xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 08/11/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

08 novembro 2009

Anuncie no Blog do Crato - Aonde todo mundo Lê !!!


Anuncie Aonde Todo Mundo Lê - BLOG DO CRATO !


- Anuncie no maior veículo de internet do Cariri.
- Mais de 40.000 acessos por mês
- 4 Anos no mercado.
- Mais de 1 milhão de páginas acessadas em 4 anos de existência
- Solidez e Conhecimento em Internet
- Planejamento da Publicidade, direcionado ao tipo de Anúncio.
- Planos Semestrais e Anuais
- Anúncios intercalados entre as postagens do Blog
- Não fique em sites mesquinhos, que apenas colocam seu Banner! No Blog do Crato, nós projetamos sua empresa através de um completo sistema de publicidade, que atinge o maior número possível de clientes.
- Publicação em horários especificados pelo anunciante
- E mais...

Não perca seu dinheiro. Esqueça Jornais de papel. Anuncie na própria Internet. Divulgue a sua empresa para o mundo. Anuncie no Blog do Crato, a maior vitrine do Cariri. Faça como: Amilton Som, AraújoSAT, Mercadinho Matos, Jornal O Estado, Clínica São Raimundo, Dr. José Flávio Vieira, Adv. Mário Correia. Venha para o Blog do Crato !

Contatos:

E-mail: blogdocrato@hotmail.com ( todos os e-mails recebidos referentes a publicidade, serão respondidos. Agendamos dia e horário para conversar pessoalmente com o cliente ). Se seu e-mail não for respondido em 24H, entre em contato pelo telefone.

Telefone para Recados: (088) - 3523-2272

Blog do Crato - Mais de 1 milhão de Acessos a Páginas em 4 Anos

Por: Dihelson Mendonça
Administrador

Publicidade: Clínica São Raimundo - Várzea Alegre

O Blog do Crato tem o prazer de fazer a publicidade da Clínica São Raimundo, da cidade de Várzea Alegre - CE, que acredita no nosso trabalho como meio de buscar a integração regional. A Clínica São Raimundo é uma empresa conceituada. Comandada pelos renomados médicos Dr. Menezes Filho e da Dra. Ana Micaely de Morais Meneses. Especializada em pediatria, ultrassonografia, fisioterapia especializada, RPG.

Eis algumas fotos da nossa empresa/parceira que fazemos questão de divulgar:



Acima: A Logomarca oficial da Clínica São Raimundo, em Várzea Alegre.


Acima: O Médico, Dr. Menezes Filho em atividade.

Acima: Dra. Ana Micaely de Morais Meneses

Cuidando de seus pacientes com carinho e dedicação...



Clinica São Raimundo.
Rua Dep. Luis Otacilio Correia 129. Várzea-Alegre. Fone (088) 3541-1467.
Especialidade: Pediatria, ultrassonografia, fisioterapia especializada, RPG.

"Cuidando com carinho e responsabilidade do povo de Várzea Alegre !"

Anuncie no Blog do Crato.
Contatos:
blogdocrato@hotmail.com
Tel: 088-3523-2272

Nossos Parceiros - Mercadinho Matos

O Mercadinho Matos firmou-se na cidade como um locais preferidos pelos Cratenses para fazerem as suas compras. Bons preços, excelente atendimento, e variedade. Produtos sempre novos, longe do prazo de vencimento. Tudo em: Cereais, enlatados, perfumaria, biscoitos, bebidas e frios em geral. MERCADINHO MATOS - O Prazer de comprar bem pelo melhor preço da cidade, com entrega em Domicílio. Rua Dr. João Pessoa, 73 - Fone (88) 3521-3893 - Crato - CE.

roda

Variedade...


IMG_5343


Qualidade dos Produtos...


IMG_5353

Dona Almina Arraes, uma das primeiras clientes do Mercadinho Matos:

IMG_5395

Na foto Abaixo: Os proprietários: Aluísio e Adiê

IMG_9021


mercadinho matos

Mercadinho Matos - A Sua melhor Compra !

Presidente do PSDB diz que Lula exagerou ao comparar o partido a Hitler


Sérgio Guerra reagiu às críticas feitas na sexta pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), reagiu às críticas feitas na sexta-feira (6) ao partido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, durante congresso do PC do B em São Paulo. Na ocasião, Lula chegou a comparar os tucanos com o ditador nazista alemão, Adolf Hitler, ao dizer que sentia "pena" ao ver que o partido planejava um programa de treinamento de cabos eleitorais no Nordeste para as eleições do próximo ano. O tucano considera que Lula exagerou. No discurso feito durante o congresso na capital paulista, Lula já estava reagindo ao artigo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso publicado na edição de domingo do jornal O Estado de S. Paulo. O ex-presidente fez críticas pesadas a Lula, acusando seu governo de ser intervencionista em excesso e de estar criando uma espécie de "subperonismo" no País.

- Não gostamos de Hitler, nem de Chávez [presidente da Venezuela, Hugo Chávez]. Não discutimos ditadores. Se o presidente tiver curiosidade podemos mandar nossas apostilas para ele. Essas declarações não podem ser sinceras. Guerra também rebateu a crítica feita por Dilma, que chamou a oposição de "patética".

- Faltaram argumentos e ideias na cabeça da ministra na hora daquele discurso. É conversa de quem não sabe o que falar. É falta de experiência política.

Fonte: R7

Manifestantes em Berlim protestam contra celebração pela queda do Muro


Cerca de mil militantes de extrema esquerda, anarquistas e antifascistas se manifestaram neste sábado na capital alemã contra as comemorações do vigésimo aniversário da queda do Muro de Berlim. Os manifestantes partiram do antigo posto fronteiriço Checkpoint Charlie, um dos símbolos do Muro, e marcharam até a célebre avenida Unter den Linden, no centro de Berlim.

"Contra a dominação da falsa liberdade", dizia um dos cartazes levados no protesto. Na próxima segunda-feira, uma série de cerimônias celebrará o vigésimo aniversário da queda do Muro de Berlim, ocorrida em 9 de novembro de 1989.

da France Presse, em Berlim.

Uniban anuncia expulsão de aluna que usou vestido curto !


Nota do Editor:
É muito injusto o que fizeram com essa jovem. Mas a cada infortúnio na nossa vida, muitas vezes abre as portas para outras oportunidades. E essa é talvez a maior oportunidade da jovem virar celebridade. Alguns dizem que o cavalo selado só passa uma vez na vida. Se a Geisy Arruda causa tanta atenção, é porque ela é mesmo estonteantemente atraente. Muitas aproveitariam o momento para ganhar com isso. E uma grande idéia, sem qualquer constrangimento, seria um convite para a revista PLAYBOY. Mas isso depende da própria vontade da jovem.

A estudante de turismo Geisy Arruda, 20, foi expulsa da Uniban (Universidade Bandeirante), após o episódio em que outros alunos da universidade a hostilizaram por usar um vestido curto demais, no dia 22 de outubro. A instituição de ensino divulga uma nota publicitária em jornais neste domingo (8) em que argumenta que a estudante usava trajes inadequados, indicando “uma postura incompatível com o ambiente da universidade". Diz a nota:

- Apesar de alertada, [a aluna] não modificou seu comportamento.

Entrevistado pelo R7, o advogado da reitoria da Uniban, Décio Lencioni Machado, afirma que a estudante tinha atitudes provocantes na universidade há um certo tempo e que foi alertada sobre sua postura inadequada mais de uma vez por funcionários e colegas.

- Nesse dia [22 de outubro], temos relatos de que ela levantou o vestido e permitiu que as pessoas vissem suas partes íntimas, se olhassem por trás. Ela circulou pelos corredores assim, chegou a entrar em sala de aula desse jeito. A expulsão não ocorreu por causa do vestido curto, mas devido a essas atitudes insinuantes, afirma o advogado. Ele diz que a decisão saiu na noite de sexta-feira (6). A estudante nega ter levantado o vestido e diz que não foi comunicada pela universidade da expulsão. Geisy diz ainda que vai voltar para a faculdade na segunda-feira (9), mesmo que tenha sido desligada. Ela considerou a decisão "um absurdo" e disse que vai processar a universidade:

- É mais um motivo para eu processar a Uniban. Eles não enviaram nenhuma carta, nem para o meu advogado, estou sabendo disso pela imprensa. Os outros estudantes envolvidos na agressão a Geisy serão suspensos, diz o texto da nota

Fonte: R7

Assistam a esses vídeos do Absurdo:



Reportagem Especial:





MURO DE BERLIM - 20 ANOS DEPOIS, QUE CAIAM OUTROS MUROS!



Uma cidade dividida e separada por um muro. Assim era a cidade alemã de Berlim. Os dois lados não podiam passar de um lado para o outro. Dividiu-se a força um povo. Esse era o cenário da guerra fria entre os Estados Unidos e União Soviética. Num acordo dividiu a Alemanha em dois países. Um capitalista e outro dito comunista. De uma hora para outra quem trabalhava no lado oriental não podia ir para o outro lado da cidade. Da mesma forma os do lado ocidental.

Essa barreira só acabaria 28 anos depois. Mas infelizmente muitos morreram querendo atravessar a incrível barreira que era o muro de Berlim. Exatamente no dia 09 de novembro de 1989 os dois lados da cidade de Berlim se encontram e se confraternizaram. Começou aí a derrubada desse muro vergonhoso para a humanidade. E dessa forma Berlim passou a ser uma cidade só. De um povo só.

Passados 20 anos da derrocada do muro de Berlim ainda há muitos outros muros a serem derrubados. Muros da intolerância, violência, falta de respeito para com o nosso próximo e ao meio ambiente, falta de ética e decência. Mas um dos principais muros que devemos derrubar no mundo inteiro é o da fome que ainda perdura em muitos pontos do nosso planeta. Que neste momento que comemoramos o fim do muro de Berlim, possamos lutar por um mundo mais fraterno, solidário e justo entre os povos. Que derrubemos o muro da exploração e do autoritarismo. Que o mundo seja só de paz!

José de Arimatéa dos Santos, professor.

Um Pedido especial aos escritores do Blog: Por Favor LEIAM ESSA MENSAGEM !!


Bom Dia!

Eu agradeceria TANTO, se cada escritor do Blog do Crato se preocupasse em PELO MENOS ilustrar as suas próprias matérias e diagramar as postagens! É como se nos fizesse uma doação por mês para a manutenção, porque de qualquer forma, essa ilustração acaba sobrando pra mim, que detesto ver nosso Blog com cara de "Já Morreu" sem as fotos ilustrativas. E é tão simples! Tudo se resume na eterna preguiça. Bastaria ir no Google, digitar alguma palavra que tenha a ver com o texto, e ao aparecer os resultados, escolher IMAGENS. O Google vai mostrar milhões de imagens que se encaixariam no texto. Salvar a imagem no computador e depois colocar na postagem. Assim, simples...

Mas o que é que custa?
Portanto, façam de conta que eu não existo. Cuidem pelo menos da estética de suas próprias matérias. É um pequeno esforço que vale muito para nós. Parabéns aos escritores que já fazem isso, como Armando Rafael, Alessandra Bandeira, e outros, que já ilustram e já diagramam as postagens, justificando ( tornando o texto bem distribuído na página ), pois existe um botão na janela de postagem só pra justificar. A um clique de distância.

Afinal de contas, Uma imagem Ilustrativa, vale mais que 10.000 palavras. Conto com a compreensão de todos em tornar menos difícil a nossa vida de administrador.

Dihelson Mendonça


Sancionada lei que cria o Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo


O dia 28 de janeiro será dedicado ao combate ao trabalho escravo no Brasil. O projeto de lei aprovado no Senado e na Câmara dos Deputados foi sancionado no final da última semana pelo presidente em exercício, José Alencar, em Brasília. Junto à data, também será instituída a Semana Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Em 2004, o dia 28 de janeiro foi marcado pelo assassinato de quatro funcionários do Ministério do Trabalho, três auditores e o motorista, quando apuravam denúncia de trabalho escravo na zona rural de Uma (MG).

José Alencar afirmou que se sentia privilegiado em sancionar a lei de importância história, política e social. “Todos aqueles que atuam para combater o trabalho escravo estão sendo homenageados nesta data”, disse. Estavam presentes na assinatura da lei, representantes da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (Sinait) e da entidade em Minas Gerais, Ministério Público do Trabalho, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e outras organizações que fazem parte da Frente Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Nos últimos 15 anos, o MTE já resgatou mais de 34.000 pessoas em condições de trabalho degradante ou análoga à escravidão no Brasil. Do total, cerca de 12 mil foram no Pará em fazendas e carvoarias. A Câmara dos Deputados ainda precisa aprovar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 438/01) que prevê a expropriação de terras em que haja comprovação da prática de trabalho escravo. A matéria está em pauta e pode ser votada ainda este ano.

Fonte:www.cnbb.org.br

Amilton Som - A Maior Loja de CDs e DVDs do Cariri

Pensou em Som ? Pensou AMILTON SOM !


Não é à toa que o Blog do crato se orgulha de ter "Amilton Som" como um de nossos parceiros. Amilton Som é hoje a maior e melhor loja de CDs e DVDs do cariri, e com a maior diversidade, atendendo a todos os gostos musicais. E ainda na loja "Amilton Som", você conta com uma equipe para atendimento personalizado, a fim de tirar todas as suas dúvidas sobre os produtos. Vendas de PenDrives, Câmeras Fotográficas Digitais, Adaptadores Bluetooth, Wireless, CDs e DVDs vírgens, etc. "Amilton Som" também possui à sua disposição, o maior catálogo de Artistas Caririenses. Portanto, se você reside fora do crato, e deseja adquirir algum CD de artistas da região do cariri, entre em contato direto e faça sua compra. E você conta ainda com o "Banco Popular" para realizar todos os seus pagamentos com segurança e tranquilidade. Portanto, na hora de adquirir CDs e DVDs, consulte antes os excelentes preços de AMILTON SOM. Além do maior catálogo do Cariri, também o melhor preço. Quer publicidade melhor que a qualidade ?

O Maior acervo de CDs e DVDs do Cariri com os melhores preços!

A simpatia e atendimento de quem trabaha no ramo há mais de 35 anos...


Setor de Eletrônicos, com Pen Drives, Bluetooth, Pilhas recarregáveis, câmeras digitais...


Variedade para atender a todos os gostos!


Banco Popular, para fazer o pagamento de todas as suas contas!

Amilton Som - Sua melhor opção em CDs e DVDs
Empresa Genuinamente Cratense e Recomendada pelo Blog do Crato
Tel: (088) - 3521-3270

Fim do socialismo provocou onda de migrações na Europa


Brasília - Um relatório do Banco Mundial revela que os cidadãos dos antigos países socialistas representam um terço do fluxo migratório em todo o mundo no período que sucede a queda do Muro de Berlim e a desintegração da União Soviética. Os motivos são questões étnicas, conflitos políticos, alterações nas fronteiras e fim das restrições ao trânsito para o Ocidente. Segundo o documento, publicado em 2008, a população da Rússia aumentou em 3,7 milhões de habitantes, provenientes, sobretudo, das ex-repúblicas soviéticas e dos países bálticos. Ao mesmo tempo, 15% das populações da Albânia, Armênia, Geórgia, do Cazaquistão e Tadjiquistão deixaram seus países definitivamente. Em outro movimento, mais de 40% dos cidadãos que fizeram as malas no Leste Europeu migraram para os países da Europa ocidental, principalmente para a Alemanha. “A expectativa de encontrar um emprego e a qualidade de vida no país de origem são importantes no rol de decisões de um candidato a imigrante. Mas a influência dos fatores culturais e sociais também pesa”, diz o relatório do Banco Mundial.

Com o avanço da União Europeia ao Leste, uma massa de cidadãos do bloco socialista ainda aproveita o fim das exigências de trânsito e parte para os países da Europa ocidental onde são conhecidos por ser mão de obra barata. Países que registraram elevado crescimento econômico são os mais visados, como a Irlanda, destino comum entre os poloneses na última década.

Lísia Gusmão e Renata Giraldi
Repórteres da Agência Brasil

O “VASCÃO”... VOLTOU – Por: José Nilton Mariano Saraiva


Vítima de um dirigente desonesto, que dele só se aproveitou (Eurico Miranda, hoje podre de rico e nem um pouco preocupado com o futuro), o tradicionalíssimo e glorioso CLUBE DE REGATAS VASCO DA GAMA chegou ao fundo do poço, ano passado, ao ser humilhantemente rebaixado para a Segunda Divisão do futebol brasileiro.
Falido, sem crédito na praça, sem ninguém disposto a patrociná-lo e com as receitas futuras já comprometidas um ano à frente, foi assim que o ex-jogador e maior ídolo do clube, Roberto Dinamite, encontrou o clube, ao assumir sua presidência, depois de uma eleição em que foi roubado na primeira apuração, mas aclamado na segunda (após intervenção judicial).
Hoje, depois de uma campanha muito boa, onde contou com o apoio fundamental e decisivo de toda a sua enorme torcida, no Brasil todo, o Vascão está de volta à Primeira Divisão.
Os flamenguistas, que passaram o ano enfrentado moleza, claro que já começam a suar frio, tremer nas bases (afinal, a perspectiva é de “muita chibata”, pela frente). Além do que, um campeonato sem a presença do Vascão não tem o menor charme.
Salve, pois, o Vascão da Gama !!!

Autoria e postagem: José Nilton Mariano Saraiva


"Uniban: a espetacular fábrica de canalhas" - Postado por Darlan Reis Jr.

Uniban: a espetacular fábrica de canalhas
Mauro Carrara

"Em anúncios publicados nos jornalões paulistas de 8 de Novembro, a Universidade Bandeirante (Uniban) anuncia que decidiu expulsar a aluna Geisy Arruda.A estudante de Turismo sofreu bárbaro assédio coletivo no dia 22 de Outubro, na unidade de São Bernardo do Campo. O motivo: trajar na ocasião um vestido curto, num tom cereja.O texto publicado pela Uniban deve converter-se imediatamente em peça de estudo para juristas, educadores, antropólogos e sociólogos. A universidade preferiu punir a vítima e inventar uma justificativa pitoresca para o espetáculo do bullying, registrado por câmeras do próprios alunos e vergonhosamente exposto ao mundo pelo Youtube.Segundo os negociantes da educação, "a atitude provocativa da aluna resultou numa reação coletiva de defesa do ambiente escolar". Seria cômico se não fosse trágico. A Uniban, mais uma das uniesquinas do Brasil, considera "defesa do ambiente escolar" a agitação do bando que ameaçava estuprar a colega e que a perseguiu aos gritos de "puta, puta, puta". Alheia a valores e princípios, a Uniban pautou-se unicamente pela doutrina da preservação do lucro. Expulsou a mocinha da periferia e manteve as centenas de vândalos que a molestaram.
Defendeu, assim, a receita, a contabilidade, mesmo sob o risco de macular para sempre sua imagem. Em "Psicologia das Multidões", Gustave Le Bon refere-se com clareza ao fenômeno da sugestão em movimentos de multidões. Diz ele: "Os indivíduos de uma multidão que possuem uma personalidade bastante forte para resistirem à sugestão são em número tão diminuto que acabam por ser arrastados pela corrente". Le Bon lembra que, em determinadas situações, a multidão transforma o indivíduo civilizado num bárbaro, num ser primitivo, movido pelo instinto, que vibra com o ataque ao inimigo inferiorizado.

Poucas vezes se viu isso tão claramente quanto no episódio de 22 de Outubro. Há garotas inconformadas com a sina; afinal, não têm o corpão de Geisy. Há machões conquistadores não correspondidos, movidos pelo instinto de vingança. Por fim, a turba ignara que se diverte com a perseguição, algo muito semelhante à farra do boi. A curvilínea e voluptuosa Geisy, que concedeu entrevistas aos programas televisivos vespertinos, exibiu-se no mesmo vestido que gerou a fúria de seus colegas de universidade. Nada formidavelmente pecaminoso como se poderia imaginar. Aliás, fosse ela mirrada e poucos notariam a ousadia de suas vestes.Esses aspectos objetivos da questão foram ladinamente desconsiderados pela direção da universidade. Em nome do "negócio", a Uniban preferiu investir na fabricação de canalhas. A decisão funciona como um sinal verde para os moralistas cafajestes de todos os tipos. Esse incentivo criminoso, pois, não se limita aos clientes da instituição, mas ao conjunto dos estudantes brasileiros. Paulo Freire, costumava advertir os educadores com a seguinte frase:
"Conhecer é tarefa de sujeitos, não de objetos. E é como sujeito, e somente enquanto sujeito, que o homem pode realmente conhecer".No caso em debate, a Uniban fez exatamente o contrário. Desprezou o sujeito, deseducando-o. Concomitantemente, priorizou o objeto, isto é, seu negócio, o prédio iluminado vendedor de diplomas.Dessa forma, trocou todas as regras da civilidade por um repugnante código de carceragem.

O episódio Geisy revela a decadência do ensino universitário brasileiro, transformado em oportunidade de mercado. Essa é a herança do regime militar e dos governos conservadores que o seguiram, sobretudo aquele do privateiro Fernando Henrique Cardoso. Ironicamente, o bajulado professor uspeano de tudo fez para esculhambar o ensino público de qualidade, entregando o sagrado ofício da educação às máfias dos certificados e aos traficantes de títulos acadêmicos.Tempos de provação. E, como formigas, os canalhas saem aos montes dessas instituições, prontos a divinizar o pensamento neoliberal e a Lei de Gérson, seduzidos à barbárie por diversão."

Confraternização da AFAC – Por: José Nilton Mariano Saraiva


C
omparecemos, ontem à tarde, num sítio nos arredores de Fortaleza, à confraternização cognominada “Feijoada com Piqui”, promovida pelo pessoal da AFAC (Associação dos Filhos e Amigos do Crato), à frente sua Diretoria (Wilton Dedê, Luis Lima, Pedro Jorge e Dilma Girão, dentre outros).
Quase duas centenas de conterrâneos prestigiaram o evento, num ambiente amplo, ventilado, leve e descontraído, com música maneira, papo agradável e comida farta (a feijoada tava uma “coisa”, mas o destaque mesmo vai para o “piqui” – daqueles “carnudões”, ao qual você simplesmente não resiste; de lascar é o "arrôto", depois); a destacar, também, a sempre bem-vinda beleza e elegância das mulheres cratenses (evidentemente que acompanhadas dos respectivos).
O senhor Dihelson Mendonça (que passou quase um mês por aqui e “não deu a mínima pra pobreza”) dessa vez “pisou feio na bola” ao retornar ao Crato na véspera (também, quem manda só gostar de freqüentar ambientes “nobres e sofisticados”, não é, Dihelson ???).
Se algum colunista social se tivesse feito presente, certamente diria que “tudo correu na pauta do preciso” (que o diga o “primeiro-casal” – Samuel/Mônica – que “pintaram no pedaço”; são uns “turistas”).
Tivemos que nos ausentar, no melhor da festa, por uma causa nobre: assistir, via telinha, ao retorno do VASCÃO à Primeira Divisão (que o Mengão se prepare, que a folga dele acabou; agora vai entrar na chibata).
Quanto ao Dihelson ??? Que morra de inveja !!!
De parabéns, pois, o pessoal da AFAC (e, desde já, NOS CONVIDAMOS para as próximas).

Autoria e postagem: José Nilton Mariano Saraiva
**********************

Post Scriptum:
“Triplamente” feliz quem estava era o dono do sítio, o grande Mapurunga (que trabalhou no Banco do Brasil, aí do Crato, por quase 500 anos): 1) por reencontrar velhos amigos, que há muito não via; 2) por ter realizado recentemente um velho sonho: conhecer o continente europeu: e, 3) por ter sido agraciado, dias atrás, com o título de “cidadão cratense”, cuja comenda lhe será entregue no próximo dia 11 de dezembro (uma caravana, com cerca de 50 ônibus, apinhados de amigos, se deslocará daqui para o Crato, a fim de prestigiar o evento). Portanto, parabéns pra ele, que lê merece.


Funasa vira balcão de negócios no Ceará - Por: José Sales

Investigação da Operação Fumaça da Polícia Federal e do Ministério Público Frederal indicam que a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) se transformou em um balcão de negócios. Segundo reportagem do jornal "O Estado de São Paulo", entre os investigados está Guaracy Aguiar, coordenador do órgão do Ministério da Saúde no Ceará entre 2007 e 2009 e irmão do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Ubiratan Aguiar. O presidente da Funasa, Danilo Forte, indicado para cargo pelo PMDB, também é suspeito.

Ambos aparecem em escutas telefônicas legais, agindo em cadeia de comando do clientelismo, liberando verbas e atestando obras inacabadas como prontas, apesar de evidências de superfaturamento, fraudes e desvios de dinheiro. A investigação começou em julho do ano passado e tem como foco o Ceará. Como consequência dos desvios, ocorrem situações como a de Vila Esperança, em Brejo Santo, no sul do Ceará. Apesar de as famílias da localidade viverem sem banheiros, a Funasa liberou dinheiro há quatro anos para construir sanitários.

Fonte http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil

Por: José Sales


CRATO - Histórias e Estórias do Crato de Antigamente - Por: Ivens Mourão

O PLANTÃO

Sempre ouvi contar sobre o senso de honestidade dos suíços. Numa banca de jornal, eles escolhem o jornal, pagam, tiram o troco, se necessário, sem o dono da banca estar presente. Quando estive em Genebra pude comprovar, e comentei com meus companheiros de viagem:
- “Para mim isto não é nenhuma novidade. Na minha cidade, no Crato, na alfaiataria/bodega do Almir isto acontece”.


Almir, um torcedor símbolo do Flamengo.

O Almir tem uma alfaiataria, à qual agregou uma pequena mercearia, cujo produto principal e quase exclusivo é a cachaça. Tornou-se um ponto de reunião dos amigos, principalmente funcionários do Banco do Brasil. Alguns iam para beber um trago ou simplesmente bater papo, no final do expediente. Ali, o assunto principal era o futebol e, quase sempre o Flamengo. Quando chegava a hora do jantar, o Almir, simplesmente, dizia que ia jantar e saia. Deixava a bodega entregue aos amigos. E eles continuavam bebendo, medindo corretamente os tragos, pagando e passando o troco. O dinheiro ficava numa gaveta velha. Ao voltar, continuava no trabalho de alfaiate e nem queria saber sobre o “caixa”. Um dia o Almir comentou que estava querendo colocar uma porta de aço, de enrolar, no estabelecimento dele. Pintar uma banda de preto e a outra de vermelho, as cores do Flamengo. Mas estava faltando o dinheiro. E os amigos, indiferente aos times que torciam, não titubearam:

- “Não, por isso não, Almir. Nós fazemos uma cota e você instala estas portas”.
E assim foi feito. Mas, quando foi para executar o serviço, o estabelecimento tinha que ficar uma noite sem porta. Os amigos resolveram de maneira muito simples:
- “Pode deixar, Almir, nós ficamos aqui de plantão”.

O Almir foi para casa dormir e os amigos ficaram a noite inteira bebendo, cuidando do estabelecimento e fiscalizando o serviço. E o mais importante, pagando religiosamente todos os tragos. Na manhã seguinte, ao chegar, o único comentário que o Almir fez para os bêbados foi:
- “E aí, o apurado foi bom?”
- “Taí na gaveta, pode conferir”.

O SÓCIO

O Luís, no período em que morou no Rio de Janeiro, trabalhou numa empresa que vendia material esportivo, a Superbol. O dono era dirigente do Flamengo e por isso, outros dirigentes, como também jogadores, estavam sempre visitando a loja. O Luís fez grande amizade com todos eles, principalmente, por ser também flamenguista. Quando voltou para o Crato, deixou o endereço e o convite para que o visitassem. Um filho de um dirigente do Flamengo ia casar com uma moça de Santana do Cariri. O pai do rapaz resolveu conhecer a família da futura nora. Quando soube que passaria pelo Crato, o pessoal da Superbol aconselhou-o a procurar o Luís. E assim foi feito. A primeira providência do Luís foi levá-lo para conhecer o maior torcedor do Flamengo, o Almir.

O dirigente ficou vivamente impressionado. Tudo, na alfaiataria/bodega tinha o símbolo do Flamengo. As portas, as garrafas de cachaça, o ferro de passar, o dedal. Quadros e mais quadros de times campeões, bandeiras do Flamengo etc. Porém o que mais impressionou foi o profundo conhecimento da história do clube. Partidas memoráveis, jogadores famosos, gols inesquecíveis. Conversaram sobre o Flamengo 1 x Vasco 0 que deu o título de tri-campeão de 42/43/44. O detalhe do gol do Valido (argentino), no último minuto. E o Almir dizia:

- “E ainda foi de mão!!!”


O dirigente se derreteu de admiração pelo Almir, prometendo mandar, o que efetivamente o fez, uma camisa do Flamengo, que era guardada como relíquia e somente os dirigentes possuíam. A camisa foi encomendada e veio com um defeito de fábrica - tinha uma listra a menos – Por isso recolhida, mas ficou como uma raridade, de posse apenas dos dirigentes, e agora do Almir. Na saída, encantado com a simpatia e simplicidade do Almir, teve o mesmo sentimento dos amigos das rodadas de cachaça da bodega. Perguntou-lhe porque não era sócio do Flamengo. Alegou a dificuldade da distância, como também os recursos. O dirigente, prontamente afirmou:

- “Por isso não, Almir. A partir de agora pode se considerar sócio do Flamengo, às minhas custas”.

O CANSAÇO

Morei muitos anos em Brasília. Durante uma época coordenei uma equipe que dava consultoria a um projeto do Banco Mundial com o Ministério do Interior. Como Crato foi beneficiado com esse projeto, voltei à minha cidade a trabalho. Fui com um colega, Gabriel Santos de Andrade, mineiro e torcedor do Fluminense. No primeiro momento de folga levei o Gabriel para conhecer o Almir, de quem já havia falado. Chegando na alfaiataria/bodega, me apresentei como filho do Mourãozinho, outro grande torcedor do Flamengo. De imediato, perguntou se papai ainda ouvia os jogos com quartinha d’água ao lado. Era o início da década de 80, quando o Flamengo de Zico ganhava tudo. Tinha sido, num espaço de duas semanas, campeão da Taça Rio, em seguida campeão carioca, logo após campeão da Libertadores e preparava-se para ser campeão do mundo. Quando eu perguntei sobre o Flamengo, o Almir saiu-se com essa:

- “Não agüento mais. Não consigo nem ficar bom de um porre e já tenho que beber de novo para outro título. Estou cansado de ser campeão!”.


UMA VEZ FLAMENGO, FLAMENGO ATÉ MORRER.

Meu pai foi um torcedor símbolo do rubro-negro carioca. Seguiu, literalmente, o lema: “Uma Vez Flamengo, Flamengo Até Morrer”. Foi uma paixão iniciada com o time campeão de 1939, onde brilhavam Leônidas da Silva, Domingos da Guia e já se iniciava o genial Zizinho. A paixão sedimentou-se com o tri campeonato de 1942/1943/1944. Até o final da vida lembrava-se do time tri-campeão em cima do Vasco: Jurandir, Newton e Quirino; Biguá, Bria e Jaime; Valido, Zizinho, Pirilo, Tião e Vevé. Não cansava de repetir os detalhes do gol do Valido, o do tri, no último minuto. Deliciava-se com o “choro” dos vascaínos, dizendo que o gol fora ilegal, pois o Valido se apoiara nas costas de um defensor do Vasco. Ele completava: “E ainda foi de mão”. Para ele deve ter sido o gol do século.

No Crato, onde residiu de 1937 a 1955, era o torcedor mais famoso. Ainda hoje, os da sua época associam o nome Mourãozinho com o hábito de “assistir” aos jogos sentado numa cadeira de balanço de tucum, de frente para um rádio holandês e com uma quartinha cheia d’água ao lado, com um copo de alumínio tampando a quartinha. Os seguidos copos d’água acalmavam o seu nervosismo nas transmissões do outro fanático, Ary Barroso. Quando faltava energia ligava para “Seu Zé” (José Pereira, empregado do Armazém onde trabalhava) para ir falar com o “Pedro da Luz” para saber qual era o problema. Quando o “Seu Zé” dizia:

- “Mourãozinho o problema é no gerador e vai demorar”


Corria para improvisar uma bateria de carro, para ouvir o jogo do Flamengo.
Para ele todo juiz prejudicava o Flamengo. Nunca perguntava o nome do juiz e sim:

- “Quem é o ladrão?”.


A morte do grande presidente Gilberto Cardoso abalou-o, como se tivesse perdido um irmão querido. Uma derrota do Flamengo o deixava de muito mau humor. Esta paixão rubro-negra transmitiu para os cinco filhos e daí para os netos e bisnetos. Sem dúvidas, será uma tradição que se perpetuará.
Presidente Gilberto Cardoso


Este é o time da final de 1944. Da esquerda para a direita: Jurandir, Quirino, Newton,Valido, Jaime, Bria, Pirilo, Zizinho, Tião, Biguá e Vevé

Identicamente, nos orientou que time torcer nos outros estados. Sempre tinha alguma relação com o Flamengo. Em São Paulo era o São Paulo, porque jogava o ídolo Leônidas. Em Porto Alegre era o Internacional, pois de lá vieram dois jogadores flamenguistas: Luizinho e Bodinho. Quando fui morar em Porto Alegre já tinha o Internacional para torcer. Lá morava o Marcelo, com a camisa do colorado e transmitindo a paixão para o filho Tiago. Em Minas, o Atlético, pela mesma razão de ter vindo o jogador Lero. Em Recife o Sport, devido à semelhança da camisa, e assim por diante. Em Fortaleza, a analogia era com o fato de ser o Ceará o “mais querido do Estado”, e devido aos ídolos Pipiu e Mitotônio. Tal paixão flamenguista não ficava impune perante os grandes rivais: os torcedores vascaínos. Uma derrota do Flamengo e o telefone da nossa casa (24.14, de veio), não parava de chamar. Até torcedores do Flamengo ligavam. E era comum, pois o Vasco era o grande time no final da década de 40 e início da de 50. Quando passamos a morar em Fortaleza (1956), já tínhamos um time para torcer: o Ceará. O Mendelssohn é o que tem maior paixão pelo Ceará. Num fim de semana veste a camisa do Flamengo e no outro, a do Ceará.
No final da vida papai assistiu, agora pela televisão, a conquista do tri-campeonato de 1999/2000/2001. Como era de praxe, na segunda-feira, fui à sua casa com os jornais, relatando a conquista, e levando um pôster. Mostrei para ele, mas não vi uma reação maior, como era comum.

A ateroesclerose senil estava embotando o seu cérebro. Mas, vez ou outra, ele nos surpreendia com um comentário próprio de quem estava na plenitude de sua consciência. Como o Ceará estava atravessando um período muito ruim, saiu-se com a seguinte frase, quando indagado sobre o Ceará.

- “Tanto apanha como dão nele”.


Pouco antes de falecer esteve um período no hospital. Ficou uns dias em apartamento, outro tanto na UTI e recebeu alta, para, menos de um mês depois falecer, em casa. Em um dos dias em que se encontrava no Hospital, antes de ir para a UTI, tinha a companhia do Marcelo e do Mendelssohn. Estava repetindo uma frase, o que era próprio da doença. O Mendelssohn tentou indagar sobre o que era e ele continuava a repetí-la, mecanicamente. O Marcelo - que é médico - utilizou a técnica de fazer uma pergunta para ele esquecer aquela frase. Então, perguntou:

- “Papai, e o Ceará?”.

- “Tanto apanha como dão nele”.

O Mendelssohn, que estava ao seu lado, resolveu fazer uma brincadeira:

- “Papai, o seu Flamengo está do mesmo jeito. Tanto apanha como dão nele”.


A sua reação foi imediata. Estava com o olhar fixo para o teto do apartamento. Meneou a cabeça para o lado onde estava o Mendelssohn. Deu aquela “encarada”, abriu bem os seus olhos verdes, levantou mais a sobrancelha esquerda e disse, com um sorriso nos lábios e bem compassado:

- “É... mas é tri cam-pe-ão ca-ri-o-ca”.


Nada mais disse e nem precisava. Caso estivesse um pouco mais lúcido teria completado: “E em cima do Vasco!!!” Realmente, seguiu o lema que tanto repetiu: “Uma Vez Flamengo, Flamengo até Morrer”.

16 DE JULHO DE 1950

Esta rivalidade Flamengo x Vasco deixou-nos na memória o seguinte fato: Domingo, 16 de julho de 1950. Papai de terno de linho branco, mamãe (sua eterna Giseuda), muito elegante, ambos conduzindo três filhos (Yara, Raimundo e eu), para a missa das nove horas na Igreja de São Vicente. O Marcelo ficara com a babá e o Mendelssohn ainda não havia nascido. Naquele dia, no Rio de Janeiro, se decidia o IV Campeonato Mundial de Futebol.
Cartaz da Copa do Mundo de 1950
Ao chegarmos na calçada da igreja, uns três ou quatro vascaínos que aguardavam o início da missa na borda da Praça 3 de Maio, em frente à porta principal da Igreja, gritaram:

- “Mourãozinho, Mourãozinho, hoje nós, nós (e apontavam para eles) vamos ser campeões do mundo!!!”


Papai percebeu a ironia e não titubeou e respondeu:

- “Vocês? Vocês vão jogar é com o Uruguai!!!”.


O Vasco tinha oito jogadores na seleção, sendo cinco titulares e toda a Comissão Técnica era vascaína. Daí desejarem reivindicar a conquista só para eles. Ao final da tarde, no Maracanã, aconteceu o desastre perante 200 mil pessoas.


Maior público, em todos os tempos, para uma partida de futebol.


O Raimundo lembrava que eu preenchi a tabela com o resultado e escrevi Uruguai no espaço de Campeão do Mundo. Uma lágrima borrou o nome. Como era de praxe aos domingos, toda a família encaminhou-se para a Praça Siqueira Campos, local obrigatório de encontro da sociedade cratense e do “footing” dos jovens dando voltas e mais voltas na praça. Havia uma estranha cor cinza no ar, o enorme silêncio da cidade com a tristeza de todos, como a de um velório. E era mesmo. Exatos 57 anos depois esse ambiente de tristeza se repetiu. Era a missa de sétimo dia de falecimento do meu irmão Raimundo. Meu pai, naquele dia de 1950, no seu íntimo, estava satisfeito pela decepção dos vascaínos por não poderem se vangloriar do título de campeão. Na verdade, estavam iniciando a sua tradição de vice-campeão e o nome de Vice da Gama. Mas ficou, como todos os brasileiros, traumatizado com a derrota. Vinte anos depois, na Copa de 70, com a nossa vitória de 3 x 1 sobre o Uruguai pôde desabafar, ao final do jogo, exclamando diante da televisão:

Igreja de São Vicente. Em frente à porta principal, na calçada da praça, ficavam os vascaínos.


- “Hoje, vocês (os uruguaios) jogaram contra o Brasil!!!”. Quer dizer, não foi contra o Vasco...


Fonte: Livro "Só no Crato" de Ivens Mourão - Direitos de Publicação concedidos ao Blog do Crato pelo autor - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

CRATO - Pedro Felicio Cavalcanti - Honra e Gloria do Crato - Uma Justa Homenagem


Nota do Blog do Crato:
Somos gratos ao Antonio Morais pela publicação deste artigo, primeiramente no Blog do Sanharol. Hoje, domingo, trazemos ele para o topo, a fim de que a cidade do Crato, em pêso, possa ler e conhecer mais sobre a história deste grande personagem da história do Crato: Pedro Felício Cavalcanti.


Professor, economista e poeta, Pedro Felício Cavalcanti nasceu em Ipú-ce a 05 de Julho de 1905 e faleceu em Crato a 27 de Agosto de 1991. Filho de José Raimundo Felício Cavalcanti e Maria Madalena Felício Cavalcanti. Veio para o Crato aos 13 anos de idade para estudar no Seminário São José e integrou aos 17 anos a Academia dos Infantes de Letras. Foi para a capital Fortaleza para formar-se no Curso Superior da Escola Caixeiral, retornando ao Crato para assumir a direção da Associação dos Empregados do Comércio, fundou o Banco Caixeiral onde gerenciou até sua morte. Durante anos lecionou e dirigiu, com rigor e eficiência, a Escola Técnica do Comércio do Crato por 50 anos. Fundou a Faculdade de Ciências Econômicas; Idealizou e construiu a Faculdade de Direito e o Colégio Municipal Pedro Felício Cavalcanti; o Externato 5 de Julho; dentre outros. Lutou pela implantação da Universidade Regional do Cariri. Prefeito eleito por duas vezes, trabalhou para eleger deputados estaduais, governadores e senadores da república.

Ficou conhecido como político honesto pelo Brasil inteiro pela transparência do seu governo, pois diariamente difundia o balanço das contas municipais. Trouxe muitas benfeitorias para a cidade dentre as quais destacamos: Quadra Bi-centenária; estação Rodoviária; estrada do Grangeiro; eletrificação Rural; SAAEC; Associação Rural do Crato; Mercado Central; dentre outras. Na festa do Bi-centenário da cidade convidou o Presidente Castelo Branco para inaugurar a Praça da Sé. Este, ao retornar ao Rio de Janeiro, presenteou a cidade com o título de Cidade Modelo e declarou que tinha grande honra de ter Pedro Felício como amigo, por ser ele um exemplar defensor do patrimônio público. Fundador da Exposição Agropecuária do Crato, presidiu por diversas vezes o evento. Criador das raças Zebuínas, ganhou diversos prêmios, taças, diplomas e troféus. Introduziu na região do Cariri a criação de raças puras: Nelore, Gir, Indu Brasil, além da criação de cavalos de puro sangue inglês, caprinos e ovinos.

Foi pioneiro, no interior, na aplicação do método de inseminação artificial do gado vacum e carneiros. Casou-se com Ailza Gonçalves Felício e teve duas filhas: Naylée Gonçalves Felício e Marilée Gonçalves Felício que lhe deram mais de dez netos. Figura ilustre também deixou sua marca na literatura. Um dos seus escritos; visões, que aqui registramos; o qual supomos que tenha escrito em homenagem a falecida esposa, gravará para a posteridade o pensamento vivo do saudoso Pedro Felício Cavalcanti.

Crato – Gov. Municipal.

Postado por A. Morais


CRATO - Bom Dia! - Previsão do Tempo para hoje, Domingo, 08 de Novembro de 2009


Bom dia, amigos do Blog do Crato! Hoje é o dia 08 de novembro de 2009. Normalmente, a conversa pararia por aí, mas hoje, Domingo, dia daquela preguiça infindável, trazemos diversos textos para publicação daqueles escritores de fim-de-semana ( Alô Dr. Zé Flávio !!! ). Pois bem, quero enviar um abraço todo especial ao Tavares, ao Dr. valdetário que nos trouxe ontem uma ótima sugestão de pauta, ao Océlio ( obrigado pelo convite da renovação ), ao Antonio Vicelmo, à Elizângela Santos, grande jornalista, que por sinal, vai entrar de férias no próximo dia 16, e a todos os amigos do Blog do Crato que acessam de São Paulo. Um excelente domingo para todos vocês.

Previsão do Tempo

A previsão do Tempo para hoje em Crato é a mesma de sempre: Dia de sol com algumas núvens e não chove, mas a temperatura máxima projetada para o dia de hoje é de 32 graus, com mínima de 21. O tempo está esquentando mais ainda, como se vê... A umidade relativa do ar, nesse momento e de 48 por cento na Vilalta.

ALMANAQUE

8 de novembro. Dia de São Godofredo.

Os pais de Godofredo rezaram muito para que Deus lhes desse um herdeiro. Até que, em 1066, ele nasceu no castelo da família em Soissons, onde foi batizado com um nome que já apontava a direção que seguiria. Godofredo quer dizer paz de Deus, e foi o que este francês espalhou por onde passou durante toda a vida. Com cinco anos, foi entregue para ser educado pelos monges beneditinos e do convívio com a religiosidade nunca mais se afastou. Quando a educação se completou, foi para o Convento de São Quintino e ordenou-se sacerdote aos vinte e cinco anos de idade.

A sua integridade de caráter, profundidade nos conhecimentos dos assuntos da fé, bem como a visão social que demonstrava, logo chamaram a atenção dos superiores. Tanto que foi nomeado abade do Convento de Nogent, com a delicada missão de restabelecer as regras disciplinares dos monges, muito afastados do ideal da vida cristã. Em poucos anos a comunidade mudou completamente, tornando-se um centro que atraía religiosos de outras localidades que ali passaram a buscar orientação e conselhos de Godofredo. Quando os monges de um convento famoso, rico e poderoso o convidaram para ser o abade, ele recusou. O que desejava era viver no seguimento de Cristo, dedicando-se à caridade e trabalhando no amparo e proteção aos pobres e doentes, e não o poder ou a ostentação.

Era comum ver os mendigos e leprosos participando da sua mesa, pois acolhia todos os necessitados com abrigo e esmolas fartas. Suas virtudes levaram o povo e o clero a eleger Godofredo bispo de Amiens, mas ele só aceitou a diocese depois de receber ordem escrita do próprio papa. Outra missão difícil para Godofredo. Lá, os ricos e poderosos preferiam a vida de muitos vícios, prazeres e luxos, sem nenhuma virtude e ligação com os ensinamentos cristãos. Começou empregando toda a força e eloqüência de sua pregação contra esses abusos denunciando-os do próprio púlpito. O que quase lhe causou a morte num atentado encomendado. Colocaram veneno em seu vinho, mas o plano foi descoberto antes.

Considerando-se inapto, renunciou ao cargo e retirou-se para um local ermo. Só que nem os superiores, nem o povo aceitaram a demissão e Godofredo foi reconduzido ao cargo. Mas foi por pouco tempo. Durante uma peregrinação à igreja de São Crispim e São Crispiniano, situada em Soissons, sua cidade natal, ele adoeceu. Morreu no dia 8 de novembro de 1115, no convento dedicada aos dois santos padroeiros dos sapateiros, onde foi enterrado.

EVENTOS HISTÓRICOS


* 1519 - Moctezuma encontra Hernán Cortés, a quem acreditava ser o deus Quetzalcoatl.
* 1588 - Inundações nas Velas, ilha de São Jorge, no arquipélago dos Açores
* 1793 - Primeira abertura do Louvre ao público como museu
* 1799 - Fim mal sucedido da Conjuração Baiana: seus principais líderes - João de Deus Nascimento, Luiz Gonzaga das Virgens e Veiga, Lucas Dantas do Amorim Torres e Manoel Faustino dos Santos Lira - são condenados e executados.
* 1884 - José Maria Lisboa e Américo de Campos fundam o jornal "Diário Popular", em São Paulo.
* 1887 - Emile Berliner patenteia o Gramofone (Gira-discos).
* 1889 - O estado de Montana entra para a União
* 1895 - Descoberta dos Raios X por Röntgen
* 1903 - Assinatura do Tratado Hay-Bunau-Varilla que cria a Zona do canal do Panamá
* 1920 - Legalização do aborto na União Soviética.
* 1923 - "Putsch da Cervejaria", na Alemanha.
* 1926 - Polícia fascista prende Gramsci
* 1942 - Segunda Guerra Mundial - Forças dos Estados Unidos e Reino Unido desembarcam no norte da África
* 1946 - Criação da cidade de Miranorte, município do estado do Tocantins.
* 1960 - John Kennedy vence, por uma margem apertadíssima, Richard Nixon na eleição para presidente dos Estados Unidos da América.
* 1965 - Estabelecimento do Território Britânico do Oceano Índico.
* 1971 - Led Zeppelin lança o álbum Led Zeppelin IV.
* 1995 - O jornal britânico The Independent publica matéria elogiando o racionalismo crítico de Ernest Gellner.
* 2000 - O São Paulo é o primeiro time de futebol brasileiro a alcançar a marca do milésimo gol, na derrota para o Sport por 4 a 3 na Ilha do Retiro.
* 2003 - Publicação do jogo Mario Power Tennis.
* 2004 - Lançamento do DVD do concerto Live Aid.

Nascimentos

* 35 - Nerva, Imperador Romano (m. 98).
* 1656 - Edmond Halley, primeiro astrônomo a descobrir um cometa periódico (m. 1742).
* 1847 - Bram Stoker, escritor irlandês (m. 1912).
* 1848 - Gottlob Frege, matemático e filósofo alemão (m. 1925).
* 1854 - Teófilo Dias, político e poeta brasileiro, patrono da Academia (m. 1889).
* 1916 - Peter Weiss, pintor, diretor de cinema e novelista alemão.
* 1920 - Eugênio de Araújo Sales, cardeal brasileiro.
* 1922
o Ademir de Menezes, futebolista brasileiro (m. 1996).
o Aldemir Martins, artista plástico brasileiro (m. 2006).
* 1933 - Peter Arundell, ex-piloto inglês de F-1.
* 1935 - Alain Delon, ator francês.
* 1942 - Sandro Mazzola, ex-futebolista italiano.
* 1943 - Martin Peters, ex-futebolista inglês.
* 1945 - Antônio Marcos, ator, compositor e cantor brasileiro (m. 1992).
* 1946 - Guus Hiddink, treinador holandês de futebol.
* 1947 - Giorgio Francia, ex-automobilista italiano.
* 1951
o Nilson Chaves, músico brasileiro.
o Herson Capri, ator brasileiro.
* 1958 - Pedrinho Cavalléro, músico brasileiro.
* 1963 - Hugo Ernesto Pérez, ex-futebolista salvadorenho (naturalizado norte-americano).
* 1965 - Mini Jakobsen, ex-futebolista norueguês.
* 1967
o José Luis Caminero, ex-futebolista espanhol.
o Courtney Thorne-Smith, atriz norte-americana.

Falecimentos

* 618 - Papa Adeodato I.
* 1246 - Berengária de Leão e Castela, rainha titular de Castela (n. 1180).
* 1308 - Duns Scot, filósofo escocês (n. ca. 1270).
* 1830 - Francisco I das Duas Sicílias, rei das Duas Sicílias. (n. 1777).
* 1934 - Carlos Chagas, médico e cientista brasileiro. (n. 1879).
* 1959 - Frank Sherman Land, fundador da Ordem DeMolay [(n. 1890).
* 1986 - Vyacheslav Mikhailovich Molotov, diplomata e político da União Soviética (n. 1890).
* 1995 - Alonzo Church, renomado matemático norte-americano (n. 1903).
* 1997 - Onofre Anacleto de Sousa, o Sabará, ex-jogador de futebol brasileiro (n. 1931).
* 2000 - Eric Morley, milionário inglês que criou o concurso Miss Mundo (n. 1918).
* 2007 - Helena Samara, dubladora brasileira (n. 1933).

Feriados e eventos cíclicos

* Dia Mundial do Urbanismo - Estabelecido em acordo entre os países membros da ONU
* Mitologia gaulesa: Dia de Gwynn Ap Nudd, lorde do País das Fadas.
* Dia Feliz. - Comemorado em Diversos locais e países.
* Dia dos Profissionais das Técnicas Radiológicas (Técnicos e Tecnólogos em Radiologia).

Fonte: Edições paulinas, 10emTudo, Wikipedia

HOJE NA HISTÓRIA


Prelúdio para a guerra: Munique, 1923, e o Golpe da Cervejaria

Nota do Blog do Crato
- O Hoje na história deste Domingo, Dia 08 de novembro, destaca o famoso "golpe da cervejaria", ou o Putsch de Munique, que foi uma tentativa frustrada dos nazistas em 1923 da tomada do poder na alemanha. Por causa do fracasso do Golpe, Adolph Hitler foi prêso, quando então escreveu seu famoso livro "Mein Kampf", que serviu de base para toda a sua ideologia e para o que viria a seguir no estado alemão.

O Putsch da Cervejaria ou Putsch de Munique foi uma malfadada tentativa de golpe de Adolf Hitler e do Partido Nazista contra o governo da região alemã da Baviera, ocorrida em 9 de novembro de 1923. O objetivo de Hitler era tomar o poder do governo bávaro para, em seguida, tentar tomar o poder em todo o país. Mas a tresloucada ação foi rapidamente controlada pela polícia bávara, sendo que Hitler e vários correligionários – entre eles Rudolf Hess – acabaram presos.

A expressão "Putsch (golpe em alemão) da Cervejaria" origina-se de que Hitler teria exortado seus partidários à ação baseado na cervejaria Burgebräukeller, uma das mais famosas de Munique. Tendo reunido um grupo de seguidores, ele sinalizou o início da "revolução" com um tiro no teto. Na refrega com as forças da ordem, 16 nazistas foram mortos. A propaganda nazista transformou esses mortos, posteriormente, em "heróis" da causa nacional-socialista.

O Golpe

Hitler decidiu usar Ludendorff, em 1923, como testa de ferro numa tentativa de tomada do poder em Munique, a capital da Baviera, que na época gozava, bem como no Império Alemão, de certa autonomia política. O seu objetivo era imitar a famosa Marcha sobre Roma de Benito Mussolini, com uma "Marcha sobre Berlim" - mas o golpe, falhado, tornar-se-ia conhecido pelo nome de Putsch da Cervejaria. Hitler e Ludendorff conseguiram o apoio clandestino de Gustav von Kahr, o governador, de fato, da Baviera, de várias personalidades de destaque do exército alemão (Reichswehr) e da própria autoridade policial. Como pode ser verificado através de pósteres políticos da época, Luddendorff, Hitler, vários militares e os dirigentes da polícia bávara tinham como objetivo a formação de um novo governo.

Contudo, em 8 de Novembro de 1923, Kahr e alguns oficiais recuaram na sua posição e negaram-lhe apoio na cervejaria de Bürgerbräu. Hitler, supreendido, mandou detê-los, ao mesmo tempo que decidiu prosseguir com o golpe de estado. Sem o conhecimento de Hitler, Kahr e os outros ex-apoiantes foram libertos por ordem de Ludendorff, sob o compromisso de não interferirem. Contudo, procederam aos esforços necessários para frustrar o golpe. De manhã, enquanto os nazistas marchavam da cervejaria até à sede do Ministério de Guerra Bávaro, para derrubar o que consideravam ser o governo traidor da Baviera, de modo a iniciar a Marcha sobre Berlim, o exército procedeu rapidamente à sua dispersão. Ludendorff ficou ferido e vários Nazistas foram mortos.

Hitler fugiu para a casa de Ernst Hanfstaengl e pensou seriamente em suicidar-se. Foi, então, preso por alta traição e, temendo que alguns membros "esquerdistas" do partido pudessem tentar apoderar-se da liderança do partido durante a sua prisão, Hitler rapidamente nomeou Alfred Rosenberg e, depois, Gregor Strasser como líderes temporários do partido. Ao contrário do que podia prever, encontrou-se, durante a sua prisão, num ambiente receptivo às suas idéias. Durante o julgamento, em Abril de 1924, os magistrados responsáveis pelo caso conseguiram que Hitler transformasse esta derrota provisória numa proeza de propaganda. Foi-lhe concedida a possibilidade de se defender quase sem qualquer restrição de tempo, perante o tribunal e um vasto público que rapidamente se exaltou perante o seu discurso, baseado num forte sentimento nacionalista. Foi condenado a cinco anos de prisão na prisão de Landsberg, pelo crime de conspiração com intuito de traição. Na prisão, além de tratamento preferencial, teve a oportunidade de verificar a sua popularidade pelas cartas que recebia de diversos apoiantes.

O futuro ditador da Alemanha Nazista permaneceu apenas nove meses na prisão de Landsberg, escrevendo nesse período seu manifesto político, Mein Kampf. Ao deixar o cárcere, Hitler teria tomado a decisão que nortearia seu futuro na política: ele não mais desafiaria a autoridade de maneira direta, mas trilharia seu caminho ao poder pela via legal. Tendo proferido famosa frase ("A democracia deve ser destruída por suas próprias forças"), Hitler alcançaria seu objetivo em pouco menos de 10 anos, com a complacência de militares e políticos mais conservadores, os quais desejavam por um fim à desordem provocada pela luta de poder entre nazistas e comunistas.

Fonte: Wikipedia

Pensamentos do Dia - 08 de Novembro de 2009


"A árvore da liberdade deve ser regada de quando em quando com o sangue dos patriotas e dos tiranos. É o seu adubo natural."

Thomas Jefferson

"O sucesso resulta de cem pequenas coisas feitas de forma um pouco melhor. O insucesso, de cem pequenas coisas feitas de forma um pouco pior."

Henry Kissinger

"A ocasião não faz apenas o ladrão, mas também grandes homens."

Georg Lichtenberg

"O vento e as ondas estão sempre do lado dos melhores marinheiros."

Edward Gibbon

"Quanto mais agradamos, em geral tanto menos profundamente agradamos."

Stendhal

"A maior felicidade que pode acontecer a um grande homem é ele, cem anos após a sua morte, ainda ter inimigos."
Stendhal

"A genialidade é a capacidade de realizar aquilo que existe no pensamento."
Scott Fitzgerald

Foto Ilustrativa: http://walltion.files.wordpress.com

Praça Cristo-Rei - Por: Ninha - Ensaio Fotográfico

NE - Atendendo a um pedido de um dos nossos leitores, que não conseguiu encontrar esse ensaio feito pela "Ninha" recentemente, trazemo-lo para publicação. Espero que a turma do Blog do Crato aprecie as fotos. Falando em Fotos, muita gente nos cobra aonde foram parar as fotos da cobertura fotográfica da Festa em Fortaleza da entrega dos prêmios dos melhores prefeitos. Elas podem ser vistas nas postagens do dia 27 de Outubro. Na aba lateral direita, basta escolher essa data e olhar as postagens.

Centro Cultural do Araripe - Ninha



Praça Cristo - Rei - Ninha



Cristo-Rei - Ninha



Praça Cristo-Rei - Ninha



Golfinho - Ninha

Fotos: Ninha Brito

Acabou-se a farra das logomarcas no Governo e nas Prefeituras do Brasil - Por: Tiago Viana

Nota do Blog do Crato: O Grande jornalista investigador, Tiago Viana, membro do Blog do Crato e autor do Blog Rastreadores de Impurezas, nos traz essa excelente matéria sobre as logomarcas publicitárias dos governos:



Um projeto de Lei do Senador Cristovam Buarque foi aprovado hoje pela manhã. Trata-se da Lei que proíbe o uso de logomarcas do Governo em suas obras. Geralmente estas logomarcas são exibidas em enormes placas fixadas nas beiradas de qualquer construção pública, e tinha o único objetivo de promover o gestor público “o dono da obra”. Agora só será permitido nas placas próximos as obras o brasão da República, dos Estados e dos Municípios. Este projeto de Lei deveria também se estender e padronizar o tamanho dos imensos outdoors (cada vez maiores) vistos, por exemplo, em obras do Governo do Ceará (usa o brasão do Estado, mas peca pelo exagero das gigantescas placas), e da Prefeitura de Fortaleza (que ainda tem a cara lisa de se dizer preocupada com a poluição visual da cidade).

Com esta Lei também evita o desperdício do dinheiro público que era destinado as agências de publicidade que criavam as logomarcas (campanha política prorrogada por tempo indeterminado ou enquanto o indivíduo promovedor da peça publicitária estiver no poder). Ache bom ou ache ruim, só o brasão em placa pequena e nada mais, é isto!

Por: Tiago Viana

Um assunto Polêmico - Perfil do Suicida


Nota do Editor: Nesta excelente reportagem publicada ontem pela Folha Online, uma entrevista com um médico sobre o perfil do suicida. Quem deseja cometer suicídio, demonstra sinais. Esta é uma leitura muito útil.

Folha - O que leva uma pessoa a cometer um ato tão drástico?

Paula Fontenelle - Mais de 90% dos casos de suicídio são associados a um transtorno mental não tratado adequadamente, como depressão ou bipolaridade. O uso de drogas também é comum.
Folha - Muitas vezes a pessoa tem uma melhora no humor antes de se matar. Por quê?

Fontenelle - O deprimido não tem energia nem para se matar. Depois que ele começa a tomar remédios, recobra a energia para isso. O outro motivo é que, quando alguém decide se suicidar, fica aliviado. Muitas vezes ele reencontra antigos amigos, quer se despedir. Outros sinais são desfazer-se de coisas materiais ou pagar contas para não deixar dívidas.

Folha - A pessoa "avisa" que vai se matar?

Fontenelle - Ela pode até não dizer "vou me matar", mas diz coisas como "a vida não tem mais sentido", "não consigo entender por que estar vivo". São sinais.
Folha - O que fazer ao perceber que uma pessoa quer se suicidar?

Fontenelle - Perguntar diretamente se ela está pensando em se matar e levá-la imediatamente a um psiquiatra, que é a única pessoa que poderá ajudar.

Folha - Quem se mata mais, o homem ou a mulher?

Fontenelle - O homem comete três vezes mais suicídio, mas mulheres tentam de três a quatro vezes mais. A diferença é que elas tomam mais remédios, menos letais, e eles dão um tiro na cabeça e raramente escapam.
Folha - O luto vivido pela família de quem se mata é diferente?

Fontenelle - Sim. É um luto silencioso, o que dói. Quando alguém morre de infarto, todo mundo fala sobre como ele morreu. No caso do suicídio, as pessoas mudam de assunto, é um tabu.

Folha - É comum os familiares sentirem culpa?

Fontenelle - É quase impossível não sentir. E as pessoas também os culpam, pensam: "Como ele não viu?"

Folha - A mídia é cautelosa em relação ao tema porque é dito que o cobrir pode incentivar outras pessoas a se matarem. Ele deve ser abordado?

Fontenelle - Sim, desde que com responsabilidade. O que dissemina o suicídio é a cobertura personalista, romantizada, em que só se entrevistam os parentes. Devem ser ouvidos analistas que falem de prevenção e nunca se deve entrar em detalhes sobre os métodos, por exemplo. Mas, acima de tudo, a mídia não deve se calar.

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

BRASIL DE PORTAS ABERTAS PARA "OS RATOS"... Por: George Macário


Reflexões sobre o Crime Organizado


O Brasil é um país com dimensões continentais, onde suas fronteiras, em sua grande parte, se encontram em completo abandono, totalmente abertas, sem a menor vigilância por parte das autoridades responsáveis por esta área, que diz respeito, principalmente, à questão da Segurança Nacional. O controle das vias de entrada do país é absolutamente vital para a redução dos índices alarmantes da escalada do tráfico de DROGAS, de ARMAS, da entrada em massa de produtos contrabandeados(piratas) e da saída de espécies da nossa biodiversidade. Na atualidade, estes são, sem dúvida, os maiores causadores de danos à sociedade brasileira.

É de fácil constatação chegarmos à triste realidade de que o sistema de vigilância das nossas fronteiras brasileiras é péssimo. Ou melhor, ele não existe! Levando-se em conta que o Brasil, geograficamente, limita-se com apenas dois países da América Latina, Chile e Equador, podemos imaginar o quanto temos que nos preocupar com alguns vizinhos, muitos deles, completamente descompromissados com a legalidade, onde a corrupção reina em todos os seguimentos, e o que é pior, o tráfico de entorpecentes e de armas, que, em muitos casos, embora sendo um produto informal e ilegal, é o verdadeiro impulsionador da economia, se não for de um País inteiro, mas, com certeza, de regiões, tais como as fronteiras, que, somente sobrevivem graças a alimentação contínua destes crimes.

Enquanto alguns governos de países fronteiriços fecham olhos para o tráfico, contrabando, roubo de veículos, biopirataria, entrem outros crimes, o Brasil, por conta de se concentrar, com a maior parte de sua "estrutura nacional", localizado à Leste, distante da Cordilheira e próximo ao Atlântico, equivocadamente, não exerce o necessário e urgente controle dos nossos limites territoriais. Eis a causa, o resto é conseqüência... Além do mais, não podemos esquecer de nossas vastíssimas fronteiras aéreas, que, igualmente as da costa marítima, verdadeira imensidão azul, também são ricas em natureza, a exemplo da Amazônia Azul e PRÉSAL, com mais de oito mil quilômetros de extensão, sem esquecer, ainda, de importantes rios, portos fluviais e costeiros. Todos eles, são diariamente penetrados pelos mais diversos tipos de aeronaves e embarcações, que capituram toda a sorte de exemplares do nosso rico tesouro biológico e mineral, destinados à grandes laboratórios mundiais, dos quais, logo aparecem com suas patentes, totalmente legalizadas junto à organizações internacionais, que os legitimam. Espécies da nossa fauna e flora, madeiras das nossas florestas são constantemente apreendidas. Animais, pássaros e insetos são levados em situações degradantes, com altos números de mortandade durante o translado ilegal. Toras de árvores, com 200 anos de vida, em questão de segundos, são tombadas e transportadas ilegalmente para o "1º mundo". Raras são as vezes em que os responsáveis são flagrados e punidos. E o Brasil fica, literalmente, a ver navios...

Há de se perguntar: Onde estão as Forças Armadas e a Polícia Federal? A resposta é simples! O investimento e a política do Governo Federal para a questão da vigilância das nossas fronteira é ridículo!

Só existe um meio para "matar" o crime organizado! É provocando a sua inanição, a sua fome! É não permitindo com que ele se alimente! Não deixando que ele receba seus produtos! Esta é a única forma de enfraquecer suas forças e sua letalidade. Sem o recebimento das Drogas e das Armas, o PCC, o CV, entre outros, não teriam como fazer dinheiro, sem dinheiro, não teriam como promover a violência e fomentar o maior "câncer" da sociedade brasileira, A CORRUPÇÃO.

Esta é uma realidade fácil de ser comprovada. É uma questão de lógica! Vamos fazer uma simples comparação COM OS RATOS:

Se você tem sérios problemas com ratos em sua casa, os combate com veneno, ratoeiras... até que você consegue eliminá-los. Após alguns dias, eles começam a frequentar a sua cozinha novamente e tudo se repete. Só que você não sabia que em seu muro existem várias aberturas por onde eles passam com facilidade. O que você vai fazer? Continuar combatendo ratos dentro de casa ou vai cuidar em fechar os buracos do muro (SUAS FRONTEIRAS) por onde eles estão entrando?

Assim é o Brasil! Os "ratos" continuam entrando. Será que "ELES" sabem disso?

E haja "ratos" neste país, em todos os sentidos...

"FRONTEIRAS ESCANCARADAS" É CAUSA! CRIME ORGANIZADO, VIOLÊNCIA E CORRUPÇÃO É UMA DAS CONSEQÜÊNCIAS DA FALTA DE UMA POLÍTICA QUE INVISTA NESTE GRAVE PROBLEMA, DE INTERESSE DE SEGURANÇA PÚBLICA E DA SOBERANIA NACIONAL...

GEORGE MACÁRIO - EDITOR do Blog O Democrato e membro do Blog do Crato.



Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30