xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 02/09/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

02 setembro 2009

Comissões do Senado proíbem opiniões sobre candidatos em sites de notícias GABRIELA GUERREIRO da Folha Online, em Brasília


A
reforma eleitoral aprovada nesta quarta-feira pelas Comissões de Constituição e Justiça e Ciência e Tecnologia do Senado impõe aos sites jornalísticos, na internet, as mesmas restrições previstas pela legislação às emissoras de rádio e televisão brasileiras no período eleitoral. Se o parecer da reforma for mantido pelos plenários da Câmara e do Senado, os sites jornalísticos estarão proibidos de emitir opiniões a respeito dos candidatos e terão que dedicar o mesmo espaço em sua programação para todos aqueles que estiverem na disputa. Apesar do parecer aplicar à internet as restrições já previstas na lei para as rádios e TVs, abre brecha para que os sites publiquem anúncios dos candidatos que vão disputar a Presidência da República em 2010 --embora a prática seja vedada às televisões e rádios. Pela lei eleitoral em vigor, somente a mídia impressa (jornais e revistas) pode publicar anúncios pagos pelos candidatos, mas à internet será aplicada a mesma regra se o parecer for mantido como está. O parecer da lei eleitoral também impede aos sites, a partir de 1º de julho do ano da eleição, transmitir em seu noticiário, ainda sob a forma de entrevista jornalística, imagens de realização de pesquisa ou qualquer outro tipo de consulta popular de natureza eleitoral em que seja possível identificar o entrevistado ou em que haja manipulação de dados.

O senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), um dos relatores do parecer, negou que a proposta restrinja a atuação dos sites em anos eleitorais. O tucano disse que a internet, por reunir ao mesmo tempo conteúdo de rádio, TV e mídia impressa, precisa de regras mistas para as eleições.

"Na hora em que a internet se assemelha a um jornal, foi colocada a mesma regra. Quando se assemelha a rádio e televisão, como é o caso de debates ao vivo, aí o entendimento foi o de que deve ter as mesmas regras da TV. A internet é uma confluência de vários meios de comunicação", disse o senador. Pelo parecer, os sites também estarão proibidos de usar recursos de áudio, imagem e vídeo, como charges, que possam "ridicularizar" candidatos, partidos ou coligações --regra que já está em vigor para as rádios e TV.

A lei eleitoral prevê multa no valor de 20 mil a 100 mil Ufirs, duplicadas em caso de reincidência, para as emissoras de rádio e TV que descumprirem as regras eleitorais. Como aos sites serão aplicadas as mesmas regras, os provedores de internet também estarão sujeitos a penalidades caso o parecer seja aprovado sem mudanças na Câmara e no Senado.

Propaganda

Pelo parecer elaborado por Azeredo e pelo senador Marco Maciel (DEM-PE), os sites estão liberados para publicar anúncios de candidatos à Presidência da República, desde que tenham o tamanho máximo de um oitavo da página --e de um quarto nos anúncios em jornais ou revistas. Cada candidato também só poderá inserir até 24 propagandas durante a campanha, para permitir que os demais tenham acesso à mesma publicidade. "No processo de discussão da matéria, formou-se a convicção de que a propaganda paga na internet deveria ser adotada, inicialmente, apenas na eleição para presidente da República porque não se encontrou um caminho que assegurasse tratamento isonômico a todos os candidatos aos demais cargos", diz o parecer. Segundo o texto, os candidatos só podem anunciar em sites de divulgação de notícias, informações ao público em geral ou de busca. Os partidos ou candidatos que desrespeitarem essa regra estão sujeitos a multa que varia de R$ 5 mil a R$ 30 mil. São proibidos anúncios em sites oficiais ou hospedados por órgãos ou entidades da administração pública direta e indireta da União, Estados e municípios.

Por: Gabriela Guerreiro
Fonte: Folha Online
Postado por Alessandra Bandeira

Homens vivem menos que mulheres; número de filhos cai. Por : DIANA BRITO


Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) aponta que, em 2000, os homens passaram a viver, em média, quase nove anos a menos que as mulheres no sudeste do país. O estudo "Indicadores Sociodemográficos e de Saúde 2009", que abrange estatísticas de fecundidade, natalidade e mortalidade de 1960 a 2005, ainda afirma que a sobrevida da mulher aumentou de seis para quase oito anos (7,6) no Brasil.

Censo 2010 fará a soma de casais homossexuais
IBGE diz que censo demográfico 2010 terá pesquisa informatizada

De acordo com o levantamento, as diferenças por sexo para esse indicador passam a ser relevantes a partir dos anos 80 em praticamente todas as regiões brasileiras, por causa da tendência de aumento das causas violentas, que passam a afetar prioritariamente os homens. A pesquisa também mostra que o aumento da instrução feminina vem contribuindo para a redução do número de filhos. Até 1960, a taxa de fecundidade total (TFT) era levemente superior a seis filhos por mulher, caindo para 5,8 filhos na década de 70, puxada pelo sudeste. No sul e centro-oeste do país, o início da transição da fecundidade ocorreu a partir do início da década de 70, enquanto no norte e nordeste, apenas no início da década de 80. "O declínio manteve-se nas décadas seguintes, chegando à estimativa de 1,99 filho em 2006 - um declínio vertiginoso em 30 anos em relação a países desenvolvidos, que demoraram mais de um século para atingir patamares similares", informou a pesquisa. O estudo aponta que grupos menos instruídos ainda apresentam taxas de fecundidade mais elevadas. Porém, essa diferença vem se reduzindo nas últimas três décadas em todas as regiões. O diferencial, que, em 1970, era de 4,5 filhos por mulher, depois declinou para 1,6 filho em 2005, puxado pela queda na taxa de fecundidade total das mulheres com até três anos de estudo, que passa de 7,2 filhos para 3 filhos.

No entanto, em todos os estados, as mulheres com mais de oito anos de escolaridade (pelo menos o ensino fundamental completo) têm taxas de fecundidade total abaixo do nível de reposição (2 filhos), segundo a pesquisa do IBGE.

Mortalidade desigual

Em 1940, o nordeste já apresentava o menor valor de esperança de vida [ou expectativa], 36,7 anos, contra 49,2 anos no sul; 47,9 anos no centro-oeste; e 43,5 anos no sudeste. Até meados da década de 50, houve um aumento de cerca de dez anos para o país como um todo (de 41,5 anos para 51,6 anos), enquanto no nordeste o incremento foi de apenas quatro anos, e, nas regiões do centro-sul e sudeste os ganhos chegaram a 14 anos. As diferenças entre o nordeste e o sul, de 19 anos nas décadas de 1960/70, se reduziram para 5 anos em 2005. De acordo com o estudo do IBGE, somente a partir de meados da década de 70, com a ampliação da rede assistencial, da infraestrutura de saneamento básico e da escolarização, tem início uma redução significativa nos padrões da desigualdade regional em relação à mortalidade.

"80% das pessoas que morriam na Paraíba até o final da década de 90 não tinham atestado de óbito com as causas específicas da morte. Houve uma queda dessas causas mal definidas a partir de 2.000, quando começaram a registrar as causas das mortes, geradas principalmente por doença cardiovascular e câncer, doenças que mais matam", afirmou à Folha Online a pesquisadora do IBGE, a socióloga Sônia Oliveira.

Fonte: Folha Online
Por : DIANA BRITO

Colaboração para a Folha Online, no Rio

Postado por : Alessandra Bandeira

Livro "O Berço dos Araújo Paiva" será lançado no próximo sábado, em Crato

Convidamos a sociedade Cratense para prestigiar a solenidade de lançamento do livro intitulado "O Berço dos Araújo Paiva", da autoria de Audir de Araújo Paiva. O evento ocorrerá no próximo dia 5 (sábado) de setembro de 2009, às 20h – Local: Sede do Rotary Club de Crato – Rua Rotary S/N – Bairro Novo Horizonte (estrada do grangeiro) Crato - Ceará. O Livro contém 293, ilustradas com fotos e conta um resumo da história da terra natal do autor, e do Crato; Também há crônicas e biografias. O Capítulo XIV, com 22 páginas é dedicado à cidade do Crato, onde reside há 49 anos. O autor, confessa que considera o Crato como a extensão da sua terra natal, e já é cidadão cratense de fato e de direito, por resolução do Poder Legislativo do Crato.

Por: Dihelson Mendonça

Coisificação da arte literária - Por: Luiz Domingos de Luna

A Poesia no Brasil teve um grande despertar desde a literatura de informação {(Quinhentismo) até o modernismo, que com o advento da Semana de arte Moderna em 13,15}. 17, fevereiro, 1922,a pretensão da Semana de arte Moderna foi tão pulverizada que atingiu todos os segmentos da cultura, da literatura, das artes {...} . Foi uma espécie de constituição cultural, que quebrou todas as normas, as referências, {o padrão}, {o modelo...} Tudo... Tudo mesmo, foi destruído em nome da liberdade. O que entendo que foi um grande salto, porém ficou o vazio, o critério, o olhar crítico, tudo foi dizimado, pois o conceito também foi demolido, Com a demolição dos padrões e dos conceitos implantados pela SAM a mídia, sem critérios claros para avaliação foi abandonando a poesia, o romance {...}.

A literatura brasileira vive um cansaço muito grande, a mídia massifica bem os valores regionais, poetas populares, aboiadores, emboladores, cantadores de viola, sanfoneiros, reisado, pifeiros.... Toda uma tradição cultural e literária popular foi devorada pelo teclado, pelo direcionamento da mídia, A Indústria cultural Brasileira hoje é uma das mais fortes do mundo, logo a cultura não passa mais pelos agentes culturais, poetas, escritores,... Tudo foi destruído pela indústria cultural, logo a cultura não é cultura, a literatura não é literatura, a arte não é arte. Tudo isto, hoje é ditado pela mídia, se a mídia disser que estas tolices fazem parte do passado com certeza tudo vai para o passado, praza Deus passe pelo menos pela história.

Por: Luiz Domingos de Luna
Professor da Escola Monsenhor Vicente Bezerra - Aurora

Grã-Bretanha realizará primeira ópera criada via twitter .- Por:Farah Master

LONDRES (Reuters) - Um ópera escrita pelo twitter sobre religiosos, demônios e pássaros será apresentada em Londres neste fim de semana depois que a Royal Opera House britânica compôs um libreto a partir do popular site de microblog.

Como parte de uma tentativa de ganhar uma audiência maior, a Royal Opera pediu há três semanas ao público para enviar via twitter suas contribuições para ajudar a criar a história.

Até o momento, cerca de 900 pessoas usaram o site para enviar mensagens de até 140 caracteres, e o volume gerou conteúdo suficiente para uma ópera de sete atos, afirmou a porta-voz da Royal Opera, Sara Parsons.

"Quando o porco voar, esse pássaros vão chorar, e para sempre deixarão a tortura para o demônio. Traga-me um porco!", foi uma das contribuições enviadas online.

Partes da ópera, com duração de 20 minutos cada, serão executadas no sábado e domingo em Londres, com o fórum para contribuições ainda aberto para sugestões públicas em www.twitter.com/youropera

"É sobre como as pessoas contribuem para sua própria história original", afirmou Parsons.

A ópera twitter, interpretada por dois cantores, usará melodias de ópera familiares juntamente com canções originais compostas por Helen Porter.


Fonte: Reuters Brasil


Por: Farah Master



Postado por Alessandra Bandeira

Ministro de Israel pede ajuda da África por paz no Oriente Médio -Por: BRT

ADIS-ABEBA (Reuters) - O ministro de Relações Exteriores de Israel apelou à África nesta quarta-feira para que ajude a promover a paz no Oriente Médio, um dia após o chefe da União Africana e líder líbio, Muammar Kaddafi, ter instado países a fechar embaixadas israelenses.

"Os laços da África com países árabes e muçulmanos colocam os países da África em uma posição de contribuir com uma influência positiva", disse Avigdor Lieberman a empresários na capital etíope, Adis-Abeba.

"Confiamos na África para ajudar a promover moderação e reconciliação no Oriente Médio".

Kaddafi afirmou no encontro da União Africana em Trípoli que Israel incentivava o conflito no continente e disse que as embaixadas do país na África deveriam ser fechadas.

Lieberman e uma delegação de empresários israelenses, metade da qual é formada por fornecedores de equipamentos de defesa, visitarão Etiópia, Quênia, Uganda, Nigéria e Gana durante a viagem que começou nesta quarta-feira.

"Dentro da União Africana é muito importante que as decisões e atividades dos Estados africanos reflitam uma abordagem positiva e construtiva, uma que rejeite decisões unilaterais contra Israel", disse Lieberman.

Nações africanas geralmente votam em blocos em fóruns da ONU onde Israel é alvo frequente de censura.



Fonte : Reuters Brasil

Por:BRT

Postado por: Alessandra Bandeira


Nota do Editor:
Estou sempre pedindo aos nossos escritores que possam juntar mais as linhas do texto evitndo espaços desnecessários e depois aplicando a justificação de texto. O objetivo é melhorar a estética das postagens do Blog. Uma dica importante também é a ilustração. uma imagem é valiosíssima para um texto. Todo texto pode ser ilustrado, bastando-se ir ao Google, digitando o tema do texto, e encontraremos milhares de fotos que dependendo das fontes, poderão ser usadas para ilustrar, desde que colocados os créditos da mesma. Por exemplo, aqui está um exemplo de um texto postado pela nossa amiga e colaboradora Alessandra Bandeira da forma normal, e depois da minha revisão, juntando mais as linhas a fim de perder pouco espaço, justificando e ilustrando. Na parte superior, a forma original, e abaixo, com a edição:

-----------------------------------------------------------------------


ADIS-ABEBA (Reuters) - O ministro de Relações Exteriores de Israel apelou à África nesta quarta-feira para que ajude a promover a paz no Oriente Médio, um dia após o chefe da União Africana e líder líbio, Muammar Kaddafi, ter instado países a fechar embaixadas israelenses. "Os laços da África com países árabes e muçulmanos colocam os países da África em uma posição de contribuir com uma influência positiva", disse Avigdor Lieberman a empresários na capital etíope, Adis-Abeba. "Confiamos na África para ajudar a promover moderação e reconciliação no Oriente Médio". Kaddafi afirmou no encontro da União Africana em Trípoli que Israel incentivava o conflito no continente e disse que as embaixadas do país na África deveriam ser fechadas.

Lieberman e uma delegação de empresários israelenses, metade da qual é formada por fornecedores de equipamentos de defesa, visitarão Etiópia, Quênia, Uganda, Nigéria e Gana durante a viagem que começou nesta quarta-feira. "Dentro da União Africana é muito importante que as decisões e atividades dos Estados africanos reflitam uma abordagem positiva e construtiva, uma que rejeite decisões unilaterais contra Israel", disse Lieberman. Nações africanas geralmente votam em blocos em fóruns da ONU onde Israel é alvo frequente de censura.

Fonte : Reuters Brasil - Por:BRT
Postado por: Alessandra Bandeira

Pré Sal - Sociedade à margem - postado por José Sales

Pré-Sal - sociedade à margem

A natureza da política é a coerção e a impostura, segundo o escritor inglês George Orwell em um dos textos reunidos no livro "Dentro da Baleia e outros ensaios" (Companhia de Letras).
Um bom exemplo do que ele diz está em curso com o envio para o Congresso dos projetos do Pré-sal.

O governo levou 14 meses para prepará-los. E agora pressiona o Congresso para aprová-los em 90 dias. Aqui a coerção.

Aqui a impostura: o governo quer evitar uma longa discussão no Coingresso para que ela não se estenda ao ano eleitoral de 2010 e não seja contaminada por ele.

Na verdade, o governo quer o Pré-sal como um dos trunfos da campanha eleitoral de sua candidata a presidente, Dilma Rousseff.

Não basta que Dilma represente a continuidade do governo bem avaliado de Lula. Ela precisa despertar esperanças, jogar para frente.

Tem algo mais para frente - e põe para frente nisso - do que o Pré-sal - a extração de petróleo e gás a grande distância da costa brasileira, a profundidades abissais e a longuíssimo prazo?
O governo pretende que o Congresso aprove às pressas o que ele teve tempo suficiente para amadurecer.

A sociedade ficará à margem da discussão.

Comentário do Blog do Noblat http://oglobo.globo.com/pais/noblat/

Meu amiguinho também merece um presente:Por Wilson Bernardo.

Parabéns Amiguinho Gabriel(Filho do Eng.Alfredo)
Tio bibi e companhia"cara de palhaço,boca de suvaco"!

Aniversariantes(crianças,jovens,adultos) dos meses de Setembro e Dezembro
de 2009 e demais interessados,participem desta campanha.Peçam a cada um
dos seus convidados,outro presente além do seu,para que vocês possam
doar à campanha e fazer muitas crianças felizes no Natal.
Procure o ANEXO DA CULTURA e receba o material de divulgação da campanha
e as senhas que vocês enviarão junto aos convites. O nome dos aniversariantes e
suas doações ficaram registrados no livro de ouro da campanha,no site da
Prefeitura Municipal do Crato(http://www.crato.ce.gov.br/) e no blog Casa Harmônica
Sejam solidários,doar também é um ato de amor! Os presentes arrecadados
serão destinados aos amiguinhos(as) carentes do Crato.
INFORMAÇÕES:
Anexo da Cultura
Rua 7 de Setembro,150
Bairro São Miguel-Crato-Ce
Cep:63100-101-190
Fone(88)3521.4849
WILSON BERNARDO(Fotografia & Fotoartgrafia)


Lula chama empreiteiros de "companheiros" e os convoca a apresentarem projetos para o país


Rio de Janeiro - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocou ontem (1º) os empresários do setor de construção a apresentarem os projetos de habitação e infraestrutura. Lula disse que não faltam recursos e afirmou que o Brasil mudou, chamando de “companheiros” os empreiteiros reunidos no 81º Encontro da Indústria da Construção Civil (Enic), no Rio de Janeiro.

“Eu acho que mudei muito. Acho que vocês mudaram muito. Acho que o Brasil mudou muito, e essa mudança foi extraordinária. Tão extraordinária que me fez hoje, aqui, chamar todos que estão na mesa de companheiros, como há muito tempo eu chamava só o companheiro Artur [Henrique, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), presente ao evento]”, disse. “Significa que eu aprendi, na Presidência do Brasil, que o país não é construído apenas pelos operários que produzem. Ele é também construído por aqueles que têm capital para contratar os trabalhadores a fim de produzirem os bens deste país”, completou.

Lula afirmou que, com as obras projetadas para a exploração do pré-sal, da Copa do Mundo de 2014, da possível Olimpíada em 2016 e o PAC, colocam o país em um novo patamar e vão permitir que, em pouco tempo, deixe de ser uma nação emergente, para se transformar em uma das economias mais importantes do mundo.

“O desafio que está colocado não é a gente ficar remoendo o que não aconteceu ontem. É a gente preparar o que vai acontecer depois de amanhã. É, por isso, que eu vou apresentar um novo PAC em janeiro de 2010. E é, por isso, que este país tem que apresentar um novo PAC em janeiro de 2015”, disse. O Enic prossegue até quinta-feira (3), reunindo 1.200 empresários da cadeia produtiva da indústria da construção.

Vladimir Platonow
Repórter da Agência Brasil

História do Crato - A Praça Siqueira Campos - Como Surgiu ? - Por: Ivens Mourão

O nome da Praça, “Siqueira Campos”, é uma homenagem a um rico comerciante pernambucano que se estabeleceu no Crato e não um reconhecimento a um dos líderes da Revolução de 30, que faleceu em desastre de avião no Uruguai. Este comerciante, nas primeiras décadas do século XX foi o primeiro a possuir automóvel na cidade. Com recursos próprios executou o calçamento da Rua Dr. João Pessoa, ainda hoje a principal rua do comércio cratense. Até a chegada da Televisão, a praça era o ponto diário de encontro da sociedade. A freqüência maior era nos fins de semana e feriados. Além de ter sido palco das estórias mais pitorescas da cidade. Marcou o início de muitos namoros, noivados e casamentos.

Siqueira Campos está, em primeiro plano, ao lado do seu carro.

O seu formato é quadrado, circundado por um calçadão de uns três a quatro metros de largura. O restante, a parte central, é ornada por alguns canteiros floridos e diversos passeios, com bancos. Naqueles anos dourados, a praça era o coração da cidade, tendo normas bem estabelecidas, embora tal fato tivesse se originado de uma maneira provavelmente natural. Mas, o certo é que seus freqüentadores não se desviavam deste ritual. A calçada externa era reservada para os jovens: os solteiros. As moças sempre ficavam girando, num sentido ou noutro. Os rapazes também giravam, mas a maioria ficava em pé, na borda da praça, flertando as moças. Caso um rapaz estivesse circulando com uma moça, era sinal de que estavam namorando. Na hipótese daquele namoro evoluir para um noivado, o casal passava para a parte interna, podendo circular pelos passeios ou sentar-se em determinados bancos. Os casados sempre ficavam no centro, conversando entre eles e acompanhando os filhos, principalmente as moças.


Esta foto caracteriza bem como era o ritual. Deve ter sido colhida num domingo pela manhã, na década de cinquenta. As moças circulavam de braços dados. Nem todos os rapazes estão de terno, talvez devido ao horário. Esta foto foi enviada pela minha prima Ruth. Ela e outras senhoras tentam resgatar as tradições, beleza e charme da praça, tão bem registrada nessa imagem.

Homenagem ao comerciante que empresta o nome à Praça Siqueira Campos e que fez muito pelo Crato na primeira metade do século XX.

A partir das nove horas, a praça passava a ser dos boêmios. Formavam-se dois agrupamentos. O Júlio Saraiva, o fotógrafo da cidade, comandava a chamada “Câmara dos Comuns”. Lá eram resolvidos todos os problemas do Crato, do Brasil e do Mundo! Ao lado, reunia-se uma outra casta, constituída de pessoas mais intelectualizadas, denominada de “Câmara dos Lordes”. Esta, comandada pelo Dr. Antônio Gesteira, médico renomado, grande cirurgião e pessoa extremamente caridosa. Tanto que sua fama perdura, mesmo após sua morte. O seu túmulo é visitado e existe a crença de continuar operando, agora, milagres. No entorno desses dois grupos, reuniam-se algumas pessoas que não tinham coragem de participar das conversas desses figurões, mas gostavam de ouvir os papos.


Fotos da Praça Siqueira Campos no final da década de 30 e começo da de 40, vista por dois ângulos diferentes.

Como “satélites” da praça, destaco:
O Cine Cassino, um dos primeiros cinemas da cidade. Para mim foi o primeiro. Lá se realizavam, antes da Rádio Araripe, shows artísticos, principalmente do sanfoneiro, quase cratense, o Rei do Baião, Luiz Gonzaga.


Cine Cassino e o Café Crato, em foto atual, ambos pioneiros em suas atividades. Nos altos do Cine Cassino funcionou, inicialmente, o Crato Tênis Clube.
Vizinho ao Cassino passou a funcionar, em 1955, o Café Crato, primeiro café expresso da cidade e, provavelmente, do interior do Nordeste. O Sr. Orestes Costa, proprietário, homem dinâmico, deixou a marca da sua eficiência, organização e pioneirismo, possibilitando encontros e conversas, onde muitos fatos curiosos aconteceram. No lado oposto ao do Cassino, funcionou o estúdio da Amplificadora Cratense, que foi o embrião da Rádio Araripe. Esta, a pioneira no interior do Estado e uma das primeiras de todo o interior nordestino. Na Amplificadora, quando ainda funcionava em prédio em frente à Praça Francisco Sá, começaram os programas de calouros, que tanto animaram a vida artística da pacata cidade de então.



Amplificadora Cratense e seus componentes. Ao centro, sem paletó, o Sr. Ernani Silva, um dos proprietários.

A Sorveteria Glória, no térreo do Grande Hotel, constituía-se um prolongamento da própria Praça. O Luís, seu proprietário, não só participava das duas Câmaras como usava a sua Sorveteria como apoio e, como já me referi anteriormente, dava-lhe suporte na iluminação. Era um ponto vital, na Siqueira Campos Um outro “satélite” importante, embora não estivesse na vizinhança imediata da Praça, mas que fazia parte constante nas conversas dos freqüentadores, era o Cabaré da Glorinha, o mais famoso da cidade. O “expediente” desses boêmios, não todos, terminava lá. Chamavam-no de “Reino da Glória”. Era uma verdadeira atração turística! Quando chegava uma menina nova, a notícia se espalhava pela cidade. Passava a ser comentário obrigatório nas duas “Câmaras”. Estava terminando a década de trinta e o Luís Gonzaga, ainda menino, começava a observar os aspectos originais daquela cidade, que adotou como sua.

Luís aos 12 anos, estudante do Ginásio do Crato e atento às peculiaridades da cidade.

Texto do livro: "Só no Crato" de Ivens Roberto de Araújo Mourão - Direitos de Publicação cedidos ao Blog do Crato. Todos os direitos Reservados.

Dez cidades elaboram Planos de Preservação do Patrimonio

O IPHAN/ Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional está orientando equipes de municípios históricos no desenvolvimento de projetos de preservação do patrimônio material e imaterial. Um total de dez municípios cearenses está preparando projetos para receber investimentos federais na valorização do patrimônio histórico cultural. Aracati, Barbalha, Fortaleza, Icó, Sobral e Viçosa do Ceará, que já têm imóveis tombados em nível nacional, estão elaborando projetos que serão avaliados em novembro. Aquiraz, Camocim, Quixadá e Tauá vão submeter seus planos para o próximo ano. O diferencial dos planos é a compreensão da dinâmica de cada cidade de forma integrada, considerando o espaço e a população.

Os projetos têm orientação do IPHAN/ Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e receberão recursos de acordo com as demandas apresentadas. O PAC/ Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas tem R$ 150 milhões para serem distribuídos entre 140 municípios em todo o Brasil a cada ano. As obras são de requalificação e infraestrutura urbana, financiamento para recuperação de imóveis privados, gestão e educação patrimonial, incluindo o patrimônio imaterial, dentre outras.

Ontem, na sede do IPHAN/ Ceará, o Presidente Luiz Fernando de Almeida se reuniu para discutir a política nacional com representantes das cidades candidatas, que apresentaram experiências e demandas. Segundo o presidente, a articulação entre os poderes municipais, estaduais e federal em programas de quatro anos, com recursos de vários ministérios, faz parte de um sistema novo.

Em Sobral, na Zona Norte, o centro histórico está passando por obras de saneamento básico, pavimentação, regularização das fachadas comerciais e recuperação da Igreja da Sé. A área é o foco do projeto que será entregue ao Iphan. Segundo o prefeito Leônidas Cristino, as prioridades são a internalização da fiação elétrica e a padronização das calçadas. Na Região do Cariri, Barbalha tem um plano de restauração de 42 casarões históricos, qualificação da Festa do Pau da Bandeira e dos penitentes como patrimônio imaterial e ainda a construção de um museu, segundo o Prefeito José Leite Gonçalves.

O Superintendente do IPHAN/Ceará, Prof. Clodoveu Arruda, avalia que essa política cooperativa tem benefícios sociais amplos: “O foco é a preservação e o desenvolvimento social e econômico, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida das pessoas e reforçar a identificação do cidadão com a cidade”.

E - Mais

  • Cidades históricas são municípios com sítios e conjuntos urbanos tombados ou em processo de tombamento pelo Iphan, e ainda aqueles que têm lugares registrados ou em processo de registro como Patrimônio Cultural do Brasil.
  • Os planos dos municípios devem considerar a dinâmica urbana no seu todo e incluir o entorno dos bens protegidos.
  • Os planos seguem o calendário: em agosto, foi feito o diagnóstico local e a definição dos objetivos; em setembro, serão propostas ações e prioridades. Os projetos serão entregues ao Iphan para avaliação e pactuação em 16 de novembro deste ano.

Matéria da Jornalista Roberta Felix em Especial para O POVO robertafelix@opovo.com.br

PRÉ-SAL – Postagem: José Nilton Mariano Saraiva

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou o novo marco regulatório para a extração do petróleo do pré-sal. Não se pode negar o grande significado da iniciativa, que poderá entrar para a História como o início de um novo estágio do desenvolvimento nacional e de um novo status internacional para o Brasil, que passará a ser contado entre os maiores produtores mundiais de petróleo. Para os brasileiros a nova realidade petrolífera é motivo de orgulho e de fundadas esperanças num futuro melhor. Trata-se do coroamento de todo um esforço desenvolvido pelos segmentos mais comprometidos com um projeto nacional. Os esboços desse projeto começaram a ser desenhados quando o presidente Getúlio Vargas decidiu criar a Petrobras, afrontando os derrotistas que não acreditavam nem mesmo na existência de petróleo. Para isso, os críticos foram buscar o laudo de um perito estadunidense, Walter Link, então geólogo chefe da Standard Oil, cujo relatório que leva seu nome (“relatório Link”) atendeu à previsão dos “realistas”, negando a existência do petróleo. Os “visionários”, porém, não deram o braço a torcer, mesmo enfrentando muita “queimação” e até perseguição política – e os resultados estão aí. Confirmada a existência, pressões poderosas foram desenvolvidas para que fosse explorado pelas “7 irmãs” (multinacionais do petróleo). A aposta na Petrobras e no monopólio do petróleo revelou-se acertada. E a empresa (que quase foi privatizada totalmente na onda neoliberal-(leia-se FHC)) é hoje uma das principais do mundo em porte e em tecnologia (não há quem a supere em tecnologia de águas profundas). Graças a essa competência foi possível descobrir o mar de petróleo escondido nas camadas do pré-sal. Age bem o presidente da República ao defender um novo marco regulatório e a criação de nova empresa estatal para gerir os contratos de exploração e o fundo social que será criado para destinar os recursos do pré-sal para a educação, tecnologia e o resgate da pobreza. A justificativa do governo para a mudança no marco regulatório tem lógica: até aqui, encontrar petróleo era uma operação de risco considerável, já que se jogava apenas com a probabilidade de localização. O que não ocorre com o pré-sal. Neste, basta apenas extraí-lo (embora a operação seja complexa). No atual marco, o regime adotado é o de concessão, ou seja, todo petróleo extraído pela empresa concessionária pertence a ela, tendo de arcar apenas com algumas obrigações, como o pagamento de tributos, royalties e participações especiais. Já o regime de partilha de produção – adotado no novo marco - permite ao poder público, uma vez cobertos os custos de exploração incorridos pela empresa exploradora, concentrar em suas mãos a maior parte do chamado lucro-óleo, cedendo à empresa uma parte minoritária do mesmo. É o regime prevalecente em países que têm facilidade na localização das jazidas.

Fonte: Editorial Jornal O POVO – Postagem: José Nilton Mariano Saraiva

Exploração do pré-sal exigirá mais US$ 10 bilhões de investimentos nos próximos cinco anos

NE - Aonde iremos arrumar tanto dinheiro ?

Rio de Janeiro - A exploração do petróleo da camada pré-sal deve exigir da Petrobras, nos próximos cinco anos, um investimento adicional de cerca de US$ 10 bilhões, além do orçamento previsto para o período, que é de US$ 30 bilhões. A informação foi dada ontem (1) pelo diretor financeiro da estatal, Almir Barbassa. “Não temos uma estimativa pronta, mas esses cinco bilhões [de barris de petróleo que serão destinados pela União à estatal, sem licitação] devem representar mais cerca de 30% do nosso orçamento, ou seja, mais US$ 10 bilhões”, afirmou Barbassa. De acordo com o diretor, o montante não tem um impacto significativo nos próximos anos. No futuro, avaliou, a empresa terá condições de estimar mais claramente os custos da nova produção do pré-sal.

“O impacto maior virá no futuro, quando teremos uma produção muito diferente da de hoje, com um fluxo de caixa maior, um rebalanceamento do conjunto de projetos. O pré-sal ganha mais peso no nosso portfólio, enquanto as demais áreas começam a diminuir.”

Segundo Barbassa, a Petrobras deve fazer uma capitalização para financiar essa exploração assim que o Congresso Nacional aprovar o novo marco regulatório do setor, enviado ontem (31) pelo governo, em regime de urgência.

“Vamos trabalhar para ficarmos prontos para a capitalização, tão logo tenhamos a lei aprovada”, disse. Ele informou que a operação pode ser realizada “em até menos de um mês” após a aprovação do projeto.

Isabela Vieira
Repórter da Agência Brasil

Virou Paranóia, Sensacionalismo ? - Mais uma mulher morta no interior do Ceará

A mídia quando pega um assunto, vai à exaustão. Outro dia, visitei um amigo em Fortaleza, e ele me perguntou se ainda estavam matando muitas mulheres aqui no Crato, dizendo que a notícia que se tem na capital do interior, é que aqui no interior matam-se mulheres. Ora, que engraçado. Seria interessante ver as estatísticas da capital e de outros estados para ver quantas mulheres morrem assassinadas também, e em que circunstâncias. Olha só mais essa aqui:

Mais uma mulher morta no interior do Ceará

Marleide Ferreira da Silva, 33, morta nesta terça-feira, 1°, em Boa Viagem, é a 80ª mulher assassinada no Ceará este ano. Marleide e seu companheiro, André Barbosa de Souza, 29, foram mortos a tiros de pistola por volta das 10h30min quando seguiam para a localidade de Varginha, onde moravam. Segundo testemunhas, dois homens realizaram cerca de 10 disparos contra o casal. André morreu no local, enquanto a mulher foi socorrida e encaminhada ao hospital de Canindé, onde deu entrada sem vida.

A Polícia de Boa Viagem suspeita que o duplo homicídio seja motivado por vingança. O alvo dos assassinos poderia ser André, que há dois anos sofreu uma tentativa de assassinato tendo uma pessoa sido morta, na ocasião, num erro de execução. Conforme a Polícia, André havia saído, recentemente, de um presídio da Região Metropolitana de Fortaleza. Marleide teria sido morta numa queima de arquivo.

Fonte: (Jornal O Povo).

Apesar do aumento em julho, desmatamento na Amazônia está em queda, diz Minc

Brasília - Apesar do aumento do desmatamento na Amazônia em julho em relação ao mesmo mês de 2008, divulgado hoje (1°) pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, afirmou que o desmate acumulado entre agosto de 2008 e julho de 2009 é o menor desde 2004, início da série histórica do Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter). O desmatamento medido pelo Deter entre agosto de 2008 e julho de 2009 foi de 4.375 quilômetros quadrados (km²), ante 8.147 km² do período anterior (agosto de 2007 e julho de 2008) .

“O dado importante é que houve uma redução expressiva do desmatamento [acumulado]. Esse é o dado relevante. De acordo com o Inpe, a redução foi de 46% [na comparação entre 2007/2008 e 2008/2009]”, afirmou. A taxa anual de desmatamento é medida por outra metodologia, o Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes), também calculado pelo Inpe, que é mais preciso que o Deter porque enxerga áreas menores. No entanto, de acordo com Minc, é possível fazer projeções para o Prodes com base nos número do Deter.

“O Prodes vai mostrar um desmatamento entre 8 mil km² e 9,5 mil km², provavelmente entre 8,5 mil km² e 9 mil km², falo isso baseado em projeções anteriores. Vai ser o menor desmatamento dos últimos 20 anos. Tenho certeza absoluta disso”, calcula. Mais uma vez, o ministro atribuiu a redução do ritmo de devastação da Amazônia às ações de fiscalização e combate, promovidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), pela Polícia Federal e pela Força Nacional de Segurança e, em menor medida, à oferta de alternativas sustentáveis para quem desmatava, como o apoio a planos de manejo, assistência técnica rural e a regularização fundiária. “Esse ano 90% da redução foi por causa da pancada [de ações policiais]. Minha esperança é que no próximo ano pelo menos 40% seja explicada pelas medidas de desenvolvimento sustentável.” Das 317 operações do Ibama previstas para 2009, 155 foram executadas até o fim de agosto. Mais de 1,8 mil autos de infração foram aplicados, num total de R$ 1 bilhão em multas. No período, foram apreendidos 127 mil metros cúbicos de madeira em toras ou serrada, o suficiente para encher sete mil caminhões.

“Mesmo tendo o menor desmatamento dos últimos 20 anos, ainda apreendemos o equivalente a mil caminhões de madeira por mês. Ou seja, estamos em um purgatório, distantes de chegar a um número razoável. Mesmo com a queda, o desmatamento ainda é muito grande”, avaliou Minc.

Luana Lourenço Repórter da Agência Brasil

Senadores recuam e restringem propaganda paga na internet em proposta de reforma eleitoral

Senadores desistiram de liberar a propaganda paga em portais na internet durante as campanhas eleitorais, durante reunião na tarde desta terça-feira (1/9). Segundo a nova proposta, somente os candidatos à Presidência da República estarão aptos a fazer propaganda na rede. Os senadores presentes na reunião afirmaram que não havia como estabelecer regras claras para a propaganda de candidatos a outros cargos. A reunião com integrantes de quatro partidos da Casa (DEM, PT, PSB e PSDB) foi feita para fazer alguns acertos na proposta que pode ir ao plenário nesta quarta-feira (2). Os congressistas também decidiram que a propaganda eleitoral gratuita não terá de ser exibida em canais de TV por assinatura. Políticas sociais, como o Bolsa Família, também não poderão sofrer modificações em suas regras de reajuste no ano anterior às eleições. Na reunião, não foi discutida a restrição dos portais na internet que não poderão expressar opinião no período eleitoral, segundo a proposta de reforma.

O registro de candidatos com pendências na Justiça e a possibilidade de doações ocultas - por meio dos partidos políticos - também não foram discutidas. Apesar de não terem entrado na pauta, os três pontos estão na proposta que deve ir ao plenário. Os congressistas pretendem votá-la em sessão conjunta da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) e da CCT (Comissão de Ciência e Tecnologia) ainda na manhã de quarta-feira. Se for aprovada, a proposta vai direto ao plenário. A pressa dos senadores vem do desejo de as mudanças já valerem nas eleições de 2010. Para ter validade na próxima eleição presidencial, o projeto precisa ser aprovado nas comissões, no plenário do Senado, voltar à Câmara dos Deputados, ser sancionado pelo presidente Lula e ser públicado no Diário Oficial até o dia 3 de outubro - exatamente um ano antes da próxima eleição.

Proposta
Os senadores Marco Maciel (DEM-PE) e Eduardo Azeredo (PSDB-MG), relatores da proposta no Senado, retiraram da proposta de reforma eleitoral a previsão do comprovante de voto impresso nas eleições. O papel com a impressão do voto da urna eletrônica serviria para conferir supostas fraudes e é uma bandeira antiga do PDT. Os relatores também retiraram do texto vindo da Câmara a possibilidade de voto em trânsito para presidente. Pela proposta original, um habitante poderia votar para presidente de qualquer parte do país. Os senadores disseram que a logística para isso era inviável.

Outra modificação na proposta foi a permissão da propaganda paga na internet.

No relatório, Azeredo e Maciel deixaram claro que pretendem diminuir a atuação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Nos últimos anos, o tribunal regulamentou o uso da internet nas eleições, pois não havia legislação sobre assunto. O TSE também tomou decisões vistas com resistência pelos congressistas, como a que estabelece que o mandato pertence ao partido, e não ao político.

"As interpretações dos juizes em diferentes momentos e localidades geram insegurança", diz o parecer conjunto dos dois senadores.

Os senadores também admitem em seu relatório que grandes temas estruturais ficaram de fora da discussão. Entre eles, a existência de coligações, o voto em lista fechada escolhida pelos partidos políticos e a cláusula de barreira, que diminuiria a quantidade de partidos no país.

Jornalismo na internet

O projeto proíbe que um portal de internet "dê tratamento privilegiado a candidato, partido ou coligação" ou que "veicule ou divulgue filmes, novelas, minisséries ou qualquer outro conteúdo com alusão ou crítica a candidato ou partido político, mesmo que dissimuladamente". Pela proposta de reforma, as restrições aos veículos de radiodifusão seriam estendidas à web - apesar dela, ao contrário dos veículos radiodifusores, não necessitar de concessão pública para seu funcionamento. Também está previsto o direito de resposta na internet. O dono de um blog que difame um candidato terá de dar espaço de resposta ao atingido. As regras dos outros meios também valerão para os debates com candidatos na rede. Para que eles ocorram, será necessária a concordância de dois terços dos políticos que disputam o cargo.

Campanha na internet
A propaganda eleitoral será permitida somente nos blogs, sites, comunidades e outros veículos de comunicação do próprio candidato. Não haverá restrições aos eleitores que quiserem fazer sites de apoio a políticos. A proposta acaba com a exigência de sites de políticos no domínio ".can.br". Para não sofrerem sanções, os candidatos terão de registrar seus sites em outros domínios no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A campanha na internet só será permitida a partir do dia 5 de julho de cada ano, a exemplo do que acontece em outros veículos. As doações de pessoas físicas pela rede estarão permitidas, com o limite de 10% da renda atual. Empresas não poderão financiar campanhas pela internet. A proposta mantém legais e explicita duas práticas comuns: a candidatura de políticos com pendências na Justiça e as doações indiretas e ocultas aos candidatos. Os candidatos com contas rejeitadas ou que respondam processo que não foi julgado em última instância poderão concorrer sem restrições às eleições. As doações poderão ser feitas aos partidos e repassadas aos candidatos pelos respectivos comitês. Desta forma, o eleitor fica impedido de saber quem doou ao candidato. A prática já é legal. Através do novo texto, a possibilidade será detalhada e o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) estará impedido de qualquer restrição nesse sentido.

Novas eleições em caso de cassação

Os relatores da proposta também acataram uma emenda que prevê a realização de novas eleições caso o ocupante de um cargo do Executivo seja cassado. A emenda do senador Tasso Jereissatti (PSDB-CE) vai contra o atual entendimento do TSE de que o segundo colocado na eleição deve assumir o posto. O PSDB foi prejudicado no julgamento do governador da Paraíba, Cassio Cunha Lima. O tucano foi cassado pelo TSE no dia 18 de fevereiro deste ano e, no lugar dele, assumiu o segundo colocado, José Maranhão (PMDB). Outro caso semelhante foi o de Jackson Lago (PDT), governador do Maranhão. Ele foi cassado no dia 16 de abril deste ano. No lugar dele assumiu a senadora Roseana Sarney (PMDB).

Fonte: UOL

Como é bom ter tudo arquivado: Cadê o tal do Shopping no Centro do Crato ?


Sra. Idalina, Cadê o Shopping ??

E
m 2007, foi publicada uma matéria no Jornal Diário do Nordeste, em que se dizia que a lanchonete Cinelândia seria demolida, bem como o Crato Hotel, e em seu lugar, seria erguido um Shopping. Já estamos quase em 2010 e nada de Shopping. Veja a matéria, de Antonio Vicelmo para o DN, na época:

Crato: Cinelândia dará lugar a shopping

Clique para Ampliar

Linhas arquitetônicas da Cinelândia serão preservadas no novo projeto que abrigará um shopping (Foto: Antônio Vicelmo)

O encerramento das atividades da Cinelândia está sendo marcado pelo saudosismo, lembranças dos anos dourados

Crato. A lanchonete Cinelândia, ponto de encontro de políticos, aposentados e intelectuais cratenses, localizada na Praça Siqueira Campos, encerra suas atividades nesta quarta-feira, depois de 33 anos de funcionamento. O prédio, onde funcionou o “Grande Hotel” que hospedou políticos e artistas nacionais, será demolido para a construção de um moderno edifício.

O arquiteto Waldemar Arraes de Farias Filho, responsável pelo projeto, informou que serão preservadas as linhas arquitetônicas do prédio antigo. No local será construído um mini-shopping, equipado com restaurantes panorâmicos com vista para a Siqueira Campos.

O encerramento das atividades da Cinelândia está sendo marcado pelo saudosismo, lembranças dos anos dourados, época em que a Praça Siqueira Campos era a passarela da juventude cratense. Localizada entre os cinemas “Moderno” e “Cassino”, a Cinelândia era o divã de jovens apaixonados que curtiam os sonhos e difusões de seus amores no copo de cerveja. Era a época do namoro escondido no escurinho do cinema, manifestado na ternura de mãos se encontrando.

O edifício Figueira Teles, segundo o memorialista Huberto Cabral, foi muito mais do que um estabelecimento comercial. Foi o hotel que recebeu personalidades que marcaram a vida política, econômica e social da cidade. Com a conseqüente demolição do prédio, é desativado temporariamente o chamado “Senadinho”, ponto de encontro de políticos e intelectuais do Crato que “matavam o tempo” discutindo os mais variados assuntos.

O médico José Ulisses Peixoto, por exemplo, costuma freqüentar a Cinelândia antes de se dirigir ao seu consultório. O juiz aposentado Manoel Martins alimenta os “papos” dos advogados. Os corretores de imóveis fecham negócios ao sabor de um cafezinho.

A nova proprietária do local, Idalina Sampaio Bem, garante que o Crato não vai perder as suas tradições. Além da preservação do estilo antigo do prédio, serão criados espaços para pontos de encontro.

Reportagem: Antonio Vicelmo
Reportagem do dia 05 de Dezembro de 2007

Notícia Boa - Independentemente de fidelização, cliente pode se desligar da operadora sem multa

Conheça Seus Direitos !

Brasília - Os consumidores que sofram com o descumprimento de serviços contratados nas suas operadoras de telefonia ou de internet podem rescindir o contrato sem qualquer ônus, a despeito de prazos de fidelização ainda em vigor. É o que determina a nota técnica divulgada hoje (1º) pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça. Segundo o diretor do DPDC, Ricardo Morishita, o contrato assinado entre o consumidor e a operadora ou prestadora só vale para regular a relação e não para aprisionar. A alegação do consumidor de que não recebeu o serviço adequado serve como motivo para interrupção do contrato firmado. Cabe à empresa provar o contrário

“Quando o prestador do serviço descumpre as normas do contrato, o consumidor pode romper o vínculo sem o pagamento de multa, mesmo com a fidelização ainda valendo. Pouca gente sabe disso. As condições de qualidade pré-estabelecidas devem ser seguidas para que o consumidor faça jus ao acordo até o fim”, disse Morishita. Um exemplo prático citado por Morishita é o de consumidores que contratam serviços de internet wireless (internet sem fio) e 3G, nas quais a velocidade de navegação real não segue a estabelecida na assinatura do acordo. “Neste caso , o consumidor está totalmente livre para solicitar a interrupção do serviço, mesmo que ainda esteja fidelizado”, afirmou.

Marco Antonio Soalheiro
Repórter da Agência Brasil

Previsão do Tempo e Almanaque - 02 de Setembro de 2009

Bom dia, Boa quarta-feira, 02 de Setembro de 2009 para todos os leitores do Blog do Crato. Estamos ultimamente, com recordes de audiência, passando de 1050 visitas diárias, e mais de 2500 páginas vistas diariamente, o que se reverte em mais de 30.000 acessos por mês. vamos ver se neste mês atingiremos um novo recorde aqui no Blog do Crato. Registro que a marca de 7.000 postagens foi atingida no dia de ontem (01 ).

Previsão do tempo

A previsão do tempo para hoje, quarta-feira, indica dia de sol com algumas núvens e não chove no cariri. É, pelo menos, o que informa o site Climatempo, conforme o gráfico logo abaixo:


ALMANAQUE

No dia 2 de setembro, a Igreja Ctólica comemora o dia de Santa Ingrid

Ingrid nasceu perto da metade do século XIII, na nobre família Elovsdotter, na Suécia. Cristãos fervorosos, os pais deram a ela e aos outros filhos uma educação digna dos fidalgos e no rigoroso seguimento de Cristo. A menina, desde os primeiros anos de vida, mostrou-se muito virtuosa, amável, caridosa e pia, surpreendendo a todos com seu cândido ideal religioso. No início da adolescência, como era costume da época, teve de contrair um riquíssimo casamento. Mesmo contrariando sua vocação, ela aceitou tudo com humilde resignação, mas não deixou que o mundo de luxo, futilidades e poder contaminassem sua alma, apesar de ter de conviver nele. Continuou, serenamente, a cuidar das obras de caridade que fundara para os pobres e doentes abandonados, os quais atendia pessoalmente. Possuindo dons especiais de profecia e cura, gozava, entre a população, da fama de santidade. Ingrid enviuvou pouco tempo depois. Assim, decidiu fazer uma longa peregrinação para a Terra Santa, acompanhada por sua irmã mais velha e algumas damas da corte. Ali seu amor ao Senhor Jesus aumentou ainda mais, alimentando o seu desejo de consagrar-se à vida religiosa. Da Palestina viajou para Roma, onde visitou os túmulos dos apóstolos e dos primeiros mártires e de lá foi para Santiago de Compostela, na Espanha, rezar junto às relíquias do apóstolo Tiago.

Só então Ingrid retornou para a Suécia. Logo depois, em 1281, seguindo seu confessor e orientador espiritual, padre dominicano Pedro de Dacia, e com a autorização do bispo e do rei, ela fez seus votos perpétuos e fundou um mosteiro, sob as Regras de são Domingos, em Skanninge, Suécia. Nele, junto com um grande número de jovens da corte, dedicou-se, totalmente, às orações contemplativas e à vida de rigorosa austeridade. Morreu como priora, com fama de santidade, no dia 2 de setembro de 1282, no seu convento em Skanninge. Seu culto se espalhou depressa entre as populações vizinhas e difundiu-se entre os devotos. O papa Alexandre VI confirmou o culto à bem-aventurada Ingrid e o dia de sua morte para sua celebração.

Eventos históricos

* 31 AC - Batalha de Actium: ao largo da costa oeste da Grécia, forças de Octaviano derrotam as esquadras de Marco Antônio e Cleópatra
* 1752 - Foi a última vez que o calendário Juliano foi usado na Inglaterra e suas colónias
* 1822 - Nesse dia, Maria Leopoldina, reunida com o Conselho de Estado, assinou o decreto da Independência do Brasil
* 1850 - A cidade de Blumenau é fundada pelo Dr. Hermann Bruno Otto Blumenau
* 1870 - Napoleão III é capturado na Guerra franco-prussiana
* 1945 - Assinado ato formal de rendição do Japão na Segunda Guerra Mundial
* 1945 - Independencia do Vietnã
* 1961 - Aprovada a Emenda Constitucional que mudava o regime de governo do Brasil (v. Campanha da Legalidade)
* 1962 - O futebolista brasileiro Pelé marca seu 500 gol.
* 1968 - Proferido o discurso do deputado federal Márcio Moreira Alves que desencadearia o endurecimento do Regime Militar com a edição do AI-5
* 1980 - Jo-Ann (asteróide 2316) é descoberto por Edward Bowell.

Nascimentos:

* 1810 - Joaquim Caetano, diplomata e professor brasileiro, patrono da Academia (m. 1873).
* 1838 - Liliuokalani, rainha havaiana (m. 1917).
* 1853 - Wilhelm Ostwald, químico letão, ganhador do prêmio Nobel de química (1909) (m. 1932).
* 1877 - Frederick Soddy, Químico inglês (m. 1956).
* 1904 - August Jakobson, escritor estoniano (m. 1963).
* 1911 - Floyd Council, guitarrista de blues norte-americano (m. 1976).
* 1915 - Hans-Joachim Koellreutter, compositor alemão radicado no Brasil (m. 2005).
* 1917 - Laurindo de Almeida, violonista e compositor de jazz brasileiro, ganhador de 6 prêmios Grammy (m. 1995).
* 1923 - Ramón Valdés, ator mexicano, que interpretava o Seu Madruga em El Chavo del Ocho. (m. 1988)
* 1930 - Paulo Francis, jornalista e escritor brasileiro (m. 1997).
* 1939 - Jack Lang, político francês.
* 1946 - Aldir Blanc, compositor brasileiro.
* 1952 - Jimmy Connors, ex-tenista estado-unidense.
* 1957 - Cícero Nogueira, cantor brasileiro.
* 1958
o Olivier Grouillard, piloto francês de automobilismo.
o Victor Fasano, ator brasileiro.
* 1960 - Arnaldo Antunes, músico e poeta brasileiro.
* 1961
o Claude Puel, treinador de futebol francês.
o Oscar Magrini, ator brasileiro.
o Carlos Valderrama, ex-futebolista colombiano.
* 1963 - Stanislav Cherchesov, ex-goleiro russo.
* 1964
o Keanu Reeves, ator canadense de origem libanesa.
o Hermidio Barrantes, ex-goleiro costa-riquenho.
* 1965 - Lennox Lewis, pugilista inglês.
* 1966
o Salma Hayek, atriz mexicana.
o Olivier Panis, ex-piloto de Fórmula 1 francês.
* 1967 - Andreas Möller, ex-futebolista alemão.
* 1971 - César Sánchez, goleiro espanhol.
* 1973
o Mark Shield, árbitro australiano.
o Savo Milošević, ex-futebolista sérvio.
* 1976 - Michel Jourdain Jr., piloto mexicano de automobilismo.
* 1977
o Marek Mintál, futebolista eslovaco.
o Frédéric Kanouté, futebolista malinês.
* 1980 - Hiroki Yoshimoto, piloto japonês de corridas.
* 1982 - Joey Barton, futebolista inglês.
* 1986 - Gelson Fernandes, futebolista cabo-verdiano, naturalizado suíço.
* 1987 - Spencer Smith, baterista da banda Panic! At The Disco.
* 1989 - Alexandre Pato, futebolista brasileiro.
* 1992 - Shayla Worley, ginasta estadunidense.

Falecimentos:

* 1910 - Henri Rousseau, pintor francês (n.1844)
* 1937 - Barão Pierre de Coubertin fundador do COI e promotor dos Jogos Olímpicos da era moderna
* 1969 - Ho Chi Minh, poeta e político vietnamita
* 1973 - J.R.R. Tolkien, lingüista e escritor britânico de origem sul-africana. Autor de O Senhor dos Anéis (n. 1892)
* 1986 - Otto Glória, treinador de futebol do Brasil.
* 1991 - Alfonso García Robles, diplomata mexicano, Nobel da Paz de 1982 (n. 1911)
* 1997 - Rudolf Bing, empresário austríaco (n. 1902)
* 1997 - Viktor Frankl, médico e psiquiatra austríaco (n. 1905)
* 2001 - Christiaan Barnard, cirurgião
* 2006 - Nellie Connally, testemunha do assasinato de John F. Kennedy e esposa do ex-governador do estado do Texas John Connally.

Feriados e eventos cíclicos:

* Dia do anjo cabalístico Nelchael;
* Dia do Repórter Fotográfico - Brasil;
* Dia do Florista - Brasil;
* Fundação do Município de Blumenau - SC - Brasil.
* Fundação do Município de Presidente Venceslau - SP - Brasil.
* Fundação do Município de Ladário - MS - Brasil.
* Dia de Santa Dorotéia
* Dia do Lazer - Brasil
* Dia do Metodismo no Rio de Janeiro (Lei Nº 1931, de 26 de Dezembro de 1991, lei sancionada pelo então Governador Leonel Brizola)


HOJE NA HISTÓRIA

Em 1961, Campanha da Legalidade

A "Campanha da Legalidade" foi um episódio da história política brasileira que ocorreu após a renúncia de Jânio Quadros da Presidência do Brasil em 1961, em que diversos políticos e setores da sociedade defenderam a manutenção da ordem jurídica - que previa a posse de João Goulart. Outros setores da sociedade - notadamente os militares - defendiam um rompimento na ordem jurídica, o impedimento da posse do vice-presidente e a convocação de novas eleições.

Rede da legalidade

Em 25 de agosto de 1961, Jânio Quadros havia renunciado ao cargo, enquanto João Goulart, vice-presidente, estava em visita à China. O Brasil viveu momentos de instabilidade nunca vista desde 1954. Os militares, sob influência direta dos Estados Unidos, que temiam ver no Brasil um governo de linha popular-esquerdista - como em Cuba - impediram o vice-presidente de assumir o cargo como mandava a lei. Leonel Brizola, então governador do Rio Grande do Sul, inicia então um movimento de resistência, pregando a legalidade, ou seja, a posse de Jango (como João Goulart ficou conhecido). Brizola falava ao povo pela rádio Guaíba e iniciou o movimento denominado a rede da legalidade. Os discursos de Brizola eram transmitidos a partir de um estúdio montado no porão do palácio, sob orientação do engenheiro Homero Simon, que cuidou para que rádios do interior retransmitiessem a programação. Em ondas curtas, a legalidade alcançava ouvintes em outros estados.

Discurso de Brizola

De fato, em 27 de Agosto Brizola faz o seguinte discurso:

"O Governo do Estado do Rio Grande do Sul cumpre o dever de assumir o papel que lhe cabe nesta hora grave da vida do País. Cumpre-nos reafirmar nossa inalterável posição ao lado da legalidade constitucional. Não pactuaremos com golpes ou violências contra a ordem constitucional e contra as liberdades públicas. Se o atual regime não satisfaz, em muitos de seus aspectos, desejamos é o seu aprimoramento e não sua supressão, o que representaria uma regressão e o obscurantismo. A renúncia de Sua Excelência, o Presidente Jânio Quadros, veio surpreender a todos nós. A mensagem que Sua Excelência dirigiu ao povo brasileiro contém graves denúncias sobre pressões de grupos, inclusive do exterior, que indispensavelmente precisam ser esclarecidas. Uma Nação que preza a sua soberania não pode conformar-se passivamente com a renúncia do seu mais alto magistrado sem uma completa elucidação destes fatos. A comunicação do Sr. Ministro da Justiça apenas notifica o Governo do Estado da renúncia do Sr. Presidente da República.

Por motivo dos acontecimentos, como se propunha, o Governo deste Estado dirigiu-se à Sua Excelência, o Sr. Vice-Presidente da República, Dr. João Goulart, pedindo seu regresso urgente ao País, o que deverá ocorrer nas próximas horas. O ambiente no Estado é de ordem. O Governo do Estado, atento a esta grave emergência, vem tomando todas as medidas de sua responsabilidade, mantendo-se, inclusive, em permanente contato e entendimento com as autoridades militares federais. O povo gaúcho tem imorredouras tradições de amor à pátria comum e de defesa dos direitos humanos. E seu Governo, instituído pelo voto popular - confiem os riograndenses e os nossos irmãos de todo o Brasil - não desmentirá estas tradições e saberá cumprir o seu dever."

A situação se agrava

Como os militares não cediam, e Brizola também não, a situação ficou grave. Brizola se entricherou no Palácio Piratini, sede do governo gaúcho. Mobilizou a Brigada Militar e distribuiu armas para a população resistir. Brizola convocou a população, e milhares de pessoas foram às ruas para garantir a posse de Jango. Em 28 de Agosto, com a população de prontidão em frente ao palácio, e sabendo das ordens das forças armadas para atacar Brizola, os oficiais do exército caminham de encontro ao povo. No entanto, o então General Machado Lopes, comandante do III exército, não ataca como ordenado e adere ao movimento, comunicando a Brizola que iriam apoiar a posse de Jango. Em 29 de Agosto, o governo dos militares chegou a programar um ataque com aviões ao Palácio Piratini. Era ordem para matar Brizola e todos os que estivessem com ele. No entanto, o ataque foi sabotado pelo próprio pessoal de controle das forças armadas. O III exército invandiu então a base de Canoas e destituiu o brigadeiro Aureliano Passos.

A emenda parlamentarista

Paralelo a tudo isso, era negociada uma solução política para evitar uma crise maior, no Congresso Nacional. Destacou-se a figura de Tancredo Neves, que havia sido ministro de Getúlio Vargas. Então, em 2 de setembro, é aprovada uma emenda constitucional (número 4) alterando o regime de governo para o parlamentarismo. Com os poderes de Jango limitados ao de um chefe de estado e não de governo, os militares enfim aceitam sua posse. Em 5 de setembro João Goulart retorna ao Brasil, tomando posse em 7 de setembro de 1961. Brizola se elegeu deputado federal pela Guanabara em 1962. Em 1963, a 6 de janeiro, o povo escolheu o presidencialismo como forma de governo, derrotando o parlamentarismo com uma vantagem de 10 milhões de votos contra 2 milhões, aproximadamente. Mas as forças que tentaram impedir a posse de Jango, em 1961, continuaram ativas. Seu tumultuado governo encerrou-se em 1 de Abril de 1964, com um golpe militar.

Fontes: Climatempo, Edições Paulinas, Wikipedia, 10emtudo.

Pensamentos do Dia - Quarta-feira, 02 de Setembro de 2009


A infelicidade tem isto de bom: faz-nos conhecer os verdadeiros amigos.

Honoré de Balzac

Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito.

Aristóteles

A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original.

Albert Einstein

Há campeões de tudo, inclusive de perda de campeonatos.

Carlos Drummond de Andrade

Foto ilustrativa: Redwood National Park, California.jpg

PACTO DAS ÁGUAS - Encontro estadual busca definir políticas públicas

Após discussões realizadas em encontros municipais com a participação de diversas instâncias sociais e governamentais, encontro busca finalizar discussão sobre plano estratégico (Foto: Juliana Vásquez)

O evento é a fase final de discussão do Plano Estratégico para os Recursos Hídricos do Ceará

Fortaleza. Segue até amanhã, no Centro de Convenções, o II Encontro Estadual do Pacto das Águas. Promovido pela Assembléia Legislativa, o evento é a fase final de discussão do Plano Estratégico para os Recursos Hídricos do Ceará, cuja versão preliminar foi formulada durante a realização de encontros municipais realizados em 139 municípios cearenses de janeiro a maio deste ano. A perspectiva é que, depois dos debates que envolveram os mais diversos setores sociais, seja lançado, em outubro, a versão final do documento, que incluirá ações de curto, médio e longo prazo, além de um diagnóstico da situação das 11 bacias hidrográficas do Estado.

"O plano estratégico é formado por 34 programas para o uma melhor atuação da política recursos hídricos e setores direta ou indiretamente ligados, como meio ambiente, saneamento básico, desenvolvimento agrícola, entre outros. A grande inovação desse diagnóstico é a forma consensual com que esse Pacto está sendo construído, envolvendo as universidades, a sociedade civil e as instâncias governamentais, que se comprometeram a colocar em prática o que foi pactuado. A questão dos recursos hídricos é algo transversal, talvez não haja política mais transversal do que esta. É uma política para além de governos, e sim para o Estado", coloca o coordenador do Pacto das Águas, Eudoro Santana, que abriu na manhã de ontem o encontro estadual. O encontro deve reunir 72 delegados representantes de cada região do Estado e 86 entidades da sociedade civil e órgãos governamentais integrantes do Pacto das Águas. Uma das principais propostas do plano estratégico é a revisão da Legislação Estadual de Recursos Hídricos, datada de 1992. O objetivo é atualizar as políticas para a realidade atual, que busca a convivência com o semi-árido. Após a abertura e até amanhã, serão promovidas reuniões para discutir os programas e subprogramas dos quatro eixos que norteiam o Pacto: Águas e Desenvolvimento, Água de Beber, Convivência com o Semi-Árido e Sistema de Gerenciamento de Recursos Hídricos (Sigerh). O encerramento contará com a presença do governador Cid Gomes, quando será feita a pactuação com as deliberações do evento.

Estratégias

O Pacto das Águas vem sendo desenvolvido por meio do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Assembléia Legislativa. A versão preliminar do Plano Estratégico para os Recursos Hídricos do Ceará é dividido em programas como garantia hídrica para múltiplos usos, melhoria da gestão hidroambiental, elaboração de um sistema integrado de informações, incentivos a estudos e pesquisas sobre a temática, entre outros. "Nossa grande meta é conseguir promover o diálogo com todas as instâncias envolvidas para definir um plano de convivência com nossa realidade natural, que seja abraçado e mantido por todos", ressalta o presidente da Assembléia Legislativa, Domingos Filho. De acordo com o deputado estadual Cirilo Pimenta, membro do Pacto das Águas e presidente da Comissão de Meio Ambiente da Assembléia, a revisão das políticas de recursos hídricos faz-se necessária diante da constatação de que um dos principais desafios não é a escassez de água, e sim um aproveitamento mais qualitativo e organizado dos recursos existentes. Ele citou como exemplo o fato irônico de que, mesmo o Ceará tendo enfrentado este ano um dos períodos chuvosos mais severos da História, com inundações e prejuízos por conta de inundações, atualmente há municípios cearenses que dependem da distribuição de água por meio de carros-pipa.

"Por meio desse exemplo é possível perceber que o problema não é a quantidade de chuva e sim a forma como os recursos hídricos são distribuídos e administrados. Hoje, o maior desafio que temos é a boa utilização e a preservação da água, não apenas para consumo, mas para outras utilizações. Existem pontos críticos da política atual que precisam ser estudados e alternativas a serem implantadas para o modelo atual, como construção de cisternas em regiões mais isoladas do Ceará", acentua o deputado estadual.

GESTÃO

A política de gestão da água deve levar em conta o quantitativo e qualitativo"
Francisco Teixeira
Presidente da Cogerh

O problema não é a quantidade de chuva, mas como os recursos hídricos são geridos"
Cirilo Pimenta
Deputado Estadual

Mais informações
Pacto das Águas
Assembléia Legislativa do Estado do Ceará
(85) 3277.3743

Fortaleza. A gestão integrada dos recursos hídricos é a principal meta a ser colocada em prática a partir da avaliação e das propostas do Plano Estratégico para os Recursos Hídricos do Ceará, atualmente em fase final de discussão no Encontro do Pacto das Águas.

"A política de gestão da água deve ser norteada por três princípios básicos: participação, descentralização e integração com outras políticas, levando em conta aspectos quantitativos qualitativos", aponta o presidente da Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), Francisco Teixeira, que acredita que ações como desenvolvimento de uma agricultura sustentável, implantação de saneamento básico nas áreas urbanas, combate ao desmatamento das matas ciliares e destinação correta do lixo são ações importantes para a manutenção da qualidade da água, já que a ausência dessas iniciativas acarretam em assoreamento e poluição da água de rios, açudes e lençóis freáticos. Assim, para ele, será possível diminuir a vulnerabilidade por conta das características do semi-árido.

Já para o titular da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), César Pinheiro, a principal deficiência da política atual é a gestão da água. "Temos 30% da população cearense difusa, instalados em áreas isoladas. É preciso pensar alternativas para que essas pessoas tenham acesso à água de qualidade".

Tecnologia

Outra preocupação do Estado é manter a crescente aplicação de novas tecnologias na qualidade da água consumida pela população cearense. Um relatório sobre o tema foi formulado por técnicos da SRH após participarem do V Fórum Mundial da Água, realizado na cidade de Istambul, Turquia, em março deste ano. Segundo o secretário adjunto da SRH, Daniel Sanford Moreira, que liderou a delegação enviada pelo Governo do Estado, as discussões do Fórum giraram principalmente em torno das informações dramáticas relativas à necessidade de combate à poluição e de ser aplicada mais tecnologia na água, diante, sobretudo, da realidade de um constante crescimento populacional, motivo natural do aumento no consumo humano. Segundo Daniel Sanford, a preocupação das autoridades locais é com planejamento, em que se busca aplicar mais tecnologia de qualidade na água, mudanças no padrão de consumo (inclusive para produção de alimentos) principalmente para o controle da poluição da água, mostrando carência de regras para a expansão urbana e redução do desmatamento, além de trato adequado das fontes produtoras de água.

30%

da população cearense vive atualmente em áreas difusas, isoladas, o que dificulta o acesso à água. Alternativas como cisternas podem melhorar acesso

KAROLINE VIANA

Fonte: JORNAL DIÁRIO DO NORDESTE

Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30