xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 02/04/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

02 abril 2009

DOR DENTRO - por José do Vale Pinheiro Feitosa

Que dor é esta? É dor doída e nunca ficha roncha. Ocupa toda pessoa e não está em lugar nenhum. É dor que vara dum lado a outro do peito e não aparece buraco algum. Num tem meizinha, reza de rezadeira, colher de açucareiro, é dor que queima feito mel fervente no tacho. Dor de esquina, é como inteiro apartado, é um pedaço que falta onde nunca se deu conta. É dor cheia, ocupa todos os limites do continente. Mas, também é dor de vazio, as águas de um riacho seco. Dor de espírito buliçoso, nenhum canto é suficiente para lá se encontrar. Parece mesmo é raspa de juá, faz espuma, clareia os dentes, para depois mascar fumo. Dor de arribaçã, voando para pousar bem em frente da espera do caçador. Dor de trânsito engarrafado: pára onde era para andar, anda onde era para dobrar. E com tudo isso dito, continua esta dor sem explicação.

Quando a vi pela primeira vez, senti uma dor cá dentro de mim. Apalpei-me e a dor não estava no corpo. Fixei meus olhos em busca daqueles e a dor era ela. Uma dor de urgência. Que o fluxo do tempo não se desse sem que me ouvisse sobre a agonia que a sua existência em mim causava. Era linda? Mais ainda. Era luz? Cegava sem a perda da visão dela. E o chão parecia uma Onda gigante, na Praça da Sé, girando com todos os sanfoneiros e zambumbeiros dos sertões, num samba zombeteiro da emergência sem socorro. E uma palavra poderia aplacar aquela dor sem solução, mas tudo em volta se movia como roubando toda a energia do ambiente. Especialmente daquele estado acelerado, quando a dor é uma sentença da plenitude do aqui e agora.

E das minhas cordas vocais grunhidos saíram, grunhidos roucos, abafados, fugidios, em cascata, fazendo um turbilhonamento nas palavras. Ela franziu o cenho em primeira mão. Minha agonia acelerou ainda mais as sílabas, que saltavam em torno dela como a metralha de projéteis de plumas de algodão, com caroço e tudo. Tenho a impressão que terminaria aquele ato transformado num saco vazio se não percebesse a tempo uma leve vírgula de botão de rosa pelo canto direito de sua boca. Acho que a breve história daquele átimo de tempo me salvou quando já estava a ponto de me levar por aquela dor.

Depois o outro canto da boca se fez um roseiral. Os olhos me receberam com uma aceitação que jamais imaginei merecer. Nunca imaginei que fosse possível ver as abas do nariz se afastarem e abrir um riso franco de satisfação. Estava como ganhador da loteria numa chance em milhões. E daquela riqueza toda o mundo me fez milionário. Deu-me muito mais que jamais ousei lutar. E sigo assim....com esta dor que não sei o quê é.

Uma dor de urgência. Que nunca se acaba. Ainda mais se a causa não está.

Por José do Vale Pinheiro Feitosa

Desde 2005, Tasso Jereissati já gastou R$ 469 mil reais do dinheiro do contribuinte para fretar Jatinhos !

Desde 2005 o senador Tasso Jereissati (PSDB- 45 -CE) já gastou R$ 469 mil do Senado, para fretar jatinhos, segundo noticia o portal Terra. O ato que regulamenta a distribuição de passagens é claro ao determinar que cada senador teria direito só a bilhetes em aviões de carreira (nada de luxuosos jatinhos). O senador tucano confirma e diz que obteve autorização especial, conforme ofícios para o então diretor-geral da Casa, Agaciel Maia. As brechas foram autorizadas pessoalmente pelo primeiro-secretário da Casa entre 2005 e 2008, Efraim Morais (DEM-PB), sem consulta à Mesa Diretora. Para complicar mais as explicações ao distinto público, Tasso tem o seu próprio avião, um jatinho Citation. O tucano se justifica que recorre a fretamentos quando o seu aéroTasso está indisponível.
.
ANTECEDENTES
.
Na campanha de 2002, quando Tasso saiu do governo do Ceará para eleger Senador, houve um episódio suspeito com empresas de táxi aéreo envolvendo sua gestão como governador. De acordo com antiga reportagem da revista ISTOÉ: No apagar das luzes de 2001, o Diário Oficial do Estado do Ceará publicou um contrato assinado por João Jaime Gomes Marinho, chefe de gabinete do então governador Tasso Jereissati (PSDB-45), e pelo dono da empresa Táxi Aéreo Fortaleza (TAF), João Ariston de Araújo (uma mão lava a outra!). O negócio, no valor de R$ 410 mil, foi feito sem licitação, e o dinheiro público serviria para pagar seis meses de aluguel de um helicóptero modelo Esquilo para quatro passageiros e um avião tipo Caravan, que comporta seis pessoas. Não bastasse a dispensa da licitação, alegando calamidade pública, a surpresa maior veio agora em abril. O mesmo Diário Oficial republicou no dia 10 de abril, sem nenhuma justificativa, o contrato triplicando o valor do aluguel para R$ 1,2 milhão (muita grana voando pelos ares). Detalhe: os novos valores estavam assinados desde o dia 7 de fevereiro, mas só foram oficializados na gestão do governador Beni Veras (PSDB-45), o vice de Tasso, que assumiu com a desincompatibilização do titular.

O contrato chamou a atenção por causa dos valores e levanta a suspeita do uso na campanha eleitoral. Mas, até hoje a imprensa cearense fica quietinha, os juízes se escondem e tudo fica calmo que nem o vento lá de cima a encontrar com as turbinas. Ache bom ou ache ruim, homem santo nem na igreja, é isto!


Fonte: Tiago Viana - Blog Rastreadores de Impurezas
Fonte: Portal Terra - www.terra.com.br


Os "Jatinhos" do Tasso Jereissati - Por: José Nilton Mariano

Tasso Jereissati paga aviões fretados com dinheiro do Senado Deve-se aos repórteres Fernando Rodrigues e Fábio Zanini a descoberta da penúltima anomalia escondida nas dobras do orçamento do Senado. O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) cultiva o hábito de usar um pedaço da verba que banca as passagens dos congressistas para fretar jatinhos. A prática é vedada pelo regulamento que disciplina o custeio dos bilhetes. Mas o senador tucano obteve uma autorização especial, muito especial, especialíssima. Concedeu-a o ex-diretor-geral do Senado, Agaciel Maia –aquele cuja cabeça foi à bandeja depois que se soube que ocultara a posse de vistosa mansão. A deferência de Agaciel foi sacramentada com o beneplácito de Efraim Moraes (DEM-PB), que respondeu pela primeira-secretaria do Senado até 2 de fevereiro. Conforme registros levados ao Siafi, sistema que armazena os gastos da União, o aluguel dos jatinhos que transportaram Tasso sorveu das arcas da Viúva R$ 469 mil. Foram R$ 335 mil entre 2005 e 2007. E R$ 134 mil desde então.

OUVIDO, O GRÃO-TUCANO ADMITIU O USO DOS JATINHOS. Aluga-os invariavelmente na TAM. Mas exibiu comprovantes de despesas nos quais reconhece o dispêndio de “APENAS” R$ 358 mil. Curiosamente, Tasso dispõe de um avião particular. Um jato Citation, que adquiriu em 2005. Sobreveio, então, uma dúvida: Por que diabos o senador precisa voar nas asas do erário? Tasso alega que, às vezes, seu avião desce à manutenção. Só pendura o aluguel de jatos no bolso do contribuinte quando o seu está indisponível. Serve-se, segundo diz, do saldo das passagens dos vôos de carreira, que não o aprazem. A cota mensal do senador para a aquisição de bilhetes aéreos é de R$ 21.230.
Quando um empresário do porte de Tasso Jereissati troca os negócios privados pela política, sujeita-se às mais comezinhas regras da vida pública. Qualquer criança imberbe é capaz de intuir que o custeio de jatinhos com o dinheiro do alheio não é coisa que pareça apropriada.
Mas no Senado dos dias que correm o impróprio, o inoportuno, o inconveniente, o inadequado e (por que não dizer?) o indecoroso vão ganhando hedionda naturalidade.

Fonte: Fernando Rodrigues e Fábio Zanini - Postagem: José Nilton Mariano Saraiva

Hoje à noite no Olhar Casa das Artes - Praça da Sé - Crato

Atualidade: O Metalúrgico

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta quinta-feira em Londres que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o político mais popular da Terra. "É porque ele é boa-pinta", disse Obama. Obama fez o comentário em uma roda de líderes mundiais, pouco antes do início da reunião do G20, em uma sala de conferência do Excel Center, em Londres.
Um vídeo da BBC registra a cena em que os dois se cumprimentam. Obama troca um aperto de mãos com o presidente brasileiro, olha para o primeiro-ministro da Austrália, Kevin Rudd, e diz, apontando para Lula: "Esse é o cara! Eu adoro esse cara!".
Em seguida, enquanto Lula cumprimenta Rudd, Obama diz, novamente apontando para Lula : "Esse é o político mais popular da Terra".
Rudd aproveita a deixa e diz : "O mais popular político de longo mandato".

Fonte: Site FSP - Postagem: José Nilton Mariano Saraiva



02-04-2009
Saúde apresenta Relatório de Pactuação de 2008, em reunião do Conselho

A Secretaria de Saúde do Crato apresentou, durante reunião ordinária do Conselho Municipal de Saúde do Crato, realizada na manhã de ontem, no auditório do Posto Teodorico, o Relatório de Pactuação Anual 2008, das ações desenvolvidas durante esse período pela pasta. A reunião contou com a presença da Secretária de Saúde, Nizete Tavares, membros do Conselho e técnicos da saúde. O documento também terá cópias enviadas para o Ministério da Saúde e Tribunal de Contas da União. Na ocasião, foram demonstrados os indicadores pactuados e seus resultados no município. Segundo a coordenadora da Atenção Básica do município, Aline Franca, 90% dos projetos desenvolvidos pela saúde de forma pactuada foram contemplados e tiveram suas respectivas metas alcançadas. O material apresentado foi entregue a Câmara Técnica do Conselho Municipal, para avaliação posterior, pela secretária. Também foi apresentado e aprovado pelo Conselho a Pactuação da Medicação – PPI de Assistência Farmacêutica. O relatório foi apresentado pela coordenadora de Assistência Farmacêutica, Pollyana Callou.

Secretária agradece empenho de agentes, técnicos e comunidades no combate à dengue

A Secretária de Saúde, Nizete Tavares, fez um agradecimento aos integrantes do Conselho de Saúde do Crato, comunidades, técnicos e agentes de saúde, Endemias, pelo trabalho que vem sendo desenvolvido no Crato no combate à dengue. Somente neste primeiro trimestre do ano se comprova uma diminuição considerável no número de focos encontrados dentro das residências, em relação aos mesmos números do primeiro trimestre do ano passado. Foram 2.075 ano passado contra 736 esse ano, com a finalização do primeiro ciclo de trabalho dos agentes nos imóveis da área urbana e rural do município. Foram mais de 43 mil domicílios visitados e os agentes de endemias passaram a atuar até no sábado para atender à demanda. Uma grande campanha foi desencadeada no município, no intuito de chamar a atenção da sociedade para os índices encontrados dentro dos imóveis, ano passado, correspondendo a mais de 65%. A secretária de Saúde se mostra otimista quanto à queda considerável nos índices em todo o município. A coordenação das Endemias atribui esse trabalho a boa assimilação que a sociedade vem tendo para o combate à dengue e a conseqüente queda no número de casos da doença no município.

Secretário de Agricultura participa de reunião em Fortaleza, com Camilo Santana

O secretário de Agricultura do Crato, Francisco Erasmo Ferreira, esteve participando na segunda e terça-feira passada, de uma reunião com o Secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Camilo Santana, em Fortaleza, além dos secretários de Agricultura de todo o interior do Estado. O intuito do encontro foi apresentar metas para as secretarias e levar projetos de melhorias e fortalecimento a essas pastas em todo o interior. Segundo Erasmo, em vários municípios a própria estrutura de funcionamento das secretarias ainda é muito precária, o que não é o caso do Crato, que já conta com uma condição razoável para o desempenho de suas atividades. Ele disse que algumas delas têm apenas o secretário, sem nenhum escritório para que se possa desempenhar suas atividades a contento. Atualmente a secretaria está em funcionamento no Centro Administrativo, no bairro São Miguel.
Campanha de vacinação contra aftosa será ampliada em Crato

Uma vasta campanha de sensibilização deverá ser desencadeada em Crato para os agropecuaristas, no sentido de vacinarem o seu rebanho bovino contra a febre aftosa. A campanha foi iniciada no Estado desde o último dia 30. A meta este ano em Crato é ampliar o trabalho de sensibilização junto aos criadores. No município, a campanha tem a coordenação da Ematerce. A meta é chegar a cem por cento do seu rebanho vacinado em Crato. Caso isso ocorra, o município receberá como premiação, do Governo do Estado e da SDA, um kit de inseminação artificial ou um computador com impressora. Segundo Erasmo Ferreira, a secretaria tem um papel importante dentro do processo de articulação, incentivo e de cobrar junto aos produtores que seus animais sejam vacinados.
Projovem realiza oficina de Capacitação Profissional

Hoje, às 15 horas, no Centro de Referência em Assistência Social – CRAS do Alto da Penha, será realizada uma oficina de orientação profissional para os alunos do Projovem, sob a coordenação da orientadora social Júlia Batista. Essa oficina tem o objetivo de capacitar esses jovens para as exigências do mercado de trabalho. A capacitação será ministrada pela instrutora Roberta Alencar, do SINE–IDT.

PREFEITURA MUNICIPAL DO CRATO:
Assessoria de Imprensa

Contatos: cratoimprensa@gmail.com

Telefone (88) 3521.7069
Mais informações:

www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Governo discute queda de repasses do Fundo de Participação dos Municípios - Por: Amadeu de Freitas

A queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) foi discutida nesta quarta-feira (1º), em reunião entre o presidente em exercício, José Alencar, e cinco ministros. De acordo com dados da Confederação Nacional de Municípios, em março, o repasse do fundo foi 14,7% menor do que no mesmo período de 2008. Após o encontro, o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou que o governo está preocupado com o impacto, principalmente para os municípios pequenos, que dependem em maior escala dos repasses do fundo. Ele disse, no entanto, que será difícil encontrar uma solução efetiva, e que estados e municípios terão que ajustar orçamentos. Segundo ele, o governo precisa ser parceiro, encontrar uma alternativa para ajudar. “É evidente que não temos como resolver todos os problemas – a grande questão foi que a atividade econômica caiu e reduziram-se as receitas. Agora, assim como o governo federal está fazendo, também os estados e municípios fatalmente terão que ajustar seu orçamento.”
Segundo ele, aproximadamente 60% da perdas concentram-se em municípios com menos de 24 mil habitantes.

O ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, informou que a construção de uma proposta está sendo coordenada pelo Ministério da Fazenda e que, ainda hoje, haverá uma reunião entre o presidente José Alencar e técnicos dos ministérios para retomar a discussão.
Para ele, se o governo não tivesse baixado o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na compra de carros novos, a queda nos repasse do FPM seria ainda maior, já haveria queda no consumo. O IPI reduzido foi prorrogado por mais três meses. O Fundo de Participação dos Municípios é formado pelo IPI e pelo Imposto de Renda. A recente desoneração e redução do IPI na compra de veículos novos e mudanças na tabela do Imposto de Renda provocaram a queda, já que os municípios têm o direito de receber 23,5% da arrecadação dos dois tributos. Além dos ministros do Planejamento e de Relações Institucionais, participaram da reunião os ministros da Previdência, José Pimentel, das Cidades, Márcio Fortes, e a chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, além do secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado.

Por: Amadeu de Freitas

Fantástico - Rapaz cai de uma torre de 30 metros de altura em Crato, e não quebra um só osso !

O Homem de Ferro Existe. E é do Crato !

A
glézio Rodrigues da Silva, esse é o nome do "Homem de Ferro" como vem sendo chamado nas ruas do Crato caiu no dia 16 de fevereiro último, de uma torre de internet sem fio de 30 metros de altura ( o equivalente a um prédio de 10 andares ), localizada no bairro Barro Branco em Crato-CE, quando fazia a manutenção da mesma, já que trabalha com instalações de antenas e manutenções para a empresa AraújoSat. Aglézio chegou ainda a ser aparado por uma pequena galha de cajueiro que estava a meio metro do solo e caiu em uma posição completamente estranha por entre estacas afiadas que poderiam tê-lo espetado. Sorte ? Um verdadeiro milagre, é o que todos estão dizendo no Crato! Segundo o próprio Aglézio, isso foi um milagre da fé. Quando este repórter perguntou qual a sensação da queda livre de 30 metros de altura, Aglézio disse:

"A sensação da queda é muito agradável. Você só se preocupa porque sabe que vai morrer daqui a pouco..."

O fato foi pouco noticiado na época. Aglézio foi prontamente socorrido e levado ao hospital, mas chegando lá, bastante lúcido, constatou-se que não havia quebrado nenhum osso, e havia sofrido apenas ferimentos leves. Araújo, proprietário da empresa AraújoSat afirmou que todos os esforços foram feitos no sentido de garantir a boa saúde do rapaz, e que o problema deveu-se a um certo manuseio impróprio do equipamento de segurança, já que sua equipe é muito bem preparada para essas situações, já tendo realizado milhares delas ao longo de muitos anos. O certo é que o nosso "Homem de Ferro" Aglézio está muito bem de saúde hoje, plenamente recuperado e já na ativa, como se pode ver através dessas fotos:

Aglézio ( o da esquerda ) conversa com seu amigo Renato

Aglézio e seu parceiro de trabalho, que ajudou a socorrê-lo no local


E aí está o nosso amigo Aglézio, já protinho pra outra ( isto é, de volta a seu corajoso trabalho )

Reportagem: Dihelson Mendonça



Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30