente as comunicações entre geradores, transmissores e distribuidores.

A ordem inclui ainda o envio de atas de reuniões, notas técnicas e laudos preliminares que possam ajudar a esclarecer o ocorrido. O processo foi aberto pelo procurador Marcelo Ribeiro de Oliveira, lotado em Goiás. Ele é coordenador do Grupo de Trabalho de Energia e Combustíveis da Terceira Câmara de Coordenação e Revisão da Procuradoria-Geral da República.

Dentro de 15 dias o MPF deverá se manifestar sobre o caso e indicar os responsáveis pela primeira falha detectada no sistema. Falará ainda se na época existiam medidas que pudessem evitar o blecaute. De acordo com o órgão, o objetivo é auxiliar o trabalho dos procuradores da República lotados em vários estados.

O Tribunal de Contas da União (TCU), por sua vez, alertou em julho o governo sobre riscos para o sistema elétrico. No acórdão que calculou em R$ 45,2 bilhões os prejuízos causados ao país pelo racionamento de 2001 e 2002, motivado pela falta de investimentos, os ministros do TCU recomendaram à ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, verificar a situação dos órgãos ligados ao setor elétrico (quadro de pessoal e Orçamento), a fim de afastar o risco de um novo blecaute.”

(O Globo)

Postagem: Océlio Teixeira de Souza
Fonte: Blog do Eliomar de Lima
Obs: O negrito foi posto por mim, para chamar a atenção do referido parágrafo.

Raimundo Bezerra Filho - Por A. Morais


Acima: Dr. Geraldo Alckmin.

Durante os quatro anos do Governo do Dr. Lucio Alcântara, acompanhei as solenidades políticas realizadas nas regiões centro e sul do Estado. Observei como as autoridades politicas são pessoas simples que tem sentimentos, carinho, gratidão e decepções como todo humano em qualquer outra atividade. Vi muitas aberrações, como um prefeito, em seu pronunciamento saudar: O Ilustríssimo Senhor Reitor da Universidade e a magnífica Primeira Dama do município. Vi também, uma Secretaria de Educação de um município dizer em solenidade – Reverendíssimo senhor governador, no maior ato de despreparo e de bajulação já visto e, ainda ter que receber bronca do Prefeito porque não orientei a secretaria, quando a responsabilidade era dele que a escolheu.
Vi também, atitudes de homens que cultivam a amizade e a valorizam. Na campanha presidencial, o Governador Lucio Alcântara, os senadores Tasso Jereissati e Luis Pontes, uma dúzia de deputados federais, vários deputados estaduais e dezenas de prefeitos estavam no Aeroporto Regional do Cariri para receber o presidenciável Geraldo Alckmim - Só quem conhece sabe o quanto o Dr. Geraldo Alckmim é simples, humilde, educado e cordial.

Ao chegar ao saguão do aeroporto Dr. Alckmim avistou Raimundo Filho junto às autoridades: Acenando com as mãos se dirigiu ao Raimundo Filho perguntando-lhe: como vai você? Como está a família? Ainda gosta de ler jornais? Abraçado ao Raimundo virou-se para as demais autoridades e disse: Fui colega do pai dele, éramos grandes amigos, os nossos apartamentos ficavam porta com porta. Então, um dia, o meu Jornal começou a sumir. A minha secretaria ficou de vigia e descobriu que Raimundo Filho apanhava-o e ia ler as principais noticias e não o devolvia mais. Dr. Alckmin olhava para o Raimundo Filho com o afeto e carinho de um pai e falou: você era uma criança, está perdoado. Parabéns amigo Raimundo por ser um fazedor e conservador de amizades.

Por: A. Morais
Foto de Raimundo FIlho: Dihelson Mendonça

Parabéns ao Crato, mais uma vez Capital da Cultura - Por: José Sales


O Crato, mais uma vez será o palco da abertura da grande festa da cultura no Cariri, XIª Mostra SESC Cariri de Cultura, demonstrando que esta cidade é realmente a Capital da Cultura. Está de parabéns a população da cidade que assume ser esta uma das principais diretrizes de desenvolvimento do Município. Está de parabéns o Prefeito Samuel Araripe que apostou na proposta de transformação com Complexo Estação Crato em Centro Cultural do Araripe e credibilidade deste projeto como um primeiro passo para a requalificação urbana do Crato em sintonia com o que é de mais moderno em todo o mundo. Está de parabéns a Secretaria da Cultura Danielle Esmeraldo, que já nesta gestão municipa, entendeu claramente o potencial do complexo Estação Crato.

Os parabéns são extensivos ao então Governador do Estado Lúcio Alcantara que aceitou a idéia de pronto e garantiu todos os recursos para a configuração da proposta. Está também de parabéns o Eng. Luiz Barreto, o gestor da consolidação das obras que fez o projeto se transformar nesta realização que é orgulho cratense e "in memoriam", o cratense de coração Jefferson Felício Junior, com quem travamos as maiores batalhas, no bom sentido de realizar padrões de qualidade. Estão de parabéns todos que trabalharam para consolidação desta idéia que coloca o Crato como modelo de gestão urbana em todo o Estado do Ceará. E por fim, estamos todos imensamente felizes.

Da equipe que trabalhou na concepção do Complexo Estação Crato/ Centro Cultural do Araripe.

Por: José Sales

Mais um comentário sobre o apagão - por José Sales

O silêncio tático da Ministra Chefe da Casa Civil Dilma Roussef sobre o apagão a tornará ainda mais apagada, apesar de todas as tentativas feitas em se isolar o governo e ela própria dos efeitos políticos do blecaute que atingiu 17 Estados brasileiros. Desnuda-se rapidamente a imagem de gerente eficiente, capaz de planejamentos a longo prazo, apresentada pela propaganda oficial como a "inventora" da "revolução"do novo sistema elétrico brasileiro. E as preces e palavras do Ministro Edison Lobão para que "Deus queira" que não aconteça um outro apagão podem não ser ouvidas por Nosso Senhor lá em cima.

BLOGMarginal:Deus salve a Marginalia-Por Wilson Bernardo!

Importante sacada da Mostra SESC,inserir no contexto da mostra um dos incones da Poesia Marginal dos anos de Chumbo em meados dos anos setenta,a confraria marginalia do cariri se congratula com muita MERDA e boas vindas ao poeta CHACAL a fonte mãe da poesia marginal cearense e do cariri o berço dos dos olhares pequi da Chapada mística do Araripe.
CHACAL no momento estará dando um Oficina "Fala a Palavra" nos dias 16,17,18 no SESC-Crato,aberto a todos mas com limites de inscrições.
Integra da entrevista dada á Joana Araújo e publicada na edição especial da revista CAROS AMIGOS sobre Literatura Marginal
1) Na sua opinião o que é literatura marginal? (essa pergunta está sendo realizada para todos nossos entrevistados, para a composição de um painel)
R = LITERATURA MARGINAL NÃO CONHEÇO. POSSO FALAR SOBRE POESIA MARGINAL, UM MOVIMENTO DOS ANOS 70 NO RIO DE JANEIRO, CARACTERIZADA POR TRAZER DE VOLTA À POESIA, A FALA DAS RUAS, AS GÍRIAS DE UMA GERAÇÃO CUNHADA NO POP, NA TRILOGIA SEXO, DROGAS, ROCK AND ROLL.
2) Quais são os principais representantes dos anos 60/70?
R = NO RIO, OS GRUPOS NUVEM CIGANA, VIDA DE ARTISTA, FOLHA DE ROSTO, DESMAIO PÚBLICO, GANG PORNÔ.
3) Você é um dos poetas mais citados dentro da literatura marginal, muitas vezes como o principal representante. Qual a sua posição em relação a isso?
R = LITERATURA E POESIA SÃO COISAS DIFERENTES. A LITERATURA ESTÁ MAIS LIGADA AO CONTEXTO, AO SENTIDO. A POESIA ESTÁ LIGADA AO SOM, A IMAGEM, A FORMA SENSÍVEL. A MARGEM, PARA MIM, É O MAINSTREAM. É NELA QUE EU NAVEGO HÁ 34 ANOS, DESDE MEU PRIMEIRO LIVRO MIMIOGRAFADO “MUITO PRAZER” EM 71. SER RECONHECIDO É LEGAL.
4) Qual o painel da poesia marginal hoje? Quem são seus representantes? Comente sobre eles.
R = NO RIO, DOIS EIXOS SE CRUZAM: O CEP 20.000 ( http://cep.zip.net ) NO ESPAÇO CULTURAL SÉRGIO PORTO, ÀS ÚLTIMAS TERÇAS DO MÊS) E A LAPA (BASE DO MOVIMENTO HIP HOP). DO CEP, EVENTO MULTIMÍDIA QUE DIRIJO HÁ 15 ANOS, SAÍRAM NOMES COMO MICHEL MELAMED, MESTRE NA INCONTINÊNCIA VERBAL, CASÉ PECCINI, HOJE VJ NA MTV, GRANDE PERFORMER E POETA, VIVIANE MOSÉ, A MELHOR POETA CARIOCA/CAPIXABA DO MUNDO, O BOATO, GRUPO DE POETAS/MÚSICOS SENSACIONAL QUE DITARAM O TOM ANÁRQUICO DA PRIMEIRA E VISCERAL FASE DO CEP, BIANCA RAMONEDA, PEDRO ROCHA, GUILHERME ZARVOS, GUILHERME LEVI, EBER IGNÁCIO, BOTIKA, VITOR PAIVA, DANIEL SOARES, DUDU PEREIRA..
5) O que pode ter originado o surgimento de novos poetas marginais?
R = O CEP 20.000 – CENTRO DE EXPERIMENTAÇÃO POÉTICA , APOIADO PELA PREFEITURA, É UM GALPÃO COM LIBERDADE PARA SE FALAR ERRADO OU PARA ERRAR PELO CAMINHO. O HIP HOP QUE ASSIMILOU O RITMO DAS BATIDAS ELETRÔNICAS DANDO MAIS PLASTICIDADE E CONTUNDÊNCIA ÀS PALAVRAS. A PRÁTICA DEMOCRÁTICA E A INFORMAÇÃO QUE FAZ A GALERA CONHECER SEUS DIREITOS. VÁRIOS MOTIVOS POSSÍVEIS.
6) A poesia marginal pode ser considerada uma poesia social?
R = TOTALMENTE. NÃO SÓ A TEMÁTICA, MAS A FORMA DE CIRCULAR A INFORMAÇÃO, A EXPRESSÃO ORAL, A RODA DE POETAS E RAPPERS. A POESIA MARGINAL É BOCA A BOCA, CORPO A CORPO. O OUTRO ESTÁ SEMPRE PRESENTE.
7) Quais as principais características, principalmente em termos de linguagem, da poesia marginal e de seus escritores?
R = 1 - A PROXIMIDADE DA FALA, DA GÍRIA, DA RUA.
2 – A EXPRESSÃO ORAL QUE A FALA IMPÕE.
3 - A EXPERIÊNCIA DIRETA DA VIDA EM DETRIMENTO DA LITERÁRIA.
4 – UMA LINGUAGEM COMUM A MAIORIA DAS PESSOAS. DAÍ SEU TEOR EXPLOSIVO
.
8) Qual o tema predominante da literatura marginal? Há exceções? Por quê?
R = A VIDA COMO ELA É. NOS GUETOS, NAS PRAIAS E BAIXOS DA VIDA. SEM NHEM NHEM NHEM. TRABALHANDO À MARGEM TAMBÉM, ESTÁ ANDRÉ SANTANNA, MANOEL DE BARROS, ARNALDO ANTUNES QUE, COMO EXCELENTES POETAS, GARIMPAM NO VEIO FÉRTIL DA LINGUAGEM.
9) O que ficou da poesia marginal dos anos 60/70? Existe distinção dessa literatura com a praticada pelos novos escritores?
R = A POESIA DOS 70 VIROU LETRA DE ROCK NOS 80 E RAP NOS 90/00. CADA UM COM UMA TECNOLOGIA DIFERENTE. DO MIMIÓGRAFO AOS SAMPLERS, AOS BLOGS. MAS O DNA É O MESMO.
(10) Onde podemos encontrar materiais sobre o assunto? Como escritos, documentos, resgates.
R = NA MINHA ESTANTE, NAS UNIVERSIDADES AMERICANAS. AS INSTITUIÇÕES BRASILEIRAS TÊM DIFICULDADE DE LIDAR COM ESSA MEMÓRIA. É A FALA DOS OUTSIDERS, DOS QUE COMERAM E NÃO GOSTARAM. ALÉM DO QUE, A CULTURA MARGINAL É ORAL POR EXCELÊNCIA. DAS RODAS DE SAMBA, DO IMPROVISO DAS BATALHAS DOS RAPPERS, DA POESIA VOCIFERADA NOS BARES E GALPÕES, O REGISTRO É DIFÍCIL. O QUE VALE É O MOMENTO. ANYWAY, A REVISTA TRIP ENCARTOU UM CD DE CEP 20.000 EM OUTUBRO/NOVEMBRO DE 2000. VALE O GARIMPO.
11) A literatura marginal pode ser considerada um movimento literário? Por quê? R = PORQUE MOVIMENTOU A LITERATURA. TROUXE PARA ELA A PALAVRA DAS RUAS FEITAS POR PESSOAS QUE ANDAM PELAS RUAS E NÃO FICAM ENJAULADAS EM TORRES DE MARFIM.
12) A música, por exemplo o hip hop e o rap, e até mesmo cordel podem ser inseridos na literatura marginal?
R = ISSO É A POESIA MARGINAL. RITMO E POESIA. PALAVRAS RIMADAS, IMANTADAS, DESCONTRUÍDAS, EXPLOSIVAS, MARGINAIS
Wilson Bernardo(Texto inicial e Desenho "Caldeirão Cariri")
Fotos de CHACAL divulgação de blog.
Entrevista: Joana Araújo.

A Polícia, a Legislação e o Poder Paralelo - Parte I - Por: (Archimedes Marques)

NE - Crime Organizado

“Se soubesse que o mundo se desintegraria amanhã, ainda assim plantaria a minha macieira. O que me assusta não é a violência de poucos, mas a omissão de muitos. Temos aprendido a voar como os pássaros, a nadar como os peixes, mas não aprendemos a sensível arte de viver como irmãos.” (Martin Luther King)

A extrema ousadia do tráfico dos morros do Rio de Janeiro ao abater um helicóptero da força Policial, trouxe à tona mais uma vez a problemática antiga, a ferida crônica de difícil extirpação, que é sem sombras de dúvidas, a questão do crime organizado, raiz do tráfico de armas, raiz do tráfico de drogas, raiz de todos os outros crimes subseqüentes, raiz do aumento desenfreado da criminalidade, raiz da violência urbana, raiz do descrédito do povo na sua Polícia, no Ministério Público, no Judiciário, nas autoridades dos Poderes constituídos, nas Leis do Brasil que se mostram ineficazes para debelar esse violento e preocupante problema.
Os fatos altamente negativos e igualmente preocupantes para o País e para o nosso Estado Democrático do Direito, além de deixar a sociedade brasileira atônita fizeram o mundo ficar perplexo tal qual o tamanho da ousadia do tráfico que ultrapassou todos os limites imagináveis da sensatez.

Objetivando buscar as origens da dura e triste problemática real, necessário se faz voltarmos um pouco no túnel do tempo e relembrarmos fatos que apesar de terem ficado para trás fazem essa deprimente e vergonhosa história de violência e descaso estatal para com o povo na sua trajetória de sofrimento.

O crime organizado subiu os morros das cidades Metrópoles brasileiras, em especial, no Rio de Janeiro, com a ascensão do tráfico de drogas no início dos anos 80 e, na contramão, o Estado desceu. Desceu e abandonou o seu povo à própria sorte. Desceu e deixou que o tráfico fizesse as suas vezes de comando e administração das comunidades, que o tráfico fizesse as suas leis, que o tráfico se proliferasse feito epidemia, com isso foram nascendo e crescendo os poderes paralelos através do aparecimento e surgimento das facções criminosas. As favelas ficaram dominadas literalmente pelos traficantes, que foram se organizando em facções, enquanto os agentes públicos viam naquele amontoado de barracos de vida sub-humana apenas possíveis votos a serem comprados. O crime organizado foi fincando as suas raízes e crescendo os seus tentáculos para alcançar funcionários públicos corruptos a fim de poder exercer as suas atividades ilícitas mais livremente.

O trafico foi se fortalecendo cada vez mais e arregimentando sempre um maior número de adeptos para as suas facções criminosas. O traficante através do seu poderio financeiro e repressivo passou a ser conhecido e respeitado por todos como sendo o “rei do morro”, o “comandante da área”. O tráfico passou a funcionar nas diversas comunidades como se fosse uma espécie de “Governo Ditatorial” paralelo ao nosso Regime Democrático do Direito, ou seja, um poder paralelo.

Na sua “pseudo propriedade”, o chefe do tráfico, faz as vezes do Estado realizando quase sempre, em troca de favores, o trabalho social para a comunidade carente local. Distribui alimentos, mantimentos e remédios que são tomados de assalto em cargas diversas para esse fim. Funciona também como se fosse um “Juiz opressor” na resolução das contendas do povo. A sua palavra, a sua decisão não se discute, se cumpre.

Como “Juiz” ele também realiza o julgamento sumário do seu inimigo, do seu opositor, do descumpridor das suas ordens, do informante da Polícia, do traidor da sua equipe, que sempre são condenados à pena de morte, pena essa não disposta no nosso ordenamento Jurídico. Morte essa que pode ser por execução a tiros ou pelos meios cruéis da tortura. Os fatos mostrados pela mídia referentes aos constantes corpos encontrados em determinados locais evidenciam e demonstram a veracidade da afirmativa, principalmente no que tange aos morros do Rio de Janeiro, favelas de São Paulo ou dos grandes centros do país. Como Ditador ele faz as suas leis, faz a guerra, a instabilidade social causando terror e medo ao povo. Demonstra o seu poderio, força e até decreta feriado ao determinar o fechamento do comércio e dos colégios da “sua localidade” quando bem lhe convier.

Como “soldados” dispersos, irresponsáveis e insensíveis os componentes do tráfico expõem as suas armas pesadas para a mídia e atiram a esmo dos seus esconderijos em direção a quaisquer pontos da cidade, matando ou ferindo gravemente crianças, velhos e demais pessoas inocentes como se isso fosse a coisa mais normal possível. De tais crimes oriundos de “balas perdidas” nunca ninguém é encontrado ou responsabilizado, enquanto isso, as famílias das vítimas ficam destruídas, inconformadas e revoltadas para o resto das suas vidas.

Através do poder financeiro o tráfico se fortalece constantemente com os mais modernos e sofisticados armamentos existentes para atacar os seus opositores e se defender ou atacar a Polícia, para combater os outros grupos, para brigar pelos bons pontos de revenda da droga, para guerrear pelo controle dos morros de maiores rentabilidades de venda das drogas, para mostrar para a comunidade local e para a sociedade em geral o seu poder de fogo, a sua força, o seu poder paralelo e, cada vez mais ser respeitado e obedecido por todos. Através dos seus tentáculos de corrupção em vários setores o crime organizado consegue transitar os armamentos pesados e as drogas para exercer as suas atividades ilícitas. Algumas drogas, a despeito da cocaína e do crack, tidas como das mais usadas, são advindas principalmente da Bolívia, Peru, Colômbia, Paraguai, Venezuela e ultrapassam as nossas divisas, as nossas barreiras misteriosamente. Seja por ar, terra ou mar as drogas e as armas chegam às mãos do tráfico.

É também realidade nua e crua, é triste realidade, que o tráfico de entorpecentes engrossa as suas fileiras com crianças e jovens que funcionam na organização criminosa como “aviões, fogueteiros, vigilantes, laranjas, informantes e até executores de crimes diversos.” Tais crianças e adolescentes na maioria das vezes, por total falta de opção, ingressam nesse mundo de crime e tem aquele “trabalho” como uma espécie de carreira profissional. Muitos sonham em ser o rei do morro. É o chefe do tráfico como herói da criançada que logo cedo tem nos reais fuzis, metralhadoras ou pistolas seus brinquedos prediletos. A ferida crônica, o câncer verdadeiro chamado crime organizado, cresceu de forma vertiginosa e atingiu de forma infame a cidadania e a paz interna do nosso País.

Esse câncer imenso que corrói e destrói a esperança pela paz, pela dignidade do povo brasileiro, essa ferida pustulenta que leva a geração presente ao descrédito das Leis e dos Poderes constituídos no nosso País, esse vulcão em erupção vomitando lavas ferventes e incandescentes de tráfico, seqüestros, latrocínios, roubos, homicídios, crimes de todos os tipos e corrupções em todas as áreas, urge de soluções imediatas, constantes, concretas e efetivas para o seu saneamento, sob pena da nossa geração futura sofrer conseqüências ainda piores do que estamos a viver.

Estamos em verdadeira guerra urbana e social contra a marginalidade diária, contra a marginalidade comandada pelos pequenos e grandes traficantes, contra a guerra do tráfico e contra todos os outros crimes que são gerados, criados e originados pelo crime organizado.
Precisamos buscar nas lições do passado, nos erros do passado, nos acertos do passado, nos exemplos bons e ruins do passado, nas causas do problema do passado, as soluções adequadas para projetos concretos a serem realizados e associados no presente para o efetivo colhimento de ótimos frutos no futuro, se possível, num futuro próximo.

Da obra literária intitulada “A Polícia na História do Brasil” de autoria do nosso amigo, Delegado de Polícia aposentado e eterno Policial, PAULO MAGALHÃES, hoje Advogado em Mato Grosso do Sul e “caçador de corruptos” através da sua empresa virtual Brasil Verdade, destacamos os dois primeiros parágrafos relacionado ao item “Polícia, Política e o crime organizado”, do capítulo I intitulado “Decisões que mudaram o rumo da Segurança Pública”, ligado ao tráfico de drogas no Rio de Janeiro, quais sejam:

“Consta, do folclore policial carioca, que o ex-governador Leonel de Moura Brizola, para garantir sua vitória na primeira candidatura (1983-1986), fez um acordo com o tráfico de entorpecentes através do então “comerciante de narcóticos” em franco crescimento Jose Carlos dos Reis Encina (o Escadinha), irmão do também traficante Paulo dos Reis Encina (o Paulo Maluco). Tendo os dois marginais como cabos eleitorais e o apoio dos também bandidos Jose Carlos Gregório (o Gordo), Paulo Roberto de Moura Lima (o Meio Quilo), o Japonês, entre outros. Leonel Brizola conseguiu uma expressiva votação nos morros e favelas do Rio de Janeiro. Em troca, eleito, Brizola garantiu o “livre comércio” de drogas, sem a interferência policial.
Por óbvio não existe documentação que ateste o acordo criminoso, mas é sabido e notório que a polícia foi proibida de subir os morros, os helicópteros policiais defesos de sobrevoarem as favelas; assim, estas e outras resoluções favoráveis ao fortalecimento da marginalidade, tomadas pela Casa Civil de Brizola, fizeram com que a polícia não conseguisse mais controlar o crescimento das quadrilhas/bandos organizados, como Comando Vermelho, Falange Jacaré, etc.”
Complementando essa deprimente possibilidade de auto e gravíssima corrupção praticada pelo Poder Público destacamos do mesmo livro este outro parágrafo:
“Em sede de monografia, Bruno dos Santos Rodrigues apresentou ao corpo docente do Curso de Administração das Faculdades Integradas Bennet o tema “Prevenção à Lavagem de Dinheiro: Medidas Administrativas”, fazendo constar: No começo da década de 1980, o governador Leonel Brizola acertou proteção com os dirigentes dos morros, que praticavam uma marginalidade periférica no Rio de Janeiro. A polícia não subia nos morros e os traficantes não desciam à cidade. O jogo do bicho evoluiu para o tráfico e o próprio tráfico empresariou-se. O governo do Rio de Janeiro aos poucos foi se afastando dos morros e favelas até o momento em que não pôde subir mais. O narcotráfico usava seus recursos para ajudar os favelados em seus problemas sociais: um remédio, o pagamento de uma conta de luz, o emprego para um garoto e a proteção contra assaltos, etc., dando a idéia de um novo Estado, eficiente e sem burocracia. Assim nascia o Comando Vermelho, entre outras facções, criadas para defender seus territórios de jogo do bicho e do narcotráfico.”

Continua amanhã...
Por: Archimedes Marques Delegado de Policia. Pós-Graduado em Gestão Estratégica de Segurança Publica pela UFS

Adivinhe quem está na Foto ? - Escreva um Comentário !

Escreva um Comentário sobre os personagens!

O Blog do Crato inaugura oficialmente um novo quadro: "Adivinhe quem está na Foto ?" que é para os leitores colocarem o nome das pessoas que aparecem nas fotos. Como eu sou do Crato, mas não conheço muita gente, porque passei grande parte da vida fora da minha terra, isto também nos será útil a fim de sabermos quem são as pessoas. Afinal, o Crato ainda é uma grande família e todo mundo conhece alguém que nós conhecemos. Ainda bem!

E aí, Quem são as pessoas da foto abaixo e o que fazem ?
Verifiquem que esta foto foi tirada ao lado da Lanchonete Cinelândia, que não existe mais. Portanto, já faz algum tempo...


Adivinhe 01

Foto: Dihelson Mendonça

Deputado Roque consegue novas liberações de projetos de abastecimento d’água para o Cariri

O deputado estadual Sineval Roque (PSB), tem lutado para garantir a execução de diversos projetos importantes para o Cariri, especialmente, para o município do Crato. O parlamentar reivindicou junto a Secretaria de Desenvolvimento Agrário-SDA, a liberação de projetos de abastecimento d’água beneficiando as comunidades da Palmeirinha dos Vilar, Vila São Francisco e Sítio Brea, no município do Crato, especificamente para os Distritos de Ponta da Serra e Dom Quintino.

No Governo Itinerante, realizado no dia 03 de novembro, em Campos Sales, o governador Cid Gomes assinou convênio com as Associações entregando, junto com o deputado Roque, as cartas de crédito para a execução dos projetos de abastecimento d’água com ligação residencial. A articulação do parlamentar junto ao Governo do Estado tem sido essencial para a execução dessas obras, que beneficiarão inúmeras comunidades rurais.

Desde o início da gestão Cid Gomes, o parlamentar destinou aproximadamente R$17 milhões só para o município do Crato. Os recursos foram investidos em projetos de abastecimento d’água, duas miniusinas, obra do desvio da Batateira, perfuração de poços, ampliação do Condomínio das Flores, cobertura da quadra da Escola Polivalente, construção das escadarias, das estradas Crato-Lameiro/Crato-Grangeiro, do conjunto habitacional das artesãs, construção da escola profissionalizante, compra do terreno para a instalação do empreendimento e ginásio esportivo poliesportivo da Urca.

Texto enviado por Sangiorgy Ribeiro

Sem querer ser chato, mas já sendo - Tem APAGÃO DEMAIS !!

Meus amigos,

Seria muito interessante que hoje não precisássemos ficar repetindo inúmeras postagens sobre o Apagão. Creio que daria perfeitamente pra gente ficar escrevendo nas postagens já existentes, sem precisar mais. O Blog de ontem pra hoje só teve postagem sobre o Apagão. Parece até que quem sofreu um APAGÃO foi o próprio Blog. Vamos diversificar ???

Abraços a todos,

Dihelson Mendonça

Notícias do Crato para o Dia 12 de Novembro de 2009



11ª Mostra SESC Cariri de Cultura será aberta nesta sexta-feira

O evento conta com homenagem da Câmara do Crato ao presidente do Sistema Fecomércio, Luís Gastão Bittencourt, com entrega do título de Cidadão Cratense. Em reconhecimento aos benefícios que o Sistema Fecomércio tem desenvolvido na Região do Cariri, em especial pelo município do Crato, a Câmara Municipal do Crato, por unanimidade, concede o título de Cidadão Cratense ao presidente da Fecomércio Luís Gastão Bittencourt. A solenidade será realizada no dia 13 de novembro, às 19h, no auditório do Centro Cultural do Araripe, com presença de vereadores, do prefeito da cidade, Samuel Araripe, secretários e convidados. Na ocasião, será aberta para o Cariri a 11ª edição da Mostra SESC Cariri de Cultura. O Crato, mais uma vez é palco da abertura da grande festa da cultura, no interior do estado, demonstrando sua pujança de Capital da Cultura. A abertura será feita por Luís Gastão, no Centro Cultural do Araripe, local onde haverá apresentação de grande parte dos espetáculos da Mostra, como também em outros pontos do município.

A Mostra acontece de 13 a 26 de novembro no Cariri e em Fortaleza, tem como grande diferencial possibilitar maior interação entre artistas e espectadores. Serão espetáculos de artes cênicas, visuais, literatura, música, audiovisual e até excursões gastronômicas, além de passeios, debates e oficinas. Ao todo, mais de 600 artistas de 11 países – entre eles Cuba e Finlândia - desembarcam na região, que deve receber cerca de 300 mil pessoas. Todo esse público acompanha os espetáculos nos espaços localizados em quatro pólos; nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha e Nova Olinda. Durante a mostra, o Circuito Patativa do Assaré vai levar apresentações itinerantes para outros 11 municípios. E, a partir do dia 21 de novembro, o Cariri chega em Fortaleza, onde ocorrem espetáculos para todos os públicos. Enquanto a mostra estiver no Cariri, as apresentações vão se concentrar em locais como o SESC Crato; o Centro Cultural Araripe; a Praça da Sé; o Teatro Municipal de Crato; o SENAC Crato; o Crato Tênis Clube; o Memorial Padre Cícero, o Largo do Memorial, a Praça Padre Cícero; a Praça Central de Barbalha; o Teatro Neroly; a Escola de Artes Reitora Violeta Arraes Gervaiseau e o Teatro Violeta Arraes. Os artistas que participam da mostra, entretanto, também descem do palco, transformando o público em parte do espetáculo.

Equipe do Bolsa Família faz averiguação de beneficiários apontados em lista do Tribunal de Contas

A Coordenação do Cadastro Único do Bolsa Família do Município do Crato está com uma equipe do Programa visitando as pessoas cadastradas, apontadas pela lista do Tribunal de Contas para averiguação, no município. A listagem contempla 2.800 nomes de pessoas que conseguiram obter, por exemplo, um veículo, como moto ou carro, durante o período em que recebem o benefício. Por conta dessas mudanças, as visitas são necessárias para avaliação da situação familiar. Em seguida é feito um laudo enviado para o Tribunal, de acordo com o que foi informado pela família e visto pela equipe. Na lista do Tribunal constaram itens dessa natureza, que não foram declarados pelos beneficiários. O coordenador Marcos Lopes afirma existir na lista uma pessoa que se candidatou a vereador e está como suplente. Nesse caso, será excluída, após a constatação por meio do laudo. Outros casos, como averiguação de documentos, também serão examinados. Esse é um procedimento que vem sendo feito pela fiscalização do Bolsa Família, no sentido de possibilitar que sejam beneficiadas as pessoas que atendem aos critérios exigidos pelo Governo Federal.

Coordenação do Cadastro Único participa de treinamento para novo formulário, em Brasília

A coordenação do Bolsa Família do município do Crato, que passou a trabalhar com novos equipamentos de informática, terá novo treinamento em Brasília. Dois integrantes do Programa do Cadastro Único no Município participam, na próxima semana, de capacitação para o preenchimento do novo modelo de formulário do Cadastro Único para 2010. Para isso, haverá uma mudança no sistema para preenchimento das fichas, com o novo modelo a partir do próximo ano. Estarão na Capital Federal para o treinamento o coordenador geral do Programa em Crato, Marcos Lopes, e o responsável pela digitação, Genildo Leite.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31