xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 11/11/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

11 novembro 2009

Apagão? Não, absolutamente. Foi um microincidente

Todas as pessoas pecam, menos as autoridades públicas. No governo –qualquer governo—, não há culpados. Só inocentes. Ou cúmplices.

Pois bem. O ministro Tarso Genro (Justiça) veio aos holofotes para dizer meia dúzia de palavras sobre a falta de luz da noite passada.

Disse que o apagão da era FHC foi “uma catástrofe”. E chamou o novo blecaute de “tropeço”.

O que houve agora, disse o ministro, foi um "microincidente dentro de conquistas extraordinárias que o Brasil teve durante sete anos na produção de energia".

O governo de ontem, culpara São Pedro pela catástrofe. O santo sonegara chuvas. Os reservatórios minguaram. E sobreveio o breu. Depois, o racionamento.

O governo de hoje se volta, de novo, para os céus. As águas agora são abundantes. Mas, junto com as chuvas, vieram os raios. Daí a volta do breu.

Ontem, negligenciava-se o debate sobre a incúria que levou à falta de planejamento e à escassez de investimentos.

Hoje, alega-se que tudo foi planejado. Investimentos? Foram feitos como nunca antes na história desse país.

Mais fácil atribuir todas as culpas às intempéries climáticas do que encarar as vulnerabilidades do sistema de fornecimento de energia.

Admitindo-se a tese do raio, fica a pergunta: por que diabos um problema localizado espalha escuridão por cidades de 18 Estados?

Simples: o sistema, por precário, não dispõe de mecanismo de segurança capaz de circunscrever as interferências indesejáveis nas linhas de transmissão de energia.

Decerto faltou planejamento. Aparentemente, novos investimentos terão de ser feitos. Porém...

Porém, todas as dificuldades, por maiores que sejam, parecem pequenas diante do problema maior: o apagão mental.

Os brasileiros que foram assaltados na noite passada, os patrícios que ficaram presos em trens e elevadores...

...Os doentes que tiveram seus aparelhos desligados nas camas dos hospitais, toda essa gente decerto ouvirá o “micro-acidente” de Tarso Genro com cara de estupefação.

Escrito por Josias de Souza

Postagem: Océlio Teixeira de Souza
Fonte: http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/

Justiça manda Governo pagar transplante de criança cearense nos EUA


Nota do Editor: Foto original removida e Substituída

A Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) manteve a decisão da 5ª Vara da Justiça Federal no Ceará que, ao julgar ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal (MPF) de autoria da procuradora da República Nilce Cunha Rodrigues, havia determinado que a União e o estado do Ceará financiassem uma cirurgia de transplante de fígado, nos Estados Unidos, em uma criança portadora da doença conhecida como “xarope de bordo na urina”. A enfermidade se caracteriza pela deficiência na metabolização de alguns aminoácidos e pode causar danos ao sistema neurológico.

A decisão do tribunal acolheu o parecer do MPF, emitido pela Procuradoria Regional da República da 5ª Região, que havia se posicionado contrariamente ao provimento do recurso ajuizado pela União contra a decisão da Justiça Federal em primeira instância.

No mérito do recurso, a União alegara que a cirurgia poderia ser realizada no Brasil. Entretanto, os transplantes de fígado em crianças realizados aqui pertencem a uma modalidade comum, e o tratamento nesse caso requer transplante de fígado com manejo metabólico. Sem esse procedimento, poderia ocorrer uma descompensação metabólica capaz de provocar danos neurológicos e até mesmo a morte do paciente.

Ação civil pública – A União havia questionado também a legitimidade do MPF para ajuizar ação civil pública em defesa de um direito individual. Porém, a alegação não foi aceita pela Primeira Turma do TRF-5. O MPF argumentou que o Estatuto da Criança e do Adolescente autoriza o Ministério Público a se utilizar da ação civil pública na defesa dos interesses individuais, difusos ou coletivos relativos à infância e à adolescência. No caso, o direito individual à saúde de um menor.

O MPF ressaltou ainda que a Justiça Federal havia determinado que o SUS destacasse um médico brasileiro para acompanhar o transplante nos EUA. Dessa forma, esse profissional terá acesso ao procedimento cirúrgico e poderá repassar o conhecimento adquirido para outros médicos no Brasil, o que irá beneficiar inúmeros pacientes portadores da mesma doença.”

(Site do MPF-CE)

Postagem: Océlio Teixeira de Souza
Fonte: http://blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/

Serra atribui apagão a falta de investimentos


O Governador de São Paulo, José Serra (PSDB), criticou hoje a falta de investimento e de manutenção na rede elétrica nacional, mantida pelo governo federal. Para Serra, esses fatores contribuíram para o apagão que deixou por quatro horas vários Estados do País sem luz na noite de ontem. Ele afirmou acreditar que o incidente foi uma prova da vulnerabilidade do sistema. "Foi um fenômeno muito grave. Nunca no Brasil todas as turbinas de Itaipu tinham parado. Nunca quase metade da carga elétrica do País foi afetada", disse. "Falta investimento, falta manutenção na quantidade e na qualidade. São Paulo consome 60% da energia do País, mas não tem um centro operacional aqui", acrescentou.

Comentário da postagem: Há duas semanas, durante o programa de rádio 'Bom Dia, Ministro', a pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, afirmou que a construção de novas usinas hidrelétricas garantiria o fim dos apagões no País: "Nós também temos uma outra certeza, que não vai ter apagão, é que nós hoje voltamos a fazer planejamento".

Fonte: Carolina Freitas/ Agencia O ESTADO

Dr.Valdetário e as novas Mudanças de um PT Adormecido.-Por Wilson Bernardo!

VALDETÁRIO E A SIMBOLOGIA DAS TELHAS NA CONSTRUÇÃO DE UMA NOVA TENDÊNCIA POLITICA NA CIDADE DO CRATO.
PIRRO MORREU NO CERCO DE ARGOS. UMA TELHA MATOU-O.

Pirro II, rei do Epiro(região da antiga Grécia), notabilizou-se pelas suas lutas contra os romanos.
Governou com grande influência. Em 280 a.C., venceu o inimigo na batalha de Heraclèia e, em 279 a.C., esmagou-o em Ásculo. Em 272 a.C., morreu no cerco de Argos(Peloponeso). No instante em que se refugiava numa casa, uma velha,de cima de um telhado, jogou uma telha sobre a cabeça do monarca. Acabou seus dias, assim, o mais célebre rei do Epiro.

Nota: O ego de quem manipula poderes é frágil como cérebro de Elefantes degustadores de ervilhas.
Wilson Bernardo(Texto & Fotografia)

A catinga do Ministério - por Pedro Esmeraldo




Desde priscas eras, um pequeno grupo constituído de homens – jovens e adultos –se reúne, todas as manhãs, em frente à Farmácia Gentil – na esquina das ruas Bárbara de Alencar com Senador Pompeu – local que se tornou o ponto de lazer desses senhores.
São pessoas sérias, que ao longo dos anos, vêm apreciar o nascer do sol, espantando o estresse, entremeando papos sérios com brincadeiras jocosas que os ajudam a amenizar das canseiras diárias.
Anteriormente, essa turma se reunia um pouco mais acima da Rua Senador Pompeu, em frente ao escritório da Zebulâdia, pertencente ao então deputado federal Dr. Ossian de Alencar Araripe.
Não se sabe o ano de inicio dessas reuniões matutinas, que já ocorriam desde o princípio da década sessenta. Lembramos que muitos desses frequentadores já partiu para a existência eterna. Outos mudaram a residência para cidades diferentes. Mas persiste o encontro desses respeitáveis cratenses aqui residentes. A população desta cidade já denominou o encontro de “Conselho de Ministros”, numa prova do respeito de que são dotados esses cidadãos.

Também nós passamos a frequentar essas reuniões desde quando assumimos o emprego do antigo DCT (Departamento dos Correios e Telégrafos) e a partir daí tivemos a sorte de congratularmos com essa turma, ouvindo e apreciando as brincadeiras engraçadas e saudáveis.
Por tudo isso queremos saudar essa turma maravilhosa, que nos faz ampliar muito mais nosso círculo de amizades. Infelizmente, essa seletividade de pessoas não impede o comparecimento de novos elementos, os quais, algumas vezes, aparecem para mesclar com manchas sombrias o ambiente de camaradagem já referido. Quando isso acontece, a boa turma sabe sair pela tangente e conduz com nível os assuntos sempre com sinceridade e amor ao próximo, disciplinando o bom andamento das conversas.

Infelizmente, o bom ambiente do “Conselho de Ministros” atrai elementos perniciosos e repelentes, os quais mancham o bom procedimento e por isso devemos permanecer vigilantes para não baldear com palavras torpes um ambiente tão sadio.

Esses elementos, que mais parecem "cavaleiros da triste figura" (do livro de Dom Quixote) julgam-se sábios, mas, na verdade, portam sua catinga nas curvaturas da sociedade.
São nocivos. E além da catinga de que são portadores, conduzem o fuçamento de fuxico como praxe de conversa e, constantemente, poluem o meio ambiente com palavras loucas, com o único objetivo de fuçar, causar discórdia e manchar o bom comportamento dessa turma, causando discórdia com o seu "disse-me-disse" e as urdiduras que vêm do Granjeiro.
Texto de Pedro Esmeraldo

Inteligência, Conhecimento e Sabedoria - Por: Océlio Teixeira

Muito já se escreveu sobre o infeliz comentário de Caetano Veloso em relação ao presidente Lula, feito recentemente. Caetano, que gosta de ser polêmico e adora aparecer, chamou a principal autoridade brasileira, uma liderança reconhecida internacionalmente, de “analfabeto, cafona e grosseiro”. Logo, os lulistas, petistas, comunistas, governistas e outros “istas” mais se levantaram contra o compositor baiano. Caetano foi logo taxado de “elitista”, “preconceituoso” e outros adjetivos nada interessantes. Procurou-se desqualificar o autor dos adjetivos contra o presidente com outros adjetivos desqualificantes. O debate ganhou ares ideológicos, quase uma questão de estado.

Logo depois, o próprio Lula, num discurso em São Paulo, durante o 12º Congresso do PC do B, respondeu a Caetano, dizendo: “Tem gente que acha que a inteligência está ligada à quantidade de anos no colégio. Não tem nada mais burro que isso. A universidade dá conhecimento. Inteligência é outra coisa. E a política é uma das ciências que exigem mais inteligência do que conhecimento. Inteligência para saber montar equipe, tomar decisões, não está nos livros, mas no caráter e na sensibilidade”, completou. Mas não importa. As pessoas falam o que querem e ouvem o que não querem. A vida é dura”.

Diante de tantas farpas e discursos flamejantes, que às vezes beiram a arrogância, resolvi escrever este sucinto texto e fazer alguns comentários .

Sobre a fala de Caetano

Caetano foi muito infeliz, como já disse no início do texto. É evidente que como estamos num país democrático, todo cidadão tem o direito de manifestar sua opinião sobre os mais diversos temas, inclusive sobre a autoridade maior do país(já pensaram um comentário desse tipo feito por um iraniano ou cubano?). Mas digo que ele foi infeliz pelos seguintes motivos.

Primeiro, quer tenhamos votado nele ou não, Lula foi eleito democraticamente pelo povo brasileiro e é nossa autoridade máxima, a qual devemos respeitar sempre. Claro que esse respeito não deve significar submissão e concordância cega. Isso é para as ditaduras. Além do mais, devemos respeitar a todas as pessoas, independentemente dos cargos que ocupam, posição social e econômica que possuem, da crença religiosa, da cor, etc.;

Segundo. O adjetivo analfabeto é mensurável e pode ser entendido em dois sentidos, restrito e amplo. No sentido restrito, analfabeto é aquele que não sabe ler e/ou escrever. No sentido amplo, analfabeto é aquela pessoa que não tem domínio de determinado conhecimento especifico. Assim, podemos ter analfabeto digital, cultural, político (é o que mais temos), etc. Em nenhum dos dois sentidos o presidente Lula se enquadra, pois ele sabe ler, escrever, usa computador, internet, tem conhecimento cultural e é um exímio político. Portanto, Caetano vacilou

Terceiro. Os adjetivos cafona e grosseiro são subjetivos, ou seja, dependem de quem os qualifica. Uma pessoa pra mim pode ser cafona, mas para o Dihelson, por exemplo, pode não ser. Outra, pode ser grosseira para o José Mariano, e não ser para o meu amigo Armando. Portanto, são adjetivos perfeitamente aceitáveis para qualquer pessoa. Nesse sentido, chamar o presidente de cafona e grosseiro, embora deselegante, para o Caetano é correto(e para milhões de outros brasileiros também).

Sobre a fala de Lula

Primeiro, creio que não era necessário o presidente responder ao cantor baiano. Do ponto de vista prático e político, quem é o Caetano(apesar de todo o seu sucesso) frente ao Lula? Mas, nosso presidente que adora um microfone e adora falar, não perdeu a oportunidade e deu o troco.

Segundo. Lula tem razão quando diz que inteligência e conhecimentos são diferentes. Segundo os dois maiores dicionários da língua portuguesa(Aurélio e Houaiss) inteligência é a faculdade ou capacidade de conhecer, compreender e aprender. Portanto, inteligência é algo inato ao ser humano. Já o conhecimento, segundo os mesmos dicionaristas, é o ato ou a atividade de conhecer, realizado por meio da razão e/ou da experiência. Portanto, para se adquirir conhecimento não precisa freqüentar escolas, faculdades ou universidades. Em outras palavras, a inteligência pode ser desenvolvida nos bancos escolares, pela razão, mas também pelas experiências de vida. E esse desenvolvimento da inteligência leva ao conhecimento.

Terceiro. Quero aqui incluir um outro conceito nesse debate: sabedoria. Aqui vem minha discordância em relação à fala do presidente. Quando Lula respondeu ao Caetano(não era preciso) ele, de certa forma, desqualificou o conhecimento formal, passando a idéia de que este conhecimento pode não ser necessário e importante para os jovens. Ora, o exemplo da ascensão política e social de Lula, mesmo sem diploma, é uma exceção. Hoje, cada vez mais, o conhecimento formal é fundamental para quem quer ter um bom emprego e vencer na vida. E o Lula sabe disso, pois tem ampliado bastante a oferta de vagas no ensino superior federal.

Mas, porque incluí o termo sabedoria nesse debate? Porque inteligência e sabedoria são diferentes. Voltando aos dicionários, sabedoria significa prudência, sensatez e equilíbrio. Significa acima de tudo, agir com moderação, sensibilidade e discernimento. Inclusive, vez ou outra, observamos aqui no blog postagens narrando estórias referentes a sábios que são consultados por governantes antes de tomarem uma decisão.

Voltando à nossa reflexão. Lula, de fato, tem demonstrado bastante inteligência. Do ponto de vista político, uma águia. Porém, não tem sido um sábio. Às vezes, tem sido arrogante. Outras vezes, em nome da razão eleitoreira, tem agido para perpetuar a anacrônica cultura política brasileira. Tem feito alianças espúrias. E, cada vez mais, tem se considerado o maior e melhor presidente do país(“nunca na história desse país”). Ou seja, tem feito coisas que os grandes sábios simplesmente detestam: busca de poder, arrogância, incoerência, autopromoção e controle da vida das pessoas.

Autor: Océlio Teixeira de Souza

A falta de energia - Por: José Nilton Mariano Saraiva

O curto-circuito no sistema...
Ainda há pouco na CBN estavam entrevistando o diretor geral de Itaipú Jorge Semeck. Um dos entrevistadores fez de tudo para jogar no colo do Lula esse apagão. O Semeck disse que, ao contrário do ano de 2000, quando a demanda era muito maior do que a oferta, hoje os reservatórios estão robustos e que a falta de energia foi causada por um fenômeno climático em algum local dos 1000 km das linhas de transmissão a partir de Itaipú. O Semeck explicou que a falta de energia em todo o país se deu porque quando uma das linhas de transmissão sofre algum problema toda a energia que passaria por ela é canalizada para as demais linhas em funcionamento o que pode causar problemas de sobrecarga e por essa razão todas as linhas são desligadas. Depois dessa explicação o jornalista ficou quieto (Com a ajuda da imprensa, vão tentar jogar no colo da Dilma e do Lula essa falta de energia). LN
A má-fé...
O pior se deu ontem à noite quando a jornalista Lucia Hipólito entrou ao vivo pela CBN/Globo, direto de sua residência para informar ao público ouvinte que o problema do black-out ocorrera PORQUE O PRESIDENTE LULA AUTORIZARA A ISENÇÃO DE IMPOSTOS DA LINHA BRANCA, FAZENDO COM QUE MUITOS APARELHOS (NOVOS) EM FUNCIONAMENTO SOBRECARREGASSEM O SISTEMA. A especialista também alertou para a grave dependência brasileira aos combustíveis fósseis, havendo necessidade de substituição dessa matriz energética. JÁ IMAGINARAM, SUBSTITUIR AQUELE RIO DE PETRÓLEO QUE MOVE AS USINAS DE ITAIPU POR ÁGUA ??? É informação jornalística, de primeira, na veia. Direto da CBN/Globo, a rádio de “troca” notícia. - LN
A forçação de barra...
No Bom Dia Brasil, entrevistaram o físico Luiz Pinguelli Rosa, da Universidade Federal do RJ. As “feras” da Globo, Miriam Porcão (ou Leitão) e Alexandre Garcia, ávidas por sangue, tentaram encurralá-lo, de todos as formas, para dele obter uma declaração de culpa do governo. Como o homem segurou o óbvio, que não seria problema de geração, mas a interferência de algum componente atmosférico ao longo das linhas de transmissão, o Alexandre Garcia perdeu a paciência e indagou se aquilo não seria mais uma obra do MST (incrível, não ???)
A verdade
O secretário executivo do Ministro de Energia, Márcio Zimmermann, afirmou nesta quarta-feira que a origem do apagão aconteceu em três linhas de transmissão nos Estados do Paraná e de São Paulo, o que acabou forçando o desligamento da usina de Itaipu. Entre as linhas, duas ligam o município de Ivaiporã (PR) a Itaberá (SP) e a outra fica entre Itaberá (SP) a Tijuco Preto (SP). Todas as três linhas são de Furnas. Segundo o secretário, as três linhas não chegaram a cair, foram desligadas por conta de condições meteorológicas adversas na região de Itaberá. Todo o sistema já voltou e o apagão durou cerca de quatro horas, segundo os cálculos do ministério. Os ventos e chuvas fortes não causaram danos a equipamentos, afirmou Zimmermann. A ocorrência do apagão aconteceu às 10h14, enquanto o presidente Lula reunia-se com o ministro Edison Lobão (Minas e Energia), para discutir royalties do pré-sal.
Fonte: Luis Nassif, Globo, Uol - Postagem: José Nilton Mariano Saraiva

Futebol - Por: Amilton Silva

A 35ª rodada do Brasileirão Série B, estava programada para noite desta terça feira (10), em virtudes do apagão na região Sudeste, Brasiliense e São Caetano foi adiada. O restante da rodada teve os seguintes resultados:

Atlético GO 4 X 1 Ceara
Fortaleza 2 X 1 Ponte Preta
Campinense 0 X 1 Vasco
Guarany 3 X 1 Ipatinga
Bragantino 2 X 2 Parana
Duque de Caxias 2 X 1 ABC
Juventude 1 X 0 Portuguesa
America RN 1 X 0 Figueirense
Bahia 1 X 0 Vila Nova

Com os resultados de ontem, O Vasco ja garantido na próxima divisão, praticamente garantiu o título da Série B, na outra ponta da tabela, o ABC sacramentou sua ida para a Série C do próximo ano. O Ceará que vem de uma ótima campanha, foi surpreendido pelo o Atlético de Goiânia com a goleada por 4 X 1, mesmo assim , se mantem firme no objetivo de subir para a elite do nosso futebol. O Fortaleza que luta desesperadamente para permanecer na série B, venceu a Ponte Preta por 2 X 1. Suas chances são remotas.

Por: Amilton Silva - Editor de Esportes do Blog do Crato



Google permitirá "peregrinação virtual" por Caminho de Santiago


Os internautas já podem "peregrinar" virtualmente pelas ruas das cidades e povoados por onde passa o Caminho de Santiago, graças ao serviço do Google Maps denominado Street View. A recriação na rede de uma das rotas de peregrinação mais famosas da Europa é uma das novidades do serviço, no qual também aparecem, a partir desta terça-feira (10), a Alhambra de Granada, a catedral de Toledo, o aqueduto de Segóvia, a mesquita de Córdoba e o museu Guggenheim de Bilbao. A lista de novos monumentos espanhóis que poderão ser vistos pelos internautas com esta ferramenta do Google foi apresentada hoje na cidade espanhola de Santiago de Compostela pelo presidente regional da empresa, Alberto Núñez Feijóo, e vários diretores da Google Espanha.

Os caminhos, estradas, ruas, restaurantes, hotéis e lugares mais pitorescos por onde passa o Caminho de Santiago já estão disponíveis no serviço do Google. Graças ao novo mapa virtual, os turistas e peregrinos poderão viajar pelo Caminho ou planejar sua viagem real, vendo antes no Street View a localização dos lugares ou estabelecimentos (hotéis, albergues ou restaurantes) que podem ser de seu interesse. Para captar as imagens, o Street View utiliza câmeras instaladas sobre o teto de um automóvel ou em triciclos especialmente adaptados, se forem áreas mais inacessíveis. Esta ferramenta do Google causou forte polêmica em vários países --como Suíça, Reino Unido, Grécia e Japão--, devido à suposta intromissão da privacidade, já que permite observar pessoas, veículos e imóveis com nitidez.

Fonte: Folha OnLine

Centro Cultural BNB Cariri: Programação Diária



Dia 11/11, quarta-feira

Atividades Infantis - HORA DO RECREIO
Local: E.E.F. Julita Farias. (Caririaçu)
15h30 A Triste Partida. 20min.

Atividades Infantis - ARTE RETIRANTE
Local: Caririaçu
16h 100 Canal: Casa de Sementes Senhor dos Exércitos. 5min.
16h05 Sessão Curumim: Espanta Tubarões. 89min.

Literatura/Biblioteca - OFICINA DE FORMAÇÃO ARTÍSTICA
15h Contadores e Contamores. 240min.

Literatura/Biblioteca - BIBLIOTECA VIRTUAL
18h Noções Básicas de Utilização da Internet. 180min.

Atividades Infantis - ARTE RETIRANTE
Local: Sítio Belorizonte, Distrito de Lameiro (Crato)
19h Os Piratas que Não Fazem Nada. 85min.


Rua São Pedro, 337 - Centro - Juazeiro do Norte
Fone (88) 3512.2855 - Fax (88) 3511.4582

Luz volta em boa parte do país após quase 6h de apagão


O fornecimento de energia já voltou ao normal em boa parte do país na madrugada desta quarta-feira (11) após o blecaute que atingiu ao menos dez Estados e o Distrito Federal. O apagão generalizado começou pouco depois das 22h e afetou os Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Espírito Santo, Goiás, Santa Catarina, Pernambuco e mais o Distrito Federal. A falta de luz nas ruas das cidades provocou diverso transtornos. Houve registro de arrastões no Rio e em São Paulo. Trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), na capital paulista, ficaram parados nos trilhos e os usuários precisaram continuar o percurso a pé. Ainda em São Paulo, clientes deixaram restaurantes sem pagar as contas.

Por volta das 23h30, o ministro de Minas e Energia,Edison Lobão, disse que o apagão foi de 14 mil megawatts e que o problema começou com a falha em uma linha de transmissão da usina hidrelétrica de Itaipu. Em nota, a empresa informou que o sistema de Furnas, responsável por levar a energia de Itaipu para o Sul e Sudeste do país, também foi afetado. O fenômeno é chamado de efeito dominó pela usina. Imediatamente após o apagão, a usina de Itaipu estava com suas máquinas ligadas, girando no vazio, porém, sem possibilidade de transmitir energia, pois as linhas de transmissão que conectam Itaipu ao sistema brasileiro estavam desligadas, diz a nota. De acordo com a usina, o sistema paraguaio começou a ser suprido por Itaipu após aproximadamente 15 minutos. No São Paulo, o apagão também foi sentido no interior do Estado. Ribeirão Preto teve falta de luz rápida. As cidades de Bauru, Sorocaba e São José do Rio Preto, São José dos Campos e Bragança Paulista também sofreram com a queda de energia.

A situação mais grave, segundo informou o ministro Lobão, foi no Rio de Janeiro, onde o fornecimento de energia foi completamente interrompido. Em Santa Catarina, as regiões de Joinvile e Blumenau tiveram oscilação de energia. Em itajaí, um bairro ficou sem luz. No Nordeste, há informações de faltou luz apenas em Pernambuco. O apagão no Brasil ganhou destaque na imprensa internacional. Também afetado pelo evento, o Paraguai foi o primeiro a destacar, com direito a manchete no ABC Color, a falta de energia que atingiu o Brasil. Este foi o terceiro blecaute em dez anos sofrido pelo Brasil. O primeiro grande apagão brasileiro aconteceu em 17 de setembro de 1985, quando nove Estados ficaram sem luz por cerca de três horas. Mas o termo apagão ficou “conhecido” mesmo no país em 1999, quando dez Estados e o Distrito Federal ficaram cerca de quatro horas no escuro.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve se reunir na manhã desta quarta-feira (11) com o ministro de Minas e Energia para discutir as causas do apagão.

Fonte: R7

Desafio de reviver o mestre - Luiz Gonzaga Matéria publicada no Jornal do Comercio em 10.11.09


Após vasta pesquisa, o diretor Breno Silveira fecha o roteiro do filme que vai se chamar Gonzaga: de pai para filho

Luís Fernando Moura
lmoura@jc.com.br

Com o longa 2 filhos de Francisco, o cineasta Breno Silveira conquistou uma bilheteria de quase cinco milhões de espectadores, a maior do ano de 2005. Apesar do sucesso, tinha desistido de filmar histórias de personagens reais e perdeu o interesse pela maior parte delas. Carregam uma verossimilhança incabível. “Não gosto muito de cinebiografias em primeira pessoa. Uma ficção não pode ser uma colagem de fatos históricos, isto é um documentário. O cinema precisa de uma trama, de alegrias e tristezas”, afirma.

Luiz Gonzaga fez Silveira voltar atrás na primeira decisão. Em busca do relato de vida de Gonzagão, o cineasta resolveu dar outra chance ao registro biográfico. Para tal feito, iniciou uma pesquisa aprofundada para desvelar os pequenos acontecimentos da trajetória do personagem. Há dois anos, Silveira realiza uma garimpagem que visita livros, familiares, amigos, lugares, personagens aqui e acolá, e confessa: a imensidão de informações - e também o confinamento delas - protelou o fim da busca por todo este tempo.

“Gonzagão é muito maior do que eu imaginava. Achei que, no começo, iria ser um filme fácil de levantar, mas o roteiro continuava sem força dramática. Era muito complicado entrar em contato com os parentes e, cada vez que eu descobria algo novo, me sentia intimidado pelo tamanho de Gonzaga. Finalmente acho que o roteiro chegou num tamanho bacana”, afirma o cineasta. Após esboços de nomes e boatos que, diz, vieram sabe-se lá de onde, a produção tem título definido. Vai se chamar Gonzaga: de pai para filho.

A proposta de Silveira busca a expressão das afetividades familiares, tal qual o fio que conduz a trama de 2 filhos de francisco. Enquanto, neste caso, o pai dos biografados era elo emocional e protagonista eleito, aqui é Gonzaguinha, o filho, que toma as rédeas do olhar sobre o pai. A figura de Gonzaguinha deve catalizar os eventos que norteiam a trama e servir de elo de cumplicidade entre espectador e a história contada.

“Cada história pode ser contada por diversos interlocutores. A principal, e maior, seria a contada pelo próprio Luiz Gonzaga. Mas sei que é impossível esgotar a história de qualquer pessoa, especialmente de Gonzagão, então não quero a pretensão deste relato”, diz o cineasta. “Escolhi o filho pois, assim, temos liberdade poética, e podemos explorar o drama entre o pai que não aceitou bem o filho”, continua.

O filme veio por encomenda ocasional de uma fita K-7. Silveira deu o play e ouviu uma gravação em que, nas suas palavras, Gonzaguinha revelava: “Não conheci meu pai direito e amanhã é o enterro dele”. O arroubo fez o cineasta perceber que o que tinha em mãos se tratava de um “drama muito forte entre duas pessoas muito importantes para o Brasil. Um deles tinha mudado completamente o destino da nossa música”.

A previsão é de que as filmagens sejam realizadas no ano que vem, a fim de que em 2011 o filme seja lançado. O desafio atual, segundo Silveira, é definir as locações e fechar o elenco. “Devo fazer teste de locações no Recife, a partir de julho ou agosto, mas vou demorar a achar um ator que tenha o carisma de Gonzagão, ou mesmo o rosto parecido”, diz. Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo também devem receber as filmagens, que passam pelo município de Exu, onde nasceu Luiz Gonzaga. O orçamento não está fechado, mas o roteiro recebeu prêmio do BNDES. A Columbia Pictures tem participação no projeto.

Apesar de ter nascido em Brasília, Silveira tem ascendência pernambucana. Costumava passar as férias no sítio do avô, em Carpina. “Meu avô também se chama Breno e me levava para a feira de Caruaru, onde eu conheci a obra de Gonzaga. Eles tinham sido amigos. Às vezes, acho que estou percorrendo algo que me marcou na infância”.

Link: http://jc3.uol.com.br/jornal/2009/11/10/not_354227.php

Apagão: efeito eleitoral depende da extensão do problema


Nota: Eis uma boa análise sobre o apagão ocorrido de ontem pra hoje em 15 estados brasileiros e no Paraguai. Creio que nesse momento, é preciso ter cautela. Qualquer análise precipitada, pode incorrer em erros e cometer injustiças.
Sob FHC, em 1999 e 2001, houve falha gerencial e pouca água nos reservatórios

•custo do apagão/racionamento em 2001 foi de R$ 45,2 bi e eleitor ficou irritado

•governo Lula e Dilma podem perder o discurso da boa capacidade gerencial

É muito cedo para prever o efeito eleitoral do apagão de ontem (10.nov.2009). Tudo vai depender da extensão do problema.

Em 1999 e em 2001, quando ocorreram grandes apagões, o custo eleitoral foi para as costas do então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). O sistema elétrico era frágil e o volume de água nos reservatórios das usinas hidrelétricas estava muito abaixo dos seus níveis históricos. Foi preciso impor aos brasileiros um racionamento de energia.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT) explorou ao máximo o tema na campanha de 2002. O petista não foi eleito apenas por causa dos apagões de FHC. Mas essa incapacidade gerencial tucana certamente ajudou bastante a tornar possível a vitória lulista.

É fácil entender a razão. Segundo o TCU (Tribunal de Contas da União), o custo do apagão elétrico de 2001 foi R$ 45,2 bilhões, segundo contabilização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Quem pagou a maior parte foram os contribuintes brasileiros, de maneira direta: R$ 27,12 bilhões acabaram sendo cobrados nas contas de energia residenciais e comerciais. Como se sabe, há uma regra imutável na política: eleitor com menos dinheiro no bolso quase sempre prefere votar na oposição.

Agora, entretanto, há uma grande diferença em relação há 10 anos: os reservatórios de água das usinas hidrelétricas estão em níveis muito mais altos do que no final do governo FHC. Ou seja, o risco de blecautes por causa de falta de capacidade de geração de energia é menor hoje em relação que foi há uma década
.
O problema parece ser mais de deficiência gerencial –sem contar as nunca totalmente explicadas vulnerabilidades do sistema elétrico brasileiro. Em 11 de março de 1999, às 22h16, um raio teria caído numa subestação de energia em Bauru (SP) e 50 milhões de brasileiros ficaram no escuro em 10 Estados. Ontem, às 22h14, um problema de transmissão de Itaipu teria ocorrido e 15 Estados mais o Paraguai ficaram sem energia.

Em resumo, é quase uma teoria do caos (aquela da borboleta que bate as asas na Austrália e causa um furacão nos Estados Unidos). Se de fato essa fragilidade existe no sistema de energia brasileiro, trata-se de um absurdo incompatível com um país que em alguns anos será a 5a maior economia do planeta, como Lula e seus assessores vivem a dizer.

Há também uma coincidência entre o apagão de ontem e a reportagem da rede de TV norte-americana CBS, no domingo, afirmando que o Brasil está sujeito a ataques de hackers no seu sistema de energia. Todas as autoridades no Brasil negam, mas ninguém dá uma boa resposta aos argumentos técnicos apresentados pela TV dos EUA. Aqui, a reportagem da CBS.

Outro aspecto político ruim do apagão é a demora para surgir alguma explicação verdadeira, crível e plausível. Itaipu, empresa estatal federal, divulgou ontem nota afirmando que o apagão foi causado “por efeito dominó”. Hoje (11.nov.2009) há a promessa de esclarecimentos completos sobre a razão da falta de energia.

Só o fato de o Brasil ter acordado nesta quarta-feira sem saber direito a causa do apagão já é alarmante. Países cujas condições climáticas são muito mais adversas –o norte dos EUA e o Canadá, por exemplo– não sofrem de quedas de energia generalizadas como as brasileiras.

Não adianta o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, aparecer para as câmeras de TV dizendo que o sistema elétrico brasileiro é um dos mais seguros do mundo. Ontem, 60 milhões de brasileiros, pelo menos, constataram na prática que as coisas não são bem assim.

É evidente que o uso eleitoral desse tipo de episódio dependerá da consistência do fornecimento de energia nos próximos dias e semanas. Se, de fato foi uma fatalidade inusitada, um novo inacreditável “raio de Bauru”, sem conseqüências futuras, a oposição não terá muito a ganhar se quiser explorar o assunto.

Mas se ficar comprovada a incapacidade gerencial do governo Lula para prevenir o país desses apagões, as coisas ficam mais complicadas para a pré-candidata a presidente Dilma Rousseff. Aliás, Dilma começou no governo Lula como ministra da Minas e Energia. Hoje, na Casa Civil, comanda a execução da obras de infra-estrutura do país. Ficará prejudicada a imagem de boa gerente/administradora que ela sempre propagou para si própria.

Blog do Fernando Rodrigues

Postado por Océlio Teixeira de Souza
Fonte: http://uolpolitica.blog.uol.com.br

Luiz Gastão Bittencourt receberá título de Cidadão Cratense, na Sexta-Feira


O Presidente do Sistema Fécomércio, empresário Luiz Gastão Bittencourt, que fará a abertura da XI Mostra SESC Cariri de Cultura, na próxima sexta-feira, dia 13 de Novembro, será homenageado na ocasião, com o título de Cidadão Cratense, concedido pela câmara municipal do Crato. Queremos nos congratular com o gastão pelo excelente trabalho que tem feito todos os anos à frente da Fecomércio, em benefício desse magnífico e único espetáculo, que é a Mostra SESC Cariri de Cultura, o maior evento cultural do Cariri.

Dihelson Mendonça
Administrador do Blog do Crato

Reabilitação - Fonte: Lúcio Alcântara



Dom Fernando Panico, bispo da diocese do Crato, de regresso de Roma, onde fora para a visita ad limina, revelou que durante a audiência com o papa Bento XVI ouviu deste a intenção de pedir à Congregação da Doutrina da Fé que acelere o processo de reabilitação do padre Cícero.

O processo foi instaurado após solicitação encaminhada por Dom Fernando, no dia 30 de maio de 2006, instruída de farta documentação entregue ao cardeal Levada, no Vaticano, por uma comissão da qual fiz parte. Foi o cardeal Ratzinger, hoje papa Bento XVI, que à frente da Congregação da Doutrina da Fé, estimulou o bispo do Crato a promover um processo que reabilitasse o padre Cícero perante a hierarquia da igreja católica. Quando do meu encontro com Sua Santidade, ao apresentar-me, tive ocasião de instá-lo a apressar o exame do processo iniciado por sugestão sua.

Saiba mais no Diário do Nordeste, edição de 02/11/09.

Pane em linhas de transmissão provoca apagão no país


SÃO PAULO (Reuters) - Um apagão atingiu várias regiões do país na noite da terça-feira devido a uma pane nas linhas de transmissão de energia, que são conectadas à usina hidrelétrica de Itaipu, informou a usina em nota. Uma forte tempestade pode ter provocado o blecaute. "A causa do blecaute não teve origem na usina de Itaipu. A hipótese mais provável é que tenha havido algum acidente que afetou um ou mais pontos do sistema de transmissão, inclusive o de Furnas, responsável por levar a energia de Itaipu para o Sul e Sudeste, acidente este que provocou outro fenômeno que se costuma chamar de efeito dominó", disse a nota.

O abastecimento de energia elétrica, que foi interrompido por volta de 22h15 (horário de Brasília) em pelo menos nove Estados, voltava gradualmente à normalidade em algumas regiões. "Não se sabe exatamente a causa, mas imagina-se que questões atmosféricas, tempestade de grande intensidade, possam ter contribuído ou determinado o desligamento das linhas de (transmissão) de Itaipu", disse o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, a jornalistas em Brasília. São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Pernambuco foram afetados. De acordo com o ministro, o estado do Rio de Janeiro foi o mais atingido, e a falta de luz também foi registrada por 15 minutos no Paraguai, que faz fronteira com o Brasil. Na cidade de São Paulo, o apagão complicou o trânsito, paralisou o sistema metroviário e interrompeu parcialmente telefones fixos e celulares. Por volta de 1h10 da madrugada desta quarta-feira, a energia havia voltado parcialmente a alguns bairros da cidade.

Segundo a Defesa Civil, não há registros de ocorrências na capital paulista até as 3h desta madrugada. O Corpo de Bombeiros registrou 28 casos de pessoas presas em elevadores na cidade de São Paulo. As ruas do Rio de Janeiro, sem luz, estavam desertas, com pouco policiamento e apenas alguns carros e ônibus circulando. No aeroporto do Galeão, os passageiros que desembarcavam por volta das 23h (horário de Brasília) eram alertados por alguns motoristas de táxi a não deixarem o local por risco de arrastão. Entretanto, no caminho até a zona sul nenhuma via estava congestionada.

"O sistema não é frágil, o sistema é um dos mais fortes, mais seguros do mundo. Nós temos 98 por cento do sistema interligado. O que aconteceu haverá de ter sido um acidente e não deficiência do sistema", disse Lobão. Itaipu, a segunda maior hidrelétrica do mundo, é responsável por cerca de 20 por cento da energia fornecida ao Brasil, porém mais de 90 por cento ao Paraguai, onde foi registrado um corte no fornecimento que durou cerca de 15 minutos. Segundo moradores da capital Assunção, o abastecimento foi logo restaurado. A usina informou ainda que aguardava o restabelecimento do sistema interligado para dar início ao fornecimento de energia. Durante o blecaute, "Itaipu estava com suas máquinas ligadas, girando no vazio, porém, sem possibilidade de transmitir energia, pois as linhas de transmissão que conectam Itaipu ao sistema brasileiro estavam desligadas." Pelo menos 17 mil megawatts, o suficiente para abastecer o Estado de São Paulo, saíram do sistema elétrico nacional, informou a assessoria de imprensa do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

"Ao desligar a linha de Itaipu, outras linhas, por consequência, dentro do sistema interligado, também saem de funcionamento", disse o ministro.

(Reportagem adicional de Brian Ellsworth, Guillermo Parra-Bernal e Todd Benson em São Paulo e de Stuart Grudgings e Denise Luna no Rio de Janeiro).

Por: Bruno Marfinati Yahoo Notícias

Imprensa internacional destaca apagão no Brasil

Jornais paraguaios foram os primeiros a destacar ocorrido; New York Times colocou assunto no topo. O apagão que chegou a afetar dez Estados brasileiros e o Distrito Federal ganhou destaque na imprensa internacional na madrugada desta quarta-feira. Também afetado pelo evento, o Paraguai foi o primeiro a destacar, com direito a manchete no ABC Color, a falta de energia que atingiu o Brasil.

Veja como foi a cobertura:

ABC Color

abc color


Jornal paraguaio destacou o alcance do apagão e fez sua própria investigação sobre as causas do incidente.

El Clarín

clarin


Jornal argentino deu uma nota de última hora em sua primeira página, abaixo da história do goleiro alemão Enke, que cometeu suicídio. A nota ressaltava o alcance do apagão, que afetou 800 cidades, pela apuração do jornal. O título do Clarín em sua home foi: “Gigantesco apagão deixa a escuras metade do Brasil”.

The New York Times

the new york times

Jornal americano trouxe em sua foto principal uma imagem do Rio de Janeiro durante o apagão. Como conteúdo associado à matéria que levava a foto, o New York Times colocou um texto sobre a crise energética na Venezuela.

El País

el país

Jornal espanhol colocou o apagão em sua manchete e também abordou a dimensão do blecaute, além de destacar que o Paraguai também esteve sem luz por um período.

Gazeta Wyborcza

gazeta wyborcza


Jornal polonês deu uma nota curta, vinda da agência, sobre o apagão e ressaltou que ele atingiu as duas cidades mais populosas do país, São Paulo e Rio de Janeiro.



Fonte: R7

CRATO - Previsão do Tempo e Almanaque para o dia 11 de Novembro de 2009


Bom dia amigos e amigas do Blog do Crato. Anteontem foi registrado um recorde de mais de 2.000 acessos, por nosso colega José Nilton Mariano, por volta das 23:30. Isso é muito interessante, caso continue, pois é sinal que nos encaminhamos para algo ente 35.000 e 50.000 acessos ao mês. No dia de ontem, os acessos ficaram bem abaixo, por volta de 1500, mas já é uma marca excelente. Já daria 35.000 acessos nos 30 dias, consolidando nossa tendência. Estou trabalhando para que isso possa se firmar, em várias frentes.

Com a grande campanha que estou fazendo aqui no Blog do Crato sobre o problema dos patrocinadores, encabeçado por uma excelente carta de recomendação do nosso querido amigo Valdemir Correia, espero que nas próximas visitas ao comércio do Crato, possamos ter mais êxito ao tentar conseguir patrocínio a fim de manter e EXPANDIR o nosso Blog. Há 4 anos que venho mantendo o Blog a partir do meu bolso, e recentemente, com a ajuda de algumas pessoas muito bondosas, que nos tem feito doações. Os gastos mensais para manter os siversos sites que integram o que chamamos de Blog do Crato são altos, e creio que um projeto dessa magnitude que tem por objetivo divulgar o nome da cidade lá fora, que nos faz gastar de 6 a 8 horas todo dia, deveria ter pelo menos o reconhecimento de alguns empresários que se dizem amar a nossa cidade. Quem ama, cuida! Nunca na história do Crato, tivemos um time de pessoas cuidadosamente escolhidas, capacitadas e formadora de opiniões como temos no Blog do Crato. Mas para que essas pessoas se expressem convenientemente, é preciso garantir o nosso espaço e a sua funcionalidade multimídia, que só o Blog do Crato possui.

Temos inúmeros projetos multimídia para o Blog do Crato, mas muitos deles só poderão ser implantados com a chegada de patrocinadores. Então, primeiro é preciso manter, e depois, expandir.

Agradeço sempre e sempre, a todas as pessoas que tem abraçado essa causa, que é da cidade do Crato, de manter um site multimídia que veio para divulgar a cidade. Já estamos perto de 10.000 postagens, consolidamos 1500 acessos ao dia, e vamos sempre em frente! Eu gostaria de fazer mais do que eu já faço, mas amigos , isso é humanamente impossível, pois além das 6 horas que já passo no Blog, tem meus trabalhos. Meu ganho vem do meu trabalho. O Blog causa despesas, nunca deu lucro em 4 anos. Portanto, meu dia se divide entre 6 horas no Blog ( reportagens, diagramação, responder e-mails, tirar dúvidas, etc ), várias horas para a Assessoria de Imprensa, onde trabalho, e várias horas estudando meu instrumento musical, o Piano, que é minha verdadeira profissão de Músico. Ultimamente, costumo dizer que durmo quando dá certo. hoje, por exemplo, dormi de 23:00 às 03 da amnhã, e já não sei quando irei dormir novamente. Há muito, muito o que fazer!

PREVISÃO DO TEMPO


A previsão do tempo para hoje é de dia com sol, algumas núvens e não chove. Temperatura máxima de 31 graus e mínima de 22. Informa o Site Climatempo.

ALMANAQUE


11 de novembro. Dia de São Martinho de Tours

"Senhor, se o vosso povo precisa de mim, não vou fugir do trabalho. Seja feita a vossa vontade", dizia Martinho, bispo de Tours, aos oitenta e um anos de idade. Ele despertou para a fé quando ainda menino e depois, mesmo soldado da cavalaria do exército romano, jamais abandonou os ensinamentos de Cristo. A sua vida foi uma verdadeira cruzada contra os pagãos e em favor do cristianismo. Quatro mil igrejas dedicadas a ele na França, e o seu nome dado a milhares de localidades, povoados e vilas; como em toda a Europa, nas Américas. Enfim, em todos os países do mundo. Martinho nasceu na Hungria, antiga Panônia, por volta do ano 316, e pertencia a uma família pagã. Seu pai era comandante do exército romano. Por curiosidade começou a freqüentar uma Igreja cristã, ainda criança, sendo instruído na doutrina cristã, porém sem receber o batismo. Ao atingir a adolescência, para tê-lo mais à sua volta, seu pai o alistou na cavalaria do exército imperial. Mas se o intuito do pai era afastá-lo da Igreja, o resultado foi inverso, pois Martinho continuava praticando os ensinamentos cristãos, principalmente a caridade. Depois, foi destinado a prestar serviço na Gália, atual França.

Foi nessa época que ocorreu o famoso episódio do manto. Um dia, um mendigo que tiritava de frio pediu-lhe esmola e, como não tinha, o cavalariano cortou seu próprio manto com a espada, dando metade ao pedinte. Durante a noite, o próprio Jesus apareceu-lhe em sonho usando o pedaço de manta que dera ao mendigo e agradeceu a Martinho por tê-lo aquecido no frio. Dessa noite em diante, ele decidiu que deixaria as fileiras militares para dedicar-se à religião. Com vinte e dois anos, já estava batizado, provavelmente pelo bispo de Amiens, afastado da vida da Corte e do exército. Tornou-se monge e discípulo do famoso bispo de Poitiers, santo Hilário, que o ordenou diácono. Mais tarde, quando voltou do exílio, em 360, doou a Martinho um terreno em Ligugé, a doze quilômetros de Poitiers. Lá, Martinho fundou uma comunidade de monges. Mas logo eram tantos jovens religiosos que buscavam sua orientação que Martinho construiu o primeiro mosteiro da França e da Europa ocidental.

No Ocidente, ao contrário do Oriente, os monges podiam exercer o sacerdócio para que se tornassem apóstolos na evangelização. Martinho liderou, então, a conversão de muitos e muitos habitantes da região rural. Com seus monges, ele visitava as aldeias pagãs, pregava o Evangelho, derrubava templos e ídolos e construía igrejas. Onde encontrava resistência, fundava um mosteiro. Com os monges evangelizando pelo exemplo da caridade cristã, logo todo o povo se convertia. Dizem os escritos que, nessa época, havia recebido dons místicos, operando muitos prodígios em beneficio dos pobres e doentes que tanto amparava.

Quando ficou vaga a diocese de Tours, em 371, o povo aclamou-o, unanimemente, para ser o bispo. Martinho aceitou, apesar de resistir no início. Mas não abandonou sua peregrinação apostólica: visitava todas as paróquias, zelava pelo culto e não desistiu de converter pagãos e exercer exemplarmente a caridade. Nas proximidades da cidade, fundou outro mosteiro, chamado de Marmoutier. E sua influência não se limitou a Tours, tendo se expandido por toda a França, tornando-o querido e amado por todo o povo. Martinho exerceu o bispado por vinte e cinco anos. Morreu, aos oitenta e um anos, na cidade de Candes, no dia 8 de novembro de 397. Sua festa é comemorada no dia 11, data em que foi sepultado na cidade de Tours.

Venerado como são Martinho de Tours, ele se tornou o primeiro santo não-mártir a receber culto oficial da Igreja e também um dos santos mais populares da Europa medieval.

EVENTOS HISTÓRICOS

* 308 - Congresso de Carnuntum: com o intuito de pacificar o Império Romano, os líderes da tetrarquia declaram Maxêncio como Augusto e, Constantino I, seu rival, como César (imperador menor da Bretanha e da Gália).
* 1417 - O Concílio de Constança elege Martinho V como Papa pondo fim ao Grande Cisma do Ocidente.
* 1528 - Frei Bartolomeu dos Mártires entra para a Ordem Dominicana.
* 1630 - Journée des dupes (Dia dos Logrados).
* 1799 - Alexander von Humboldt observa uma extraordinária chuva de meteoros (as Leônidas), que constitui o ponto inicial da percepção da periodicidade do fenômeno.
* 1889 - Entrada do estado de Washington na União.
* 1897 - Caso Dreyfus: Mathieu Dreyfus, o irmão de Alfred, descobre que Charles-Ferdinand Walsin Esterhazy foi o verdadeiro culpado (um senhor Castro reconheceu no bordereau a assinatura de um seu cliente).
* 1918
o Assinado o armistício de Compiègne que dá fim à Primeira Guerra Mundial.
o Independência da Polônia.
* 1940
o Segunda Guerra Mundial: na Batalha de Taranto, aviões decolam de um porta-aviões britânico para atacar a frota Italiana no porto de Taranto.
o Inicia-se a produção do Jeep pela Willys-Overland Company.
* 1941 - Conferência do Potengi celebrada na estação de passageiros Rampa, na presença dos presidentes Roosevelt e Vargas.
* 1942 - Segunda Guerra Mundial: As forças alemães ocupam o Sul de França (Vichy).
* 1951 - Juan Perón é reeleito presidente da Argentina.
* 1955 - Raízes do Golpe de 1964: golpe para evitar a posse do presidente Juscelino Kubitscheck. O cruzador Tamandaré tenta partir do Rio de Janeiro para Santos a fim de se integrar ao grupo de conspiradores. General Lott consegue neutralizar o ato de insubordinação.
* 1966 - Lançamento da última missão do Projeto Gemini: a Gemini XII.
* 1975 - Independência de Angola.
* 1976 - O grupo Kiss lança o álbum Rock´n´Roll Over.
* 1977 - É fundado o Nilópolis Futebol Clube.
* 1981 - Antígua e Barbuda são admitidas como Estado-Membro da ONU.
* 1994 - O Partido Trabalhista do Brasil (PT do B) obtém seu registro definitivo.

Nascimentos

* 1154 - Sancho I de Portugal (m. 1212).
* 1642 - André-Charles Boulle, mestre de marqueteria do estilo Luís XIV (m. 1732).
* 1729 - Louis Antoine de Bougainville, explorador francês (m. 1811).
* 1748 - Carlos IV de Espanha (m. 1819).
* 1821 - Fiódor Mikháilovitch Dostoiévski, escritor russo (m. 1881).
* 1855 - Mouzinho de Albuquerque, militar português.
* 1864 - Alfred Hermann Fried, vencedor do Nobel da Paz em 1911 (m. 1921).
* 1869 - Vítor Emanuel III, Rei de Itália (m. 1947).
* 1885 - George S. Patton, general estadunidense (m. 1945).
* 1888 - Johannes Itten, pintor, professor e escritor suíço, associado com a escola Bauhaus (m. 1967).
* 1904 - Benedicto Lopes, piloto brasileiro de automobilismo (m. 1989).
* 1909 - Robert Ryan, ator norte-americano (m. 1973).
* 1914 - Victor Nunes Leal, jurista brasileiro.
* 1925 - Euclides Neto, advogado, político e "escrevedor" brasileiro (m. 2000).
* 1926 - Noah Gordon, escritor estadunidense.
* 1933 - Keiko Ikeda, ex-ginasta japonesa.
* 1937 - Vittorio Brambilla, ex-piloto italiano de F-1 (m. 1980).
* 1941 - Alexandre Garcia, jornalista brasileiro.
* 1945 - Daniel Ortega, presidente da Nicarágua.
* 1952
o Saulo Laranjeira, ator, compositor e intérprete brasileiro.
o Kama Sywor Kamanda, poeta e romancista congolês.
* 1959 - Marcelo Costa, baterista e percussionista brasileiro.
* 1960 - Stanley Tucci, ator e diretor norte-americano.
* 1962 - Demi Moore, atriz estadunidense.
* 1964 - Calista Flockhart, atriz norte-americana.
* 1967
o Gil de Ferran, piloto automobilístico brasileiro (nascido francês).
o Frank John Hughes, ator norte-americano.
* 1969
o Rubén Ruiz Díaz, ex-goleiro paraguaio.
o Bismarck, ex-futebolista brasileiro.
* 1972 - Alessia Marcuzzi, atriz e apresentadora de televisão italiana.
* 1974 - Leonardo DiCaprio, ator norte-americano.

Falecimentos

* 1130 - Teresa de Leão (n. 1080).
* 1811- Tenreiro Aranha, escritor brasileiro (n.1769).
* 1855 - Søren Kierkegaard, filósofo dinamarquês (n. 1813).
* 1861 - Rei Pedro V de Portugal. (n. 1837).
* 1817 - Liliuokalani, rainha havaiana (n. 1838).
* 1880 - Edward "Ned" Kelly, australiano fora-da-lei.
* 1919 - Eduardo das Neves, compositor e violonista brasileiro (n. 1874).
* 1958 - André Bazin, crítico e teórico de cinema francês (n. 1918).
* 1973 - Artturi Ilmari Virtanen, químico finlandês (n. 1895).
* 1996 - William Vickrey, vencedor do nobel da economia em 1996 (n. 1914).
* 2003 - Jonathan Brandis,ator norte-americano (n. 1976).
* 2004 - Yasser Arafat, presidente da Autoridade Palestiniana (n. 1929).

Feriados e eventos cíclicos

* Dia do Supermercado
* Dia da Independência (Polônia).
* Dia da Lembrança no Canadá.
* Dia de São Martinho (Portugal).Tradicionalmente é o dia em que as adegas são abertas e se prova o vinho novo.
* Dia do Diretor de Escola (Brasil).
* Dia dos Veteranos nos Estados Unidos.
* Feriado municipal em Meda, Penafiel e Torres Vedras.
* Dia da Independência (Angola).
* Dia do Armistício da Primeira Guerra Mundial (França).
* Dia da Memória (Brasil).

Fontes: Climatempo, Edições Paulinas, 10emTudo, Wikipedia

O Hoje na História focaliza Yasser Arafat - Um defensor Incansável do estado Palestino


HOJE NA HISTÓRIA

NE - Hoje é o aniversário ( de morte ), de um dos maiores líderes do mundo moderno, defensor incansável da causa palestina. Hoje na história, o polêmico Yasser Arafat.

Biografia

Nascido Mohammed Abdel Rahman Abdel Raouf Arafat al-Qudwa al-Husseini (em árabe محمد عبد الرحمن عبد الرؤوف عرفات القدوة الحسيني), também conhecido como Abu Ammar, Arafat foi um dos sete filhos de um comerciante. O estabelecimendo da data e local de nascimento de Arafat são controversos. O seu registro de nascimento indica que ele nasceu no Cairo, Egipto, a 24 de Agosto de 1929. No entanto, alguns ainda tomam por verdadeira a afirmação de Arafat de que nasceu em Jerusalém a 4 de Agosto de 1929. A descoberta do seu certificado de nascimento e outros documentos pela Universidade de Cairo puseram fim ao debate sobre o local de nascimento de Arafat (mesmo o seu biógrafo autorizado, Alan Hart, admite agora que ele nasceu no Cairo).

À nascença, o seu nome era Mohammed Abdel Rahman Abdel Raouf Arafat Al Qudwa Al Husseini. Como explicado pelo seu biógrafo palestiniano árabe Said K. Aburish, (in Arafat: From Defender to Dictator, Bloomsbury Publishing, 1998, p. 7), "Mohammed Abdel Rahman era o seu nome próprio, Abdel Raouf o nome do seu pai, Arafat o nome do seu avô; Al Qudua o nome da família dele e Al Husseini o nome do clã a que todos os Al Quduas pertenciam."

Foi afirmado que ele era um parente do clã Husseini, de Jerusalém, por parte da sua mãe (uma Abul Saoud), o que parece ser falso, uma vez que a pertença ao clã Husseini parece vir do lado do seu pai. Aburish explica que Arafat "não tinha parentesco com os verdadeiros Husseini, os notáveis de Jerusalém" (Ibid, p. 9) e explica que "o jovem Arafat pretendeu estabelecer as suas credenciais palestinianas e promover a sua ambição à liderança... e não se podia permitir admitir quaisquer factos que pudessem reduzir a sua identidade palestiniana. ...Arafat perpetuou insistentemente a lenda de que ele nascera em Jerusalém e que era um parente do importante clã Husseini daquela cidade." (Ibid, p. 8) Arafat viveu a maior parte da sua infância no Cairo, com a excepção de quatro anos (após a morte de sua mãe, entre os seus 5 e 9 anos) em que ele viveu com o seu tio em Jerusalém. Ele frequentou a Universidade do Cairo, onde se formou como engenheiro civil. Nos seus tempos de estudante, ele aderiu à Irmandade Islâmica e à associação de estudantes, da qual ele foi presidente entre1952 e 1956. Ainda durante a sua estadia no Cairo, ele desenvolveu uma relação próxima com Haj Amin Al-Husseini, também conhecido como o Mufti de Jerusalém. Em 1956 ele serviu no exército egípcio durante a Crise do Suez. No Congresso Nacional Palestiniano no Cairo em 3 de Fevereiro de 1969 Arafat foi nomeado líder da Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

Arafat casou-se já nos seus anos mais tardios com uma Palestiniana cristã. Sua esposa, Suha Arafat, deu à luz uma criança do sexo feminino (Zahwa). A sua esposa e filha vivem actualmente em Paris. Suha Arafat tornou-se recentemente cidadã francesa. Arafat era muito requisitado pela mídia internacional para entrevistas. Numa delas (para a veterana jornalista da CNN Christiane Amanpour ), ele perdeu o controle e deixou a cena, nitidamente irado com as perguntas da jornalista. Esse fato rendeu manchetes no mundo todo.

A criação da Fatah

Após a crise do Suez, Arafat foi viver no Kuwait, onde ele encontrou emprego como engenheiro e acabaria por fundar a sua própria empresa. No Kuwait ele esteve também envolvido na criação da Fatah, uma organização dedicada ao estabelecimento de um estado palestiniano independente e à destruição de Israel. Em 1963, a Fatah foi contratada pela Síria, para levar a cargo a sua primeira operação militar - fazer explodir uma bomba de água em Dezembro de 1964. O ataque foi um falhanço. No entanto, após a Guerra dos Seis Dias de 1967, os governos árabes ganharam um interesse maior pelas organizações palestinianas, uma das quais a Fatah.

Jordânia

Depois da guerra dos seis dias de 1967, Arafat e a Fatah passam a actuar a partir da Jordânia, lançando ataques terroristas em Israel a partir do outro lado da fronteira e regressando à Jordânia antes que os israelenses pudessem reagir. Em 1968 a Fatah foi um alvo de um ataque israelense à vila jordana de Karameh, no qual 150 guerrilheiros palestinianos e 29 soldados israelenses foram mortos, sobretudo por forças armadas jordanianas. Apesar do falhanço no terreno, a batalha foi considerada pelos árabes como uma montra para a acção da Fatah porque os israelenses se retiraram e o perfil de Arafat e da Fatah cresceram. Nos finais da década de 1960 a Fatah passou a dominar a OLP e em 1969 Arafat foi nomeado presidente da OLP, substituindo Ahmed Shukairy, originalmente nomeado pela Liga Árabe. Arafat tornou-se chefe do Estado Maior das Forças Revolucionárias Palestinianas dois anos mais tarde e em 1973 o líder político da OLP.

No seguimento da ambição da OLP em transformar a Jordânia num estado palestiniano (com o patrocínio da União Soviética), crescem neste tempo as tensões entre Palestinianos e o Governo da Jordânia, o que culminaria com o sequestro (e subsequente destruição) de quatro aviões pela OLP e na Guerra Civil Jordana de 1970-1971 (em particular com os eventos do Setembro Negro). Neste conflicto, a monarquia jordana, com a ajuda de Israel, derrotou a OLP e a Síria, que se preparava para invadir a Jordânia em apoio da OLP.

Autoridade Palestiniana

Yitzhak Rabin, Bill Clinton, e Arafat durante os Acordo de Paz de Oslo em 13 de Setembro de 1993

No entanto, a crispação americana em breve se atenuou, levando aos Acordo de Paz de Oslo de 1993, que estipulavam a implementação da auto-administração Palestiniana na Cisjordânia e na Faixa de Gaza num período de cinco anos. No ano seguinte, numa decisão controversa, Arafat recebeu o Nobel da Paz, juntamente com Shimon Peres e Yitzhak Rabin. Em 1994, Arafat deslocou-se para a Autoridade Palestiniana (AP) - a entidade provisional criada pelos acordos de Oslo. A 20 Janeiro de 1996, Arafat foi eleito presidente da AP, com uma maioria esmagadora de 87% (o único outro candidato sendo Samiha Khalil). Observadores independentes internacionais reportaram que as eleições decorreram de forma livre e justa. No entanto, alguns críticos[carece de fontes?] alegam que porque a maioria dos movimentos de oposição não participaram nas eleições e outras irregularidades, as eleições não foram verdadeiramente democráticas. Novas eleições estavam inicialmente anunciadas para Janeiro de 2002, mas foram depois adiadas, alegadamente por causa da impossibilidade de fazer campanha devido a incursões militares israelenses e restrições da liberdade de movimento nos territórios ocupados.

Desde 1996, o título usado por Arafat como líder da Autoridade Palestiniana é a palavra árabe ra'is (cabeça) cuja tradução para o português é matéria de disputa. Documentos israelenses traduzem normalmente a palavra como "chairman", (presidente de conselho) enquanto documentos palestinianos traduzem-no como "presidente". Os Estados Unidos normalmente seguem a prática israelense, enquanto que as Nações Unidas normalmente seguem a prática palestiniana, que também é usada em Portugal. Em meados de 1996, após a eleição de Benjamin Netanyahu como primeiro-ministro de Israel, as relações israelo-palestinianas tornaram-se mais hostis. Benjamin Netanyahu tentou obstruir a transição para o estado palestiniano delineada no acordo OLP-Israel. Em 1998, o presidente dos Estados Unidos Bill Clinton interveio, arranjando um encontro com os dois líderes. O resultante Memorandum de Wye River de 23 de Outubro de 1998 detalhava os passos a tomar pelo governo israelense e pela OLP para completar o processo de paz.

Arafat continuou as negociações com o sucessor de Netanyahu, Ehud Barak. Em parte devido à sua própria política (Barak pertence ao partido trabalhista, enquanto que Netanyahu ao partido conservador Likud) e parcialmente devido à grande pressão colocada pelo Presidente Americano Bill Clinton, Barak ofereceu a Arafat um Estado palestiniano na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, com Jerusalém Leste como capital, um regresso de um número limitado de refugiados e uma compensação para os restantes, mas não estipulando sobre outros assuntos, vistos como vitais no processo. Numa manobra amplamente criticada, Arafat rejeitou a oferta de Barak, e não fez qualquer contra-oferta. Seguindo a uma visita altamente controversa de Ariel Sharon à área delimitada da Mesquita Al-Aqsa e a violência que se seguiu, a chamada Segunda Intifada Palestiniana (ou Intifada Al-Aqsa Intifada) (2000 até hoje) começou.

Falecimento

Mohammad Abdel Rauf Arafa al Quadwa al Husseini, mais conhecido como Yasser Arafat, morreu dia 11 de Novembro de 2004 às 3h30, aos 75 anos, com falência múltipla dos órgãos, após treze dias internado no hospital militar Percy, em Clamart, a sudoeste de Paris, de acordo com Christian Estripeau, porta-voz do hospital, embora seu biógrafo, Amnon Kapeliouk, tenha levantado a possibilidade de sua morte ter sido decorrente de anos de contínuo envenenamento, provocado pelo serviço secreto israelense.[5] A morte de Arafat, o mais importante líder palestino, marca o fim de uma era de resistência e enfrentamentos com os israelenses para a criação de um Estado palestino no Oriente Médio[carece de fontes?]. Considerado um líder de intenções dúbias pelos israelenses, Arafat não preparou um sucessor e se mostrou relutante em ceder poderes. Arafat afirmava que era o principal empecilho para pôr fim ao conflito israelo-palestino.

Fonte: Wikipedia

Pensamentos I - Fernando Pessoa


Posso ter defeitos, viver ansioso
e ficar irritado algumas vezes mas
não esqueço de que minha vida é a
maior empresa do mundo, e posso
evitar que ela vá à falência.

Ser feliz é reconhecer que vale
a pena viver apesar de todos os
desafios, incompreensões e períodos
de crise.

Ser feliz é deixar de ser vítima dos
problemas e se tornar um autor
da própria história. É atravessar
desertos fora de si, mas ser capaz de
encontrar um oásis no recôndito da
sua alma.

É agradecer a Deus a cada manhã
pelo milagre da vida.

Ser feliz é não ter medo dos próprios
sentimentos.

É saber falar de si mesmo.

É ter coragem para ouvir um "não".

É ter segurança para receber uma
crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho?

Guardo todas, um dia vou construir
um castelo…

Fernando Pessoa

Quem explica o "apagão" de energia - por José Sales

Após apagão que deixou às escuras 09 estados brasileiros - aproximadamente 800 cidades, inclusive São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasilia - a ONS informou que por volta das 23h45 da noite desta terça-feira que a energia transmitida a partir de Itaipu voltou a "entrar" no sistema elétrico brasileiro. O Estado de Minas Gerais, por exemplo, já recebe energia normalmente e, segundo o Ministério de Minas e Energia, o Estado não é mais afetado pelo apagão. São Bernardo do Campo, Piracicaba, São José dos Campos e parte da Baixada Santista já tiveram restabelecido o fornecimento de energia elétrica.

Na cidade de São Paulo, alguns bairros já tiveram a luz restabelecida, como na região da Paulista, nos bairros de Pinheiros, Higienópolis, Santa Cecília, estação Barra Funda do metrô, Vila Mariana e na zona norte da cidade, conforme apurou a reportagem do iG. No Rio de Janeiro, a situação foi normalizada em poucos bairros, como em Copacabana. O Presidente de Itaipu, Jorge Samek, afirmou ter 99% de certeza de que um vendaval tenha sido a causa do apagão que atingiu, por volta das 22h20, Estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo e derrubou as linhas de transmissão que partem da usina de Itaipu. "Em Foz do Iguaçu hoje tivemos chuvas que derrubaram árvores de 40, 50 anos, como quem tira guarda-sol na praia". Itaipu é responsável por 20% da carga de energia do País e por isso é difícil compensar o corte no abastecimento com energia de outras usinas.

Fonte: Portal IG

Comentário da postagem: Há anos que os especialistas do setor vem alertando sobre o aumento do consumo de energia elétrica versus a diminuição relativa dos investimentos em geração, considerando que o crescimento do país está intrisecamente vinculado ao suprimento de energia.

No Governo Fernando Henrique alguns "apagões" levaram a realização de um novo plano de suprimento de energia elétrica, que na atual gestão vem sendo colocado em "banho maria", já que nenhuma nova fonte geradora foi instalada desde então, por ação da administração atual: nenhuma nova hidrelétrica foi consolidada, os parques eólicos estão aí para ser ainda regulamentados, as termoelétricas estão aquém do programado, o programa de energia nuclear continua suspenso e os recursos à pesquisa em fontes alternativas é aplicado a conta gotas.

Aplica-se mais em marketing e propaganda do que em qualquer outra coisa. E a conversa do Ministério das Minas e Energia, nos dias de hoje, se refere-se unicamente à regulamentação do Pré Sal, que de fato é o suprimento de única fonte de energia, derivada de combustíveis fósseis e que só existirá a partir de sua exploração plena a partir de 2024.

Tirem os senhores e senhoras suas conclusões.

Por: José Sales

Soneto de Fidelidade - Vinicius de Moraes

Arte&Cultura


De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.


Vinicius de Moraes, "Antologia Poética", Editora do Autor, Rio de Janeiro, 1960, pág. 96.

Sarney procura cineasta para projeto de filme sobre sua trajetória


O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), quer ver sua história nos cinemas, a exemplo do que vai ocorrer no começo de 2010 com a cinebiografia do presidente Lula. A Livraria da Folha apurou que Sarney convidou o cineasta carioca Silvio Tendler para o projeto. O documentarista já fez produções sobre os ex-presidentes da República João Goulart (1918-1976) e Juscelino Kubitscheck (1956-1961). Atualmente, Tendler filma a história de Tancredo Neves (1910-1985). Foi nas filmagens para esse trabalho sobre Tancredo que surgiu o contato entre o senador e o cineasta. Já existe um documentário sobre o presidente do Senado, feito por Fernando Barbosa Lima (que morreu no ano passado), mas o resultado desagradou Sarney, segundo a Livraria da Folha apurou.

A ideia é que o filme sobre Sarney seja lançado em 2010, aproveitando que, no próximo dia 24 de abril, o senador completa 80 anos. Ele nasceu em Pinheiro (MA) e foi presidente do Brasil entre 1985 a 1990. A exemplo de Lula, Sarney quer ter interferência na obra audiovisual. Atualmente, a trajetória do presidente do Senado é alvo de interesse no mercado editorial, onde "Honoráveis Bandidos - Um retrato do Brasil na era Sarney" figura entre os livros mais vendidos no país. Está em quarto lugar na lista divulgada no último sábado pela Folha. Nesta semana, a expectativa é que suba posições, como se observou em levantamentos divulgados nesta terça por outras livrarias. Na semana passada, o livro foi lançado em São Luís (MA), na sede do Sindicato dos Bancários, com direito a tumulto e pancadaria. O autor Palmério Dória teve de andar acompanhado de uma equipe de seguranças. Sarney já disse que não viu, não leu e não se interessa pela obra, que fala até das intimidades sexuais da família Sarney. Com certeza, "Honoráveis Bandidos - Um retrato do Brasil na era Sarney" não vai inspirar um filme aprovado pelo senador.


"Honoráveis Bandidos"
Autor: Palmério Dória
Editora: Geração Editorial
Páginas: 208
Quanto: R$ 29,90
Onde comprar: Pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

*

"Sarney -O Outro Lado da História"
Autor: Oliveira Bastos (organizador)
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 324
Quanto: R$ 39
Onde comprar: Pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

SÉRGIO RIPARDO colaboração para a Livraria da Folha


Notícias da URCA - Universidade Regional do cariri - Dia 11 de Novembro de 2009


Prédio onde funcionará Campus da URCA em Iguatu custará R$ 16 milhões


A Comissão Gestora do Campus Avançado de Iguatu, da Universidade Regional do Cariri - URCA, esteve reunida em audiência com o Governador Cid Ferreira Gomes, último dia 4, na cidade de Icó, quando foi realizado mais uma edição do Governo Itinerante. Na oportunidade, o Governador conversou com o Presidente do Campus Prof. José Ivo Ferreira, e os Professores Ramon Gabriel Cavalcante e Eduarda Rodrigues, respectivamente coordenadores dos cursos de Direito e Enfermagem. Na pauta projetos para capacitação dos professores do Campus, através da concessão de bolsas para Mestrado e Doutorado através da FUNCAP e outros investimentos. Na oportunidade o Governador anunciou a abertura dos envelopes que conclui, dia 20 próximo, o Processo de Licitação da Cidade Universitária, que funcionará na antiga CIDAO. O prédio abrigará, além da URCA, a FECLI e a nova FATEC. No mesmo dia será anunciada a construtora responsável pela Obra, ressalvadas as possibilidades de recurso. O investimento para a construção do Campus Multiinstitucional gira em torno de R$ 16 milhões e tão logo a Licitação estiver concluída, o Governador estará em Iguatu para assinar a Ordem de Serviço.

Curso de Introdução ao Audiovisual é iniciado para jovens da periferia

Jovens de diversos bairros do Crato iniciaram, no último sábado, dia 07, na Universidade Regional do Cariri (URCA), o Curso de Introdução do Audiovisual. O trabalho faz parte do Projeto Fazendo Arte, que é uma iniciativa do Projeto Nova Vida em parceria com instituições alemãs como ‘Aktionskreis Pater Beda, Kinder Missionswerk e a Missionswerk Die Sternsinger’ e a Universidade Regional do Cariri - URCA, através da Pró-Reitoria de Extensão- Proex, Secretarias de Cultura e Educação, SESC e o Coletivo Camaradas. O Projeto Fazendo Arte contempla rodas de conversas com artistas, visitas aos espaços de circulação e produção da arte como museus, galerias, terreiros da cultura popular, ateliês e cerca de 14 cursos nas mais diversas linguagens artísticas. O Curso de Audiovisual está sendo ministrado pelos cineastas Glauco Vieira, Ythallo Rodrigues e pelo fotógrafo, Allan Bastos. A finalização do curso resultará na produção de dois vídeos. Para a coordenadora do Projeto Fazendo Arte, Fatinha Gomes, o curso está atendendo às expectativas, além de envolver grandes profissionais da área artística. Ela destaca um grande interesse por parte dos alunos em conhecer e produzir arte.

Cursos na Cadeia Pública do Crato são encerrados com entrega de certificados

Encerrados no último final de semana, no prédio da Cadeia Pública local, os cursos de Biojóias, Corte e Costura e Pintura em Tela, ocasião em que foram entregues certificados a 28 alunos participantes, entre detentos e detentas. Estiveram presentes a solenidade de entrega o Juiz da Vara das Execuções Penais, Djalma Sobreira Dantas Júnior, o Defensor Público da 1ª Vara, Tútlio Iumatti, os artistas Alexandre Lucas e Fatinha Gomes, do Coletivo Camaradas, Maria Lúcia e Nailza Cabral, respectivamente Coordenadora e Auxiliar de Recursos Humanos da Singer do Brasil-Unidade de Juazeiro do Norte, Celso Frata, Supervisor de Qualidade também da Singer, representante da Pastoral Carcerária, Evandro, representante da OAB/Subseção de Crato, Jobson Bacurau de Alencar, além de outros convidados. Também estavam presentes os instrutores ministrantes dos cursos, a Professora Nilva Lima, de Corte e Costura, José Victor, de Biojóias, e Paulo Bento, de pintura em tela.

A solenidade teve a coordenação do Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Subseção de Crato, Hermano José de Sousa, que ao fazer uso da palavra falou sobre a importância do PROJETO CADEIA É LUGAR DE CIDADANIA, através do qual vem sendo realizados os cursos em parceria com a Universidade Regional do Cariri-URCA/Pró-Reitoria de Extensão, Cadeia Pública de Crato, Projeto Nova Vida, Juiz da Vara das Execuções Penais, Coletivo Camaradas e apoio financeiro da Aktionskreis P. Beda. Outros cursos como o de Colagem, Origami, artesanato em jornal usado e Macramê estão sendo programados para os próximos meses, todos com o objetivo de contribuir com o processo de reeducação e formação profissional dos detentos. Na solenidade, a equipe da Singer do Brasil fez convite a Comissão de Direitos Humanos para expor todo o material na sede da Singer/Unidade de Juazeiro do Norte, em data a ser marcada, enquanto o Dr. Djalma informou do interesse que a Faculdade Paraíso tem de fazer uma exposição com os produtos confeccionados pelos presos da Cadeia Pública de Crato.

Contato:

Assessoria de Comunicação
Universidade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 ramal 2617
www.urca.br - Elizangela Santos
Crato, 11 de novembro de 2009.

Notícias do Crato - Para o dia 11 de Novembro de 2009



Saúde do Crato renova frota de veículos

A Secretaria de Saúde do Crato continua realizando renovação da frota de veículos, principalmente para o Programa de Saúde da Família (PSF), do qual o Crato conta com 27 equipes, que atendem nas diversas comunidades da cidade, sítios e distritos. Recentemente foram adquiridos dois veículos novos, e mais dois estão chegando em breve para auxiliar no trabalho das equipes. O transporte de passageiros que fazem tratamento em Fortaleza também obteve melhorias, com a aquisição do microônibus, possibilitando uma viagem mais segura e confortável para os usuários, que necessitam realizar tratamento de saúde em Fortaleza. Segundo a assessoria técnica da Secretaria de Saúde, a melhoria da frota de veículos tem o objetivo de facilitar os serviços, no sentido de melhorar o atendimento para a população cratense.

Conselho da Alimentação Escolar passa por escolha de seus representantes

Mais uma etapa da formação do Conselho da Alimentação Escolar do Crato será realizada hoje, com a escolha de representante dos alunos e dos professores, que passam a integrar o conselho, que conta com sete representações em segmentos diferenciados. A reunião com esta finalidade acontece no Teatro Municipal Salviano Arraes Saraiva, a partir das 9 horas. Alguns segmentos já foram escolhidos para a representação junto ao conselho. O Secretário de Educação, Valentim Dantas, afirma que toda a formação do conselho será divulgada assim que for finalizado o processo de escolha dos seus representantes. O Conselho tem como um de seus objetivos, acompanhar e fiscalizar a merenda escolar e ver como está sendo sua distribuição nas unidades de ensino do município.

Coordenação do Cadastro Único realiza atualizações até o dia 30

A Coordenação do Cadastro Único do Bolsa Família do Crato informa que será encerrado no dia 30 de novembro, o processo de atualização de cadastro para aquelas pessoas que não fizeram recadastramento há mais de dois anos. Segundo a coordenação, quem não estiver com os seus dados corretos e em dia corre o risco de bloqueio do cartão. O cancelamento do benefício poderá acontecer com seis meses, caso os beneficiários não regularizem sua situação. O atendimento para atualização dos cadastros para quem ainda não o fez estão sendo realizados na sala do Bolsa Família, na Secretaria de Ação Social. As pessoas podem chegar às 6h30 para pegarem suas senhas com o vigilante. São distribuídas diariamente cem senhas. Novos cadastros para famílias de Crato deverão ser feitos apenas a partir de fevereiro do próximo ano. O Crato está sendo contemplado este ano com a inclusão de mais 2 mil pessoas, agora cadastradas no Bolsa Família. Atualmente são cerca de 13. 600 famílias recebendo o benefício do Governo Federal, em Crato.

Mostra SESC será aberta no Centro Cultural do Araripe

O município do Crato será palco mais uma vez da abertura da Mostra SESC Cariri de Cultura, que vai acontecer no próximo dia 13, no Centro Cultural do Araripe. Grande parte dos espetáculos da Mostra estará centralizada em Crato. Na ocasião, estará recebendo título de Cidadão Cratense, o presidente do Sistema Fécomércio, empresário Luiz Gastão Bittencourt, que fará a abertura do evento. A 11ª edição da Mostra, que acontece de 13 a 26 de novembro no Cariri e em Fortaleza, tem como grande diferencial possibilitar maior interação entre artistas e espectadores. Serão espetáculos de artes cênicas, visuais, literatura, música, audiovisual e até excursões gastronômicas, além de passeios, debates e oficinas. Ao todo, mais de 600 artistas de 11 países – entre eles Cuba e Finlândia - desembarcam na região, que deve receber cerca de 300 mil pessoas. Todo esse público acompanha os espetáculos nos espaços localizados em quatro pólos; nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha e Nova Olinda. Durante a mostra, o Circuito Patativa do Assaré vai levar apresentações itinerantes para outros 11 municípios. E, a partir do dia 21 de novembro, o Cariri chega em Fortaleza, onde ocorrem espetáculos para todos os públicos. Enquanto a mostra estiver no Cariri, as apresentações vão se concentrar em locais como o SESC Crato; o Centro Cultural Araripe; a Praça da Sé; o Teatro Municipal de Crato; o SENAC Crato; o Crato Tênis Clube; o Memorial Padre Cícero, o Largo do Memorial, a Praça Padre Cícero; a Praça Central de Barbalha; o Teatro Neroly; a Escola de Artes Reitora Violeta Arraes Gervaiseau e o Teatro Violeta Arraes. Os artistas que participam da mostra, entretanto, também descem do palco, transformando o público em parte do espetáculo.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30