xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 27/03/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

27 março 2009

Gêmeos - Por: Dr. José Flávio Vieira


Os gêmeos parecem estar definitivamente na mídia. Têm se tornado o assunto da atualidade. Primeiro os de Pernambuco , fruto do estupro de uma adolescente , que terminaram numa polêmica mundial depois da autorização de abortamento por parte da justiça brasileira e a interferência desastrada de D. José Cardoso , Arcebispo de Olinda e Recife. Recentemente outros gêmeos , igualmente, tomaram de assalto a imprensa mundial. Em São Paulo um casal de lésbicas pretende registrar gêmeos no nome das duas mães. Explique-se : Munira Khalil El Ourra não vai dar à luz mas é mãe de duas crianças que devem nascer até o início de maio próximo. As crianças se desenvolvem na barriga da sua parceira Adriana Tito Maciel, mas ela também é mãe. Como isso é possível ? Através de métodos de fertilidade in vitro foram retirados em laboratório óvulos de Munira, que foram fertilizados com sêmen recolhido em um Banco de Sêmen e, depois, implantados no útero de Adriana. A rigor, biologicamente, as duas são mães dos gêmeos. É amigos -- apertem aí os cintos ! -- a outra notícia de gemelaridade vem da Espanha. Esta talvez até mais estarrecedora. Trata-se de Ruben Noé de 25 anos. Ele é um transexual, nascido com o nome de Estefânia Corondonado. Noé ou Estefânia nasceu com órgãos masculinos e femininos e ainda os mantém como no nascimento. Criado em um orfanato, namora atualmente a espanhola Esperanza Ruiz. Noé resolveu engravidar e, como tem útero, o fez através de inseminação artificial e espera gêmeos para setembro. Pensa em se casar com Esperanza e registar os meninos no nome de ambos. Depois do parto pretende fazer a cirurgia para ablação definitiva dos seus órgãos femininos e usar hormônios masculinos para recuperar a antiga forma de varão. O caso de Noé assemelha-se ao do transexual americano Thomas Beatie que teve uma filha no ano passado e encontra-se novamente grávido.
Talvez estes gêmeos não se tornem tão famosos como alguns dos seus antecessores : Rômulo e Remo , Cosme e Damião, ou os mais recentes de Angelina Jolie e os de Fátima Bernardes. Mas existem alguns sinais que eles vêm anunciar um novo tempo. Primeiro acordamos para o fato da complexidade da família no mundo atual. Longe vai aquele tempo da célula familiar rígida e constituída por um pai, uma mãe e muitos filhos. Hoje a organização da família é muito mais complicada. Envolve filhos de diferentes casamentos, pais, padrastos, mães, madrastas, sogros e sogras vários, avós e avôs tortos e de linha direta, cunhados e cunhadas múltiplos. Não bastasse isso cada dia se torna mais freqüente o casamento ( ainda não legalizado , por enquanto) de pessoas do mesmo sexo, envolvendo filhos adotados ou, no caso de Noé-Esperanza e Munira-Adriana, filhos biológicos. E todos temos que nos preparar para essas mudanças inevitáveis. É preciso se despir dos antigos e arraigados preconceitos para não ser atropelados por eles. A sociedade precisa se adequar aos novos tempos , nas suas leis, nos seus códigos, nas suas ações cotidianas. Imaginem Munira e Adriana buscando registrar os filhos no nome de duas mães , será permitido? E se mais adiante, resolvem se separar, quem deterá a guarda dos filhos ? E se por acaso o dono do sêmen utilizado na fertilização resolver reivindicar o direito de pai, como se resolverá essa pendenga ? No caso de Noé, ele é mãe e pai do filho ao mesmo tempo, como será feito o registro dos seus gêmeos ?
Uma outra realidade bem clara nos bate à porta. O Século XX com um impulso fenomenal nos rumos do conhecimento humano e da Ciência tornou obsoletos todos os Códigos de Ética . Vivemos um vazio deontológico. Os Códigos da Bioética, do Bio-direito, da Moral e dos Costumes, os Códigos religiosos mais que quaisquer outros, não conseguem acompanhar a avassaladora realidade dos novos tempos. Descriminalização das Drogas, Fertilidade In Vitro, Clonagem, Transgênicos, Direitos de Minorias, Desospitalização dos pacientes psiquiátricos, Eutanásia, Aborto, Pesquisa –tratamento com Células Troco, Manipulação genética de embriões, Eugenia, controle de Armamento Nuclear, são apenas alguns pequenos desafios do último quartel de Século. Os desafios são tão grandes que ninguém se atém mais a questões que nos parecem menores. Quem , neste mundo de meu Deus, além do papa, proíbe o uso de camisinhas aos filhos? Quem, fora os Testemunhas de Jeová, se preocupa com as transfusões de sangue ? Quem ,além dos rabinos, discute a circuncisão no nascimento ou a ingesta de carne suina? Quem considera pecado, hoje, fora do dogmatismo da igreja, o uso da pílula ou da laqueadura de trompa ou da vasectomia ? Se repararmos bem, todos os códigos já não respondem a nossas questões básicas, se é que um dia já responderam. Hoje é impossível tentar encontrar em qualquer código uma resposta definitiva para os desafios da modernidade, como se se tratasse de uma receita de bolo.
Mais que nunca precisamos nos afastar do relativismo da ética e buscar uma visão mais universal e, antes de tudo, estabelecer um vai-e-vem reflexivo com toda a sociedade. Se eu me prendo ao meu relativismo sou obrigado a aceitar o relativismo do outro e o relativismo na ética é um pântano, entrando nele, nunca mais se consegue escapar da sua areia movediça. Claro que qualquer comunidade pode estabelecer suas regras de conduta internas, desde que em comum acordo com todos seus membros. Ninguém, no entanto, tem o direito sagrado de criticar regras estabelecidas por outros povos, usando critérios histórico-culturais diferentes. E, antes de tudo, ninguém tem o direito de interferir no estado, seja de que maneira for, no sentido de empurrar de goela abaixo seu código pessoal para outras pessoas que não fazem parte da mesma comunidade.
Talvez os gêmeos que ultimamente têm nos despertado para os terríveis desafios éticos dos novos tempos queiram nos dizer bem mais. A humanidade toda está grávida de uma nova verdade e esta prenhez, amigos, é gemelar, de quíntuplos, sêxtuplos, ou infinítoplos e os gêmeos, possivelmente, não são univitelinos. Os novos rebentos, as nova verdades, não serão únicas e indissolúveis e terão a carinha do pai : este tempo amorfo e eternamente mutável.

J. Flávio Vieira

Sobre o Nosso "Respeitável" Senado da República

Para reflexão de todos (e sem nenhuma "grosseria"), texto veiculado hoje no site do Luis Nassif. Preparemo-nos porque a "culpa" de tudo isso, mais um vez, deverá ser atribuida ao presidente Lula da Silva (mesmo o Executivo não tendo nada a ver com as picaretagens do Legislativo). Aos fatos.
*******************************
LUCIANA CARDOSO é filha do Farol de Alexandria (Fernando Henrique Cardoso), o homem que comprou com dinheiro público seu segundo mandato, através da emenda da reeleição. Funcionária do Senado Federal foi entrevistada pela Monica Bergamo. Suas respostas devem constar do Manual do Funcionário Público Cara de Pau, como o pai. É um primor de sinceridade, ousadia e cuidado com o dinheiro público. Tirem as crianças da sala: Monica Bergamo.
*******************************
LUCIANA CARDOSO (“O Senado é uma bagunça”). Funcionária do Senado para cuidar “dos arquivos” do senador Heráclito Fortes (DEM-PI), Luciana Cardoso, filha do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, diz que prefere trabalhar em casa já que o Senado “é uma bagunça”. A coluna telefonou por três dias para o gabinete, mas não a encontrou. Na última tentativa, anteontem, a ligação foi transferida para a casa de Luciana, que ocupa o cargo de secretária parlamentar. Abaixo, um resumo da conversa:
FOLHA - Quais são suas atribuições no Senado?
LUCIANA CARDOSO - Eu cuido de umas coisas pessoais do senador. Coisas de campanha, organizar tudo para ele.
FOLHA - Em 2006, você estava organizando os arquivos dele.
LUCIANA - É, então, faz parte dessas coisas. Esse projeto não termina nunca. Enquanto uma pessoa dessa é política, é política. O arquivo é inacabável. É um serviço que eternamente continuará, a não ser que eu saia de lá.
FOLHA - Recebeu horas extras em janeiro, durante o recesso?
LUCIANA - Não sei te dizer se eu recebi em janeiro, se não recebi em janeiro. Normalmente, quando o gabinete recebe, eu recebo. Acho que o gabinete recebeu. Se o senador mandar, devolvo [o dinheiro]. Quem manda pra mim é o senador.
FOLHA - E qual é o seu salário?
LUCIANA - Salário de secretária parlamentar, amor! Descobre aí. Sou uma pessoa como todo mundo. Por acaso, sou filha do meu pai, não é? Talvez só tenha o sobrenome errado.
FOLHA - Cumpre horário?
LUCIANA - Trabalho mais em casa, na casa do senador. Como faço coisas particulares e aquele Senado é uma bagunça e o gabinete é mínimo, eu vou lá de vez em quando. Você já entrou no gabinete do senador? Cabe não, meu filho! É um trem mínimo e a bagunça, eterna. Trabalham lá milhões de pessoas. Mas se o senador ligar agora e falar “vem aqui”, eu vou lá.
FOLHA - E o que ele te pediu nesta semana?
LUCIANA - “Cê” não acha que eu vou te contar o que eu tô fazendo pro senador! Pensa bem, que eu não nasci ontem! Preste bem atenção: se eu estou te dizendo que são coisas particulares, que eu nem faço lá porque não é pra ficar na boca de todo mundo, eu vou te contar?
***************************************
Resumo: a distinta, filha do "moralista" FHC, só passa lá no Senado no final do mês prá sacar a grana, que deve ser apetitosa.
Autoria: Site do Nassif - Postagem: José Nilton Mariano Saraiva

Para Claude Bloc e todas as decantações do amor com primado de cada um - por José do Vale Pinheiro Feitosa

Não é para todos,
há quem de todos é parte distinta,
própria, sem muito da regra,
ou a falta da similitude.

E para eles o meu afeto de diferença,
apenas sem cobrança do eixo mediano,
dizer o quanto os admiros,
são a afirmativa de muitas possibilidades.

Com o carinho por todos,
dirigo-me à aqueles da radicalidade dos limites,
Em busca da vida até a morte,
como estes besouros que findam após a cópula,
juntando dois destinos manifestos,
a perpetuação da espécie,
e a finitude do indivíduo.

Como o Antechinus sp, marsupial das florestas,
que fogem de todas as regras da monogamia,
se relacionando com inúmeros parceiros,
tantos os machos quanto as fêmeas,
mas nesta orgia de possibilidade,
qual sêmen se perpetuaria na procriação?

Então o macho tem uma longa ejaculação,
dura horas vinculado a uma fêmea,
ao final a perpetuação do seu patrimônio genético,
geralmente morre por problemas nos rins,
por fome e sede ou alguma infecção.

Daí esta radicalidade da quebra do espelho,
da mesma paisagem apenas refletida,
sem mudanças possíveis,
uma morte pela vida,
a ruptura do último vagão de trem,
o instinto de defesa.

Igual estas manhãs em busca de Abril,
quando as paineiras se abrem em flores rosa,
um rosa claro quase solferino,
quase todas as folhas desaparecem,
toda planta se encontra grávida,
sem a mesmice da fotosíntese,
eis o momento dela ser outras,
tantas paineiras que o relevo,
se torne a cor de suas flores.

Assim como esta doação do amor,
sempre me vi triste na ausência de uma paixão,
que me sacumba até os guardados mais mofados,
mesmo que seja a mesma paisagem na porta de saída,
ofereça-me detalhes novos no tédio cotidiano.

Toda a minha atenção se concentra,
nas pessoas que atravessam o carrasco dos sentimentos,
e na manhã seguinte nos trás um cesto de achados,
mas não de achados largados e inertes,
e sim de achados ativos, que lancetam a alma,
sangram a calmaria deste burgo televisivo,
e como um acorde matinal mostra o quanto,
o sopro da vida é o valor máximo da vida simbolica,
e dos arranjos materiais da sobrevivência.

Por isso louvo a paixão irrefreada,
a paixão decantada gota-a-gota,
a paixão incorrespondida,
a paixão pela vida,
independente da insegurança
da morte.

Por José do Vale Pinheiro Feitosa





Renan do Vale lança CD e vem ao Crato.

Já está a venda o novo CD de Renan do Vale, esse cratense que usa a voz para "Construir coisas pra se cantar". Com um repertório bem brasileiro, nosso amigo Renan nos brinda com músicas como "Miragem do Porto" de Lenine e Bráulio Tavares na abertura da obra e passeia por várias outras maravilhosas composições de nada menos que Chico Buarque, Godofredo Guedes, Zeca Baleiro, Cartola, Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira e muitos outros grandes nomes. O time, como ele próprio nomeia, é formado por grandes músicos da cena cearense, veja: Djacir (seu irmão), Adelson Viana, Cristiano Pinho, José Roberto (outro cratense e ótimo baixista), Luizinho Duarte, Aroldo Araújo e nos vocais: Mister X, Elida e Pricilene. Uma obra-prima que demorou a sair, mas que veio assim, maravilhosamente bem-vinda.
Aguarde o show de lançamento do CD de Renan do Vale aqui em Crato. Será no dia 2 de maio, um sábado. Em breve passaremos o local.
Venda: Kaika Luiz (8816.3062) - Valor do CD R$ 15,00 - e-mail: kaikaluiz@gmail.com

Comunicado - Missa de Sétimo Dia do Dr. Jefferson Felício acontecerá hoje em Crato


A Prefeitura Municipal do Crato comunica a sociedade cratense que será realizada nesta sexta-feira, às 17 horas, na Igreja Sé Catedral, Missa de Sétimo Dia do Dr. Jefferson Felício Júnior, secretário Municipal de Infra-Estrutura, falecido no último dia 21, em Crato.

Fonte: website da PMC

Presos construíam um Túnel na Cadeia do Crato

CRATO - Agentes penitenciários descobriram, nesta quarta-feira, em uma das celas da cadeia pública de Crato, a 533 quilômetros de Fortaleza, um túnel de aproximadamente quatro metros de extensão. O túnel seria usado em fuga em massa dos detentos. A cadeia pública do Crato está superlotada. A capacidade é de 50 presos, mas, no momento, estão detidos cerca de 190 homens.

Fonte: Jornal: O GLOBO

Previsão do Tempo para hoje, Sexta-feira, 27 de Março de 2009

Esta é a previsão do Tempo para hoje em Crato segundo a maior fonte de informações meteorológicas do Brasil. O Site Climatempo:


Fonte: Climatempo

O Brasil mais distante do Controle da Violência

Já estamos vivendo o caos em termos de Segurança Pública?

Os índices de violência se superam a cada hora no Brasil. Basta ligarmos a TV, o rádio, abrirmos o jornal ou nos plugar na Internet, para nos depararmos com casos e mais casos estarrecedores. A sensação é a de que estamos entregues à própria sorte, convictos do descaso pleno do Estado para com o cidadão comum. Os índices de violência registram recordes, ano após ano, em todos os Estados da Federação. Crescem os crimes hediondos, os casos de homicídios, inclusive, os praticados por crianças e adolescentes, assaltos a bancos, sequestros, estupros, latrocínios, agressão às mulheres, mesmo após a Lei Maria da Penha, além dos crimes de pedofilia, agora na moda e na mídia. O que está ocorrendo? O problema é complexo e passa pela deficiência caduca da falta de investimento na Educação. Entretanto, temos que discutir o que ocorre na atualidade. Os Governos, Federal e Estaduais, combatem apenas a ponta do iceberg da criminalidade, ou melhor, do crime organizado, enquanto seu grande volume permanece intacto, submerso e emaranhado em todos os níveis da sociedade brasileira. Há muita gente importante, posando de paladino da moralidade, patrocinando atividades ilícitas, inclusive, há os que encontram-se ocupando cargos e funções públicas, mandatos eletivos, nas Câmaras Municipais, Assembleias Legislativas e no próprio Congresso Nacional, entre outros Poderes.

Além do mais, não podemos deixar de registrar a lentidão e a corrupção do nosso Sistema Judiciário, que fomenta o crime em todas as suas vertentes, reforçando, ainda mais, a fama de que este é o Brasil, Paraíso da Impunidade, já de fama internacional, Abadia e Battisti que o digam. Até quando vamos ser reféns da indústria do crime e vítimas de incapacidade do Estado?

Na verdade, o Governo Federal do nosso Lula, tem trabalhado muito pelo Brasil. Sua equipe já provou competência em vários setores: na Economia, nos Programas Sociais, Prouni, produção de petróleo... A Polícia Federal promoveu operações e efetuou prisões de "peixes grandes"... No entanto, deixou as fronteiras do País escancaradas para os narcotraficantes e para o tráfico de armas, enquanto cresceu o contrabando de produtos piratas e de plantas, peixes e animais da nossa fauna e flora (biopirataria)... No Estado, o Governador Cid Gomes tem "rondado os quarteirões" com viaturas de primeiro mundo, porém não temos visto e sentido na pele os resultados que apontam a redução da violência no Ceará, principalmente no Interior, com as polícias completamente sucateadas e mal pagas. No Crato, há o reflexo cruel desta realidade. As fronteiras com o Estado do Pernambuco continuam livres para o desfile de todos tipos de crimes e criminosos. O Crack é a droga dominante nos quatro cantos da cidade e, os cratenses, assim como a grande parte dos brasileiros, permanecerão, por muito tempo, dominados pela insegurança, pela impunidade, irmãs gêmeas siamesas da Corrupção.

Boris Casói, você tem razão no seu jargão...
TÁ TUDO DOMINAAAAADO!!!

Por: George Macário - Presidente da Fundação J. de Figueiredo Filho
Editor do Blog "O DEMOCRATO"

27-03-2009
Secretário de Meio Ambiente do Crato ativa campanha contra a poluição sonora e visual do município

Na ultima quinta-feira, 25, no auditório do Câmara dos Dirigentes Lojistas – CDL - de Crato, o Secretário de Meio Ambiente e Controle Urbano, Nivaldo Soares proferiu uma palestra sobre a despoluição sonora e visual do município destinada aos empreendedores da cidade. Esse mesmo tema já foi apresentado a comunidade cratense no Teatro Salviano Arraes Saraiva, pelo prefeito Samuel Araripe. Durante a conferencia Dr. Nivaldo ressaltou os graves erros de poluição sonora visual existentes no município, destacando entre outras coisas, os carros de som que transitam com som muito alto, absolutamente fora dos padrões e placas irregulares de tamanho muito grande que tornam o centro da cidade antiestético. Essa palestra faz parte do inicio de um cronograma de ações que serão desenvolvidas para promover a despoluição visual e sonora do Crato. Ainda na ocasião foram feitos questionamentos pelos presentes, todos prontamente respondidos pelo Secretário Nivaldo, que frisou a importância em transformar o município num lugar mais organizado, com mais segurança e consequentemente mais qualidade de vida para todos.

Educação do Crato e CEA realizam visitas nas escolas municipais

Com o apoio da Secretaria de Educação do Crato, o Conselho de Alimentação Escolar CEA, tem realizado visitas as escolas municipais no intuito de verificar a qualidade das refeições oferecidas para os alunos, bem como observar e analisar as necessidades existentes. As visitas começaram na ultima quarta-feira, 25, e irão até o final desse mês. Segundo o secretário Valentin Dantas, essas visitas são extremamente importantes, pois, através delas é que se pode ver o que pode ser melhorado em relação a alimentação dos alunos das escolas do município.

Saúde do Crato continua com trabalho efetivo contra a dengue

A Secretaria de Saúde do Crato, através do Núcleo de Mobilização Social estará realizando hoje, a partir das 19h, palestra sobre dengue na Escola Juvêncio Barreto, no bairro Gisélia Pinheiro, (Batateiras). No próximo dia 30, haverá uma reunião com a Associação do Conjunto Novo Crato para firmar parcerias de combate a dengue e criação do Comitê de moradores para o combate e controle do Aedes aegypti, de acordo com Luciana Callou, é muito importante a participação da comunidade como um todo para que o trabalho contra a dengue seja eficaz.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Crato (CE) 27 de Janeiro 2009
Fone/Fax - (88) 3521.7069

Mais informações
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com/

Países de língua portuguesa no Cariri - Por: Elizângela Santos

MOSTRA DAS ARTES

Grupo Os Cabinha, formado pelos meninos da Fundação Casa Grande, será uma das atrações da mostra. Eles se apresentarão com jazz e rock na lata. Nova Olinda. A I Mostra Cariri das Artes dos Países de Língua Portuguesa será realizada de 12 a 16 de maio. O evento tem o objetivo de reunir representantes de instituições que atualmente mantêm intercâmbio com a Fundação Casa Grande, em Nova Olinda, no Cariri, que falam a língua portuguesa, e fortalecer os laços institucionais da entidade cearense com órgãos internacionais. Para a diretora da Fundação, Rosiane Limaverde, essa é uma oportunidade de aproximar o Brasil desses países, já que, mesmo falando o português, ainda estão muito distantes. O evento contará com a participação de integrantes de países como Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal. Também serão realizadas rodas de conversas com gestores de instituições culturais brasileiras, africanas e européias, mostra de vídeo e exposição de folhetos de cordel. A diretora da Fundação destaca o intercâmbio com instituições como a Universidade de Coimbra. Também estarão participando do evento representantes de Portugal. O evento será realizado no Teatro Violeta Arraes - Engenho de Artes cênicas, localizado na Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri, em Nova Olinda. Serão cinco dias com recitais musicais, palestras, exposição de cordéis e mostra de vídeo da TV Casa Grande.

Primeira edição

Em sua primeira edição, a mostra será voltada principalmente ao intercâmbio musical. Cantores e compositores apresentarão para o público um pouco da cultura de seu lugar. Ao mesmo tempo, farão uma imersão na região, em visitas às casas de mestres como Raimundo Aniceto, da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto. De Angola, virá Filipe Mukenga, que recentemente gravou o disco “Nós somos nós” com Zeca Baleiro. De Moçambique, Stewart Sukuma. Cabo Verde será representado pelo jovem Vadú. Portugal vai presentear o público com o som luso-brasileiro de JP Simões.

Atrações brasileiras

Os brasileiros Elizah e Paulo Brandão deixam o litoral carioca para uma sonora apresentação no sertão. Abanda e Os Cabinha, com jazz e rock na lata, são da Fundação. Trarão para as apresentações uma amostra da música do sertão cearense. Na cadeia produtiva das artes, músicos dependem de gestores de centros culturais para desenvolverem seu trabalho. Para proporcionar essa aproximação, foram convidados representantes das principais instituições, como Edson Natale (Itaú Cultural), Dane de Jade (Sesc Ceará), Heniton Menezes (Banco do Nordeste), Mário Alves (ONG Etnia – Portugal) e Roberto Isaías (Rede Nacional para a Diversidade – Moçambique) e Janete El Haouli, (Casa de Cultura da Universidade de Londrina). Na abertura, estará presente a lingüista Ruth Monserrat. Ela irá apresentar uma palestra sobre as aproximações entre o português e também as línguas indígenas.

Mostra de vídeos

Além dos tradicionais “100 Canal”, a produção da TV Casa Grande será apresentada ao público por meio de uma mostra, que selecionou cinco curtas-metragens sobre a região. Durante o período, o público também terá acesso a uma exposição com cerca de mil títulos de cordel.

Elizângela Santos
Repórter

Mais informações:

Escritório da Fundação Casa Grande no Crato
Rua Ratisbona, 564, Centro
(88) 3521.8133 / (88) 9243.6131

Reportagem: Elizângela Santos
Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Para ti - Por Claude Bloc


Foi para ti que abriguei a chuva
que calei o vento
e derramei-me feito perfume
nos confins da terra...
Eu te garanto
não toquei em nada mas para ti foi tudo,
tudo o que escrevi!
.
Para ti, criei todas as palavras
e todas me faltaram
no minuto em que talhei a fruta mais doce
e o sabor do sempre
sempre ficar.
.
Para ti dei voz
ao meu olhar
às minhas mãos
.
Para ti
abri os gomos das horas
verti as gotas do tempo
e voltei á rua
e revi a cidade ...
.
Para ti, sim, para ti
Escrevi este poema
e pensei que tudo estava em nós
desde outrora, nessa doce espera
no engano das horas
de tudo sermos donos,
e nada termos...
.
Para ti escrevi
simplesmente porque era de noite e não dormíamos...
.
Para ti dediquei
Verso por verso
Em cada prosa
A cada momento
em que eu descia em teu peito
para me procurar.
.
Por Claude Bloc


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30