xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 22/07/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

22 julho 2009

Jô Soares e o 'caçador de marajás' - Postado por Darlan O. Reis Jr.


"Nos momentos mais deprimentes das “baixarias na política”, como na atual crise do Senado, Jô Soares sempre leva ao seu programa da TV Globo várias comentaristas globais para espinafrar os políticos e desqualificar a política. São as tais “meninas do Jô”, sempre tão venenosas e cheias de certezas.


No programa desta quarta-feira (15), as jornalistas Cristiana Lobo, Lúcio Hippolito, Lilian Witte Fibe, Flávia Oliveira e Ana Maria Tahan concentraram seus ataques no recente aperto de mão do presidente Lula ao senador Collor de Mello, numa solenidade pública em Alagoas. Para elas, travestidas de vestais da ética, este gesto seria a prova definitiva de que política não presta.

As “meninas do Jô” só deixaram da lembrar aos telespectadores sem memória que a candidatura de Collor de Mello, em 1989, foi fabricada nos sinistros laboratórios da própria TV Globo. Elas inclusive evitaram utilizar a expressão “caçador de marajás”, cunhada na época para alavancar o político alagoano e evitar a vitória de Lula, o temido líder grevista daquele período.

Elas também nada falaram sobre a manipulação grosseira feita pelo Jornal Nacional da edição do debate entre os dois candidatos, nas vésperas daquele pleito. E ainda omitiram a informação de que a família de Collor de Mello ainda é proprietária da empresa afiliada da TV Globo em Alagoas.

Anarquista ao gosto do patrão

Diante das baixarias da famíglia Marinho, o recente aperto de mão é apenas um gesto protocolar! Com seu humor tendencioso, Jô Soares nunca cobrou qualquer autocrítica de seus patrões.

Além das “meninas do Jô”, ele poderia ouvir o professor Venício de Lima, que no livro Mídia — Crise Política e Poder no Brasil desmascara as manipulações da TV Globo na eleição do “caçador de marajás” e em outros episódios lamentáveis da nossa história recente. Também poderia convidar o professor Bernardo Kucinski, que no livro A Síndrome da Antena Parabólica denuncia o total colapso da ética na mídia brasileira e o papel nefasto da famíglia Marinho na política nacional.

Até algum tempo atrás, Jô Soares ainda seduzia muita gente. Na época da ditadura, que contou com o apoio ativo da TV Globo até a reta final da campanha das “Diretas-Já”, ele fez um humor corajoso de denúncia da censura e dos militares. Após a conquista da democracia liberal, ele se deu por satisfeito e nunca mais incomodou os poderosos e os barões da mídia.

Maroto, ele vestiu a oportuna fantasia do “anarquista”. O falecido professor Maurício Tragtemberg, um intelectual anarquista autêntico, costumava zombar destes anarquistas “riquinhos”, que fazem suas críticas comportamentais, mas não tem qualquer compromisso com a justiça social."

Fonte: Portal Vermelho, a partir do Blog do Altamiro Borges.



Direitos Autorais - Quem são os piratas? - Por: Roberta Traspadini


A pirataria é uma das questões mais polêmicas, colocadas pela mídia em pleno capitalismo monopolista do século XXI. Segundo o conselho nacional de combate à pirataria, estima-se que 45% da população brasileira, consuma algum tipo de produto pirateado. Frente a este dado podemos discutir, de maneira plural, o real significado de legalidade e legitimidade.

Mas, vale dizer que, a partir do enfoque da economia política, interpretamos que, se virou prática social, é porque está legitimado pela sociedade brasileira, ainda que possa ser interpretado pelo Estado e pelos donos privados das mercadorias, como ilegal.

Façamos um exercício e vejamos como, em essência, o que é ocultado nos noticiários e na indústria cultural midiática, é o verdadeiro sentido colocado na luta de classes sobre este tema. Comecemos com algumas perguntas básicas:

1 - O que é a pirataria? É a cópia de um original, cuja autoria é de outro. Em termos formais, "crime de violação de direito autoral".

2 - O que é um produto original? É aquele que, ao ser feito por alguém, se transforma em propriedade privada deste alguém (produto mercadoria e produto intelectual). Propriedade esta garantida sob a tutela do Estado formal, e exige que todos que o utilizam, peçam benção (economicamente paguem uma parte expressiva) àqueles que o produziram.

3 - Quando um produto original vira o produtor de copias? Quando o objetivo principal de sua utilização é prestar esse tipo de serviço. Exemplo: fazer fotocópias de livros, de discos, de dvd´s.

4 - Quando a cópia é violação? Quando o original, matriz produtora de copias, é utilizado por terceiros sem pagar sua parte substantiva, ou, vira um meio para outros meios e não o fim último do serviço.

Controle burlado

Em outras palavras, parte expressiva da copia utilizada como pirataria, advém de produtos originais que formalizam sua propagação. Essas máquinas, cada vez mais potentes e portáteis, implementam um ritmo absurdo de produção de copias não controladas pelo próprio capital monopolista.

Quando isto ocorre, o capital - que começa ver seu controle ser burlado, a partir das próprias máquinas produzidas por ele-, define como pirataria ilegítima e ilegal. Ou seja, uma ação de produção e de consumo exercida por contraventores sobre a ordem burguesa de propriedade privada do capital.

Já para os trabalhadores, o problema não é o da originalidade da cópia. E sim do desenvolvimento capitalista em si mesmo excludente, apropriador privado da produção da riqueza e da renda. Produção esta que permitiu a uma parte expressiva da população mundial, encontrar mecanismos de sobrevivência, frente a, cada vez menor, mão de obra formal dos três setores econômicos.

O problema de fundo desta discussão não é da ordem moral e sim econômica. Ou seja, quem fica com parte expressiva daquilo que é gerado, independente da mediação feita pela máquina formalmente registrada? O próprio capital? Ou os trabalhadores que alijados do processo formal de trabalho, encontram a possibilidade de sobreviver legitimamente a partir da pirataria?

A informalidade, numa sociedade como a brasileira, cuja exclusão raia as beiras da barbárie social, tem no mínimo algumas facetas que devem ser levadas em consideração:

1. É legitima e legal, quando seu fim é a sobrevivência de parte expressiva de um contingente de trabalhadores condenados da terra, feita propriedade privada pelo capital, que sequer entra para os números do exercito industrial de reserva, e que encontra nesta atividade um dos únicos mecanismos de ser minimamente incluído, frente a real exclusão. Ex: ambulantes, vendedores de cd´s, dvd´s, entre outros. Em alguns casos, no que tange ao informal, o Estado pode assumi-lo inclusive como empreendedor, para, ao formalizá-lo, garantir tributos ainda mais valiosos para seus cofres.

2. É legitima mas ilegal, quando o Estado, imbuído de sua representação de classe, resolve fazer uma limpeza social-mora, mas que realmente é da ordem do poder econômico, entre os que atuam fora ou dentro da lei.

3. É ilegítima e ilegal, quando seu principio, meio e fim é a morte de muitos, frente a vida de poucos. Esse é o caso específico do tráfico de armas, de drogas, de mulheres, de órgãos, entre outros. Para sobreviverem alguns, muitos têm que morrer para fazer a produção circular em forma de ganância excessiva e ampliada.

Violações mais antigas

A legitimidade e legalidade da pirataria no Brasil deve ser analisada a luz do conflito de classes gerado pela consolidação do capital que vai, pouco a pouco, ou aprisionando o trabalho e escravizando-o de múltiplas formas, conforme o tempo histórico em que se vive, ou excluindo-o formalmente para incluí-lo como consumidor.

Há violações anteriores a dita violação da pirataria. Listemos algumas:

A - Violação do direito ao trabalho e ao salário digno. Um desemprego que chega aa casa dos 8% e uma população economicamente ativa em que menos de 50% dos que atuam são formalmente registrados.

B - Violação da remuneração digna quando parte expressiva dos trabalhadores formais ganha até dois salários mínimos por mês e não têm as garantias constitucionais de saúde, educação, moradia, entre outras.

C - Violação do direito a disputa de classe, via Estado de direito, quando o capital define, a partir de seu poder onipotente, não só as regras do jogo, mas a forma como o árbitro deve se comportar (Estado brasileiro).

D - Violação dos direitos consolidados como CLT e Constituição Federal. Ambos estão virando enciclopédia para consulta sobre como foi e deixou de ser o processo laboral brasileiro ao longo dos séculos XX e XXI.

Por: Roberta Traspadini

Blog do Josias: A ideologia saiu de moda? Adote a que está em alta - Por: Samuel Teles


Sempre que uma ideologia sai de moda, o político recorre ao primeiro modelito prêt-à-porter disponível na prateleira das conveniências.

Para o PT, o patrocínio incondicional da ética tornou-se démodé. O chique agora é envergar o manto diáfano da “governabilidade”.

Numa fase em que camiseta de Che Guevara já não serve nem para seduzir a Ideli Salvatti, o repórter sai em socorro dos petistas.

Vão abaixo duas listas. Relacionam o que precisam fazer e o que devem evitar os petistas que desejam salvar o charme.

- O que o petista não precisa mais fazer:

1. Lembrar que Lula já chamou Sarney de ladrão.

2. Recordar as baixarias do Collor na eleição de 89.

3. Posar de torquemada em sessões de CPI.

4. Gritar ‘Fora, FMI’.

5. Ler Neruda.

6. Comer frango com a mão.

7. Beber cachaça.

- O que o neopetista não pode deixar de fazer:

1. Rezar por Sarney antes de dormir.

2. Admitir que foi injusto com o Collor.

3. Negociar com o Renan a tática anti-CPI.

4. Exaltar o socorro do Brasil ao FMI.

5. Ler Marimbondos de Fogo.

6. Aprender a manusear os talheres.

7. Folhear um bom guia de vinhos.


Fonte: Blog do Josias de Souza


Por Samuel P. Teles

Lançado pendrive de 256 Gb

O preço é salgado: algo entre US$ 900 e mil dólares. Com este lançamento, a Kingston (fabricante do produto) coloca em meros sete centímetros uma capacidade de armazenamento que os usuários esperariam encontrar apenas em discos rígidos. De acordo com o fabricante, o produto é ideal para usuários de netbooks que desejem estender a limitada capacidade de suas máquinas. O problema: o DataTraveller 300 custa pelo menos o dobro do valor de um netbook nos Estados Unidos.

O produto conta com o Passport Traveller, um software de proteção de dados por senha que infelizmente está disponível apenas para usuários Windows. A boa notícia: é extremamente provável que o lançamento do DataTraveller 300 derrube radicalmente o valor atual dos pendrives de 32 e 64 Gb.

Fonte: do website Minha Notícia

Juazeiro: Associação de Artesãos comemora 25 anos celebrando convênio com a prefeitura - Daniel Walker



O prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana, e o Secretário de Turismo e Romarias, José Carlos dos Santos, participaram da festa pelos 25 anos de fundação da Associação dos Artesãos Mãe das Dores. Eles presentearam a entidade com a assinatura de um convênio que prevê a compra de peças artesanais para serem transformadas em kits destinados a presentear personalidades ilustres que visitam o município. O prefeito definiu como uma forma de valorizar e divulgar mais o nosso artesanato.
A entidade conta com 35 associados que produzem, em média, uma peça por dia em palha de milho, madeira e couro. Ela é a responsável pelos famosos cartões de natal de palha de milho que ganharam os ares da Europa e, anualmente, é exportado para novos continentes O presidente Luciano Bezerra da Silva agradeceu ao prefeito a formalização do convênio e ainda entregou ofício que propõe a restauração do prédio um dos patrimônios da arquitetura juazeirense.
Quanto a isso, Santana lembrou que o prédio pertence a Igreja e deve ser tombado em nome da preservação um caminho natural do poder público. O prefeito manifestou, também, o orgulho de ver a produção artesanal de Juazeiro ganhando o mundo. Participaram da festa das Bodas de Prata da Associação dos Artesãos Mãe das Dores representantes do Sebrae, Sine/IDT, Banco do Nordeste, Federação dos Artesãos e outras instituições e entidades.
Além destes, o padre Roserlânio Souza; o Chefe de Gabinete, Geraldo Carreiro; a Secretária de Cultura, Glória Tavares; os professores Renato Casimiro, Daniel Walker e Maria do Carmo Pagan Forti e o jornalista Lira Neto. O Secretário de Turismo, José Carlos, lembrou o incentivo inicial dado à associação pelo monsenhor Murilo por conta da premissa de Padre Cícero quanto a transformação dos espaços em lugares de trabalho e oração. Falou ainda que Santana deverá se consagrar como o prefeito das causas populares. (Demontier Tenório)

Daniel Walker - Colaborador

Livro “Lula na literatura de cordel é lançado no Ceará

lulcordel

Será lançado nesta sexta-feira, a partir das 19 horas, no Ideal Clube, o livro “Lula na literatura de cordel”, do poeta potiguar Crispiniano Neto. A publicação já foi lançada em Brasília, com a presença do presidente Lula.

Via: Eliomar de Lima

Novas evidências de que existe Água em Saturno


Nota do Blog do Crato: Finalmente os grandes pesquisadores se convencem cada vez mais da existência de água em uma das luas de saturno. Há pouco mais de uma década, isso era totalmente impensável. Parece-nos que a cada dia o homem se encaminha para o pensamento de que ele, afinal, não é único no universo, como acreditavam os ptolemaicos e seus seguidores. A descoberta de água em outros mundos é um dos passos mais acertados para que se possa conceber a vida tal qual a conhecemos no nosso próprio planeta.

Pesquisadores americanos descobriram novas provas da existência de água em estado líquido em Encélado, uma das luas de Saturno, segundo pesquisa da revista científica britânica "Nature". Os especialistas, do Southwest Research Institute de San Antonio (EUA), estudaram um dos gêiseres que regularmente emanam das fissuras próximas ao polo sul, vulcânico, do satélite natural de Saturno. Os cientistas detectaram amoníaco, vários componentes orgânicos e deutério, um isótopo estável do hidrogênio abundante nos oceanos da Terra. O amoníaco, junto ao metanol e a sais achados nas colunas de fumaça nessa área vulcânica, atua como um anticongelante que permite à água permanecer em estado líquido sob a superfície gelada de Encélado a temperaturas de quase 100 graus centígrados abaixo de zero, explicam os pesquisadores.

Os especialistas acreditam que o anel E de Saturno é formado por gás e pó desprendido das colunas de fumaça da lua gelada. Presença de amoníaco, sódio e sais potássicos implica que o interior de Encélado pode conter alguma quantidade de água líquida "

"A presença de amoníaco nas colunas, junto à detecção de sódio e sais potássicos em partículas geladas do anel E implica que o interior de Encélado pode conter alguma quantidade de água líquida", disse William Lewis, membro da equipe de pesquisa. Em junho passado, cientistas alemães e britânicos já divulgaram um estudo que sustenta que Encélado oculta sob a superfície de seu polo sul um oceano salgado. A equipe germano-britânica chegou a essa conclusão após examinar os gêiseres de vapor e gás e as minúsculas partículas de gelo lançadas do polo sul da lua a centenas de quilômetros no espaço. A sonda Cassini descobriu os surpreendentes jatos em 2005 durante a exploração de Saturno.

Fonte: G1

A efervescência cultural nasce do povo - Por: Por Luiz Domingos de Luna*


Cada Cidade tem suas peculiaridades que são inerentes à formação de sua própria existência, razão de uma, ter identidade religiosa, outra / cidade estado /, outras de: uma pigmentação conservadora, ortodoxa, heterodoxa, liberais, neoliberais, libertárias (...) Enfim, este coeficiente que dá o tom da mediana do ser social no espaço tempo é resultado do processo histórico, interativo, e da cola do convívio das comunidades ao eixo central a sociedade como um todo.

Ao se fazer um paralelo histórico, na Grécia Antiga, se vê que Esparta foi uma cidade estada, enquanto, Atenas: fonte de cultura, humanismo, artes, literatura (...)

O Ativismo cultural é sempre relevante para qualquer urbe, pois é uma forma de humanização do ser humano e uma condicionante para qualificar o grau de civilidade na paisagem urbana ou não.

Porém, para o aumento do grau de concentração do ativismo cultural, se faz necessário que haja uma aptidão social ampla para tal fim, do contrário, tudo para, ou emperra, em caso extremado o caniço quebra.

Não existindo um fomento da sociedade a educação, a cultura, a arte, a música, a literatura (....) Teremos eventos culturais esvaziados, amorfos, gelados, artificiais, pois a função do ativista cultural não é mirar o sensacional, o oportuno para seu ego, ou algo semelhante, mas sim, ser, no máximo, porta voz, ou mesmo condutor de algo que existe de fato e de direito na amplitude do anseio maior na esfera social habitável.

Na ausência desta clarividência no seio social é momento oportuno para um estudo sobre o que caracteriza a identidade da sociedade, investindo para que cada urbe possa naturalmente caminhar com suas próprias pernas na condução da argamassa viva que constitui este teor de concentração apta a todos.

Abrir perspectivas contidas no consciente coletivo para a coesão da unidade social, tão necessária, para a harmonia do conjunto humano no habitat em que vive; é um imperativo Já, para todos que se deleitam, sobre a arte cara, e um tão renovável quanto a existência do homo sapiens na bola – Ainda azulada – Planeta Terra.

Por: Luiz Domingos de Luna

Notícias do I Seminário Cariri Cangaço - Por: Manoel Severo


I SEMINÁRIO CARIRI CANGAÇO
De 22 a 27 de Setembro de 2009
Crato, Juazeiro, Barbalha e Missão Velha.

O município de Missão Velha; porta de entrada do cariri cearense; é o mais novo anfitrião do CARIRI CANGAÇO. Durante um almoço oferecido aos organizadores do evento pelo Prefeito Washington Fechine; a cidade histórica, palco de inúmeros acontecimentos ligados ao cangaço de Virgulino Ferreira, será sede no domingo, dia 27 de setembro de palestra mostrando um pouco dos acontecimentos do tempo em que Lampião se abrigava nas terras do poderoso Cel. Santana. Para o prefeito Washington “é de extrema importância participar do Cariri Cangaço. Por aqui muitas vezes Lampião se abrigou na fazenda Serra do Mato e na fonte da Pendência do Cel.Santana, como também na fazenda Padre Cícero; o Cel.Isaias Arruda mentor de muitos acontecimentos do cangaço era prefeito de Missão Velha, daí ser uma satisfação estarmos no Cariri Cangaço”. Para o Coordenador Severo Barbosa, “Por sua grande relevância histórica, por suas belezas incomparáveis e pelo entusiasmo de nossos amigos, Missão Velha jamais poderia deixar de fazer parte da Programação do Cariri Cangaço, estamos todos muito felizes.” Estiveram presentes ao almoço, além do prefeito Washington Fechine e Severo Barbosa, Aderbal Nogueira, Wilton Dedê, o Deputado Federal José Airton, o Vigário Local Padre Joaquim Ivo, o secretário de cultura Professor Moreira, além de outras personalidades.

Fonte: Manoel Severo

Canadá registra caso de gripe suína resistente ao Tamiflu


O Canadá registrou o primeiro caso de gripe suína --como é chamada a gripe A (H1N1)-- resistente ao antiviral Tamiflu. O paciente --um homem de 60 anos de Québec-- recebeu a droga após seu filho ter sido infectado com o vírus da doença. A porta-voz da Agência de Saúde Pública do Canadá, Jirina Vlk, disse que a estirpe do vírus parece não ter se espalhado pelo país, e que o caso de resistência é isolado. Anteriormente, três casos de resistência ao Tamiflu, produzido pelos laboratórios Roche e Gilead Sciences, haviam sido detectados --na Dinamarca, Japão e Hong Kong. Os pacientes se recuperaram completamente da infecção ao serem tratados com outro antiviral, o Relenza, do laboratório GlaxoSmithKline, conhecido como zanamivir.

No início de julho, a OMS (Organização Mundial de Saúde) havia afirmado que não há evidências de um avanço preocupante nos casos do vírus da gripe suína que não respondem ao antiviral.

Sintomas

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório.

Fonte: Folha Online

Notícias do Crato para o Dia 23 de Julho de 2009


23-07-2009
Comunicado urgente aos monitores do PETI

O Governo Municipal do Crato e a Secretaria de Ação Social comunicam aos monitores do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI que hoje, dia 23, às 9 horas na sede da Secretaria será realizado o encontro pedagógico. A presença de todos os monitores é indispensável.

Evento Férias do Ceará acontece hoje na RRFSA

Mais uma edição do projeto Férias do Ceará do Governo do Estado acontece em Crato.

Hoje a partir das 20 horas no Centro Cultural do Araripe no Largo da RRFSA será realizado show da Banda de rock Charlie Brow Junior. O Governo Municipal do Crato, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude é parceira do evento que promove alegria e descontração com shows gratuitos de bandas de destaque no cenário musical.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Uma Leitora do Blog do Crato muito Especial, na ITÁLIA...

Tatiana Figueiredo se apresenta na abertura do G8, na Itália.

Ela cantou o Te Deum de Verdi com a Orchestra Sinfonica Abruzzese (Maestro Marcello Bufalini) na abertura oficial do G8 em L’Aquila – Encontro com os governantes dos paises mais ricos do mundo. Cantou ainda em vários recitais no Brasil e no esterior, entre eles em Milão no Teatro Silvestrianum e ao Teatro Filodrammatici de Milao em homenagem ao compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos. Participa de recitais e montagens de Operas no Brasil e na Itália. Frequentou muitos cursos de aperfeiçoamento para cantores líricos no Brasil, Italia e Alemanha e fez numerosos concertos em Sao Paolo, Rio de Janeiro, Curitiba, Juiz de Fora, Fortaleza, Maceió, Sicilia, Capri, Bologna, Chianciano, Bordighera, San Remo (Teatro Ariston), Sapri, Ravenna, L’aquila, Roma, Venezia, Foggia, Avallon e Auxerres (França) e outras cidades.

Estamos falando de Tatiana Vanderlei de Figueiredo, cantora Lírica Brasileira, residente na Itália.

Com toda essa magnífica trajetória artística, não esquece as suas raízes, quando entrou em contato com o Blog do Crato através do telefone, para expressar a sua imensa satisfação em encontrar aqui o genuíno espaço da nossa cidade, berço das expressões artísticas e culturais, da gente que trabalha para divulgar nesse espaço público, o Crato, terra de tantos ícones ilustres.

Em conversa com esse repórter, Tatiana nos conta do seu primeiro encontro com a sua paixão: O canto Lírico:

Tatiana: A Dra. Violeta Arraes uma vez me ouviu cantando quando eu trabalhava na URCA, e me disse: Porque voce nao começa a estudar seriamente? Ouvindo isso nao pensei duas vezes. Terminei minha Graduaçao em Direito, e fui morar em Curitiba pra estudar Canto Lirico. Depois ganhei uma bolsa de estudos para vir estudar na Italia. Estou aqui ja da 6 anos, ja visitei varios Paises e amo estar aqui...

Blog do Crato: Aonde você reside atualmente?

Tatiana: Atualmente moro na cidade de L'Aquila, a cidade que foi destruida pelo terremoto, uma experiencia que nao quero viver novamente, jamais!!! Era tudo tao lindo... abro a janela da cozinha e tem uma montanha maravilhosa que fica coberta de neve por 6 meses... da sala vejo o "Gran Sasso d'Italia", sem falar nas construçoes maravilhosas que nao existem mais.

Blog do Crato: Qual a Rotina de uma cantora Lírica Brasileira na Itália ?

Tatiana: Ando de bicicleta, nado, leio muito, vou a concertos, sou a Vice-Presidente de uma Associaçao Cultural, e tantas outras coisas que por hora (pelo terremoto) nao posso prosseguir, como um curso de tango... Faço concertos, viajo muito, fiz um curso de cozinha italiana, nao estou jamais parada... Estou terminando minha segunda especializaçao...

Tatiana Figueiredo pretende voltar ao Brasil e ao Ceará em breve. Mas antes, sonda a possibilidade de realizar vários concertos, inclusive em Fortaleza, e possivelmente no Crato. Tatiana se diz uma ardorosa fã da Rádio Chapada do Araripe, que transmite música Brasileira, Jazz, Música Clássica e Música dos compositores regionais. Inclusive, em seu primeiro telefonema, este foi o fato que mais lhe chamou atenção.

Nós que administramos o Blog do Crato, Rádio Chapada do Araripe e Jornal Chapada do Araripe, desejamos a Tatiana Figueiredo votos de muita felicidade nessa carreira difícil, que é ser um bom artista, do mais fino gosto, ainda que fora do Brasil. E creio que falo por todos nós, quando aqui quero deixar o meu caloroso abraço para Tatiana e a nossa solidariedade para o povo de L´Aquila, e oferecer todo o nosso empenho para tornar esse sonho em realidade, de trazê-la da Itália a fim de que possa apresentar a sua arte e brilhar nos céus do Ceará e do Brasil.

Tatiana, minha amiga e colega musicista, conte conosco!

Abraços,

Dihelson Mendonça

Sugestão - Dr. Valdetário


Prezado amigo Dihelson, estou muito contente com o crescimento do Blog do Crato, continuo fazendo o meu "trabalho de formiguinha". Gostaria de propor que fosse criado no nosso blog um espaço destinado apenas a estimular o debate sobre o mais variados temas, de forma a permitir a
participação de muito mais leitores. Acredito que da forma como estamos hoje apenas as pessoas que têm mais habilidade com a escrita estão levantando as discussões. A minha proposta é que seja criado um espaço no Blog que seré denominado "E se...?" seguida apenas de uma pergunta e do nome de quem a enviou. Por exemplos: E se...a EXPOCRATO tivesse uma duração de 15 dias? Por Dr. Valdetário. E se...o distrito de Ponta da Serra se tornar município? Por Dr Valdetário. E se... o Pe Cícero ressuscitasse e viesse morar no Crato? Por Dr Valdetário. São infinitos os temas e as perguntas. Imagino que dessa forma estaremos incluindo muito mais leitores e ampliando os debates. Para não permitir que fossem postados muitos "E se..." de uma vez só, apenas você, que é o administrador do blog, postará as perguntas. Escritores e leitores do blog enviarão as perguntas para o seu e-mail e você as selecionará. Pense bem nessa proposta e me dê um retorno. Por oportuno gostaria que você indicasse um local onde eu possa deixar o seu livro sobre Blogs.

Um abraço.

Valdetário

Deputados e suas demagogias - Por: Alessandra Bandeira


Quero agradecer a todos pelo apoio nessa batalha de sermos a primeira cidade do Brasil a receber o artista plástico Michael De Feo, só quem tem sensibilidade pode entender a grandeza dessa ação. Amanhã no Ceará em Debate estarei com meu projeto e entregarei a todos os políticos que dizem amar o Crato e ver se esse amor corresponde mesmo à verdade. Esses deputados dispõem de verbas para incentivar a cultura, mas não sei porque não fazem o uso correto. Pasmem que o que estou querendo é apenas 2.000,00 reais referente a passagem(ida e volta), já que o cachê não vai ser cobrado e a parte de logística a prefeitura e o Olhar já estão a disposição.Infelizmente a prefeitura não dispõem de amparo legal para pagar essas passagens, porque se tivesse o prefeito já teria dado, pois, tem compromisso com a cultura.

Esse é o valor deste projeto, mas parece que essa quantia é muito para um deputado dispor?

Espero que nas eleições do ano que vem a pessoas lembrem desses nomes que alardeam o mundo dizendo amar o Crato e na hora da verdade se escondem. Estou deveras decepcionada com o deputado Ely Aguiar,pois, assumiu um compromisso público aqui no Blog e até agora nem sequer se pronunciou, ligo para seu celular mas este sempre está desligado e o telefone de seu gabinete só da sinal de fax. Espero que o deputado Sineval Roque não haja da mesma forma. Essas oficinas seriam realizadas de 07 à 15 de Agosto, que é quando a agenda deste artista permite.

Acredito que qualquer empresário poderia dar esse valor , pois,investimentos na área da cultura e dedutível no imposto de renda das empresas. Será que ainda existem homens e mulheres de boa vontade que possam tornar esse projeto uma realidade e fazer a diferença na vida dessas crianças e adolescentes carentes ?

Espero que sim!
O Crato capital da Cultura ainda existe?

Cratenses nos apoiem nessa ação cobrem destes deputados, pois, quem colocou eles lá fomos nós agora está na hora deles mostrarem trabalho.

Continuo a espera de um milagre!

Alessandra Bandeira.

P.S: Mônica, Edilma e Dihelson obrigado pelo apoio e pela força!

Juazeiro do Norte comemora 98 anos - Reportagem: Elizângela Santos

Na praça Dirceu Figueiredo haverá o momento formal das comemorações do aniversário de Juazeiro, onde está localizado o Paço Municipal (Foto: Elizângela Santos)

Hoje, uma programação pelo aniversário de Juazeiro do Norte será iniciada às 5 horas, com alvorada

Juazeiro do Norte. Uma cidade que entra nos seus 98 anos, comemorados hoje, já em clima dos 100 anos. A Semana do Município este ano, em Juazeiro do Norte, deu o tom dos festejos daqui a 731 dias, contar de hoje. No último sábado, foi assinada lei municipal determinado o Dia Municipal da Imprensa. Exposições sobre a história da imprensa de Juazeiro, no Centro Cultural banco do Nordeste (CCBN), e Juazeiro Como te Vejo, no Teatro Marquise Branca, dão o tom de entrada de um novo momento, numa fase como Região Metropolitana do Cariri de maior destaque econômico e sócio-religioso.

Hoje, uma programação em comemoração ao aniversário será iniciada às 5 horas, com alvorada festiva. Durante todo o dia se estenderá uma programação da administração local, incluindo competições esportivas, inauguração da reforma da Praça Padre Cícero, lançamento de projetos, exposição de artesanato, e show musical, no final da noite, com Chicabana, na Praça Padre Cícero.

Mas há os que louvam esse crescimento, de uma cidade cheia de encantos e predestinada, a exemplo do escritor Raimundo Araújo, primo em terceiro grau da beata Maria de Araújo, que protagonizou o milagre do sangramento da hóstia, ofertada pelo Padre Cícero. Segundo o escritor, esse é um marco divisor para a cidade romeira, que assume várias feições ao longo dos anos. “Uma mini capital”, diz ele, ao acrescentar ser Juazeiro uma cidade jovem com problemas já de cidade grande.

Um estudioso da história de Juazeiro e do Padre Cícero, o professor Raimundo Araújo, diz que o Padim, num determinado momento em que a cidade ainda era praticamente uma aldeia, afirmou a um amigo: “Isso vai crescer quando eu morrer”. E a profecia do padre que se tornou santo popular é anunciada a cada dia, numa das cidades que se projeta para o desenvolvimento, conforme o escritor. “Essa é uma cidade privilegiada, predestinada e misteriosa”, ao dizer que com apenas 98 anos Juazeiro cresceu muito além da sua idade.

Aos 93 anos, a artista plástica Assunção Gonçalves, é uma das testemunhas vivas do Padre Cícero. Quando era adolescente visitava com freqüência a casa do sacerdote. Reside no final da Avenida Padre Cícero, um dos poucos pontos antigos com alguns traços de preservação dos 100 anos. Lamenta a sua falha de memória, pela idade, em não lembrar tantos momentos da terra que nasceu e vive com alegria. Mas, lamenta mais ainda, o que foi esquecido e destruído de uma cidade tão recente. “Muita coisa precisa melhorar. Essa cidade merece mais cuidado”, comenta a artista plástica.

A primeira romaria registrada em Juazeiro, por coincidência, aconteceu no mês de julho. Uma lembrança repassada por Assunção e relembrada pelo escritor Raimundo Araújo.

Naquela época, 3 mil romeiros vieram do Crato para Juazeiro, levados pelo padre Francisco Monteiro, logo após o milagre da hóstia, em março de 1889. Juazeiro, considerada a “meca” dos romeiros de vários estados foi fundada pelo Padre Cícero, também o primeiro prefeito. Emancipada em 1911, antes era a comunidade de Tabuleiro Grande, pertencente ao Crato. Ao longo desse período conseguiu se notabilizar pelo desenvolvimento da economia local, com destaque para o comércio e a indústria de calçados, sendo este um dos pólos mais representativos do Estado. A cultura popular é outro grande atrativo, sendo ambos estimulados por meio do próprio Padre Cícero, que estabeleceu como lema de desenvolvimento trabalho e oração.

Milhares de nordestinos passam a cada ano por Juazeiro, principalmente durante as grandes romarias. Esse é outro importante aspecto em torno da figura mítica do Padim. O comércio local e a indústria do turismo religioso são os grandes beneficiados.

A cidade tem conseguido nos últimos anos ter um crescimento na área educacional, principalmente com a instalação de cursos de nível superior. O nome Juazeiro surgiu a partir das árvores com o mesmo nome e “Norte” veio diferenciar a cidade de outras com o mesmo nome. Um dos grandes momentos que mudou a visão de Juazeiro para o mundo foi o milagre da beata Maria de Araújo, em 1889, em que ocorreu o sangramento da hóstia ofertada pelo Padre Cícero na boca da beata. A polêmica continua até hoje e em torno desse fato a crença do povo num homem santo. O acontecimento até hoje é estudado por pesquisadores de várias partes.

Mais informações:

Prefeitura Municipal de Juazeiro do Norte
Praça Dirceu Figueiredo
Rua São Pedro, Centro
(88) 3566.1020


Elizângela Santos
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaboradora do Jornal Chapada do Araripe


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31