xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 25/06/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

25 junho 2009

Lula receberá prêmio da Unesco por contribuição para a paz

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, receberá no dia 7 de julho na sede da Unesco, em Paris, o Prêmio Incentivo da Paz, Félix Houphouët-Boigny.
O prêmio concedido ao presidente brasileiro é um reconhecimento por “seu trabalho em prol da paz, o diálogo, a democracia, a justiça social e a igualdade de direitos, assim como por sua inestimável contribuição para a erradicação da pobreza e a proteção dos direitos das minorias”, informa um comunicado da Unesco.
O prêmio, que leva o nome do ex-deputado marfinense na França e depois presidente da Costa do Marfim, foi criado em 1989 e é concedido todos os anos pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura.
Tem por objetivo prestar homenagem às pessoas, instituições e organismos que contribuíram significativamente para incentivar, buscar, salvaguardar ou manter a paz, tendo presentes os princípios da Carta das Nações Unidas e a Constituição da Unesco (da France Presse, em Paris).
Entre os que já receberam este prêmio figuram Nelson Mandela e Frederik W. De Klerk; Yitzhak Rabin, Shimon Peres e Yasser Arafat; o Rei da Espanha, Juan Carlos 1º, e o ex-presidente dos Estados Unidos, Jimmy Carter; o Presidente do Senegal, Abdoulaye Wade; e o ex-presidente da Finlândia, Martti Ahtisaari.
Alguns dos premiados com o Houphouët-Boigny receberam depois o Prêmio Nobel da Paz.
Fonte: Site do Luis Nassif
Postagem: José Nilton Mariano Saraiva

Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - 26-06-2009


Missa de sétimo dia de falecimento do Professor Lourival Luciano Filho

A Universidade Regional do Cariri (URCA) informa a toda comunidade acadêmica, que será celebrada nesta sexta-feira, 26, a partir das 18h30, na Igreja Sé Catedral, em Crato, Missa de sétimo dia em sufrágio da alma do professor Lourival Luciano Filho. O docente faleceu às 16 horas do último dia 20 de junho.

URCA está de Luto pelo falecimento de Servidora Fundadora da Instituição

A Universidade Regional do Cariri está de luto oficial por três dias, hasteando suas bandeiras a meio mastro e SUSPENDENDO suas atividades docentes e administrativas no dia de hoje, nos diversos campi da URCA, pela infausta ocorrência do prematuro falecimento da Servidora Fundadora da URCA, FRANCISCA ADACY ARAÚJO. O Reitor, Plácido Cidade Nuvens, expressa inteira solidariedade à sua família, considerando a inestimável contribuição prestada pela servidora à URCA, da qual representava sua categoria no Conselho Universitário. Adacy faleceu na noite de ontem. Seu velório está sendo realizado no Hall de entrada da URCA e a saída para o Cemitério Nossa Senhora da Piedade, onde acontecerá uma missa, será às 14h40.

Fonte: Assessoria de Comunicação da URCA

Notícias do Crato para o Dia 26 de Junho de 2009


26-06-2009
Crato realiza 3ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, dia 29


O Município do Crato será sede na próxima segunda-feira, dia 29, da 3ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que este ano terá como tema central “Construindo Diretrizes de Políticas para o Plano Decenal”. O evento será realizado no Pólo de Atendimento Madre Feitosa, no Seminário, das 8 às 17 horas, e contará com diversas representações da sociedade e entidades com ações direcionadas às crianças e adolescentes do município. A Conferência é uma realização do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e Secretaria de Ação Social do Crato.

Secretária de Saúde encaminha projeto para melhoria da maternidade do São Francisco

A Secretária de Saúde do Crato, Nizete Tavares, participou no início desta semana, em Fortaleza, da Oficina Estadual de Redução da Mortalidade Infantil. O evento é uma ação do Ministério da Saúde, com a finalidade trazer ao estado as recomendações necessárias para que se atue com mais rigor, na redução da mortalidade infantil em todo Ceará. Segundo a Secretária, o Governo Federal estipula uma meta de redução em todo o Estado de 5%. O Crato, conforme Nizete Tavares, se encontra com bons patamares, já que nos últimos anos a mortalidade infantil vem sendo reduzida de forma considerável. A secretária irá retornar à capital, com um projeto de melhoria da maternidade do Hospital São Francisco, que atualmente também vem realizando atendimentos de urgência e internação no setor de pediatria do município. Ela ainda ressalta que o hospital é referência em atendimento não só para o Crato, mas outros municípios da região.

São João no CRAS da Vilalta

A Prefeitura Municipal do Crato, por meio da Secretaria de Ação Social, realizará nesta sexta-feira, dia 26, o Primeiro Arraiá da Vila Alta, às 18 horas, na Praça do referido bairro (próximo a Associação dos Moradores). A equipe do CRAS convida toda a comunidade para prestigiar o momento festivo.

I Encontro de Saúde Pública Veterinária marca os 15 anos do Centro de Zoonoses

Aberto ontem, com a participação de diversos profissionais da medicina veterinária do estado, o I Encontro de Saúde Pública Veterinária do Ceará. O evento será concluído hoje, com debates direcionados principalmente às doenças emergentes que estão acontecendo em todo o mundo e a discussão de temas atuais. Na ocasião, estão sendo prestadas homenagens pelos 15 anos do Centro de Zoonoses do Cariri, com sede em Crato, o primeiro a ser criado no interior do Nordeste. O encontro foi aberto às 13 horas, com a presença de várias autoridades, no Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia, antiga Escola Agrotécnica.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Michael Jackson morre aos 50 anos

O cantor e compositor Michael Jackson, 50, morreu na tarde desta quinta-feira (25), após sofrer uma parada cardíaca em sua casa, em Los Angeles. Segundo o jornal "Los Angeles Times", os médicos do hospital da Universidade da Califórnia confirmaram a morte do cantor, que teria chegado ao local em coma profundo. De acordo com o jornal, Jackson não estava respirando quando os paramédicos chegaram a sua residência, em Holmby Hills, por volta das 12h20 (horário local). Michael recebeu uma massagem cardiopulmonar ainda na ambulância e seguiu direto ao hospital da Universidade da Califórnia, que fica a dois minutos da casa do cantor. O cantor estava preparando sua volta aos palcos para uma série de 50 shows em Londres, a partir do dia 13 de julho, com ingressos esgotados.


Michael Joseph Jackson nasceu em 29 de agosto de 1958 em Gary, Indiana. Quinto filho do metalúrgico Joe Jackson, Michael mostrou seu talento para a música e para a dança muito cedo. Ele começou sua carreira nos anos 60, aos cinco anos, com o grupo Jackson 5, formado também pelos seus quatro irmãos mais velhos. Desde a pré-adolescência, quando a banda lançou os primeiros discos, o cantor se tornou uma das figuras mais conhecidas e adoradas da música norte-americana.
O estouro solo veio em 1979, com o quinto disco dele, "Off The Wall", que, graças a uma empolgante e original mistura de disco, funk e pop, abriu caminho para o que o cantor viria a se transformar nos anos seguintes.

Na década de 1980 lançou dois de seus melhores discos, "Thriller", de 1982, e "Bad", de 1987, e consolidou a posição de superastro. Foi aí também que surgiu a imagem de um artista de hábitos e atitudes cada vez mais estranhos. É o exemplo perfeito de criança-prodígio que, cada vez mais famosa e idolatrada, acaba por criar um mundo próprio distante da realidade.Ao mesmo tempo em que batia recordes de vendas com "Thriller" --que segundo o livro "Guiness" vendeu entre 55 milhões (segundo a gravadora Sony e a associação de gravadoras dos EUA) e mais de 100 milhões de cópias (de acordo com empresários do cantor)--, colocava sucesso atrás de sucesso nos primeiros lugares das paradas e lançava moda entre os adolescentes de todo o mundo com suas roupas e coreografias, em especial o "moonwalk". Mas Michael era motivo de especulações pela sua postura infantilóide, modificações profundas em seu rosto e branqueamento de sua pele. Nos anos 80, dizia-se até que o cantor dormia em uma câmara hiperbárica para retardar o envelhecimento.A partir do início dos anos 90, os fatos sobre sua vida particular já chamavam muito mais atenção do que sua música --que, diga-se, nunca mais repetiu a genialidade da trilogia "Off The Wall", Thriller" e "Bad". Por mais que lançasse discos de modo superlativo, como o fez com "Dangerous", em 1991, o que atraía o público eram as histórias sobre o megalômano rancho Neverland, na Califórnia, e a preferência do cantor por estar sempre acompanhado de crianças, entre elas o então ator mirim Macaulay Culkin, astro do filme "Esqueceram de Mim".Foi na década de 90 que surgiu o caso que abalaria a carreira e a vida de Jackson. Em 1993, o cantor foi acusado de ter molestado sexualmente um menor de idade. Segundo relatos da época, Jackson fez um acordo milionário com a família da suposta vítima fora dos tribunais em 1995. Nos anos seguintes, se casaria com a filha de Elvis Presley, Lisa Marie, e com a enfermeira Debbie Rowe, mãe de dois de seus três filhos. O cantor se apresentou ao vivo no Brasil em 1993 e voltou ao país em 1996 para gravar o clipe da canção "They Don't Care About Us" no Rio de Janeiro e na Bahia com o grupo Olodum.Sem lançar disco desde 2001, quando gravou "Invincible", nos últimos anos Jackson foi notícia graças ao julgamento pelo qual passou entre 2004 e 2005, também acusado de ter molestado um menor em 2003. Absolvido das dez acusações, logo após o julgamento o cantor passou por uma temporada de exílio no Barein, como convidado da família real do país. Em reconhecimento a sua carreira, em 2002 foi eleito o artista do século pela premiação American Music Awards.Michael reeditou em 2008 o clássico "Thriller", que traz a participações de nomes atuais como Will.i.am e Akon, e colocou uma nova compilação nas lojas, "King of Pop". Em março de 2009, anunciou sua volta aos palcos com uma temporada de 50 shows em Londres, que começaria em 13 de julho e seguiria até fevereiro de 2010.A demanda pelos shows foi tão grande que dezenas de apresentações extras foram acrescentadas, ao mesmo tempo em que centenas de ingressos surgiram em sites de leilão online como o eBay, em meio a críticas à maneira como as vendas estão sendo feitas. Segundo cálculos da Billboard, o cantor poderia levar para casa mais de 50 milhões de dólares com os shows.Em maio deste ano, surgiu também um boato de que Jackson estaria sofrendo câncer de pele. Segundo o The Sun, os médicos haviam diagnosticado sinais da doença em seu corpo e células que poderiam provocar câncer de pele no rosto, mas a notícia foi desmentida logo em seguida.Uma produtora de shows norte-americana queria proibir que Michael Jackson voltasse aos palcos e ameaçava seu retorno. A AllGood Entertainment Inc, de Nova Jersey, alegava que tinha contrato com o cantor para que ele não se apresentasse até 2010. Os assessores do artista, no entanto, não se preocuparam com a possibilidade de uma ação judicial que criasse obstáculos aos shows.Jackson ainda é o "Rei do Pop" para sua legião de fãs, apesar de seu comportamento e de sua aparência por vezes bizarros nos últimos anos. Ele já vendeu em torno de 750 milhões de discos, ganhou 13 Grammy e é visto como um dos maiores artistas pop de todos os tempos.

Do Site UOL

Onça Maracajá

Foi pego de surpresa, no contrapé. Paulino nunca imaginou. Voltando da selva inóspita da rua, chegara a casa incólume desta vez. Escapara do trânsito caótico, do tombadinha, do descuidista, das armadilhas espalhadas no escritório pelos colegas de trabalho, da facada inevitável do guarda de trânsito. Mal abriu a porta do lar-doce-lar, a onça maracajá , de bote pronto, o atacou. O ataque feroz prescindiu de script, de legenda. Só depois de muita tapa no terreiro dos olhos, de muita unhada e mordida, de muito: “o que é diabo é isso, meu amor”; “tá doida, enlouqueceu?” , é que conseguiu alguma vaga explicação. A mulher, travestida de puma, na ponta dos cascos, arrepiada como se incorporasse uma entidade maligna, lhe apontava uma plaquinha, erguida entre os dedos da mão direita, como se lhe lascasse um cartão vermelho. Sem parar de bater, se debatendo como menino frente a agulha de injeção, aos gritos, interrogava:
--- Seu nojento, seu traidor, diga logo quem é a sirigaita, o que é que isso significa, o que é , hein ? Pensa que eu sou besta? Tenho cara de abestada?
Só com dificuldade , ante tanto pinote e saracoteio, conseguiu distinguir um envelope de “camisinha” , na mão da esposa. Meio contrafeito, como menino flagrado roubando bom-bom, resolveu partir para o ataque.
--- Você surtou, Gesivalda ? Pirou de vez? Bem que eu desconfiava que isso um dia ia acontecer: você num pára de ouvir música sertaneja! E eu lá sei donde diabos você tirou isso! Eu é que pergunto: que gracinha é essa? Tá de namoradinho novo, é ? Anda me chifrando por aí, enquanto tou me matando no escritório?
Ante o contra ataque inesperado, as forças da esposa redobraram e o arranca-rabo tomou proporções inesperadas:
--- O quê, seu filho da puta? Lave essa língua antes de falar comigo, seu nojento! Bem que você merecia era ponta mesmo prá tomar jeito de gente, seu corno! Como você explica essa “camisinha” aqui que nossa empregada , a Gumercinda, encontrou no seu bolso e jogou com uns papéis em cima da nossa cama, hein? Ela mandou a calça prá lavadeira, mas quem devia ter ido era você, lavar esses “pussuídos” cheio de doença do mundo, na lavagem a seco!
Paulino sequer teve tempo de armar alguma defesa de última hora: Gesivalda , antes de qualquer julgamento, já lhe foi aplicando a pena e ele sabia que aquilo era apenas o início. A partir dali : tome cara feia, tome greve , podia preparar uns dez litros de saliva para contornar superficialmente o problema. Prestes a entrar de férias, percebeu que estava perdido: o raro descanso anual tinha ido prá cucuia, não fosse um fato totalmente inesperado. No meio da confusão, entra na sala o filho adolescente do casal, Daniel e toma a imediata defesa do pai. Meninão criado com pizza , sanduba e fermento , tornara-se um varapau e matou a charada num instante:
--- Mamãe, pare de acusar o pai! A senhora não tem razão! Ontem eu usei a calça dele para ir àquele som na casa de Nicolau e , claro, levei uma “camisinha” para qualquer urgência. Essa aí é minha, sua engraçadinha, e eu quero de volta imediatamente !



Paulino respirou aliviado , fechou o cenho, partiu para o quarto e não quis mais conversa. Indignou-se com tanta injustiça. Arrumou-se e saiu. Aproveitou a oportunidade para uma farrinha com os amigos, em represária às acusações infundadas. Gesivalda, com consciência pesada, ficou tristonha pelos cantos, arrependida do papelão. Não se perdoava. Devia ter investigado mais, estava casada há mais de vinte anos e não tinha tanto o que reclamar. Viveram outras crises previsíveis, mas nada que saculejasse demais o relacionamento. Tinham dois filhos, o Daniel de quinze anos e a Amanda de treze. O casamento, ultimamente, andava meio arrefecido, como todo que se encaminhasse para as bodas de prata. Ela chegara nas margens terríveis da menopausa e isso lhe trouxera alguma insegurança, desconfiança a mais e talvez aquilo explicasse um pouco aquele destempero . Resolveu dar o braço a torcer e , no outro dia, pediu desculpas ao marido. Paulino , ainda chateado, perdoou a mulher com alguma frieza, percebia que o ocorrido lhe contabilizava alguns álibis futuros .
A paz aos pouco foi retornando à casa . Notou-se, visivelmente, uma maior aproximação de Daniel e Paulino. Pareciam parceiros e camaradas da mesma galera. Gesivalda andou meio cabreira porque desconfiou, pelos sinais exteriores, que a mesada do filho havia aumentado consideravelmente. Já havia transcorrido mais de uma quinzena do ataque da felina, quando a mãe percebeu uma conversa meio sussurrada entre pai e filho. Aproximou-se, sem que eles percebessem e , por trás da porta, pegou o restinho da conversa. A pulga voltou para trás da sua orelha novamente. Não quis acreditar , mas ,ao que parece , Daniel estava explicando ao pai que ia sair à noite com uma gatinha e pedia ao velho uma das suas “camisinhas” emprestadas. Quis armar ,mais uma vez o velho barraco. Temeu, no entanto, uma “rata” igual à anterior e preferiu juntar provas, antes de abrir novamente o processo. Pensou, pensou e chegou à conclusão que seria importante ouvir a única testemunha ocular do caso : a Gumercinda.
Até então havia poupado a doméstica. Era um assunto interno , que necessitava de sigilo e não queria que vazasse. As novas evidências, no entanto, não lhe deram outras opções. A curiosidade falou mais alto que a discrição. Procurou a empregada e foi direto ao assunto:
--- Gumercinda, lembra daquela calça que estava em cima da minha cama, naquele dia que você encontrou a camisinha? Quem vestiu a calça no dia anterior, o Daniel ou o Paulino ?
Gumercinda não hesitou em nenhum momento :
--- A calça, patroa, foi o Daniel que usou. Estava toda suja, acho que ele tinha ido pra uma festa.
Gesivalda respirou um pouco aliviada e juntou :
--- Então aquela camisinha, você encontrou no bolso da calça dele, não foi ?
A resposta de Gumercinda não podia ser mais imprevisível:
--- Não, Dona Gesivalda, a camisinha tava era no vestido da Amanda!

J. Flávio Vieira
Seminário de Economia Solidária e Desenvolvimento Regional Sustentável
Por Cleudes Pessoa e Amadeu de Freitas


A economia solidária vem se constituindo como estratégica de resistência e luta social contra o desemprego e a pobreza, apontando perspectivas de desenvolvimento local por meio da organização do trabalho coletivo (atividades associativas e autogestionárias, cooperativas e redes), colocando-se como uma alternativa à organização social e econômica capitalista por inverter a lógica de exploração da relação capital-trabalho.
A criação de uma Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES - MTE) no Governo Lula foi fruto desse processo de construção. Também é resultado do mesmo processo a criação do Fórum Brasileiro de Economia Solidária (FBES), que se constituí hoje no principal espaço de aglutinação dos vários setores que no Brasil atuam na economia solidária (empreendimentos, ONGs, OSCIPs, gestores públicos, movimento sindical, universidades e outros). No Ceará, a Economia Solidária é uma realidade tendo como referência a atuação da Rede Cearense de Sócio Economia Solidária (RCSES) e experiências exitosas como a de bancos comunitários.

É importante destacar neste campo o papel dos parlamentares, seja nas Câmaras Municipais ou na Câmara Federal. Um exemplo foi a criação da Frente Nacional Parlamentar de Apoio a Economia Solidária coordenada pelo Deputado Federal Eudes Xavier (PT), como também a proposição da Lei Municipal em Fortaleza e a Lei Geral (Nacional) de Apoio e Fomento a Economia Solidária, por se configurar um caráter público para o fortalecimento da Economia Solidária.

Nos últimos anos muitos avanços foram dados na capacitação, produção, comercialização e finanças solidárias nos marcos da economia solidária. Atualmente existem no Brasil vários entes governamentais executando um conjunto de políticas púbicas de apoio a Economia Solidária (em âmbito federal, estadual e municipal), o que constitui um caráter inovador, e que, também, aos poucos tem se tornado referência para a América Latina. Pela força política e institucional que a economia solidária ganhou, os mandatos parlamentares da Vereadora Mara (PT) no Município do Crato e do Deputado Federal Eudes Xavier promovem o I Seminário de Economia Solidária na Região do Cariri, com o objetivo de estimular a organização de empreendimentos populares solidários visando a geração de trabalho e renda de forma autogestionária. O público são trabalhadores e trabalhadoras da cidade e do campo, estudantes, organizações comunitárias, cooperativas, sindicatos e curiosos.

Data: 27/06/2009
Local: Cine Teatro Municipal do Crato
Horário: 9 horas

Alguns Tipos Populares...

Severino...

Blandino Multipopular!

Seu Noé, dos Quebraqueixos!
Miúda das Calungas

Jorjão, Rapadura Cultural!


Fotos: Pachelly Jamacaru
"Direitos Reservados"

Tipos Populares do Crato - Por: Carlos Rafael


Devido à importância, eu trouxe essa matéria para o topo novamente...

N
osso prezado amigo Carlos Rafael criou uma lista que postou no seu próprio Blog, de onde eu "arrastei" para que os leitores do Blog do Crato possam se maravilhar. É uma lista de tipos característicos da nossa cidade. Ou tipos populares. Quem conseguir lembrar-se de outros que porventura faltem aí na lista, basta escrever nos comentários, ou enviar para nossos e-mails.

Mensagem de Carlos Rafael:

"Vale dizer que todos os citados nos comentários integram a lista, e, na medida do possível, identificados pela ocupação ou outra referência peculiar. Fica, valendo, ainda, novas citações ou correções, pois, com certeza, ainda faltam muitos.. E a todos os que atenderam à solicitação, meu muito obrigado."

1. A Deusa do Asfalto
2. Adalgisa Gomes (professora)
3. Agnelo de Paula Damasceno (professor)
4. Alagoano (comerciante)
5. Alderico de Paula Damasceno (professor e técnico de futebol)
6. Alonso (bancário)
7. Amigo da Onça (funcionário da Prefeitura)
8. Anduiá (jogador de futebol)
9. Antenorzinho (contador de estórias e boêmio)
10. Antonio Cornin (deficiente mental)
11. Antonio da Doutora
12. Antonio Gomes de Araújo (padre, professor e historiador)
13. Antonio Pereira Bringel
14. Antonio Teles (comerciante)
15. Antonio Vicelmo (radialista)
16. Apolônio (vendedor de LPs e revistas velhas)
17. Baixeirinha
18. Baixin (fotógrafo)
19. Bastinha (poeta e professora)
20. Batista Faser
21. Belarmina
22. Bidega
23. Bigão
24. Bizourin
25. Blandino (artesão)
26. Bode (juiz de futebol e vereador)
27. Boné (mecânico)
28. Borromeu
29. Bosquinho (motorista de táxi)
30. Botinha de seu Quinco (Neilton)
31. Brás
32. Briba (jogador de futebol)
33. Brigadeiro José Macedo (militar e proprietário de engenho de cachaça)
34. Brinquedo do Cão (bêbado)
35. Bruguelo (Afonso )
36. Cabo Simplício
37. Cabo Toureiro (policial militar)
38. Cachiado (baterista)
39. Cândido Figueiredo (empresário)
40. Canena
41. Capela (cozinheiro)
42. Careca
43. Carinha de Anjo (Sérgio)
44. Catabi ou Catabide (lavador de carro)
45. Cego Aderaldo (poeta)
46. Cego Cléber
47. Cego Demar (proprietário de oficina)
48. Cego Luzimar (publicitário)
49. Cel. Chico de Brito
50. Cel. Nelson do Lameiro
51. Célio Silva (cantor)
52. Chagas Bezerra? (tinham dois, um empresário no ramo de transporte coletivo e o outro, proprietário de oficina de carro)
53. Chaguinha (engraxate)
54. Charuto (jogador de futebol)
55. Chico Boa Sorte
56. Chico Bocão
57. Chico Curto (jogador de futebol)
58. Chico da Cascata (comerciante)
59. Chico dos Bombons (bombonzeiro)
60. Chico Pão (funcionário público)
61. Chico Soares (funcionário público)
62. Chupetinha
63. Cícero Amizade (desportista)
64. Cícero Beija-Flor
65. Cicinho do Pau do Guarda (agropecuarista)
66. Cicinho Holanda
67. Clélio Reis
68. Coló (boêmio)
69. Com Jeito Vai
70. Correinha (cantor, músico, folclorista e compositor)
71. Cu de Apito
72. Davi Brandão (comerciante)
73. Dedé França (poeta)
74. Demontier (baterista)
75. Divane Cabral (maestrina)
76. Dom João
77. Dona Astrês
78. Dona Evangelina
79. Dona Janine
80. Dr. Gesteira (médico)
81. Elisio Saldanha
82. Eloi Teles de Morais (radialista)
83. Expedita do Bode (comerciante)
84. Expedito do Mel
85. Fernando Cururu
86. Florisval Matos
87. Frederico Niehorff (padre)
88. Freitas (comerciante)
89. Gago do Pilão
90. Galinha Maldita
91. Genésio (comerciante)
92. Geraldo de Dandinha
93. Geraldo Formiga (político)
94. Geraldo Magela
95. Geraldo Padeiro (seresteiro)
96. Geraldo Urano (poeta)
97. Glorinha (proprietária de boite)
98. Gonçalinha
99. Gueicinha
100. Hildegardo (músico)
101. Hildelito Parente (músico)
102. Huberto Cabral (jornalista)
103. Humberto Mendonça (político)
104. Igija (garçon)
105. Iguatu (garçon)
106. Incha Tetê (deficiente mental)
107. Irineu Limaverde (padre)
108. Irmãos Aniceto (músicos populares)
109. Isabel Virgínia (comerciante)
110. Jabuti (Orlando)
111. Jackson Duarte (boêmio)
112. Jaime Milfont, Veím (professor)
113. Jânio Fu
114. João Capão
115. João do Crato (cantor)
116. Joãozinho Barbicha (músico)
117. Joquinha (comerciante)
118. Jorge Ney
119. José de Paula Bantim (pregoeiro dos leilões da Festa da Padroeira)
120. José Roberto França (funcionário público)
121. Jotinha (boêmio)
122. Juarez Batista (empresário)
123. Juciê (comerciante)
124. Júnior de Quinco Padre (comerciante)
125. Júnior Matos (sindicalista)
126. Jurandir Neves (dentista)
127. Juvêncio Mariano (lojista)
128. Kaika
129. Laquinha (motorista de táxi)
130. Lindemberg de Aquino (jornalista)
131. Lobão (Funcionário do Banco do Brasil)
132. Luciano Pierre (lojista)
133. Luís Jacu (comerciante)
134. Luís Sarmento (vereador)
135. Luiz Cocão
136. Luiz Maia
137. Maestro Azul (músico e maestro da Banda de Música do Crato)
138. Major Bento
139. Manel D’Jardim (músico)
140. Manoel Favela (músico)
141. Manteiga
142. Marcelo Bebim (músico)
143. Marcos Damasceno (músico)
144. Marcos Lobisomen (músico e professor)
145. Maria Caboré (deficiente mental)
146. Maria Passarin (comerciante)
147. Maria Rôxa (afro-religiosa)
148. Maromba (porteiro do Crato Tênis Clube)
149. Mazinho (radialista)
150. Mestre Lucas (marceneiro)
151. Miguel Preto
152. Miguel Jupira (motorista)
153. Miguel Teúnas (ex-prefeito do Crato)
154. Moacir Siqueira, Joinha (ex-prefeito do Crato)
155. Mói Mói (mendigo)
156. Mons. Ágio (sacerdote e maestro)
157. Moreirinha (pintor)
158. Nego Cida
159. Negrita
160. Nemezin (jogador de futebol de salão)
161. Neném da Guanabara (comerciante)
162. Neuza da Buchada
163. Noventa ou 90 (chapeado)
164. Odilon (pai de Célio Silva)
165. Orlando Cruva
166. Osvaldo da Região (jornalista)
167. Otacílio (porteiro do Cine Cassino)
168. Padre Verdeixas, o Canoa Louca
169. Pangaré (jogador de futebol)
170. Papagaio (motorista)
171. Papi Lelé
172. Paturi (Carlos Leandro)
173. Paú (bebin)
174. Paulo Frota
175. Pedin Esmeraldo
176. Pedro 21 (músico e boêmio)
177. Pedro Bantim (comerciante)
178. Pedro Cabeção (deficiente mental)
179. Pedro de Mercê
180. Pedro Enrolão
181. Pedro Honório (artesão)
182. Pedro Maia (fotógrafo)
183. Pedro Praeira (comerciante)
184. Pinto de Lica (carnavalesco)
185. Raimundo Lôbo (comerciante)
186. Ramiro Maia (livreiro)
187. Ramiro, (sacristão)
188. Ratinho
189. Reginaldo (sósia de Elvis Presley)
190. Ribamar Cortez (promotor de justiça)
191. Ricardo Fittipaldi (filho de Osvaldo da Região)
192. Ricardo Gordinho
193. Ricardo Sõin
194. Rivadave (alfaiate)
195. Roberto Batata (ex-jogador de futebol)
196. Roberto Jacu
197. Robin Gaiato
198. Rogério Bracim
199. Rogério do Ponto do Cupim (comerciante)
200. Ronaldo Macaquinho
201. Sandra
202. Sargento Bonates (militar)
203. Satisfeito (artista plástico)
204. Seu Abidoral (músico e comerciante)
205. Seu Acácio (proprietário de padaria)
206. Seu Almir Carvalho (proprietário da Boite Colibri)
207. Seu Audízio Gomes (seresteiro)
208. Seu Duzentos
209. Seu Gledson da Real (funcionário público)
210. Seu Huber Bloc
211. Seu Irineu Linard (proprietário da banda Ases do Ritmo)
212. Seu Jefferson do Fundão (ambientalista)
213. Seu João Ribeiro (pai de Zé Dolinha e Lobão)
214. Seu Joaquim Patrício (comerciante)
215. Seu Misael (proprietário de pensão)
216. Seu Moacir (comerciante)
217. Seu Nemézio
218. Seu Sá
219. Seu Zé Elias Franca (barbeiro)
220. Severino Ferro Velho
221. Silvinha
222. Sobejo de Defunto
223. Sorriso (deficiente mental)
224. Tamar Neguin
225. Tandor (ex-cangaceiro)
226. Tarcísio Leitin (comerciante)
227. Telma Saraiva (foto-pintora)
228. Tenente Santos
229. Tenente Tavares (delegado de polícia)
230. Tereza Doida
231. Tertulino Figueiredo
232. Tico da Liga (desportista)
233. Tico de Binda (jogador de futebol de salão)
234. Tiê Fonfon
235. Tomé (professor de educação física)
236. Valdemarzinho
237. Vicente Ludugero
238. Vieirinha (professor)
239. Vitorino (carnavalesco)
240. Vitório
241. Waldir Silva, Buda (carnavalesco)
242. Wellington Cabeleireiro
243. Wilson Bernardo (poeta)
244. Wilson do Rosto
245. Zadinha
246. Zagueirão
247. Zé Baixim
248. Zé Bedeu (boêmio)
249. Zé Cangaia
250. Zé da Pensão
251. Zé de Matos (poeta)
252. Zé de Zumba (sacristão)
253. Zé Dolinha (proprietário de bar)
254. Zé Figueiredo (tabelião)
255. Zé Galego
256. Zé Gonçalves (médico)
257. Zé Horácio Pequeno (ex-prefeito do Crato)
258. Zé Leitin (lojista)
259. Zé Maia (carnavalesco)
260. Zé Pajé (comerciante)
261. Zé Taveira (empresário)
262. Zé Viado
263. Zé Vilar
264. Zé Wilson Cururu
265. Zeba (alfaiate e vereador)
266. Zulene Galdino (mestra da cultura popular)

Em tempo: na medida do possível, vamos reproduzir causos envolvendo essas personagens especiais que ajudaram ou ainda ajudam a elevar o Crato como uma cidade especial e diferente. Qualquer sugestão ou colaboração, enviar para os e-mails: blogdocrato@hotmail.com e para o autor, rafacrato@gmail.com


TIPOS POPULARES DO CRATO...GALERIA FOTOGRÁFICA(2)

A Marginalia das marginalias Torquatianas.

Demontie,como sempre o contraditório.Baterista de varias gerações
musicais e tipos folcloricos das noites boemicas de grandes noitadas.
Tive a felicidade de fotografar este encontro casual,que de fato é a marginalia das marginalias
João do Crato,cantor interprete e articulador cultural de instimavel potencial
e Clerio Reis,estudante de Arquitetura nos anos setenta e hoje poeta trancendentalita das concepções da vida.

Maneu D'Jardim,virtuoso baixista polémico no que se refere a si própio,
o inigmatismo fazem dos génios a incerteza do que é provável...
a arte de mastigar flores artificiais.

Negrita ,segundo falam o papa concursos passava em todos,e por longos anos boémio inveterado
da boémias cretense onde transitava tanto na elite,como nos velhos becos da
marginalia do GESSO entre outras vielas.Hoje funcionário publico e mora em Fortaleza

Para finalizar um poema para estimada galeria de notórias figuras...

O homem complica a degustação
dos sabores
os loucos mistura os sabores na complicação
do gosto...
A palavra concilia o poder liberdade
na liberdade de escolher os temperos
da vida em simplicidades
de que o fundo de sua rede é uma
cadeia universal de saberes.

Wilson Bernardo(texto,poema & fotos)

Tipos populares do Crato (7)


Chico Soares


Por Carlos Rafael Dias


Chico Soares morreu na década de 1990. Portanto, fui seu contemporâneo, mas não cheguei a conhecê-lo pessoalmente. Em compensação, tive em um dos seus filhos, o professor Tomé, um dos mais diletos amigos. Tomé, inclusive, herdou do pai um pouco do seu jeito espirituoso de ser.

Funcionário da Receita Federal em Crato, de vida social ativa e dono de uma verve incomum, Chico Soares é considerado, pela quase da totalidade dos cratenses, como o homem mais espirituoso do Crato.

São inúmeras as histórias cômicas protagonizadas por ele, como aquela clássica em que ele foi arrolado como testemunha de um crime ocorrido em plena Praça Siqueira Campos. O delegado, inicialmente, o inquiriu: seu Chico Soares, onde o senhor estava precisamente no momento em que o assassino disparou o primeiro tiro? Chico Soares respondeu: a dois metros da vítima. E o delegado, continuando o interrogatório, perguntou: e onde o senhor estava quando o assassino atirou pela segunda vez? E ele, de chofre, respondeu: de mil metros pra frente.

Chico Soares era um daqueles que preferiam perder um amigo à piada. Foi o que ocorreu com uma pessoa que lhe era muito afeiçoada, mas bastante detestada pela grande maioria da população. Chico Soares e o dito cujo estavam na Praça da Sé por ocasião do cortejo fúnebre do Monsenhor Pedro Rocha, que, dizem, até hoje foi o mais concorrido funeral do Crato. Depois de um longo tempo, onde os dois em silêncio assistiram ao desfile pesaroso da grande multidão, o amigo perguntou: Chico, quando eu morrer vai ter tanta gente assim no meu enterro? Ao que Chico Soares respondeu: se for pra enterrar vivo, vai ter é muito mais...

Futebol - Por Amilton Silva - 25-06-2009

Cruzeiro Vence Grêmio

O Cruzeiro venceu na noite de ontem (24), pela semifinal da Libertadores da América no Mineirão, o Grêmio por 3 X 1. Na partida de volta o time mineiro joga contra o Grêmio, no Olímpico, podendo perder com um gol de diferença , para ir às finais da competição. A Torcida do Cruzeiro compareceu em grande número, proporcionando uma renda superior a R$ 1.387.000,00. Marcaram para o Cruzeiro Wellington Paulista, Wagner e Fabinho, para o Grêmio Souza marcou o tento de honra. A outra partida da semifinal será realizada hoje entre as equipes do Estudiantes ARG X Nacional URU.

EUA Surpreende Espanha

Invicta há mais de dois anos, franca favorita para o título da copa da confederação, a Espanha foi derrotada pela seleção dos EUA , por 2 X 0. Com o resultado a equipe americana espera entre Brasil e Africa do Sul, para decidir o título da copa. Brasil e Africa do sul se enfrentam hoje à partir das 15:30h (horário de Brasilia).

Por: Amilton Silva - Editor de Esportes do Blog do Crato e Jornal Chapada do Araripe


Cirurgia sem Cortes - Método Inovador é usado em Barbalha

Barbalha na Vanguarda da Medicina

Reportagem: Elizângela Santos
25-06-2009

Equipe médica responsável pela inovação nas cirurgias de aneurisma na região sul do Estado é formada por Carlos Kennedy, Edson Lopes e Cícero Job (Foto: Elizângela Santos)

Equipe de médicos do Cariri quer ampliar para o SUS o novo método de realizar a cirurgia de aneurisma sem corte

Juazeiro do Norte. A primeira cirurgia em artéria do cérebro sem corte, por embolização, foi realizada no sul do Estado, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), no Hospital Santo Antônio, em Barbalha, na última terça-feira. O trabalho vem sendo desenvolvido por uma equipe de neurocirurgiões do Cariri. A primeira cirurgia de aneurisma sem corte foi realizada no início de maio numa paciente do sexo feminino. No próximo dia 28, já está marcado o segundo procedimento cirúrgico do gênero.

O aneurisma é uma forma de dilatação anormal da artéria que pode se romper, provocando hemorragia interna, levando até a óbito, o que preocupa as autoridades de saúde.

Os médicos Cícero Job, Edson Lopes e Carlos Kennedy iniciaram o trabalho no Hospital Santo Antônio, referência na área. Segundo o médico Cícero Job, essa foi a primeira cirurgia, possivelmente, do Interior do Estado, feita por uma equipe da própria região. Um treinamento específico foi realizado pelos médicos, que inclui especialista em radiologia intervencionista. A grande vantagem do procedimento para a cirurgia é o tratamento breve, menos invasivo e com riscos reduzidos para o paciente.

Convênio nas capitais

Esse tipo de procedimento começou a ser realizado na Europa há pouco mais de 10 anos. Em seguida, iniciado no Brasil. A equipe de médicos agora se coloca na missão de expandir as cirurgias por meio do SUS. Segundo Job, atualmente esse procedimento é feito pelo convênio para pacientes em capitais como Fortaleza, Natal e também Recife.

Uma das alternativas importantes para que se consiga a cirurgia por embolização por meio do SUS na região é político, segundo os cirurgiões. O tratamento é de alto risco, de custo elevado e requer material específico. No momento, essas cirurgias que começam a ser realizadas pelo SUS são casos à parte, mas há a necessidade de se credenciar o tipo de procedimento. A equipe está formada e o Hospital Santo Antônio, conforme os médicos, fez investimentos em equipamentos de hemodinâmica de última geração para o procedimento.

A principal vantagem do novo método adotado na região é que os pacientes permanecem menos tempo em filade espera pelo procedimento, não tenham tanto estigma (por não haver corte) e o risco reduzido de infecções. Cícero Job explica que a possibilidade de complicações inerente ao procedimento é de 1% a 3%, isso relacionado ao aneurisma. O período de recuperação também diminui para o paciente.

O tempo de realização também é reduzido cerca de quatro horas em relação ao método tradicional, que pode demorar até seis horas. Tudo depende do tamanho e localização do aneurisma. “A principal complicação é o aneurisma romper no procedimento, mas o risco benefício predomina”, explica Cícero Job.

Maior rotatividade

O neurologista Edson Lopes afirma que o paciente demora até 30 dias esperando realizar uma cirurgia. Com a embolização, a rotatividade de pacientes aumenta. São quatro cirurgias sem corte para uma tradicional. As seqüelas são menores para os pacientes.

Carlos Kennedy destaca a importância do tratamento precoce para os pacientes, mas o problema é que, segundo ele, na maior parte das vezes, o diagnóstico é impossibilitado pela ausência de sintomatologia. Cícero Job diz que a demanda na região de pacientes é alta. A incidência de casos na população é de 6%.

Mais informações:

Neurodiagnostic
Rua Teodorico Teles, 99, Centro, Juazeiro do Norte
(88) 3523.1186

Fonte: Elizângela Santos *
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaboradora do "Jornal Chapada do Araripe"


Frase do Dia...

"Deus não vende nada a Ninguém nem mandou cobradores !"

Jales ( da locadora )


Foto Ilustrativa: roquesanteiro.wordpress.com

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30