xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/10/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 outubro 2009

A foto do presidente Lula

Lula registrou os profissionais que cobrem a Presidência da República. Foto: Luiz Inácio Lula da Silva
Os profissionais que fazem a cobertura da Presidência da República foram alvo do presidente Lula. Bem-humorado, ele tomou emprestada a máquina do fotógrafo da PR Ricardo Stuckert e disparou o obturador. O registro mostra jornalistas, fotógrafos e repórteres cinematográficos no Ministério das Relações Exteriores minutos antes da chegada do presidente da África do Sul, Jacob Zuma. Lula também focou os ministros Miguel Jorge (Desenvolvimento e Comércio Exterior)e Celso Amorim (Relações Exteriores). Quando o presidente sul-africano chegou com sua comitiva, Lula devolveu o equipamento e postou-se para a recepção formal ladeado pelas demais autoridades brasileiras.Posts relacionados • Presidente da África do Sul é recebido no Itamaraty• Lula recebe presidente de Honduras• Em tempos de crise, a saída é reforçar parcerias

FONTE: E-MAIL RECEBIDO DO http://blog.planalto.gov.br/
sexta-feira, 9 de outubro de 2009 às 20:27

Terra cheia de leis, mas com muito mais desigualdade. Por Darlan Reis Junior.

Brasil, país com uma das maiores constituições do mundo em tamanho. Cheio de leis, estatutos, códigos. Mas país da brutal desigualdade. Mais de quinhentos anos de desigualdade feroz e ainda se levantam contra qualquer mudança. Segundo o jornal "O Estado de São Paulo": "O Censo Agropecuário 2006, divulgado nesta quarta-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que a concentração de terras persiste no País. A concentração e a desigualdade regional é comprovada pelo Índice de Gini da estrutura agrária do País. Quanto mais perto esse índice está de 1, maior a concentração. Os dados mostram um agravamento da concentração de terras nos últimos 10 anos. O Censo do IBGE mostrou um Gini de 0,872 para a estrutura agrária brasileira, superior aos índices apurados nos anos de 1985 (0,857) e 1995 (0,856)." (Eis o link: http://www.estadao.com.br/noticias/economia,concentracao-de-terras-aumenta-no-brasil-aponta-ibge,443398,0.htm)

Segundo o Repórter Brasil, "Na raiz da desigualdade social está a concentração de terras rurais nas mãos de poucas famílias ou empresas. Cerca de 3% do total das propriedades rurais do país são latifúndios, ou seja, tem mais de mil hectares e ocupam 56,7% das terras agriculturáveis – de acordo com o Atlas Fundiário do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Em outras palavras, a área ocupada pelos estados de São Paulo e Paraná juntos está nas mãos dos 300 maiores proprietários rurais, enquanto 4,8 milhões de famílias estão à espera de chão para plantar. Um dos exemplos do grau de concentração de terras em nosso país é a área de 4,5 milhões de hectares, localizada na Terra do Meio, coração do Pará, que o grupo CR Almeida, do empresário Cecilio do Rego Almeida, reivindica para si. Segundo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, esse é o maior latifúndio do mundo." (Eis o link: http://www.reporterbrasil.com.br/exibe.php?id=654)

Independentemente de quem seja o governante desse país, de que lado você ficaria?


AMOR DE TICA - Por: Mundim do Vale


Deca de Lourival Tôta
Cavador de cacimbão
Enrabichou feito a gota
Por Tica Mata-Borrão.
Tica uma loira formosa,
Rabuda e reboculosa
Que a gente vê e diz: - Vixe!
Até o velho Herimita
Dizia: - Aquela cabrita
È clone da Vera Fícher.

Tica usava de um facete
De andar se requebrando
Que parecia alfinete
Dos dois lados futucando.
Deca chamava : -Quindim,
Minha Mata-Borrãozim,
Meu Chouriço de castanha.
Prometeu disco da Sula,
Fazendo assim que nem Lula
Quando tava na campanha.

Deca era doido por Tica
E Tica queria Deca,
Mas em termo de futrica
O Resultado era neca.
Deca esperava nas brenhas
Tica ia buscar lenha
Mas andava acompanhada.
E nessa dificuldade,
Nada de oportunidade
Para uma Deca/Ticada.

Deca marcou num monturo
Que tinha atrás de um quintal
Mas Tica foi para o muro
Da casa paroquial.
Dizem que amor de Tica
É amor que sempre fica
Se tiver alisamento.
Mas foi só uma pegadinha
Que nem jogo de pretinha
Em calçada de sargento.

Chegou o circo Real
Armou a lona na praça
Com um macaco imoral
E um palhaço sem graça.
O macaco era Sukita,
O palhaço Tiririca,
Não sei qual o mais tarado.
Toda noite Tica ia
E depois quando saía
O palhaço ia de lado.

Eu disse: - Meu camarada
Você tá errando o traço,
Tica tá muito assanhada
Pro lado desse palhaço.
Até o padre Caseca
Chamou a atenção de Deca
Pra botar pingo nos Í.
Mas Deca não sei porque
Tava igualzim o P.T.
Quando não quer C.P.I.

Tiririca perguntava:
- E o palhaço o que é?
A meninada gritava:
- É um ladrão de mulher!
Assim que o circo fechava
Duas sombras se agarrava
No curral de Seu Ramiro.
E Tica sempre escondendo,
Igual o que estão fazendo
Com o caso Waldomiro.

Na hora que Tica entrava
Para assistir do poleiro,
Tiririca já chamava
Tica para o picadeiro.
Nesse fica mais não fica,
De Tica com Tiririca,
Tica desapareceu.
Deca desmoralizado,
Ficou muito mais calado
Que o ministro Zé Dirceu.

O circo foi viajando
Tica com muito cansaço
Todo tempo reclamando
Das mudanças do palhaço.
Só por isso Tiririca,
Deu a demissão de Tica
Sem direito adquirido.
Coisa que fez muita pena
Foi como Heloísa Helena
Sendo expulsa do partido.

Deca ainda na lembrança
Daquela antiga paixão
Tinha um resto de esperança
Em Tica Mata-Borrão.
Estava apagando brasa,
Quando escutou:- Ou de casa!
Quase dentro da conzinha.
Era Tica na janela,
Com o bucho na goela
Trazendo um Tiririquinha.

Mundim do Vale
Várzea Alegre-Ceará

A Emancipação da Tigresinha - Por: Luiz Domingos de Luna



Na caverna do grito
A pura opressão
A serviço do cão
Vida em conflito

Corrente de aço
Freio da civilização
Da beleza – a punição
Da suavidade - o pedaço

Poder de coação
Infligindo ao belo
Um mundo em farelo
Não tem emoção

Força da maldade
Criaste a ferida
A gaiola trazida
Leveza sem liberdade

Passiva e paciente
Um mundo a voar
Na tela a quebrar
A emoção consciente

Planeta continuado
Ao futuro povoar
Nos grilhões a chorar
O caminho trincado

Semente da preservação
Maltratada e dolorida
Julgada e oprimida
Não tem solução

A Lutar no tempo
Vencer o preconceito
Um simples direito
No véu do tormento

Casas e guerras
Que nunca terminam
Luta genuína
O silêncio encerra

Abri sutileza – a mordaça
Deixa passar
Precisa caminhar
Liberdade da fumaça

A dona do tempo
Forma nova geração
Para que opressão
Tigresinha – O momento

Por: Luiz Domingos de Luna
Professor da Escola de Ensino Fundamental e Médio Monsenhor Vicente Bezerra – Aurora.

Vem ai a I Conferência de Comunicação Cariri e Centro-Sul – Por Beto Fernandes

Será realizada em Brasília dias 8, 9 e 10 de dezembro a I Conferência Nacional de Comunicação. A conferência estadual será realizada dias 6,7 e 8 de novembro em Fortaleza.

Na quarta-feira, dia 7, aconteceu no SESC Juazeiro reunião preparatória para I Conferência de Comunicação Cariri e Centro-Sul que será realizada, dia 17, também no auditório do SESC. A expectativa é de reunir 300 pessoas dos mais variados segmentos populares e comunicadores (radialistas, jornalistas, blogueiros, profissionais ou não) para debater a democratização da comunicação, formar grande representação e participar da Conferência Estadual. Lá, mostraremos nossa força para em grande número e com propostas progressistas participarmos também da Nacional.

Três comissões de apoio foram formadas (comunicação, mobilização e infraestrutura) para ultimar preparativos para esse grande evento que reunirá representantes de mais de 40 municípios do Cariri e Centro-Sul. A de comunicação criou um blog para divulgar os preparativos e receber sua opinião, crítica e sugestão sobre o evento. Contamos com o seu acesso e comentário. Seja também um dos nossos leitores: www.comunicacaolivre2009.wordpress.com

Caso queira ser colaborador basta nos enviar e-mail para que possamos mandar convite do wordpress. Você aparecerá na lista de colaborador o que muito nos orgulhará. Caso queira apenas enviar textos e opiniões esse é o endereço de e-mail: conferenciadecomunicacao@hotmail.com

A comissão de comunicação está composta por Tarso Araújo, Francisco Filho, Batista da CEBS e este amigo de vocês, mas continua aberta para quem mais estiver interessado em participar e colaborar.

Vamos mostrar a força da população do Cariri e Centro-Sul na formação de uma comunicação verdadeiramente livre neste país. Propague em sua rádio, jornal, revista ou blog e em toda roda de conversas no trabalho e em casa. Mais informações sobre o evento com Cícera Vidal pelo telefone: (88)3566-1020.

Campos Sales: população pede retorno de assassina de cabeleireiro à prisão


A cidade de Campos Sales no Cariri Oeste, parou na manhã de quarta-feira, dia 7, em função de uma caminhada organizada pelos familiares do cabeleireiro Antonio Adriano Ferreira, o “Zoada”, 44 anos, assassinado em 5 de junho deste ano por sua amásia Antonivalda Paulino da Silva, 28 anos. O crime teve grande repercussão porque a vítima era considerada uma figura folclórica na cidade e ocorreu através de um profundo golpe de arma branca, tipo faca, a altura do peito, em sua residência localizada na Rua do Rio 26, Bairro Aparecida.

Familiares e populares estão revoltados com o relaxamento da prisão da autora do crime. Joelma Luana Ferreira Alves, sobrinha da vítima, informa que o objetivo da caminhada “foi chamar a atenção da Justiça para corrigir esse erro”. “Ela (Antonivalda) foi presa em flagrante, o Promotor de Justiça pediu sua prisão preventiva e agora o Juiz, Dr. Adriano Pontes a soltou. Ninguém consegue compreender isso”, revelou visivelmente decepcionada.

Na quarta-feira foi realizada uma celebração na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha e em seguida a caminhada passando pelas principais ruas da cidade, culminando com chegada ao Fórum Desembargador Pedro Pinheiro de Melo. O Juiz Adriano Pontes Aragão evitou contato direto com os participantes da caminhada e com a imprensa, mas conversou com Luana. Segundo a jovem, em que pese seu respeito pela autoridade sua explicação não convenceu a família. “A alegação da Justiça é de que ela foi colocada em liberdade porque o caso não tem nenhum advogado de defesa. Nenhum advogado da região teria aceitado defendê-la e que em Campos Sales não há defensor público. Outra explicação foi a de que não existe ala destinada a mulheres na Cadeia Pública do município”, disse Luana.

Segundo ainda a representante da família, a primeira audiência com a acusada do crime seria em 30 de setembro, mas acabou sendo adiada para 13 de janeiro de 2009. Luana informa também que para a primeira audiência o advogado Francisco Feitosa Filho teria se oferecido para representar a acusada, mas não fora aceito pelo Juiz. “Ele disse durante a conversa comigo que não ia aceitar a representação do advogado apenas para o ato e que buscaria um advogado de outro Estado para representá-la na audiência de janeiro e em todo o processo”. A família não entende o porquê do relaxamento de ofício na prisão e teme que a acusada esteja usando desse artifício de faltar advogado para permanecer em liberdade.

Ameaças

A sobrinha de “Zoada” disse a imprensa local e de toda região que após ser libertada Antonivalda Paulino já foi vista em diversos na cidade, “bebendo de bar em bar e ainda ameaçando a família dizendo que se fizermos alguma coisa vai matar mais um ‘Adriano’”. “O que ela está fazendo é difamar a memória de meu tio e toda a nossa família” enfatizou. Um irmão da vitima, Francisco Adriano Ferreira, o “Champion”, realizou um BO (Boletim de Ocorrência) na Delegacia de Campos Sales relatando essas ameaças.

A família aguarda a ida do promotor de Justiça que responde pela Comarca, José de Deus Pereira Terceiro Martins, na próxima quarta-feira, para sensibilizá-lo a recorrer da de decisão do relaxamento da prisão junto ao Tribunal de Justiça do Ceará.



Fonte: Beto Fernandes - Revista do Beto

Terra sem lei - Terra da anarquia e da desordem.


O MST só deixou a Fazenda após a justiça expedir mandato de integração de posse.

Aproximadamente trinta tratores foram destruidos e danificados.

Sete mil pés de laranja foram arrancados durante a ocupação do MST.

O Governo liberou este ano 115 milhoes de reais para ONCs ligadas ao MST ou seja para serem repassados ao movimento. O governo financia a anarquia e a desordem, embora quando é chamado a opinar se acovarde e diga que é contra.

Instalações, computadores, escritorios foram tudo destruidos. O governo financia as vontades e os desejos para ganhar a simpatia. Se o governo fosse serio e cadastrasse essa gente chegaria a conclusão que essa gente não tem nada a ver com o campo. O sertanejo, o camponez tem boa indole, respeita as leias e não tem a maldade em suas mentes.

Por: A. Morais - Blog do Sanharol

Marina Silva recebe prêmio internacional por defender meio ambiente

A senadora Marina Silva (PV-AC), ex-ministra do Meio Ambiente e provável candidata à Presidência em 2010, recebe neste sábado em Mônaco o prêmio Mudanças Climáticas, oferecido pela Fundação Príncipe Albert 2º de Mônaco.
A iniciativa premia pessoas e instituições por atuarem em favor do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável. O prêmio considera ações e iniciativas em três eixos: mudança climática, preservação da biodiversidade e acesso à água, além da luta contra a desertificação.
A senadora vai receber 40 mil euros, além da homenagem com o troféu, que será entregue pelo Príncipe Albert 2º.
É o quinto prêmio que a senadora recebe desde 2008, quando deixou o Ministério do Meio Ambiente por discordar de algumas diretrizes da política ambiental do governo. O mais recente foi em maio deste ano, o Prêmio Sofia 2009, concedido anualmente pela Fundação Sofia a pessoas e organizações que se destacam nas áreas ambientais e de desenvolvimento sustentável.
Fonte: UOL

Cuba questiona Nobel de Obama e lembra continuidade de embargo

O vice-ministro do Açúcar de Cuba, Nelson Labrada, disse em entrevista coletiva nesta sexta-feira que o embargo americano ao país prejudica a indústria açucareira e questionou a entrega do Prêmio Nobel da Paz ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, dizendo não saber claramente "quais são as bases para a designação" do reconhecimento.

"Suponho que tenha a ver com o discurso", disse ele, lembrando que o governo Obama "mantém a presença no Iraque e aumenta as tropas e os mortos no Afeganistão". "Deixo a avaliação final para pessoas mais capacitadas", observou o vice-ministro, reconhecendo, por outro lado, que "Obama significou uma mudança ou uma promessa de mudança". Labrada recordou, porém, que o atual presidente americano decidiu recentemente prorrogar o embargo econômico imposto à ilha comunista desde 1962, quando o governo dos EUA reagiu à nacionalização de negócios americanos e à guinada do país para o comunismo. "Apesar do discurso de Obama sobre o bloqueio, [a medida] continua aí, não foi afrouxada nem um pouco, ao contrário."

Na opinião do funcionário, existe hoje "muito mais agressividade" na postura de Washington em relação a Havana. A TV cubana, por sua vez, destacou o "mar de críticas" observadas na internet à entrega do Nobel a Obama, enfatizando que "o ceticismo e o estupor dos internautas ocultou as mensagens de congratulações". "Os usuários se perguntam o que Obama fez para merecer tal distinção. Outros, em tom de zombaria, alegaram que a única coisa que fez foi substituir George W. Bush em sua cruzada bélica internacional", informou o noticiário cubano. Havana também acusa os EUA de terem "recrudescido" o bloqueio econômico, comercial e financeiro sobre a indústria açucareira. Segundo o vice-ministro do setor, o embargo encarece as despesas dessa indústria em 35%, e entre abril de 2008 e março de 2009 o prejuízo anual decorrente da medida subiu de US$ 100 milhões para US$ 127 milhões.

"Um pouco mais da metade [dos US$ 127 milhões] está associada à obrigação de buscar novos mercados de importação. Em vez de adquirir fertilizantes americanos, Cuba precisa comprá-los na Europa", disse Labrada. Se não houvesse o embargo, argumentou, a estatal Tecnoazucar, responsável pela comercialização do produto em Cuba, triplicaria seu faturamento, que atualmente é de US$ 55 milhões. Desde que chegou à Casa Branca, em janeiro, Obama implementou uma série de medidas que indicam uma possível distensão com respeito a Havana, entre elas a liberação de viagens e envios de remessas de cidadãos cubano-americanos que têm familiares na ilha. Contudo, apesar da pressão internacional pelo fim do embargo, ele prorrogou a medida por mais um ano.

Folha OnLine
Com Ansa e Efe

Quem falar contra algo errado do Brasil de hoje é considerado Golpista do PIG !


Qualquer pessoa que falar mal de alguma coisa errada do Brasil hoje, é classificado de Golpista. Eles querem que as pessoas vejam as coisas erradas, que vejam os mensalões, que vejam os acobertamentos, os apadrinhamentos de Sarney, do Lula, dos Renan, dos Collor de Mello e fiquem de boca fechada. O povo Brasileiro está tendo que aguentar tudo calado, senão já é classificado de golpista e de integrante do PIG ( partido da imprensa golpista ).

Mesmo ao publicar notícias, estatísticas oficiais, se for a favor do governo, é bem vindo, mas se for de estatística ruim, tá ferrado.É coisa inventada pelo PIG.

Tudo hoje é PIG.

Mensalão não existiu. É fruto do imaginário popular.

Zé Dirceu operava o mensalão da sala ao lado do Lula e Lula não sabia de nada.

O Brasil cresce ZERO 0% ao ano, mas se divulgar, é estatística do PIG. Vivemos numa espécie de ditadura. Ou numa elite de corruptos. Tem-se que engolir a merda que os políticos brasileiros, a maioria batedores de carteira, e dizer que o país está às mil maravilhas. Minha opinião pessoal é que o povo brasileiro deveria renovar todo o congresso. Tirar todos os crápulas que lá existem, e trocar por gente nova, sangue novo, pra ver se o Brasil sai desse mar de lama e de corrupção. Nunca antes na história desse país se viu tanta corrupção e denúncias juntas.

Dihelson Mendonça

CENA DO CARIRI PARA O MUNDO!!!

1ª GUERRILHA DO ATO DRAMÁTICO CARIRIENSE

TROFÉU JUSCELINO LOBO JÚNIOR

DE 07 A 21 DE NOVEMBRO DE 2009

TEATRO RACHEL DE QUEIROZ

Rua Dom Quintino, 913 – Pimenta – Crato – Ceará – Cariri – Brasil


A “1ª Guerrilha do Ato Dramático Caririense”, projeto elaborado e coordenado pelo dramaturgo Cacá Araújo, é uma iniciativa da Sociedade Cariri das Artes e Sociedade de Cultura Artística do Crato, ambas Pontos de Cultura do Brasil, em parceria com grupos e companhias teatrais em atividade na região do Cariri cearense, e se caracteriza pela gestão cooperativada e pelo caráter expositivo da produção teatral caririense em suas variadas tendências estéticas.


Outorgado a todos os grupos/espetáculos participantes da “Guerrilha...” o “Troféu Juscelino Lobo Júnior” é uma homenagem a Juscelino Leal Lobo Júnior, membro fundador da Sociedade Cariri das Artes, amante do folclore e das artes cênicas, integrante do Coral da Sociedade de Cultura Artística do Crato e do Coral Canta Família, nascido em 26/01/1981 e falecido em 02/10/2007.


A denominação do presente projeto nos remete a uma terminologia que indica tática revolucionária de combate e resistência a partir de pequenos focos, com o fim de unir grandes massas em defesa de uma causa libertária comum. E a nossa majestosa causa é a arte! E pretendemos alertar para uma prática revolucionária de afirmação e defesa da cultura nacional tendo como centro prioritário a expressão da diversidade e pluralidade de cada região, sem desconsiderar a universalidade de todos os gestos humanos, nem se fechar ao intercâmbio com outras regiões, povos e nações.


O evento será realizado em dois blocos. O primeiro destinado ao público infantil e o segundo ao público adulto.


PROGRAMAÇÃO:

MOVIMENTO DE ABERTURA:

07/11 (sábado), 16:00h: Procissão de Abertura – artistas, brincantes de folguedos e demais participantes da “Guerrilha...”, saindo da Praça 3 de Maio e seguindo até a Praça Alexandre Arraes / Teatro Rachel de Queiroz.


PEÇAS PARA CRIANÇAS:

07/11 (sábado), 19:30h: “ANIMARTISTAS”, adaptação de Flávio Rocha do conto Os Músicos de Bremen, com a Cia. Teatral Anjos da Alegria, direção de Flávio Rocha.

08/11 (domingo), 19:30h: “OS 3 PORQUINHOS”, livre adaptação de Cláudio Ferreira, com a Cia. Teatral Anjos da Alegria, direção de Flávio Rocha.

09/11 (segunda-feira), 19:30h: “A FLOR E O SOL”, de Cícero Belmar, com a Cia. Teatral Anjos da Alegria, direção de Yarley de Lima.

10/11 (terça-feira), 19:30h: “O MÁGICO DE OZ”, de Victor Fleming, com a Cia. Teatral Anjos da Alegria, direção de Flávio Rocha.

11/11 (quarta-feira), 19:30h: “PATATIVA E SALOMÃO”, de Emannuel Nogueira, com a Cia. Livremente de Teatro, direção de Jean Nogueira.

12/11 (quinta-feira), 19:30h: “MARIA ROUPA DE PALHA”, teatro de bonecos, de Lourdes Ramalho, com o Grupo de Teatro da Associação dos Artistas e Amigos da Arte – AMAR, direção de Stênio Diniz.


PEÇAS PARA JOVENS E ADULTOS DE TODAS AS IDADES:

13/11 (sexta-feira), 19:30h: “A COMÉDIA DA MALDIÇÃO”, de Cacá Araújo, com a Cia. Cearense de Teatro Brincante e Grupo Cênico da SCAC, direção de Cacá Araújo.

14/11 (sábado), 19:30h: “O PECADO DE CLARA MENINA”, de Cacá Araújo, com a Cia. Cearense de Teatro Brincante e Grupo Cênico do Crato, direção de Cacá Araújo.

15/11 (domingo), 19:30h: “FOGO FÁTUO”, de Lourdes Ramalho, com a Cia. Teatral Anjos da Alegria, direção de Flávio Rocha.

16/11 (segunda-feira), 19:30h: “DESMISTIFICANDO TABUS”, de Joylson John Kandahar, com a Cia. Mandacaru de Arte e Eventos, direção de Joylson John Kandahar.

17/11 (terça-feira), 19:30h: “COQUETEL”, de Wanderley Tavares, com a Cia. Wancylus Gat Produções, direção de Wanderley Tavares.

18/11 (quarta-feira), 19:30h: “DENTRO DA NOITE ESCURA”, de Emannuel Nogueira, com a Cia. Livremente de Teatro, direção de Jean Nogueira.

19/11 (quinta-feira), 19:30h: “AS IRMÃS CASTANHOLAS”, de Joylson John Kandahar, com a Cia. Mandacaru de Arte e Eventos, direção de Joylson John Kandahar.

20/11 (sexta-feira), 19:30h: “ESPERANDO COMADRE DAIANA”, de Emannuel Nogueira, com a Cia. Livremente de Teatro, direção de Renato Dantas.

21/11 (sábado), 19:0h: “BR 116”, de Allysson Amancio, com a Allysson Amancio Cia. de Dança, direção de Allysson Amancio.



OBJETIVOS:

1. Reconhecer, incentivar, fortalecer e divulgar obras de dramaturgos e encenadores do Cariri-CE; 2. Provocar discussão e reflexão sobre a cena brasileira realizada na região; 3. Fortalecer as companhias/grupos teatrais, estimulando o aperfeiçoamento técnico e profissional; 4. Incentivar a montagem e circulação de espetáculos de grupos e companhias caririenses; 5. Contribuir no fortalecimento da região como destino turístico-cultural; 6. Lançar as bases para a criação de uma cooperativa de artes cênicas.



JUSTIFICATIVA:


A cultura brasileira tem se afirmado pela diversidade. O Nordeste, e nele o Cariri cearense, se destaca como emblema cultural resultante de intenso caldeamento de influências, notadamente a ibérica, a africana e a ameríndia, iniciado nos tempos de colonização das terras brasileiras pelos portugueses.

Entretanto, atualmente, poderosas forças midiáticas movidas pelo interesse econômico privado e alimentadas pela ideologia hegemonista do grande capital internacional ferem cruelmente o direito à livre existência da pluralidade de linguagens e tendências artísticas e culturais, na tentativa de estabelecer a estética do consumo capitalista como única via de comportamento intelectual.

Em meio a essa avalanche destruidora, a resistência de afirmação da identidade popular tem se dado pela bravura de grupos alternativos, reforçados pelos programas públicos de desenvolvimento cultural.

O projeto “1ª Guerrilha do Ato Dramático Caririense” se insere no contexto de luta em favor da diversidade, respeito e afirmação da identidade cultural brasileira, especialmente por destacar a dramaturgia e a encenação produzidas no Cariri cearense como fortes elementos identitários do povo radicado nesta região do país. Foi, portanto, pensado a partir do debate com atores, diretores, dramaturgos e produtores, como forma de valorizar a produção dramatúrgica, a encenação e a realização de espetáculos na região, posto ser necessária intervenção de impacto que abra espaços de difusão da arte e do artista caririense, nordestino, brasileiro! Sua concretização contribuirá para o fortalecimento e consolidação de ações conjuntas de afirmação da arte e da cultura na região, ensejando oportunidades de crescimento profissional, geração de renda e difusão dos símbolos culturais que identificam o povo e sua história, além de contribuir na formação de platéias de todas as idades e lançar a região ao intercâmbio na condição de protagonista da cultura.


Crato-CE, 9 de outubro do ano 2009.


Josernany Oliveira (Presidente da Sociedade Cariri das Artes), Divani Esmeraldo Cabral (Diretora Artística da SCAC – Sociedade de Cultura Artística do Crato), Cacá Araújo (Diretor da Cia. Cearense de Teatro Brincante e do Grupo Cênico da SCAC – Crato-CE), Flávio Rocha (Diretor da Cia.Teatral Anjos da Alegria – Crato-CE), Jean Nogueira (Diretor da Cia. de Teatro Livremente – Juazeiro do Norte-CE), Yarley Tavares de Lima (Diretor da Cia. Yoko de Teatro – Crato-CE), Wanderley Tavares (Diretor da Cia. Wancylus Gat Produções – Crato-CE), Joylson John Kandahar (Diretor da Cia. Mandacaru de Artes e Eventos Juazeiro do Norte-CE), Allysson Amancio (Diretor da Allysson Amancio Cia. de Dança Juazeiro do Norte-CE), Orleyna Moura (Diretora da Cia. Teatral Boca de Cena – Crato-CE) Ivete Alexandre (Grupo de Teatro da Associação dos Artistas e Amigos da Arte – Juazeiro do Norte-CE).







Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30