xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 27/04/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

27 abril 2009

NESTA SEMANA NO BRASIL

PANDEMIA DE GRIPE

O mundo à beira de uma pandemia de gripe aviária? A história do século XX foi marcada por grandes pandemias de gripe. A espanhola entre 1918 e 1919 desenvolveu-se em três ondas, começa nos EUA e rapidamente atinge a Europa, quando entre o outono e o inverno tem a face mais virulenta das três ondas. Estima-se uma taxa de letalidade entre 6 a 8%, calcula-se que atingiu metade da população mundial, tendo matado entre 20 a 40 milhões de pessoas. No Brasil morreu o próprio presidente da república Rodrigues Alves. A outra pandemia marcante foi a chamada gripe asiática que começou em 1957 no norte da China e em dez meses era mundial e estima-se que matou um milhão de pessoas. Em 1968 ocorreu a gripe de Hong Kong que se espalhou pelo mundo todo.

Não sem razão o mundo poderia experimentar, começando na América do Norte, uma nova pandemia de gripe. No México já atinge centenas de pessoas nos centros urbanos e já matou 104 pessoas até o dia de hoje. Existem casos nos EUA, na Espanha e Israel. A velocidade com a qual a pandemia poderá se espalhar será bem superior aos demais anos, pois agora as viagens internacionais são mais velozes e mais freqüentes. Já existem dois casos suspeitos de brasileiros oriundos do México. O atual vírus causador é da mesma matriz das grandes pandemias citadas: o da asiática era do subtipo H2N2 e este é do subtipo H1N1. O mais importante é a enorme adaptação do atual vírus a várias espécies: segundo o CDC (Centro de Controle de Doenças americano) se trata de uma mistura jamais vista que ataca simultaneamente suínos, aves e humanos.

SOCIEDADE , CONGRESSO E MÍDIA NACIONAL

Passagens aéreas, o Congresso Nacional, a mídia e os brasileiros. Com nossas famílias espalhadas por este continente chamado Brasil, passagens aéreas para visitá-los seriam o ideal nos tempos atuais. Viagem rápida e confortável. Ir ao exterior visitar as belezas do mundo, também é do agrado. Qualquer brasileiro gostaria. Bom, desse modo, a relação entre passagem aérea e os brasileiros está bem construída e argumentada.

O Congresso Nacional com passagem aérea, também. Os deputados e senadores vivem distantes de suas casas representando o sistema parlamentar do país. O que não encontra qualquer relação moral e ética é o uso de passagens como barganha, troca, favor, privilégio e safadeza com o dinheiro público. Um garotão como aquele deputado federal do RN é bem o tipo de gente que esta classe média irresponsável tem criado e revistas como a Caras, por exemplo, têm estimulado. Então a safadeza e o senso de privilégio a expensa do povo não tem relação. Agora, finalmente, aos líderes, ao “alto clero” que tanto espezinha o “baixo” nas páginas da mídia: onde se encontra um grande discurso contra esta safadeza? Por que os grandes líderes do Congresso não deram um basta nesta farra? Por que o estilo de reação foi de um “rapazinho” de Sobral, cheio do não me toques, dizendo: ministério público é o caralho?

Agora mídia e Congresso Nacional têm inteira relação. O papel da imprensa é informar sobre os fatos relevantes da sociedade e este das passagens do Congresso o é. Agora o modo, a intensidade e a boca viciada do cachimbo da imprensa é mera intimidação com o Congresso Nacional. Os esquemas concentrados em famílias, as concessões que ocorrem em tenebrosas transações fazem dos grupos empresariais da mídia nacional inteiramente suspeitos de intimidação ao poder concedente. No mesmo modo que sociedade se escandaliza com deputados e senadores, também cabe com o vampiresco comportamento do golpismo da mídia nacional.

Futebol - Por: Amilton Silva

Fortaleza Vence Primeira Partida da Final

O Fortaleza partiu na frente na final do campeonato Cearense 2009, e venceu no Castelão, em Fortaleza, o Ceará por 2 X 1, com gols de Wanderley e Guto para o Tricolor , descontando para o Vovô Arlindo Maracanã de penalte. A renda da partida foi superior aos 300 mil reais com público acima de 26 mil pagantes. A partida final está marcada para o próximo domingo , e o Fortaleza joga pelo empate para sagrar-se campeão cearense. Na quarta feira o Leão irá ao Rio de Janeiro, onde enfrentará o Flamengo pela partida de ida da Copa do Brasil.

Flamengo e Botafogo Empatam

Mais de 63 mil torcedores, compareceram na tarde de ontem (26) ao Maracanã , no Rio de Janeiro, e presenciaram o empate de 2 X 2 , na primeira partida válida pela decisão do Carioca 2009. Marcaram para o Botafogo Juninho e Reinaldo e para o Flamengo Ruan e Wilians.

Corinthians Vence Santos com Show de Ronaldo

Mesmo jogando fora dos seus domínios, o Corinthians não tomou conhecimento do Santos e saiu com uma vitória por 3 X 1, com dois gols de Ronaldo e Chicão de Falta.Triguinho marcou para o Santos.

Outros Resultados Pelo Brasil na Tarde de Ontem

CRUZEIRO 5 X 0 ATLÉTICO MG CHAPECOENSE 3 X 1 AVAÍ ATLÉTICO GO 2 X 1 GOIÁS VITÓRIA 2 X 1 BAHIA

Por: Amilton Silva - Editor de Esportes do Blog do Crato


Ah que saudades que tenho... – Por Carlos Eduardo Esmeraldo.

Entre tantas coisas das quais eu sinto saudades daquele Crato dos anos sessenta, há duas que me fazem mais falta. Os cinemas e o jornal “A Ação”. Como explicar uma cidade, que se propõe ser berço irradiador da cultura, não possuir hoje nenhuma sala de cinema e sequer um jornal, principalmente numa época em que a informática evoluiu tanto e se propagou de tal modo, que montar um pequeno jornal diário ficou mais fácil do que nos tempos das velhas impressoras com plaquinhas de chumbo? E os cinemas? Apesar da televisão por assinatura, das diversas locadoras de DVDs, nada como uma confortável sala de cinema. Ah que saudades do Cassino, Moderno, Cine-Rádio Araripe e Educadora!
Toda vez que passo pelo “Center Um”, hoje um pequeno e acanhado shopping da grande metrópole em que se transformou Fortaleza, sinto como seria bom se tivéssemos um pequeno centro de compras do tamanho daquele, na nossa querida cidade do Crato, com sala de cinema e um ponto de encontro de jovens e adultos, como foi em Fortaleza há 36 anos.
Ah que saudades do delicioso jornal “A Ação” e suas notícias maravilhosas! Lembro-me que em Salvador, distante da terrinha, sem televisão em rede nacional, telefones interurbanos e as facilidades hoje existentes e imagináveis naquela época, receber regularmente o jornalzinho de quatro ou no máximo seis páginas, era para nós cratenses motivo de uma grande festa. Por meio de suas notícias alimentávamos nossos cordões umbilicais, presos às encostas da verdejante Chapada do Araripe. Os redatores do querido semanário formavam um time digno de atuar em qualquer grande jornal do Brasil: Mons. Pedro Rocha, João Lindenberg de Aquino, Armando Rafael, Hamilton Lima Barros, Antonio Vicelmo e Huberto Cabral. A mais fina flor do nosso jornalismo!
Pelo título das manchetes de cada exemplar de “A Ação” que recebíamos, identificávamos pelo estilo, o autor da notícia. Certa vez, em pleno campeonato intermunicipal, a seleção juazeirense eliminou as seleções do Crato, do Cedro e foi à final contra a forte Itapipoca. Essa seleção da zona norte do Estado derrotara o todo-poderoso time de Sobral. Na véspera do jogo final em Fortaleza, em sua primeira página “A Ação” trazia a seguinte manchete: “Juazeiro, eita pipoca quente!” O autor da notícia tanto poderia ter sido o Antonio Vicelmo, quanto o Huberto Cabral, divergíamos nós, um grupo de seis cratenses: os primos João Vianey Barreto e Luciano Brito Gonçalves, e os amigos Vicente Pierre, Edilson Alencar e Domingos Nogueira Neto.
Numa outra semana, tomávamos conhecimento da notícia de um conhecido agricultor que não comparecera à feira semanal, como de costume, e por isso, correra o boato de que ele teria morrido. Na semana seguinte, ele foi ao jornal “À Ação” pedir que aquele jornal explicasse aos amigos que o boato era falso. Dessa feita a manchete veio mais engraçada ainda: “Defunto voltou à feira para avisar que não havia morrido.” Para essa, houve unanimidade entre nós cratenses exilados na Bahia, sobre o autor da noticia. Adivinhem vocês, quem foi ele?

Por Carlos Eduardo Esmeraldo

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30