xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 12/05/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

12 maio 2009

Os três bois e o leão Por: Pedro Esmeraldo


Esta fábula é do grego Esopo e vou narrá-la para comparar com o comportamento de alguns políticos cratenses. Três bois muito ligados dividiam tudo entre si: um dia, um leão não podendo saciá-los, devido a sua união convenceu-os a pastarem separadamente. Pensando bem em decifrar o efeito moral desta fábula, nota-se que pessoa alguma pode conseguir bom desempenho em seu trabalho, sozinho, no meio dos inimigos. Se quiser viver tranqüilo é preciso afastar-se destes algozes e confiar mais nos amigos. Partindo para um raciocínio digno lembro que a maioria dos políticos cratenses deixa de conviver com os amigos a fim a apoiar integralmente aos inimigos que vêm de fora. Privam o Crato de grandes melhoramentos, a não ser conseguir migalhas e facilmente entregar o ouro aos bandidos. Deixam de lado os amigos sinceros para contemplar o desrespeito e o desmerecimento causando prejuízo ao progresso dessa cidade. Por isso, Crato está se esvaziando e ninguém toma atitudes para evitar esses abusos artimanhosos de seus algozes, afastam o Crato do caminho do progresso acelerado. Os homens de bem ficam alheios a essas mazelas e não abarcam a causa da justiça e do respeito para com o povo. Ultimamente, o Crato sofre desesperadamente devido o esquecimento e abandono das autoridades da esfera estadual. Nada trazem para cá. Isto considero um desaforo para os filhos amantes desta terra, pois são obrigados a gritarem sozinhos para ver se ao menos amenize o controle do desenvolvimento desta cidade. Falam do Plano de Aceleração e Crescimento, mas não chega para o Crato. Dizem que há projetos elaborados pela prefeitura, mas só ficam no papel, projetos esses que datam de muito tempo. Apesar de tanta falação, não dão inicio as obras. É o caso da Escola de Agronomia e do Centro de Convenções. Falam, falam, mas cai no esquecimento. Não se deve esquecer o esvaziamento desta cidade. Já levaram daqui várias instituições estaduais e federais considerando esta terra como sendo terra de ninguém. O que mais aflige é que os políticos não lutam, quedam-se na resignação, não reagem, dizem sempre amém. Convém citar que os astuciosos e invejosos não deixam vir nada para o Crato. Tudo que vem é arrematado pelos pilantras do engodo.

Não deixam mais o Crato caminhar firmemente. É como se o nome do Crato fosse riscado do mapa. Toda a população tem desgosto desses políticos acomodados que acolhem mansamente as artimanhas para não vir nada para o Crato, a não ser migalhas, dizendo que sendo bom para lá é bom para o Cariri. Esta conversa falaciosa deixa todo mundo revoltado e indignado. Agora, estão falando em zona metropolitana que seria um contra senso deixar o Crato de lado da zona de apoio, já que esta cidade foi o centro de desenvolvimento cultural, agrícola e política de todo o sul do estado. Lembro ainda, há mais ou menos dois anos, Crato perdeu o Centro Universitário que aqui seria localizado, patrocinado pela UFC. Devido às artimanhas políticas, Crato perdeu esse desenvolvimento educativo. Isto provocou reação de muitos cratenses, através de luta titânica patrocinado pelo Instituto Cultural do Cariri – ICC. Mesmo assim, estão fazendo vista grossa para que venha se estabelecer aqui a Faculdade de Agronomia como fora prometido. Dizem com muito respeito, que os políticos desta terra não andam caminhando com firmeza e ficam atoleimados diante das palavras indecorosas desses algozes que só vêm aqui atrapalhar e confiscar todo o melhoramento da cidade.

Confirmo que o Crato é uma janela aberta para conectar as cidades vizinhas deste e de outros estados. Não conseguem satisfazer o desejo dessa população que é o de tornar esta cidade no maior Centro Universitário do interior do nordeste. Recorde-se, ainda, que alguns políticos praticam o clientelismo fisiológico e procuram sanar os problemas com dificuldade, já que o dinheiro é pouco para a prática e bom desempenho administrativo. Quero agradecer as palavras elogiosas dirigidas a minha pessoa pelo escritor cratense radicado em Fortaleza, filho do particular amigo, ex-vereador Pedro Saraiva de Macedo. Muito obrigado senhor Zé Nilton, mas continuarei lutando por esta terra até o fim.

Crato, 16 de Abril de 2009.

PEDRO ESMERALDO

DADOS BIOGRÁFICOS DE PEDRO GOMES DE MATOS

PEDRO GOMES DE MATOS CUJO 1º CENTENÁRIO DE NASCIMENTO COMEMORA-SE DIA 12 DE MAIO Pedro Gomes de Matos Júnior, nasceu no Crato, em 12 de maio de 1909, Morou no lugar SITIO LUANDA, logo após o riacho da Cascata. Filho de Pedro Gomes de Matos e Josefina Pedrosa de Matos, e cedo estabeleceu-se em Maranguape, onde veio a casar-se com uma maranguapense da gema, Salaberga Torquato Gomes de Matos, por sinal, neta de cratense, o Coronel Afro Tavares Campos, o 2º Intendente (Prefeito) de Maranguape.Fez o curso de Humanidades no Colégio São João de Fortaleza, matriculando-se, em seguida, na Faculdade de Farmácia e Odontologia do Ceará, da qual recebeu o título de farmacêutico a 18 de setembro de 1948. Escolhido orador da turma discorreu sobre o "Papel Social do Farmacêutico". Estudou por esforço próprio. Quando acadêmico redatoriou a revista "Polimática", órgão do Diretório Acadêmico Raimundo Gomes, em cujas páginas versou assuntos atinentes à Química, Farmácia e Biologia.Iniciou sua vida profissional em Maranguape, onde estabeleceu-se com a Farmácia Santa Terezinha, na esquina das Ruas Cel. Manuel Paula com Afro Campos, a frente da qual, passou mais de 30 anos. Atendeu a todos que o procuravam. Exerceu a função de Inspetor escolar no governo do Desembargador Faustino de Albuquerque. Recusou convite para ocupar uma cadeira no Instituto Histórico do Ceará.A sua projeção em nível nacional, ocorreu quando participou de um concurso instituído pela Lei Federal, nº 1.896, de 2 de julho de 1953, aprovada por unanimidade pelo Congresso Nacional, destinado a comemorar o 1º centenário de nascimento do insígne historiador maranguapense, nascido no sítio Columinjuba, João Capistrano de Abreu. Seu trabalho foi premiado em 1º lugar pela Comissão Julgadora, designada pelo Ministério de Educação e Cultura, e que foi constituída pelo Presidente da Academia Brasileira de Letras, Dr. Barbosa Lima Sobrinho e pelos professores José Honório Rodrigues, Pedro Calmon, Edgar de Castro Rebelo e Américo Jacobina Lacombe (voto vencido).Colaborou na "Gazeta de Notícias", "Unitário" e no jornal "O povo". É citado no Dicionário Biográfico Brasileiro de Raimundo Menezes, no livro "Brasileiros de Ontem e de Hoje", de Afrânio Coutinho e no 6º volume da "História da Inteligência no Brasil", de Wilson Martins. De março de 1975 a março de 1976 lecionou Programa de Saúde no Ginásio Estadual Anchieta. Em solenidade levada a efeito no Maranguape Clube, a Câmara Municipal de Maranguape outorgou-lhe o título de Cidadão Maranguapense. A Academia de Letras de Uruguaiana, numa justa homenagem, concedeu-lhe o Diploma e Medalha de Prata do Mérito Cultural, em 19/12/73. Por ocasião da Semana da Cultura levado a efeito entre 24 de abril a 1º de maio de 1982, a comunidade de Maranguape, outorgou-lhe uma comenda, de Prata, de agradecimentos pelos serviços prestados à comunidade maranguapense, no setor das letras e saúde pública.Entre muitos outros trabalhos destacam-se "O Papel Social do Farmacêutico - discurso de formatura (turma de 1948), Fitoterapia (As Plantas Brasileiras não Curam, Fazem Milagres) - Martins, separada da revista Polimática, 1949. Ainda escreveu a 1ª monografia sobre Maranguape: "Maranguape - Aspectos Históricos e Culturais", edição de 1966, trabalho este que encontra-se entre os livros da Biblioteca do Congresso Nacional de Washington ao lado do seu livro sobre Capistrano de Abreu.Face a esse memorável curriculum literário, conseguiu ser membro das seguintes instituições: Instituto Cultural do Cariri, Sociedade Capistrano de Abreu, Associação Cearense de Imprensa, Academia Cearense de Letras (sócio correspondente), Academia Internacional de Letras (3 Fronteiras), Academia Internacional de Ciências Humanísticas, Instituto Histórico e Geográfico de Uruguaiana (Rio Grande do Sul), Instituto Genealógico do Cariri e Academia Cearense de Farmácia.Em Maranguape, raras são as famílias a quem ele não emprestou seu conhecimento de farmacêutico, onde ao lado do médico humanitário Dr. Argeu Herbster, promovia pequenas operações em sua própria farmácia, sem distinção de ricos ou pobres, pretos ou brancos. São seus filhos: Lúcia Maria, já falecida, Ângela Maria (Assistente Social, professora universitária), Ofélia Maria (Pedagoga e com mestrado em música); Carmem (Professora), Maria das Graças (Enfermeira); Pedro Gomes de Matos Neto (jornalista) e Raimundo Gomes de Matos, médico e Deputado Federal. Faleceu em 8 de julho de 1986, aos 77 anos de idade, e seu corpo foi sepultado no jazigo da família Gomes de Matos, no cemitério de Maranguape.

CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DE PEDRO GOMES DE MATOS

A AFAC - Associação dos Filhos e Amigos do Crato, tem a honra de participar para os seus munícipes e leitores do Blogdocrato, a seguinte notícia.

Comemora-se, hoje, dia 12, o 1º centenário de nascimento do farmacêutico, escritor e historiador Pedro Gomes de Matos, nascido no Crato e que adotou Maranguape como sua terra natal, casando-se ali com Salaberga Campos, neta de cratense, o Cel. Afro Tavares Campos, 2º Intendente (Prefeito) daquela cidade. Pedro Gomes de Matos foi o 1º biógrafo do grande historiador cearense, Capistrano de Abreu, nascido no sítio Columinjuba, em Maranguape. Ontem, em sua reunião ordinária, a Academia Cearense de Letras, aprovou proposta do imortal Barros Pinho para que seja realizada uma sessão especial reverenciando o filho de Crato. Na ocasião a Diretoria da Academia, por indicação do acadêmico Pedro Paulo Montenegro, aprovou o nome do autor da propositura para falar sobre o escritor Pedro Gomes de Matos. A data da sessão solene será no dia 5 de junho próximo. Seu livro "Capistrano de Abreu: Vida e Obra do Grande Historiador" foi premiado em concurso de nível nacional, promovido pela Câmara dos Deputados com apoio da Academia Brasileira de Letras, em 1953, quando se comemorava o centenário de nascimento do insígne historiador maranguapense que, no dizer de Silvio Romero, foi a "inteligência mais aguda e pronta a serviço da historiografia brasileira". A banca examinadora do concurso foi presidida pelo já consagrado jornalista Barbosa Lima Sobrinho, então Presidente da Academia Brasileira de Letras. Também a Academia Columinjubense de Letras e Arte, com sede no sítio Columinjuba, em Maranguape, fará uma sessão especial reverenciando o escritor que projetou a cidade nos meios literários do Brasil. IMPORTÂNCIA - A repercussão do lançamento do livro de Pedro Gomes de Matos, nos mais diferentes recantos do País, é possível se aquilatar pelas opiniões de historiadores e escritores sobre seu livro, publicado em diversos periódicos de Fortaleza e do Sul do País. Eis algumas delas: "Dou-lhe efusivos parabéns: seu trabalho constitui um pagamento. Paga a dívida do Ceará ao filho excelso que, na sua humildade Cariri, tanto honrou a terra natal, amando-a com exímio e intransigente amor". Pedro Calmon."... se trata de um precioso documentário sobre a vida e a obra do grande cearense. Louvo a honestidade, clareza e a beleza do seu trabalho". Gustavo Barroso.”Seu livro,composto com carinhosa atenção e perfeita honestidade, é digna evocação da grande figura do nosso amado Mestre. Prestou o Sr. um grande serviço ao Brasil". Roquete Pinto."Seu livro fixa deliciosamente o velho "C de A" como ele gostava de assinar. Ao lado da evocação de Capistrano há uma revelação: o trabalho ilumina o trabalhador". Luiz da Câmara Cascudo.“É de agradecer sinceramente a Pedro Gomes de Matos o retrato fiel, multifacetado e vivo que a sua pena de escritor nos ofereceu, proporcionando magnífica oportunidade de conhecermos melhor a figura de Capistrano". Madaleno Girão Barroso."É um documentário de alvo valor e realizado com paciência beneditina, pois aí se encontra reunidas preciosas informações colhidas nas mais diversas fontes sobre a estranha e forte personalidade e a produção cultural do glorioso filho de Maranguape, cuja obra constitui orgulho permanente para o nosso povo". Artur Eduardo Benevides."Trabalho realizado com equilíbrio, documentação, análise e simpatia pelo biografado... o Ceará está de parabéns porque um filho seu resgatou imensa dívida". J. A Pinto do Carmo."Força é convir que não se pode esperar obra mais completa, mais rica de minúcias, mais valioso do que a sua". H. Firmeza."Com paciência, conhecimento e segurança, você coligiu a documentação que fazia falta sobre o maior historiador brasileiro, escreveu a obra que o renome dele estava a pedir. A pedir principalmente aos cearenses". Djacir Menezes."Li, cada página, admirando do modo como você pode ir tão longe nessa estrada pedregosa, que é o estudo vertical da personalidade de Capistrano... Seu presente valioso as letras do Brasil". Raimundo Girão."Acredito que ninguém de hoje em diante, poderá escrever sobre Capistrano de Abreu, sem recorrer ao seu magnífico trabalho". Beni Carvalho.
TEXTO DO JORNALISTA PEDRO GOMES DE MATOS NETO

Onde começa, ou acaba o fim da linha? por Elmano Rodrigues Pinheiro


Conheci Leonardo, na época com nove anos, galeguinho, sublime, educado, filho do meu amigo Domingos, doce pessoa, barbeiro importado de Piripiri, interior do Piauí. Durante 15 anos convivi com aquelas figuras fantásticas, vendo o pai amável preparar aquela figurinha legal, para a vida. Por intermédio de um cliente, proprietário de uma rede de postos de combustível, Leo conseguiu o seu primeiro e único emprego, e em quatro anos galgou a posição de gerente. Comprou uma casinha humilde para a mãe, e foi fazer companhia pra ela já que havia se separado do pai, e assim ia tocando a sua vida honesta e progressiva. Trabalhando num posto em frente a uma delegacia de polícia numa cidade satélite da Capital de República, se sentia tranqüilo, e seguro, para continuar sua trajetória tão sonhada, por dias melhores. Só que o inesperado acontece: um adolescente de 14 anos, três assassinatos nos costados, em plena sete horas da noite, invade o estabelecimento e anuncia o assalto. Com toda paciência do mundo, Leo pede calma a moça que trabalhava no caixa, e que entregasse tudo que havia arrecadado, e cumprisse tudo que o adolescente exigia. A reação por incrível que pareça, foi receber um tiro mortal, que lhe suprimiu a vida. Hoje vejo aquelas duas almas ambulantes, inconformadas com aquela perda irreparável, sem saber mais o que fazer pelo resto da vida, pois perderam tudo que haviam construído com tantos sonhos e tanto carinho, e me pergunto. Daqui há três anos esse assassino frio e cruel vai estar pelas ruas a ceifar novas vidas, e daí? Apareça alguém com essa religiosidade, para dizer aos pais, que faz parte da vida o perdão, e que Deus está olhando lá de cima, com toda misericórdia do mundo.Essa ferida estará aberta, e purgando por toda a existência.

E o meu conselho ao pai foi apenas um. Cerol. Vá fazendo umas visitinhas ao presídio, sempre levando uns agrados aos detentos, e quem sabe, em pouco tempo não vais arrumar um caridoso que te alivie essa dor latente. Meus amigos que me perdoem. Quem não passou por essa dor, não tem o direito de ficar a fazer loas, com o martírio e o sofrimento dos outros.

CARIRI DAS ARTES - Intercâmbio dos países de língua portuguesa


Grupo de músicos do Senegal realiza shows durante a programação do encontro internacional promovido pela Fundação Casa Grande. Nova Olinda, no Cariri, sedia até sábado encontro das expressividades dos países da língua portuguesa. Nova Olinda. Um grande encontro no Cariri das Artes dos Países de Língua Portuguesa será iniciado hoje, com abertura às 14 horas, na Fundação Casa Grande, Memorial Homem Kariri, no município de Nova Olinda. A abertura acontece no Teatro Violeta Arraes - Engenho de Artes Cênicas. A primeira edição estará centrada na música e ritmos diferentes e marcantes — o que não vai faltar para os meninos do sertão e o grande público caririense que estará na Casa Grande. Os artistas do Senegal, Angola, Moçambique, Portugal, Cabo Verde, entre outros países, começaram a desembarcar no Cariri desde a semana passada. Aproveitam a estada na região para promover intercâmbio com grupos de artistas da cultura local, a exemplos dos não menos internacionais, Irmãos Aniceto, que também estão inseridos na programação do evento.

A diretora da Fundação, Rosiane Limaverde, destaca a importância do intercâmbio por aproximar os representantes de países que falam a língua portuguesa, uma vez que verifica-se ainda haver uma grande distância. Esse é o primeiro de muitos, segundo ela, em que diversos aspectos serão trabalhados dentro do conhecimento das culturas entre os povos que falam a mesma língua. Ritmos marcantes e diferenciados é o que não irá faltar nessa festa ´luso-caririense´, ao som da turminha. Para Alemberg Quindins, presidente da entidade, além da troca, a mostra é uma escola de gestão e de produção para os meninos da Casa Grande. E não é de hoje que o trabalho com representantes desses países vem sendo feito em parceria com a ONG cearense. São anos a fio de trabalho, o que proporciona a parceria da Fundação com entidades estrangeiras a exemplo da Universidade de Coimbra, sediada em Portugal. Entre os grandes momentos do encontro estão as rodas de conversas, com estudiosas no assunto e gestores de instituições brasileiras, africanas e européias, mostras de vídeo e exposição de folhetos de cordel. Os alunos das escolas públicas do município também participam do evento.

A I Mostra Cariri das Artes dos Países de Língua Portuguesa será realizada de hoje até sábado. O evento tem o objetivo de reunir representantes de instituições que atualmente mantêm intercâmbio com a Fundação, além de fortalecer os laços institucionais da entidade cearense com órgãos internacionais. Serão cinco dias com recitais musicais, palestras, exposição de cordéis e mostra de vídeo feitos pela TV Casa Grande. De Angola virá Filipe Mukenga, que recentemente gravou o disco “Nós somos nós”, com Zeca Baleiro. De Moçambique, Stewart Sukuma. Cabo Verde será representado pelo jovem Vadú. Portugal nos presenteia com o som luso-brasileiro de JP Simões. Os brasileiros Elizah e Paulo Brandão deixam o litoral carioca para uma sonora apresentação no sertão. Abanda e Os Cabinha, com jazz e rock na lata, são da Fundação. Trarão para as apresentações uma amostra da música do sertão cearense. Com a finalidade de aproximar os artistas de gestores culturais, será promovido debate com representantes de instituições como Edson Natale (Itaú Cultural), Dane de Jade (Sesc Ceará), Heniton Menezes (Banco do Nordeste), Mário Alves (ONG Etnia - Portugal) e Roberto Isaías (Rede Nacional para a Diversidade - Moçambique) e Janete El Haouli, (Casa de Cultura da Universidade de Londrina). Na abertura, estará presente a linguista Ruth Monserrat. Ela irá apresentar uma palestra sobre as aproximações entre o Português e as línguas de origem indígena.

O trabalho dos meninos da Fundação será apresentado, com as produções realizadas em nível local. Produções realizadas sobre a região no “100 Canal” serão apresentadas. Para representar dois dos países lusófonos presentes no evento, Mário Alves, a ONG Etnia de Portugal e Roberto Isaías, da Rede Nacional para a Diversidade Cultural de Moçambique. Eles abordarão o trabalho das instituições nas quais estão à frente. Alves é responsável pelo festival Na Ponta da Língua, que reúne nomes da cultura lusófona, com edição em Fortaleza.

Mais informações:
Escritório da Fundação Casa Grande
Rua Ratisbona, 564, Centro, Crato (CE), (88) 3521.8133
imprensafcg@gmail.com

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Histórias do Misael - Por: Zilberto Cardoso de Oliveira

O Sr. Misael durante muitos anos foi proprietário de hotel no Crato (Pensão do Misael), gostava de contar “causos”, acreditem com a maior seriedade como a que segue:

Certa ocasião ao fazer um viajem ao pernambuco; o caminhão corria rápido na chapada do araripe, Misael levava sob as pernas um disco de cera 78 rotações que em uma das faces estava gravado um clássico da música popular brasileira, “AI QUE SAUDADE DA AMÉLIA” da autoria dos saudosos compositores, Ataulfo Alves e Mario Lago. Com um tombo do veículo o disco sai das mãos do Misael e vai junto a um pé de mandacarú fixando-se coincidentemente num dos espinhos, o disco segundo Misael começou a rodar, enquanto outro espinho apoiado no disco, fe-lô tocar a música “Amélia é que era mulher de verdade”, quando o vento soprava no sentido contrário, tocava “ verdade a mulher que é Amélia. Ai daquele que duvidase.


Zilberto Cardoso de Oliveira
Cratense da casca da clara e da gema.
Fortaleza, 11 de maio, 2009


Civilidade no mundo on line. - Por Luiz Domingos de Luna


Enquanto nós, do mundo on line, não tivermos a consciência plena de que a sociedade virtual é, foi e sempre será um conglomerado humano heterogênico e que devemos respeitar toda existência humana, seja minoria ou maioria, compreender as opções individuais, orientações sexuais, as manifestações de opiniões, a liberdade de opções; enquanto não paráramos com o uso de adjetivos desqualificativos de escolha, grupos étnicos, religiosos e outros, nós jamais teremos uma mente aberta para o convívio pleno da paz social, da harmonia e do bem estar coletivo e por extensão no mundo on line como um todo.

O Tempo usado para depreciar a própria espécie humana seja fenótipo ou ideológica no mundo virtual, deveria ser substituído, por um tempo útil, ou seja: por uma política universal do bem estar da humanidade, pois um choque de civilização, de cultura, de ideologia é um mal que vai prejudicar a todos, em um só tempo, em todo tempo, pois é uma semente de fogo abrasador que coloca o homem contra o próprio homem e em nada colabora para o convívio dos seres humano na esfera maior - Planeta Terra. Assim, urge a necessidade de nós que estamos começando a humanizar o mundo pelos olhos atentos e sedentos do mundo on line, várias visões integradas, coesas, uniformes, vivas, atuantes e no mergulhar de uma linguagem universal que sirva de crescimento intelectual para todos indistintamente. Precisamos aprender a conviver com posições contrastantes, sem perder a nossa linha lógica existencial através de artigos, comentários firmes {...}, inclusive contraditório, se for o caso, porém, sem perder o respeito à forma de ver o mundo do outro, pela ótica peculiar a cada componente da espécie humana; e assim, quebrar toda corrente cultural ideológica negativa para a construção de uma nova humanidade, sem fronteiras, sem barreiras e, principalmente, sem o ranço da magia que cega à sociedade atual o preconceito.

Que todos nós que fazemos esta nova era da internet, saibamos com responsabilidade respeitar às inúmeras vertentes do pensamento humano, sem o manto ignorante do ódio ideológico que suja e diminui a importância da epistemologia Genética da humanidade no livro da existência humana.

Por Luiz Domingos de Luna



12-05-2009
Mensagem da Secretária de Saúde Nizete Tavares por ocasião do Dia do Enfermeiro

"Hoje, dia 12 de Maio é um dia consagrado a uma das mais nobres profissões, o Dia do enfermeiro. São pessoas muito importantes no quadro social, pois trabalham com muito amor e dedicação em um dos setores essenciais da vida humana. Hoje é o dia dedicado à todos aqueles que abraçaram esta nobre profissão, com carinho, com desvelo, e que no mundo todo, trabalham, sofrem, e se sacrificam para dar vida a tantos outros.

Muitas vezes injustiçados, esses grandes profissionais deixam seus familiares queridos para dar plantão, sua parte na luta contra o mal Que atinge pessoas, em casas particulares, nos asilos, nas creches, nas empresas, e em hospitais. Cumprem seu dever, sua missão nobre, com o coração, a alma, e a mente sempre contentes. Como se fôra uma mão abençoada, guiada pelo sublime Doutor que habita o céu, a todos acolhe com presteza e carinho, quando surge alguma dor inesperada, aplicando-lhes a medicação e aliviando o sofrimento humano. Em dedicação a esses grandes profissionais da saúde, é que a Secretaria de Saúde do Crato vem de público parabenizar a todos os enfermeiros do município do Crato, por ocasião do seu dia. Parabéns enfermeiros! sobretudo pela história, pela luta, pela dignidade, e pelo respeito à pessoa humana."

Nizete Tavares
Secretária de Saúde

Recuperação das ruas do Crato será intensificada após o inverno

A Secretaria de Infra-Estrutura do Crato está realizando trabalho emergencial de restauração das ruas em algumas localidades do município. Segundo a mesma, já estão sendo feitos planejamentos para que após a temporada de chuvas intensas, as ruas e avenidas possam passar por melhorias. A recuperação de algumas vias que estava sendo feita, foi suspensa temporariamente por não haver condições para o trabalho devido às chuvas. A administração do Crato tem prezado pelas boas condições das vias da cidade. No ano passado foi realizado um dos maiores programas de asfaltamento da história do município, com mais de 90 ruas asfaltadas e recuperadas, e está previsto mais 14 ruas, que deverão passar por recuperação e receber um novo asfaltamento até a conclusão do projeto. A secretaria de infra-estrutura divulga ainda que Já foram investidos recentemente, cerca de 7 milhões de reais somente com asfaltamento no município do Crato.

Mobilização Social realiza trabalho efetivo e constante contra a dengue

Na quarta-feira, dia 13 de maio, o Núcleo de Mobilização da Secretaria de Saúde do Crato realizará uma palestra sobre dengue para os alunos e professores do Liceu Diocesano. As informações serão disponibilizadas pelo técnico José Rodrigues. Na quinta-feira, dia 14, a Mobilização dá continuidade às visitas domiciliares de combate à dengue no bairro Cacimbas, a partir das 8h. Essas visitas contarão com a parceria dos atiradores do Tiro de Guerra. No dia 15, sexta-feira, a equipe da Mobilização estará na localidade Bela Vista.

Crato continua vacinação dos idosos contra a gripe

A Secretaria de Saúde do Município do Crato está realizando um trabalho intensivo buscando a adesão dos idosos à Campanha da Vacinação contra a gripe. Domicílios foram visitados e houve um trabalho intensificado dos agentes de saúde no sentido de conseguir maior adesão para a campanha de vacinação. Segundo avaliação da secretária de saúde, foram imunizados contra a gripe, cerca de 56% dos idosos, quando a meta era de mais de 80%. A dificuldade de locomoção em razão das chuvas seria um dos principais obstáculos em se atingir essa meta, afirmou a secretaria.

Professores do Crato participam de capacitação do Programa Nacional de Informática na Educação

A Secretaria de Educação do Crato em parceria com o Governo Federal iniciou ontem na sede do CREDE 18, capacitação do – Proinfo - Programa Nacional de Informática na Educação para os professores das escolas municipais. O ProInfo é desenvolvido pela Secretaria de Educação a Distância SEED, por meio do Departamento de Infra-Estrutura Tecnológica DITEC, em parceria com as Secretarias de Educação Estaduais e Municipais. O programa funciona de forma descentralizada, sendo que em cada Unidade da Federação existe uma Coordenação Estadual do Proinfo, cuja atribuição principal é a de introduzir o uso das tecnologias de informação e comunicação nas escolas da rede pública, além de articular as atividades desenvolvidas sob sua influência, em especial, as ações dos Núcleos de Tecnologia Educacional – NTEs.

Mobilização Social em parceria com Unimed do Cariri inicia no próximo dia 13, o VI Ciclo Medicina Preventiva

O Núcleo de Mobilização Social da Secretaria de Saúde do Crato convida a comunidade a participar do “VI Ciclo Medicina Preventiva” a ser realizado pela Secretaria de Saúde do Crato em parceria com a UNIMED Cariri. Esse ciclo consta de palestras sobre temas relacionados a cuidados com a saúde. Todas as palestras acontecerão no Teatro Salviano Arraes Saraiva, às 14h, conforme o seguinte calendário:

- Dia 13 de maio - quarta-feira - Palestra com Dra. Eponina Régia Coutinho, Endocrinologista, sobre Doenças da Tireóide.

- Dia 27 de maio - Palestra sobre DST/AIDS, com o Dr. Túlio Teixeira, Ginecologista

- Dia 10 de junho o assunto será Tabagismo e Drogas com explicações do Dr. José Flávio Vieira, clínico geral.


URCA e Prefeitura realizam levantamento sobre Prevenção de Risco nos Departamentos

A Prefeitura Municipal do Crato em parceria com a Universidade Regional do Cariri (URCA), através do Curso de Engenharia de Produção, está realizando levantamentos sobre Prevenção de Risco em todos os ambientes de trabalho da administração. A Atividade está sendo coordenada pelo professor Araújo, da Universidade. Desde o mês passado, quatro estagiários estão trabalhando no projeto. Após os levantamentos, será feita uma análise sobre a exposição dos funcionários a riscos no trabalho, e encaminhamento à administração para as soluções.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:
http://www.crato.ce.gov.br

http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30