xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/06/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 junho 2009

Primeira-Dama se propõe a Ajudar a resolver o problema da Poluição Sonora em Crato.

monica araripe 02

A Primeira-Dama do município de Crato, Mônica Araripe, sensibilizada com a recente polêmica em torno da poluição sonora na cidade, e suas manifestações, e visando o bem-estar de toda a população, torna público o seu desejo também de ajudar as autoridades a resolverem o problema de forma definitiva, através de várias medidas que pretende implementar já no início de Agosto, no período de volta às aulas, a saber:

01 - A formulação de uma cartilha como instrumento para uma grande campanha de conscientização pública, sobre a necessidade do respeito à pessoa humana, a solidariedade, e sobre os direitos de cada cidadão à paz, e ao sossêgo. O respeito mútuo, e o convívio em sociedade. Essa cartilha seria distribuída nas escolas da rede municipal, particulares, além de entidades, comércio, pessoas ligadas à sonorização de ambientes, produtores culturais, proprietários de Buffets, além de outras pessoas ligadas ao ramo da sonorização. A cartilha será formulada por técnicos no assunto, e representará mais um instrumento de conscientização, que se faz necessário para que as leis relativas ao volume sonoro sejam respeitadas por todos.

02 - Promover reuniões e discussões envolvendo toda a sociedade no sentido de encontrar soluções para cada caso das casas de shows, e problemas que envolvem a sonorização. Nisto, pretende trabalhar conjuntamente com a SEMAC e SEMACE, para que possa dar sua contribuição a fim de que as leis que regem a poluição sonora sejam cumpridas de fato.

03 - Promover campanha educativa no rádio e outros veículos, no sentido da conscientização da população sobre os grandes valores humanos, o respeito e a dignidade, mostrando que "Quanto maior é o som, menor é o respeito", e que todos devem assumir seu compromisso perante a sociedade no sentido de torná-la mais humana, mais fraterna e mais justa.

Imbuída da maior boa-vontade possível em resolver essas questões, e pretendendo trabalhar conjuntamente para somar esforços junto aos órgãos que já trabalham nesse sentido, coloca-se à disposição da sociedade a fim de que os ítens ora propostos, possam ser executados de forma salutar, já em agosto próximo, quando os estudantes retornam às aulas, facilitando assim, a conscientização através da cartilha.

Esperando contar com todo o apoio da sociedade Cratense no sentido da realização destes firmes propósitos a que se dedica, coloca-se à disposição, para quaisquer questionamentos e a metodologia, lembrando sempre que é através do caminho da solidariedade e do respeito ao próximo, que conseguiremos construir uma sociedade fraterna, e que possa pensar em dias melhores para todo o povo do Crato.

Fortaleza, 10 de Junho de 2009

Mônica Araripe
Primeira-Dama do Crato.

Mensagem dirigida por Mônica Araripe aos leitores do Blog do Crato, editada por Dihelson Mendonça.

A TEORIZAÇÃO DE CLEILSON P.RIBEIRO


O Panfletário da Corrosão
“A metáfora corrosiva como ‘Leitmotiv’ na poesia de Wilson Bernardo”

Foram Todorov e Duprat que afirmaram que as relações no Universo das descobertas, fizera com que o paradigma não se conforme apenas em rescrever o sintagma mas , em acrescentar-lhe, sempre, novas informações, figurativas plurioracionais , racionais ou nominais.
Só para não perder de vista o viés sintagmático e paradigmático, na escritura panfletária de Wilson Bernardo, já a partir da titulação de seus poemas, podemos alcançar uma audiência barroquizante, em cujos bordados estéticos se derramam um “Leitmotiv” hermético e corrosivo, subjectivo, deveras, à uma desordem intergonal e cronológica.
“Memórias... O cemitério,
vive de datas. “Nasceu, morreu...”
( um ritual)
Não existem primícias nem Linearidade, na comunicação poeta, ora discutida. À margem do texto, escorre um córrego verbal, que é nicho e escoaderno de novas imbricações normais, onde se de varram as unidades e se estabelece um diálogo evocativo, com o cânone nacional. Wilson desorganiza uma obra aberta, pública, intencionalmente. Abre as pernas da musa, explorando-a o sexo e os fulcros, e depois experimenta com neologismos determinantes, concretizar um raciocínio pós-moderno, minimalista por essência, dissonância absorta que palita ao dentes, depois da pintura do texto, esperando as punhalada dos leitores perplexos pela verificação imponderável, das estrelinha:
“Mais vale uma ridder nos pés,
do que os dedos,
da mão.”
( Gangrene).
Não é de fácil transcrição instaurar tais paradigmas na superfície de seu texto. O tempo do poema exige um dinamismo sarcástico e vertiginoso. Cada vez mais importa o tamanho do poema, sua estrutura, para operarmos quaisquer impressões de ordem estética. Cada verso possui sua camada expressiva, uma espécime diferente de “casca”, à esconder seus subterrâneos semânticos. O fenômeno da corrosão temporal rende exatamente nesses subterrâneos. A linguagem utilizada não facilita. Antes mesmo, exige uma escavação no ritmo e nas rimas desarticuladas, verdadeira arqueologia dos resumos silábicos pretendidos pelo autor.
“ sertão,
de flores virgens,
piquis
fervuras dos corpos santificados pela devoção sacra
dos plantadores de fertilidade.
Abatidos pela profecia
Lourenço das perdidas
Caldeirão de palavras santas”.
(um rebanho de beatos):


Como toda arte, em sua forma poética, a poesia de Wilson Bernardo originou-se até certo ponto reacionária. O poeta, não se conforma com o aspecto amorfo da cultura em voga. Não ver com bons olhos a falseada democratização da sociedade e sua ascensão famigerada aos meios de comunicação. E é exatamente combatendo essa comunicação de massa ( que idiotiza ao invés de esclarecer) que o poeta gesticula seu ávido aceno poético, diferenciando-se sobre maneira, da multidão desorganizada em meio a qual se sente apenas um poeta anônimo, personalizado por uma obra que é feita na rua e na rua trabalha por uma melhoria geral.
Divorciado de um público específico, como é sempre comum aos poetas, a principio o seu fazer literário, esconde um ritmo pouco musical, sem melodia, os versos sem métrica, estrangulam as rimas que se ocupam do espaço da poesia sem enredo, experimenta o formato enigmático, por onde os vazios de seu conteúdo desverbal, próprios de um processo cultural que interpreta a vida e seus meandros de maneira minimalista e concreta.
Interpretando as concepções darwinianas, freudianas e marxistas, a poesia em panfleto, cápsula verossímil de uma certa ordem de valores, contribui para a substituição da crença em Deus pela crença em super-anti-mitos, raízes fuloradas acima do bem e do mal, como artistas, destacados das massas, capazes de criar novas realidades.
“ o sangue de Deus tornou-se vinho...azedume,
a carne de Deus, tornou-se pães.
Mas o povo continua a passar fome
Sede
Não a imagem e semelhança.”
(Liturgia da Miséria)
Apesar disso, a filosofia insuperável do tempo, enquanto metáfora corroída, pode também sugerir, nas entrelinhas, é claro, que o poeta é pregoeiro de uma contra cultura de esquivanças , originada da sua não aceitação da designação acadêmica. E por mais paradoxal que se afigure, é exatamente essa contraposição, esse isolamento proposital, que tornam as suas experiências sempre válidas, fazendo parte do aprendizado para a busca do novo e do diferente.
Não se exclui aqui o entulho, ainda que conservador de uma destradição, contradito pelo grande e caudaloso modernismo expresso em seus poemas. Nem tudo é perfeito, numa uma obra devassada pelo despropósito. As conquistas formais e a liberdade se não tem limites também reforçam e acentuam o descuidado com que os poemas são escritos, e de relance, fotografam um desleixo que de certa forma é o grande divisor de água entre o poeta e sua poesia.
Há ainda razões formalistas que antevêem na força abstracta da obra wilsiana.
O surrealismo assume posição semelhante às concepções do o real e do humano como princípios eternos da arte. O realismo representa um horizonte restrito, reconhecendo a supra-existência de liames condizentes com a natureza da sua intuição, fortalecendo certamente a fantasia e a esperança, o que não significa de todo, um rompimento com o real e com o humano.
Não se pode concordar é com a negação e a exclusão total dos sentimentos. Afinal, quanto mais Bernardo procura um afastamento do amor e da musa, mas o seu lado humano, debilitando-se ao longo do tempo, revela seu caráter reacionário e decadente. Pelo jeito, essa é uma luta amarga, que ecoará de forma insistente por toda a sua obra.


O tempo do verso, em Wilson Bernardo, tem um compromisso simbólico com a decadência histórica do homem. Tudo passa por uma deformação que antecipa suas disfunções. Atua sobre o que se lê aquilo que poderia ser lido. E o que ainda não foi lido, assume metaforicamente, o papel de triturador do texto pretensamente entendido.

“Remanescentes plantadores de idéias.
A terra que não foi prometida. Adubos o nascimento dos filhos
A capela
O vilarejo
O rio que corta o vale
E a forma
A borda do caldeirão. Senhores inconformados,
Um estrondo no céu aberto
De aves famintas. túnicas cansadas pela labuta
E a colheita ensanguentada
Apodrece na satisfação dos mortos”
(Poema seguidores de palavras).
Toda a obra de Wilson Bernardo, romanticamente, abertura a linguagem da crítica social, encarregando-a da subserviência textual, que se ocupa de outros novos ciclos corrosivos, cada um marcando a efetivamente a visão mítica do poeta.
Em Wilson Bernardo aprendemos um pouco sobre a zoologia humana, combinada à noção descartável que temos do tempo e do espaço.
A poesia de Bernardo é um rito de passagem diferente e desequilibrado. Sua marca é frouxidão linguística, como um novo idioma que tivesse sobre sua couraça fonética uma função doméstica e consumista de outros signos, com os quais o poeta injeta seu veneno letal: a poesia Quase-dadaísta, neo-concreta, imediatamente simbólica.
O percurso poético dessa poesia espatifada é o mesmo daquela que se condiciona numa voz sombria e espera os movimentos do sol, para atingir as ruas e afinal ser conversada. As ambiguidades, atravessam o cronológico, como uma extensão de seus atavios. Aludimos então que nos parece lógico à essa altura analisarmos que tudo aquilo que humaniza o texto de Bernardo, não faz parte apenas de sua relação com a história do homem mundano, influenciado pela morte e seus pendões, mas a idéia propriamente dita do poema, que amarga a cada gole encurralado no fundo das garrafas.
Supera, sua obra o que é enxergado comummente, como resultado de uma poesia inventada em silêncio após a leitura dos clássicos. Bernardo traz a poesia no bolso. Encurta suas distâncias com os olhos agnósticos da metáfora, escrevendo suas idéias a partir da estantaneidade do momento em que são expressas. Seu olhar verbaliza o que dá forma aos paradigmas que vem tecendo em seu tear cotidiano e solitário. Certamente por isso sua obra em construção, precisará ainda de muitos cortes, para ser efetivamente demarcada em seu lugar reflexiva: algo que está além da poesia e tem sua amplitude exatamente em sua força filosófica e não subjetiva.
Que se aproximem de Wilson Bernardo toda sorte de críticos. Que tragam suas giletes afiadas, porque o poeta tem aprendido, também a corroer a lira e seus alicerces, erigindo sobre seu espinhaço um cadafalso transitório, que vive de enforcar leitores desenformados.

Cleilson Pereira Ribeiro

Atenção Blogueiros de todo o Brasil é possível criar uma Associação Brasileira de Blogueiros?

Está mais do que na hora dos Blogs e os Blogueiros ficarem mais organizados e assim potencializar sua força na audiência da Internet. A proposta não é criar métodos para regulamentar a área ou tentar um controle de conteúdo, mas, apenas para se adquirir uma estrutura capaz de concorrer diretamente com as mídias tradicionais.

Vários pontos podem ser potencializados com uma Associação Brasileira de Blogueiros (ABB). Como consolidar parcerias com anunciantes que hoje investem expressivo valor em publicidade nas mídias tradicionais. Além do fator financeiro o associado poderia usufruir de benfeitorias como eventos ligados a área de interesse dos Blogueiros. A idéia não está fechada, mas é preciso uma adesão massiva dos Blogueiros brasileiros para depois surgir a discussão, e todos chegarem a alguma coisa próxima ao denominador comum.

O objetivo da Associação (ou Academia ou qualquer outra coisa) é unir força com respeito, pluralidade, e democraticamente fazer com que sempre aconteça a liberdade e evolução da mídia blogueira. Com o intuito de juntar expressiva soma de Blogueiros brasileiros para saber quem somos? O que queremos?

Poderíamos criar assistência cultural, tecnológica, educacional, para dar suporte cada vez mais a democratização dos Blogs no Brasil, e engrandecer o setor. A Blogosfera é um segmento que ainda não ganhou a sua unidade (não de pensamento) de oportunidades sobre todos os sentidos. Encontros, cursos, seminários, feiras, eventos, congressos tudo sobre a temática do mundo dos Blogueiros.

Como já exemplificamos a Associação Brasileira de Blogueiros (ABB) poderia também atuar para trazer verbas publicitárias (públicas e privadas) para anunciar na Rede de Blog do Brasil associados (de forma conjunta ou individual, ou seja, personalizado de acordo com cada Blog).

Criar uma Associação que fornecesse assistência para os vários segmentos de Blogs do Brasil. Atuar também de forma parecida com a Associação de Jornalista, dos jornais impressos, de emissoras de Rádio e TV. Sempre honrando e defendendo a liberdade de expressão de todos os Blogueiros. Aperfeiçoando e experimentando a democracia, a pluralidade que os Blogs naturalmente proporcionam para expansão de conteúdos.Está lançada a idéia da Associação de Blogueiros do Brasil (ABB). Agora é preciso aprimorar a reflexão para que vire uma realidade, e que no futuro seja tão sólido como hoje os Blogs cada vez mais são.
.

Obs 1.: a associação estaria aberta a qualquer Blogueiro brasileiro (não apenas a jornalistas ou outra formatura ou grupo restrito qualquer). Para isso deveria ser cobrado um determinado tempo de vida do Blog ou número de post atualizado diariamente (proposta para ser debatida entre os interessados).

Obs 2.: vamos criar um ambiente para a discussão e questionamentos?

Obs 3.: esperamos contatos de todos os Blogueiros do Brasil.

Fonte: RastreadoreS de ImpurezaS

O Crato não será contemplado na verba do PAC para Drenagem ?

Prezado Dihelson Mendonça,

Está mais do que na hora de cobrarmos do políticos essenciamente ligados ao governo do Estado e ao Governo Federal o "desacaso" com o Crato. Veja a matéria do Jornal Diário do Nordeste sobre a liberação de verba do PAC para a drenagem. O Crato tem sérios problemas de drenagem e é inconcebível que não seja contemplado neste projeto. Que se manisfestem os políticos que "representam" o Crato.

Atenciosamente,
Wellington Ribeiro Justo


Coelce entrega 2 toneladas de alimentos aos desabrigados do Crato

A Coelce entregou ontem, terça-feira (9), aproximadamente 2 toneladas de alimentos às vítimas das enchentes do Crato, arrecadados através da campanha “Porque quando você doa, a Coelce multiplica”. A entrega aconteceu às 11h30min no Corpo de Bombeiros do Crato e contou com a presença de representantes da companhia energética. Em 3 semanas de campanha, a Coelce já arrecadou mais de 50 toneladas de alimentos a partir de doações feitas nas lojas de atendimento de Fortaleza, do interior, nas sedes da empresa e também pelos parceiros da companhia. Metade desta quantia já foi entregue ao Corpo de Bombeiros, em, alguns municípios do estado, para que eles possam fazer a distribuição com as vítimas. A campanha estará recebendo doações até hoje, dia 10 de junho nas lojas de atendimento de todo o estado. Ao final, a Coelce dará um quilo a mais a cada alimento arrecadado e multiplicará as doações. Ainda dá tempo participar! Doe, ajude! Porque quando você doa, a Coelce multiplica!


Maiores informações através do site www.coelcesolidaria.com.br
Gerência de Comunicação – Coelce
(85) 3453.4045 / (85) 3453.4883 / gercom@coelce.com.br


Cariri - Sinalização facilitará visitação turística


Juazeiro do Norte

Clique para Ampliar

Cerca de 250 placas de sinalização de pontos turísticos de Juazeiro do Norte serão distribuídas no município. O projeto será concluído em 60 dias (Foto: Elizângela Santos). Juazeiro do Norte. Uma reclamação constante dos visitantes da terra do Padre Cícero, Juazeiro do Norte, era a falta de informação e sinalização para os turistas. Esse processo começa a mudar com a implementação do projeto de sinalização turística numa área de 400 metros quadrados da cidade, com aposição de 250 placas e informações dos principais pontos turísticos. Serão investidos no projeto cerca de R$ 700 mil, uma parceria entre a Prefeitura local e do Ministério do Turismo. O projeto estava aguardando liberação e passou por algumas modificações. Segundo o secretário de Turismo e Romaria de Juazeiro do Norte, José Carlos dos Santos, o professor e pesquisador Daniel Walker, fez uma revisão e mudanças essenciais no projeto. Os trabalhos para aposição das placas começaram ontem, com assinatura da ordem de serviço no terraço do Memorial Padre Cícero, onde foi descerrada a primeira placa, com indicação de um dos principais equipamentos de visitação turística da cidade. O projeto estará concluído em 60 dias.

As novas placas darão um redimensionamento no sentido de organizar a cidade, possibilitando aos pedestres e condutores de veículos obterem informações de forma facilitada. Com padrão internacional, se estabeleceu três etapas distintas. Na primeira, a sinalização para pedestres, que prevê a colocação de 100 placas nos trechos mais importantes, onde o fluxo de pedestres se dá em maior quantidade. São informações dos principais pontos de visitação. A segunda etapa é a chamada veicular em quase toda a área do município com placas diferenciadas e informações da maioria dos locais mais procurados. Os letreiros se destacam mais, a fim de permitir a visão dessas 100 placas por parte dos que se encontram no interior de veículos. Já a terceira é formada por placas indicativas, em um total de 40, destacando pontos como negócios, equipamentos, instituições e outros do interesse comum. Dentro do projeto de sinalização, haverá complemento com placas nos próprios locais do destino final, antes apenas indicado. As placas informativas para os pedestres serão afixadas em canos galvanizados. Já as placas indicativas para aqueles que trafegam em veículos na cidade serão postas em colunas de aço galvanizado com braços projetados. O secretário de Turismo acrescenta que esse projeto é o segundo a ser desenvolvido dentro de uma ordem de importância para organizar a visitação na cidade. O primeiro foi iniciado com o inventário turístico do município, que está em fase de formalização de dados. O terceiro será desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria das Cidades, com a inclusão do Roteiro da Fé, especialmente ara os devotos do Padre Cícero.

A implantação do projeto, conforme José Carlos, faz parte de um esforço coletivo. “Essas ações mostram que Juazeiro é uma cidade que está caminhando no processo de modernização e estamos preparando a cidade para a festa do seu centenário”, diz. O secretário solicitou à população zelo pelas placas que serão afixadas na cidade. Pontos de visitação como o Horto, Franciscanos, Salesianos, os museus e postos de serviços serão indicados, além de restaurantes e hotéis. Para o secretário, esse é um avanço importante, facilitando a vida do romeiro, do turista que chega a Juazeiro. Um dos pontos falhos em uma das cidades do Nordeste que mais recebe turistas, a falta de informação, começa a ser solucionado.

Mais informações:

Secretaria de Turismo e Romaria
Praça do Cinqüentenário, S/N
Bairro Socorro
Juazeiro do Norte
(88) 3511.4040

Reportagem: Elizângela Santos
Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Notícias do Crato - Para o dia 10 de Junho de 2009


10-06-2009

Crato comemora 245 anos


A Povoação do Crato atingiu à categoria de vila em 16 de dezembro de 1762, tendo sido instalada em 21 de junho de 1764, como Vila Real do Crato, no século XVIII, se estabelecendo na época colonial como um dos mais importantes núcleos de povoamento no interior do Nordeste. De 14 a 21 de junho será realizada a semana do município do Crato, que contará com comemorações cívicas, inaugurações, homenagens, provas esportivas, celebrações religiosas e shows artísticos. A abertura será feita pelo prefeito do Crato, próximo domingo, dia 14, as 19 horas no Centro Cultural do Araripe, no Largo da RFFSA. Após a solenidade de abertura da semana do Município, a Secretaria de Esporte Cultura e Juventude lançará o Crato São João Festeiro com a participação de cantores regionais e muita animação. A sequencia de atividades da semana do município será divulgada diariamente. É muito importante a participação de toda a comunidade cratense nessas festividades dos 245 anos do Crato.

Prédio da UFC em Crato já com obras avançadas

Já se encontra em estágio avançado, a construção do prédio que abrigará em Crato, a futura Faculdade de Agronomia da Universidade Federal do Ceará (UFC), no bairro Muriti. O empreendimento conta com a parceria da Prefeitura Municipal do Crato. O prefeito Samuel Araripe, que fez a doação do terreno, disse em entrevista que vem dotando o espaço de infra-estrutura necessária para o início das atividades acadêmicas o mais breve possível.

Infra-Estrutura intensifica trabalho de recuperação das ruas do Crato

A Secretaria de Infra-Estrutura do município do Crato está intensificando os trabalhos de recuperação de vias prejudicadas, principalmente pelas chuvas, no município. Por meio da Operação tapa-buraco, os serviços estão tendo continuidade em várias localidades. Na Avenida Pericentral estão sendo recuperados alguns trechos, um deles nas proximidades do Centro de Especialidade Odontológica (CEO) e o outro nas proximidades da Avenida Duque de Caxias. Recentemente o prefeito do Crato, Samuel Araripe, esteve em Brasília, com a finalidade de obter recursos para melhorias das vias urbanas e saneamento básico, além de projetos para melhoria da infra-estrutura turística da cidade, junto ao Ministério do Turismo.

Fórum da Criança e do Adolescente aconteceu ontem no Crato

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente CMDCA, do Crato realizou na manhã de ontem no Teatro Salviano Arraes Saraiva, o Fórum da Criança e do Adolescente, onde foram eleitos novos conselheiros para o CMDCA, para o biênio 2009/2011. O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA do Crato tem por atribuições: propor, deliberar e controlar as políticas públicas do município na área da criança e do adolescente, é um dos instrumentos utilizados no objetivo de estudar e implantar ações que proporcionem uma vida melhor para as crianças e adolescentes deste município.

Governo do Crato continua cadastro do programa “Minha Casa Minha Vida”

O programa “Minha Casa Minha Vida” do Governo Federal, tem parceria com os estados, municípios, empresas e movimentos sociais irá construir um milhão de novas moradias para a população. Dessas, 400 mil serão destinadas a famílias com renda mensal de até 3 salários mínimos. A documentação necessária para inscrição: RG e CPF (se casado (a) RG e CPF do conjugue);Comprovante de renda formal ou informal; Comprovante de residência. Não podem ser beneficiadas pelo programa as famílias que já foram beneficiadas por outro programa de habitação social do governo federal, ou que já tenham casa própria, ou ainda que já tenha algum financiamento habitacional em qualquer estado brasileiro.

No município do Crato as inscrições estão acontecendo na quadra Bi-Centenário desde o dia 19 do mês passado, indo até o próximo dia 17. O horário de atendimento é das 8 as 17 horas de acordo com o calendário de atendimento por letra inicial do nome do responsável da família. Para maior comodidade não precisa ir ao posto de inscrição de madrugada e sim a partir das 8 horas. O calendário segue a seguinte ordem:

Hoje, dia 10 de Junho - Nomes das pessoas que comecem com as letras V, X, W e Z.
Nos dias 12,15,19 e 17/06, nomes das pessoas que comecem com a letra M.

Mobilização Social realiza visitas de prevenção aos prostíbulos do Crato

A Secretaria de Saúde do Crato, através do Núcleo de Mobilização Social junto com o Programa Municipal de DST/HIV/AIDS, está realizando visitas aos prostíbulos do Crato desde o ultimo sábado no intuito de orientar os profissionais do sexo sobre a importância do uso do preservativo na prevenção das doenças sexualmente transmissíveis. Durante as visitas técnicos da Mobilização Social disponibilizam informações e distribuem preservativos masculinos e femininos. As visitas seguem até o próximo dia 13, sempre a partir das 10 horas.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com
Fontes: Alguns dados sobre o Crato são de propriedade da wikipedia - A Enciclopédia Online

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31