xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/04/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 abril 2009

Fofocas - Por: Dr. José Flávio Vieira


Pois é, amigos, vivendo e aprendendo ! Hoje é sábado, dia de futricas e fofocas, especialíssimo para se comentar um assunto desses. Pesquisa na Inglaterra, envolvendo um universo de 5000 entrevistados , chegou a conclusões totalmente imprevisíveis. Os homens são bem mais fofoqueiros que as mulheres, passam em média 78 minutos do horário de trabalho conversando miolo de pote com os colegas, enquanto as mulheres gastam apenas 52. E mais, amigos, 31% dos homens preferem fofocar com a companheira a fazer sexo. É isso mesmo ! E vejam que a pesquisa vem de um dos centros mundiais mais cultivadores da fofoca : a Grã-Betanha. Lá a arqueologia da vida alheia é um verdadeiro esporte nacional. Os tablóides de fofoca – surgidos em meados do Século XIX-- , vendem milhões de exemplares por mês e, inclusive, abalaram as vendas dos jornalões, fato também visível nos EUA. As pessoas , cada vez mais, têm se detido nas histórias de superfície, ligadas a excentricidades e escândalos, e se afastado do jornalismo mais sério e analítico. Cada vez mais se cultua Nélson Rubens, cada vez menos Roberto Pompeu de Tolledo.
E não se enganem não, amigos, o poder da fofoca é imenso. Durante toda a história, articulada como boatos, foi veículo de muitos crimes, muitas guerras, muitas mortes. O III Reich já afirmara que a informação e a contra-informação eram armas bélicas iguaizinhas aos canhões e às metralhadoras. Armamento utilizado por muitas ditaduras, por muitos grupos políticos articulados na mídia, a fofoca derrubou governos, destruiu impérios, incendiou palácios e dissolveu relacionamentos com um poder de fogo sempre muito subestimado. E, claro, foi utilizado sutilmente, também, pelas classes menos favorecidas. Em português, etimologicamente, o nome fofoca parece ser originário do banto, uma das línguas africanas que a nós somaram a sua rica cultura.
E em tempos de se quebrarem todas as barreiras da informação: com Internet, Celular, TV a cabo, mais que nunca a fofoca tem aumentado seu poder de contaminação. Se de boca em boca já se alastrava como uma praga incontrolável e agora montada no Orkut, no You Tube, no Twitter , nos blogs e nos e-mails ? Existe já toda uma indústria da fofoca envolvendo revistas especializadas, tablóides, programas televisivos,cadernos dos jornalões, sites , jornalistas e paparazzi. A dona de casa, hoje ,está mais a par das proezas da Paris Hilton do que a da vizinha que mora em frente. O buraco da fechadura ampliou-se como jamais se imaginaria acontecesse.
Junto dessa fofoca institucionalizada existe ainda a fofoqueira tradicional, de ponta de esquina, mas ela perdeu um pouco o glamour dos velhos tempos. E as fofocas de rodinha de praça, de mesa de bar, de barraca de praia subsistem ainda a duras penas. O fofoqueiro típico é aquele que critica nos outros os desejos que ele próprio não consegue deixar explodir. Ver e comentar os desvios alheios de alguma maneira nos tira a culpa e nos torna santos e mais puros. No fundo, há visíveis rastros de uma inveja mal disfarçada em cada ato criticado. E quem sabe, algumas vezes, a fofoca seja a maneira que se encontra de se apimentar um pouco essa vida, se colocar um pouco de tempero em existências insulsas e inodoras. Talvez , por isso mesmo, quanto menor a vila, maior o seu potencial de fofoquismo. É que não existindo outras formas de lazer mais interessantes a vida alheia substitui o jornal, a TV, o Rádio, o teatro , o cinema.
Mas comentemos um pouco a pesquisa inglesa que apresentou resultados aparentemente tão absurdos. Quem diabos nesse mundo imaginaria que os homens ganhariam das mulheres num esporte em que a língua veloz e afiada é essencial ao bom desempenho ? Certamente isso só pode acontecer mesmo na Inglaterra um país todo às avessas, onde a direção do carro fica à direita, a mão e contramão são invertidas e ao invés das medidas de metro e quilo, se usa as de pés e onça. Um povo fleugmático, meio distante ,que para namorar com as esposas pede com licença e ao terminar diz : muito obrigado ! Onde já se viu uma “ingrizia” dessas? No Brasil, perdoem-me as mulheres, nós perdemos de goleada. Mulher aqui é pior do que maracanã em roça de milho. E algumas línguas que conheço deveriam certamente só circular por aí, livremente, com porte de arma fornecido pela polícia federal. Convenhamos que os homens, uma vez ou outra, fazem alguns comentários leves e despretensiosos, mas fofocar mesmo, amigos, definitivamente, por aqui, não é coisa do nosso gênero. Desde a Bíblia que esta verdade é presente. A ordem para o primeiro despejo da história, a expulsão dos jardins do Éden, aconteceu por conta de um fofoquismo desenfreado entre Eva e a serpente. A esposa de Ló virou pedra de sal porque não conteve a curiosidade e virou-se para observar a destruição de Sodoma e Gomorra, contrariando a ordem de Deus. Certamente, depois iria bater com a língua entre os dentes por aí contando com detalhes o que havia acontecido. Até a gravidez angelical de Maria motivou um fofoquismo desenfreado. Talvez por isso mesmo, em Matheus, tenha Cristo logo alertado : “De toda declaração sem proveito que os homens fizerem prestarão contas no Dia do Juízo; pois é pelas tuas palavras que serás declarado justo e é pelas tuas palavras que serás condenado.” Não quero nem imaginar o tamanho das penas e das filas na porta do inferno no dia do julgamento derradeiro.
Bem , amigos, e vou terminando por aqui antes que vocês concluam que isto, mais que uma crônica, é uma grande fofoca. É que a crônica é, certamente, o gênero literário mais propenso às futricas. E, já que toquei fogo no circo, é melhor ir escapando de fininho. Mexi na caixa de marimbondos e vou acabar na mira de um sem número de fofoqueiras e dos seus ferrões pontudos, que isto aqui num é a Inglaterra não, meu senhor !


J. Flávio Vieira

Jornal "O Povo" se Retrata e TCM admite que Errou ao colocar o nome do Crato nas licitações do Carnaval

O Crato está Isento de Problemas de licitação no Carnaval - TCM admite que "Errou"...

A assessoria de comunicação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) informou ontem que houve erro no lançamento de informações no banco de dados do Tribunal, relativo às licitações feitas pelos municípios cearenses. No site do TCM consta, equivocadamente, que o município do Crato realizou licitação para a locação de veículos destinados para o transporte escolar na segunda-feira de Carnaval, 23 de fevereiro, mas a licitação foi realizada, de fato, no dia 26 de fevereiro-quinta-feira após a quarta-feira de Cinzas.

Ontem, O POVO mostrou quais são as prefeituras cearenses que realizaram licitações durante o período de Carnaval. Por causa do erro no site do TCM, o município do Crato foi citado na matéria. Procurado pelo O POVO, o prefeito do Crato, Samuel Araripe (PSDB) havia argumentado que o Município não realizou nenhum licitação na segunda-feira de Carnaval, nem em qualquer outro dia durante o período carnavalesco, pois a Prefeitura estava em recesso.

A assessoria do TCM disse que houve um erro de digitação no número da licitação, que fez com que a licitação em questão aparecesse com a data errada. A assessoria do TCM informou que o erro será corrigido. O presidente do TCM, Ernesto Saboia, disse que Crato tem três licitações com o mesmo número, o que colaborou para que o incidente acontecesse.

Nota do Blog do Crato:

Depois de prejudicar alguém, o reparo teria de ser exemplar! O Jornal "O Povo" publicou essa notinha de retratação aí acima admitindo erro na publicação de ontem e o erro do TCM, acontece que esse tipo de publicação que prejudica toda a imagem do município e da administração deveria ser a priori veiculada com extrema cautela, uma vez que a imagem maculada por uma denúncia infundada prejudica por muito tempo a imagem das pessoas. Quando um veículo de imprensa se diz responsável e faz um jornalismo com credibilidade pensa 3 vezes e checa as informações antes de macular uma administração inteira, pois a maioria das pessoas lê apenas as manchetes, não se atendo a todo o conteúdo veiculado. Seria interessante que o Jornal, a título de fazer justiça, pudesse sempre colocar as acusações em notas pequenas, e as retratações ( O chamado "NÓS ERRAMOS" ), em notas grandes e bastante visíveis, para tentar reparar o estrago cometido.

Como cidadão comum que conhece a verdade dos fatos, enviei comentário hoje pela manhã ao "O Povo" sobre esse tema para publicação, e quero que fique registrado aqui no Blog do Crato que esse comentário não foi publicado pelo Jornal "O Povo", sendo publicado apenas um comentário de outra pessoa de posicionamento contrário, o que nos causa a impressão de que o Jornal queria de fato, se posicionar, pois não há um só motivo para que aquele comentário não pudesse ser publicado.

É lamentável tão infeliz Episódio de "O Povo" e do TCM.

Os sovietes do G-20? - por José do Vale Pinheiro Feitosa

Existem frases que parecem presídio. São feitas para aprisionar, como esta atribuída a Winston Churchill (político direitista inglês): a democracia é o pior dos regimes, à exceção de todos os outros. Aliás, o inglês era tido por suas frases de efeito, muito bem forjadas para uso na Câmara dos Lordes. O efeito era tão somente para calar os adversários intramuros, mas claro não calava a barriga dos operários nas ruas. E, portanto, a frase precisa migrar dos chistes acompanhados de chá para o picles do dia-a-dia do mundo real. Eis que a democracia de Churchill é esta mesma do mundo liberal, do livre comércio, do livre acúmulo e dos fluxos através dos tempos pela única racionalidade do “agente” econômico.

Ontem o G-20 não se transformou numa espécie de soviete revolucionando o capitalismo. Mas de qualquer modo expôs grandes contradições dele, especialmente em alguns itens: a) o ganho desenfreado dos executivos das grandes empresas; b) o manto “suíço” para esconder o excesso legal e ilegal de acúmulo de capitais; c) o laissez-faire do sistema financeiro mundial; d) a liberdade neoliberal da especulação através de fundos financeiros e por isso mesmo denominados fundos altamente especulativos; e) proteção de seus negócios enquanto queria-se a porteira aberta do concorrente; f) suspeição de uso estratégico das instituições financeiras multilaterais para uso dos países centrais.

O capitalismo começou a ser reformulado, neste ano de 2009, através da “racionalidade” dos agentes políticos. Se alguém nasceu dos anos 80 para cá, está terminando sua pós-graduação em algum assunto de economia, comece a reformular seus “paradigmas” como se diz na academia. Se for desta geração e vive lendo os manuais, blogs e textos do neoliberalismo leia outras fontes. Na verdade considere que a “irracionalidade” da desregulação ampla, geral e irrestrita, se encontra na matriz desta reforma, sob a ação de uma crise especial do capitalismo. Considere que tudo isso ainda se encontra em suspenso e que na verdade muito ainda se desconhece dos cenários da economia mundial no futuro próximo.

Para referência. O capitalismo atingiu praticamente toda a extensão da cultura mundial: desde a cova em que se deposita o milho até um quadro de Leonardo da Vinci recém descoberto no sul da Itália. A complexidade desta arquitetura global é de tal monta que o capitalismo já é quase um organismo vivo, que depende constantemente de oxigênio, água e alimentos. Por isso mesmo não é incomum que forças livres no seu interior tendam a ser fagocitadas e que o acúmulo de neoplasias geram tumores que enfraquecem o organismo. É nesta natureza quase orgânica que o capitalismo se expõe como algo de tempo: nasce, cresce e morre.

Retornando à frase do Churchill. De fato o político, até pela fé política, errou redondamente. Como poderia se tornar uma democracia um regime de donos. Nunca seria uma democracia na acepção da matriz da palavra um regime de oligarcas, com meia dúzia controlando os órgãos vitais do regime. O primeiro delas é a absurda concentração de renda em menos de 5% da população mundial que passou a dirigir todo o planeta globalizado. Um pequeno grupo de onipotentes, oniscientes que funcionava como o coração do regime: irrigando certas áreas e desabastecendo outras. Desviaram toda a produção científica para a agenda dos seus negócios, toda a produção cultural para os lucros como parâmetro único, subsidiaram os amigáveis de sempre e condenaram os inimigos históricos. É esta matriz antidemocrática que ainda sobrevive apesar do G-20, mas não das ruas em que o pau come e governos cairão.


Por José do Vale Pinheiro Feitosa

Curiosidades: O Incrível Novo Mundo

Li uma vez que a Argentina não é nem melhor nem pior que a Espanha, só que mais jovem. Gostei dessa teoria e aí inventei um truque para descobrir a idade dos paises baseando-me no “sistema canino”. Desde meninos nos explicam que para saber se um cão é jovem ou velho deveríamos multiplicar a sua idade biológica por 7. No caso de países temos que dividir a sua idade histórica por 14 para conhecer a sua humana correspondência. Confuso? Neste artigo exponho alguns exemplares reveladores.
A Argentina nasceu em 1816, assim sendo já tem 190 anos. Se dividirmos estes anos por 14, a Argentina tem “humanamente” cerca de 13 anos e meio, ou seja, está na pré-adolescência. É rebelde, se masturba, não tem memória, responde sem pensar e está cheia de acne. Quase todos os paises da América Latina têm a mesma idade, e como acontece nesses casos, eles formam gangues. A gangue do Mercosul são quatro adolescentes que tem um conjunto de rock. Ensaiam em uma garagem, fazem muito barulho, e jamais gravaram um disco. Venezuela, que já tem peitinhos, está querendo unir-se a eles para fazer o coro. Em realidade, como a maioria das mocinhas da sua idade, quer é sexo, neste caso com Brasil que tem 14 anos e um membro grande. México também é adolescente, mas com ascendente indígena. Por isso ri pouco e não fuma nem um inofensivo baseado, como o resto dos seus amiguinhos. Mastiga coca e se junta com os Estados Unidos, um retardado mental de 17 anos, que se dedica a atacar os meninos famintos de 6 anos em outros continentes. No outro extremo está a China milenária. Se dividirmos os seus 1.200 anos por 14, obtemos uma senhora de 85, conservadora, com cheiro a xixi de gato, que passa o dia comendo arroz porque não tem dinheiro - ainda - para comprar uma dentadura postiça. A China tem um neto de 8 anos, Taiwan, que lhe faz a vida impossível. Está divorciada faz tempo de Japão, um velho chato que se juntou às Filipinas, uma jovem pirada, que está sempre disposta a qualquer maluquice em troca de grana. Depois estão os países que chegaram à maioridade e saem com o BMW do pai. Por exemplo, Austrália e Canadá, típicos países que cresceram ao amparo de papai Inglaterra e mamãe França, com uma educação restrita e antiquada, e que agora se fingem de loucos. Austrália é uma babaca de pouco mais de 18 anos, que faz topless e sexo com a África do Sul; enquanto que Canadá é um mocinho gay emancipado, que a qualquer momento adota o bebê Groenlândia para formar uma dessas famílias alternativas que estão em moda. França é uma separada de 36 anos, mais puta que uma galinha, mas muito respeitada no âmbito profissional. Tem um filho de apenas 6 anos: Mônaco, que vai a caminho de ser garoto-de-programa ou bailarino... ou ambas as coisas. É a amante esporádica da Alemanha, caminhoneiro rico que está casado com a Áustria, que sabe que é chifruda, mas não se importa. Itália é viúva faz muito tempo. Vive cuidando de São Marino e do Vaticano, dois filhos católicos gêmeos idênticos. Esteve casada em segundas núpcias com Alemanha (por pouco tempo e tiveram a Suíça), mas agora não quer saber nada de homens. Itália gostaria de ser uma mulher como a Bélgica: advogada, executiva independente, que usa calças e fala de política de igual para igual com os homens (Bélgica também fantasia às vezes com saber preparar espaguete). Espanha é a mulher mais linda da Europa (possivelmente França se iguale, mas perde em espontaneidade por usar tanto perfume). Anda muito com tetudas e quase sempre está bêbada. Geralmente se deixa foder por Inglaterra e depois denuncia. Espanha tem filhos por toda parte (quase todos de 13 anos), que moram longe. Gosta muito deles, mas perturbam quando tem fome, passam uma temporada na sua casa e assaltam a geladeira. Outro que tem filhos espalhados é Inglaterra. Sai de barco de noite, transa com alguns babacas e nove meses depois aparece uma nova ilha em alguma parte do mundo. Mas não fica de mal com ela. Em geral as ilhas vivem com a mãe, mas a Inglaterra as alimenta. Escócia e Irlanda, os irmãos de Inglaterra, que moram no andar de cima, passam a vida bêbados e nem sequer sabem jogar futebol. São a vergonha da família. Suécia e Noruega são duas lésbicas de quase 40 anos, que estão boas de corpo, apesar da idade, mas não ligam para ninguém. Transam e trabalham, pois são licenciadas em algo. Às vezes fazem um trio com Holanda (quando necessitam maconha); outras vezes cutucam a Finlândia, que é um cara meio andrógino de 30 anos, que vive só em um apartamento sem mobília e passa o tempo falando pelo celular com Coréia. Coréia (a do sul) vive de olho na sua irmã esquizóide. São gêmeas, mas a do norte tomou líquido amniótico quando saiu do útero e ficou estúpida. Passou a infância usando pistolas e agora, que vive só, é capaz de qualquer coisa. Estados Unidos, o retardadito de 17 anos, a vigia muito, não por medo, mas porque está de olho em suas pistolas. Israel é um intelectual de 62 anos que teve uma vida de merda. Faz alguns anos, Alemanha, o caminhoneiro, não o viu e o atropelou. Desde esse dia Israel ficou que nem louco. Agora, em vez de ler livros, passa o dia na sacada jogando pedras na Palestina, que é uma mocinha que está lavando a roupa na casa do lado. Irã e Iraque eram dois primos de 16 anos que roubavam motos e vendiam as peças, até que um dia roubaram uma peça da motoca dos Estados Unidos e acabou o negócio para eles. Agora estão comendo lixo. O mundo estava bem assim, até que um dia Rússia se juntou (sem casar) com Perestroika e tiveram uma dúzia e meia de filhos. Todos esquisitos e alguns mongolóides, outros esquizofrênicos. Faz uma semana, e por causa de um conflito com tiros e mortos, nós, habitantes sérios do mundo, descobrimos que tem um país que se chama Kabardino-Balkaria. Um país com bandeira, presidente, hino, flora, fauna... e até gente! Eu fico com medo de que apareçam paises de pouca idade, assim de repente. Que saibamos por ter ouvido falar e que, ainda, tenhamos que fingir que sabíamos para não passar por ignorantes. E pergunto: Por quê continuam nascendo países, se os que existem ainda não funcionam?

Autor: Hernan Casciari – Postagem: José Nilton Mariano Saraiva


Presidente Batuta - LULA quer emprestar dinheiro ao FMI

Texto para publicação a pedido do Leitor:

Lula quer entrar para a história como o presidente que emprestou dinheiro ao FMI

"Gostaria de entrar para a história como o presidente que emprestou alguns reais ao FMI", disse Lula em uma entrevista coletiva à imprensa na embaixada do Brasil em Londres, após a reunião do G20, ao ser perguntado sobre a quantidade de dinheiro que seu país estaria disposto a conceder ao Fundo. "Em minha juventude, carreguei faixas em São Paulo que diziam 'fora FMI', (mas) o Brasil não quer se comportar como um país pequeno", explicou, sem dar números, ao lembrar que, no passado, o Brasil pediu ajuda à instituição financeira e que as condições às quais estava submetido eram impopulares. "A contribuição do Brasil será na forma de empréstimos (ao FMI) que não diminuam nossas reservas" e "que serão concedidos a países pobres, sobretudo, da América Latina", afirmou Lula. Já o ministro da Fazenda Guido Mantega disse que o montante da participação brasileira será divulgado "nos próximos dias". "G20 é importante para o futuro da humanidade", diz presidente. O G20 concederá 500 bilhões de dólares em recursos adicionais ao FMI, triplicando seu capital, e 250 bilhões de dólares para aumentar o crédito de giro da instituição destinado a emprestar dinheiro a seus países-membros. "O poder de fogo de 750 bilhões de dólares é do tamanho que o mundo precisa", indicou o diretor do FMI, Dominique Strauss-Kahn.

Na véspera, no trem que o levava a Londres, Lula havia adiantado que seu país estava disposto a reforçar os fundos do FMI para que ajude os países emergentes a enfrentar a crise econômica.

Fonte: UOL Texto enviado por Marcelo Brechner
Nota do Blog do Crato: Com a palavra o Gabriel Pensador:

"É pra rir ou pra chorar ?"

Notícias da URCA - Universidade Regional do Cariri - 03-04-2009

URCA poderá sediar o V Simpósio de Turismo Sertanejo

O V Simpósio de Turismo Sertanejo poderá ser sediado na Universidade Regional do Cariri (URCA), no Salão de Atos do Campus do Pimenta, no mês de outubro. Pelo menos essa é a proposta preliminar da comissão organizadora do evento, que esteve reunida na manhã de ontem, com o Reitor da URCA, Professor Plácido Cidade Nuvens, em seu gabinete. Os integrantes da comissão, incluindo o professor Giovanni Seabra, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), as professoras da URCA Roberta Piancó e Luciana Lacerda, entre outros componentes, apresentaram o projeto ao Reitor, que garantiu apoio logístico e infra-estrutura para sediar o evento no Cariri. A data estipulada é de 10 a 13 de outubro, com a realização das universidades federais da Paraíba e do Ceará. O evento poderá reunir mais de 300 participantes. Entre os assuntos a serem abordados estão o turismo e os arranjos produtivos locais.

Reitor da URCA se reúne com presidente da Câmara de Juazeiro e amplia parcerias

Dentro da proposta de ampliar os convênios interinstitucionais da Universidade Regional do Cariri (URCA), o Reitor Plácido Cidade Nuvens, esteve reunido na manhã de ontem, no Campus do Crajubar, com o presidente da Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, José de Amélia Duarte Júnior, além do Diretor do Centro de Ciências e Tecnologia (CCT), da Instituição, Professor Carlos Kleber Nascimento e a Pró-Reitora de Administração, Professora Cileide Araújo. O Reitor da URCA tem realizado convênios importantes de cooperação institucional com municípios da Região. Com esta finalidade já esteve reunido com o prefeito do Crato, Samuel Araripe; o prefeito de Nova Olinda, Afonso Sampaio, o chefe do executivo de Barbalha, José Leite, e o prefeito de Juazeiro do Norte, Manoel Santana, além do prefeito de Iguatu, Agenor Neto.

Parceria da URCA com a Prefeitura de Juazeiro leva Secretaria de Cultura para o Pirajá

O Reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professor Plácido Cidade Nuvens, esteve reunido na manhã de ontem, com a Secretária de Cultura de Juazeiro do Norte, Glória Tavares. O objetivo da reunião foi definir o local de funcionamento da Secretaria de Cultura do município juazeirense, que terá como sede o espaço da Universidade, no Bairro Pirajá, onde atualmente funciona a Lira Nordestina. A nova proposta já faz parte da parceria da Universidade com a Prefeitura de Juazeiro. A mudança da secretaria do Poliesportivo para o local deverá ocorrer ainda este mês. Também no prédio do Pirajá estão em funcionamento a Ongami, organização não governamental que vem desenvolvendo trabalho voltado para idosos, em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão da URCA, os Institutos IPESC e ICVC, o PROCAMPO, e a proposta também de sediar a Ilha Digital do município, que deverá ter o número ampliado de computadores pela Prefeitura local.

Curso de Libras será ministrado na URCA

A Pró-Reitoria de Extensão convida Professores e Funcionários do corpo Técnico Administrativo para participarem Curso de Libras, ministrado pelo Professor Luiz de Beltrão. O referido Curso funcionará nos dias de segunda, quarta e quinta-feira, no horário de 14 horas às 16 horas, nas dependências da URCA. Mais Informações na PROEX, com Rosy ou Goretti

Rumos do Centro Universitário de Cultura será debatido hoje, na URCA

Será realizada nesta sexta-feira, dia 03 de abril, a partir das 9h00, na Sala de Vídeo da Universidade Regional do Cariri (URCA), reunião para discutir os rumos do Centro (Circuito) Universitário de Cultura e Arte da União Nacional dos Estudantes – CUCA da UNE na Região. A Comissão Pró-Criação do CUCA enfatiza que a reunião é aberta para artistas, grupos de reisados, companhias de dança e de teatro, coletivos, poetas, cineastas e estudantes das universidades e faculdades públicas e privadas da região do Cariri. No Cariri será criado o CUCA. Trata-se de um coletivo de artistas e estudantes universitários que discutem e promovem ações que tem como intuito viabilizar a troca de experiência das manifestações artísticas e culturais desenvolvidas dentro e fora das universidades. Outro aspecto importante é o intercâmbio e a circulação nacional da produção de cada CUCA. O Instituto Cuca atualmente é Pontão de Cultura do Programa Cultura Viva do Minc. O Instituto também mantém o PIA – Programa de Interferência Ambiental, o qual funciona como rede-coletivo de intervenções urbanas, do qual o Coletivo Camaradas participa, tendo inclusive estado presente na 6º Bienal da UNE, no início deste ano em Salvador-BA. Na Região, a UNE vem mantendo contatos com artistas e estudantes desde 2008 para criação de um CUCA, tendo inclusive mantido contatos com a Pró-Reitoria de Extensão da URCA. Na oportunidade, a Pró-Reitora de Extensão, Arlene Pessoa se prontificou em ajudar na instalação do CUCA, discutindo também a possibilidade de criação de um cine-clube, no Parque de Exposições, onde funciona o estande da URCA.

Contato:
Assessoria de Comunicação
Universidade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 ramal 2617
www.urca.br
Crato, 03 de abril de 2009.

Aprendi...

Aprendi que se aprende errando; Que crescer nao significa fazer aniversário; Que o silencio às vezes é a melhor resposta; Que amigos conquistamos sendo nós mesmos; Que os verdadeiros amigos estao conosco até o fim; Que nao se espera a felicidade chegar,mas se procura ela; Que quando penso saber tudo, ainda nao aprendi nada; Que a natureza é uma das coisas mais perfeitas na vida; Que amar significa se dar por inteiro; Que apenas um dia pode ser mais importante do que muitos anos; Que se pode conversar com as estrelas; Que se pode confessar com a lua; Que se pode viajar além do infinito; Que sonhar é preciso e procurar realizar esses sonhos é ainda mais necessário; Que se deve ser criança a vida toda". Que nosso ser é livre!!! Que Deus nao proibe nada em nome do amor; Que o julgamento alheio nao é importante; Que o que realmente importa é a paz interior". Blandinne

Postado por: Mônica Araripe

Carta do Leitor - Sobre os debates no Blog do Crato

"Dihelson, deixa o povo debater, sem bater, é claro!

Mil desculpas, mas o Blog do Crato está perdendo um pouco na minha opinião. Parece que ultimamente só serve para publicar as "coisas" dos políticos do Crato. Está ficando desinteressante. Ora, quem quer saber das "andanças" políticas consulta o Blog Oficial da Prefeitura.

Abraços
Glória"

Resposta:

Minha cara Glória, toda pessoa que se diz cidadão ou cidadã deve participar da vida política da sua cidade. Isso vem desde os antigos Gregos, que em sua grande sabedoria afirmaram que "Todo homem é um ser Político por natureza". E que "O maior ignorante, é o ignorante político". É preciso sim, saber E PARTICIPAR do que acontece. Ficar no clima da alienação, alheio aos acontecimentos, entorpecido com a desinformação nunca foi uma atitude sensata ao longo da história humana. Acho que o Blog do Crato permite todos os tipos de assuntos. Desde a política aos esportes, às atualidades, fatos pitorescos, reportagens artísticas, culturais, etc... afinal de contas, são mais de 5.000 artigos já escritos. E tudo isso vem sendo publicado. Os autores têm plena liberdade de publicação, desde que não travem batalhas ou guerras religiosas que era o que estava acontecendo por aqui ultimamente, quando por pouco não perdemos a amizade de dois grandes escritores e velhos amigos, já que pelos mesmos motivos, perdemos o grande historiador Armando Rafael. Então, creio que os passos últimos que tomei quando intervi na guerra religiosa que se instaurou no nosso Blog, foi em tempo e acertada. A fé e a liberdade das diversas vertentes merece ser respeitada, então como você diz: "deixa o povo debater" ...eu estou deixando sim, desde que eles não se matem...

Grandes abraços, e obrigado por seu questionamento.

Dihelson Mendonça





03-04-2009
Setor de Licitação do Crato esclarece sobre dados inverídicos publicados em matéria do jornal “O POVO”


Com o título ‘Licitações carnavalescas sob suspeita’, o jornal O POVO publicou matéria, no dia de ontem, em que o município do Crato seria um dos inseridos no processo licitatório no último dia 23, segunda-feira de carnaval. A licitação, esclarece o Setor de Licitação da Prefeitura, na verdade ocorreu no dia 26, dia de expediente normal na Prefeitura. A notícia, segundo Wilson Marques Júnior, presidente da Comissão de Licitação da Prefeitura do Crato, que enviou ontem mesmo à Redação do Jornal O Povo, ao repórter Pedro Alves, autor da matéria, ofício solicitando uma retratação do que foi publicado, e a chefia de Gabinete da Prefeitura ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), não corresponde à realidade dos fatos. Na segunda-feira de carnaval, conforme o presidente da Comissão, não houve licitação em Crato, por conta do recesso. A matéria argumenta que a licitação seria para o transporte escolar, voltada para a Secretaria Municipal de Saúde, um dado inclusive truncado e sem o menor fundamento. Ele enfatiza que nenhum processo licitatório foi realizado em Crato no período carnavalesco. “Tudo isso foi um engano, na verdade não existe!”, conclui.

Programa de Aquisição de Alimentos será lançado no mês de abril

A Secretaria de Agricultura do Município do Crato estará realizando no próximo dia 6, em Crato, o lançamento do Programa de Aquisição de Alimentos, através do Fome Zero, do qual o município do Crato aderiu, no sentido de beneficiar as escolas do município, com ampliação do cardápio da merenda escolar, e dos pequenos produtores da agricultura familiar, que terão como escoar sua produtividade. Os produtos serão comercializados junto à Conab e cada produtor poderá negociar até R$ 350,00 por mês, chegando a mais de R$ 3.500 por ano. Segundo Erasmo Ferreira, secretário de Agricultura, essa primeira etapa de apresentação do programa estará voltado principalmente para o esclarecimento dos produtores. Num segundo momento será feito grande lançamento do programa. Segundo a engenheira agrônoma Ana Lúcia Monteiro de Sousa, o objetivo é efetivar a compra de toda a produção da agricultura familiar. Todas as associações estão sendo convidadas a participarem do evento. Com isso, mais renda será gerada para a vida dos agricultores, trazendo desenvolvimento para o setor agrícola e economia do município.

Escola Maria Santina comemora 25 anos

A Escola Maria Santina, da Palmeirinha dos Vilar, em Crato, comemorou 25 anos da instituição, na noite da última terça-feira. Uma festa com toda a comunidade escolar marcou a data, com missa celebrada pelo Monsenhor Bosco. Em seguida foram feitas várias apresentações artísticas. O secretário Valentin Dantas participou da solenidade. Na ocasião, foram realizadas diversas homenagens a ex-diretores, ex-funcionários e professores da unidade escolar daquela comunidade.

AABB Comunidade inicia suas atividades próxima segunda-feira

A Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude do Crato, através do Projeto AABB Comunidade, avisa aos alunos matriculados em 2009 que as atividades recomeçam na próxima segunda-feira, 06 de abril nos horários manhã e tarde. No município do Crato, cerca de 280 crianças são atendidas pelo projeto, que consiste em uma proposta de complementação educacional, baseada na valorização da cultura do educando e de sua comunidade. Essa complementação é efetivada através de atividades lúdicas desenvolvidas em torno de áreas com saúde e higiene, esporte e linguagens artísticas, possibilitando a prática da cidadania e a construção de conhecimentos.

PREFEITURA MUNICIPAL DO CRATO:
Assessoria de Imprensa

Contatos: cratoimprensa@gmail.com
Telefone (88) 3521.7069

Maiores informações:

www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

CARIRI E SERTÃO CENTRAL - Falta de chuvas preocupa agricultores - Por: Antonio Vicelmo

CARIRI E SERTÃO CENTRAL

Plantios estão perdidos nas regiões dos Inhamuns, Cariri e Sertão Central (Foto: Honório Barbosa). No Sertão Central, a falta de chuvas pode ser fator para reativar Operação Pipa. Crato. Os valores se inverteram. O Cariri, que tradicionalmente, apresenta o maior índice pluviométrico do Ceará, este ano, está abaixo da média. Enquanto nos três primeiros meses de 2008, janeiro, fevereiro e março, foram registrados, de acordo com a Ematerce, 1.090 milímetros, em igual período deste ano foram anotados apenas 362 milímetros. O total é menor do que o mês de março de 2008, que chegou a registrar 531 milímetros. Em conseqüência da irregularidade climática, os agricultores estão no prejuízo. Perderam parte do primeiro e segundo plantios. Agora, estão apostando no terceiro plantio feito em fevereiro. “Mesmo assim, o feijão e o milho verdes da Semana Santa estão garantidos”, diz o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do Crato, José Ildo. Os agropecuaristas reclamam da falta de pasto. As chuvas finas caídas na região não foram suficientes para o crescimento do capim. A observação é do pecuarista Manoel Pedrosa, advertindo que, se não chover, o quadro vai piorar a partir de julho, com o período de estiagem típico do semi-árido. O reflexo da falta de chuvas está nos açudes da região. A maioria está com a mesma água do ano passado, isto é, um pouco mais da metade de sua capacidade. A informação é confirmada pelo gerente regional da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), responsável pelo monitoramento dos açudes da região, Yarlei Brito.

Quadro de crise

Ao invés de chuvas, o clima é de preocupação na região Centro do Estado. A maioria dos reservatórios continuam secos e são poucas as áreas onde há produção de leguminosas. No diagnóstico apresentado pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Quixadá (STTRQ), Eronilton Buriti, caso as precipitações não se acentuem logo as comunidades ficarão até sem água potável. A alternativa será o apoio do Exército com o Operação Pipa. O representante classista ainda destaca a criação de programas diferenciados com criação de frentes de serviço como opção de amparo ao trabalhador rural. O coordenador regional da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Ceará (Fetraece), José Mendes, confirma o quadro desanimador em praticamente todos os 13 municípios assistidos pelo núcleo de apoio do Sertão Central. Quanto mais longe do litoral mais critica é a situação. Mais de 90% da produção de legumes está sendo perdida. Em Madalena, o estado já é desolador. Apenas em Choró e Ocara o quadro é menos ruim. Mendes ainda explicou que a Fetraece aguarda levantamento feito pelos sindicatos e secretarias municipais para recorrer ao Governo do Estado. O relatório deverá ser apresentado até o fim do mês. A má distribuição das chuvas é uma característica das regiões semi-áridas, como a predominante no Nordeste.

ANTÔNIO VICELMO/ALEX PIMENTEL
Repórter/ Colaborador

Mais informações:

Fetraece, Coordenadoria Regional, Sertão Central
(88) 3412.0511
Ematerce do Crato
(88) 3102.1293

Reportagem: Antonio Vicelmo/Alex Pimentel
Fonte: Jornal Diário do Nordeste


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30