xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 04/03/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

04 março 2009

Passarim - Por: Dr. José Flávio Vieira

Não carecia ciência de ornitólogo, quem dele se aproximasse perceberia imediatamente: não se tratava de um pássaro qualquer.Pequenino e sorrateiramente fosco, suas penas não se tingiam com o multicolorido dos sofreus, o bico minguado perdia facilmente, na força e na agudeza, para o da graúna, a cabeça não carregava cocares de galo campina e as asas, enganosamente, não tinham lá grande envergadura.Até uma das expressivas pupilas da ave parecia embaçada e imóvel e uma das patas( atingida por um dos bodoques do destino) já não conseguia agarrar o galho em feitio de visgo. Um pássaro não se faz de penas,de bicos, de asas e de cores ? O que havia de especial naquele ?Ah aquele pássaro era definitivamente único ! Não bastasse o canto mavioso que ecoava de dentro daquele peito frágil : Um canto que despertava a caatinga e fazia eclodir as flores do bugari! Um canto que, nascido em meio à fragilidade e à leveza , se amplificava , estranhamente, nos corações e mentes de todos aqueles a quem tocava ! Não bastasse tudo isso, aquele canto tinha o mágico poder de destruir as talas de todas as gaiolas do mundo.Quem o seu trinado tocasse, como num estralo de hipnotizador, despertaria para as injustiças e desigualdades da selva. Era como se musicalmente ensinasse : não importam as dimensões das asas, mas, sim, a ânsia de voar e que todos têm o direito divino de sorver das belezas da caatinga e do pomar; das lições da fome e da barriga cheia.
Era assim aquele pássaro. Os meninos logo aprenderam chamá-lo de Passarim .Nunca cobrou cachê quando seu canto embalava o mundo.Talvez , na sua profunda simplicidade, sentisse que o canto, em verdade, não lhe pertencia. A ave fazia-se, apenas, mero instrumento: quem dedilhava aquelas cordas e arrancava a música etérea eram as mãos de Deus.Possivelmente por isso mesmo, aos poucos, foi percebendo que sua música refletia-se nas serras, nas árvores, nos barrancos e escorria entre as águas dos rios e o fragor das cascatas : era já como se toda natureza cantasse!E já não se fazia necessários novos gorjeios, o mundo todo embebia-se de sua música que, como um eco, percorria campos e cidades.
Percebeu-se então, no enebriamento musical , que o mundo todo era sim uma grande gaiola e que o trinado do pássaro teve a força de destruir uma por uma as tariscas da imensa prisão. Já se podia ver a redoma do firmamento sem os limites das talas. O pássaro deu-se por satisfeito e voou em procura do infinito: morada de todos os pássaros e descanso de todos os poetas.O mundo nunca mais foi o mesmo depois que abriu os ouvidos e o coração para que por eles entrassem o doce , forte e libertador canto do PATATIVA.

Por: J. Flávio Vieira

Crato Vence e Convence! - Por: Amilton Silva



O Crato aplicou uma goleada na noite de ontem (03), na equipe do Trairiense por 4 X 0.O jogo foi realizado no Mirandão, e o azulão que vinha de um empate em 2 X 2 contra o Aracati, desta vez jogou uma excelente partida e assumiu a liderança da segundona com oito pontos ganhos. O primieiro tempo terminou com a vitória do Crato por 1 X 0, Tento marcado pelo jogador Assizinho aos 26 minutos. Na segunda etapa o time do Crato voltou arrasador e marcou mais 3 gols atraves de Paulo Sérgio e Wesley duas vezes. O público que geralmente se faz presente naquela praça de esportes em grande número, desta feita foi pequeno em virtude da chuva que caiu durante à tarde e início do jogo. Estivemos presente no domingo no Mirandão, e a torcida estava reclamando do preço dos ingressos. Em se tratando de jogo de segunda divisão, o ingresso na social estava sendo vendido a R$ 8,00, e na geral a R$ 4,00. O Crato volta a atuar na competição no próximo domingo contra o São Benedito, na cidade de São Benedito às 15:30h.
Outra partida foi realizada ontem no Romeirão em Juazeiro, o Guarani venceu de virada o Aracati por 3 X 2. Com o resultado o Guarani soma 8 pontos ganhos na competição e assume a segunda posição, perdendo para o Crato no saldo de gols.

Copa Libertadores

O Palmeiras decepcionou a torcida que compareceu na noite de ontem no Palestra Itália, e foi derrotado pelo Colo Colo do Chile por 3 X 1. O Colo Colo atuou boa parte do segundo tempo com um jogador a menos com a expulsão de Meléndez. Com a derrota a situação do Palmeiras na Libertadores se complica ,pois, o Verdão obteve sua segunda derrota e é o lanterna do seu grupo.

Texto e Fotos: Amilton Silva - Editor de Esportes do Blog do Crato



VI CARIRI FRUTAS - Por: Amilton Silva


Será realizada nos dias 05,06 e 07 de março, no Parque de Exposição Pedro Felício Cavalcante, em Crato, a VI Cariri Frutas.

Programaçao Dia 05

18:00h Abertura
19:00h Palavra Oficial: Frutas uma alternativa sócio-econômica
19:30h Visita aos expositores e espoxitoras
20:00h Apresentação Cultural
21:00h Forró Pé de Serra

Durante a semana divulgaremos a programação dos outros dias

Por: Amilton Silva - Editor de Esportes do Blog do Crato
Foto: Website - http://www.radiocacique.am.br

Homenagens a Patativa no Centro Cultural Banco do Nordeste.

João do Crato e Luciano Carneiro homenageiam o imortal Patativa do Assaré.





Fotos: Pachelly Jamacaru
"Direitos reservados"

Notícias de Paracuru - por José do Vale Pinheiro Feitosa

A praia chove. A vida se multiplica aos milhões. As folhas se desdobram em diferentes verdes. Alguma floração. O arenoso do solo se recobre de um manto verde que apenas um nordestino entende. As margens das estradas estão plenas de pequenas poças. Tanto “pê” tem esta paisagem que minha postura não seria o silêncio, mandar notícias de Paracuru para o Crato se impôs.

A primeira notícia. Se o tempo aqui fosse sempre chuvoso quanto na Amazônia, tudo seria tedioso e igual. Somos este ser abismal, entre o árido e a abundância, pois nem somos do deserto e nem dos vales eternamente férteis. Somos um povo de vários mundos. Um açude cheio no inverso é ocioso, pois a água se empoça em tantos lugares. Aquele restolho de água na bacia ressequida do açude em plena seca é uma necessidade extrema. É o último recurso para no território peitosermanecer.

A segunda notícia. A praia no inverno é um contratempo para veranistas em busca dos raios do sol. Em Paracuru, para um cearense dual, é uma oportunidade de varanda. Um papo, um queijo de coalho, uma bicada na pinga, uma conversa fora, um tempo com Sofia. Ela se encontra aqui, com os pés como se tateasse os passos da postura bípede. O inverno é a “internalização” de nós em nós mesmos. Por isso os sertanejos tanto cultivam o legume quanto a presença de um em face do outro.

A terceira notícia. Poetas, seresteiros, namorados, abram os braços para a vida. Não existem limites, ao que se saiba, paro os pingos das chuvas. Como chuvas não se reduzem apenas a molhar e inundar. Completando a volta, poetas, seresteiros, namorados, vamos ao canto, ao encanto, sem perguntas e sem vergonhas. Inverno não se multiplica escolhendo. Ele é exuberante, exatamente por tantos pingos, tantas poças, tanta poesia, lembranças e cultivo de nossas lembranças.

A quarta notícia fica para outro dia. Tenhamos todos um dia multiplicado.


Por José do Vale Pinheiro Feitosa

Humor (Rápido) - Por: José Nilton Mariano Saraiva

1) O Casal Apaixonado

Depois da “cervejada” com os amigos, após o expediente, o marido, ao chegar em casa no final da noite, diz à mulher, que já estava deitada:
-Querida, eu quero AMÁ-LA.
A mulher, que estava quase dormindo, com a voz um tanto quanto pastosa e embolada, responde:
-A MALA ??? Ah, não sei onde está, não! Use a mochila, que está no maleiro do quarto de visitas.
-Não é bem isso querida, hoje vou AMAR-TE, retruca o alegre marido.
-Por mim você pode ir prá Júpiter, Saturno, Plutão, à PQP, desde que me deixe dormir em paz... “seu brocha”, retruca a espôsa, não muito amistosa, encerrando de vez o papo.

2) “Maria Gasolina” e sua Paixão por Carros “Multimarcas”

Vem "Ka", meu "Diplomata"; Dá um "Cherokee" no meu cangote.
Vem "Logus"; você sabe que eu gosto de você às "Pampa".
Cadê seu "Palio"; deixa eu ver o seu "Picasso".
Mete seu "Corolla"; eu sei que você "Dakota" do recado.
Vem que esse meu "Mitsubishi" é "Parati".
Você não imagina o "Quantum" eu quero "Dart", seu “Besta" !!!
Ai amor, como você me eleva e me o“Fusca"; Vem cá meu "Gordini".
Me coloca esse teu "Supermini" que eu te dou um "Premio".
Ai amor, "Kadett", que não tou te achando? Ah, achei, taquí...taquí...
Mas olha, vai "Variant", viu? Porque todo dia do mesmo "Tipo”, dá um "Tempra"!
Agora "Pointer Turbo", que eu quero sentir esse "Galax" no meu "Escort".
Vai, em "Fiat" toda essa "Pick-Up" no meu "Courrier" !!!
"Uno, Uno, Uno" !!! Ai, "Comodoro, Comodoro".
Tá doendo, mas vai "Passat", não pára. Continua "Xsara".
Anda, me "Kombi"! Agora eu quero na 'Xantia".
Vai... "D-10, D-20, D-30"!
Bem forte, de frente, de "Corsa", de "Lada".
Isso, amor, "GM, GM, GM", vai, vai!
Você é meu "Omega"; sou a sua, "Verona" !!!
Me abraça, me beija, me "Ford". Acaricia minha 'Caravan".
Me chama de “Perua", porque "Oggi" tudo é "Fiesta".

3) Os “Paninhos”

Afinal, por que toda essa “onda” ???
Se São Paulo, uma cidade mixuruca e sem importância daquelas, tem o seu PCC ( Primeiro Comando da Capital ), por qual razão Juazeiro, uma cidade importante e conhecida no mundo todo, não pode ter o seu PPC ( “Paninhos” do Padre Cícero ) ???

Autores: Desconhecidos
Postagem: José Nilton Mariano Saraiva


"Sou Paciente" - Por:Socorro Moreira


Manhã neblinosa. Entro no blog do Crato e a Rádio Chapada manda ver um dos chorinhos , que eu mais gosto :

" ...Sou paciente

Fico esperando

Fico pensando , meu amor

Quando te vejo

Que bom seria , se você...

Pudesse me compreender ...!

Mas, me diga Dihelson , como é o nome desse choro ?

O nome do meu choro tem parentesco com a paciência. Ele espera o que não chega. Deseja o que não alcança.Mas é tão consciente das suas limitações, que chora apenas uns ais por semana...Não chora aos "borbotões".

O Crato está ensopado das águas do céu.Os dias assim são mais calmos, nostálgicos e poéticos.

A poesia não chega arrumada, como se fosse a um baile de formatura. Às vezes ela chega intimidada, de pés descalços e semi-nua.

Estou viajando por uns dias ... Vou buscar novos ares, novas vistas. Levo um caderninho para anotar tudo aquilo que eu não fotografo, para ficar na memória.
Minha avó é quem dizia: "Quem não tem paciência não se salva".
E eu digo :
O recém-nascido parece que não tem pressa para crescer; o idoso parece que não tem pressa para morrer.
Eu tenho pressa de viver !


Um abraço aos amigos.
Socorro Moreira

Patativa do Assaré- Ave Poesia - Por : Joaquim Pinheiro Bezerra

Foi lançado comercialmente ontem (02.03) o premiado documentário produzido e dirigido por Rosemberg Cariry sobre o poeta de Assaré. O local foi a sala de projeção nº 6, da UCI Ribeiro, no Shopping Tacaruna. Após a exibição, o cinema abriu espaço par debate com Rosemberg Cariry.
O evento foi aplaudido no final da exibição do DVD e os aplausos se repetiram durante e no final do debate. Na oportunidade, Rosemberg explicou que escolheu o Recife para o primeiro lançamento fora do Ceará pelas ligações afetivas que Patativa tinha com o Estado, principalmente em função dos laços com Miguel Arraes. Salientou que o trabalho enfoca mais a ótica política, mas Patativa era tão genial que ele tem material para fazer vários documentários enfocando meio ambiente, questões agrárias, sertão ou mesmo destinado às crianças.
O diretor afirmou que a morte de Patativa, pela comoção que causou nos cearenses, lhe deu convicção de que o trabalho deveria ser levado adiante. Na sua opinião foi o único poeta brasileiro a não morrer na solidão. Seus últimos dias foram acompanhados por muita gente. As pessoas chegavam em excursões, ônibus lotados, para visitá-lo. Garantiu que o Poeta de Assaré não foi apenas reconhecido em vida, mas mitificado. A repercussão do lançamento foi tão positiva que a fita, inicialmente programada para ficar em cartaz apenas um dia, será exibida durante a próxima semana.

Por: Joaquim Pinheiro Bezerra

Previsão do Tempo para hoje, Quarta-Feira, 04 de Março de 2009


Fonte: Climatempo

Carta do Leitor sobre a TV DIÁRIO - Por: José Reinaldo da Silva

O SILÊNCIO DA OAB e dos JORNALISTAS SOBRE O CASO "TV DIÁRIO"


Caro Dihelson Mendonça,

Resido no Pará, mas adoro o querido estado do Ceará, como sabes (pois já enviei a este blog um comentário a esse respeito) e sempre que posso, dou um pulinho nessa terra querida, especialmente na região do Cariri que tanto amo. Dentre as coisas que mais gosto no Ceará, posso citar este blog, que leio diariamente, e a TV Diaŕio, que também acompanhava diariamente sua programação, mas estou profundamente triste e ao mesmo tempo pasmo com a decisão arbitrária da TV Globo em retirar o sinal da TV Diário da parabólica, deixando nós nordestinos que moramos fora do estado sem esse valioso meio de comunicação e entretenimento único no Brasil transmitindo o jeito cearense de ser. Fico pensando como é possível que um conglomerado empresarial do porte do Grupo Edson Queiroz se deixa dominar de maneira tão mesquinha sem nada fazer? Não, isso não está certo! A Globo tem todo esse poder sobre os meios de comunicação no país? Sinceramente não dá para acreditar que vivemos numa ditadura imposta por essa emissora que tem o BBB como uma das coisas mais criativas. Agora o que me incomoda mais ainda é o silêncio do sindicato dos jornalistas, OAB, MP e outros órgãos que têm poder para acabar com essa atitude que galopa na contra-mão da liberdade de expressão e nada fazem. Será que nem os funcionários vão reagir? Vão engolir de joelhos esse absurdo contra seus empregos? Não isso não pode está acontecento, me custa acreditar que este pesadelo seja real.

Abraços a todos do meu querido estado do Ceará.

--
Reinaldo
Santa Luzia do Pará, PA

CRATO - Cidade se enfeita para festejar centenário de Patativa do Assaré


Festa de Patativa

Crato. A cidade de Assaré transformou-se num poema em homenagem a Patativa. As ruas estão enfeitadas com faixas, cartazes e baneres com trechos das poesias e fotos do seu filho ilustre que, se fosse vivo, estaria comemorando 100 anos de vida. Um ônibus do Serviço Social da Indústria (Sesi) com um acervo bibliográfico, brinquedos, e equipamento de áudio visual, percorre os bairros e distritos de Assaré, oferecendo às comunidades cultura e lazer. Ontem, as apresentações teatrais foram feitas no distrito de Genezaré, enquanto os filmes foram exibidos no bairro de “José Dodó”. No Memorial, foram realizadas palestras com Plácido Cidade Nuvens, professor B.C Neto, cineasta Rosemberg Cariry, professor e poeta José Jesus Leite e agricultor e poeta Geraldo Gonçalves. À noite, foi promovido o Festival de Cantadores e Repentistas, seguido de lançamento de livros e shows com Ítalo e Reno, Dorgival Dantas, Kaninana do Forró e Açaí com Rapadura.

O sonho de Patativa, que em seus poemas defendeu uma sociedade igualitária e o acesso do povo às políticas públicas, está sendo realizado agora. “É impressionante a participação popular”, diz Isabel Gonçalves, neta do poeta. Patativa sempre viu a necessidade de justiça e de igualdade. Foi um poeta social voltado para a observação do universo e mazelas do homem simples. O sofrimento, o heroísmo, o êxodo rural e a saudade da terra natal, a preservação da tradição, a valorização da natureza, o agreste, o semi-árido são temas que sempre foram cantados em versos por Patativa do Assaré. Amanhã, data do aniversário de Patativa, a programação será aberta às 6 horas, com alvorada festiva pelas ruas centrais da cidade, queima de fogos e Banda de Música Manoel de Benta. Em seguida, café literário de artistas, professores e a família do poeta.

A partir das 9 horas, a programação será deslocada para a Serra de Santana, com a inauguração da Casa onde nasceu o poeta, que foi restaurada, com a presença do prefeito Evanderto Almeida, do vice-governador do Estado, Francisco Pinheiro, o secretário da Cultura do Estado, Auto Filho, o secretario municipal de Cultura, Marcos Salmo, artistas e comunidade. O acesso para a Serra de Santana, que foi interrompido em conseqüências das chuvas, está sendo recuperado. A Secretaria de Cultura do Estado fará a entrega de 3.500 livros à Biblioteca Pública Municipal João Bantim de Souza. Cantoria festiva em homenagem a Patativa na casa onde ele nasceu, com a participação dos poetas da Serra de Santana. No fim da tarde, será celebrada missa de ação de graças na Matriz, com a participação dos penitentes do Genezaré.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste


Estudiosa afirma pontos relevantes no “milagre” - Por: Antonio Vicelmo

Ainda sobre o "Milagre de Juazeiro"...

Entrevista

Maria do Carmo Pagan estão em Juazeiro, onde proferirá palestra no âmbito das comemorações dos 120 anos do chamado “Milagre de Juazeiro” (Foto: FRANCISCO DEMONTIER (16/01/2006))

Atualmente cursando o doutorado na Universidade Católica Portuguesa, Faculdade de Filosofia de Braga, em Portugal, a psicóloga Maria do Carmo Pagan Forti tem a realidade religiosa de Juazeiro do Norte como tema de estudo. Ela chegou ao município ontem, para participar dos 120 anos do chamado ´Milagre de Juazeiro´, quando a hóstia dada pelo Padre Cícero se transformou em sangue na boca da beata Maria de Araújo em março de 1889

Qual a importância, para os estudos acadêmicos, dos paninhos manchados de sangue, possível relíquia do sangramento da hóstia consagrada na boca da beata Maria de Araújo?

Quase irrelevante.... O pano encontrado em Juazeiro do Norte, que poderia ter sido usado pela beata Maria de Araújo para limpar o sangue de sua boca, no momento da comunhão, não vai acrescentar nada no processo de reabilitação do Padre Cícero. O aparecimento de mais um pano não é nenhuma novidade. Existem outros por aí, que com o tempo serão apresentados, mas vou explicar. Os testemunhos, materiais e imateriais, são importantes para se estudar um fato como esse do sangramento da hóstia. Estamos falando de fato, algo acontecido no nosso mundo, portanto, observável, passível de análise. Se queremos compreender o que aconteceu em Juazeiro do Norte há 120 anos, os panos ensangüentados podem ser encarados como um testemunho daquele acontecimento. Mas eu diria que um testemunho muito fraco, que já não é capaz de nos dizer grandes coisas.

Por que?
Em primeiro lugar há que se ter garantias inapeláveis da autenticidade do pano. Essa datação é muito complicada e presta-se a discussões infindáveis. É só nos lembrarmos das controvérsias em relação à datação do Santo Sudário de Turim. Mas, de qualquer forma, este seria um passo muito importante. A autenticidade do pano. A outra questão é, o que a Ciência poderia nos dizer. Como ciência absolutamente neutra: por exemplo, que é sangue humano, do tipo tal ou qual, etc.

O que isso nos diria sobre o milagre?
Nada... absolutamente nada. Isso só adquire significado no conjunto dos estudos. Há que se estudar o ambiente em que isso aconteceu, há que se estudar quem foi o instrumento do possível milagre. Nunca podemos esquecer que quem faz o milagre, do ponto de vista da Teologia, é Deus e não a beata Maria de Araújo ou o Padre Cícero. Há que se estudar, principalmente, as conseqüências disto, as reações que tal fato provocou, se provocou, na transformação do mundo.

Como avaliar as romarias, nesse contexto?
No nosso caso, há 120 anos temos esse testemunho infinitamente mais forte do que os panos ensangüentados: as romarias para o lugar sagrado de Juazeiro do Norte. Antes da Ciência, antes de qualquer análise de laboratório, nossos romeiros nos chamam a atenção para o fato de que, em Juazeiro, aconteceu algo de extraordinário. Isto sim é inapelável. Não é preciso laboratório para comprovar essa autenticidade. É o que dom Fernando Panico, em uma conferência “Expressão litúrgica das romarias em Juazeiro do Norte”, publicado no site da Diocese (www.diocesedecrato.org.br) chama de “Teologia Primeira”. Aquela que salta aos olhos e que nos dá a certeza do extraordinário. Mas a certeza, muitas vezes, não é a verdade. Às vezes coincide, mas às vezes a certeza engana... Por isso é também importante. “A reflexão sobre a experiência vivida, a compreensão do que aconteceu, a sistematização dos dados encontrados e das descobertas feitas chama-se “Teologia Segunda”, ou seja, Teologia que estudamos nas salas de aula e que vem escrita nos livros”, diz dom Fernando.

Então, essa é a questão?
Isso, a “função” da análise dos panos ensangüentados seria essa: colaborar para, entre muitos outros dados registrados, confirmar, como numa “Teologia Segunda”, aquilo que o grande testemunho dos romeiros já nos diz inapelavelmente.

Mas, e para a Igreja Católica, eles teriam importância? Na Europa existem muitos Santuários do Milagre Eucarístico — Lanciano, por exemplo — com a exposição da hóstia transformada em carne e do vinho transformado em sangue.

É verdade. Naquele caso, e em muitos outros, a Igreja selou esses fatos como milagres. A Ciência do laboratório, em Lanciano, ajudou muito a comprovar a veracidade da intervenção de Deus. Aquelas substâncias são como que a “assinatura” de Deus dizendo que as transformações ali operadas foram feitas por Ele. Mas esse é um bom exemplo para o que eu tentei explicar acima: o que a Ciência disse sobre a carne e o sangue encontrados ali? Que é carne do ventrículo direito do coração de um homem. E que o sangue é do tipo AB, etc.

E o que isso significa?
Bom, nada além disso. É carne e é sangue. Agora, se compreendemos as circunstâncias em que tal fato ocorreu, as motivações que fizeram com que tal fato acontecesse, então sim aquela carne e aquele sangue adquirem significado. Portanto, o ambiente, quem foi o instrumento e as conseqüências advindas desse fato. É somente a partir dessa “Teologia Segunda”, desses estudos que envolvem a Antropologia, a Sociologia, a História, a Psicologia que a Igreja Católica pode dizer: isto é um milagre, isto aconteceu por intervenção direta de Deus. E então pode admitir como legítimas as devoções criadas a partir daquele fato extraordinário. O próprio Papa Bento XVI, recentemente, numa conferência na Congregação para as causas dos Santos dizia: “Não se deve esquecer que, no exame dos afirmados acontecimentos milagrosos, conflui a competência dos cientistas e dos teólogos, mesmo se a palavra decisiva compete à Teologia, a única capaz de dar uma interpretação de fé do milagre. Por isso, no procedimento das Causas dos Santos passa-se da avaliação científica da consulta médica ou dos peritos técnicos ao exame teológico por parte dos consultores e sucessivamente dos cardeais e bispos.” Enfim, a ciência não tem a última palavra, nem a palavra mais importante. Nem sequer a Teologia. Apenas quando, em conjunto, afirmam uma realidade extraordinária a Igreja pode se manifestar. No nosso caso, a partir de muitos estudos que ainda estão se fazendo, a Igreja, quem sabe, um dia poderá selar o sangramento da hóstia em Juazeiro do Norte como um verdadeiro milagre.

No caso de Juazeiro, houve na época dos fatos extraordinários, análise por parte de médicos, não é?
Sim, é verdade. Muitos exames médicos foram feitos a pedido do Padre Cícero na beata Maria de Araújo. Estão todos muito bem documentados com atestados dos dois médicos e um farmacêutico que pessoalmente examinaram a beata. De novo, o que aqui a Ciência pode fazer é comprovar o acontecido, fazer testes como fizeram com a beata para verificar se ali não havia truque, se não era “sangue de galinha”, se não havia úlceras na boca, na língua, no aparelho digestivo, enfim....

E o que a ciência pode dizer?
Isto não se explica naturalmente. Isto não é próprio de algo que a ciência conheça como natural. É portanto uma “afirmação negativa”. A partir dessa constatação é que o teólogo e as outras ciências podem fazer a “afirmação positiva” que então possibilitará que a Igreja – os consultores, cardeais e bispos, como diz o papa na citação acima – confirme o milagre.

Então, o que podemos concluir de tudo isso?
Eu diria então, para voltar à sua primeira pergunta sobre a importância dos panos. Dada a dificuldade, hoje, de fazer as análises de datação, a dificuldade em se encontrar panos com matéria suficiente para análise de laboratório, pois a maioria dos panos era lavado como nos explicava dona Assunção Gonçalves, temos utilizar, com o rigor do método histórico, sociológico e antropológico, e valorizar toda documentação que temos e que são, inapelavelmente, da época. Nessa documentação, especialmente nos Inquéritos, consta que os médicos não souberam explicar, pela Medicina, o que era aquele sangramento. E consta ainda que os teólogos — os dois melhores teólogos do Ceará à época, padre Costa Lobo e padre Antero — afirmaram, na conclusão do seu relatório, que o sangramento da hóstia era milagre. Esse relatório foi muitíssimo bem feito, com todas as análises necessárias, recolhendo todos os testemunhos necessários para garantir a veracidade do fato. Mais ainda, temos a valorizar o testemunho humano de milhões de romeiros que vão a Juazeiro em busca do “lugar sagrado”. Testemunhos de que algo extraordinário aconteceu em Juazeiro do Padre Cícero.

ANTÔNIO VICELMO
Repórter

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Nota do colunista do Blog do crato:

"O Maior milagre de Juazeiro ainda é o milagre econômico!"

BlogHumor - João Marni e o Guarda-Chuvas...

A história que irei contar não é de ouvi dizer, aconteceu comigo e na tarde de ontem mesmo. Mais uma história hilária envolvendo nosso grande amigo João Marni, por quem possuo elevada estima e consideração. Estava eu e minha namorada "Nia" ontem à tardinha, defronte à eletrônica Charles, no centro da cidade, nos protegendo de uma grande chuva que se abateu sobre o Crato. A situação já era quase desesperadora porque a Nia é professora, e estava muito preocupada se ainda conseguiria chegar a tempo em casa para preparar as aulas da noite, e além do mais, estávamos carregando inúmeros pacotes, e até câmeras fotográficas, de modo que não poderíamos nos arriscar a sair na chuva em direção à Rua Pedro II, aonde nosso carro estava estacionado. O tempo passava e não conseguíamos encontrar uma solução para o problema, e a chuva, aliás, parecia aumentar a cada instante. Ficamos a raciocinar sobre que bom seria se passasse por ali algum conhecido, a fim de pegar uma "carona" até nosso carro. O tempo passou, e nada de aparecer ninguém. Eis que num dado momento, vejo um carro parar do outro lado da rua e saindo dele, quem eu vejo: O grande e magnífico João Marni, que falou conosco e acenou, mas se dirigiu logo à outra calçada para se proteger da chuva enorme e sumiu em meio aos automóveis... fiquei a raciocinar que ele estaria se protegendo da chuva e que voltaria...

Ao que, em torno de 10 minutos depois, olho para o outro lado da rua, e vejo já o João Marni mexendo na maçaneta do carro e vindo em nossa direção com um guarda-chuvas aberto se protegendo e outro fechado debaixo do braço, acenando com uma das mãos. Pensei comigo: "Graças a Deus, meu deus, temos amigos nesse mundo para essas horas tão difíceis...". João Marni foi chegando todo entusiasmado, e nós que estávamos tristes, acocorados na calçada e escorados na parede, tratamos de nos levantar a fim de saudá-lo e desde já agradecê-lo por tão valoroso gesto, e providencial chegada, ao que ele foi se adiantando dizendo:

-- "Vocês têm quantos anos de namoro ?"

Eu falei:

-- "Uns 13, meu amigo!..."

Ao que ele disse:

--"Bem logo vi, porque se fosse começo de namoro vocês dois já teriam ido ali como eu fiz, nas Lojas Americanas e teriam comprado um guarda-chuvas como este aqui, olha que beleza, estou até levando esse outro aqui ( putz! ) pra minha esposa...e se vocês se apressarem, ainda conseguirão comprar um pela "pechincha" de 12 reais cada..."

Disse isto e saiu em direção ao carro, deixando-nos sem palavras.
Nós nos entreolhamos e diante do acima exposto, engolimos em sêco, e saímos como 2 pintos molhados na chuva em direção às lojas Americanas. Deus sabe o que pensamos nessa hora, mas sem dúvidas, essa foi a maior pegadinha do ano, hein, João Marni ??

rs rs rs rs rs rs rs rs

Por: Dihelson Mendonça



04-03-2009
Apenas um caso de dengue confirmado em Crato

De 25 casos notificados de Dengue no Crato, encaminhados pela Secretaria de Saúde do Município para exames, apenas um foi confirmado até o momento. E o trabalho de mobilização nas comunidades continua intenso, além das visitas domiciliares, num grande engajamento pelo combate ao Aedes aegypti, no município. O prefeito Samuel Araripe determinou a pasta da Saúde, que têm à frente a Secretária Nizete Tavares, total empenho para que os índices sejam reduzidos ao máximo no município, contando sempre com o importante auxílio da sociedade cratense. Ontem foi realizada mobilização no Baixio das Palmeiras, contemplando jovens, idosos, crianças e adolescentes, numa grande manifestação pela conscientização local. O trabalho continua nas comunidades, além da limpeza dos terrenos baldios. Foram cadastrados junto à Secretaria 300 terrenos, que passam por limpeza.

Saúde do Crato entra em campo no combate a hepatite B

A Secretaria de Saúde do Crato, através das equipes de Mobilização Social e Vigilância Sanitária estarão realizando desde ontem (3 de março) visitas aos salões de beleza e barbearias do centro da cidade. O objetivo das visitas é divulgar formas de prevenção à hepatite B, bem como realização de inspeção, para renovação de alvarás sanitários dos referidos estabelecimentos.

Alvará com parcelamento até sexta-feira

O setor Financeiro da Prefeitura Municipal do Crato informa aos donos de estabelecimento que precisam de renovação dos alvarás, que só será concedida a licença de funcionamento com parcelamento até a próxima sexta-feira. A partir da segunda, a taxa será única.

Patrimônio Histórico do Crato é tema de monografia na UFRN

O prefeito do Crato, Samuel Araripe, recebeu em seu gabinete, na manhã desta segunda-feira, na Prefeitura Municipal, a arquiteta recém-formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ana Paula Campos Gurgel. A estudante veio disponibilizar ao chefe do executivo cratense informações acerca de seu projeto de monografia intitulado “Crato Formação e transformações morfológicas do seu centro histórico”, que visa identificar processos de transformação, buscando destacar objetos de preservação e revitalização e dentro desse contexto mostrar noções sobre o patrimônio cultural do município. Participaram da explanação os secretários Nivaldo Soares, Danielle Esmeraldo e Duda Alencar, respectivamente responsáveis pelas pastas do Meio Ambiente e Controle Urbano, Cultura, Esporte e Juventude e Desenvolvimento Econômico. Durante a explicação de seu projeto monográfico, a arquiteta cratense, Ana Paula Campos, mostrou a todos um estudo apurado sobre o potencial patrimonial histórico do Crato, destacando através de fotos e gráficos toda a perspectiva de preservação em relação à reabilitação , requalificação, renovação e revitalização. O prefeito Samuel Araripe ressaltou seu desejo em promover um processo de revitalização, organização e preservação da cidade como um todo. Com isso, resgatando a história da cidade em todos os aspectos, tendo em vista as ações já desenvolvidas de acordo com o PRU - Plano de Requalificação Urbana, que aponta para melhores condições de infra-estrutura e preservação do município do Crato.

Secretário de Educação leva esclarecimentos da pasta à Câmara

O Secretário de Educação do Crato, Valentim Dantas, ( Foto ao lado ), atendendo solicitação do vereador Florisval Coriolano, esteve na Câmara Municipal do Crato, prestando esclarecimentos dos trabalhos desenvolvidos em sua pasta e das ações da Educação em todo o município. Dentre os pontos abordados estão a questão salarial dos professores, o piso da categoria, transporte escolar, o trabalho de estruturação de escolas, melhorias na infra-estrutura, projetos desenvolvidos pela pasta, dentre outras situações. Ele destacou o esforço que tem se mantido para oferecer um transporte melhor e mais adequado para os alunos e disse não ser o transporte escolar do Crato dos piores para os estudantes. Ele destacou a recente avaliação que foi feita nesse setor por fiscais da Universidade de Brasília (UnB), que foram da opinião de que há municípios que estão numa situação mais deficitária do que o Crato. Ao mesmo tempo, o secretário admitiu a necessidade de melhoria do transporte. São mais de 3 mil alunos todos os dias que dependem do transporte escolar da rede estadual mais de 5 mil da rede municipal de ensino. São mais de 8 mil e 300 alunos dependentes dos veículos. O secretário destacou o controle maior dos transportes dos alunos, com a criação do sistema de carteiras de estudantes, a ser iniciado ainda este mês. São rodados diariamente 5.120 quilômetros, perfazendo uma despesa diária de R$ 11 mil, o que envolve um custo mensal de R$ 220 mil.

PREFEITURA MUNICIPAL DO CRATO
Assessoria de Imprensa

Doutor em Sociologia abordará arte e marxismo para os “Camaradas”

O Coletivo Camaradas realizará no dia 26 de março, na Sala de Vídeo da Universidade Regional do Cariri – URCA, uma Roda de Conversa sobre “Arte e Marxismo” que será mediada pelo doutor em Sociologia, Prof. Dr. Roberto Siebra. O objetivo do encontro é aprofundar o conhecimento dos integrantes do Coletivo na teoria desenvolvida por Karl Marx – O Marxismo e desenvolvida por outros teóricos de diversas áreas do conhecimento. O Marxismo é a compreensão teórica que orienta os trabalhos de analise sobre arte desenvolvidos pelos Camaradas. O prof. Dr. Roberto Siebra tem doutorado em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e vem ao longo de sua carreira acadêmica ministrando palestras em diversas partes do país e conheceu de perto a experiência socialista do povo cubano, em visita
acadêmica em Cuba. A Roda de Conversa sobre Arte e Marxismo será destinada aos integrantes do Coletivo Camaradas, mas poderá ser aberta para pessoas que desejam ingressar no grupo. Os interessados deverão entrar em contato pelo E-mail: coletivocamaradas@gmail.com

Roda de Conversa sobre Arte e Marxismo
Dia: 26 de março de 2009
Horário: 17 horas
Local: Sala de Vídeo da URCA – Campus Pimenta
Blog: www.coletivocamaradas.blogspot.com
E-mail: coletivocamaradas@gmail.com

DEBATE SOBRE SAÚDE PÚBLICA MOVIMENTA A CENA UNIVERSITÁRIA NO CARIRI CEARENSE

Saúde pública no Cariri, isso lhe interessa? Esta pergunta motivará o debate no “MENTE ABERTA”, uma ação do projeto de extensão universitária MEDICINA & ARTE apoiado pelo Núcleo de Extensão da Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte – FMJ e Instituto Humanas - IH. O debate acontecerá no auditório da FMJ às 18h de hoje, 4 de março de 2009, e terá a presença de nomes da Saúde Pública do Cariri, Dr. Giovani Sampaio, secretário de saúde de Juazeiro do Norte, Dr. Ítalo Ney Bezerra, ex-secretário de saúde de Barbalha e Iguatu, Dr. Aloisio Brasil, professor de medicina interna da FMJ são os nomes confirmados para o encontro que tem como público-alvo, acadêmicos de cursos da área da saúde da região. “Será uma oportunidade dos universitários tomarem conhecimento e discutirem as questões que envolvem os serviços de saúde pública de uma maneira mais próxima”, afirma Daniel Coriolano, coordenador do projeto que promove o evento, “bem como, oportunidade de cumprir com um dos objetivos maiores do “Medicina & Arte” que é contribuir para formação de profissionais com maior senso crítico ante as questões sociais”. O encontro tem também o propósito de arrecadar alimentos, os quais serão distribuídos para instituições beneficentes, portanto, aqueles que desejam participar do “MENTE ABERTA” devem levar 1kg de alimento não perecível. O debate será mediado pelo Dr. André Alencar Suliano, professor da disciplina de Saúde da Família da FMJ e orientador do projeto Medicina & Arte, bem como será enriquecido com a presença e a opinião do jornalista Murilo Siqueira, detentor de grande senso crítico e conhecimento dos fatos que movimentam o Cariri.

+ em http://medicinaearte.blogspot.com

Texto enviado para publicação por: Daniel Coriolano

Programação de Março do "Olhar Casa das Artes"

04/03 Júnior Rivadávio como o melhor da Bossa Nova
06/03 Noite do Vinil com Sérgio
07/03 Forrozim de Latada e DJ Daniel Batata
09/03 Abertura da Exposição 'Esquisitice' do artista Edinaldo
11/03 Júnior Rivadávio como o melhor da Bossa Nova
12/03 Quinta Alternativa com a banda Raiz de 1
13/03 Noite do Vinil Black com a apresentação do grupo Los Bambinos
com arrecadação de 1Kg de alimentos não perecíveis para o Conselho da Mulher.

18/03 Júnior Rivadávio como o melhor da Bossa Nova
19/03 Quinta Alternativa com a banda Trieto
20/03 Noite do Vinil com Sérgio
21/03 DJ Daniel Batata com o melhor do eletro-regional
25/03 Júnior Rivadávio como o melhor da Bossa Nova
26/03 Quinta Alternativa com a banda Holy Wood
27/03 Noite do Vinil com Sérgio

Projeto Leituras Negras será realizado nas Escolas

O Projeto Leituras Negras desenvolvido desde o início de 2008 pelo Instituto Ecológico e Cultural Martins Filho – IEC, vinculado a Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Regional do Cariri – URCA em parceria com o movimento de negritude como é o caso do Grupo de Valorização Negra do Cariri – Grunec e a 18ª. Coordenaria Regional de Desenvolvimento da Educação – CREDE realizarão suas atividades nas escolas públicas visando atender um número maior de participantes entre professores, estudantes e militantes do movimento negro. Anteriormente, as ações eram realizadas na URCA para os coordenadores pedagógicos das escolas da rede estadual.

Visando sensibilizar da importância do Projeto no processo de formação cidadã será realizado um Encontro no dia 23 de abril para os Núcleos Gestores e educadores das escolas da rede estadual, no auditório do 18ª Crede. O Projeto tem como finalidade contribuir para a formação política em
torno da temática do movimento negro e contribuir para efetivação da lei que torna obrigatório a História e a Cultura Afro-Brasileira nos estabelecimentos de Ensino Básico

Serviço
Projeto Leituras Negras
Informações adicionais (88) 3102-1212 ramal 2424.



Falsas Relíquias - Por: Hildeberto Aquino

FALSAS RELÍQUIAS – Sejamos comedidos até nas nossas mentiras. Inventar mais uma falsa relíquia para iludir os crédulos dessa farsa absurda que dizem o “milagre” da beata do Juazeiro, é de um oportunismo descarado e zombar da fé de milhares dos que ainda se iludem com tais invenções. A Igreja deveria era se retratar por este e mais outros pecados mortais que comete a séculos porque sempre a maior beneficiária desses embustes.

Hildeberto AQUINO

Russas (CE)

Encontro de A. Morais com Patativa do Assaré em Versos...

Por volta de 1997, numa sexta-feira, cinco horas da tarde, sair de Crato para a fazenda no Assaré. Na localidade denominada ASA vi a figurinha do Patativa sentado num banquinho improvisador pela dona da venda aguardando transporte. Ofereci carona, aceita com uma certa demora, pois era aquela a primeira vez que nos víamos pessoalmente. De Crato a Nova Olinda, uma hora de viagem eu passei idealizando uma poesia para fazer uma pergunta em verso para o poeta. Quando me vi apto disse:

Meu amigo Patativa
Responda-me se souber,
Quantos pés de capim
Tem daqui pru Assaré?

Sem pensar, me olhou e respondeu:
Se a seca não matou
E o gado não comeu,
Tem o mesmo que nasceu!

Transcrevo esta passagem que não é de ouvi dizer, é acontecida e verdadeira.

Por: A. Morais.



Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30