xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 29/07/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

29 julho 2009

Deus e o Jardim das Delícias - Por: Hélio Schwartsman


Já que a comparação que fiz entre missas e comportamentos histéricos em minha coluna da semana passada irritou bastante gente, proponho hoje desenvolver um pouco mais o tema.
Convenhamos que religião e nosso conhecimento do mundo não andam exatamente de braços dados. De um modo geral, virgens não costumam dar à luz (especialmente não antes do desenvolvimento de técnicas como a fertilização "in vitro") e pessoas não saem por aí ressuscitando. Em contextos normais, um homem que veste saias e proclama transformar pão em bife sempre que dá uma espécie de passe seria prudentemente internado numa instituição psiquiátrica. E não me venham dizer que a transubstanciação é apenas um simbolismo. Por afirmar algo parecido --a "impanatio"--, o teólogo cristão Berengar de Tours (c. 999-1088) foi preso a mando da Igreja e provavelmente torturado até abjurar sua teoria. Ele ainda teve mais sorte que o clérigo John Frith, que foi queimado vivo em 1533 por recusar-se a acatar a literalidade da transformação.
Quando se trata de religião, aceitamos como normais essas e muitas outras violações à ordem natural do planeta e à lógica. A pergunta que não quer calar é: por quê?
Ou bem Deus existe e espera de nós atitudes exóticas como comer o corpo de seu filho unigênito ou o problema está em nós, mais especificamente em nossos cérebros, que fazem coisas estranhas quando operam no modo religioso. Fico com a segunda hipótese. Antes de desenvolvê-la, porém, acho oportuno lembrar que a própria pluralidade de tabus ritualísticos depõe contra a noção de Verdade religiosa.
Se existe mesmo um Deus monoteísta, o que ele quer de nós? Que guardemos o sábado, como asseguram judeus e adventistas; que amemos ao próximo, como asseveram alguns cristãos; que nos abstenhamos da carne de porco, como garantem os muçulmanos e de novo os judeus; ou que não façamos nada de especial e apenas aguardemos o Juízo Final para saber quem são os predestinados, como propõe outra porção dos cristãos?
Talvez devamos eliminar os intermediários e extrair a Verdade diretamente nos livros sagrados. Bem, o Deuteronômio 13:7-11 nos manda assassinar qualquer parente que adore outro deus que não Iahweh; já 2 Reis 2:23-24 ensina que a punição justa a quem zomba de carecas é a morte. Mesmo o doce Jesus, fundador de uma religião supostamente amorosa, em João 15:6, promete o fogo para quem não "permanecer em mim".
E tudo isso em troca do quê? A Bíblia é relativamente econômica na descrição do Paraíso, mas o nobre Corão traz os detalhes. Lá já não precisamos perder tempo com orações e preces, poderemos beber o vinho que era proibido na terra (Suras 83:25 e 47:15), fartar-nos com a carne de porco (52:22) e deliciar-nos com virgens (44:54 e 55:70) e "mancebos eternamente jovens" (56:17). O Jardim das Delícias parece oferecer distrações para todos os gostos, mas, se banquetes, prostíbulos e saunas gays já existem na terra, por que esperar tanto... --poderia perguntar-se um hedonista empedernido.
Volumes e mais volumes podem ser escritos para apontar as incoerências e desatinos dos chamados textos sagrados. Se acreditamos que um Deus pessoal chancelou ou ditou cada uma dessas obras, temos, na melhor das hipóteses, um Ser Supremo com transtorno dissociativo de identidade, também conhecido como personalidade múltipla. Espero que, no fim dos tempos Ele esteja judeu de novo. Tenho um primo que faria bom uso do Paraíso...
Voltando às coisas sérias, uma possibilidade mais plausível é que o chamado cérebro espiritual, os módulos neuronais que criam e processam ideias religiosas, seja menos permeável aos circuitos lógicos. Quem faz uma interessante análise do problema é o médico e geneticista americano David Comings em seu monumental "Did man create God?", uma ampla revisão de quase 700 páginas em que o autor esmiúça o caso de Deus sob todas as vertentes da ciência, em especial a neurologia.
Para ele, ao contrário do mais provocativo Richard Dawkins, a religião dá prazer, foi fundamental na evolução de nossa espécie e só será extinta quando o último homem morrer. Mais importante, Comings acredita que os cérebros racional e espiritual, embora funcionem de modo independente um do outro, podem de algum modo ser conciliados no que o autor chama de "espiritualidade racional". Cuidado aqui, o espiritual é uma esfera que abarca a religião, mas é mais ampla do que ela. Inclui outras tentativas de tocar a transcendência.
Num resumo algo grosseiro da mensagem central de Comings, só o que precisaríamos fazer é admitir que foi o homem que criou a ideia de Deus e escreveu os livros supostamente sagrados. Assim, nenhuma religião é verdadeiramente "a Verdadeira" ou intrinsecamente superior às concorrentes. Já não é necessário que guerreemos para descobrir se é o Deus cristão ou muçulmano que está certo. No limite, entregamos Deus para conservar uma espiritualidade menos belicosa, que nos permita a experimentar a transcendência a baixo custo.
É uma proposta engenhosa, mas, receio, muito difícil, quase impraticável. O monoteísmo já traz em germe a ideia de que existe um único caminho para a salvação e todo os que não o seguem estão condenados. Embora a maioria das pessoas consiga enxergar e valorizar as semelhanças entre os Deuses das várias religiões, sempre emergirão grupos mais intolerantes que exigirão o exclusivismo. Por paradoxal que pareça, não se os pode acusar de irracionais. Eles apenas levam realmente a sério o que está escrito. Numa abordagem puramente lógica, o Deus dos católicos e o de Calvino, por exemplo, não podem estar certos ao mesmo tempo. O conflito é uma decorrência do cérebro racional processando uma ideia espiritual.
É claro que podemos e devemos incentivar posições pró-tolerância como a de Comings. Os níveis de guerras religiosas variaram ao longo das épocas, num processo que certamente tem algo a ver com o modo mais ou menos pluralista utilizado pelos clérigos em suas prédicas. Não devemos, contudo, ser ingênuos a ponto de imaginar que o conflito possa ser extinto. O mundo é um lugar cheio de problemas.
De minha parte, embora ímpio contumaz, também acredito em transcendência. Para mim, ela está em atividades biologicamente inúteis às quais nos dedicamos e atribuímos valor, como literatura, música, pintura, filosofia e, por que não?, teologia. Elas podem ser extremamente prazerosas e, no limite, preencher nossas vidas com um significado que a natureza apenas não lhes dá. Mas não é porque a literatura nos leva à transcendência que devemos achar que Aquiles ou Brás Cubas existem.

Hélio Schwartsman, 44, é articulista da Folha. Bacharel em filosofia, publicou "Aquilae Titicans - O Segredo de Avicena - Uma Aventura no Afeganistão" em 2001. Escreve para a Folha Online às quintas.

A ajuração de Galileu Galilei - Postado por Darlan Reis Jr.


Direto do Blog de José Saramago, trecho da ajuração de Galileu Galilei, imposta pela Igreja Católica Apostólica Romana.

A AJURAÇÃO

By José Saramago

A quem possa interessar:

"Eu, Galileu Galilei, filho do falecido Vincenzo Galilei, de Florença, com 70 anos de idade, tendo sido trazido pessoalmente ao julgamento e ajoelhando-me diante de vós. eminentíssimos e reverendíssimos Cardeais Inquisidores-gerais da Comunidade Cristã Universal contra a depravação herética, tendo frente a meus olhos os Santos Evangelhos, que toco com as minhas próprias mãos, juro que sempre acreditei e, com o auxílio de Deus, acreditarei de futuro, em cada artigo que a sagrada Igreja Católica de Roma sustenta, ensina e prega. Mas porque este Sagrado Ofício me ordenou que abandonasse completamente a falsa opinião, a qual sustenta que o Sol é o centro do mundo e imóvel, e proíbe abraçar, defender ou ensinar de qualquer modo a dita falsa doutrina.

[…] Eu desejo remover da mente de Vossas Eminências e da de cada cristão católico esta suspeita correctamente concebida contra mim; portanto, com sinceridade de coração e verdadeira fé, abjuro, maldigo e detesto os ditos erros e heresias, e em geral todos os outros erros e seitas contrários à dita Santa Igreja; e eu juro que nunca mais no futuro direi, ou afirmarei nada, verbalmente ou por escrito, que possa levantar semelhante suspeita contra mim, mas se eu vier a conhecer qualquer herege ou qualquer suspeito de heresia, eu o denunciarei a este Santo Ofício ou ao inquiridor Ordinário do lugar onde eu estiver. Juro, além disso, e prometo que cumprirei e observarei todas as penitências que me foram ou sejam impostas por este Santo Ofício. Mas se por acaso eu vier a violar qualquer uma de minhas ditas promessas, juramentos e protestos (o que Deus não permita), sujeitar-me-ei a todas as penas e punições que forem decretadas e promulgadas pelos sagrados cânones e outras constituições gerais e particulares contra delinquentes assim descritos. Portanto, com a ajuda de Deus e de seus Santos Evangelhos, que eu toco com as minhas mãos, eu, abaixo assinado, Galileu Galilei, abjurei, jurei, prometi e me obriguei moralmente ao que está acima escrito, e, em fé de que, com minha própria mão, assinei este manuscrito de minha abjuração, o qual eu recitei palavra por palavra."

Postado Por Darlan de O. Reis Jr.

Reportagem: A Poluição Sonora em Crato

A nossa intrépida e divertida repórter Alessandra Bandeira esteve nas ruas do Crato, consultando as pessoas sobre a terrível poluição sonora que reina na nossa cidade, e quais as possíveis soluções para o problema. Para ouvir corretamente, pare antes o player da Rádio Chapada do Araripe, no canto superior direito do Blog:





Por: Alessandra Bandeira

Gente Bonita - Carlos Eduardo Esmeraldo e Magali

No Quadro gente Bonita de Hoje ( que não foi copiado do beto fernandes não, hein ? rs rs ), quero enviar meu abraço ao Casal Carlos Eduardo Esmeraldo e a Magali, pessoas tão distintas que fazem o Blog do Crato se engrandecer:

carlos e magali

Recebam o meu Caloroso Abraço.

Dihelson Mendonça

O Papel da Indústria na Dinâmica de Crescimento de Crato e Juazeiro



Em outro artigo eu procurei analisar o efeito do desempenho do setor agropecuário nas diferenças das taxas de crescimento entre Crato e Juazeiro. Neste artigo o foco será o setor industrial.

Mais uma vez houve fatos que fizeram com que esse setor apresentasse ao longo das ultimas décadas diferenças entre as economias dos referidos municípios. Em 1970 o cariri representava cerca de 11% do PIB (Produto Interno Bruto) do Ceará e já em 2005, por exemplo, esta participação havia caído para cerca de 4%. Vários foram os fatores. Primeiro porque as outras regiões cresceram mais que o cariri, a exemplo da região metropolitana de Fortaleza, fruto dos investimentos em infra-estrutura e da maturação dos investimentos do III Pólo industrial do Nordeste, pólo este que concentrou os investimentos incentivados pela SUDENE no Ceará especialmente nos setores: têxtil, alimentos, vestuários, calcados e artefatos de couros. Vale ressaltar a grande diferença de aplicação de recursos da SUDENE no cariri e na Região metropolitana de Fortaleza.

Outro fator relevante na história econômica do cariri e em especial Crato, Juazeiro e Barbalha foi o projeto Asimow. Este projeto concebido pelo então professor da Universidade da Califórnia Morris Asimow era “cheio de boas intenções”, mas marcado por erros graves que levaram ao fracasso que foi. Contudo, este projeto deixou seqüelas marcantes na economia de Crato e Juazeiro que refletiria mais adiante no desempenho econômico de forma distinta nos dois municípios. As indústrias instaladas no Crato através deste projeto tiveram sobrevida muito mais curta que as de Juazeiro do Norte. Ressalta-se que estes projetos consumiram parcela significativa da poupança do setor privado dos referidos municípios. De forma mais intensa afetou o município de Crato haja vista que os investimentos não sobreviveram o tempo suficiente para a recuperação do capital investido. Aqui fica registrado e empreendedorismo de parcela significativa do empresariado Cratense que diferentemente do que muita gente argumenta, apenas investia em lazer. Outro fator negativo deixado pelo fiasco do projeto Asimow foi a dificuldade de agregar empresários em outros projetos frutos das seqüelas deixada pelo referido projeto.

Ainda que este artigo não tenha a pretensão de esgotar o tema, não poderia deixar de analisar a diferença na composição do setor industrial entre as duas cidades. No Crato uma parcela muito significativa do setor industrial estava atrelada ao setor agropecuário que passou por crises drásticas como mencionado no artigo anterior que dizimaram a indústria a jusante como a indústria ligada ao setor algodoeiro e a cana-de-açúcar. O Juazeiro tinha uma indústria mais diversificada e uma indústria informal (de fundo de quintal bastante diversificada baseada nos preceitos do Padre Cícero de que em cada casa deveria haver uma oficina e cuja produção ainda abastece boa parte do nordeste) que em décadas posteriores permitiu o fortalecimento deste setor e a consolidação da indústria calçadista neste município. No caso do Crato, a grande planta industrial deste setor veio por influência política do então prefeito Raimundo Bezerra. Aliás, aqui vale apena fazer um parêntese para verificar como, no caso dos dois municípios não se pode fazer a análise de qualquer setor sem a correspondente função da poder político.

A política de incentivos fiscais implantados no Ceará a partir do “governo das mudanças” de fazer com que o incentivo fiscal cresça com a distância da capital, a princípio privilegiaria o cariri. No entanto, as indústrias que aqui se instalaram aproveitando estes incentivos tiveram outros apoios locais. Mais uma vez a influência do poder político de Juazeiro de forma bem mais ativa que no Crato foi decisiva para que Juazeiro conseguisse atrair um maior número de indústrias. Ainda hoje se percebe esta força política atuando na atração de indústria para o vizinho município de forma mais efetiva.

Um setor que tem se destacado na indústria cratense é o de cerâmica, aproveitando a abundância de matéria-prima e que tem “balanceado” a dinâmica industrial entre Crato e Juazeiro. Apesar de que, o foco atualmente é na produção de tijolo e mais recentemente telhas, diferentemente do passado quando tivemos a produção de pisos. Dentre as indústrias instaladas a Singer assim como a Grendene têm uma parcela significativa da sua produção voltada para a exportação o que tem sido um benefício para os dois municípios. Aliás, uma característica das indústrias incentivadas no Cariri é que elas são intensivas em mão-de-obra e que pode diminuir a sua vantagem comparativa com as regiões desenvolvidas com o aumento real continuo do salário mínimo. Há uma variável que tem sido negligenciada no Cariri e que poderá impactar bastante o setor industrial do Crato, Juazeiro e Barbalha que é a ferrovia Transnordestina, uma vez que este projeto afetara os custos de transporte dos produtos exportados, mas também dos importados pelos municípios.

Portanto, pelo exposto acima, a diferença na trajetória do setor industrial entre os dois municípios também contribuiu, em parte, para explicar as diferenças de crescimento entre Crato e Juazeiro ao longo das últimas décadas. Mas o ultimo setor a ser analisado no próximo e último artigo desta série é o setor de serviços que explica uma parcela maior da diferença na dinâmica de crescimento dos dois municípios nas últimas décadas.

Wellington Ribeiro Justo
Doutor em Economia e Professor da URCA.

As Palavras e o Escriba - Por: Henrique Alves


Escrever pode ser um dom, mas é também um exercício contínuo que exige disciplina. Escrever é uma necessidade. É um prazer, uma brincadeira de bom gosto, uma prática saudável, dependendo daquilo que se escreve, claro!

Como escrever? Não tem segredo. A pessoa vai escrevendo, “escrevivendo” e desenvolvendo sua história, formulando ideias e expressando seus sentimentos. Muita gente escreve por escrever, outros fazem-no por profissão. Ou não. Alguém escreve pela singela alegria de fazer-se entender. Há quem busque, por meio de sua escrita, o respeito e a admiração das outras pessoas. A humanidade escreve por diversas razões e a mesma humanidade desenvolveu muitas formas de homenagear os melhores textos. São prêmios disso, prêmios daquilo, além das honrosas menções.

A alma de quem escreve ficaria felicíssima caso um dia recebesse o Nobel de Literatura. Um Prêmio Jabuti seria muito bem recebido por esses incansáveis construtores de frases. Para quem gosta de escrever há hoje muitas oportunidades e opções, principalmente na Internet, onde a cada dia aparecem dezenas de novos blogs de novos escritores de novas ideias. As pessoas estão pensando e se expondo mais? Ou será que estão se expondo mais justamente porque estão pensando? Escrever, escrever, escrever. Alguns o fazem diretamente no teclado do seu computador. Outros desses arquitetos preferem utilizar o papel e a caneta como instrumentos do seu ofício. Saibam todos vocês que muitos desses escritores são nobres e ilustríssimos anônimos, cujas mentes estão sempre cheias de idéias e sonhos que nunca morrem. E o que sonham, afinal? Mudar o mundo pelas palavras? Nada mal. Por quê não? Tudo é possível ao que crê. Antes, porém, os escribas sabem que toda mudança começa dentro de si mesmos.

Por: Henrique Alves

Casa do Rei do Baião está ameaçada de Cair ?


Caro Dihelson,

Sou um caririense de Barbalha que atualmente moro em Rondônia. Gosto muito do Blog do Crato e esta semana um fato me incomodou muito. Foi a notícia "Casa do Rei do Baião ameaça de desabamento" véiculada no site da rádio Cetama de Barbalha no dia 07/07/09 que me inquietou e por isso escrevo para o Blog do Crato. A notícia diz que a residência do cantor Luiz Gonzaga está na iminência de cair. A casa de Gonzagão fica localizada no Parque Asa Branca em Exu-Pe o qual possui lanchonete e palcos para shows. Nesse parque se encontram objetos do cantor "como fotos, além dos mausoléus dele, da mulher e de seus pais". O site da rádio Cetama fala que o espaço é administrado pela ONG Parque Asa Branca e cobra-se do visitante R$ 2,00. Outro fato que piora a situação é que tem diminuído o número de turistas ao local.

Esta situação já vi na Tv Brasil no começo do ano através de um documentário que falava sobre a vida e a obra de Luiz Gonzaga. Além de homenagear Gonzagão, a reportagem da Tv denunciava em todas as cores a precária situação do Parque Asa Branca. É revoltante essa situação. A memória dele tem que ser preservada e lembrada para sempre. Faz-se necessário urgente tomada de posição quanto a esse estado de coisa. O Rei do Baião merece respeito. E que as gerações futuras possam beber dessa fonte tão rica. Parabenizo o Blog do Crato que todos os dias enaltece a cultura da região caririense e a rádio Cetama que com esta notícia ajuda a quem de direito possa olhar e ajudar preservar a rica história de Luiz Gonzaga.

José de Arimatéa dos Santos
Santa Luzia do Oeste, Ro

Futebol - Por: Amilton Silva

Presta Atenção no Futebol...
Vamos levantar essa seção do Blog!

Série B 2009


A 14ª rodada do brasileiro Série B, foi realizada nesta terça feira (28). O destaque mais uma vez foi a quinta vitória seguida do Ceará. A equipe do Vovô, venceu o Ipatinga pelo placar de 2 X 0, com gols de Geraldo e Wellington Amorim , ambos no segundo tempo. Com a quinta vitória consecutiva no Castelão, o Ceará fica a um ponto do G 4. Um público superior a 18 mil pagantes, proporcionou uma renda de 295 mil reais. Já o Fortaleza foi ao Rio de Janeiro, e foi derrotado pelo Vasco pelo placar de 2 X 1. Com o resultado o Leão volta a zona de rebaixamento. Outros resultados da Rodada:


SÃO CAETANO 4 X 1 CAMPINENSE
PONTE PRETA 3 X 1 VILA NOVA
FIGUEIRENSE 3 X 1 BRASILIENSE
PARANA 1 X 3 ABC
PORTUGUESA 40X 3 GUARANI
AMERICA RN 1 X 4 BRAGANTINO
ATLÉTICO GO 3 X 0 DUQUE DE CAXIAS RJ
BAHIA 2 X 2 JUVENTUDE

Após a realização da 14ª rodada ficou assim a Classificação:

classificação atualizada


P
J
V
E
D
GP
GC
SG
(%)
Ordenar


Acesso à Série A ACESSO À SÉRIE A
Rebaixados para a Série C REBAIXADOS PARA A SÉRIE C
J jogos P pontos ganhos V vitórias E empates D derrotas GP gols pró GC gols contra SG saldo de gols (%) aproveitamento
Dados atualizados em 28/07/2009
1 Atlético-GO 29 14 9 2 3 30 17 13 69
2 Guarani 28 14 8 4 2 21 14 7 66
3 Portuguesa 27 14 8 3 3 21 17 4 64
5 Vasco 26 14 7 5 2 19 7 12 61
4 Figueirense 26 14 8 2 4 24 15 9 61
6 Ceará 25 14 7 4 3 20 13 7 59
7 Ponte Preta 24 14 7 3 4 23 13 10 57
8 Bragantino 22 14 6 4 4 22 17 5 52
9 Bahia 20 14 5 5 4 17 16 1 47
11 Ipatinga 19 14 5 4 5 22 20 2 45
10 Brasiliense 19 14 6 1 7 19 19 0 45
12 América-RN 18 14 6 0 8 17 23 -6 42
13 Paraná 17 14 5 2 7 14 22 -8 40
14 Juventude 16 14 4 4 6 18 21 -3 38
16 Vila Nova 15 14 4 3 7 12 21 -9 35
15 São Caetano 15 14 4 3 7 18 15 3 35
18 Duque de Caxias 14 14 3 5 6 15 21 -6 33
17 Fortaleza 14 14 4 2 8 22 26 -4 33
19 ABC 11 14 3 2 9 9 27 -18 26
20 Campinense 6 14 2 0 12 14 33 -19 1

Cariri - Praças públicas ganham academias populares - Reportagem: Elizângela Santos

População de juazeiro mostra grande interesse pelo novo projeto esportivo (Foto: Elizângela Santos). Universitários de Educação Física monitoram projeto em Juazeiro para instalação de academias ao ar livre.

Juazeiro do Norte. Um projeto para os juazeirenses se exercitarem em plena praça pública. As academias populares começam a se espalhar nesses equipamentos da cidade, com aparelhagem de ginástica, proporcionando condições de qualquer cidadão freqüentar academias ao ar livre, gratuitamente e com orientação técnica. O trabalho vem sendo desenvolvido por meio da Secretaria de Esporte e Juventude. A Praça da Alegria, no bairro Novo Juazeiro, foi a primeira contemplada com os equipamentos públicos. O trabalho vem sendo executado com o auxílio de estudantes de Educação Física. São 17 estagiários das universidades da região, que foram selecionados, de forma criteriosa, para orientar os frequentadores das academias populares. Eles se revezam em turnos de trabalho e são remunerados com bolsas. A idéia é que mais estudantes, segundo o coordenador do projeto Movimenta Juazeiro, Hermógenes Silva Campos, sejam incorporados, com as novas academias previstas para serem inauguradas posteriormente.

A inspiração para levar as academias às praças da cidade, beneficiando principalmente os grupos de idosos, nasceu a partir de um projeto encampado na cidade de Maringá, denominado Academia na Praça. Tanto que já existe um quadro de pessoas cadastradas para realizarem os seus exercícios. Na Praça da Alegria, no Novo Juazeiro, já são cerca de 300 pessoas cadastradas e na Praça José Geraldo da Cruz, mais de mil pessoas.

A meta é chegar a mais de duas mil pessoas, diz o coordenador, no primeiro momento dos trabalhos. Os horários de atuação dos grupos são alternados. Das 6 horas às 9 horas funciona o primeiro grupo nas praças, e, das 17 às 20 horas, o segundo grupo, de segunda à sexta-feira. O projeto das academias populares tem objetivo de incentivar a prática esportiva, e combater o stress e o cansaço. Em cada academia, quatro educadores físicos vão orientar as pessoas sobre a melhor forma de se exercitar.

"Essa é uma oportunidade para a população e os próprios estudantes, que estão tendo a oportunidade de unir a teoria à prática esportiva", ressalta Hermógenes. Segundo o secretário de Esporte e Juventude, Aurélio Matias, a instalação de cada academia, com apoios fixos, tem um custo de R$ 22 mil para o município. Ele afirma que mais cinco foram adquiridas pelo município e uma das praças a ter o benefício será a do Giradouro, onde as pessoas já têm aderido naturalmente aos exercícios diários.

O primeiro dia de inauguração chamou a atenção dos moradores do Novo Juazeiro. Crianças, adultos e idosos faziam filas para fazerem exercícios nos equipamentos. "A nossa finalidade é proporcionar uma vida mais saudável para a população, principalmente as pessoas que não podem freqüentar as academias particulares", ressalta o secretário, ao acrescentar a importância da democracia para a prática do esporte.

"Os professores e estagiários são bons instrutores. Todos foram escolhidos por meio de seleção pública. São pessoas capacitadas para o trabalho e também para desenvolverem um bom relacionamento com as comunidades", diz Aurélio. Os usuários estarão sendo acompanhados, por isso a importância dos cadastros com todos os dados dos assíduos das academias populares ao ar livre.

Segundo o secretário, há uma aposta nesse trabalho nas praças, por dar um condicionamento e prolongar a vida das pessoas, com redução de taxas como glicemia, colesterol, reduzindo a obesidade e promovendo a saúde da população. "O mais importante é que esse trabalho terá um acompanhamento para orientação dos exercícios e caminhadas de cunho científico", enfatiza.

Mais informações:

Prefeitura de Juazeiro
Praça Dirceu de Figueiredo
Rua São Pedro, S/N, Centro
(88) 3566.1020

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Jornal Chapada do Araripe

SIM, mas a Questão é: Quem é que pode Postar no Blog ?


Já estou ouvindo essa pergunta aí dos nossos leitores a respeito da postagem logo abaixo.

E quem é que pode postar artigos no Blog ?


Deixa eu tentar resumir: ( Embora eu já tenha explicado algumas vezes )

01 - Num Blog, existem os Escritores, os Comentaristas e os leitores
02 - Os Leitores são os passantes, que gostam apens de ler, e nem gostam de escrever comentários.
03 - Os comentaristas são um passo acima dos leitores. São leitores que gostam de participar também, escrevendo comentários. Mas os comentaristas não tem poder para escrever um texto diretamente no Blog, só os Escritores.

04 - Os Escritores, esses sim, podem escrever diretamente no Blog, pois eles possuem uma senha só deles.

Perguntas e Respostas:

01 - Como me torno escritor? Qualquer pessoa pode enviar um texto para publicação para meu e-mail, que eu publico no Blog do Crato. Envie para blogdocrato@hotmail.com

02 - Certo, mas eu quero ser escritor com minha própria senha: Nesse caso, só alguns privilegiados, que são renomados no meio social, literário, e reconhecidos por outros websites que sabem escrever corretamente, e sobre assuntos que interessam ao público. O Blog do Crato possui entre 24 mil e 30.000 acessos mensais. Não convém que entreguemos uma senha a qualquer pessoa desconhecida. Sabe-se lá o que essa pessoa poderá postar para a opinião Pública ? Mas aos escritores que nos enviam os textos, eu publico também, não tem problemas.

03 - Ok, e como posso ser comentarista ? Qualquer pessoa, QUALQUER PESSOA pode escrever comentários. Basta abrir uma conta no Gmail, que é o e-mail do Google:

www.gmail.com

Abra sua conta no Gmail, e de posse dela, ficará bem mais prático com as coisas dos blogs em geral, porque depois, para se tornar um escritor, será necessário ter e-mail no Gmail mesmo.

04 - Porque que eu não consigo escrever um comentário? Porque você precisa abrir uma conta no site Gmail - www.gmail.com De pesse dessa conta, use o seu login e Senha para escrever os comentários.

05 - porque quando eu escrevo um comentário demora tanto para aparecer? Porque todos os comentários passam pelas mãos dos administradores: Temos 2 administradores no Blog do Crato, e brevemente, 3. Mas nem sempre tem alguém na frente da tela para liberar os comentários. Por isso pedimos paciência. Às vezes, libera-se imediatamente, mas há casos em que duram várias horas. Depende do caso. EM geral, 99 por cento, são liberados, e não é necessário que se envie novamente o comentário. Mas se já faz mais de 24 horas que o comentário foi feito e nao apareceu, pode ter havido algum problema. Entre em contato conosco pelo e-mail: blogdocrato@hotmail.com

Lembrete: O Blog do crato adota a política de privacidade e só libera os comentários após moderação. Não são permitidos comentários anônimos, nem de títulos tipo: Chico, Zé, Joaquim... nomes de pessoas de que não podemos identificar. Adotamos um cadastro de comentaristas. Mesmo tendo conta no Gmail, o Blog do crato pede que o comentarista envie um cadastro apra nós contendo: Nome Completo, Endereço Completo, Identidade, CPF, Local de trabalho, Posto que ocupa , telefones de contato.

Temos o maior prazer de publicar seu texto, e de liberar seu comentário, desde que seja feito com responsabilidade.

Abraços,

Dihelson Mendonça
Foto ilustrativa: Computador Alentejano

Tributo a Patativa do Assaré - Myrlla Muniz. por Elmano Rodrigues Pinheiro

video

A Primeira coisa que o Escritor de Blog deve aprender: Como Postar num BLOG


Ninguém nasce sabendo!

Existem pessoas que têm grande dificuldade com a informática, e até em aprender novas coisas, ou de seguir as regras por falta de disciplina ou pura preguiça. Em qualquer Blog, existe a forma correta de se postar mensagens. Mas nem todo mundo se liga nisso, e o resultado é catastrófico, principalmente quando alguém copia o conteúdo de outro site e traz para um Blog. os modelos de diagramação são diferentes. Aqui no Blog do Crato, metade do meu tempo é consertando as postagens dos nossos membros.

Sendo que eu já pedi, já insisti, já roguei, já supliquei, já fiz o possível para ENSINAR a alguns como é que se posta corretamente nos Blogs e alguns ainda não aprenderam ou insistem em não diagramar corretamente, causando grandes transtornos de diagramação como letras absurdamente grandes, e até defeitos no Blog, resolvi preparar esse tutorial.

gastou-me algum tempo para fazer, mas acho que se o "camarada" não aprender vendo as figurinhas, é melhor esquecer... Vamos lá...

Quando se posta em qualqur Blog, deve-se usar preferencialmente a própria janela de postagem do Blog. Em Hipótese alguma, vou repetir: EM HIPÓTESE ALGUMA, traga qualquer texto do Word diretamente para a janela de postagem. Não dá certo. Você pensa que dá certo, mas nos causa grandes problemas de diagramação.

Como Fazer:

01 - Se o texto for seu, escreva-o na própria janela de postagem, e basta clicar em "postar nova Mensagem"

E se o texto for de outro Site?
02 - Nesse caso, a melhor solução, é copiar o texto, abrir o Bloco de Notas do Windows, colar o texto no Bloco de notas. Depois, abra a janela de postagem, copie o conteúdo do Bloco de Notas ( cuidado para não copiar do site de novo ), e depois cole esse conteúdo do bloco de notas para a janela de postagem. Entendeu ? Não ?

Vamos ao visual:

Na área de trabalho do Windows, clique no Botão iniciar:


A seguir, clique na aba: Todos os Programas:


Abra a aba "Acessórios" e procure o Bloco de Notas do Windows:


Eis o Bloco de Notas, uma coisa simples, e que resolve nossos problemas:


Se o seu caso é copiar algum texto de um site, vá agora até o site de onde pretende trazer o artigo. por exemplo:


A seguir, com o bloco de notas aberto, selecione o texto do site que você quer copiar ( geralmente, seleciona-se com o próprio mouse, e copia-se com as teclas "Control C"



A seguir, COLE no Bloco de Notas - pode usar o "Control V" para isso:



Pronto, agora o seu texto foi copiado do site para o Bloco de Notas. Como trazer para o Blog ?
Simples, abra o Blog: Veja lá no topo, canto superior direito, existe um ícone chamado "Nova Postagem". Clique nele.



Aí abaixo, estamos vendo a janela de postagem. Agora, copie o texto do Bloco de Notas para a Janela de postagem:


Veja aí abaixo, o texto agora, já está na janela de postagem. É sempre ÚTIL, que justifiquemos o texto deixando-o quadrado para que a diagramação não fique torta. Para isso, selecione todo o texto na janela de postagem, e clique no ícone de Justificar o texto:



Depois do texto justificado, faça as devidas modificações que desejar, altere cores, fontes, etc, e se a justificação se perder, aplique-a novamente. Estando tudo pronto, agora é só publicar no Blog. Clique em Publicar postagem:


Pronto: Seu artigo agora vai ser publicado de forma totalmente correta. É simples! basta praticar um pouco. Na verdade, essa é uma das coisas mais simples que se pode saber fazer em um computador.

Agora, eu não quero ver ver mais nenhum texto retirado de outros sites com problemas de diagramação, depois de todo esse trabalho que tive para redigir e colocar essas imagens, certo, gente ?

Abraços,

Dihelson Mendonça

A “Baixa da Égua” – por Carlos Eduardo Esmeraldo


Era o pior palavrão que eu conhecia até os meus nove anos de idade. A qualquer aborrecimento, não media palavras e mandava todo o mundo ir conhecer esse terrível lugar: “a baixa da égua.” A minha mãe ralhava comigo sempre que eu pronunciava esse horrível nome. Pronto, era o suficiente para que eu entendesse que realmente era um palavrão tão feio, de modo que, a quem eu dirigisse tamanha ofensa era realmente digno dela. Corria o ano de 1954, eleições municipais em Crato. Como sempre acontecia nessas oportunidades, a disputa era bi polarizada entre o Dr. Ossian Araripe, candidato a prefeito pela a UDN, partido ao qual meu pai militava e Sr. Pedro Felício Cavalcante pelo PSD. Não acompanhava os comícios, mas torcia pela vitória do Doutor Ossian para prefeito do Crato e do candidato e depois governador do Estado, Paulo Sarasate, a quem fiz questão de conhecer pessoalmente.

Naquela eleição, Tália Márcia, uma prima dos meus pais, que eu não conhecia ainda, era uma das mais aguerridas “cabo eleitoral” do Sr. Pedro Felício. E por causa de uma visita dela à nossa casa em pleno período eleitoral, correu um boato pela cidade de que o meu pai havia “virado”, isto é, mudado de partido em plena campanha política. Por isso, numa noite em que eu estava sozinho em casa, um carro buzinou insistentemente defronte do nosso portão. Fui atender e nele havia duas senhoras, que me perguntaram: “Tália Márcia está aí? Nós queremos falar com ela.” Respondi que não havia nenhuma Tália Márcia, somente eu estava em casa. Elas puseram o carro em movimento e desapareceram. Não menos de dez minutos depois voltaram com a mesma pergunta. Dava-lhe a mesma resposta. Teve uma terceira e quarta vez e eu já estava perdendo a paciência, quando nominei para ela os nomes de todas as minhas irmãs e das demais pessoas da casa e que, portanto, não havia nenhuma Tália Márcia. Na última vez, não medi esforços, enchi os pulmões e respondi bem alto: “Vão para a baixa da égua!” Naquela noite fui dormir tranqüilo e aliviado. No dia seguinte, ao despertar, meu pai veio ao meu encontro com um bonito cinturão. Pensei que fosse um presente que ele iria me dar, quando ouvi sua voz em tom muito grave dizer: “você chamou dona Nair, esposa do Dr. Décio Teles Cartaxo, o prefeito e dona Maria do Céu, a mulher do nosso futuro prefeito de “filhas de uma égua!” E o cinto bateu forte no meu corpinho ainda franzino. Algum vizinho um tanto quanto surdo, dizendo-se muito divertido, contou a história ao meu pai, trocando os nomes por outro que não era do meu unitário repertório de palavrões.
Depois me contaram que a “Baixa da Égua” é um lugar do município do Crato, existente por trás do Serra onde está a estátua do padre Cícero. Claro que jamais fiz questão de conhecer tal lugar, de modo que se existe ou não, ainda hoje me trás más recordações.

Por: Carlos Eduardo Esmeraldo

Dr. Raiz no Ceará em Agosto!


Oi Galera!

Em Agosto!

Dr. Raiz em Fortaleza CE

Dia 05 às 20h no SESC/SENAC Iracema, e dia 06 (em dois horários) às 12h e às 18:30h no CCBNB Fortaleza!

Músicas inéditas que integrarão o nosso novo álbum e canções do 1º disco da banda!

Dudé Casado - Guitarra, violão e voz
Geraldo Junior - Voz, flauta e percussão
Pantera - Percussão e voz
Junior Casado - Percussão
Antônio Queiroz - Baixo e voz
Evaldo Rodrigues - Percussão
Ramon Oliveira - Guitarra, violão e voz

Abraços,

Dr. Raiz.

O dragão que não existe. Por Darlan de O. Reis Junior


Trecho do livro de Carl Sagan, intitulado O mundo assombrado por demônios - a ciência como uma vela no escuro. Minha homenagem a todos os pesquisadores e pesquisadoras!

O DRAGÃO NA MINHA GARAGEM

[A] mágica, devemos lembrar, é uma arte que requer colaboração entre o artista e seu público. E.M. Butler, The myth of the magus (1948)

- Um dragão que cospe fogo pelas ventas vive na minha garagem. Suponhamos (estou seguindo uma abordagem de terapia de grupo proposta pelo psicólogo Richard Franklin) que eu lhe faça seriamente essa afirmação. Com certeza você iria querer verificá-la, ver por si mesmo. São inumeráveis as histórias de dragões no decorrer dos séculos, mas não há evidências reais. Que oportunidade!

- Mostre-me - você diz. Eu o levo até a minha garagem. Você olha para dentro e vê uma escada de mão, latas de tintas vazias, um velho triciclo, mas nada de dragão.
- Onde está o dragão? - você pergunta.
- Oh, está ali - respondo, acenando vagamente. - Esqueci de lhe dizer que é um dragão invisível.
Você propõe espalhar farinha no chão da garagem para tornar visíveis as pegadas do dragão.
- Boa idéia - digo eu - , mas esse dragão flutua no ar.
Então você quer usar um sensor infravermelho para detectar o fogo invisível.
- Boa idéia, mas o fogo invisível é também desprovido de calor.
Você quer borrifar o dragão com tinta para torná-lo visível.
- Boa idéia, só que é um dragão incorpóreo e a tinta não vai aderir.
E assim por diante. Eu me oponho a todo teste físico que você propõe com uma explicação especial de por que não vai funcionar.
Ora, qual é a diferença entre um dragão invisível, incorpóreo, flutuante, que cospe fogo atérmico, e um dragão existente? Se não há como refutar minha afirmação, se nenhum experimento concebível vale contra ela, o que significa dizer que o meu dragão existe?
A sua incapacidade de invalidar minha hipótese não é absolutamente a mesma coisa de provar a veracidade dela. Alegações que não podem ser testadas, afirmações imunes a refutações não possuem caráter verídico, seja qual for o valor que possam ter por nos inspirar ou estimular nosso sentimento de admiração. O que estou pedindo a você é tão-somente que, em face da ausência de evidências, acredite na minha palavra.

(...) Manter a menta aberta é uma virtude - mas, como o engenheiro espacial James Oberg disse certa vez, ela não pode ficar tão aberta a ponto de o cérebro cair para fora. Sem dúvida, devemos estar dispostos a mudar de opinão, quando autorizados por novas evidências. Mas estas devem ser fortes. Nem todas as afirmações tem igual mérito. Na maioria de casos de raptos por alienígenas, o padrão de evidências é o mesmo dos casos de aparição da Virgem Maria na Espanha Medieval. "

SAGAN, Carl. O mundo assombrado pelos demônios: a ciência vista como uma vela no escuro / Carl Sagan; tradução Rosaura Eischemberg - São Paulo: Companhia das Letras, 1996, pág. 170-188.

Postado Por Darlan de O. Reis Jr.
Professsor do Departamento de História da URCA

Preparando-se para o ENEM - Prof. João Ludgero

Como a tendência dos vestibulares que vêm por ai é seguir o estilo ENEM, ou seja explorar habilidades e conhecimentos dos candidatos, vamos disponibilizar alguns infográficos para frequentadores do Blog do Crato que estão se preparando para o vestibular, possam ir exercitando a interpretação dos mesmos, pois as provas do ENEM, vêm recheadas de Mapas, Gráficos, Charges e Tiras.


Agronegócio (também chamado de agribusiness) é o conjunto de negócios relacionados à agricultura dentro do ponto de vista econômico. Costuma-se dividir o estudo do agronegócio em três partes. A primeira parte trata dos negócios agropecuários propriamente ditos (ou de "dentro da porteira") que representam os produtores rurais, sejam eles pequenos, médios ou grandes produtores, constituídos na forma de pessoas físicas (fazendeiros ou camponeses) ou de pessoas jurídicas (empresas).

Na segunda parte, os negócios à montante (ou "da pré-porteira") aos da agropecuária, representados pela indústrias e comércios que fornecem insumos para a produção rural. Por exemplo, os fabricantes de fertilizantes, defensivos químicos, equipamentos, etc. E, na terceira parte, estão os negócios à jusante dos negócios agropecuários, ou de "pós-porteira", onde estão a compra, transporte, beneficiamento e venda dos produtos agropecuários, até chegar ao consumidor final. Enquadram-se nesta definição os frigoríficos, as indústrias têxteis e calçadistas, empacotadores, supermercados e distribuidores de alimentos.

Saudações Geográficas!
João Ludgero

CONTUNDENTE – Por: José Nilton Mariano Saraiva

Sabe o que aproxima e une figuras tão diferentes quanto Arthur Virgílio, José Serra, Tasso Jereissati, Geraldo Alkmin, Sérgio Guerra, Álvaro Dias e outros ???
É que eles são todos do PSDB !!!
Ou seja, estão
Preocupados
Somente (em)
Derrubar (o)
Barbudo (Lula)

Contundente, não ???

Autoria: Desconhecida
Postagem; José Nilton Mariano Saraiva

Previsão do Tempo para Quarta-Feira, 29 de Julho de 2009

Bom dia, meus caros leitores. Com toda essa celeuma em torno da chamada gripe Suína, os Cratenses andam preocupados. Alguns já falam em usar máscaras, sem saber, entretanto, que as máscaras apenas evitam o contágio das outras pessoas quando já se está contaminado. As máscaras, segundo os médicos afirmam, não impedem que se contraia a gripe suína. Bom, mas voltando ao nosso tema costumeiro nesta bela manhã de Julho aqui no crato, após uma noite bastante fria, os termômetros marcaram 22 graus na Vilalta ao ar livre ( isso é considerado frio aqui na cidade ). A previsão do tempo para hoje é de sol com algumas núvens, e NÃO CHOVE, previsão bastante típica para esta época do ano. veja o gráfico do site Climatempo:


Hoje, no 29 de Julho, a Igreja católica comemora o dia de Santa Marta.

Considerada como modelo de operosidade e modelo de mulher cristã , Marta foi incluída no calendário litúrgico universal em virtude da solidariedade e atenção que teve para com Jesus, ao abrigá-lo em sua casa hospitaleira. Junto com seus irmãos Lázaro e Maria, recebeu e trabalhou para melhor acomodar o Messias que, ao passar na casa de Marta, ali espalhou sabedoria, amor e doçura. Marta, por sua vez, dispensava ao Mestre um carinho todo especial, providenciando aquilo de que Ele necessitava. Foi a seu pedido que Jesus ressuscitou Lázaro, seu irmão (João 11, 21).

A devoção a Santa Marta remonta à época das Cruzadas, tendo se originado na França, lugar em que, segundo a lenda, teria terminado seus dias.

HOJE NA HISTÓRIA:

Em 1846, nesta mesma data, nascia a nossa Princesa Isabel, a grande libertadora dos escravos.

Dona Isabel Cristina Leopoldina Augusta Miguela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança e Bourbon (Rio de Janeiro, 29 de julho de 1846 — Eu, França, 14 de novembro de 1921) foi princesa imperial do Brasil e regente do Império do Brasil por três ocasiões, na qualidade de herdeira de seu pai, o imperador D. Pedro II, e da imperatriz Dona Teresa Cristina. Foi a terceira Chefe de Estado brasileira após sua avó Leopoldina e sua trisavó Dona Maria I. Foi cognominada a Redentora por ter abolido a escravidão no Brasil. Após o casamento com o conde d'Eu, seu nome completo passou a ser Isabel Cristina Leopoldina Augusta Miguela Gabriela Rafaela Gonzaga de Orléans e Bragança.

A princesa Isabel foi também a primeira senadora do Brasil, cargo a que tinha direito como herdeira do trono a partir dos 25 anos de idade, segundo a Constituição do Império do Brasil de 1824.

Com a morte de seu pai, em 1891, tornou-se chefe da Casa Imperial do Brasil e a primeira na linha sucessória ao trono brasileiro, sendo considerada, de jure, Sua Majestade Imperial, Dona Isabel I, Por Graça de Deus, e Unânime Aclamação dos Povos, Imperadora Constitucional e Defensora Perpétua do Brasil.

Fontes: Climatempo, Wikipedia, Barsa...

Amor Tardio - Dihelson Mendonça


AMOR TARDIO

As flores murcham com o passar do tempo.
Assim como o tempo, dissipa as esperanças vagas
evolam-se os odores sensuais de um intento
e desvanescem sonhos que sutilmente afagas.

Se em meio à pira loquaz, um amor ardente,
ou no ocaso de uma vida desgastada,
ilumina-nos a alma, o coração então contente,
palpita tenazmente, em disparada.

E se o tempo a tornar a alma e o coração instante
na superficialidade etérea de uma estrela errante
evocar novamente o fogo que as paixões encerra

Oh! minha amada! Tu, ante o pesar dos anos,
se vida tiveres, amar-me-ás, e eu, "por entre os cinamomos",
tambem te amarei...debaixo da terra !

XXX

Dihelson Mendonça , 15/12/91

Ministério Público investiga frase de humorista do "CQC" no Twitter

Racismo é coisa séria...

O repórter do "CQC" Danilo Gentili será investigado por causa de um comentário que fez no microblog Twitter.

O Ministério Público de São Paulo irá apurar se houve ou não crime de racismo por parte de Gentili em sua postagem feita na madrugada do último sábado. No Twitter, o humorista escreveu: "Agora, no Telecine, [o filme] King Kong, um macaco que, depois de ir para a cidade e ficar famoso, pega uma loira. Quem ele acha que é? Jogador de futebol?" De acordo com o jornal "Agora São Paulo", Danilo declarou que está "disposto a pedir perdão a qualquer pessoa que se ofendeu, sobre qualquer assunto, em qualquer coisa que eu tenha dito, mas ratificou que não vai apagar a mensagem no seu Twitter, já que realmente disse aquilo."

Fonte: Minha Notícia

Quixadá já tem mais 2 casos de Gripe Suína...

Depois de registrar o primeiro caso da Nova Gripe no Interior do Ceará, a cidade de Quixadá (Sertão Central) apresenta mais dois casos suspeitos. Em entrevista ao Jangadeiro Online, a secretária de saúde da cidade, Ana Valéria Nepomuceno Bezerra Carneiro, diz que os dois pacientes viajaram junto com o homem que teve a Nova Gripe confirmada no município.

Segundo a secretária, os três foram para Brasília participar de um congresso. O primeiro a apresentar todos sintomas, assim que voltou de viagem, foi um homem. No dia 22 de julho, ele fez exame no Hospital São José, em Fortaleza, ficou recebendo acompanhamento médico e voltou para Quixadá somente no último domingo (26). Mas retornou para Fortaleza ontem, no mesmo dia que a Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) confirmou o diagnóstico de H1N1. Outros seis novos – todos na capital – foram confirmados no mesmo boletim.

Há poucos dias, os dois colegas do paciente - um homem, de 28 anos, e uma mulher, de 21, - passaram a ter sintomas como febre e dor no corpo. Segundo a secretária, eles foram medicados, liberados e recebem tratamento em casa.

Ana Valéria diz que os casos deixaram a secretaria em alerta. Nesta manhã, um Plano de Ação foi traçado. Uma infectologista do Hospital São José vai à cidade orientar os profissionais de saúde. Além disso, material como luvas, máscaras e papel toalha estão sendo comprados.

Fonte: Jangadeiro Online - Via Lindomar Rodrigues

Algumas considerações do Luis Nassif sobre a nova gripe:

Conversa com um epidemiologista de São Paulo sobre o trabalho de atendimentos às vítimas da gripe suína no estado. De uma maneira geral, a máquina anda, diz ele. O problema maior tem sido o da centralização dos medicamentos e a definição de quem deve receber. Não se pode abusar de medicamentos, para não criar anticorpos na gripe. Mas a Secretaria da Saúde centralizou de tal maneira que os remédios demoram para chegar à população. Pela lógica, deveriam ser ministrados nas primeiras 48 horas. Depois disso, a gripe entra em fase descendente e a medicalização seria desperdício. Além disso, deveriam ser ministrados em todos os que tiveram contato direto com os pacientes.

Ocorre que a Secretaria da Saúde deveria se articular com a estrutura de hospitais e laboratórios privados, mas faz-se tudo de maneira centralizada. E não se atinge o objetivo. Até pouco tempo atrás, só o Emilio Ribas fazia exames, cerca de 200 por dia, muitissimo aquém das necessidades. O Secretário foi convencido a usar o Fleury. Mas houve resistência dos escalões intermediários e os primeiros virus, para análise, demoraram a chegar. Agora o Adolfo Lutz entrou na parada também. Mesmo assim, os exames demoram muito tempo para ficar prontos, devido ao acúmulo de demanda. O mesmo ocorre em relação aos medicamentos. Existem protocolos para a aplicação dos medicamentos - sintomas do paciente, condições etc. Ficou tudo centralizado. Grandes hospitais poderiam montar uma rede de atendimento, ministrando os remédios.

Mas o Secretário não consegue vencer a resistência dos escalões intermediários, que argumentam que o sistema privado visa o lucro - embora os remédios tenham que ser obrigatoriamente entregues de graça. Em suma, o que ocorre é uma dificuldade comum a outras Secretarias do estado, de saber se articular com o setor privado e com a sociedade civil como um todo. Tudo é feito de modo autárquico e centralizado. Quanto à gripe em si, o sanitarista lembra que no ano passado a gripe comum chegou a matar 14 paulistanos por dia. A diferença é que a maioria era maior de 80 anos. Agora, a influenza pega - em todo mundo - jovens aparentemente saudáveis e sem histórico de doenças.

Assim, não se chegou a um diagnóstico sobre o que esses jovens teriam em comum. Todos os países estão atrás desse segredo. No momento, é uma situação que preocupa, mas não alarma. Se a pandemia evoluir para epidemia, o quadro poderá ficar complicado.
Fonte: Luis Nassif


Cientistas temem que máquinas superem humanos em inteligência

Um dos receios é a exploração criminosa da inteligência artificial.
Grupo debate imposição de limites às pesquisas.

Aeronave militar não tripulada empregada na guerra do Afeganistão ainda precisa de controles humanos. (Foto: New York Times)

Um robô capaz de abrir portas e encontrar sozinho tomadas elétricas para se carregar. Vírus de computador implacáveis. Pequenas aeronaves que, apesar de ainda controladas por seres humanos, chegam perto de uma máquina com autonomia para matar. Impressionado e alarmado pelos avanços na área de inteligência artificial, um grupo de cientistas da computação está debatendo se deve haver limites nas pesquisas que possam levar à perda do controle humano sobre sistemas computacionais cada vez mais usados na sociedade de hoje – de guerras a conversas por telefone com clientes.

A preocupação é que avanços maiores possam criar perturbações sociais profundas, com perigosas consequências. Como exemplos, os cientistas apontaram uma série de tecnologias bastante diversas – de sistemas médicos experimentais que interagem com pacientes simulando empatia, até vírus de computador implacáveis que poderiam representar o estado "primitivo" da inteligência mecânica.


Robô se liga, sozinho, na tomada, quando precisa de recarga. (Foto: New York Times)

Os cientistas da computação concordam que há ainda um longo caminho a percorrer até que se chegue a algo parecido com Hal, o hipercomputador que assume a espaçonave no filme "2001: Uma Odisseia no Espaço". No entanto, eles afirmam haver preocupações legítimas de que o progresso tecnológico possa transformar o mercado de trabalho, ao destruir uma ampla variedade de empregos, assim como forçar os homens a aprender a conviver com máquinas que imitam o comportamento humano. Os pesquisadores – importantes cientistas da computação e pesquisadores sobre inteligência artificial e robótica que se reuniram em Asilomar, em Monterey Bay, Califórnia – descartaram a possibilidade de superinteligências altamente centralizadas e a ideia de que alguma inteligência possa “brotar espontaneamente” da internet. No entanto, eles concordam que robôs com autonomia para matar já existem, ou chegarão num futuro bem próximo.

Leia mais notícias de Ciência

Eles dedicam atenção especial ao receio de que criminosos possam explorar sistemas de inteligência artificial assim que esses forem desenvolvidos. O que um criminoso faria com um sistema de síntese de voz capaz de imitar uma voz humana? O que acontece se uma tecnologia de inteligência artificial é usada para extrair informações pessoais de smart phones?

Concorrência desleal

Os pesquisadores também discutiram sobre possíveis ameaças a trabalhos humanos, como carros que dirigem sozinhos, assistentes pessoais baseados em software e robôs para executar tarefas domésticas. No mês passado, um robô desenvolvido por Willow Garage, no Vale do Silício, mostrou ser capaz de navegar no mundo real. Relatório da conferência, realizada a portas fechadas no dia 25 de fevereiro, será lançado até o final deste ano. Um relatório da conferência, realizada a portas fechadas no dia 25 de fevereiro, será lançado até o final deste ano. Alguns participantes discutiram sobre o encontro pela primeira vez com outros cientistas este mês, em entrevistas. A conferência foi organizada pela Associação para o Avanço da Inteligência Artificial. Ao escolher Asilomar como o local do encontro, o grupo evocou, propositadamente, um evento marcante na história da ciência. Em 1975, os principais biólogos do mundo também se reuniram em Asilomar para discutir a nova capacidade de remodelar a vida, ao intercambiar material genético entre organismos. Preocupados com ameaças biológicas e questões éticas, os cientistas tinham interrompido certos experimentos. A conferência gerou diretrizes para a pesquisa de DNA recombinante, permitindo a continuação de experimentos.

O encontro sobre o futuro da inteligência artificial foi organizado por Eric Horvitz, pesquisador da Microsoft e hoje presidente da associação. Horvitz acredita que cientistas da computação devem responder às ideias frenéticas de máquinas superinteligentes e sistemas de inteligência artificial.

A ideia de uma "explosão de inteligência", na qual máquinas inteligentes projetariam máquinas ainda mais inteligentes, foi proposta pelo matemático I. J. Good, em 1965. Mais tarde, em palestras e livros sobre ficção científica, o cientista da computação Vernor Vinge popularizou a ideia de um momento em que os humanos criariam máquinas mais inteligentes que os homens, causando uma mudança tão rápida que a "era humana acabaria". Ele chamou essa mudança de Singularidade. Ideia de ‘explosão de inteligência’, na qual máquinas inteligentes projetariam máquinas ainda mais inteligentes, foi proposta pelo matemático I. J. Good, em 1965

Fim da era humana

Essa visão, adotada em filmes e na literatura, é considerada plausível e preocupante por alguns cientistas, como William Joy, co-fundador da Sun Microsystems. Outros especialistas em tecnologia, com destaque para Raymond Kurzweil, enaltecem a chegada de máquinas ultra-inteligentes, afirmando que elas trarão grandes avanços no prolongamento da vida e na geração de riquezas.

"Especialistas em tecnologia estão substituindo a religião"

"Algo novo tem ocorrido nos últimos cinco a oito anos", diz Horvitz. "Os especialistas em tecnologia estão substituindo a religião."

A versão de Kurzweil da utopia tecnológica tem capturado mentes no Vale do Silício. Este verão, uma organização chamada de Universidade da Singularidade começou a oferecer cursos para preparar uma equipe capaz de moldar os avanços tecnológicos e ajudar a sociedade a lidar com as consequências. "Achei que, mais cedo ou mais tarde, teríamos de fazer algum tipo de afirmação ou avaliaçãoes dadas as preocupações das pessoas com o surgimento das máquinas inteligentes", afirma Horvitz.

Perda de controle

O relatório busca avaliar a possibilidade da "perda do controle humano sobre inteligências com base em computadores". O documento também abordará questões socioeconômicas, legais e éticas, assim como prováveis mudanças nas relações homem-máquina. Como seria, por exemplo, se relacionar com uma máquina tão inteligente quanto seu parceiro? Horvitz diz que o grupo de especialistas busca formas de orientar pesquisas, para que a tecnologia melhore a sociedade, em vez de levá-la a uma catástrofe. Algumas pesquisas podem, por exemplo, ser conduzidas em laboratório de alta segurança. O encontro sobre inteligência artificial pode ser fundamental para o futuro desse campo científico. Paul Berg, organizador do encontro de Asilomar de 1975 e ganhador de um prêmio Nobel de química, em 1980, acredita ser importante que as comunidades científicas envolvam o grande público antes que as preocupações e a oposição se solidifiquem. "Se esperarmos muito, os pontos de vista se fortificam, como ocorreu com os alimentos geneticamente modificados. Depois, fica difícil. É um assunto muito complexo." Tom Mitchell, professor de inteligência artificial e ensino por meio de máquinas da Carnegie Mellon University, afirma que o encontro de fevereiro mudou sua forma de pensar. "Cheguei lá bastante otimista quanto ao futuro da IA. Achava que Bill Joy e Ray Kurzweil tinham ido longe demais em suas previsões", diz. Porém, acrescenta, "o encontro me fez ser mais sincero sobre esses assuntos, especialmente em relação à grande quantidade de dados coletados sobre nossa vida pessoal".

Apesar de suas preocupações, Horvitz diz estar esperançoso de que as pesquisas sobre inteligência artificial venham a beneficiar os seres humanos, e até compensar nossas falhas. Ele demonstrou, recentemente, um sistema de voz projetado por ele. O sistema perguntava a pacientes sobre seus sintomas e respondia com empatia. Quando uma mãe dizia que seu filho estava com diarreia, o rosto na tela dizia: "Ah, que pena!". Um médico lhe disse, mais tarde, que era maravilhoso o fato de ter um sistema capaz de responder a emoções humanas. Segundo Horvitz, o médico disse: "É uma ideia brilhante. Eu não tenho tempo para fazer isso."

Fonte: G1

Show: Dia 30 de Julho - CNFS traz para Fortaleza - VARIANT (PE)


O CNFS traz para Fortaleza a banda Variant (PE) projeto que reune músicos das bandas Mundo Livre s/a, Zé Cafofinho e Orquestra Contemporânea de Olinda. No som da banda, vai uma mistura de Dubs, Ska e todo aquele som que vem do Recife.

A banda Variant é um projeto alternativo de músicos de bandas consagradas. No intuito de trazer sonoridades diferentes para o trabalho deles, Bactéria(mundo livre s/a), Tiago(zé cafofinho), Raphael e Hugo(Orquestra Contemporânea de Olinda) se reuniram e montaram a banda Variant.

Serviço:

CNFS apresenta VARIANT (PE)
Local: Acervo Imaginário - 21h
Ingressos: R$ 12 - até as 23h
após as 23h R$ 15
Lista amiga até as 23h -
10 reais (limitada 100 primeiros)
envie nome e sobrenome até as 17h do dia 30/7
para:
contato@pangeiaproducoes.com

Show: Encontro de Gigantes: Arismar do Espírito Santo e Leonardo Amuedo

arismar convite2

Encontro de Gigantes: Um show realmente fantástico de dois dos maiores instrumentistas da atualidade: O genial compositor, violonista, contrabaixista, pianista Arismar do Espírito Santo e o grande violonista da atualidade no Brasil, Leonardo Amuedo. Imperdível, para quem estiver na área...

Dihelson Mendonça

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30