xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 14/03/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

14 março 2009

Um brinde à amizade - (em visita à casa de Pachelly Jamacaru) - Por: Claude Bloc

Hoje o dia amanheceu diferente. O sol abriu seus braços sobre o Vale do Cariri, acrescentou-lhe cores, luzes e pela serra, todas as matizes de verde e de azul espalharam-se acaloradas de alegria, colhendo sorrisos.
.A manhã correu depressa... Meio-dia logo chegaria. O tempo embalava a ansiedade e apagava a espera...
.Subiu-se pela estrada. Curvas aninhavam lembranças. A trepidação do carro anunciava que a subida era íngreme e que a chuva deixara marcas no asfalto. Mais uma curva. Outra Ladeira. Plantas verdejantes. Flores... Cheiros de mato. O portão aberto. A acolhida.
.Foi assim que chegamos à casa de Pachelly Jamacaru. Lá nos aguardava um delicioso baião com pequi e outras delícias que a dona da casa (Socorro) nos oferecia. Um dia perfeito em que a gentileza e a simplicidade do casal foi a maior festa.
.Amizade colhida num cenário que só nós do Cariri sabemos entender... À luz da serra!
***
.
O Artista (Dihelson)

A convidada... (Claude)

O anfitrião - Pachelly Jamacaru
.
Abidoral: a consciência do mundo da tribo Kariri

A harmonia e a alegria de Fanca e Roberto Jamacaru

Uma janela olhando o vale

Uma nesga do Crato visto do alto

Um alvo, olhares buscando a serra
E, de repente, o tempo passa...
E a saudade vai chegando de mansinho ...

***
Fotos e texto por Claude Bloc

Eloi Teles de Morais - Por A. Morais

Embora registrado no Crato, o que poucos sabem é que o jornalista, o poeta, o advogado, o radialista mestre Eloi Teles nasceu no sitio Baraúnas município de Várzea-Alegre. Sua graça, seu humor, sua alegria são herança da terra de papai Raimundo.
No governo militar, sob os auspícios da Revolução de l964 o Eloi foi preso. Imaginem: preso como subversivo, como comunista, como uma ameaça a pátria. Na solidão da prisão fez este versinho bem oportuno e sábio:
Cadeia, estas tuas grades
Prendem o meu corpo revolto
Porem tu não sabes cadeia,
Que o meu ideal está solto!
Postado por A. Morais

ESTRADAS DO MEDO


Em uma viagem recente à Fortaleza, de ônibus, refleti mais uma vez sobre a triste realidade social à que estamos fadados e o quanto não fazemos nada, ou quase nada, para mudá-la. Na semana anterior à minha viagem, acompanhei na imprensa as notícias da nova onda de assaltos, num total de 04(quatro) em menos de 07(sete) dias, aos ônibus que fazem a linha Juazeiro do Norte - Fortaleza, pela estrada estadual CE-060, vulgo “estrada do algodão”. Todos ocorridos no mesmo local, nas proximidades de Iguatu numa localidade denominada “vinte”. Bandidos armados, e motorizados, fazem com que o motorista do ônibus se dirija a um local ermo, onde os comparsas aguardam para fazer o “arrastão”. Deprimente, horrorizante, e acima de tudo, inaceitável! Este crime se repete ano a ano, mês a mês, no mesmo lugar! Isso é um absurdo! Como pode? É incompetência das autoridades tidas competentes do legislativo, judiciário ou executivo? Deixo o julgamento por sua conta. Sugiro aqui uma abordagem diferente, de que somos vítimas de um crime bem maior, o de corrupção envolvendo parte da indústria automobilística e muitos políticos que governaram e governam este país. Encontro aqui a oportunidade para falar dos nossos transportes urbanos, ou de como a indústria dos transportes rodoviário e aéreo, no Brasil, foram favorecidos em detrimento do ferroviário.

Apesar do forte investimento na criação de aeroportos, desde o surgimento do transporte de passageiros, o setor aéreo tem passado por maus momentos, a exemplo dos “apagões”. Os usuários têm, muitas vezes, de esperar horas à fio por um vôo, e até mesmo conformar-se aos não raros cancelamentos. A outra possibilidade é contar com o transporte rodoviário. Milhões de carros, motos e caminhões, fabricados exclusivamente por empresas estrangeiras, que cruzam as estradas e vias brasileiras. Neste setor temos um sistema de ônibus municipal, inter-municipal e inter-estadual onde não é rara a formação de cartéis. Para atender a uma parcela da população privada destes serviços, inventaram por aqui dois arranjos os: “moto-taxi” e as “lotações”. Perigosos, e até hoje não regulamentados, põem em risco diariamente a vida de seus usuários e dos outros motoristas. Mas por que não temos trem? Países desenvolvidos estão trançados por trilhos repletos de linhas e paradas de trem. Carros e ônibus? Para ir trabalhar ou viajar? Como dizemos por aqui: ”Só se for o jeito!”. Transporte barato, pontual, rápido e confortável lá, são os TRENS!

Desde a implantação das primeiras malhas ferroviárias no Brasil, era clara a estratégia de fortalecimento da indústria automobilística. Propositadamente, as bitolas dos trilhos eram diferentes, de estado para estado, evitando assim a integração da rede. O comprometimento dos “governantes” com seus financiadores de campanha, fez com que, ininterruptamente, recursos dos orçamentos públicos fossem investidos na construção de estradas e no asfaltamento das vias, ao tempo em que impediam as ações de crescimento e modernização das nossas mal amadas ferrovias. E não me venham dizer que temos trem... dois vagões? Uma via entre duas cidades? É muito, muito, pouco! A menos de 50(cinqüenta) anos era possível viajar, de trem, de Crato à Fortaleza e de lá a diversas cidades do interior do Ceará. Regredimos! Precisamos interessarmo-nos em conhecer, um pouco mais, sobre este meio de transporte tão popular há décadas em todos os países mais desenvolvidos, por suas qualidades incontestáveis. Precisamos de soluções urgentes, para as graves questões dos transportes aéreo e rodoviário, a exemplo da insegurança nas estradas e da regulamentação dos transportes alternativos. Entendermos as vantagens e desvantagens de cada sistema, pode vir à ser o caminho para cobrarmos melhoramentos que refletirão positivamente na nossa qualidade de vida e na das gerações que nos seguirão.


Dimas de Castro e Silva Neto

Engenheiro Civil, Mestre em Gerenciamento da Construção
pela University of Birmingham e Professor do Curso de Engenharia Civil da UFC Cariri

Deputado Ely Aguiar vê com Otimismo e Desconfiança os rumores de Petróleo no Cariri...


Nota do Blog do Crato: Conversando com o Deputado Ely Aguiar sobre as últimas notícias relacionadas às pesquisas de petróleo no Cariri, e mais particularmente no município de Crato, o Deputado vê com um misto de otimismo e desconfiança todo esse movimento em torno do chamado "CaririPetro", mas apoia totalmente a idéia e diz que até por obrigação e dever como parlamentar e cratense, deseja se incorporar ao movimento. Só espera que isso não se transforme para alguns em pura demagogia. Ely lembra também que esses rumores são antigos. Assim nos escreveu Ely Aguiar:

"Lembro-me que quando trabalhava na rádio Educadora houve rumores sobre a existência de uma bacia petrolífera no Cariri. Foi uma euforia danada e os jornais da capital, O Povo e Tribuna do Ceará deram destaque. Um avião, cheio de equipamentos, não sei de da Petrobrás ou da FAB foi enviado, fez umas fotos e nada foi informado, tudo caiu no esquecimento. Houve comentários que o petróleo poderia existir, todavia, pela quantidade não seria viável a sua exploração. Agora, o assunto volta a ser explorado. Acho que deve haver uma mobilização das lideranças da região para um estudo mais aprofundado e que a opinião pública tome conhecimentio do resultado final. Eu inclusive, por obrigação e dever, quero me incorporar ao movimento. O que é bom para o Cariri é bom para todos nós. ( Ely Aguiar )."

Por: Deputado Ely Aguiar

Reportagem: Dihelson Mendonça

Previsão do Tempo para Hoje, Sábado, 14 de Março de 2009

Ontem não choveu no Crato, como o Climatempo havia previsto, mas caiu o maior toró em Barbalha. Parece que o Climatempo está errando por uma questão de Kilômetros... vamos ver hoje como fica:


Fonte: Climatempo

Dia do Poeta destaca homenagem a Patativa do Assaré - Por: Antonio Vicelmo


RAPADURA CULTURAL

Clique para Ampliar

Grupos de reisado constam na programação definida para hoje, que destacará Patativa do Assaré e também Cego Aderaldo (Foto: Antônio Vicelmo). No Cariri, o Programa Rapadura Cultural promove a valorização das diversas expressões de arte na região. Crato. Reisado, banda cabaçal, repentistas e recital de poesias fazem parte da programação a ser cumprida hoje, Dia do Poeta, pelo Programa Rapadura Cultural, em homenagem a Patativa do Assaré no âmbito das comemorações dos 100 anos de nascimento do trovador, que nasceu no dia 5 de março de 1909 e morreu no dia 8 de julho do ano de 2002. O Programa, a ser realizado na Praça Siqueira Campos, a partir de 8 horas, objetiva, segundo destaca o professor Jorge Carvalho, fortalecer a memória de Patativa do Assaré, divulgar a sua obra, estimular os artistas populares a ocuparem as praças e feiras, disseminarem a beleza de sua arte e evidenciarem sua importância no contexto de formação cultural do povo, contribuindo no fortalecimento da auto-estima do povo cratense e caririense, a partir da valorização e reconhecimento das tradições culturais e da memória histórica. “Homenagear Patativa do Assaré no transcurso de seu centenário é, antes de tudo, uma obrigação daqueles que reconhecem o valor de sua obra e sua contribuição à cultura popular cearense e brasileira”, justifica Jorge Carvalho. Para o professor Antônio Carlos Araújo, é neste sentido que o Programa Rapadura Cultural vem cumprindo com maestria e dedicação a “hercúlea missão de erguer em boa altura o pendão da cultura popular, devendo, portanto, ser reconhecido e apoiado em suas ações”. Ele acrescenta que o Programa Rapadura Cultural, criado e dirigido pelo professor e folclorista Jorge Carvalho, já conta com quase 10 anos de ininterrupta ação de resgate, defesa e divulgação dos valores regionais, especialmente daqueles artistas do povo que seguem fora da grande mídia e dos grandes eventos.


Filhos do Cariri

Patativa, segundo Araújo, foi um dos ícones desses valores. Ele lembra o programa especial que é realizado todos os anos, no dia 14 de março, Dia do Poeta, com o título de “Aderaldo a Patativa”, uma homenagem aos dois poetas caririeneses. Aderaldo Ferreira de Araújo, o Cego Aderaldo, nasceu no Crato, no dia 24 de junho de 1878. Logo após seu nascimento, mudou-se para Quixadá, onde se tornou famoso em todo o Brasil como repentista. São dois filhos do Cariri com histórias de vida parecidas, ou seja, sempre marcadas pelo sofrimento. Mesmo assim, ambos conseguiram superar as adversidades e projetar os seus nomes por todo o Brasil. Surgido da alma popular em forte inquietação, o Programa Rapadura Cultural, já conta com quase 10 anos de ininterrupta ação de resgate, defesa e divulgação dos valores regionais, especialmente dos municípios cearenses. Tece, nas praças, a identidade regional, a partir das mais legítimas manifestações da cultura popular, aglutinando seresteiros, folguedos, cordelistas, forrozeiros, compositores, mamulengueiros, palhaços, poetas marginais, gente humilde que contam e fazem história, cada um a seu modo.

Por: Antonio Vicelmo
Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Arre, Estou Farto de Semideuses! Onde é que há gente no mundo ? - Homenagem ao Dia do Poeta

O Blog do Crato faz uma pequena homenagem a todos os poetas pela passagem do seu dia, e traz essa obra-prima da literatura: "Poema em linha Reta", do grande e imortal Fernando Pessoa ( em seu heterônimo Álvaro de Campos ). Um clássico da literatura universal:


POEMA EM LINHA RETA

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó príncipes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

Fernando Pessoa

Hoje é dia do Poeta - A CONCEPÇAO DA VIDA NO ENVELHECER DA CASA - Por: Wilson Bernardo


O envelhecer de antigas feições
Mormaços umedecidos de tempos
Esquecidos
Antigas paredes que se desfaz
Em moradias consumidas rugas.
O templo rejuvenescido na espera
Dos prazeres
Confidenciais na esperança
De fronhas engomadas na goma
Das colheitas invernadas em sacrilégios.
Abençoadas senhoras colhedeiras de astúcias.
Na colheita dos afazeres grãos
A casa adormece a velhice de paredes
Construídas de confidencias concebidas
Na carne que semeia posteridades.

Wilson Bernardo

Atacadão Carrefour - Cobertura Fotográfica - Por: Wilson Bernardo



Dsc_0425


Dsc_0432


Dsc_0440


Dsc_0478


Dsc_0459


Dsc_0465


Dsc_0441


IMG_0371a


Fotos: Wilson Bernardo e Dihelson Mendonça

14-03-2009
Mobilização Social disponibiliza informações sobre dengue e DST´s para a comunidade

Na manhã de ontem técnicos do setor de Mobilização Social da Secretaria de Saúde do Crato, Rosemira Cláudia e Francisco Erivaldo Rodrigues, estiveram no Colégio Pequeno Príncipe, onde disponibilizaram informações sobre dengue para os professores da instituição. Amanhã, domingo, 15 ás 19h, a equipe da Mobilização Social estará promovendo palestra sobre dengue na Igreja de São Sebastião (Caixa D’água). Já no dia próximo dia 20, as 8h a palestra será sobre dengue e DST’s no Projeto ABC Comunidade do Alto da Penha, em parceria com o Lions Clube.

Cultura do Crato e programa Rapadura Cultural comemoram o centenário de Patativa do Assaré

Hoje pela manhã na Praça Siqueira Campos, dentro do programa Rapadura Cultural um representante da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude, entregará diploma de honra ao mérito ao secretário de cultura de Assaré, dentro das comemorações do centenário do poeta Patativa do Assaré.

Ação Social do Crato continua realizando o cadastro do projeto de Ações Sócio-Educativas a Família

O governo Municipal do Crato, através da Secretaria de Ação Social, comunica a todos os munícipes que está continuando o cadastro familiar do Projeto ASEF- Ações Sócio-Educativas a Família com crianças de 0 a 6 anos, nas creches dos bairros e distritos da cidade. Próxima segunda-feira, dia 16, na Creche Clotário Ribeiro, na Vila São Bento, no CEI da Vila Padre Cícero, na Creche São José na Ponta da Serra, na Creche Santo Inácio, em Monte Alverne e na Creche Raimundo de Sousa Sobrinho em Dom Quintino. É importante salientar que o cadastro será feito nos períodos manhã e tarde.

Fundação e URCA vão iniciar trabalho de inventário dos Museus do Crato

A Fundação Cultural J.de Figueiredo Filho, com apoio da Universidade Regional do Cariri (URCA), iniciará na próxima segunda-feira, dia 16 de março de 2009, o Processo de Inventário do Acervo do Museu Histórico, coordenado por Alessandra Bandeira e Museu de Arte Vicente Leite, coordenado por Rosana Xenofonte. Esse trabalho contará com 26 estudantes do curso de História- URCA. O inventário é de suma importância já que nunca foi realizado nenhum trabalho nesse sentido. Com esse inventário, a Fundação espera melhorar o atendimento, com informações importantes sobre o acervo junto ao público, fundamentando e valorizando ainda mais as peças existentes nos museus, que contam a história da cidade e dos artistas. Os estagiários aprovados para realizarem o trabalho são os seguintes:

01 Soraia Santos Barbosa
02 Emmanuela Harakanara
03 Cícero Edinaldo dos Santos
04 Janaína Fernandes de Souza
05 Luiz Ozélio de Queiroz Damasceno
06 Adriana de Freitas
07 Julliane Gama dos Santos
08 Marilyn Ferreira Machado
09 Sara Cavalcante Moreira
10 Maria Jarciária de Figueiredo Martins
11 Melina Hianina Duarte Homem
12 Francisca Jussara Maroto
13 Marilena Máximo de Freitas
14 Rosana Pedralino Batista
15 Jaqueline Oliveira Lima
16 Vanderlânia Soares de Sá
17 Cícero José Alleci Baratta Pinheiro
18 Mª das Dores da Silva Medeiros
19 Luiz Soares da Costa Neto
20 Débora de Morais Esmeraldo
21 Aurineide Bezerra Alves
22 Edvânia Ferreira Galvão
23 Tiago Honorato dos Santos
24 João Eudes Alcântara
25 Francisca Rizaneide de Araújo
26 Fábio André Barros Silva Postado por Alessandra Bandeira

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Crato (CE) 14 de março de 2009
Fone- (88) 3521.9600


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30