xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 25/03/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

25 março 2009

BOLA NO FOTÓGRAFO - Por Urariano Mota

Recife (PE) - A memória da gente anda muito esquecida. Quase ninguém lembrou esta semana, ou mais precisamente ontem, os 88 anos do nascimento de Antonio Maria. Se em toda a grande e média imprensa nada se disse, não foi por falta da importância de um certo Antonio Maria, que se apresentava como “cardisplicente”, mistura de doente do coração com displicente. E tanta coisa havia e há para falar sobre ele!

Nascido no Recife em 17 de março de 1921, se apenas fosse compositor, deveria ter merecido registros e especiais no rádio, na televisão e nos jornais. Autor de 62 músicas, de canções eternas como Frevo número 1, Ninguém me ama, Manhã de carnaval, Menino grande, Suas mãos, O amor e a rosa, Valsa de uma cidade, e, de passagem, digamos assim, autor desta vã promessa, "nunca mais vou fazer o que o meu coração pedir, nunca mais ouvir o que o meu coração mandar", haveria muito o que falar sobre esse compositor de letras que são a ternura em quintessência.

Numa coluna de revistas de curiosidades e fofocas, poderia ser dito que foi marido de Danuza Leão, roubada por ele do seu patrão, o grande jornalista Samuel Wainer. E que, ao receber o troco mais adiante, ficando só, morreu de fossa e de amor, em uma madrugada três e cinco, talvez. Que feio, grande e gordo, conquistava mulheres pelo poder da lábia e da inteligência. Que foi ameaçado por Sérgio Porto (sim, o Stanislaw), por ter servido de conselheiro sentimental a uma namorada de Sérgio. E que ao se apresentar como Carlos Heitor Cony a uma madame, levou-a para a cama, para depois contar ao verdadeiro Heitor, “Cony, você broxou”.

Mas ele poderia ter sido lembrado, reverenciado, e lido principalmente por suas crônicas, que estão entre as maiores e melhores já escritas no Brasil. Suas crônicas, quase dizia, suas mãos, misturam humor, crueldade e lirismo, a depender dos dias e da sua vida, que não eram iguais, para ele ou para ninguém. Como neste perfil arguto de Aracy de Almeida:

"Não é bonita, sabe disso e não luta contra isso. Não usa, no rosto, baton, rouge ou qualquer coisa, que não seja água e sabão. Ultimamente corta o cabelo de um jeito que a torna muito parecida com Castro Alves... Faz de cada música um caso pessoal e entrega-se às canções do seu repertório como quem se dá um destino. Não sabe chorar e não se lembra de quando chorou pela última vez. Mas a quota de amargura que traz no coração, extravasa nos versos tristes de Noel: `Quem é que já sofreu mais do que eu?/ Quem é que já me viu chorar?/ Sofrer foi o prazer que Deus me deu´... e vai por aí, sem saber para onde, ao frio da noite, na espera de cada sol, quando o sono chega, dá-lhe a mão e a leva para casa"

.Ou aqui, dias antes de morrer:

“Há poucos minutos, em meu quarto, na mais completa escuridão, a carência era tanta que tive de escolher entre morrer e escrever estas coisas. Qualquer das escolhas seria desprezível. Preferi esta (escrever), uma opção igualmente piegas, igualmente pífia e sentimental, menos espalhafatosa, porém. A morte, mesmo em combate, é burlesca...

Só há uma vantagem na solidão: poder ir ao banheiro com a porta aberta. Mas isto é muito pouco, para quem não tem sequer a coragem de abrir a camisa e mostrar a ferida”.

E por fim aqui, nestas considerações sobre o sono:

"** Ah, que intensos ciúmes, no passado e no futuro, sobre a nudez da amada que dorme! Só você a viu, só você a verá assim tão bela!

** Nas mulheres que dormem vestidas há sempre, por menor que seja, um sentimento de desconfiança.

** A amada tem sob os cílios a sombra suave das nuvens.

** Seu sossego é o de quem vai ser flor, após o último vício e a última esperança.

** Um homem e uma mulher jamais deveriam dormir ao mesmo tempo, embora invariavelmente juntos, para que não perdessem, um no outro, o primeiro carinho de que desperta.

** Mas, já que é isso impossível, que ao menos chova, a noite inteira, sobre os telhados dos amantes".

A boa memória conta que Antonio Maria exclamava no rádio, ao ver um jogador chutar fora do gol: Bola no fotógrafo!.Nesse último 17 de março, para a mídia que não o lembrou, também vale dizer: bola no fotógrafo.


Direto da Redação. Publicado em 18/03/2009

Católico Não Praticante, Sim Senhor - Por: José Nilton Mariano Saraiva

Embora não reconhecida pela Igreja Católica e adeptos, a condição de “católico não praticante” é atribuída àquele indivíduo que, apesar de batizado e crismado, não pratica a religião em sua plenitude, porquanto se abstém de regularmente tomar parte de ritos como a missa e raramente recebe algum dos seus sacramentos; isso, por discordar dos dogmas estratificados da Igreja, do anacronismo de suas posições, do seu reacionarismo exacerbado.
O “católico não praticante” acredita, sim, na existência de um ser superior, um único Deus (Criador do Céu e da Terra), mas não na Igreja, não no Papa, não nos bispos, não nos padres, não nos diáconos, embora aberto e receptivo se ache a ponderações outras, capazes ou não de “fazer sua cabeça”; reza e ora, isoladamente e contrito, e é, sim, temente a Deus. E aqui, cabe um questionamento que a própria Igreja poderia muito bem encorajar: por qual razão o “batismo” não é realizado na fase adulta da pessoa, quando ele tenha condição de exercer o “livre-arbítrio” (decidir se quer ou não ser católico) ?
No Brasil, segundo censo do IBGE (2000), 73,6% da população declarou-se católica (em 1980, eram 89,2%); desses, apenas 20,0% comparecem à Igreja com regularidade e participam dos seus sacramentos, enquanto 40,0% consideram-se “não praticantes”; os demais optaram por definir-se como “sem filiação religiosa” (vide site Wikipédia/Catolicismo/Não Praticantes).
Como o alemão Joseph Ratzinger (papa Bento XVI) acaba de empreender viagem a um dos continentes mais miseráveis do mundo, a África, centremo-nos em um dos temas por ele abordado, porquanto emblemático do “porque” da descrença na Igreja Católica e, conseqüentemente, da sua derrocada, do seu progressivo, comprovado e compreensível esvaziamento: a terminante proibição do uso de preservativos nas relações sexuais, assim como a utilização de quaisquer anticoncepcionais.
Sejamos, então, realistas, deixando de lado a hipocrisia, reinante aqui e alhures: pense naquele amigão católico, solteiro ou mesmo bem casado, que você com certeza tem, e responda com sinceridade: será que ele segue o manual do Vaticano? Seu amigo não pratica (fora do casamento) ou praticou sexo (antes do casamento), como determina a Igreja? Seu amigo, freqüentador assíduo das missas dominicais, um exemplo de bom filho, bom pai, generoso doador de dízimos para a Igreja, cidadão acima de qualquer suspeita, nunca usou a camisinha na prática de sexo casual nos fins de semana, com alguma jovem adolescente que conheceu na balada (e pagando por isso)? Será que seu amigo vai à missa só para rezar e comungar ou tal momento se prestaria à observação atenta de mini-saias ou decotes generosos das moçoilas presentes, possíveis “presas” no futuro ? Por qual razão a mercantilização da “atividade moteleira” (uso de motel) é uma das mais rentáveis do país, hoje, tendo por carro-chefe o sexo? Ou, ainda, será que no lar, no próprio e sagrado leito conjugal, seu amigo ou mesmo os milhões de católicos, se abstêm do uso do preservativo, enquanto sua venerável esposa evita a ingestão do temido e proibido anticonceptivo, a fim de evitar uma gravidez indesejada? São questionamentos pertinentes e que não configuram falta de respeito, como hão de esbravejar.
Pois bem, lá na longínqua e sofrida África, um país miserável onde o vírus da Aids se propaga a uma velocidade supersônica e matando em escala geométrica, o alemão Joseph Ratzinger (papa Bento XVI), aos dirigir-se aos milhares de jovens, condenou veementemente o uso da camisinha nas relações sexuais, mesmo que para isso tenham necessariamente que partir para a renúncia da atividade sexual; como se isso fosse possível. Que castigo mais hediondo, não?
Não seria uma oportunidade para, ao contrário, encorajar e incentivar o seu uso, a fim de evitar ou pelo menos estancar a contaminação por um vírus tão letal ? Uma oportunidade propícia para se prevenir abortos inevitáveis e filhos indesejados?
Enquanto isso, aqui, na vizinhança da nossa província, temos a esdrúxula atitude do caricato “Dom Dedé” que, ante a estupefação de todo o planeta, em nome da Igreja excomungou meio-mundo de gente, mas recusou-se a fazê-lo com um marginal-estuprador confesso, blindando-o, já que teria cometido apenas um “pecado grave”.
E olhe que no Brasil o aborto é permitido, sim, em pelo menos duas situações, ambas presentes na ocasião. Por qual razão, então, o Direito Canônico há que se sobrepor às leis do país? Não estaria a Igreja a cometer uma intromissão indevida em assuntos de Estado? Com que direito? O Estado brasileiro não é laico?
Por que, então, ao invés de acusar de desrespeitoso quem não reza pelo seu catecismo, os adeptos da Igreja não se preocupam em responder e esclarecer sobre a Inquisição, os padres pedófilos, as atrocidades cometidas pela Igreja lá atrás, a suntuosidade dos templos católicos, (que vai de encontro e na contramão de uma anunciada preferência pelos pobres e deserdados)? E os padres homossexuais, e o assédio sexual dos padres garanhões contra mulheres do próximo, freqüentadoras ou não da Igreja ? E a inadmissível falta de resposta (pelo menos, incrivelmente não consta na rede mundial de computadores) para uma pergunta inocente, mas que parece incomodar e muito: qual a verdadeira “causa mortis” que vitimou a beata Maria de Araújo? Ou temos que aceitar, passivamente, uma história que, num passado não tão distante, a própria Igreja encarregou-se de renegar, penalizando e desautorizando exemplarmente um dos seus partícipes, por entendê-la uma farsa, um verdadeiro embuste? (o milagre da hóstia). Não tenhamos dúvidas: pode até demorar, mas o Padre Cícero deverá, sim, não só ser “reabilitado” pela Igreja, mas, também, “beatificado”, “canonizado” e “entronizado”, em razão do consórcio de interesses escusos da mídia, Igreja e política, que passa pela mercantil exploração desumana dos romeiros. Alguém duvida disso? Juazeiro do Norte e seu crescimento exponencial estão aí para comprovar. Não estaria na hora, então, de se fazer um debate qualificado e esclarecedor, a respeito? Por que tanto temor em abordar de frente algo tão sério, publicamente?
Não estaria aí a razão verdadeira da existência do autêntico exército de “católicos não praticantes”? Sim, porque independentemente da Igreja e seus adeptos teimarem em não os reconhecerem, os “católicos não praticantes” existem, sim, e são milhões (vide o percentual da Wikipédia, acima).
Alfim, para uma serena e necessária reflexão de todos: “O pensamento livre é o debate. É escutar e analisar o que outros dizem. Se apenas formos nos recolher ao que mais gostamos, nossos corações endurecem e se tornam um raivoso cancro que leva à morte do livre pensar. Por isso é preciso não apenas se angustiar com as contradições do campo em que estamos, mas, se efetivamente somos honestos e livres, aceitar as ponderações que vêm de fora do círculo. Por isso, toda forma que se reduza a repetir chavões e a se mostrar acima de tudo é pequena demais para os grandes problemas, inclusive intelectuais, que hoje enfrentamos”. Autor ? José do Vale Pinheiro Feitosa.
Pensemos nisso !!!
Autoria e postagem: José Nilton Mariano Saraiva

Notícias da Fundação Cultural J. de Figueiredo Filho

A Fundação Cultural J. de Figueiredo Filho vem por meio deste, esclarecer que o requerimento do Título de Cidadania Cratense à Bárbara Pereira de Alencar “Dona Bárbara” feito à Câmara Municipal do Crato foi uma iniciativa da própria Fundação e não pelo Presidente da Câmara de Vereadores, Francisco Helder França (Guer).

O referido Presidente da Câmara recebeu o requerimento e pedido das mãos do Presidente da Fundação Cultural J. de Figueiredo Filho, George Macário de Brito.

Os autores do Projeto são: Alessandra Bandeira, Rosana Xenofonte e George Macário de Brito.

A Câmara Municipal do Crato, através do Presidente, informou que a pauta em questão será apresentada dia 06 de abril e no dia 07 de abril concederá a palavra ao Presidente da Fundação Cultural, para a apresentação do referido requerimento do Título de Cidadania Cratense, in memorian, à Bárbara Pereira de Alencar, heroína da Revolução de 1817, que já recebeu as honras do título de cidadã cearense, concedido pela assembléia Legislativa do Estado do Ceará pela lei 13.592 do dia 12 de maio de 2005.

Não queremos que isso seja um ato político e sim uma retomada histórica.

Previsão do Tempo para hoje, Quarta-Feira 25 de Março de 2009

Olhaí, Pancadas de chuva à tarde e à noite é o que prediz o site Climatempo. Na verdade o Climatempo tem até acertado nos últimos dias. Agora mesmo, são 03:53 da manhã, quando desta postagem, chove "levemente" no Crato. Uma chuva que prometia, mas agora se transformou em garoa. Eis a previsão do tempo para hoje:


Site: Climatempo
25-03-2009
Parque Histórico do Caldeirão poderá ter ordem de serviço assinada em abril


Mais um passo importante dentro do projeto de estruturação do Parque Histórico e Cultural do Caldeirão foi dado, com o encaminhamento do processo licitatório para início das obras no local. Serão investidos inicialmente no projeto R$ 360 mil, sendo R$ 60 mil contrapartida da Prefeitura Municipal do Crato. A Secretária de Cultura, Esporte e Juventude, Danielle Esmeraldo, afirma que está previsto para o mês de abril um seminário onde estarão presentes pesquisadores, estudiosos, estudantes e representantes da sociedade. O evento será realizado no intuito de divulgar o projeto e o próprio espaço do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto. Após essa etapa, deverá ser marcada pelo Governador do Estado, Cid Gomes, a assinatura da Ordem de Serviço, juntamente com o Prefeito do Crato, Samuel Araripe. O projeto do Caldeirão tem a finalidade de preservar a memória local, através da história, e fortalecer o turismo regional, sendo um dos fatos históricos de grande relevância, pouco conhecido no Brasil. Segundo os historiadores, o primeiro ataque aéreo com patrocínio oficial. No local foram mortas pelas milícias do governo cerca de mil pessoas.

Samuel Araripe participa de abertura da XXVII Corrida Padre Cícero, em Crato

O prefeito do Crato, Samuel Araripe, e a Secretária de Cultura, Esporte e Juventude, Danielle Esmeraldo, participaram, na manhã de ontem, das festividades alusivas aos 165 anos do Padre Cícero, com a XXVII Corrida Padre Cícero. A preparação da largada aconteceu na praça da Sé, no município do Cratense. O prefeito Samuel Araripe recepcionou o chefe do Executivo de Juazeiro do Norte, Manoel Santana, e juntos deram a partida para a tradicional corrida, com saída da rua Duque de Caxias e participação de mais de 500 atletas, inclusive boa parte do município do Crato. A Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude deu total apoio ao evento, que já se tornou tradicional no calendário esportivo do Cariri.

Saúde do Crato continua com trabalho efetivo contra a dengue

A Secretaria de Saúde do Crato, através do Núcleo de Mobilização Social estará realizando amanhã a partir das 8:30h palestra de combate a dengue na Escola Maria Santina, na localidade de Palmeirinhas do Vilar. Dia 27, próxima quinta-feira, a partir das 19h, será proferida palestra na Escola Juvêncio Barreto, no bairro Gisélia Pinheiro, (Batateiras). No próximo dia 30, haverá uma reunião com a Associação do Conjunto Novo Crato para firmar parcerias de combate a dengue e criação do Comitê de moradores para o combate e controle do Aedes aegypti. De acordo com Luciana Callou, é muito importante a participação da comunidade como um todo para que o trabalho contra a dengue seja eficaz.

Prefeitura comunica Missa de Sétimo dia

A Prefeitura Municipal do Crato comunica a sociedade cratense que será realizada na próxima sexta-feira, às 17 horas, na Igreja Sé Catedral, Missa de Sétimo Dia do Dr. Jefferson Felício Júnior, secretário Municipal de Infra-Estrutura, falecido no último dia 21, em Crato.

Contatos:

Prefeitura Municipal do Crato
Assessoria de Imprensa
cratoimprensa@gmail.com
Telefone(88): 3521. 9600

A mão que segura uma caneta também, se for preciso, pode empunhar uma Enxada ! - Esse é um Grande Exemplo para Todos.



O Blog do Crato registra um flagrante curioso através da lente do repórter Wilson Bernardo. Ontem mesmo, divulgamos a abertura da semana da árvore no município, e para ilustrar o evento, eu procurei aqui uma foto do secretário do Meio Ambiente Nivaldo Soares ( sem boné, coisa dificílima de se encontrar ), e finalmente encontrei aquela foto da posse que muitos já o viram aqui, todo engravatado. Pois bem, ao receber as fotos trazidas hoje por Wilson Bernardo sobre a cobertura do evento, fui surpreendido por uma foto de um senhor de boné com uma enxada na mão e plantando uma muda de Baraúna. Perguntei ao Wilson de quem se tratava, pois não o reconheci. Para minha surprêsa era o próprio Nivaldo, que largou o conforto do seu ar-condicionado e o seu clássico terno e foi para o meio da poeira com uma turma de outros plantadores.

Acho que entendi a mensagem clara do Dr. Nivaldo Soares, como grande defensor que sempre foi do meio ambiente, para que nós enquanto cidadãos, possamos também fazer a nossa parte em defêsa do nosso planeta e mais precisamente das nossas florestas, e porque não dizer, do Sítio Fundão, que é uma área de preservação que pertence a todos os Cratenses. Cuidemos mais do meio ambiente! Façamos nossa parte; Plantemos mais árvores. O homem precisa viver em equilíbrio com o seu próprio meio. Se formos observar, o ser humano é o único animal que vive sobre o planeta que destrói o próprio habitat. Nenhum outro animal realiza essa "proeza". Isso é ser racional ? Portanto, cumpramos a nossa parte neste mundo. E só depois poderemos parar e descansar à sombra das árvores plantadas, para calmamente escrever um livro. Talvez um bom livro, que fale ao homem do futuro de um mundo melhor que todos juntos ajudamos a construir!

O.B.S - Falando em Dr. Nivaldo Soares, uma notícia interessante: Hoje à noite, quarta-feira dia 25 de Março, vai haver uma palestra excelente ( eu já vi aliás ), sobre a despoluição Sonora e Visual do Crato para a conscientização dos empresários e comerciantes no CDL - Crato. Recomendo bastante que ninguém perca essa palestra, que é de suma importância para nossa cidade. Atenção, empresários, compareçam ao evento!

Dihelson Mendonça

ARBORIZAÇÃO - Semana da Árvore nos municípios - Reportagem: Antonio Vicelmo

Semana da Árvore em Crato

Nivaldo Soares, secretário do Meio Ambiente do Crato, plantou uma muda de baraúna (Foto: Antônio Vicelmo). Municípios cearenses como Crato e Quixeramobim têm programações alusivas à Semana da Árvore. Crato. Com um plantio de uma baraúna, arvore símbolo da campanha, foi aberta nesse município, a Semana da Árvore, que continua até o dia 27. A solenidade de abertura foi realizada no Sítio Fundão, uma reserva ecológica, desapropriada pelo Governo do Estado e transformada em Unidade de Conservação de Proteção Integral, denominada “Parque Estadual Sítio Fundão”. Localizado no sopé da serra Araripe, a três quilômetros do Centro da cidade, o Sítio Fundão é a mais importante reserva ecológica do Cariri. São 97 hectares de mata nativa, inclusive com espécies remanescentes da Mata Atlântica, que mantém uma das mais ricas biodiversidades da região. A área é abastecida com águas da fonte da Batateira, que nasce no sopé da Serra do Araripe. O evento tem como objetivo, segundo o secretário do Meio Ambiente do Crato, Nivaldo Soares, despertar a consciência ecológica na população, além de estimular a preservação da natureza e informar sobre a importância das árvores. Durante a semana, serão realizadas blitze, caminhadas e trilhas em vários municípios do Estado, que contarão com a participação de diversas escolas, entidades públicas e sociedade civil. Ontem, ocorreu um encontro com representações de segmentos religiosos para discutir ações compartilhadas na área ambiental. Houve apresentação da peça teatral “Os quatro elementos: Terra, Água, Fogo e Ar”, objetivando a construção compartilhada de ações sustentáveis na relação homem-natureza, com a distribuição de material informativo. Hoje, equipes da Superintendência do Meio Ambiente do Estado (Semace), do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e do Recursos Naturais (Ibama) e da Prefeitura Municipal se deslocam para o Sítio Baixio das Palmeiras, a fim de pronunciar palestra sobre a água e a importância da mata ciliar. A visita será encerrada com o plantio de mudas.

Amanhã, a ação será desenvolvida no Lixão do Crato, com a arborização de parte da área em parceria com a indústria ceramista. A programação será encerrada na sexta-feira. No Centro Cultural do Araripe, com uma abordagem holística sobre o meio Ambiente. Assim como no Crato, diversos municípios cearenses estão com programação alusivas à comemoração da Semana da Árvore. Em Quixeramobim, centenas de espécies regionais são plantadas nos canteiros de ruas e avenidas. Hoje, estudantes da rede pública visitarão o Horto Municipal. A mobilização ambiental promovida pela Prefeitura e Condema segue até a próxima sexta-feira. No encerramento da Semana da Árvore, centenas de voluntários irão arborizar uma das áreas mais belas da cidade, a Via Paisagística. Pretendem transformar o a área em um bosque.

Mais informações:

Secretaria do Meio Ambiente do Crato
(88) 3521.9400
Prefeitura de Quixeramobim
(88) 3441.1326

Reportagem: Antonio Vicelmo
Fonte: Diário do Nordeste


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30