xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 21/03/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

21 março 2009

Nota de Esclarecimento do Assessor de Comunicação Social da Prefeitura de Santana do Cariri - Beto Fernandes

Foto: Beto Fernandes

Ontem postei uma noticia que foi veiculada no blog do Darlan, sobre o repasse de verbas para a merenda escolar das crianças, apontando os municípios caririenses que não prestaram contas junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e que por isso ficarão sem receber o dinheiro. O senhor Beto Fernandes, assessor de Comunicação Social da Prefeitura de Santana do Cariri, nos enviou uma nota prestando esclarecimento sobre o ocorrido, reproduzo abaixo:

Nota:

Prezado Senhor João Paulo Fernandes e leitores do Blog do Crato,

Aproveitamos esse espaço democrático para esclarecer, a bem da verdade, alguns fatos relativos à inclusão do município de Santana do Cariri na lista de “inadimplentes” com prestação de contas dos recursos utilizados para compra da merenda escolar junto ao FNDE.

No Estado em que o prezado Senhor mora, com certeza deve haver municípios que ficarão sem repasses para merenda escolar como há municípios, este é o caso de Santana do Cariri, que foram equivocadamente incluídos na lista.

Em entrevista a vários canais de comunicação do Cariri, inclusive com nota enviada a Rádio Santana FM (emissora comunitária local), o Secretário de Educação do Município, Professor Vicente Paulo Ribeiro Bastos, tranqüilizou famílias, pais e alunos santanenses informando que o município está adimplente junto ao FNDE e regulamentado com o CAE (Conselho de Alimentação Escolar). O CAE, como o autor do artigo deve saber é um “colegiado deliberativo e autônomo composto por representantes do Executivo, do Legislativo e da sociedade, professores e pais de alunos, com mandato de dois anos. O principal objetivo do CAE é fiscalizar a aplicação dos recursos transferidos e zelar pela qualidade dos produtos, desde a compra até a distribuição nas escolas, prestando sempre atenção às boas práticas sanitárias e de higiene”.

O Secretário adverte ainda para um dado técnico importante. Em início de administração o período concedido para regularização do CAE, de acordo com a legislação é de 90 dias. No caso de Santana do Cariri a prestação foi efetuada em 09 de fevereiro, dentro, portanto, do preconizado pela legislação vigente e com provas documentais devidas na sede da Secretaria.
A Resolução nº 32, de 10/8/2006 é a que estabelece as normas para a execução do Programa Nacional de Alimentação Escolar é clara: “Ocorrendo à suspensão dos recursos do PNAE em função da falta de prestação de contas, de irregularidades na execução do programa ou da inexistência do Conselho de Alimentação Escolar (E SANTANA DO CARIRI, FELIZMENTE, NÃO ESTÁ INCLUÍDA EM NENHUM DESTES CASOS), o FNDE está autorizado a repassar os recursos equivalentes diretamente às unidades executoras das escolas de educação básica, pelo prazo de 180 dias. Segundo a Medida Provisória nº 455, de 29/1/2009, esse recurso deve ser usado apenas para a alimentação escolar, dispensando-se o procedimento licitatório para aquisição emergencial dos gêneros alimentícios, mantidas as demais regras estabelecidas para execução do PNAE, inclusive quanto à prestação de contas”.
De forma intersetorializada a Prefeitura, via Secretaria de Educação, Secretaria de Ação Social e Secretaria de Agricultura, tem executado com recursos do MDS o Programa Compra Direta da Agricultura Familiar. 36 produtos da agricultura familiar de 97 trabalhadores rurais estão chegando com quantidade e qualidade nas escolas da sede e zona rural.
Feito o devido esclarecimento deixamos um respeitoso abraço para todos.

Beto Fernandes
Assessor de Comunicação Social da Prefeitura de Santana do Cariri


Por: João Paulo Fernandes

Deputado Ely Aguiar lamenta a morte de Jefferson Felício.


O falecimento inesperado do Secretário da Infra-estrutura Sr. Jefferson Felício na manhã de hoje, sábado, causou grande repercussão no cenário político e administrativo do Crato e do estado. O Deputado pelo PSDC, ELY AGUIAR enviou nota ao Blog do Crato, que passamos a publicar, onde lamenta o fato:

"Gostaria de registrar no Blog do Crato, os meus sentimentos de tristeza e pesar com o inesperado falecimento do Dr. Jefferson Felício, Secretário de Infra-Estrutura do Município do Crato. Um homem que tinha uma dedicação imensa com a coisa pública, amor profundo pelo Crato e compromisso com a sua atividade profissional. Na última vez em que estivemos juntos, em seu gabinete, ele assegurou total empenho para a construção do monumento à Nossa Senhora de Fátima, por entender que a religião católica faz parte importante da vida do povo do Crato e por entender que o turismo religioso seria alavancado de forma positiva, trazendo uma visibilidade maior para a nossa terra. Tenho certeza que a obra será erguida e que a participação do dr. Jefferson Felício será lembrada por todos. Que ele descance em paz ao lado dos homens de bem."

Ely Aguiar.
Deputado Estadual

Prefeito Samuel decreta Luto Oficial em razão do falecimento do Dr. Jefferson Felício


Crato - Luto Oficial

Acima: Prefeito Samuel Araripe cumprimenta o amigo de longos anos e Secretário Dr. Jefferson Felício. A primeira-dama Mônica Araripe encontra-se a seu lado. ( Foto: Dihelson Mendonça ).

O Prefeito Samuel Araripe decreta luto oficial no Crato, com bandeiras a meio-mastro, em razão do falecimento do secretário da Infra-Estrutura, Dr. Jefferson Felício, e diz em entrevista concedida agora há pouco ao Blog do Crato, que se encontra profundamente abalado com a notícia, mas afirma ainda que nesse momento difícil, é preciso ter muita fé e acreditar em Deus. Ao final da entrevista, o prefeito Samuel Araripe, em seu nome e em nome da primeira-dama, deixa mensagem de solidariedade à família do secretário Jefferson, falecido hoje em Crato, vítima de um infarto às 07:30 da manhã:

Prefeito Samuel Araripe fala sobre o amigo:

"Recebi a notícia do falecimento do doutor Jefferson Felício com profundo pesar. Ele, que foi um grande parceiro na Infra-estrutura desde o primeiro dia da primeira gestão e se mantêve até hoje. Era uma pessoa extremamente compromissada com o futuro do Crato, uma pessoa capacitada, pois possuía duas formaturas: Ele era advogado e Engenheiro Civil e lamentamos profundamente o seu falecimento, em vista de um infarto fulminante na sua residência. O corpo virá até Fortaleza, e será sepultado aqui, pois ele possui família em Fortaleza, bem como a família da sua esposa Milene. Eu o conheço há muitos anos. Meu amigo de muito tempo, da família Felício. Foi uma pessoa que trabalhou bastante no ramo da construção civil, foi advogado do CREA - Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura por mais de 10 anos. Era uma pessoa de caráter "forte", de extrema honestidade; Uma pessoa que tinha facilidade de abrir canais de comunicação aqui em Fortaleza e em Brasília. E por isso mesmo, uma pessoa que eu diria que todos esses projetos do Crato relativos à Infra-estrutura, ele teve uma participação marcante, porque como era uma pessoa preparada e comunicativa, sabia abrir as portas para o setor público, tanto a nível de estado, quanto a nível federal.

Mensagem de Solidariedade à Família do Secretário Jefferson Felício:

"Nesse momento de grande dificuldade, quero deixar aqui registrado em meu nome, Samuel Araripe, e da minha esposa, a primeira-dama Mônica Araripe, uma mensagem para a família do Dr. Jefferson, acima de tudo, de muita fé. Nós precisamos crer em Deus e às vezes temos que nos conformar. Afinal, Deus escreve certo por linhas tortas; Então, eu levo a nossa solidariedade à viúva e aos 3 filhos. Dr. Jefferson possui 3 filhos: um acdêmico de direito, uma acadêmica de medicina, e a outra faz psicologia. Queremos deixar uma mensagem de solidariedade, de apoio, e de conforto nesse momento difícil porque passam, e peço para os amigos se irmanarem, porque é um momento de muita dificuldade, principalmente quando a pessoa desaparece assim sem manifestar alguma doença prévia. Mas queremos dizer ao mesmo tempo, que permaneceremos sempre próximos da sua família, pois como já disse anteriormente, ele era um amigo nosso de muitos e muitos anos.

Samuel Araripe e Mônica Araripe
Reportagem e Fotografia: Dihelson Mendonça

Falece em Crato Dr. Jefferson Felício Júnior - Secretário da Infra-Estrutura


Nota de Falecimento


É com grande pesar que comunicamos o falecimento na manhã de hoje, por volta das 07:30, do Dr. Jefferson Felício, secretário da Infra-Estrutura - SEINFRA do Crato. A notícia foi divulgada há poucos instantes através da chefe de cerimonial da Prefeitura do Crato, Sra. Liane Arraes.

Dr. Jefferson Felício Júnior
Engenheiro Civil, formado pela UFC. Bacharel em Direito pela Universidade Federal do Ceará com especialização em Direito Ambiental. Dentre outras atividades destacou-se como:

Diretor da AMC Construções Ltda.
Diretor Jurídico da Plena Administração de Imóveis e Condomínios
Engenheiro Consultor do BNB na construção do Edifício Sede da Diretoria em Fortaleza/CE
Engenheiro na Construção do Esplanada Praia Hotel - Fortaleza/CE

Dr. Jefferson Felício Junior foi vítima de infarto na manhã deste sábado em sua residência, à Rua José Rangel, por volta das 07:30. O Corpo será trasladado para Fortaleza, onde será feito o sepultamento no domingo, dia 21 de Março, às 09:00 da manhã. Encontra-se já em Fortaleza o Prefeito do Crato Samuel Araripe e a primeira-dama Mônica Araripe que aguardam a chegada do corpo. Estarão indo à cerimônia diversos secretários de estado, dentre eles, a secretária de saúde Nizete Tavares e o procurador geral do município, Sr. Ernani Brígido, que na noite anterior, encontrava-se reunido com Jefferson Felício.

Nota do Blog do Crato:
Quero aqui enviar mensagem de solidariedade à família do Dr. Jefferson Felício neste momento difícil. Fui apresentado ao Jefferson pelo então prefeito Samuel Araripe, e trilhamos nos últimos meses uma curta amizade que prometia bons frutos, uma vez que o Dr. Jefferson era um grande admirador das artes, e sabendo que eu sou músico/pianista, conversávamos longamente sobre vários aspectos da música clássica, da qual ele era grande apreciador. Vai-se um homem de grande sensibilidade, e com uma folha de serviços prestados de valor inestimável para o Crato.


Dihelson Mendonça
Maiores informações serão divulgadas ao longo do dia no Blog do Crato.

Uma verdade inconveniente - por José do Vale Pinheiro Feitosa

De repente o centro de uma era de ouro do capitalismo entrou em crise. Era o ano de 2008 e um castelo de cartas ruía. Dizem que pela casa própria. Os empréstimos da casa própria. E diziam que o capitalismo era a cigarra da fábula, mas quem arriou foi a panela do formigueiro. Tudo como um filme de Hollywood. Assim meio mágico, um tanto ficção, um enredo de gananciosos executivos de Wall Street. Quando a Europa se deu conta, a conta recaíra sobre seu lombo. Isso mesmo, a velha e escolada Europa, aquela mesma que acabara de realizar o maior projeto político do pós guerra que foi a sua unificação. O Euro. Finalmente o Euro em face do dólar. Aquele mesmo do assalto de Bretton Woods, escancarado à luz do dia por Richard Nixon com a queda do padrão ouro nos anos 70.

E o mundo, no mesmo enredo ficcional que se prepare. Tudo de surpresa, com uma abertura em grande estilo, holofotes, um artista do Oscar contando piadas. Pois saibam todos que o mundo em 2009 vai diminuir sua atividade humana pela primeira vez em sessenta anos (conte isso: 1949). O produto dos países irá se reduzir: nos EUA estima-se 2,6%, no euro 3,2% e do Japão 5,8%. O crescimento do mundo periférico ao capitalismo avançado será refreado, inclusive havendo recessão no México (economia siamesa da americana). A Europa se prepare para suas fronteiras a leste: haverá uma queda geral.

E você aí sentando, lendo a Veja, pinçando a Veja com uma matéria muito simpática e completamente isenta sobre um filme do Che e da revolução cubana. E o Iraque meu irmão? E Israel com os palestinos? E o Paquistão com a bomba atômica? E o Afeganistão. Sem contar Irã, Coréia do Norte e uma parte substancial da África. Avalie a América Latina com redução de produtos, logo sobre nós os necessitados. Agora imagine um big stick à la Mister Theodore Roosevelt no lombo desta “porcaria” latina de bananeiros.

Enquanto alguns ainda comem é preciso recordar do Torresmo à Milanesa do Adoniran Barbosa: “É dureza João! É dureza João! É dureza João! O mestre falou/ que hoje não tem vale não/Ele se esqueceu/Que lá em casa não sou só eu”. Ou chegamos do outro lado da noite com uma nova política, uma nova economia e uma nova moral ou viveremos um grande eclipse civilizatório. E agora é preciso dar conta do diversionismo. Chega de a esquerda mundial permanecer numa mea culpa sobre si mesma, desviando-se do foco real que é a realidade do capitalismo tal qual como se desenvolve. A realidade não parou, se encontra em movimento, e todos foram desatentos com os sinais dos tempos. Sofreram a ilusão das cores no grande palco do neoliberalismo, daquela imensa abertura operística da globalização incontrolável, do encanto acrobático dos gênios das finanças.

É claro que sabíamos das intenções. Quem não via uma hegemonia ideológica em letras garrafais. Quem não sabia que aquela era uma visão de mundo, apenas uma e se pretendia científica e definitiva. Mas sempre foi assim: alguém ou algo sempre se imagina definitivo, até por autopreservação. E os gênios da física das partículas aplicando seus modelos infinitesimais para entender os derivativos financeiros? E todos acharam que aquilo era a realidade, uma supra-estrutura por sobre a economia real. A vida material das pessoas passava para o campo da ficção. E foi assim que eles anteciparam a crise.

Agora entendemos a crise do aquecimento global? Como ela foi tratada pelas vozes anglo-saxônicas? Quem viu o alerta inglês, assistiu ao filme de Al Gore, deve entender que eles já sabiam da crise. Que a atividade econômica iria diminuir que todos apertassem o cinto que em nome de uma realidade física do mundo, todos teriam que sofre o aperto da crise do capitalismo que se avizinhava. Ou será que na massa de dados existentes hoje no mundo, na capacidade enorme de processar informações, não se sabia que uma bolha geral ocorria? Isso é tão velho quanto, por exemplo, centenas de revistas sobre economia, desde a década de 80, alertando para os problemas americanos. Os problemas do derivativo são criticados há mais de década. Ainda mais depois de uma série de bolhas estouradas ao longo da mesma década.

As guerras americanas da era Bush, o retorno da dureza política, a tortura como instrumento, o controle social como ameaça, tudo isso eram sinais desta crise. Repito, engana-se quem pense que é apenas da economia. Ela é mais profundamente um grave problema político. Estamos na encruzilhada de um novo tempo, com uma humanidade mais entrecruzada, uma convivência plural mais acentuada, um mundo que sabemos finito e um progresso que ocorra com temperança. Necessitamos de novas relações humanas, com maior inclusão sobre o presente e as escolhas do futuro, com maior senso de solidariedade e de uma sistemática mais cooperativa.

É preciso se voltar rapidamente para a análise do cotidiano, para análise do mundo tal qual ocorre agora. Os efeitos de mídia e ficcional continuam sobre intensa atividade. Há uma grande vaga em busca da conquista de corações e mentes. Pelo menos uma é visível: os EUA não apenas tentam se salvar, mas de novo dar uma pernada, à la Nixon. Deixar a dívida com os outros e se tornar a grande “Meca” da absorção dos excedentes da produção mundial. Claro como o banco central da humanidade.

Por José do Vale Pinheiro Feitosa

Cariri cearense recebe mostra de países lusófonos


Fundação Casa Grande será palco para a Cariri das Artes dos Países de Língua Portuguesa, que terá recitais de músicos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Moçambique e Portugal, além de rodas de conversa com gestores de instituições culturais brasileiras, africanas e européias, mostra de vídeo e exposição de folhetos de cordel. Oficialmente, estamos em três continentes, em oito países. Somos lusófonos. Esta palavrinha, ainda estranha para muitos, quer dizer uma coisa bem simples: falamos português. Cada um, porém, à sua maneira. Assim, interessa a todos saber o que nos une e o que nos diferencia. Em busca de algumas destas respostas, músicos e gestores culturais representantes de cinco destes países estarão no interior do Ceará entre 12 e 16 de maio para a mostra Cariri das Artes dos Países de Língua Portuguesa. O evento será realizado no Teatro Violeta Arraes- Engenho de Artes cênicas, localizado na Fundação Casa Grande – Memorial do Homem Kariri, em Nova Olinda. Serão cinco dias com recitais musicais, palestras, exposição de cordéis e mostra de vídeo da TV Casa Grande.

Convidados

Em sua primeira edição, a mostra será voltada principalmente ao intercâmbio musical. Cantores e compositores apresentarão para o público um pouco da cultura de seu lugar. Ao mesmo tempo, farão uma imersão na região, em visitas às casas de mestres como Seu Raimundo Aniceto, da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto. De Angola, virá Filipe Mukenga, que recentemente gravou o disco “Nós somos nós” com Zeca Baleiro. De Moçambique, Stewart Sukuma. Cabo Verde será representado pelo jovem Vadú. Portugal nos presenteia com o som luso-brasileiro de JP Simões.
Brasileiros? Temos dos bons: Elizah e Paulo Brandão deixam o litoral carioca para uma sonora apresentação no sertão. Abanda e Os Cabinha (jazz e rock na lata) são pratas da casa: criados entre as centenárias paredes da Fundação, representam a força da música cearense.

Rodas de conversa

Na cadeia produtiva das artes, músicos dependem de gestores de centros culturais para desenvolverem seu trabalho. Para proporcionar essa aproximação, foram convidados representantes das principais instituições para esta aproximação. São eles: Edson Natale (Itaú Cultural), Dane de Jade (Sesc Ceará), Heniton Menezes (Banco do Nordeste), Mário Alves (ONG Etnia – Portugal) e Roberto Isaías (Rede Nacional para a Diversidade – Moçambique) e Janete El Haouli, (Casa de Cultura da Universidade de Londrina). Para começar, logo na abertura a linguista Ruth Monserrat apresentará uma palestra sobre as aproximações entre o português e as línguas indígenas.

Mostra de vídeos e cordel

Além dos tradicionais “100 Canal”, a produção da TV Casa Grande será apresentada ao público por meio de uma mostra, que selecionou cinco curtas-metragens sobre a região. Durante todo o período, o público também terá acesso a uma exposição com cerca de mil títulos de folheto de cordel, que representa de forma interessante o objetivo da mostra: afinal, nasceu em Portugal e encontrou sua casa no nordeste brasileiro. Um intercâmbio que deu certo – e já faz tempo.

Sobre a Fundação Casa Grande

A Fundação Casa Grande - Memorial do Homem Kariri é uma escola de gestão cultural localizada na cidade de Nova Olinda, no Cariri cearense. Artes, Memória, Comunicação e Turismo são as áreas de abrangência do projeto, que tem como objetivo a formação cultural e cidadã de crianças e jovens do sertão nordestino.

www.fundacaocasagrande.org.br

Maiores informações sobre a Mostra
www.mostraplp.wordpress.com

Enviado por: Tânia Peixoto


21-03-2009
Saúde do Crato promove caminhada de combate à dengue

A secretaria de Saúde do município do Crato estará realizando no próximo dia 25 de março, uma caminhada educativa de combate a dengue, no bairro Vilalta. A concentração está marcada para as 8h, no posto de saúde Dr. Raimundo Bezerra de Farias. Estarão participando do evento agentes do Programa de Saúde da Família - PSF, agentes comunitários e alunos da Escola Aldegundes Gomes de Matos. A Secretaria de Saúde do Crato ressalta que é de extrema importancioa a colaboração de toda a comunidade para que possa ser realizado um trabalho efetivo contra o Aedes aegypti.

Meio Ambiente do Crato inicia nesta segunda a Festa Anual das Árvores

O Governo Municipal do Crato através da Secretaria de Meio Ambiente e Controle Urbano - SEMAC, o Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente - COMDEMA e instituições parceiras convidam a comunidade cratense para participar da Solenidade de Abertura e programação da “Festa Anual das Arvores”. O evento faz parte do calendário oficial do estado tendo como finalidade difundir ensinamentos sobre a conservação das florestas e estimular a prática de tais ensinamentos, bem como divulgar a importância das arvores no progresso da pátria e no bem estar dos cidadãos. A abertura do evento acontecer, na próxima segunda-feira, 23, s 9h no Sitio Fundo com caminhada ecológica, onde haverá um momento de reflexo sobre nossas atitudes a partir do conhecimento dos aspectos histórico, paleontológico e preservacionista e em seguida Plantio da Braúna Árvore Símbolo do Ceará no ano de 2009. A “Festa Anual das Arvores” segue até o dia 27 de março seguindo a seguinte programação:

Dia - 24/03, As 19h, no Cine Teatro Salviano Arraes:

* Encontro com Representações de Segmentos Religiosos para Discutir Ações Compartilhadas na Área Ambiental:
* Apresentação de peça teatral “Os quatro elementos: Terra, Água, Fogo e Ar”;
* Construção Compartilhada de Ações Sustentáveis na Relação Homem-Natureza;
* Distribuição de material informativo.

Dia- 25/03, as 08h30min, no Sitio Baixio das Palmeiras - Crato

Palestra: “A água e a Importância da Mata Ciliar”

Plantio de Mudas Nativas

Dia- 26/03, as, 08h30min, no Lixo do Crato

Arborização de Parte da área do Lixo do Crato em Parceria com a Industria Ceramista

Dia - 27/03, s 19h00min no Centro Cultural do Araripe, no Largo da RRFFSA

Teatro de Rua

Uma Abordagem Holística Sobre o Meio Ambiente


Operação Tapa-Buracos é realizada em Crato

Está sendo realizada em Crato trabalho de recuperação de vias asfaltadas, através da Operação Tapa-Buracos. Uma das prioridades do Governo Samuel Araripe é manter as vias do município em condições boas de tráfego, principalmente nas área de maior fluxo de veículos. Ontem, o trabalho estava sendo realizado nas imediações do viaduto, no bairro São Miguel, na entrada do Crato. Em virtude das chuvas nos últimos dias é comum que a situação em algumas localidades do município tenha se agravado, mas a Secretaria de Infra-Estrutura tem se planejado no sentido de recuperar as localidades prioritárias. O prefeito do Crato, dentro do programa de asfaltamento do município, iniciado no ano passado, chegou a recuperar e asfaltar 96 ruas da cidade. São mais 14 a serem asfaltadas para concluir o programa de mais de R$ 7 milhões em investimentos, dando um maior aspecto urbanístico à cidade e melhorando o fluxo de veículos.

Programa de Aquisição de Alimentos será lançado em Crato, na segunda-feira, dia 23

A Prefeitura Municipal do Crato, por meio da Secretaria de Agricultura, irá lançar na próxima segunda-feira, às 9 horas, o Programa de Aquisição de Alimentos, que faz parte do Programa Fome Zero, do Governo Federal. O lançamento acontecerá no Teatro Municipal Salviano Arraes Saraiva, voltado para os agricultores familiares. O Programa do Governo Federal é uma parceria com administração municipal, no sentido de facilitar a vida do pequeno agricultor. Com ISS, também facilitará o escoamento da produção agrícola, possibilitando a negociação do pequeno produtor diretamente com a Conab para comercializar os seus produtos. Os alimentos serão repassados às escolas, para fazer parte do cardápio da merenda escolar. Cada agricultor poderá negociar até R$ 350,00, chegando a mais de R$ 3 mil por ano. O objetivo do Programa, conforme a assessora da Secretaria de Agricultura, a engenheira agrônoma Ana Lúcia Monteiro de Sousa, é efetivar a compra de toda a produção da agricultura familiar. Segundo a engenheira, todas as associações foram convidadas a participar da solenidade de lançamento do Programa e produtores das diversas localidades da zona rural do município. Com isso, mais renda será gerada para a vida dos pequenos produtores, trazendo desenvolvimento para o setor agrícola no município.

PREFEITURA MUNICIPAL DO CRATO:
Assessoria de Imprensa
Contatos: cratoimprensa@gmail.com
Telefone (88) 3521.7069


A merenda escolar - Por: João Paulo Fernandes


No Brasil, quem executa o repasse de verbas para a merenda escolar das crianças da escola pública é o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O ministério da Educação tem um programa para isso. Se chama Programa Nacional de Alimentação Escolar (pnae). Só em 2009 serão 2,02 bilhões de reais a serem repassados. Mas quem não presta contas, não pode continuar a receber o dinheiro para a compra da merenda escolar.

Infelizmente tem prefeito que não presta conta do dinheiro da merenda escolar! Nem disso!

No estado em que resido, eis a lista das cidades que vão ficar sem o repasse, por não prestarem contas:

1) Alto Santo
2) Amontada
3) Aratuba
4) Baturité
5) Capistrano
6) Cariús
7) Catunda
8) Coreaú
9) Croatá
10) Farias Brito
11) General Sampaio
12) Granja
13) Granjeiro
14) Ibaretama
15) Ibiapina
16) Irauçuba
17) Madalena
18) Marco
19) Martinópolis
20) Milagres
21) Palmácia
22) Pedra Branca
23) Quiterianópolis
24) Quixeramobim
25) Saboeiro
26) Santana do Cariri
27) São Luis do Curu
28) Tabuleiro do Norte
29) Trairi
30) Ubajara

As cidades que grifei são relativamente próximas de onde eu resido.

Ao total, 30 cidades sem repasse de verbas para a merenda por causa da falta de prestação de contas. Nesse período que não receberão o repasse, as prefeituras terão que arcar com as despesas. Depois, se comprovarem os gastos, receberão o dinheiro.

E no Brasil todo tem 865 cidades na mesma situação.

Adivinhe para quem vai sobrar o pato? Quem vai ser prejudicado?

Fonte: http://darlanreis.blogspot.com/



Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30