xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 15/06/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

15 junho 2009

Um apóstolo do bem - Por: Emerson Monteiro


Através do noticiário da noite, neste 15 de junho de 2009, soube do desaparecimento do Dr. Silas Munguba, médico amazonense radicado no Ceará, que dedicou o melhor de seus dias ao tratamento dos dependentes de drogas, em Fortaleza, por meio da instituição Desafio Jovem, clínica especializada que criou e manteve durante 35 anos.
Algumas vezes o visitei na sede do Desafio, à Avenida Dedé Brasil, na capital do Estado. Ali ouvi um tanto a respeito dos métodos de tratamento e orientação que utilizava e desenvolvia. Certa feita, assisti, pela TV Ceará, a uma longa entrevista dele, quando contava de suas experiências bem sucedidas na cura de centenas e centenas de jovens. Sábio e persistente, atravessou com denodo crises financeiras sérias para dar andamento ao trabalho empreendido sem o patrocínio de terceiros.
Ouve-se dizer, os mais exaltados, que a nossa humanidade recende a maldade, que maioria incontável de gente apenas quer usufruir o prazer material, a riqueza, a fama e os valores negativos da insossa vaidade. Execram as pessoas humanas indiferentes e citam como base os políticos pilantras, que dilapidam o patrimônio público em favor pessoal e dos cúmplices, indiferentes à multidão sofredora.
No entanto existe a versão contrária de que no mundo habitam heróis anônimos que mantêm a ordem dos acontecimentos. Não contássemos com esses e a ordem quebrar-se-ia, o caos tomaria de conta da sociedade e de tudo.
Creio nisso, nos que, de jeito solidário, silencioso, elabora os dias na senda do amor e de realizações de comum desconhecidas da mídia sensacionalista.
Em lugares os mais afastados, rincões distantes das luzes dos holofotes e de festas desvairadas, emergências de hospitais produzem assistência constante, nas madrugadas, e os abrigos da velhice relegada ao segundo plano permitem sobrevidas, em redutos abandonados pelos poderosos, líderes abnegados e prontos ao serviço da caridade, ao amor em ação, firmes e desinteressados de frutos particulares. Tais exemplos de bravura realizam obras imensas em prol de milhões, a preservar a continuidade perene da bondade.
Uma perda considerável sofrem, assim, as lideranças cearenses que se dedicam aos cuidados de nossa juventude.
Dr. Silas Munguba retrata um desses testemunhos luminares da doutrina de Jesus, que prega coerência entre o que se estuda e pratica, demonstração viva na familiar e no ambiente comunitário. Agora chega o momento do galardão conquistado ao salvar almas na vitória contra o vício. Um minuto de silêncio, por isso, para se reconhecer as bênçãos auferidas desse amigo de tantos jovens que encontraram o conforto da paz nas suas mãos de luz.

Por: Emerson Monteiro

15-06-2009 - Morre Seu Belo, o Homem dos Três Séculos


Faleceu nesta segunda -feira, 15/06, à tarde, na cidade de Crato, aos 110 anos, o agropecuarista Liberalino Ferreira Leite, mais conhecido por Seu Belo Leite.
Nascido em 10 de fevereiro de 1899, nos “Brejos”, nos arredores da Cidade, de onde saiu com seus familiares aos 8 anos de idade para fixar residência no Sítio Enxu, do mesmo município.
Seu Belo era filho do casal Inácio Ferreira Leite, de descendência portuguesa, e Rita Liberalino de Menezes, de mesma origem. Viveu sua juventude nos sítios Enxu e Boqueirão, de onde saiu, no ano de 1925, após aeu casamento com a Jovem Ester, filha do seu parente Antonio José Leite (Antonio Mateus), para fixar residência no sítio ou Fazenda Ponta da Serra, adquirido dos herdeiros do Cel. Eufrásio Alves de Brito, onde constituiu família, saindo para a cidade na década de 1960.
O Jornal Ponta da Serra, em sua edição de Nº 09, de abril de 2005, lhe fez uma pequena homenagem, onde a população teve a oportunidade de se expressar a seu respeito. Por unanimidade, todas as pessoas entrevistadas o reconheceram como sendo “ um homem bom”, justificando, assim, sua longevidade.
Seu Belo nasceu no século XIX, viveu plenamente o século XX e faleceu no século XXI.
Seu sepultamento deverá ocorrer no Cemitério Público da Cidade de Crato, onde está sepultada a sua esposa.

Por Antonio Correia Lima
Postado pelo mesmo
Foto: Erivânia Lima, em 10.02.2009

Jornal Chapada do Araripe está de volta !

O Jornal Chapada do Araripe já está de volta, após algumas horas para manutenção.

Atenciosamente,

Dihelson Mendonça

Você sabe a diferença de AMIGO, COLEGA e apenas CONHECIDO ?


Quantos AMIGOS você tem mesmo ? Veja este texto...





Você sabe diferenciar o verdadeiro Amigo do "Colega" e do "conhecido" ? Não ?
Quantos amigos você possui DE VERDADE ? Já parou pra pensar ?

Se você observar bem, verá que seus amigos de verdade, se contados, cabem na palma da sua mão, quando muito. A amizade é um bem precioso, e um amigo de verdade deve ser sempre preservado. Cada um tem a sua própria forma de entender sentimentos como "amor" e "amizade". Eu não confundo amizade com troca de favores. Tem gente que tem amigos, pensando em fazer algo de bom, na esperança que essa pessoa um dia possa lhe retribuir oum favor. Tem gente até que INVESTE nas amizades, como se fosse uma bolsa de valores, cobrindo o outro de presentinhos, mimando, aguardando para dar o "bote" como uma cobra num buraco. Isso não é amizade! Amizade jamais pode se basear na troca de favores, na troca de benefícios, e pior ainda no tráfico de influências.

- Tem gente que só quer ser seu amigo para lhe pedir coisas ( Esses são os piores )
- Tem gente que não tendo o que te pedir, rouba-te o tempo e a paciência.
- Tem gente que se faz de amigo, te trata cordialmente, mas nunca precise dele...
- Tem gente que vê você uma só vez e este já acha que te pode pedir favores
- Tem gente que faz amizade até com a sua família para garantir a amizade
- Tem amigo que só te procura na hora da necessidade, e sabe ser gentil, mas quando não precisa de você, te trata com desdém, ... é amizade de lua. Apenas quando precisa.

Ou seja, existem inúmeros casos. Nenhuma pessoa dessas aí da lista é sua amiga de fato. A amizade é o bem mais precioso que temos nesta terra. É a solidariedade de um ser humano para com o outro. Nunca confunda um amigo com um colega!. Os colegas são pessoas que você conhece, possuem até vínculos de muitos anos, mas a amizade não frutificou. Não há vínculos maiores, nem uma preocupação com o estado geral do próximo. O Conhecido, esse é que é distante! É uma pessoa que você mal conhece e que você trata cordialmente e é tratado da mesma forma.

Tem gente também muito melindrosa que se faz de amigo. Desconfie de todo amigo que quer terminar uma amizade por causa de uma desavença! As verdadeiras amizades resistem às mais duras tempestades, sem prejuízos. Aqueles que fazem a amizade ser tão frágil a ponto de não resistirem a uma simples crítica, discussão ou até uma coisa mais séria, é porque na verdade, nunca foram seus amigos de verdade. São pessoas falsas. Os grandes amigos podem até brigar e passar muitos anos sem se falarem, mas existe todo um querer bem, de cuidar, de desejar que não aconteça nada com o outro, de velar...e depois voltam a amizade.

Então, começe a diferenciar quem são seus verdadeiros amigos!
Saiba diferenciar o AMIGO, do COLEGA, e do CONHECIDO.
Pegue uma folha de papel, e anote o nome de todos os seus verdadeiros amigos.

Como identificar um amigo:

01 - Dizem que a melhor forma de identificar um verdadeiro amigo, é pedindo algum dinheiro emprestado. Parece engraçado, mas isso tem muito a ver. Se a pessoa sabidamente tiver dinheiro e for teu amigo, ela não pestanejará em emprestar.

02 - Vá fazer compras com seu "amigo", e peça pra colocar a sua compra no cartão de crédito dele. Observe o PULO que ele der...rs rs

03 - O verdaeiro amigo não é somente o que te elogia. Pelo contrário, os babões te elogiam para extrair mais ainda. Os grandes amigos te criticam, para que não caias no precipício.

04 - O verdadeiro amigo é aquele que você pode ligar às 3 horas da manhã com o carro quebrado, num local perigoso, e ele vai até lá te socorrer, mesmo numa noite de chuva...

05 - O verdadeiro amigo é aquele em que quando você estiver doente e sem família, ele ficará contigo no hospital noite acordado, mesmo sabendo que não vai dar para trabalhar no dia seguinte...

06 - O verdadeiro amigo é aquele que te conhece tão bem, que se você entrar numa briga com alguém, ele já fica do seu lado e apanha junto com você.

07 - O verdadeiro amigo, é o que te conhece tão bem, que sabe que nunca vai te pedir nada emprestado, apesar de você oferecer.

08 - O verdadeiro amigo cede a sua própria cama para você dormir e vai dormir no chão

09 - O grande amigo é capaz de te doar um RIM

10 - O verdadeiro amigo é aquele que sabendo todos os seus gostos, ao passar por uma vitrine, e vê uma coisa que poderia te agradar, compra pra você mesmo sabendo que dificilmente você pagará.

11 - O verdadeiro amigo, é aquele que depois de você aprontar todas as sacanagens, ele te perdoará, e ainda permanecerá teu amigo.

12 - O Maior amigo é aquele em que se alguém atirar contra você, ele se interpõe entre você e a bala, para que você não seja atingido.


Com base nisso, pense nos seus amigos e conte quantos deles seria capaz de preencher todos esses requisitos, e você saberá quantos amigos possui. É preciso também não confundir a LEALDADE. Lealdade, mesmo entre grandes amigos, só pode ser com uns poucos. Por exemplo, você tem 2 amigos que se detestam. Você não poderá ser leal aos dois. Você poderá ser até mais amigo de um, mas Lealdade só poderá ser a um só.

Pense nisso, antes de sair por aí chamando todo mundo de "Meu Amigo". Amigo mesmo, a gente tem muito poucos...

E aí, quantos amigos você tem ?

Por: Dihelson Mendonça

Flores de Laranjeira - Por Claude Bloc

Segunda-feira é um dia em que a roda da vida retorna ao seu eixo. A turbulência do trabalho, a dureza da realidade, a secura da intransigência e da insensatez que relega as pessoas ao individualismo. Abrandemos a segunda feira com o perfume das flores de laranjeira. O aroma de um sonho que nos ronda. Quebremos a rotina, observemos que a suavidade das horas cabe em nosso sorriso a qualquer momento.
***
Flores de Laranjeira
_____________________________
.
Pareces nem me reconhecer quando entro. “Cheguei”, e é tudo quanto consegues dizer porque a emoção te prende a voz. Prendes-me também num abraço interminável... Permaneço impassível. Não consigo pensar, mover-me, retribuir teu gesto desolado e amarrotado de saudade. Sempre quis te encontrar, simples assim. Sempre quis. Te busquei na memória tantas vezes e outras tantas colhi teu sorriso (quando perdia as esperanças) nos escritos do meu diário.

Lá tu sempre estavas. Belo e amigável como nas horas em que te vinculei como fogo indelével às minhas lembranças. Enfim, chegaste. E ali permanecemos, juntos, envoltos no aroma de flor de laranjeira que, do quintal, invadia a casa. Os pardais nos tocaiavam sem entender a novidade.

O chão, então, pareceu cobrir-se de um tapete perfumado de flor de laranjeira. Passeei sobre ele. Os ramos das laranjeiras estavam agitados, agitados os sentimentos que me perpassavam. Lembro-me de tudo. De minhas vãs tentativas de te encontrar. Repeti tantas vezes o teu nome, entrelacei-o ao meu tentando sentir tua presença. Mas o tempo e a vida nos afastaram. E tu não conseguiste separar as coisas no seu devido tempo. Não soubeste acolher minhas palavras de desamparo, nem te esquivar dessa vida que levas encerrado nos espaços vazios de tua alma.

E no entanto cá estou, na penumbra à tua sombra. Desce sobre mim uma chuva de pétalas. Flor de laranjeira. As árvores oferecem os frutos carnudos aos nossos olhos...alguns nos ramos mais altos. Não consigo alcançá-los. Então pousas na minha página em branco. E novamente deixas escrito mais um verso. Tu e eu somos um só, a poesia, o poema.


Por Claude Bloc

Esclarecimentos sobre o Museu Histórico e Museu de Arte

Caro Chrystian Marques e demais leitores e leitoras do Blog, agradecemos suas sugestões, mas gostaríamos de esclarecer alguns pontos: O museu não está sendo refeito, é sim o prédio está sendo reformado. Apenas algumas obras de arte estão sendo restaurada por Edilma Saraiva. O acervo tanto do museu Histórico como o de Arte foram catalogados, fotografados e tombados. O museu hoje dispõe de uma historiadora e de uma coordenadora geral, capacitadas com curso de museologia. O museólogo é um profissional de custo elevado, sendo também que há uma carência desses profisionais no Brasil, os poucos que tem já estão empregados( devidamente remunerados) em museus de grande porte das capitais. Tivemos uma renomada museóloga, Mauelina Duarte, que esteve aqui e nos deu um diagnostico, como salvaguarda dos acervos, norteando o nosso trabalho para melhor atender a população. Sobre as reuniões sugeridas fica a cargo da Fundação Cultural e da Secretaria de Cultura, que são os orgãos gestores dos museus, lhe garanto de antemão, vão adorar essa iniciativa, mas não só na área de artes plásticas , mas em vários outros segmentos. Existe um projeto da Secretaria de Cultura do Crato para abrigar o Museu de Arte Vicente Leite, onde no exposto é contemplado todas essas suas sugestões como : suportes adequados para as esculturas, expositores restaurados, vigilância tanto humana como tecnológica, além de salas climatizadas e iluminação adequada. Essas exposições ficam a cargo da Coordenadoria do museu, mas estamos abertos a sugestões. Mesmo com a reforma que está sendo feita ,continuamos trabalhando aqui no museu, cuidando dos acervos e dos planejamentos para reabertura, caso queira pode vir aqui pela manhã de 08 às 12.

Mesmo com todos os problemas,temos profissionais que estão aqui a pelo menos há 20 anos, e a eles devemos o mérito desse museu ainda ainda existir. Vale ressaltar o total apoio da Prefeitura (Samuel Araripe), que a cada dia vem mostrando sua preocupação e interesse com a cultura e história dessa cidade, haja visto que contratou uma historiadora e capacitou os profissionais com o curso de Gestão de Museus.

Para maiores esclarecimentos estamos a disposição.

Atenciosamente,

Rosana Xenofonte - Coordenadora Geral dos Museus
Alessandra Bandeira - Historiadora Responsável

Leia Hoje no CHAPADA DO ARARIPE...

chapada 15-06-2009

O Diário do Cariri - Na Internet, É Lógico!


www.chapadadoararipe.com

O primeiro Jornal Diário OnLine do Cariri

Começando a Semana com Bom Humor ! - Tiago Viana

Quem tem medo da Internet (versão Brasil)




Dedicado ao Gente de Mídia

Por: Tiago Viana - do Blog "Rastreadores de Impurezas"

Mulheres revivem amores na Praça Siqueira Campos - Antonio Vicelmo


CRATO - Amores e Romantismo

Clique para Ampliar

Com o glamour dos anos dourados, a Praça Siqueira Campos foi ponto de encontro de gerações (Foto: Antônio Vicelmo)

Clique para Ampliar

50 anos depois, mulheres da sociedade cratense voltam à praça central e recontam histórias do coração

Clique para Ampliar

Edésio Batista e Eleonora Albuquerque são testemunhas do tempo do amor eterno que nasceu na praça

No contexto do Dia dos Namorados, o romantismo da Praça Siqueira Campos é revivido por mulheres

Crato. “Somos eternos e apaixonados enamorados”. Com este sentimento de amor eterno, um grupo de mulheres da sociedade cratense comemora o Dia dos Namorados prestando uma homenagem à Praça Siqueira Campos que, para elas, é o lugar que serviu de cenário para muitas histórias de amor. De volta à praça central, elas revivem as serenatas ao som plangente do violão, quebrando o silêncio da madrugada e fazendo suspirar corações apaixonados .

“Hoje eu acordei com saudades de você, beijei aquela foto que você me ofertou, sentei naquele banco da pracinha só porque foi lá que começou o nosso amor”. A música de Carlos Imperial, interpretada por Ronnie Von, ainda enternece os corações apaixonados de uma geração que cresceu alimentando sonhos, ilusões e utopias na Praça Siqueira Campos, principal ponto de encontro da juventude cratense nos anos 60.

A praça foi vitrine e passarela de mulheres bonitas, de grandes amores que nasceram e morreram na sombra das palmeiras que adornam a praça. Cinqüenta anos depois, aquelas jovens que, na época, tinham entre 14 e 16 anos, voltam à praça para matar a saudade.

O tempo passou, a cidade cresceu, a praça foi reformada, mas não perdeu o seu fascínio. O poeta e escritor Batista de Lima lembra que “o romantismo cratense tinha como principal ponto de referência aquela praça central da cidade. As moças volteavam na praça e os rapazes, em pé, disputavam os seus olhares”, lembra.

Livro e festa

O romantismo do começo dos anos 60, violentado pela Golpe de 64, não foi esquecido. O tempo passou e aquelas jovens que deram vida e beleza à praça revivem os anos dourados com a publicação de um livro e a promoção de uma festa que tem como objetivo reunir todas as protagonistas desse romantismo que enterneceu corações e fez do Crato a mais aconchegante de todas as cidades do Interior.

O retorno ao passado está sendo concretizado por um grupo de 25 mulheres da sociedade cratense, coordenado por Eleonora Albuquerque Batista, que tem um caso de amor com a Praça Siqueira Campos. Foi lá que ela conheceu o amor de sua vida, Edésio Batista. Voltar à praça, segundo Eleonora, é uma forma de restauração da memória cratense.

Cada uma das freqüentadoras da praça tem uma história para contar, uma história que não tem fim, porque o verdadeiro amor é eterno. Hoje, já “sessentonas”, a maioria casadas e avós, as jovens de ontem, que acalentaram seus sonhos, ouvindo as músicas de Ângela Maria, Nat King Cole, Cauby Peixoto, Ray Conniff, Nelson Gonçalves e Carlos Galhardo na velha amplificadora cratense se confraternizam com o passado dentro de uma velha filosofia, segundo a qual recordar é viver duas vezes.

Como diz o poeta: “Voltei ao meu passado e, lembranças daquele amor que marcou minha vida vieram à tona. Saudade daqueles beijos apaixonados, daquelas juras de amor eterno. Saudade da ternura de mãos se encontrando. Quantas saudades afloraram em meu viver.” Saudade até daquele beijo que nunca foi dado, ou daquele flerte que nunca se transformou em namoro. A praça é o relicário de todas as emoções, catedral de pecados veniais.

No passeio saudosista pela Praça Siqueira Campos, as mulheres andam, de mãos dadas, com artistas de cinema da época: Rock Hudson, Burt Lancaster, Robert Taylor, dentre outros que aceleravam o pulsar dos seus corações adolescentes. O mesmo Rock Hudson, que despertou sonhos e ilusões, mais tarde decepcionaria suas fãs assumindo a sua verdadeira sexualidade.

E o velho filme, alguns em preto e branco, com Gary Cooper, vai sendo reprisado no caleidoscópio da imaginação desta geração de mulheres que forjaram sua personalidade na convivência amiga e solidária das freqüentadoras da Praça Siqueira Campos.

O depoimento destas sempre jovens senhoras é, sobretudo, uma declaração de amor à praça que, apesar do progresso, ainda não perdeu o seu charme. Continua acolhedora, como a sala de visita de nossa casa. Testemunha silenciosa de confidências íntimas que abalaram o coração de uma juventude que se comovia diante do sorriso de uma criança ou do desabrochar de uma flor. A praça é, sem dúvida, o mais democrático de todos os espaços urbanos, continua sendo a principal referência da cidade, fonte de inspiração de poetas e também seresteiros.

ANTÔNIO VICELMO
Repórter

Mais informações:
Eleonora Albuquerque
Rua Leandro Bezerra, 307, Crato (CE) - (88) 3521.1805

FIQUE POR DENTRO
Logradouro se torna símbolo do Crato

Construída no início do século passado, a Praça Siqueira Campos se tornou um símbolo do Crato. Na década de 60, o logradouro público se transformou na passarela de mulheres bonitas que encontravam ali o seu ´príncipe encantado´. Testemunha de juras de amor eterno e palco de encontros e desencontros amorosos, a praça foi sempre uma espécie de relicário das mais fortes lembranças do Crato, das gerações de antigamente. O casario ainda conserva as linhas arquitetônicas do passado. A lembrança mais forte da época em que a praça era o ponto de encontro da sociedade é o prédio do Cine Cassino, templo profano de amores e paixões. A praça lembra, sobretudo, o seu patrono, Siqueira Campos, um comerciante que trouxe o primeiro automóvel para o Crato e, durante a seca de 1932, deu emprego aos pobres, mandando pavimentar, por contra própria, a Rua Doutor João Pessoa. Os tempos modernos não acabaram com o romantismo do logradouro. A Siqueira Campos não perdeu a sua característica de ponto de encontro, referencial maior de uma cidade que hoje conta com 130 mil habitantes e já não dá mais tanta importância às juras de amor.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Lista dos novos Escritores e Autores do Blog do Crato !


Vê como é bom enviar o Cadastro de Comentarista ?

Olá, Amigos,

Tenham todos um bom início de semana. Começamos com uma excelente notícia:

De tempos em tempos, o Blog do Crato promove a transformação de alguns comentaristas em AUTORES. o que é isso ? É o simples fato de que o comentarista deixa de ser uma pessoa que faz um comentário para ter o poder da palavra: De escrever seus próprios artigos, desde que assumam a responsabilidade pelos escritos. O Blog do Crato é muito criterioso quanto a transformar comentarista em autor, porque isso exige muita competência por parte de quem escreve. Os fatores que pesam mais são:

- Ser verdadeiro ( assumir o que é e o que faz )
- Tolerância ( capacidade de lidar com as situações difícieis, e respeitar os outros )
- Responsabilidade ( Assumir o que escreve )
- Ter Domínio Intelectual sobre os assuntos que escreve ( Isso é básico )
- Ser aberto à discussões sem se melindrar
- Saber escrever corretamente ( isso é básico )
- Ter assuntos para publicar
- Ser uma pessoa Empolgada e que Goste de Escrever.

etc etc, etc.

Sendo assim, ao longo desses 4 anos, eu tenho mantido uma vigilância constante nos comentários escritos no Blog do Crato, observado, e admirado alguns comentaristas que aliás, escrevem até melhor do que alguns escritores do Blog, e não poderia deixar de fora da lista dos escritores. Assim, é que comunico que enviei convites de membro ( de colaborador, de autor, como queiram.. ) HOJE, para o Blog do Crato às seguintes pessoas:

Lista dos novos Escritores do Blog do Crato:

( Se alguém não recebeu o convite por algum dos seus e-mails, entre em contato imediatamente para consertarmos. O e-mail usado foi aquele fornecido no cadastro de comentarista. Se quiserem trocar de e-mail, basta informar. )

01 - José Carvalho Leite
02 - Jose Jair Wolney Pinheiro Rolim ( Jair Rolim )
03 - EEF Dom Quintino - Diretora: Maria Otilia Pereira Moreira
04 - JOÃO MENDES FILHO
05- Fco. Valdenio R. Peixoto
06 - Norma Paula Moreira da Silva
07 - Raimundo Amadeu de Freitas
08 - Wellington Ribeiro Justo
09 - Waltecio Almeida
10 - Elizângela Santos
11 - Camila Arraes
12 - José Milton Arraes
13 - Daniel Walker
14 - Danielle Esmeraldo
15 - Edilma Rocha
16 - Ernani Brígido
17 - João Marni de Figueiredo
18 - Hudson Jorge
19 - Darlan Reis

Pessoas que já eram Escritores do Blog do Crato, mas foram enviados novos convites hoje:

- Carlos Rafael
- Armando Rafael
- Amadeu de Freitas
- João Marni de Figueiredo
- Valdir Silveira Júnior

Espero que todos tenham mais liberdade para escrever. Afinal, o Blog é de todos aqueles que escrevem e que zelam por ele. Tratemos de divulgar O CRATO, e o CARIRI.

Abraços,

Dihelson Mendonça


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30