xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 27/09/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

27 setembro 2009

Lula afirma que Brasil não acata ultimato de golpista


Isla Margarita (Venezuela) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje (27) que não acata o ultimato do governo de Honduras para que o Brasil defina em dez dias a situação do presidente deposto Manuel Zelaya, que encontra-se abrigado na embaixada brasileira.

“Primeiro, o governo brasileiro não acata ultimato de um golpista e nem reconhece Micheletti [Roberto Micheletti, presidente interino de Honduras] como um governo interino. Não sei por que o editor de vocês pediu para vocês falarem em governo interino, uma vez que a palavra correta é golpista, usurpadores de poder, essa é a palavra correta, e o governo brasileiro não negocia com eles”, afirmou o presidente, que está na Venezuela para a 2ª Cúpula América do Sul-África.

Segundo Lula, quem tem que negociar com Micheletti é a Organização dos Estados Americanos (OEA), assim como o Conselho de Segurança das Nações Unidas, e não o Brasil.

“Portanto, este caso, para mim, estará encerrado na medida em que houve a decisão por unanimidade da OEA, como foi a decisão do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Então o Brasil não tem que conversar com estes senhores que usurparam o poder. Se a ONU ou a OEA fizerem um pedido ao Brasil, poderemos simplesmente acatar esse pedido, mas não desses senhores”, afirmou o presidente.

O presidente Lula negou que jornalistas brasileiros estejam impedidos de entrar na embaixada de Honduras. “Essa noticia não procede. Ontem (sábado) nós conversamos com a embaixada em Honduras, e hoje eu conversei com o embaixador Celso Amorim [ministro das Relações Exteriores], e eu não sei de onde saiu esta noticia, que não procede”.

Lula disse que poucas vezes na história houve tanto consenso de repúdio a um governo como está havendo agora em Honduras. “É toda a América do Sul, toda a América Latina, toda a Europa e os Estados Unidos. É toda a África e a Ásia. Não tem um único governo no mundo defendendo este golpista”.

O presidente informou que o embaixador Celso Amorim ligou para a embaixada brasileira Honduras e pediu ao presidente deposto Manuel Zelaya para não fazer incitações. “Que se ele quiser falar com os jornais, que fale, mas sem fazer incitações. Porque evidentemente que se ele extrapolar nós vamos falar que não é politicamente correto ficar utilizando a embaixada para incitação a qualquer coisa além do espaço democrático que nós estamos dando para ele”.

O presidente Lula já embarcou de volta para Brasília.

Fonte: Agência Brasil

Amigo, a que Vieste?


NE - Para um grande amigo que se perdeu em meio as dúvidas e inseguranças, mas que mal sabes que és grande, pena que seus medos e fantasmas te façam querer acreditar que não és!

Onde foste ao bater das quatro horas e, antes, quem eras tu, se eras?
Amigo ou inimigo,
posso falar-te agora sentado à minha frente
e com os ombros vergados ao peso da caneta?
Falo-te sobre a cabeça baixa
e vejo para além de ti,
no horizonte, teus riscos e passadas;
mas não sei onde foste, nem se eras.
Olho-te ao fundo, sob o sol e a chuva,
fazendo gestos largos ou só um leve aceno;
dizes palavras antigas,
de antes das quatro horas,
e nada sei de ti que tu me digas dessa cabeça surda.
Não te pergunto pela verdade,
que pensas de amanhã ou se já leste Goethe;
sequer se amaste ou amas misteriosamente uma mulher, um peixe, uma papoila.
Não quero essa mudez de condolências a mim,
a ti, ou só à terra que tu e eu pisamos — e comemos.
Pergunto simplesmente se tu eras, quem eras,
e onde foste depois que se fizeram quatro horas.
Será que não tens olhos?
Não tos vejo.
De longe em longe agitas a cabeça, mas talvez seja engano.
Palavra, não te entendo.
Amigo, a que vieste?

Por : Pedro Tamen, in "Horácio e Coriáceo"

Parceria entre policiais e designers do Paraná cria roupas e móveis "antifurto"


A partir da pesquisa sobre as técnicas mais usadas por ladrões em pequenos furtos, estilistas e designers no Paraná desenvolveram protótipos de móveis, roupas e bolsas "antifurto" para dificultar a ação de batedores de carteira. Divulgação Bolso mais baixo na calça e interno na jaqueta dificultam a ação de assaltantes; há ainda bolsas resistentes a golpes de estilete A ideia do projeto "Design contra o Crime" surgiu do coronel Roberson Bondaruk, comandante da Academia Policial Militar do Guatupê, órgão de formação de policiais do Estado, e do setor de design do Senai. Nas criações de vestuário, o bolso da calça é mais baixo e tem velcro para fazer barulho ao ser aberto. Alguns modelos sem zíper trazem bolso com fundo falso para que o ladrão não alcance a carteira. "A mão do ladrão não vai conseguir chegar ao fundo sem ser notada", diz a consultora de moda Marianne Rohrig. Os zíperes das bolsas são cobertos por tecido em aba para dificultar sua visualização. Há ainda bolsas revestidas com redes de pesca, resistentes a golpes de estilete. Entre os móveis, o destaque é a cadeira com compartimentos para bolsas. A pesquisa de base foi feita com 287 detentos do Estado entre 2007 e 2008. "A principal lei que seguem é a do menor esforço. Por isso, desenvolvem um olho clínico para identificar pessoas que vacilam", afirma Bondaruk. Os autores buscam financiamento para fabricar os produtos em grande escala.

Fonte Folha Online.

Almodóvar diz que deixou cocaína porque "preferiu seguir vivendo"


O cineasta espanhol Pedro Almodóvar consumiu "bastante cocaína", mas deixou as drogas porque elas o bloqueavam e porque "preferia continuar vivendo e ficar lúcido", afirmou em entrevista publicada pelo jornal "Clarín", de Buenos Aires, neste sábado (26). Afirmou também que gosta de atores "viscerais", com "senso natural do humor, instinto e intuição", sem se importar se são "inteligentes". Fabrizio Bensch -3.ago.09/Reuters Pedro Almodóvar e Penelope Cruz em Berlim; cineasta deixou cocaína e "seguiu vivendo" "Eu não sei se sou bom ou não, não estou tão seguro de mim mesmo, disse Almodóvar, ao indicar que sua admiração pelo "cinema negro" se reflete no filme "Abraços Partidos", que acaba de apresentar no Festival de Cannes. O diretor disse que "Abraços Partidos" é um filme "muito emocional", no qual teve que "secar todas essas lágrimas" que os atores derramavam durante as primeiras filmagens, porque "não queria nenhuma lágrima". "É um filme que comove mais do que emociona. Acho que é uma sensação um pouco mais incômoda. A lágrima é algo sedativo, relaxante", disse. Almodóvar disse que está tendo "bom resultado" com o tratamento para se curar da dor de cabeça "de tipo genética" que sofre, e que tinha se intensificado "enormemente" nos últimos três anos. "As drogas para minha geração são algo cotidiano. Tomei bastante cocaína, mas quando não me excitava mais, mas me bloqueava, a deixei, porque preferi continuar vivendo e ficar lúcido", disse

Fonte FOLHA ONLINE

Brasil quer ampliar participação no setor nuclear mundial


Rio de Janeiro - O Brasil está se preparando para ampliar sua presença no mercado nuclear internacional. O presidente da Associação Brasileira de Energia Nuclear (Aben), Guilherme Camargo, disse à Agência Brasil que existe um consenso mundial de que a energia nuclear é uma alternativa economicamente viável e ambientalmente sustentável para suceder os combustíveis fósseis, como o petróleo e o carvão, ao longo deste século. “E nós estamos nos preparando. O Brasil é rico em recursos uraníferos - tem uma das maiores reservas de urânio do mundo - e não pode perder essa oportunidade do novo ciclo energético que certamente virá, baseado na energia nuclear”, afirmou. O Brasil tem a sexta maior reserva de urânio do mundo, com apenas um terço do território prospectado. Camargo disse que isso abre um potencial grande para que o país possa estar, dentro de alguns anos, entre as duas ou três maiores reservas do mundo. Além disso, o país domina o ciclo completo do combustível nuclear com tecnologia de ultracentrifugação, desenvolvida no país. “Essa é, sem dúvida, a melhor tecnologia do mundo para enriquecimento de urânio”, disse Camargo.

Ele afirmou ainda que o Brasil se encontra hoje em uma situação de novos desafios na área nuclear. “Estamos retomando a construção da Usina Angra 3, temos a perspectiva de implantação de uma nova mina de urânio no município de Santa Quitéria (CE) e, ao mesmo tempo, o governo, por meio da Eletronuclear, está estudando as alternativas de localização da quarta usina nuclear no Nordeste do país. Esse é um cenário animador para o setor nuclear brasileiro”. Segundo o presidente da Aben, os investimentos em infraestrutura são fundamentais para que haja uma recuperação sustentável das economias do Brasil e dos demais países do mundo, após a crise financeira internacional. Camargo mencionou, nesse sentido, o discurso feito esta semana pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Organização das Nações Unidas (ONU), sobre a falência do modelo financeiro vigente no mundo ao longo das duas últimas décadas.

“No entendimento da Aben e da comunidade nuclear, os investimentos em infraestrttura, energia, transportes, eletrificação, na indústria de base e na indústria de bens de capital são fundamentais para que os países possam retomar o crescimento e gerar os empregos e o bem-estar social que a população precisa. E a energia nuclear se inclui dentro desse cenário de retomada dos investimentos produtivos”, disse. A Aben promove a partir de hoje (27), no Rio de Janeiro, a International Nuclear Atlantic Conference (Inac 2009). Maior conferência nuclear do Hemisfério Sul, a Inac 2009 conta até o momento com 1.500 pessoas inscritas e 900 trabalhos aprovados, que serão apresentados durante o evento, previsto para se estender até o próximo dia 2 de outubro. Segundo Camargo, isso demonstra a força e o compromisso da comunidade nuclear nacional e internacional de consolidar a energia nuclear como uma tecnologia “fundamental e imprescindível” para o progresso da humanidade.

Fonte: Agência Brasil

EDGAR DEGAS - Um pintor íntimo da feminilidade

Nascido em uma família rica, Edgar Degas (1834-1917), cujo pai era banqueiro, freqüentou os melhores colégios de Paris e concluiu seus estudos de direito sem dificuldade. Depois inscreveu-se na Academia de Belas-Artes, onde assistia às aulas de Lamothe, que foi aluno de Ingres. Entre os anos de 1856 e 1857, fez uma viagem à Itália, para estudar a obra dos mestres do cinquecento. Voltando à França entrou em contato com o grupo de impressionistas, embora tivesse continuado a se dedicar aos quadros históricos e de gênero. A partir de 1870, interessado nas teorias de seus amigos do café Guerbois, Monet e Renoir, entre outros, fez uma série de quadros de balé, ópera e corrida de cavalos. Todos esses temas lhe permitiram fazer experiências com a cor e o movimento e, principalmente, com a força descritiva do traço, algo que Degas admirava em Ingres.

Nos primeiros quadros, não hesitou em aplicar todas as teorias renascentistas sobre espaço e perspectiva, mas ampliou depois esses critérios, fazendo tentativas com planos e pontos de vista inusitados. O tema principal de suas obras se concentrou nas cenas cotidianas e íntimas do mundo feminino, tendentes à desmitificação da mulher. Isso lhe valeu críticas e o apelido de solteirão misógino. De todos os impressionistas, Degas foi, tecnicamente falando, o que melhor se utilizou da fotografia. Também se interessou vivamente pelos quadros de Ukiyo-e japoneses, fato que se reflete ainda mais em suas últimas obras, quando, quase cego, só podia pintar com pastel. Suas obras se encontram nos museus mais importantes do mundo.

Fonte: http://www.historiadaarte.com.br

FLAGRANTES INESQUECÍVEIS - Por: Vicente Almeida

FLAGRANTES INESQUECÍVEIS

Hoje é domingo, dia próprio para o lazer, bom para visitar e fazer amigos e também testar o seu humor. Estes episódios me foram contados pelo saudoso Elói Teles no tempo em que ele era Gerente da Radio Araripe do Crato, década de 70.
XXXXXXXXXXXXXXXXXX

Para controlar o patrimônio da radio, que os moradores do bairro gostavam de tomar emprestado, Seu Elói havia passado uma ordem. “nada pode ser emprestado sem a devida autorização por escrito” ou o funcionário será demitido.
Nesse tempo trabalhava nos transmissores desde a fundação, um senhor que ficou conhecido como Chico da Rádio e era analfabeto.
Certa vez um Diretor mandou um portador buscar uma escada que se encontrava lá nos transmissores e o Chico depois de ouvir a história do portador, respondeu:
- Só mando a escada quando vier uma ordem por escrito. Sem ordem escrita a escada não sai daqui!
O portador sabendo que ele era analfabeto e não querendo dar a viagem perdida, sacou do bolso uma receita médica e disse:
- Mais eu trouxe a ordem, ta aqui ó! E lhe mostrou a receita.
Chico olhou os rabiscos, botou no bolso e disse:
- Agora eu posso mandar a escada, pois já tô documentado.
XXXXXXXXXXXXX
Na mesma década de 70, no Crato um nosso amigo havia comprado um JEEP 1951, Feliz da vida lá vai ele no rumo de casa. Lá chegando, percebeu que faltava uma lanterna traseira e comentou com um amigo, não tem problema, isso eu resolvo com um desses meninos de rua.
Dito e feito chamou um deles e disse; eu te dou vinte cruzeiros se tu me arranjar uma luz dessas aí ó!

- O garoto disse, deixa comigo;
Passou-se quase um mês, já desenganado, o feliz proprietário do JEEP vê o menor entrar em sua loja e dizer;
- Eu truve a encomenda, e mostrou a lanterna que ele tanto queria para o seu JEEP. Feliz ele pagou o prometido.

Terminou o expediente e correu para casa com o fim de instalar a lanterna que faltava e quando terminou, levantou-se para ver como havia ficado as duas lanternas agora. Surpreso percebeu estava faltando a do outro lado. Fulo da vida ele bradou:
- Ah fela da p..... Se eu pego aquele p....

ESTA ACONTECEU EM MINHA CASA
Dona Maria foi nossa empregada por dezesseis anos, era muito religiosa, filha de Maria, daquelas que nem siquer cortava o cabelo. Um dia ela vaticinou:
- Eu sei que Jesus Cristo vai voltar, mas ninguém vai ver, vai ta todo mundo na televisão ou no computador.

Vicente Almeida

Gestos ajudam a desenvolver inteligência


Ao entrar em um café movimentado, você provavelmente verá pessoas conversando e gesticulando. Um homem no balcão indica o café que deseja ─ xícara média, ─ e suas mãos assumem um formato familiar, mostrando o tamanho da xícara. Ao lado dele, duas irmãs riem. Enquanto uma delas conta uma história sobre sua viagem a Fernando de Noronha e todos os peixes que viu nos mergulhos que fez, suas mãos sacodem e se movem rapidamente no mar invisível à sua frente. O instinto de gesticular acompanhando a fala é fundamental para a natureza humana.Se você já questionou o porquê dos gestos, provavelmente pensou que gesticulamos para auxiliar na compreensão do que estamos querendo dizer. Indicar o tamanho de uma xícara ou a dose de uma bebida pode ajudar o balconista a entender exatamente o que você deseja. Mostrar onde o peixe se escondeu ou a velocidade com que ele se movimentou pode ajudar a amiga a criar uma imagem mais exata da sua percepção dos recifes locais. Mas, será que os gestos podem ter também outra finalidade? Muitos cientistas acreditam que os gestos podem ajudar o interlocutor e os movimentos das mãos ajudam a pensar. Cientistas se interessam cada vez mais pela relação corpo-pensamento, ou como nosso corpo dá forma a processos mentais abstratos. Os gestos estão no centro dessa questão. O debate se concentra no papel do movimento na aprendizagem, e nas pesquisas sobre como os alunos aprendem a resolver problemas de matemática na sala de aula.A titulo de ilustração, considere o problema da soma: 3 + 2 + 8 = _ + 8. Um aluno pode criar uma forma de “v”, com o indicador e o dedo médio, entre os algarismos 2 e 3, enquanto tenta entender o conceito de “agrupamento”, somando os números adjacentes, técnica que pode ser usada para resolver o problema.Pesquisas anteriores mostraram que quando foi solicitado aos alunos para gesticular enquanto conversassem sobre problemas, aprenderam a resolvê-los de forma mais eficiente.

Isso foi verificado, independentemente de se dizer aos alunos quais gestos fazer ou se os gestos eram espontâneos. Agora a questão é: como isso acontece? O novo estudo, conduzido por Susan Goldin-Meadow e Zachary Mitchell, da University of Chicago, e por Susan Wagner-Cook, da University of Iowa, teve como foco a resolução de problemas matemáticos por alunos de terceira e quarta séries do ensino básico. Os alunos treinados a utilizar a forma de “v”, ao resolver um problema como 3 + 2 + 8 = __ + 8, aprenderam a solucioná-lo com maior eficácia. Além disso, os alunos apresentaram melhor desempenho mesmo se treinados a empregar a forma de “v” em pares de números errados. Pelo simples ato de fazer o gesto o corpo sugere o conceito de “agrupamento”. A questão então é: qual teria sido exatamente o procedimento que permitiu isso? Durante o estudo, todos os alunos memorizaram a frase “Quero deixar um lado igual ao outro”.

Na ocasião, foi solicitado que os alunos dissessem a frase em voz alta quando fosse apresentado um problema a ser resolvido. Os autores sugerem que os alunos que gesticularam também tentaram criar uma correlação entre a fala e os gestos de forma a unir os dois significados. Esse procedimento poderia consolidar o novo conceito de “agrupamento” na mente dos alunos.O mesmo processo poderia ocorrer em qualquer situação em que a pessoa que fala e gesticula tenta entender, seja relembrando detalhes de eventos passados ou imaginando como montar uma bicicleta recém retirada da embalagem. O estudo tem implicações importantes para o campo da Psicologia Cognitiva.Historicamente, esse campo entende conceitos (os elementos básicos do pensamento), como representações abstratas que não contam com a fisicalidade. Essa noção, conhecida como dualismo cartesiano, agora está sendo desafiada por outra linha de pensamento, chamada Cognição Corporal, que entende conceitos como representações corporais baseadas na percepção, ação e emoção.

Embora muitas evidências sustentem a visão da Cognição Corporal, até agora nunca existiu um relato detalhado baseado em experimentos de como a incorporação dos gestos desempenha um papel na aprendizagem de novos conceitos. O estudo também tem implicações práticas aos professores didáticas, que podem reformular sua didática para ensinar aos alunos novos conceitos utilizando gestos. Os resultados desse estudo podem não valer para os gestos feitos em bares e cafés que você costuma frequentar, no entanto, na próxima vez que conversar com uma amiga gesticuladora, pode ser interessante considerar como o movimento das mãos contribuem para dar forma aos pensamentos dela e aos seus.

Fonte UOL

Cratense toma Posse na Academia de Letras da Mantiqueira e Outorgas da FALASP


Berenice Fernandes

Natural do Crato-Ce, onde passou infância e parte da adolescência.
Iniciou sua trajetória artística no ano de 1977, embora desde criança gostasse de pintar e desenhar. Reside no Rio de Janeiro desde 1981.
Tem Formação em arte terapia. Realizou centenas de exposiões no Brasil e exterior, incluindo individuais, coletivas, Bienais e Salões de Artes Plásticas, fazendo jus a várias premiações.
Ilustra capas de telelistas de vários Estados e cartões de telefone. Ilusta também inúmeros livros e revistas de arte. Participou de um importante documentário sobre arte naif apresentado na TV Cultura. Vários críticos de arte e Historiadores fizeram referências a suas obras, como Oscar D`Ambrósio, Lucien Filkestein e Ivan Alves Filho.
Faz parte do site Poetas DEL Mundo. Presta serviços de pintura de arte e adereços na construção de cenários para Rede Globo de Televisão.
Nos anos de 2007 e 2008 foi condecorada pela FALASP – Federação das Academias de Letras e Artes de São Paulo, da qual faz parte. Recebeu também Moção de Congratulação e Louvor da Câmara Municipal do Rio de Janeiro. É uma das Laureadas pela Academia de Arte, Ciências e Letras de Paris neste ano de 2009.

MATÉRIA EXTRAÍDA DO JORNAL O REBATE: http://orebate-berenicfernandes.blogspot.com/

Solicitação à Primeira-Dama Mônica Araripe em apoio ao "Olhar Casa das Artes" - Por: Denise Miranda

Prezada Monica Araripe,

Venho humildemente e em nome de muitos, fazer uma solicitação do seu apoio e solidariedade às nossas idéias.

Temos um ambiente nesta cidade histórica e cultural que infelizmente, não está sendo reconhecido como um lugar de cultura e diversão. Lamentavelmente nos últimos meses nos encontramos privados de receber a atenção e o carinho das pessoas que fazem o "Olhar Casa das Artes", um lugar que os jovens dessa e de muitas outras cidades se reuniam para bater um bom papo, matar as saudades, enfim, onde encontrávamos espaço para diversão. Infelizmente isso nos foi tirado pelo simples fato de algumas pessoas acharem que estavam incomodando e tirando o sossego das residências nas proximidades, o "Olhar", como sabemos é um espaço cultural e é por obrigação de toda administração comprometida com a cultura, dar um apoio constante a essas iniciativas, nas suas manifestações, pelo enriquecimento da cidade como um todo.

É uma pena que em uma cidade tão bonita e tão bem visitada, não haja mais um espaço encantador como era a casa, tendo que se deslocar até a cidade vizinha para uma pequena diversão que poderia acontecer aqui mesmo. Precisamos dela porque ela já faz parte de cada um de nós, nos tornamos uma familia, nós agora somos um só coração e como bem sabemos o coração sem sangue não bate, nós somos o sangue que move aquele lugar, sem o sangue ele não sobrevive, somos seus filhos, seus leais e fieis escudeiros. Por favor, coloco aqui o sentimento de alguem que quer ver a cidade crescer, crescer com o "Olhar". Peço às autoridades que tomem providências e que nos ajudem nos dando resposta o mais breve possível. Fico por aqui agradecendo o espaço destinado a nós cidadãos. Por favor divulgem pois isso é um manifesto construtivo para a cidade.

Grata,

Denise L. Miranda
( Amiga de Roberta )

Histórias e Estórias do Crato de Antigamente - Por Ivens Roberto de Araújo Mourão


O POTE

O Dr. Raimundo Bezerra era um entusiasta em todas as atividades que se envolvia, seja na medicina, na política, na plantação de café em cima da Serra! Estive com ele, certa vez, visitando uma cerâmica que tinha numa mina de taguá (argila), localizada próxima da Igreja de São Francisco. O local chamava-se Escondidinho. Na região onde “a alma vista pelo Aloísio, segundo o Júlio Saraiva, foi defecar”. Explicava, com muito entusiasmo, sobre a excelência da matéria prima e do produto acabado. O meu irmão Marcelo, nas férias da Faculdade de Medicina ia para o Crato e fazia seus costumeiros estágios com o Dr. Raimundo, na sua Casa de Saúde. Sempre o acompanhava, nas suas visitas à Cerâmica. Lá conheceu um padre jovem, de aparência bonita, amigo dele. Por entender de geologia, estava sempre explicando alguma coisa sobre o material da mina, argila conhecida como taguá. Nas férias seguintes, o Marcelo voltou a encontrar-se com o Padre. O Dr.Raimundo falou sobre uma novidade:

- “Baixinho, ele não é mais padre, não. Renunciou aos votos. Agora ele está é comendo muita gente!”


Pouco depois o Dr. Raimundo e o Marcelo foram à Cerâmica. Lá existia o galpão onde eram preparadas as telhas. A matéria prima era recolhida na parte mais funda de uma baixa que existia no terreno. Neste local os operários colhiam o barro e transportavam para o galpão. Debaixo de uma árvore, tinha um pote com água bem fria, para matar a sede do pessoal. O Dr. Raimundo percebeu que estavam levando o pote lá para cima, para o galpão:

- “Mestre, por que é que estão tirando o pote daí? Vai ficar longe para o pessoal da mina!

- Ah doutor, o padre tá vindo à noite namorar aqui.
- O Padre? Como é que você sabe?
- Olha as marcas do fusca dele!
- Mas homem, tem muita gente que tem fusca no Crato!
- Não, Doutor, é dele mesmo. Eu sei.
- Mas o que é que tem a ver o namoro do padre com a necessidade de tirar o pote daí!
- Ah, Doutor, quando eles terminam de namorar vão lavar as coisas no nosso pote...

O CABELO

O Dr. Raimundo Bezerra, quando criança, presenciou muitas vezes a mãe dele, Dona Zezinha, tendo o cuidado de reservar para o médico da família a bacia, a toalha limpa e o sabonete novo. Anos depois, médico, foi atender um paciente em casa. Quando voltou, falou para o meu irmão Marcelo:

- “Baixinho, médico hoje em dia está desprestigiado demais! O sabonete que me deram tinha até pentelho...”


A PERÍCIA

No período em que o Marcelo trabalhou com o Dr. Raimundo, no Crato, este sempre lhe dava algumas tarefas para, aos poucos, ir se entrosando nas atividades e ser conhecido na cidade.
Estavam um dia no consultório fazendo Perícia Médica. Era dia de uma Junta Médica, isto é, quando são avaliados pedidos de benefícios que foram indeferidos em uma primeira instância e passavam por uma segunda avaliação, de dois ou três médicos. Chega a vez de uma mocinha jovem, lá pelos seus 16 ou 17 anos, de nome Maria Imaculada, que entra no consultório acompanhada pela mãe. Dr. Raimundo pergunta para a paciente qual o problema e essa lhe responde, apontando para a barriga:

- “É esse caroço aqui que não para de crescer”.

O Dr. Raimundo, já imaginando do que se tratava – provável gravidez – perguntou:
- “Desde quando começou a crescer esse caroço?”.
- “Foi depois de umas mangas que eu comi”.

Até aí a mãe ali, firme, sem falar nada. O Dr. Raimundo pede para a jovem deitar na mesa de exame para fazer a palpação do abdômen, o que realmente acaba por confirmar a sua suspeita inicial. Pede para o Marcelo também examinar, sem comentar nada. Só então fala para a mãe da jovem:

- “Cumade, esse caroço vai nascer daqui a uns três meses!”.

Nisso, a mãe da jovem se levanta da cadeira, se perfila diante do Dr. Raimundo e do Marcelo e, brandindo o braço direito com o punho cerrado diz:

- “Doutor a minha filha é MOÇA!!!”.


O Dr. Raimundo, com toda a calma, diz para ela se acalmar que vai chamar o especialista em Obstetrícia, o Dr. Tarciso Pinheiro, que tinha o consultório ao lado e que fazia parte da junta. Afinal, ele poderia estar enganado... Dr. Tarciso vem até o consultório, examina e confirma o diagnóstico anterior:

- “Útero grávido de sete para oito meses”.
A mãe não se conforma:
- “Doutor a minha filha é MOOOÇA!”.
O Dr. Raimundo vira-se para o Dr. Tarciso e comenta:
- “Baixinho (era assim que eles se chamavam um ao outro), será que é outra obra do Espírito Santo? Afinal, a menina se chama Maria Imaculada!”

Por Ivens Roberto de Araújo Mourão - Do livro "Só no Crato". Direitos de Publicação concedidos pelo autor ao Blog do Crato. Todos os direitos reservados.

Amor condicional traz obediência, mas tem um custo


Há mais de 50 anos, o psicólogo Carl Rogers sugeriu que simplesmente amar seus filhos não era suficiente. Temos de amá-los incondicionalmente, dizia ele - pelo que eles são, não pelo que eles fazem. Como pai, sei que essa é uma tarefa difícil, mas ela se torna ainda mais desafiadora agora que grande parte dos conselhos que recebemos corresponde exatamente ao contrário. De fato, recebemos dicas sobre a criação condicional, que vem em dois formatos: ativar a afeição quando as crianças são boas, retirar a afeição quando elas não são.Assim o apresentador de talk show Phil McGraw nos conta, em seu livro "Family First" (Free Press, 2004), que as coisas de que as crianças precisam ou gostam devem ser oferecidas de forma contingencial, transformadas em recompensas a serem dadas ou retiradas, para que elas "se comportem de acordo com sua vontade". Ele acrescenta que "uma das moedas mais valorizadas por uma criança é a aceitação e a aprovação dos pais".Estudo mostrou que adolescentes que foram criados em sistema de "recompensas" ou "punições" emocionais cultivavam mais ressentimentos pelos próprios pais CRIANÇAS E ADOLESCENTES UOL CIÊNCIA E SAÚDE De forma semelhante, Jo Frost, do seriado "Supernanny", em seu livro homônimo (Hyperion, 2005), afirma: "As melhores recompensas são atenção, elogios e amor", e isso deve ser "retirado quando a criança se comporta mal, até que ela peça desculpas" - nesse momento, o amor é novamente ativado.A criação condicional não se limita a pessoas autoritárias e quadradas. Algumas pessoas que gostam da ideia de espancar seus filhos escolhem disciplinar suas crianças isolando-as forçadamente, uma tática que preferimos chamar de "pausa".

De modo oposto, "o reforço positivo" ensina as crianças que elas são amadas, e amáveis, apenas quando elas fazem o que nós decidimos que é "um bom trabalho".Isso levanta a intrigante possibilidade de que o problema com os elogios não é que eles sejam feitos da forma errada - ou feitos muito facilmente, como insistem os conservadores sociais. Em vez disso, pode ser apenas mais um método de controle, análogo à punição. A principal mensagem de todos os tipos de criação condicional é que as crianças devem aprender a ganhar o amor dos pais. Uma regime contínuo desse, alertou Rogers, e as crianças podem acabar precisando de um terapeuta para oferecer a aceitação incondicional que eles não receberam.Mas será que Rogers estava certo? Seria bom ter algumas evidências. Agora temos.

Em 2004, dois pesquisadores israelenses, Avi Assor e Guy Roth, se uniram a Edward L. Deci, um importante especialista americano sobre a psicologia da motivação, e perguntaram a mais de cem estudantes universitários se o amor que eles tinham recebido dos pais parecia depender de eles irem bem na escola, dedicarem-se aos esportes, mostrar consideração pelos outros ou suprimir emoções como raiva e medo.Os resultados mostram que as crianças que receberam aprovação condicional realmente tinham maior tendência a agir da forma pretendida pelos pais. Porém, a obediência teve um preço muito alto. Primeiro, essas crianças tiveram tendência a nutrir ressentimentos pelos pais. Segundo, elas disseram que a forma como elas agiam era muitas vezes relacionada a "uma forte pressão interna", não "um verdadeiro sentimento de escolha". Além disso, a felicidade delas depois de ter sucesso em algo era geralmente curta, e elas muitas vezes se sentiam culpadas ou envergonhadas.

Num estudo comparativo, Assor e seus colegas entrevistaram mães de filhos já crescidos. Também com essa geração, a criação condicional se mostrou prejudicial. As mães que, quando crianças, sentiam ser amadas apenas quando atingiam as expectativas dos pais agora se valorizavam menos como adultas. Apesar dos efeitos negativos, essas mães tiveram maior tendência a usar a afeição condicional com seus próprios filhos.No último mês de julho, os mesmos pesquisadores, agora acompanhados por dois colegas de Deci da Universidade de Rochester, publicaram duas replicações e extensões do estudo de 2004. Dessa vez, o alvo eram estudantes do último ano do ensino médio, e o fato de dar mais aprovação quando as crianças faziam o que os pais queriam foi cuidadosamente distinguido do fato de dar menos quando elas se comportavam mal.Os estudos descobriram que tanto a criação condicional positiva quanto a negativa eram prejudiciais, mas de formas levemente diferentes. A versão positiva às vezes tinha sucesso em fazer com que as crianças trabalhassem mais duro em tarefas acadêmicas, mas ao custo de sentimentos pouco saudáveis de "compulsão interna". A criação condicional negativa não funcionou nem no curto prazo; apenas aumentou os sentimentos negativos dos adolescentes em relação aos pais.O que esses e outros estudos nos dizem é que elogiar as crianças por terem feito algo certo não é uma alternativa significativa à punição quando elas fazem algo de errado. Ambos são exemplos de criação condicional, e ambos são contraproducentes.O psicólogo infantil Bruno Bettelheim prontamente reconheceu que a versão negativa da criação condicional, conhecida como "pausa", pode causar "sentimentos profundos de ansiedade". "Quando nossas palavras não são suficientes", disse ele, "a ameaça da retirada do nosso amor e afeição é o único método são para causar a impressão de que é melhor a criança atender ao nosso pedido".No entanto, os dados sugerem que a retirada do amor não é particularmente eficaz em obter obediência, muito menos promover o desenvolvimento moral. Mesmo quando conseguimos fazer com que a criança nos obedeça - digamos, usando o reforço positivo -, será que a obediência compensa o dano psicológico de longo prazo? O amor dos pais deve ser usado como uma ferramenta para controlar as crianças?Questões mais profundas estão por trás de um tipo diferente de crítica. Albert Bandura, pai do ramo da psicologia conhecido como teoria da aprendizagem social, declarou que o amor incondicional "tornaria a criança sem direção e detestável" - uma afirmação da qual estudos empíricos discordam completamente. A ideia de que crianças aceitas pelo que são não teriam direção diz muito mais sobre a visão pessimista daqueles que fazem esse tipo de alerta.Na prática, segundo uma coletânea impressionante de dados feita por Deci e colegas, a aceitação incondicional por parte dos pais, assim como professores, deveria ser acompanhada pelo "apoio à autonomia": explicando razões para as solicitações, maximizando oportunidades para a criança participar de tomadas de decisão, motivando sem manipular, e imaginando ativamente como as coisas são do ponto de vista da criança.A última dessas características é importante porque diz respeito à própria criação. A maioria de nós protestaria que, "claro, nós amamos nossas crianças, independente de qualquer coisa". Mas o que conta é como as coisas são sob a ótica da criança - se ela se sente tão amada quando faz bagunça ou comete falhas.Rogers não disse isso, mas eu aposto que ele ficaria orgulhoso de ver menos demanda por terapeutas habilidosos se isso significasse que as pessoas estivessem crescessem com um sentimento de aceitação incondicional na infância.

Fonte NYT- UOL

Coisas que todos querem saber, mas tem vergonha de perguntar


Quem é pior:
Zelaya ou Micheletti?
GUERRA E PAZ SEGUNDO LIMEIRA

Se o poeta Zé Limeira
Vivesse ainda na terra
Lá da serra de Teixeira
Falava assim sobre a guerra:
- Sou guerreiro do improviso,
Mas a arma que preciso
É somente a minha mente.
Um atentado perverso,
Não cabe nesse meu verso
Nem inspira meu repente.

Eu pego a Ilha Malvina
E corto no meio da terra
Dou metade a Argentina
E o resto a Inglaterra.
No lugar que foi a luta,
Vou fazer uma disputa
De par ou ímpar e porrinha.
Convido pra maratona,
Cavalo e o Maradona
Para jogar com a rainha.

O Vietinã se cala
Comendo baião de dois,
No lugar que caiu bala
Eu mando plantar arroz.
A América eu vou dizer,
Pra nunca mais se meter
No que não lhe diz respeito.
Quem invade a terra alheia,
Merece uma mão de peia
Por invasão de direito.

Bin Laden eu desentocada
Como quem puxa tatu,
Porém eu não entregava
Pra evitar sururu.
Cortava barba e cabelo,
Colocava num camelo
Com o Bush na garupa.
O árabe na dianteira,
O tio Sam na traseira
Para dividir a culpa.





Pegava Sadan Hussen
Trazia pro Vaticano,
Mandava fazer o bem
Que nem padre Franciscano.
Entre o Iran e o Irac
Tinha explosão só de traque
Como festa da São João.
Arma lá, nem baladeira,
Igual aqui em Teixeira
Que ninguém vê um canhão.

As mulheres de Israel
Podiam mostrar cintura,
Tinham que tirar o véu
Para expor a formosura.
Usavam só saia e blusa,
Como nordestina usa
Caminhando pela rua.
Tinha que acabar o harém,
Ninguém mandava em ninguém
Cada homem tinha a sua.

Eu fazia a brincadeira
Do azul e encarnado,
Que nem aqui no Teixeira
Nas quermesses do passado.
O azul era o oriente,
O encarnado o ocidente
E o juiz um latino.
Com o dinheiro apurado,
Eu construía um estado
Para o povo palestino.

Aqui rimou Zé Limeira
Poeta do absurdo,
Sou matuto de Teixeira
Mas não sou cego e nem surdo.
Limeira sabe que a guerra,
É como questão de terra
Que só serve pra matar.
A guerra traz o terror,
E só tem um vencedor
Se ela nunca começar.

Mundim do Vale
Várzea Alegre - Ceará

Peninha, Pato Donald e Zé Carioca - Por: Jair Rolim

Acima: O "famoso" Peninha - com seu jeito desastrado, cativava a garotada...

Nota do Blog do Crato
- Nesta semana mesmo, eu comentava com um amigo sobre as estórias em quadrinhos que líamos quando criança e adolescentes, e ficamos até a questionar como seria interessante poder ler novamente as revistinhas que comprávamos nas bancas, de Tio Patinhas, Almanaque Disney, Pato Donald, Zé Carioca, e também quem não se lembra do louco "PENINHA" e "pena Kind, o Vingador do Oeste" ?





É emocionante, principalmente para os de nossa idade, que vimos nascer o Zé Carioca, o malandro que não era drogado, nem traficante, nem político; que era só brasileiro e dos bons...VÍDEO no qual o Pato Donald é apresentado ao recém criado (pelo genial Disney) Zé Carioca e às atrações da Cidade Maravilhosa.

APESAR DA GENIALIDADE DO VÍDEO, POUCOS DE NÓS
PUDEMOS VÊ-LO, devido à reclamação de direitos autorais da Disney.

ESTE VÍDEO FOI CRIADO NA DÉCADA DE 50, SEM O USO DE
RECURSOS DOS COMPUTADORES QUE HOJE OS ESTÚDIOS
TÊM À DISPOSIÇÃO... (DIFICIL DE VER SEM UM NÓ NA GARGANTA, UMA LÁGRIMA NOS OLHOS E UM APERTO DE SAUDADE NO CORAÇÃO...)

As músicas Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, e Tico-Tico no Fubá, de Zequinha de Abreu são consideradas as duas músicas brasileiras mais conhecidas e executadas no mundo todo, deste a década de 50 até hoje. Existem algumas centenas de gravações dessas músicas, executadas e cantadas, pelas maiores orquestras do mundo e intérpretes tais como, Bing Crosby, Frank Sinatra até o maior tenor do mundo, Plácido Domingo. Aquarela do Brasil foi eleita em juri patrocinado pela Academia Brasileira de Letras como "A maior música brasileira" do século XX.
Com um pouco de paciência, até carregar, vocês curtirão a genialidade de Disney - Ary e Zequinha!

Texto enviado por Jair Rolim

Parabéns, Manoel Severo, por tão grande realização: "Cariri Cangaço" - 2009


Manoel Severo Por Dihelson Mendonça 0a

Quero dar meus parabéns ao Manoel Severo, que com tanta garra e força de vontade, conseguiu realizar esse evento fabuloso chamado "Cariri Cangaço", que termina no dia de hoje, e que reuniu em um mesmo local, as maiores autoridades mundiais num imenso debate sobre o cangaço.

Parabéns por tão eficiente, planejada e feliz realização.

Foto e texto: Dihelson Mendonça
Blog do Crato - O crato na Internet

Lula diz que Conselho de Segurança 'perdeu relevância'

Crise Diplomática - HONDURAS

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse neste sábado, em seu discurso na abertura da 2ª Cúpula América do Sul-África (ASA), que o Conselho de Segurança das Nações Unidas "perdeu relevância".

"Neste debate sobre a nova governança global, uma coisa é certa: o Conselho de Segurança das Nações Unidas perdeu relevância", afirmou o presidente no encontro realizado em Isla Margarita, na Venezuela.

"Devemos trabalhar juntos pela sua reforma, sob pena de perder a oportunidade de garantir nosso direito a uma voz nas grandes questões da agenda internacional", disse. As declarações de Lula foram feitas um dia depois de o Conselho de Segurança ter condenado os "atos de intimidação" do governo interino de Honduras contra a embaixada brasileira na capital, Tegucigalpa, onde o presidente deposto, Manuel Zelaya, está abrigado desde segunda-feira. A reunião do Conselho de Segurança na sexta-feira foi realizada a pedido do Brasil e teve a presença do ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim. Ao relatar a situação da representação brasileira em Honduras diante do conselho, Amorim disse ter "indícios concretos" de que a embaixada poderia ser invadida por militares hondurenhos. Antes da declaração condenando o cerco à embaixada, a embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Susan Rice, que preside o Conselho, teria criticado o tom do discurso do chanceler brasileiro. Neste sábado, o Conselho de Segurança também foi criticado por outros líderes presentes na cúpula realizada na Venezuela. Minutos antes da intervenção do presidente brasileiro, o líder líbio, Muamar Khadafi, disse que a situação do conselho é "insustentável". "Eles têm direito a veto, e nós não temos direito algum", afirmou o líder líbio. Na declaração final da Cúpula ASA, que termina neste domingo, os países deverão exigir reformas à Organização das Nações Unidas, nas quais estará incluído o Conselho de Segurança. Honduras A crise política em Honduras é assunto permanente nos corredores entre as delegações que participam da Cúpula. Em seu discurso, Lula reiterou a condenação à deposição de Manuel Zelaya.

"Lutamos muito para varrer para a lata do lixo da história as ditaduras militares. Não podemos permitir retrocessos deste tipo no nosso continente", afirmou. Desde sexta-feira o Brasil vem trabalhando em um documento que deverá ser aprovado pelos demais chefes de Estado e representantes de governo que participam da Cúpula. O documento deverá reiterar a condenação às agressões sofridas pela embaixada brasileira e pedir a restituição de Zelaya ao poder como saída para solucionar a crise em Honduras. O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que é o anfitrião da cúpula, disse que os líderes rejeitam as agressões contra a embaixada brasileira. "Lançaram gases tóxicos contra a embaixada, viram até onde chega a loucura desses golpistas?" , disse Chávez a jornalistas brasileiros. Na sexta-feira, o presidente deposto de Honduras havia afirmado que a embaixada brasileira foi alvo de bombas de gás lacrimogêneo lançadas pelas forças de segurança do país. Um porta-voz da polícia, no entanto, negou o ataque. Para Chávez, que disse "saber de tudo" em relação ao retorno Zelaya a Honduras, a solução da crise dependerá das pressões exercidas pela comunidade internacional.

"É preciso pressionar e pressionar. As Nações Unidas deveriam estabelecer sanções contra este governo (interino)", disse. Manuel Zelaya foi deposto e expulso de Honduras em 28 de junho. Na última segunda-feira, ele retornou ao país sem a autorização do governo interino, que cobra a sua prisão, e se refugiou na embaixada brasileira em Tegucigalpa. O governo interino que assumiu o poder em Honduras, comandado por Roberto Micheletti, não é reconhecido pela comunidade internacional.

Fonte: UOL

Salve 27 de Setembro: Dia da MPB - Música Popular Brasileira


Não deixemos que os Grandes Mestres da Música sejam esquecidos:

Mestre dos mestres: Tom Jobim

Mestre Vinícius de Moraes

Mestre Luiz Gonzaga


Mestre Jackson do pandeiro

Mestre Noel Rosa


Mestre Pixinguinha

Mestre Chico Buarque
Mestre Edu Lobo

Mestre Caetano Veloso

Mestre Gilberto Gil

Mestre Jorge Ben

Mestre Dominguinhos

Festa da Música Tupiniquim ( Gabriel Pensador )

Há muito tempo tá rolando essa festa maneira
Da música popular brasileira ninguém me convidou mas eu queria entrar
Peguei o 175 e vim direto pra cá pra
Festa da Música Tupiniquim
Que tá rolando aqui na rua Antônio Carlos Jobim
Todo mundo tá presente e não tem hora pra acabar
E muita gente ainda tá pra chegar

Na portaria o segurança pediu o crachá do Gilberto Gil
Ele apenas sorriu
Acompanhado por Caetano, Djavan, Pepeu, Elba, Moraes, Alceu Valência
(Xá comigo! Da licença! Abre essa porta, cabra da peste)
E foi assim que eu penetrei com a galera do Nordeste

Baby tá na área, senti firmeza! E aí Sandra de Sá!
_"Bye bye tristeza..."
Birinight á vontade a noite inteira
Olha o Ed Motta assaltando a geladeira
Olha quanta gata bonita e gostosa! Olha o Tiririca com uma negra cheirosa

Ué! Cadê os críticos?! Ninguém convidou? "Barrados no Baile uouou"
Não é festa do cabide mas o Ney tirou a roupa
Bzzz... Paulinho Moska pousou na minha sopa
Cidade Negra apresentou um reggae nota cem
Tá rolando um Skank também! E o Tim Maia até agora nem pintou
Mas o Jorge Benjor trouxe a banda que chegou "Pra animar a festa"

Festa da Música Tupiniquim
Que tá rolando aqui na rua Antônio Carlos Jobim
Todo mundo tá presente e não tem hora pra acabar
E muita gente ainda tá pra chegar

A festa tá correndo bem
O lobão até agora não falou mal de ninguém
O Barão e o Titãs tão tocando Raulzito
A Rita Lee tá vindo ali...ãnh? Não acredito! Ela olhou pra mim e disse "baila comigo"
Eu senti aquele frio no umbigo
Mas é claro que adorei o convite e fui dançar ouvindo o som do Kid Abelha, Paralamas e a Blitz

(Isso aqui tá muito bom, isso aqui tá bom demais...) "Segura o tchan, amarra o tchan"
(Xô, Satanás!) Há há! Lulu Santos acabou de chegar com a pimenta malagueta pro planeta balançar
O Chico César, Science, e o Buarque observam um pessoal dançando break no chão
E no andar lá de cima um do donos da festa. Tá na boa, tá em paz, tá tocando um violão:
"Festa estranha com gente esquisita, eu não tô legal, não aguento mais birita"

Festa da Música Tupiniquim
Que tá rolando aqui na rua Antônio Carlos Jobim
Todo mundo tá presente e não tem hora pra acabar
E muita gente ainda tá pra chegar

Chopp na tulipa, vinho na taça (camisinha na boquinha da garrafa)... Salve-se quem puder!
Ih... o João Gordo vomitou no meu pé
Fui limpar e dei de cara com os Raimundos que me contaram que entraram pelos fundos

Perguntei pelo banheiro e fiz papel de Mané os sacanas me mandaram pro banheiro de mulher
As meninas tavam lá e foi só eu entrar que a Cássia Eller, Zizi Possi e a Gal comçaram a gritar (Ahhhhh!)
Quanta saúde! Fernanda Abreu, Daniela Mercury, Marisa Monte, Daúde... calma, eu não vi nada! A Ângela Rô
Rô queria me dar porrada

Mas os três malandros, Moreira, Bezerra e Dicró, me ajudaram a escapar da pior
Fui pro fundo de quintal, casa de bamba todo mundo bebe todo mundo samba
Beth Carvalho, Alcione, Zeca Pagodinho Neguinho da Beija-Flor...Diz aí Martinho!
Comé que é, professor?
_"É devagar, é devagar, devagarinho"

Festa da Música Tupiniquim
Que tá rolando aqui na rua Antônio Carlos Jobim
Todo mundo tá presente e não tem hora pra acabar
E muita gente ainda tá pra chegar

Essa festa é uma loucura
Olha lá o Carlinhos Brown com o pessoal do Sepultura vieram com os índios Xavantes
E a polícia veio atrás tentando dar flagrante E-e-e-ê! O índio tem apito e eu não entendi porquê
Começaram a apitar quando a polícia chegou mas a galera do Cachimbo da Paz nem escutou
Porque o Olodum tava fazendo um batuque maneiro

Até chegarem milhares de funkeiros
Eram tantas duplas que eu até me confundi
Chamei Leandro & Leonardo de MC! E o Zezé de Camargo & Luciano ficaram me zuando
E o funk rolando! Aah... vocês tinham que ver! Chitãozinho & Xororó gritando Uh! Tererê!

O pessoal da Jovem Guarda agitando sem parar
Estavam em outra festa mas vieram pra cá
Passei ali por perto e ouvi o Roberto Carlos comentar: "Ê hei! Que onda, que festa de arromba!"

Todo mundo no maior astral mas rolou um boato que preocupou o pessoal
Diziam as más linguas, à boca pequena, que o Michael Jackson tava chegando pra roubar a cena
E foi aí que a Marina ouviu uma buzina e todos foram pra janela na maior adrenalina
Uma brasília amarela dobrava a esquina
Adivinha quem era?
Mamonas Assassinas

Festa da Música Tupiniquim
Que tá rolando aqui na rua Antônio Carlos Jobim
Todo mundo tá presente e não tem hora pra acabar
E muita gente ainda tá pra chegar

* * *

Uma singela homenagem a estes grandes da Verdadeira Música de Qualidade no Brasil no Dia da MPB. A lista é enorme e o Blog é pequeno para tantos gênios! Ouça-os todos na Rádio Chapada do Araripe

Dihelson Mendonça

Fóssil na China prova que pássaros evoluíram de dinossauros - Alessandra Bandeira


Fósseis extremamente bem preservados de dinossauros achados no nordeste da China mostram os exemplos mais antigos de penas já encontrados e representam a prova final de que os dinossauros eram ancestrais dos pássaros, segundo cientistas.Os fósseis têm mais de 150 milhões de anos. As espécies são indubitavelmente mais antigas do que o Archaeopteryx, encontrado na Alemanha, que vinha sendo tido como o fóssil de pássaro mais antigo já encontrado. A descoberta foi descrita por Xu Xing, da Academia de Ciências Chinesa, em Pequim, e sua equipe na revista especializada Nature. A teoria de que os pássaros evoluíram dos dinossauros sempre foi posta em dúvida por causa da ausência de penas em espécies mais antigas do que o Archaeopteryx. Mas os novos fósseis, encontrados em duas localidades diferentes, são, em sua maioria, pelo menos 10 milhões de anos mais velhos do que o do pássaro encontrado na Alemanha, no fim do século 19.Um dos dinossauros, batizado de Anchiornis huxleyi, está extremamente bem conservado, dizem os cientistas. O dinossauro tinha extensa plumagem cobrindo seus braços e cauda e os pés - formando quatro asas. 'Extremamente excitante' "A primeira espécie descoberta no início do ano estava incompleta", disse Xu à BBC News. "Com base neste espécime, nomeamos o dinossauro Anchiornis; pensamos que era um parente próximo dos pássaros. Mas então encontramos o segundo espécime, que estava bastante completo - e bem preservado."

"Por todo o esqueleto, você vê penas." "Com base neste segundo espécime, nos demos conta de que esta era uma espécie muito mais importante, e definitivamente uma das espécies mais importantes para entendermos a origem dos pássaros e de seu voo."O professor Xu acredita que a forma de quatro asas pode ter sido um estágio muito importante na transição evolucionária dos dinossauros para pássaros.Os detalhes das últimas descobertas foram apresentados nesta semana no encontro anual da Sociedade de Paleontólogos de Vertebrados, na Universidade de Bristol, na Grã-Bretanha.O renomado paleontólogo britânico Michael Benton disse que o anúncio é de grande importância."Ao desenhar a árvore da vida, é bastante óbvio que há registros de fósseis com penas anteriores ao Archaeopteryx", disse ele à BBC News. "Agora essas novas descobertas fantásticas do professor Xu Xing provam isso de uma vez por todas."

Fonte UOL

1984 - O Livro (Resumo)

"1984 não é apenas mais um livro sobre política, mas uma metáfora do mundo que estamos inexoravelmente construindo. Invasão de privacidade, avanços tecnológicos que propiciam o controle total dos indivíduos, destruição ou manipulação da memória histórica dos povos e guerras para assegurar a paz já fazem parte da realidade. Se essa realidade caminhar para o cenário antevisto em 1984, o indivíduo não terá qualquer defesa. Aí reside a importância de ler Orwell, porque seus escritos são capazes de alertar as gerações presentes e futuras do perigo que correm e de mobilizá-las pela humanização do mundo.
O livro foi escrito dois anos antes da morte do autor. Tuberculoso, sabendo que o fim se aproximava, lutou contra o tempo para colocar no papel sua visão de um mundo que o desapontava e caminhava perigosamente para o oposto de todos os sonhos de fraternidade e solidariedade dos antigos socialistas. Nessa metáfora sobre o poder e as sociedades modernas, Winston Smith, obscuro funcionário do Ministério da Verdade de Oceania, incentivado pelo seu amor por Júlia e por um membro do Partido Interno, O'Brien", passa da indiferença à rebelião contra a sociedade em que vive. Acaba por decobrir, principalmente depois que é levado ao aterrorizante Quarto 101, que tomou um caminho sem volta".
**********************************
O pensamento de Orwell:
"O meu ponto de partida é sempre um sentimento de partilha, uma noção de injustiça. Quando me sento para escrever um livro, não digo para mim "vou produzir uma obra de arte". Escrevo porque existe alguma mentira para ser denunciada, algum fato para o qual quero chamar a atenção, e acredito sempre que vou encontrar quem me ouça. Mas não seria capaz de escrever um livro ou um longo artigo de revista se não existisse nisso também uma experiência estética".
"Se você quer uma imagem do futuro, imagine uma bota prensando um rosto humano para sempre".
Recomendamos.
Fonte: Livro "1984", de George Orwell - Postagem: José Nilton Mariano Saraiva

Aquele Abraço ! - Aos fiéis leitores do Blog do Crato

O meu grande abraço para todos aqueles leitores do Blog do Crato que me param nas ruas e comentam que não saem de casa pela manhã, sem ler antes, as novidades aqui do Blog do Crato. São tantas manifestações de carinho e afeto verdadeiro que teremos que reservar um espaço aqui para essas manifestações. Agradeço em nome de toda a equipe que compõe o Blog do Crato, e quero lhes dizer que não é fácil manter um site deste tamanho atualizado assim. Dá mais trabalho do que um jornal pequeno. E é semelhante a um jornal diário. Mas ao mesmo tempo em que é um trabalho, é também uma alegria que só posso compartilhar com os padeiros, que é de fazer o pão com todo carinho, para que os Cratenses de todo o mundo, ao acordar, possam saber das novidades da sua cidade, e dos fatos que são notícia através de diversas fontes. Se todos dormem, alguém precisa permanecer acordado e vigiar...

Aquele Abraço!

Dihelson Mendonça
Administrador do Blog do Crato

Pesquisa revela que colesterol alto atinge 25,4% da população


NE - Hoje é o Dia Mundial do Coração

Rio de Janeiro - O número de brasileiros com alteração nos níveis do colesterol de baixa densidade (LDL), também conhecido como colesterol ruim, aumentou de 18% para 25,4% entre os anos de 2004 e 2008. A elevação foi percebida tanto entre os homens como entre as mulheres, mas é na população masculina que o problema se dá com mais frequência. O aumento de casos em mulheres, no entanto, ocorreu num ritmo mais intenso. Entre os homens o índice pulou, no mesmo período, de 21,8% para 26,4%; e entre as mulheres, de 14,4% para 23,7%. Os dados fazem parte de uma pesquisa realizada por uma empresa que comercializa planos de saúde, que coletou os dados relativos a 43.165 de seus clientes com idades entre 20 e 49 anos, em 12 estados. O objetivo é alertar a população sobre os fatores de doenças cardiovasculares em função do Dia Mundial do Coração, comemorado hoje (27).

Embora o Ministério da Saúde não tenha os dados específicos sobre o problema entre os brasileiros em geral, reconhece que a elevação dos níveis de colesterol representa um importante fator de risco para os problemas do coração, que são a principal causa de morte em todo o mundo, respondendo por cerca de 250 mil óbitos a cada ano. Outros fatores para o surgimento desse tipo de doença são o tabagismo, a diabete, hipertensão e o sedentarismo. O diretor de Promoção à Saúde Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), Rui Ramos, explicou em entrevista à Agência Brasil que a alimentação é responsável por até 20% dos níveis de colesterol. “Dessa forma, uma pessoa que faz uma dieta adequada, rica em frutas, legumes, verduras, carnes magras, além de peixe e frango, reduz nessa mesma proporção a chance de ter o problema”, disse. Dados do Vigitel, sistema desenvolvido pelo Ministério da Saúde para monitorar por meio de entrevistas telefônicas os fatores de risco para as doenças crônicas não transmissíveis, revelam que pelo menos três em cada dez adultos nas capitais brasileiras consomem habitualmente carnes com excesso de gordura e aproximadamente cinco em cada dez ingerem com frequência leite com teor integral de gordura.

O diretor da SBC destacou ainda a importância da atividade física que, segundo ele, atua muito pouco sobre o colesterol ruim, mas eleva os níveis de colesterol bom, que limpa as artérias, reduzindo as chances do quadro evoluir para um enfarto (quando o colesterol ruim fica acumulado em uma artéria do coração) ou para um acidente vascular cerebral, o chamado AVC (quando o acúmulo ocorre em uma artéria do cérebro). Rui Ramos acredita que esses conceitos devem ser trabalhados desde cedo, para gerar os hábitos saudáveis a partir da infância. Segundo ele, o problema se torna ainda mais grave porque a sua evolução pode ocorrer de forma silenciosa, não gerando os sintomas perceptíveis.

Com um histórico de dois enfartes e alguns episódios de angina (dor aguda no coração), o carioca Eli de Freitas resolveu seguir à risca as recomendações de seu cardiologista. Desde a última visita ao consultório, há cerca de três meses, ele conta que se assustou e resolveu mudar o estilo de vida, principalmente a alimentação.

“Eu sempre tive uma vida muito estressada e não consigo muito resistir a um bom prato de carne com aquela gordurinha deliciosa. Quando fui ao cardiologista recentemente, levei uma tremenda bronca e vi que os níveis de colesterol estavam novamente altos e o risco de um novo enfarte era forte. Como já estou com 55 anos, achei que era hora de tomar jeito e tentar controlar a dieta, fazer pelo menos uma caminhada diária e me estressar menos. Difícil é, mas tenho que ter força de vontade se eu quiser continuar vivo”, afirmou.

Fonte: Agência Brasil

Conhecendo os Artistas do Cariri - Pachelly Jamacaru - Na Música e na Fotografia, um grande Talento !



ARTISTA EM FOCO



Hoje, Domingo, 27 de setembro, é comemorado o dia do cantor, e da MPB. E também, dia de comentar mais facilmente sobre assuntos, pessoas e acontecimentos especiais da nossa cidade. Uma das coisas mais lamentáveis do Crato é que não sabe valorizar seus próprios artistas. Pouca gente conhece, muito pouca gente sabe dar o valor merecido, e pouquíssimos ainda conhecem a vida e a obra desses artistas, que são merecidamente muito valorizados lá fora. Hoje falaremos sobre o grande músico, autor de mais de 400 músicas, violonista, flautista, inigualável fotógrafo, além de escritor e poeta Pachelly Jamacaru. Um dos grandes nomes que essa cidade já produziu e que carece do devido reconhecimento perante a cidade. Mas isso se deve também à modéstia do gênio, que não fica por aí como muitos, atrás do sucesso fugaz. Considero Pachelly como um desses grandes talentos que trabalham na sombra. Faz a sua arte sublime para o mundo. Seu brado atinge o universo. Mas assim como a luz, que varre o cosmos, os cegos não a percebem.

PACHELLY JAMACARU

O artista em foco de hoje é o caririense Pachelly Jamacaru, irmão mais jovem do também admirável cantor e compositor Abidoral Jamacaru, e de Roberto jamacaru, um dos maiores poetas e escritores do Cariri.

Pachelly logo cedo abraçou a música como sua paixão-mor. Participou de inúmeros festivais, e ficou amplamente conhecido em 1979 com a música "não haverá mais um dia", canção que, venceu um festival, foi gravada em disco "Massafeira", nome de um dos maiores movimentos musicais do Ceará, e estilisticamente falando, não difere em qualidade nem em grau de harmonia e ousadia de suas composições mais atuais. Pachelly possui atualmente 3 CDs gravados. Há muitos anos, possui como hobby a fotografia, que ultimamente tem se tornado uma verdadeira paixão. Já realizou diversas exposições de seus trabalhos fotográficos com grande sucesso.

Fotógrafo, a beleza de suas fotografias é comparável aos melhores do gênero no Brasil. Tanto que merecidamente, ganhou uma premiação da maior Revista de fotografia do País, a "Fotografe Melhor", em concurso a nível nacional recentemente. Mas o Crato, como sempre acontece, desconhece esse talento...Dotado de uma sensibilidade para o visual, para o inusitado, suas fotos não são meramente fotos, são poemas em forma de imagens, algo que inspira outros artistas. Por outro lado, a música de Pachelly Jamacaru possui harmonias complexas, inusitadas, incomuns, de um gosto muito refinado, suas influências são muito abrangentes, de Caetano, Gilberto Gil, Tom Jobim, e eu diria até que no Ceará, e porque não dizer, no Nordeste, desconheço compositor popular de tamanho refinamento. Pachelly não junta meramente letras com músicas, suas melodias podem ser ouvidas ainda de modo instrumental, que funcionam da mesma forma. Não se limita a uma ou duas posições ao violão. São refinadas. Algumas de suas composições, como a "A MANGA" ( presente em seu mais recente álbum ), revela uma complexidade que se torna difícil até para um exímio violonista aprender. Mas ele, Pachelly, na sua simplicidade, nem se considera um violonista, diz que apenas se utiliza desse instrumento para as suas "experiências".

Composição - Essa é a palavra. Seja na música, seja na fotografia, Pachelly Jamacaru é um grande artista do Crato. Não meramente um poeta, não meramente um autor de melodias, mas de harmonias marcantes, profundas, que apenas, como diria o Tom Jobim, "só privilegiados tem ouvidos" capazes de ouvir e compreender.

Quem quiser conhecer mais os trabalhos do artista, visite-o em seu website oficial:

http://pachellyjamacaru.blogspot.com/


Por: Dihelson Mendonça

CRATO - Previsão do Tempo e Almanaque - 27 de Setembro de 2009

Bom dia, Pessoal!

Hoje é o dia 27 de setembro de 2009. Domingo. Dia de descansar e pensar mais calmamente sobre a semana, sobre tudo aquilo que fizemos, os erros que cometemos, e procurar uma forma de não voltar a cometê-los. O passado é o nosso baú de experimentos. Nele encontraremos as soluções para diversos problemas atuais e futuros, bem como encontraremos também a causa de muitos deles. Falando em passado, hoje trouxe na sessão "Pensamentos do Dia", reflexões de grandes pensadores sobre esse tema. Leia logo abaixo.

Previsão do tempo

A previsão do tempo para hoje, segundo o site Climatempo, é de dia de sol com algumas núvens e não chove. Esta previsão se repetirá possivelmente, até a chegada da tão esperada "chuva do caju". Temperatura em Crato máxima de 30 e mínima de 20. Ontem, nosso termômetro marcou 31 graus à sombra. Umidade relativa do ar, 37 por cento aqui na Vilalta.

ALMANAQUE

27 de setembro. Dia de São Vicente de Paulo.

Vicente de Paulo foi, realmente, uma figura extraordinária para a humanidade. Pertencia a uma família pobre, de cristãos dignos e fervorosos. Nasceu em Pouy, França, no dia 24 de abril de 1581. Na infância, foi um simples guardador de porcos, o que não o impediu de ter uma brilhante ascensão na alta Corte da sociedade de sua época. Aos dezenove anos, foi ordenado padre e, antes de ser capelão da rainha Margarida de Valois, ficou preso durante dois anos nas mãos dos muçulmanos. O mais curioso é que acabou sendo libertado pelo seu próprio "dono", que, ao longo desse período, Vicente conseguiu converter ao cristianismo. Todos o admiravam e respeitavam: do cardeal Richelieu à rainha Ana da Áustria, além do próprio rei Luís XIII, que fez questão absoluta de que Vicente de Paulo estivesse presente no seu leito de morte.

Mas quem mais era merecedor da piedade e atenção de Vicente de Paulo eram mesmo os pobres, os menos favorecidos, que sofriam as agruras da miséria. Quando Mazarino, em represália às barricadas erguidas pela França, quis fazer o país entregar-se pela fome, Vicente de Paulo organizou, em São Lázaro, uma mesa popular para servir, diariamente, refeições a duas mil pessoas famintas. Apesar de ter sempre pouco tempo para os livros, tinha-o muito quando era para tratar e dar alívio espiritual. Quando convenceu o regente francês de que o povo sofria por falta de solidariedade e de pessoas caridosas para estenderem-lhe as mãos, o rei, imediatamente, nomeou-o para ser o ministro da Caridade. Com isso, organizou um trabalho de assistência aos pobres em escala nacional. Fundou e organizou quatro instituições voltadas para a caridade: a "Confraria das Damas da Caridade", os "Servos dos Pobres", a "Congregação dos Padres da Missão", conhecidos como padres lazaristas, em 1625, e, principalmente, as "Filhas da Caridade", em 1633. Este homem prático, firme, dotado de senso de humor, esperto como um camponês, e sobretudo realista, que dizia aos sacerdotes de São Lazaro: "Amemos Deus, irmãos meus, mas o amemos às nossas custas, com a fadiga dos nossos braços, com o suor do nosso rosto", morreu em Paris no dia 27 de setembro de 1660.

Canonizado em 1737, são Vicente de Paulo é festejado no dia de sua morte, pelos seus filhos e sua filhas espalhados nos quatro cantos do mundo. E por toda a sociedade leiga cristã engajada em cuidar para que seu carisma permaneça, pela ação de suas fundações, que florescem, ainda, nos nossos dias, sempre a serviço dos mais necessitados, doentes e marginalizados.

Eventos históricos:

* 1540 - O Papa Paulo III confirma a criação da Companhia de Jesus pela Bula "Regimini militantis Ecclesiae"
* 1810 - Guerra Peninsular: Batalha do Buçaco onde o exército anglo-português impõe pesada derrota aos invasores franceses.
* 1825 - Inauguração da primeira linha-férrea do Mundo
* 1829 - O Monte Ararat é escalado pela primeira vez
* 1937 - Morre o último espécime de Tigre de Bali
* 1950 - é inventada a secretária eletrônica.
* 1953 - Entra no ar a TV Record.
* 1954 - Estréia do show Tonight com Steve Allen.
* 1957 - Início da actividade vulcânica do vulcão dos capelinhos.
* 1961 - Serra Leoa é admitida como Estado-Membro da ONU.
* 1967 - Publicado o Decreto-Lei nº 898 colocando em vigor uma nova Lei de Segurança Nacional (AI-15).
* 1970 - Emitido o estatuto que cria a Organização Mundial de Turismo.
* 1974 - Na Etiópia, os militares depõem o imperador Haile Selassie.
* 1987 - Posse solene de D. Lucas Moreira Neves como arcebispo de Salvador.
* 1993 - Constituição da Cabovisão de Portugal.
* 1998 - O Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD) sob Gerhard Schröder vence as eleições na Alemanha.
* 1998 - Criação do site de busca Google.
* 2002 - Timor-Leste é admitido como Estado-Membro da ONU.
* 2007 - Estréia da Record News, o primeiro canal de notícias em TV aberta no Brasil, que assume a extinta Rede Mulher.

Nascimentos:

* 1601 - Luís XIII de França (m. 1641).
* 1621 - Jacques-Bénigne Bossuet, teólogo francês, teorizador do absolutismo (m. 1704).
* 1924 - Bud Powell, pianista estadounidense de jazz (m. 1966).
* 1941 - Peter Bonetti, ex-goleiro inglês.
o Dênis Carvalho, ator e diretor brasileiro.
* 1949 - Mike Schmidt, beiseibolista norte-americano.
* 1953
* 1958 - Shaun Cassidy, compositor e diretor norte-americano.
* 1980
o Olivier Kapo, futebolista francês.
o Elvin Beqiri, futebolista albanês.
* 1982
o Darrent Williams, futebolista norte-americano (m. 2007).
o Fabián Estoyanoff, futebolista uruguaio.
* 1984 - Avril Lavigne, cantora canadense.
* 1985 - Vinícius Pacheco, futebolista brasileiro.
* 1986
o Ricardo Risatti, piloto argentino de corridas.
o Natasha Thomas, cantora dinamarquesa.
o Tamás Priskin, futebolista húngaro.
o Enrique Jerez, motociclista espanhol

Falecimentos:

* 432 - Papa Celestino I
* 1590 - Papa Urbano VII morre 13 dias após a sua subida ao Sumo Pontificado, tornando-se o Papa com o reinado mais curto até hoje.
* 1660 - São Vicente de Paulo (n. 1581)
* 1700 - Papa Inocêncio XII
* 1771 - Jerônimo de Ornelas, português da Ilha da Madeira e um dos primeiros povoadores da cidade de Porto Alegre, Brasil (n. 1691)
* 1917 - Edgar Degas, pintor impressionista francês (n. 1834)
* 1940 - Julius Wagner-Jauregg, médico autríaco (n. 1857)
* 1940 - Walter Benjamin, filósofo alemão (n. 1892)
* 1944 - Aimee McPherson, fundadora da Igreja do Evangelho Quadrangular nos Estados Unidos (n. 1890)
* 1952 - Francisco Alves, ator e músico brasileiro (n. 1898)
* 1960 - Sylvia Pankhurst,adepta ao sufrágio feminino (n.1882)
* 1966 - Cristina Maristany, soprano
* 1972 - Shiyali Ramamrita Ranganathan, bibliotecário e matemático indiano (n. 1892)
* 1986 - Cliff Burton, baixista da banda Metallica (n. 1962)
* 1993 - James Harold Doolittle, general americano (n. 1896)
* 2005 - Ronald Golias, comediante e ator brasileiro (n. 1929)

Feriados e eventos cíclicos:

* Dia Nacional do Idoso (Brasil) - Criado por Lei Federal á partir de 2008 terá sua data coincidente com a comemorada pela ONU.
* Dia da Caridade (Brasil).
* Dia da Música Popular Brasileira
* Dia do cantor (Brasil).
* Dia do encanador (Brasil).
* Dia Nacional do Turismólogo ou Turistólogo, Profissional Formado em Curso Superior de Turismo (Brasil).
* Dia Mundial do Turismo - Comemorado por ato da Assembléia Geral das Nações Unidas.
* Festividades de Cosme e Damião - Comemoração Católica.
* Nascimento de Athena, deusa da sabedoria (Mitologia grega).
* Independência do México- 1821

HOJE NA HISTÓRIA

Em 1952, morria Francisco Alves - O Rei da Voz

Para os estudiosos da Música Popular Brasileira, Chico Alves foi o grande elo entre a alma sensível de um povo e a identidade do novo ritmo nacional: o samba. De sua garganta privilegiada, diziam os cronistas, surgiram as maiores pérolas que hoje enriquecem o cancioneiro popular. De sua alma canora, nasceram os maiores arranjos e sonoridade que encantou as multidões. Para a memória brasileira - que já tentou minimizar a grandiosidade do cantor – ficou a resposta de que sua contribuição para com a consolidação do samba brasileiro que é indelével, insofismável e indiscutível. Não há como não ligar Chico Alves e sua equipe de amigos compositores ao surgimento e fortalecimento do samba brasileiro como um produto de valor artístico e cultural que hoje é a nossa imagem maior lá fora. Francisco Alves subia os morros cariocas em busca de compositores e canções inéditas. De encontros com Sinhô, principalmente, surgiram parcerias e sambas inesquecíveis, demonstrando que teve participação ativa no surgimento do samba brasileiro e sua disseminação como música principal do país. Na Vila Isabel, conhecendo Noel Rosa, Francisco Alves participou do nascimento de várias escolas de samba. Também e principalmente, ao conviver com compositores do Estácio, caso de Ismael Silva, contribuiu para o surgimento da primeira escola de samba, a “Deixa Falar”, hoje Estácio de Sá.

Família de músicos

Francisco de Morais Alves, famoso cantor brasileiro do Rio de Janeiro RJ, nasceu na rua Conselheiro Saraiva, no centro, em 19 de agosto de 1898. Filho de imigrantes portugueses, foi criado nos bairros da Saúde, Estácio e Vila Isabel e teve participação ativa (como já relatado), na origem do samba e sua disseminação como gênero de música principal do país. Seu pai tocava alguns instrumentos e era dono de um botequim. Chico ajudava o pai e trabalhava na rua como engraxate, onde começou a mostrar seu talento cantando nas ruas, desde os 10 anos de idade. Seu ídolo maior era o cantor Vicente Celestino. Francisco Alves cursou apenas a escola primaria e desde cedo interessou-se pela música. Destestava matemática mas era bom em português. Da sua irmã Nair o garoto Chico ganharia uma guitarra e as primeiras lições de cifras.

Um dia, o pai ameaçou dar-lhe um “coça” caso ele continuasse a cantar nas ruas, já que, naquele tempo, artistas e cantores eram visto como vagabundos e prostitutas. Chico fugiu então de casa e passou a se apresentar nas praças, sempre ganhando uns trocadinhos, após estabelecer parceria com outros dois garotos, que lhe faziam a percussão. Em julho de 1027, a Odeon inaugurava no Brasil o sistema de gravação elétrica. Francisco Alves gravou então o seu primeiro disco (em duas faces) no novo sistema com o samba “Albertina” e a marcha “Pássaro do Má”. Chico Viola, o segundo codinome do cantor, surgiria em 1928 quando Francisco Alves gravaria pela Parlophon (uma subsidiária da Odeon). O apelido vinha desde os tempos de jovem músico, devido à sua habilidade com as cordas de um violão.

No ano de 1929, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro abriria suas portas para o artista. Daí em diante, seus discos começaram a sair em grande quantidade e todos viravam sucesso, indistintamente, cerca de 300 músicas só no período entre 1928 e 29. Entre as várias e principais rádios em que cantou estão: Sociedade, Mayrink Veiga e Nacional. Também excursionou pelo exterior. Em 1930 para Buenos Aires; em 1931 com Carmen Miranda e Mário Reis e em 1936, com Alzirinha Camargo e Benedito Lacerda com seu regional. Para Francisco Alve, não havia obstáculos quanto à ritmos e gêneros pois ele não tinha frescuras. Gravava tudo, desde samba, valsa, marcha, marcha-rancho, bolero, fox-canção, até mesmo tango, paródias e hinos pátrios como a “Canção do Expedicionário” gravada em 1945, em tempos de 2ª Guerra Mundial. Diziam os amigos que Chico precisava cantar longe dos microfones pois a força de sua voz era tanta que poderia estourar os limitados equipamentos da época. “Meu Deus, esse homem parece que é ôco por dentro”, alguém disse certa vez ao vê-lo cantando na Rádio Mayrink Veiga. Em 1937, ganharia do crítico Cesar Ladeira o título de "Rei da Voz". No ano de 1935 Francisco Alves enveredou-se pelas mundo do cinema com os filmes Alô, Alô Brasil, Alô, Alô Carnaval (1936), Laranja da China (1940) Samba em Berlim (1943), Berlim na Batucada (1944), Pif-paf (1945), Caídos do céu (1946) e Esta é fina (1948).

Muitos amigos e inimigos

Os inimigos diziam que Francisco Alves não era compositor de muitos de seus sucessos e sim, “comprositor”, já que, mesmo depois de estar consolidado como astro da música nacional, visitava o bairro do Estácio para comprar músicas de compositores conhecidos e desconhecidos. Mas isso era procedimento de vários artistas da época. Foi intérprete de todos os gêneros e foi o artista que mais gravou em toda a historia dos discos de 78 rpm no Brasil: No total, foram 526 discos com 983 músicas. Como compositor deixou cerca de 132 musicas, sendo seu forte a melodia, porque dominava razoavelmente os segredos do violão. Tinha a habilidade de colocar as notas corretas nos lugares corretos, o arranjo era magnífico e os corais que organizava para as canções eram compostos de vozes escolhidas minuciosamente. Chico era perfeccionista.

Parcerias polêmicas

E cabe aqui uma observação: naquele tempo ainda não havia regulamentação dos direitos autorais e a negociação entre compositores e cantores era coisa corriqueira. Em 1966, Ismael Silva (o rei do Estácio) declarou em entrevista que vendia músicas, duas deles foram “Me faz carinho” por 100 Mil Réis e outra “Mulher de malandro” por 500 Mil Réis. “Estava internado em um hospital, precisando de dinheiro, e o Alcebíades Barcelos veio me fazer essa proposta de compra em nome do Chico Alves. Vendi rápido!”, confessou ele. Uma parceria também muito comentada foi aquela que registra que Noel Rosa havia comprado um caminhão usado de Chico, um velho calhambeque. Como pagamento, o cantor passou a administrar a venda de composições e apresentações de Noel, retirando sempre 50% de tudo para o pagamento da dívida. Isso virou folclore no Rio. Não é de se admirar porque Noel tinha a fama de mulherendo e perdulário enquanto Chico era econômico. Chico dizia que a compra de muitas composições foi uma forma de colaborar com brancos negros pobres que compunham mas não se preocupavam com sucesso (apenas dinheiro suficiente para suas bebidas e noitadas). Chico não escondia de ninguém que usava desse artifício. Dessas suas visitas, surgiram sambas como “A malandragem” de autoria de Bidê.

O fim trágico

O cantor resolveu voltar ainda naquela tarde para o Rio de Janeiro, já que à noite, no Maracanã, o América, seu time do coração enfrentaria o Bangu. Chico retornava dirigindo seu buick azul, ano 50, tendo como companheiro Haroldo Alves. Era um sábado, 17h23, Francisco Alves vinha pela Via Dutra que naquele tempo só possuía uma pista asfaltada sendo a outra, de areia. No sentido São Paulo, seguia um caminhão Austin carregado de leite. De repente, um veículo preto da marca Mercury sai repentinamente de uma fazenda nas proximidades e entra na pista, sentido São Paulo, em uma guinada aberta bem a frente do caminhão. Isso fez com que o motorista jogasse o caminhão para a pista de areia porque, no sentido contrário, viu quando vinha o buick de Chico Alves a uma velocidade perto de 150 km por hora (um bólido para a época), segundo dados. O cantor fez o mesmo e jogou seu carro para a pista de areia e a colisão foi inevitável. No choque, a porta do carona se abriu e jogou o jovem Haroldo para fora do buick que capotou várias vezes até incendiar-se. Chico Alves faleceu carbonizado.

Adeus ao Rei da Voz

Acima: O cantor Orlando Silva presta homenagens a Francisco Alves

Um toquinho de carvão foi jogado num canto da Delegacia de Pindamonhangaba, porque até então, ninguém imaginava que alí estava os restos do maior ídolo da música brasileira. Logo, Heron Domingues anunciava pelo famoso Repórter Esso o acidente que acabara de vitimar Francisco Alves na Via Dutra, território de Pindamonhangaba. Imediatamente, o delegado Dr. Pantaleão procedeu todos os preparativos para com o esquife, enquanto chegava a comitiva da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, liderada por Aurélio de Andrade. No caminho de Pindamonhangaba para o Rio de Janeiro, uma multidão em todo o trajeto esperava às margens da Via Dutra para jogar flores sobre a urna mortuária. Francisco Alves foi velado na Câmara Municipal do Rio de Janeiro e durante todo o domingo, as emissoras em todo o Brasil só tocavam suas músicas. Pessoas passavam mal, desmaiavam, choravam; outras soluçavam em silêncio, como que a considerá-lo um membro querido da família: a família brasileira.
Autoridades de Pindamonhangaba observam destroços

500.000 pessoas na Cinelândia, no Rio

Mais de 500 mil pessoas passaram pela Cinelândia para dar seu último adeus ao “Rei da Voz”. Fato marcante: na saída, as meninas da Casa de Lázaro cantavam a música que Francisco Alves com elas gravou, comovendo a multidão. Estimou-se que cerca de um milhão de pessoas acompanharam os restos mortais do cantor até o Cemitério de São João Batista em Botafogo, Zona Sul do Rio, uma das maiores mobilizações populares já vistas até então e só comparada três anos depois, no féretro de Getúlio Vargas. Foi a primeira vez que uma viatura do Corpo de Bombeiros conduzia um féretro

Fechava-se assim a mais bonita página da Música Popular Brasileira. No local de sua morte, no bairro do Una em Pindamonhangaba, uma singela cruz foi tudo o que restou e ficou durante alguns anos com os dizeres: Uma Cruz, Uma Viola, Uma Saudade! Hoje, nem isso lá existe mais. Muito pouco para o que Francisco Alves representou e ainda representa para a nossa identidade cultural

Fontes: Climatempo, 10emTudo, Wikipedia, Edições Paulinas, http://www.pindavale.com.br/franciscoalves http://chicoviola.blog.terra.com.br/

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30