xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 08/06/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

08 junho 2009

Moradores do Grangeiro Pedem que Troquem as Lombadas por Lombadas Eletrônicas.


Moradores do grangeiro Pedem:

Em 08/06/2009

"Pedimos pelo amor de DEUS, aproveitar o asfalto agora, e retirar as lombadas, coloquem as eletronicas, nossos carros e bolsos e segurança agradecerao. "

Resposta do Blog do crato:

Prezados amigos e leitores do Grangeiro. Temos a maior simpatia por vocês, e atenção ao seu problema do asfalto e das lombadas. Eu mesmo acho uma vergonha alguém colocar 4 lombadas em sequência, aliás, pavorosas, que podem até reduzir a velocidade de alguns, mas causam grandes prejuízos aos moradores também e aos seus veículos.

Entretanto, precisamos averiguar com exatidão, de quem é a responsabilidae pela colocação dessas lombadas, porque o ASFALTO, é do Governo do Estado - Cid Gomes. Será asfaltada a estrada do grangeiro e a do Lameiro. ( Eles deixam a estrada se acabar para poder asfaltar ). Então, eu prometo que vou me informar com o Demutra, com o Joatan, que tem muita atenção para conosco, e saber de quem é a jurisdição daquilo ali. E levar também as suas reivindicações, que por sinal, são muito pertinentes. É sempre preciso que o cidadão faça a sua parte, cobrando das autoridades, dentro da lei, da órdem e da educação, principalmente no País da impunidade e da morosidade, que é o Brasil.

Abraços,

Dihelson Mendonça

Basta Isso aqui para resolver o problema do Som Alto no Crato: UM simples DEDO



O problema do Crato são os "É Difícil" - Cadê o Otimismo, Gente ?




O nosso colega Luiz Wellington disse que "É Difícil" resolver o problema do som alto no parque de exposições do Crato. Na verdade, não é difícil. Não tem nada de difícil. O problema, é que botam dificuldade em TUDO. Só precisa de boa Vontade. Quem tem a Lei na mão esquerda e a Espada na direita, só não faz justiça se não quiser, e para abaixar um som, só se precisa de um simples e comum: DEDO.

Se os homens que tem as leis debaixo do braço, e batalhões de soldados não tiverem um simples DEDO para abaixarem o som de um amplificador, eu me ofereço para ir lá abaixar o som para eles. Ninguém aqui está pedindo para a Secretaria de Controle Urbano lançar um foguete tripulado a Marte não!!! São coisas simples...A população só pede respeito e silêncio. Se baixar o som de um amplificador, tendo TODAS, mas TODAS as LEIS em seu favor for tarefa difícil, como diz aí o Luiz Wellington, não se vai conseguir fazer mais nada, que dirá então despoluir o canal do Rio Grangeiro, que tarefa colossal, sobrehumana deve ser...

- Quanto custa colocar nas ruas uma campanha de conscientização sobre o Lixo na cidade ? Muito pouco.

- E Quanto custa colocar uma campanha de conscientização sobre o lixo, sobre a poluição Sonora no Rádio, sai caro para uma administração ? Claro que Não!

E porque não se faz isso ?

Porque o problema do Crato são OS EDIFÍCIOS. Nossa cidade é uma verdadeira Nova York com tantos Edifícios. Aqui, já se botou na cabeça que tudo é difícil e tudo tem que ser a passos de Tartaruga.

Porque o Crato Não Funciona:

- É difícil acabar com o Som Alto da ExpoCrato
- É difícil acabar com os arruaceiros e seus porta-malas envenenados
- É difícil acabar com o Lixo das ruas.
- É difícil conscientizar o povo a não jogar lixo nas ruas.
- É difícil fazer campanhas no rádio ( sai caro )
- É difícil tapar os buracos.
- É difícil a SAAEC não quebrar mais o Asfalto.
- É difícil fazer o Saneamento da cidade
- É difícil o povo eleger um deputado Cratense. Preferem votar nos de fora.
- É difícil fazer Turismo numa cidade que tem TUDO para ser a Capital Cearense do Turismo.
- É difícil fazer um Calendário de eventos Culturais do Município
- É difícil atrair empresas para o Município
- É difícil que a população colabore também com a coleta do lixo
- É difícil que o Governador ajude o Crato porque ele só pensa em ajudar Sobral.
- É difícil a câmara dos vereadores funcionar com propostas boas para o Crato.
- É difícil para a população do Crato não votar mais em Vereador ANALFABRUTO que mal sabe escrever o nome, totalmente sem condições de assumir um posto de Vereador !

Vôte que cidadezinha cheia de "Édifícil", meus amigos! Vai ter "Edifícil" assim lá na Conchinchina... Com tantos edifícios assim, nós em breve, seremos uma potência, maiores do que Juazeiro do Norte. Porque aqui, Tudo é difícil. Não tem nada fácil. Até quem não tem nada a ver com a administração da cidade, vem dar palpite e dizer que é difícil resolver os problemas, quando deveria se posicionar em defêsa da população, como fez o nosso prezado Luiz Wellington. Ele diz que é difícil resolver o problema do som por causa das consequências, mas não consegue citar nenhuma delas. A única consequência que pode advir do rebaixamento do som da EXPOCRATO, será o Bem-Estar do povo do Crato. Não precisamos de milhões de decibéis para se fazer ouvir. O som da Exproaf da semana passada, chegava a entupir os ouvidos de quem mora na Vilalta, do outro lado da cidade. Ora, Tenha santa paciência !

MINHA CONTRIBUIÇÃO PARA A SOLUÇÃO:

Quem critica, deve oferecer soluções! - Porque eu sou Otimista, e acho que é fácil. Quem acha que tudo é difícil, são os Pessimistas de Plantão, sujeitos negativos, que acham que nada dá certo! Eu acho que tudo pode dar certo, é só querer ! - Isso é ser Otimista.

Eu aqui quero dar minha contribuição para a Administração do Crato, que talvez não possa custear uma campanha no Rádio e nos carros de som sobre o Lixo e a Poluição, ou então, teríamos que fazer uma "Licitação" que demoraria até o ano de 2024 para sair o resultado:

Eu me disponho a gravar em meu estúdio DE GRAÇA, TODA a publicidade necessária para ser rodada em carros de som, estações de Rádio, de TV se necessário, desde que seja pra valer, para resolver o problema definitivamente. É por essa morosidade que a gente vê, que muitas vezes é muito melhor o cidadão tirar dinheiro do bolso e pagar por uma campanha dessas do que esperar pelo Dia de São Nunca! Ofereço minha contribuição para resolver o problema. E se precisarem de um DEDO e de uma MÃO para abaixar o som, quem for maneta na cidade, podem me chamar!

E aqui, eu cito o grande compositor Gonzaguinha, que de longe já falava na dignidade de um povo:

"É!
A gente quer valer o nosso amor
A gente quer valer nosso suor
A gente quer valer o nosso humor
A gente quer do bom e do melhor...

A gente quer carinho e atenção
A gente quer calor no coração
A gente quer suar, mas de prazer
A gente quer é ter muita saúde
A gente quer viver a liberdade
A gente quer viver felicidade...

É!
A gente não tem cara de panaca
A gente não tem jeito de babaca
A gente não está
Com a bunda exposta na janela
Prá passar a mão nela...

É!
A gente quer viver pleno direito
A gente quer viver todo respeito
A gente quer viver uma nação
A gente quer é ser um cidadão
A gente quer viver uma nação..."

O Povo só Merece um Pouquinho de RESPEITO . Só Isso. As dificuldades são as pessoas que criam !

VAMOS SER OTIMISTAS, TRABALHAR, e TUDO SERÁ FÁCIL !

Dihelson Mendonça
Letra: "É" de Gonzaguinha

Atenção - É proibida a reprodução, cópia, ou veiculação desta matéria em outros sites, jornais, revistas e qualquer outro local, ainda que para uso individual, sem a autorização por escrito do autor. Os infratores serão punidos na forma prevista da Lei de direitos autorais.

Cidadania a serviço da ética - Por: Luiz Domingos de Luna


Com a entrada da internet no cotidiano das pessoas as informações rolam rápido no processo interativo da comunicação, acontecimentos que eram de difícil acesso as camadas mais populares, hoje com a popularização dos computadores conectados no mundo on line, as comunidades mais distantes dos grandes centros urbanos, já estão tendo acesso, o que com certeza forma um farol de conhecimentos que podem servir de esteio para a plenitude do exercício da cidadania plena, ora, o que se vive no Brasil é uma situação vexatória, pois é comum encontrar pessoas com fórmulas mágicas para resolver a problemática da corrupção desenfreada que engessa todas as artérias vivam que pulsam no Brasil.

Tal prática, totalmente lesiva ao estado democrático de direito, é somente em si mesma, um mal, um tumor maligno que dilacera e corrói todo o tecido social, invialibilizando assim, o convívio harmônico e tão necessário para o funcionalmente das instituições que formam a base de sustentação da ordem social, político.econômica{...) do país, este clima de inquietude e insegurança no processo eletivo é sempre um peso muito forte e um preço muito alto por uma projeção de insegurança que na verdade, de fato e de direito, nem deveria existir pois, as normas de funcionalidade do Estado Democrático de Direito já estão devidamente expressas, aprovadas, inclusive, já estão sendo aplicadas sem nenhum prejuízo para a ordem democrática, podemos dizer que o processo eletivo no Brasil em nada fica a desejar com relação aos demais países em desenvolvimento ou mesmo desenvolvidos.

Creio que o problema nasce quando as “vivandeiras” de plantão, enfronhadas no poder, seja em democracia, seja em tirania,(....) ou qualquer outro regime, ou mesmo sistema político, entronizados no poder como numa propriedade privada, tratam o poder público como a extensão de seus interesses mesquinhos e passam a viver como se o estado fosse seu feudo, um questão de segurança de seus bolsos, não interessando se o dinheiro público vem de caixa um, caixa dois, caixa(....) pois, o que interessa para a vivandeiras é eternização do pânico, as mais das vezes causadas por elas s mesmas. Quem são então as vivandeiras ? São os abutres que não se conformam com a lei, a legalidade, a norma, a ordem institucional e partem, geralmente no final do mandato para um terceiro mandato, um quarto, um quinto(....) e se não existir possibilidade legal para o objetivo da vivandeiras o que fazer ? Ora, para as vivandeiras o estado está a serviço delas, em havendo impedimento, o que está errado para elas é a lei, é a normalidade jurídica é a ordem constitucional e ai elas partem para mudar tudo, pois para as vivandeiras o que vale é, tudo que atendam aos seus interesses mesquinhos, não interessando os meios, mas os fins propostos por elas mesmas. “Que se lixe a sociedade” é o que pensam as vivandeiras deste país.

Por: Luiz Domingos de Luna

Palmeirinha dos Vilar em Festa - Sto. Antonio Padroeiro.

Estiveram na comunidade da Palmeirinha dos Vilar, representando o prefeito do Crato:

O vice-prefeito Raimundo Filho e o secretario de administração Cristiano Calou, nos festejos comemorativos a santo Antônio padroeiro daquela comunidade, onde logo depois da Santa missa, realizou-se um leilão em prol da comunidade, onde fomos recepcionados pelo seu líder político Antônio leite pessoa estimada por todos.



Reportagem e Fotos: Wilson Bernardo.

Dicas para quem não estava conseguindo postar no Jornal CHAPADA DO ARARIPE


Alô, Pessoal,

Algumas pessoas se reclamaram nesta primeira semana, que nao conseguiam postar suas matérias no Jornal Chapada do Araripe, apesar de se logarem de forma correta. Diziam que após o Login e senha, voltavam à mesma página.

A SOLUÇÃO:

Fiz algumas modificações no código do site e resolvi o problema ( eu creio. Testem aí. )

A Melhor Solução:

- Usem o Firefox, ao invés do Internet Explorer como seu Navegador para acessar.
- Atualize o seu Internet Explorer para as últimas versões.

Acesse a área de postagem pela página:

http://instrumentalbrasil.com/chapadadoararipe/wp-login.php

Só isso.
Se nem assim você consegue acessar a área de Login, deve ser alguma senha errada, ou você está digitando o nome de forma errada, com alguma letra maiúscula, acentos, etc. Não se usam acentos em logins. Qualquer problema, entre em contato comigo pelo e-mail:

blogdocrato@hotmail.com

Se você deseja ver seu artigo publicado e não consegue entrar no site, envie para meu e-mail:

blogdocrato@hotmail.com


Abraços,
Dihelson Mendonça

Leia o Chapada do Araripe:

Escola Presidente Vargas no Crato recebe palestra de Africano


Ex-integrante do Exército Revolucionário de São Tomé e Príncipe, professor João Luiz do Nascimento Mota abordará “desigualdade racial”, nesta quarta-feira.


O projeto “Africa como objeto de inclusão – Somos todos africanos” desenvolvido pelos professores Francisco Erinaldo de Brito Alexandre e Isylla Mônica Alves Nunes na EEFM Presidente Vargas, na cidade do Crato terá sua culminância nesta quarta-feira (10), a partir das 19 horas. O evento contará com apresentações de trabalhos dos alunos, exposição de objetos da cultura africana, recital de poesia e contará com uma palestra sobre o tema “Desigualdade Racial”. O projeto tem o suporte do Núcleo Gestor da Escola que atualmente é composto pelos professores Cícero Esmeraldo. Ana jaqueline de Brito e Geraldo Ribeiro de Souza.
A palestra “Desigualdade Racial”. será proferida pelo africano, pesquisador e militante do Movimento Negro, professor João Luiz do Nascimento Mota, integrante do Grupo de Valorização Negra do Cariri – Grunec e atual Pró-reitor de Ensino e Graduação da Universidade Reginaldo Cariri – URCA. Mota também participou do processo de libertação do povo de São Tomé e Príncipe contra a dominação colonial portuguesa, integrando o Exército Revolucionário de São Tomé e Príncipe no período de 1970 a 1986 e a partir de 1975 foi nomeado chefe de gabinete do Ministro da Defesa e Segurança Nacional.
A palestra faz parte das ações do Projeto Leituras Negras desenvolvido pelo Instituto Ecológico e Cultural Martins Filho – IEC , ligado a Pró-Reitoria de Extensão da URCA que visa fortalecer as discussões sobre as temáticas do movimento negro e da implementação da Lei Federal 11.645 que torna obrigatório no currículo oficial da rede de ensino a temática "História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena". Essa é a primeira edição do Projeto Leituras Negras que será desenvolvido diretamente nas escolas, anteriormente as palestras eram realizadas na Universidade. A intenção é que seja criada uma pagina virtual para que as diversas organizações do movimento negro nacional e regional, além dos pesquisadores e instituições culturais possam divulgar seus eventos, pesquisas e artigos sobre a temática étnico-racial.

TV Verde Vale e sua estrutura de guerra para deter administração do PT


No resultado das eleições passadas nós dos RastreadoreS de ImpurezaS tínhamos advertido o pessoal do Cariri quanto a TV Verde Vale de Juazeiro do Norte iria fazer campanhas difamatórias e perseguir diariamente a administração municipal, que tinha acabado de ganhar naquele município (chora TV Verde Vale).
Hoje temos a confirmação de que realmente este caso vergonhoso vem acontecendo em Juazeiro do Norte. Trata-se de uma briga feia, de um lado a Prefeitura e seus poderes administrativos, do outro a emissora de TV Verde Vale e o poder da comunicação a interferir na inteligência dos Caririenses (em muitos momentos manipula para suprir reais interesses do seu dono).
O dono da TV Verde Vale (Sr. Manuel Salviano (PSDB – 45) é ex-deputado, ex-prefeito e candidato derrotado nas últimas eleições de Juazeiro do Norte. A atual administração de Juazeiro pertence ao PT (Manuel Santana - 13).
Na batalha campal de todos os dias (entre microfones e cara feia) o secretário de saúde (Giovani Sampaio) proibiu todos de sua secretaria de conceder entrevista para esta emissora de TV do Cariri. Lamentável que isso esteja acontecendo na dita “terra santa do Nordeste”. Mais lamentável ainda saber que o dono da TV Verde Vale não respeita seu povo e usa indiscriminadamente a emissora de TV para conquistar seus interesses pessoais. Falta as leis serem cumpridas, falta uma reformulação nas leis caducas das comunicações, falta fiscalização, e vergonha na cara dos donos das mídias e dos telespectadores que em tudo acreditam.
Nos meios de comunicações tradicionais tudo pode e fica por isso mesmo. Que se fiscalize, denuncie, e questione as administrações públicas das prefeituras ao Governo do Estado, mas com o maior interesse público, e não único e exclusivamente obcecado aos interesses de políticos que sempre viveram da bocada doce de gerir e corromper para sempre os seus eleitores.
Ache bom ou ache ruim, que bom seria se tivéssemos mais TV no Cariri comprometida com a pluralidade das notícias, é isto!
.
Obs.: Atenção: TV Cariri do Sistema Verdes Mares (afiliada da Rede Globo) em julho entrará no ar em caráter experimental em Juazeiro do Norte. Será inaugurada em setembro deste ano. Olho vivo caririenses, mais uma emissora comprometida com as elites sudestinas e as que mandam e desmandam no Ceará.
.
Obs 2.: Publicamos em 06/10/2008, logo após as eleições:
Chora TV Verde Vale“Infelizmente” esta nova TV de velhas práticas vai ser obrigada a passar mais quatro anos a ter muito trabalho nas ilhas de edição da malandragem. Comprimidos contra dores de cabeça será bem vindo, para fazer a campanha difamatória 24h por dia contra o grupo político do prefeito, agora do PT. Para quem tomou de conta do PSDB local para se apoderar do reinado vai passar pelo menos uns quatro anos sem dormir direito. Trabalho dobrado para a central de jornalismo da TV.
.

CRATO - Foto do dia e Previsão do Tempo. Segunda-Feira, 08 de Junho de 2009



crato visto do lameiro



Foto: Crato visto do Lameiro ( da residência de Pachelly ), por: Dihelson Mendonça

Leia Hoje no CHAPADA DO ARARIPE...

Som altíssimo da EXPROAF prejudica a Paz dos Cratenses !


O Crato precisa mesmo é de uma tropa de Choque de Homens de Moral para resolver os problemas dessa cidade !



Aonde a conversa não resolve, o Cassetete Resolve !

Pergunta: O Volume Sonoro empregado em shows da EXPROAF prova a incapacidade da SEMACE do Crato em gerenciar os níveis de áudio das festas no município ? Ou a Justiça serve apenas para alguns nesta mísera cidade, deixando os tubarões de fora ?

Meus amigos Cratenses,

Nem só de elogios à administração Samuel Araripe vive o Blog do Crato. O que é bom deve ser elogiado, e quando é tempo de criticar, também sabemos criticar. Pois bem. Há quase uma semana, a população cratense vive sendo ATORMENTADA ( essa é que é a palavra ) com um som altíssimo que vem lá do Parque de Exposições todas as noites. Um som tão alto, que nas ruas da Vilalta, num bairro situado a Kilômetros do local, é impossível se conseguir assistir a um filme, ver uma TV , Dormir, ou conversar em paz dentro da própria casa. Mas é sempre assim. Sempre foi assim. E sempre será assim ? Essas coisas estão levando alguns setores da administração ao descrédito, porque por mais boa vontade que se tenha, simplesmente, não se consegue resolver esse problema, que parece ETERNO.

Quando há festas naquele parque de exposições, a libertinagem rola solta, e ninguém faz nada para coibir os abusos. Todos os dias na última semana, eu aguardei pacientemente, sem reclamar aqui no Blog sobre esse som altíssimo, inchando como um sapo, com um som que vem toda noite lá do parque de exposições, e que simplesmente impede que em Crato as pessoas consigam dormir antes de 1 hora da manhã. Um verdadeiro desrespeito ao cidadão, muitos que dormem em turnos, e precisam se acordar às 04 da manhã para o trabalho árduo. A população não tem mais a quem apelar, nem às leis, e nem a nada!

Sr. Secretário Nivaldo, - e aqui fazemos uma crítica construtiva -, para não dizerem que fomos depreciativos !, ( até porque aqui no Crato, tudo só se resolve depois que alguém bota a boca no trombone ), sabemos da sua boa vontade, frente à SEMACE, mas apenas boa vontade não resolve as coisas do mundo nem os problemas do município. O INFERNO está cheio de homens bem intencionados! É preciso prender e arrebentar mesmo, Sr. Nivaldo, quando a lei não está sendo cumprida. Os habitantes de uma cidade elegem seus representantes, na esperança de que eles ( a população ) possa dormir tranquila, sabendo que no mínimo não irão ser molestados, e que a cidade vem sendo bem cuidada. É inadmissível que mais uma vez, nós venhamos a entrar num período de exposições do Crato que se aproxima ( JULHO ) , em que esse volume de som não será resolvido ? O Sr. acha isso correto ?

E Porque isso não é resolvido ? falta de quê pra isso ser resolvido ? falta de Pulso? Falta de aparelhos para medição ? Falta de Polícia ? Ou é a falta de capacidade para chegar lá e mandar baixar ou parar aquela porcaria toda ? Falta de leis, não é, decerto, porque há dezenas de leis sobre o assunto. Então, concluímos que não há uma só razão plausível, uma só que seja alegada, umazinha que seja, que se possa justificar esse erro grave cometido. O Certo seria dizer: NÓS ERRAMOS !!! Nós erramos mais uma vez, povo do Crato !!! Não conseguimos conter aquele barulho todo da Exproaf.

Pois eu lhes digo o seguinte, meus amigos, sem a mínima falsa modéstia: Dêem-me autoridade nesta cidade, que eu conseguiria resolver todos os problemas sonoros na primeira semana! Primeiro, que o barulho alto já fere as leis. Iria logo por esse caminho. Infringiu a lei, manda abaixar o volume. Ou se resusar, fecha tudo, prende, multa todo mundo... joga na CADEIA. cadeia existe para isso mesmo, não é pra outra coisa não... Ninguém no Crato pode fingir que não ouviu esses estrondos sonoros da última semana. Ninguém ! Só quem não estava na cidade Um absurdo!

E segundo, cadê o Demutran que não aplica pesadas multas nos macacos que ainda vivem a passear com o porta-malas dos automóveis aberto jogando som alto na população ? Coisa que nós reclamamos aqui no Blog do Crato há pelo menos 4 anos ? E aqui eu pergunto ao Sr. Joatan, chefe do Demutran do Crato: O que é de FATO, que o Demutran tem feito para coibir esses abusos, meu caro Joatan, porque basta que cada um vá até o centro da cidade a qualquer hora, do dia ou da noite para constatar esses abusos de que eu estou aqui a reportar, e ver que nada mudou. Nada mudou e parece que também não vai mudar. Prove-me o contrário! Faça mudar.

Não é preciso ser nenhum "vidente" não, qualquer pessoa no Crato vê isso. No entanto, essas pessoas passam e fica por isso mesmo, ninguém faz nada, tudo vai em banho-maria, nessa lentidão infernal, e a carruagem segue como sempre foi: Uma cidade sem Leis, sem Ordem. A administração Samuel Araripe é sempre criticada por ser muito complacente com as coisas erradas dessa cidade. Não deveria ser assim. Vejamos: O prefeito possui muito boa vontade, mas ele mesmo não pode sair aplicando multas em quem estiver errado. Ele inclusive, já me garantiu que todos os esforços estão sendo feitos no sentido de resolver o problema. Mas é pouco! Se há todo um quadro de administração, com centenas de funcionários, é para que sejam confiados cargos a essas pessoas, e que essas pessoas possam cumprir com as suas obrigações. PELO MENOS. O mínimo esperado. Agora ficam alguns aí com a cara pra cima, batendo uns nos outros com tanta gente, e não resolvem os problemas cruciais da cidade, é outra coisa...

É um absurdo que a população do Crato ainda seja atormentada por som alto em plena campanha de despoluição Sonora e Visual. É pisar na Bola, e pisar no ouvido dos cidadãos cratenses. O Meu testemunho é válido. E da verdade, eu não abro mão. Vou morrer falando a verdade. Eu moro na Vilalta, do outro lado da cidade, oposto ao parque de exposições. Não há a mínima chance de um som que tenha volume de 60 decibéis atravessar kilômetros para o outro lado da cidade, e chegar aqui nesses volumes. Para uma distância dessas, seria necessário centenas de decibéis. Portanto, cadê as medições de áudio ??.

Eu quero acreditar que isso se deve à incapacidade dos homens públicos de lidar com a situação, senão eu atribuiria isso à má vontade em resolver esse problema, o que não desejo fazer, que é crucial para nossa cidade, e que ao que parece, ninguém possui ainda habilidade para resolver. Não basta apenas boa vontade. É preciso ações enérgicas.

Talvez o Crato precise mesmo de um Xerife aos moldes do Velho Eeste Americano, porque para cuidar das "bestas" agrestes que populam nossa cidade sem lei e sem moral, precisaríamos de alguém que tivesse mais pulso, mais garra, mais fibra para enfrentar todos esses problemas, usando a lei como escudo e o cassetete como arma.

Enquanto não fizerem isso, os trogloditas passearão com seus automóveis com som alto impunemente pelo centro, e a população será agredida com essas pavorosas festas e seus sons ensurdecedores.

"O manto negro da impunidade é, muitas vezes, a gravata do colarinho branco."

Antonio Gomes Lacerda

Mãos à Obra! - Menos Palavras, e mais AÇÕES REAIS !

Texto: Dihelson Mendonça
Foto: www.atarde.com.br

Atenção - É proibida a reprodução, cópia, ou veiculação desta matéria em outros sites, jornais, revistas e qualquer outro local, ainda que para uso individual, sem a autorização por escrito do autor. Os infratores serão processados judicialmente até as últimas consequências na forma prevista da Lei de direitos autorais.

Show Acústico com Manel D´Jardim e Neto Menezes dia 12 de Junho


Local: Restaurante Rondelle
Triângulo crajubar - Juazeiro do Norte - CE

Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - 08-06-2009

Encontro Universitário de Paleontologia e Arqueologia do Cariri começa hoje

Aprofundar e socializar a produção científica na área de paleontologia e arqueologia é um dos objetivos do Encontro Universitário de Paleontologia e Arqueologia do Cariri que começa hoje e vai até o dia 10 de junho de 2009, na Universidade Regional do Cariri – URCA, em Crato. O evento constará de palestras, mini-cursos e vivências na Casa Grande e Mina de Calcário, em Nova Olinda. O evento terá na abertura palestra do Reitor da URCA, professor Plácido Cidade Nuvens, contando a História do Museu de Santana do Cariri, que atualmente passa por reforma e ampliação. A região do Cariri é um dos locais importantes para a pesquisa cientifica nas áreas arqueológicas e paleontológicas. A primeira citação dos fósseis da Bacia do Araripe foi registrada em 1810 por João da Silva Feijó e cerca de 20 anos depois a ilustração desses fósseis foram publicadas por Spix & Martius em 1831. Diversos eventos científicos propiciaram a difusão de estudos e de descobertas sobre essas áreas do conhecimento, como é o caso do I e II Simpósios sobre Bacias Interiores do Nordeste em 1994 e 1997, a realização do XVI Congresso Brasileiro de Paleontologia em 1999 e o Simpósio Sobre Atualidades Paleontológicas em 2008, eventos que conseguiram potencializar a região como pólo de pesquisa cientifica paleontológica e arqueológica.

Despertar sobre estudo

Para os organizadores, a conseqüência direta do evento é proporcionar aos acadêmicos e a comunidade em geral, o despertar sobre o estudo da Paleontologia, da Arqueologia, da evolução e biodiversidade na região do Cariri. Até hoje, mais de 190 mil visitantes estiveram no Museu de Paleontologia, em Santana do Cariri, numa cidade que tem apenas cerca de 7 mil habitantes. Número similar são as visitas à Fundação Casa, Memorial do Homem Kariri, em Nova Olinda, para conhecer os vestígios do povo Cariri, antes da chegada dos colonizadores portugueses.

Entre estes visitantes, destacam-se inúmeros pesquisadores nacionais e estrangeiros. Esses dados demonstram a importância da região do Cariri para a cultura cearense e nordestina e a necessidade de fomento à pesquisa e divulgação científica sobre esse potencial regional que também é discutido na ótica do turismo cientifico. O Encontro é realizado pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa – PRPGP, Grupo de Pesquisa Chapada do Araripe – GPCA e Laboratório de Pesquisa Paleontológica da URCA – LPPU. A Legislação sobre o tráfico de fósseis será abordada pelo geólogo do Departamento Nacional de Proteção Mineral (DNPM), Artur Andrade. A palestra sobre arqueologia na região do Cariri será abordada pela mestra em arqueologia, Rosiane Limaverde, da Fundação Casa Grande. O professor dr. Álamo Feitosa, pesquisador na área de paleobotânica, abordará o assunto durante palestra. O gerente do Geopark Araripe, Idalécio de Freitas, irá ministrar palestra sobre o projeto, e o paleoturismo, pelo professor doutor de paleontologia da Urca, Alexandre Magno Feitosa Sales. Ambientes Sedimentares da Bacia do Araripe, Interpretação Paleoecológica, Replicação de Fósseis, Preparação de Fósseis, Introdução a Arqueologia e Biomecânica - o vôo dos animais, estão entre os assuntos a serem trabalhados nos mini-cursos.

URCA realiza dia “D” de Saúde do Trabalhador

Será realizado no próximo dia 10, o dia “D” de Saúde do trabalhador, por meio do Ambulatório de Saúde do Trabalhador, vinculado a Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da URCA. A Proex convida todos os funcionários da Instituição a participarem da iniciativa, a partir das 9 horas, no Salão da Terra. Na ocasião serão realizados debates, verificação de pressão arterial e glicemia, além de avaliação física e apresentação de vídeos sobre hipertensão, que é o tema da semana.

Reitor participa de Colação de Grau em Umari

O Reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), Plácido Cidade Nuvens, participou, na última sexta-feira, da solenidade de Colação de Grau dos alunos do Curso de Biologia, do município de Umari. Na ocasião estiveram presentes várias autoridades daquela localidade, prestigiando o evento.

URCA firma parceria com o SEBRAE para mapear e demarcar a ocorrência do cipó uva na região

A Universidade Regional do Cariri (URCA), por meio da Fundação Desenvolvimento Tecnológico do Cariri (Fundetec), firmou parceria, na última semana, com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). A finalidade é realizar consultoria gerencial e tecnológica, visando mapear e demarcar a ocorrência do cipó uva na região do Cariri cearense. O trabalho será desenvolvido por meio do projeto ‘Indicação Geográfica do Mel de Abelha da Flor do Cipó Uva da Biorregião do Araripe’. O contrato para execução dos trabalhos foi assinado pelo Reitor da URCA, professor Plácido Cidade Nuvens, a diretora superintendente da Fundetec, Meiriane Aragão, o superintendente do SEBRAE, Carlos Antônio de Morais Cruz, e o diretor técnico, Alci Porto.

Contato:
Assessoria de Comunicação
Universidade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 ramal 2617
www.urca.br - Elizangela Santos (88) 9915.3450
Crato, 08 de junho de 2009.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30