xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 14/02/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

14 fevereiro 2009

Breves Considerações sobre o Concerto de Dihelson no BNB - Por: José Nilton Mariano Saraiva


Ágeis quando preciso, compassadas quando necessário, porém resolutas, firmes e soberanas a qualquer tempo na execução da nobre tarefa a que se propusera, as mãos do Dihelson deslizavam com maestria, simplicidade, competência e técnica refinada por sobre um teclado cúmplice, prazerosamente entregue e submisso, daí, certamente, a maviosidade e sublimidade dos sons extraídos. E, logo ali à frente, sob um silencio surrealisticamente quase que capaz de se deixar ouvir, onde nem a própria respiração era sentida, todos nós, privilegiados espectadores, literalmente boquiabertos e atarantados ante os acordes mágicos e sublimes propiciados, deixávamo-nos seduzir por aquela sinfonia inenarrável e que, de tão envolvente, levava-nos a “viajar” para longe, nas asas da imaginação. Entre uma e outra melodia, o Dihelson tecia um breve comentário a respeito de cada, acabando por nos fazer duas revelações surpreendentes e inimagináveis para o leigo: é que, garantiu-nos sem papas na língua, quando do exato momento da execução de quaisquer daquelas ou outras obras de arte, o artista (que verdadeiramente o seja) há que visualizar uma determinada paisagem (uma planície, um deserto, um campo florido, etc), a partir da qual “mergulha” fundo à busca da inatingível perfeição; há, também, que não se limitar à leitura insossa, burocrática e simples da “partitura”, mas, sim, improvisar, dá um toque pessoal à interpretação. De quebra e para mostrar que é realmente um estudioso da música clássica, uma breve, porém pormenorizada explanação sobre a personagem principal da noite - o pianista polaco Frédéric Chopin (na verdade Zelazowa Wola) - desde o seu nascimento, crescimento, sucesso, apogeu e morte. Uma AULA (assim mesmo, com todas as letras maiúsculas) à qual este humilde aluno e admirador “ousa” tentar descrever (algo impossível), mas que pode ser resumida à perfeição na saudação unânime de “bravo, bravo, bravo”, ao término do concerto.

Volte outras vezes, Dihelson, não nos deixe na orfandade !!!
Autoria e postagem: José Nilton Mariano Saraiva

Pseudo Poeta - Por: Socorro Moreira


Tenho vontade de ser poeta , mas tenho dificuldade em sê-lo. Desisto de postá-lo ?
"O carteiro e o poeta" que se entendam ...!
Tentei aprender a fazer corretamente uma poesia. A técnica corta a minha emoção, desestabiliza o meu barato. É caro e claro ficar com a ignorância dos versos livres. Liberdade tem o preço que eu pago ! Por toda consciência, arvoro-me em escrever prosas simples, poemas tortos...
Que eles cheguem configurados, conforme o meu desejo, pipocando emoção por todos os lados.
Atavicamente , imprimos às palavras ritmo e sonoridade.Quando consigo dançar um escrito, mesmo prosaico, descubro que ele existe , e consegue afinar cordas e tamborins do meu eu acanhado. Penso tanto no que vejo e experimento, que ele sai correndo pra casa do vizinho, pras praças, prados e bares. Minha emoção é fofoqueira... Não fica dentro do meu próprio peito.
Pensamento livre e anárquico. Sou assim ! Não gosto de maquiar os meus "monstrengos" literários.Eles encaram o mundo sempre que nascem. Assustam, horrorizam, e são também encantados como tudo e como todos - os versos que nos habitam ! Soltam-se, perdem-se, retornam, conquistam !
Cada pensamento que brota e escapole , permite o vazio para o instante seguinte... Seja madrugada, ou o cair da tarde.
Essa semana li Martha Medeiros :"Doidas e Santas". Saboreei suas crônicas como se fossem o resgate de festas perdidas . Descobri que eu não perdi uma valsa , um amor, um riso , um pranto ... e aprendi a consertar a vida.
Sou doida. Se eu fosse santa ( como diria M.Medeiros) , seria louca varrida !

Por: Socorro Moreira

Guia de Sobrevivência do Turista no Carnaval de Pernambuco


1. Ao encontrar algum bloco que possui boneco gigante, preste atenção nasmãos do boneco "pro mode" não levar uma mãozada no "quengo". Embora oefeito do álcool se vá logo após a chapuletada, não é, obviamente, umasensação agradável.

2. Se você escutar alguém gritando "Madeeeeeeeeeeeeeeiiiiiraaaaaaaaa", nãose assuste, pois ninguém vai ficar derrubando árvore em pleno Carnaval. Éapenas algum bloco ou banda cantando o hino do bloco "Madeira doRosarinho", o qual você vai escutar umas 14.889 vezes por dia. Até aquarta-feira de cinzas, você saberá a letra de cor.

3. Não se incomode se, ao seguir um bloco, a bandinha tocar sempre asmesmas músicas. Também não se incomode se, ao seguir próximo bloco quepassar, a banda deste tocar as mesmas músicas que o bloco anterior tocou. OCarnaval de Pernambuco é assim mesmo, é tradição. É a época do ano que ospernambucanos se reúnem pra ouvir as mesmas dez músicas de sempre.

4. Nem pergunte qual é o frevo novo que é a sensação deste ano. Faz tempoque isso não existe em Pernambuco. E nem invente de perguntar qual é adança da moda. Você corre o risco de apanhar, pois isso é coisa de baiano.

5. Nunca entre em discussão com algum pernambucano sobre qual é o melhorCarnaval dentre o baiano, o pernambucano e o carioca. Vocês nunca vãochegar a conclusão alguma.

6. Nunca pergunte pra onde um bloco está indo. Siga-o apenas. Nunca se sabeonde um bloco vai parar, e nem onde começa.

7. Em Olinda, não se desespere se você passar horas e horas sem ver passaralgum bloco de Carnaval. O bom do Carnaval olindense é a espera.

8. Não leve carteira, relógio, telefone celular e outros pertences pra omeio da folia. O Bloco do Arrastão desfila todos os dias e a qualquer hora.

9. Se você for homem, não fique constragido em mijar no meio da rua quandoder vontade. Se assim não o fizer, vai acabar mijando nas caçolas se tentarachar um banheiro. Se você for mulher, trate logo de achar um banheiropúblico e entrar na fila duas horas antes de chegar a vontade de falar como homem do balcão.

10. No Carnaval de Olinda, se você for uma mulher bonita e gostosa, correráo risco de, sem o seu consentimento, ser agarrada, beijada, apalpada eoutras coisas terminadas em "ada". Nem vá de shortinho curto e de tecidoleve. Vai voltar com a arruela "assadinha". Use a velha bermuda jeans. Se você for homem e tiver uma namorada gatinha, nem passe perto da cidadea lta. Mas, se você for uma mulher feia, é hora de aproveitar e tirar o atraso acumulado. Pois, em Olinda, vale o velho ditado: "não existe mulher feia; você é que bebeu pouco" ... Vai que é tua, baranga!

11. Outro ditado que vale no Carnaval: cú de bêbo não tem dono. Assim, valemais usar o outro ditado "quem tem cú, tem medo" na hora de beber. Pense 2vezes antes de enfiar o pé na jaca. Não confie nem nos amigos!

12. Não saia cedinho de casa pra ver o desfile do Galo de Madrugada. Estebloco não desfila e nem nunca desfilou de madrugada. Ao final do desfile,procure um bom dermatologista .... depois de se recuperar.

13. Em Olinda, depois de tomar todas, nunca tente subir a Ladeira da Sé àpé. Álcool só é combustível pra automóvel.

14. Se você for pra folia de carro, prepare-se para pagar antecipadamente10 reais ao flanelinha pra deixar o carro na rua - se conseguir achar algumlugar. Além disso, prepare pra enfrentar engarrafamentos homéricos.

15. Não fique constrangido se você estiver no meio de um bloco "lírico" enão souber o que porra é lirismo. Também não fique sem jeito se o bloco forum do tipo "bloco-de-saudade-de-velhos-carnavais" e você não estiversentido saudade alguma. Metade dos participantes desses blocos também nãosentem porra de saudade nenhuma, só dores nas juntas. Grande chance de achar aquela velha tia-avó viúva ou a tia solteirona, que há muito você não via.

16. Se você for alérgico a mofo, passe longe dos"blocos-de-saudade-de-velhos-carnavais".

17. No meio desses "blocos-de-saudade-de-velhos-carnavais", finja que sabequem é Felinto, Pedro Salgado, Pierre, Fenelon e o velho Edgar Moraes.Assim, você se enturmará mais rápido com o pessoal. Se, por curiosidade,você perguntar quem são esses caras, provavelmente vai receber comoresposta um constrangido "não sei".

18. Não há problema algum em não saber dançar frevo. 99% dos pernambucanosnão sabem fazer o passo.- Nem tente ! Você poderá acabar seu Carnaval num ortopedista.

19. Quando você não estiver escutando porra nenhuma, tenha certeza que é o"blocos-de-saudade-de-velhos-carnavais", passando na sua frente.

20. Caso o bloco que vocês está seguindo, passe na frente de algumaemissora de TV transmitindo em rede nacional, ao vivo, prepare-se paraescutar pela enésima vez o hino do Vassourinhas, e levar um monte decaneladas. Pule feito um louco até a música acabar. E não se esqueça de"abrir" os cotovelos ....BOM CARNAVAL !!!

Por: José Flávio Vieira

Jackson do Pandeiro - Por A. Morais

Jackson do Pandeiro, também chamado o Rei do Ritimo é o pseudônimo de Jose Gomes Filho. Cantor e compositor de forró, samba e outros subgêneros. Foi o maior ritimista da historia da musica popular brasileira. Nasceu na cidade de Alagoa Grande – PB em 31 de Agosto de 1919 e faleceu em Brasília no dia 10.07.1982. Acostumado a vê-lo de calça e camisa e chapéu me surpreendi com o terno e gravata. Bela musica. Merece um comentário do Armando.

video

Postado por A. Morais

Alhures - Por: Claude Bloc


Sento-me
Sinto-me
E nesse sentimento louco
Solto-me
Alheia ao vão das coisas.

A prosa cala
A poesia fala,
Dança
Chora
Vibra e se enrosca
Aos sonhos.

Sento-me
Sirvo-me
Sorvo o som de alhures
Inspiro-me
Nos olhos que entrevejo
E sinto o medo
A arrastar-me incógnito
Pelos recônditos
De um amor silente.

Sento-me
Sirvo-me da palavra
Esse gesto incansável
Que me leva ao destino
Do que nunca terei...
Falo sozinha e
Busco uma resposta.

O mar e as encostas...
A sede e o sentido
Dessas palavras todas.

Sinto-me
E busco essa paz
Que me deixas
Sento-me
A devorar a noite
Em silêncio.

Texto de Claude Bloc

Carta do Deputado Ely Aguiar ao Povo do Crato

Caro Dihelson,

Objetivando colocar um ponto final nessa história da nossa Praça Siqueira Campos, com tanto disse-me-disse, além das histórias de trancoso, a bem do esclarecimento popular, eu , Ely Aguiar, que não respondo a nenhum tipo de processo, sendo totalmente limpo dentro e fora da política, enviei ao Tribunal de Contas do Estado - TCE - um ofício solicitando uma AUDITORIA dos técnicos do TCE, não só para a Praça Siqueira Campos, mas também para as obras em andamento do Mercado Walter Peixoto. Adotarei esse procedimento, talvez seja o único deputado a fazer isso, sempre que eu liberar recursos para qualquer Prefeitura do Estado do Ceará. Se o amigo desejar, posso mandar cópias dos requerimentos ao TCE. Faço isso porque entendo que a política é coisa séria e o povo tem o direito de cobrar. Como falei durante minha campanha política " O politico é para defender o povo, quem enrica na política é ladrão ". Um abraço Ely Aguiar.

Deputado Ely Aguiar

Crato começa ação preventiva para o carnaval


Teve início, em Crato, campanha preventiva contra a comercialização de álcool durante o período de carnaval para crianças e adolescentes. A campanha preventiva é desenvolvida pelo Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS), através da Secretaria de Ação Social do Crato. O trabalho acontecerá no período de 11 a 18 de fevereiro, levando às ruas o tema "Celebrar a vida para não chorar depois". A atividade educativa tem a finalidade de realizar uma sensibilização junto à sociedade, para a proibição da venda de bebidas às pessoas com idade inferior a 18 anos. O trabalho irá culminar com uma grande mobilização, no dia 18, às 8 horas, na praça da Sé.

Organização do Carnaval é debatida durante reunião

Foi realizada hoje, 13/02, às 16 horas, reunião do `Carnaval Crato Amado da Folia e da Alegria com os Barraqueiros`, no auditório da RFFSA, no Centro Cultural do Araripe. O objetivo é poder proporcionar uma festa mais organizada e consequentemente segura para a população do município.

Inscrições abertas para curso de Teatro e Dança

A Escola Municipal de Cultura e Arte - EMCARTE, abriu nesta segunda-feira, dia 09, inscrições para o curso de Teatro e Dança. Os cursos são gratuitos e destinados a crianças e jovens de idade de 07 a 18 anos da rede pública de ensino. Inscrições e maiores informações na Secretaria da Cultura Esporte e Juventude do Crato, à Rua Teophisto Abath, s/n, Largo da RFESA. Das 8 horas às 17 horas. (88) 3523-2365. As vagas são limitadas.

Atualizações cadastrais do Bolsa Família a partir de maio

O setor do Programa Bolsa Família da Secretaria de Ação Social do Crato informa às famílias beneficiárias, que as atualizações cadastrais, tais como: inclusão de crianças, mudança de endereço, mudança de escola e alteração de renda, só poderão ser realizadas a partir do mês de março, em conseqüência de um problema na base de dados. A secretária Liduína Andrade informou que está sendo aguardado o envio de uma nova base de dados, por parte da Caixa Econômico Federal.

Fonte: Prefeitura Municipal do Crato

REVOLTA E AMOR NO CASAMENTO - Por: Haroldo Ribeiro


Segundo Freud, nem mesmo o relacionamento amoroso mais profundo pode evitar certa ambivalência e nem o casamento mais feliz pode evitar uma certa porção de sentimento hostil. O relacionamento matrimonial suporta uma tensão à qual nenhum outro relacionamento humano pode ser submetido sem ser lesado. E, as vezes, uma pessoa sem nenhuma intenção de ferir, apenas pela sua existência, pode ser prejudicial a outra. Entretanto, as vezes, o elo entre marido e mulher é mais forte que qualquer dano que se possam causar. Por outro lado nenhum casal de adultos consegue provocar mais dano ao outro do que marido e mulher. A grande maioria dos casamentos está sujeito a profundas tensões destrutivas, visíveis ou não: é um relacionamento carregado de conflito e tensão, cujo sucesso exige um perfeito equilíbrio entre amor e ódio. Ao longo dos relacionamentos têm-se visto males deliberadamente causados: deslealdades, mentiras, ausência de transparência, tolerância zero para falhas do companheiro(a), brigas grosseiras sobre assuntos como dinheiro, comportamento e sexo. Leva-se para o casamento uma infinidade de expectativas românticas. As tensões e conflitos começam com a pressa ou impaciências da realizações destas expectativas. A inimizade aparece porque as expectativas não realizadas tornam-se justificativas para todas as falhas do companheiro(a). Isto porque levamos também para o casamento desejos inconscientes e sentimentos mal resolvidos da infância, e, orientados pelo passado, fazemos exigências no casamento sem perceber que as estamos fazendo. Através do companheiro(a), procuramos atender os anseios e objetivos de desejos do passado. E às vezes, odiamos nosso companheiro ou companheira por não satisfazer ou nos fazermos lembrar esses desejos antigos e impossíveis. Expectativas impossíveis, necessidades não satisfeitas, lembranças mal resolvidas, são fontes continuas de tensão e desentendimento conjugal. Produzem a parte infernal do casamento. E, embora grande parte de nosso objetivo de vida esteja em viver nessa instituição, ela aparentemente jamais foi inteiramente confortável para nenhum dos sexos. Na verdade, tem sido sempre a fonte principal de sofrimento humano. A sensação de uma profunda tensão entre homem e mulher tem impregnado a vida da nossa espécie. Esse sofrimento nos dominará até que todos se libertem do papel de bode expiatório - ídolo – mantenedor(a) – devorador(a), isto é, indivíduos infalíveis. Esse sofrimento continuará a impregnar os relacionamentos entre homens e mulheres até que o homem e a mulher queiram de fato, criar juntos sua familia.

Devemos lembrar que os meninos, no processo de formação de sua identidade sexual, precisam se desligar do elo que os une à mãe. As meninas podem ser meninas continuando a se identificar com a figura materna, mas os meninos não podem. Contemplando o futuro do casamento, acredito que ele sobreviverá, embora as exigências que os homens e mulheres fazem do casamento jamais possam ser plenamente satisfeitas. O homem e mulher, não importa que tipo de união seja, continuarão a desapontar-se e a dar prazer um ao outro. E o casamento, continuará a ser um relacionamento "intrinsecamente trágico", no sentido de simbolizar um conflito insolúvel entre desejos humanos incompatíveis.

Fortaleza 04-04-2008
Por: Dr. Haroldo Ribeiro

Projeto verde vida representa o crato festival de guaramiranga‏


O Projeto Verde Vida Ações Culturais Para Povos Rurais colheu frutos durante todo ano de 2008. Alunos do projeto receberam aulas de música instrumental sob orientação de Geovany Brasil e agora terão a oportunidade de mostrarem ao Brasil o seu talento. Adolescentes da ONG Verde Vida participam da programação do Festival de Jazz e Blues de Guaramiranga no Projeto Novos Talentos. Os músicos Jefferson Gonçalves e Kleber Dias ministrarão uma oficina nos dias 10, 11 e 12 de fevereiro para 15 alunos, e destes, serão escolhidos cinco para formar o grupo de blues ou jazz que participará do evento. No dia 21|02 subirão ao palco pela primeira vez dentro do festival de jazz e blues de Guaramiranga. Por meio deste projeto novos talentos jovens, estudantes de música do Ceará participarão do festival em Guaramiranga representando a sua cidade. O Crato estará representado pelos alunos do Verde Vida no cenário da musica instrumental. Criado em 2006, o projeto novos talentos é uma ação de responsabilidade social e inclusão do festival. O mesmo visa atender a uma demanda de jovens que não têm muitas oportunidades de capacitar-se ou mostrar seu talento. E com grande alegria que a ONG Verde Vida e seus parceiros: CMDCA. Crato, Petrobras Distribuidora, Prefeitura Municipal do Crato, recebem os músicos Jefferson Gonçalves e Kleber Dias que tem reconhecimento internacional do seu trabalho e sempre buscam inspiração para compor suas músicas no Cariri.

Saiba mais informações. www.jeffersongoncalves.com.
www.jazzeblues.com.br

Fonte Assessoria de imprensa
Projeto Verde Vida
88.35239262

A Morte do Rio Salgado - Por Luiz Domingos de Luna

É urgente uma política de conscientização sobre a importância da relação entre o homem e seu espaço geográfico, pois, o nível de harmonia entre os seres vivos e o meio ambiente é condição básica para a continuidade da vida no planeta. Este artigo é um sinal de alerta para que as autoridades, as instituições e a sociedade como um todo possam refletir que o progresso, a ocupação humana de forma desordenada e a interatividade social, sem uma preocupação com o meio ambiente, sem uma política consistente de avaliação sobre os ecossistemas, e principalmente, sobre a agressão gratuita ao rio Salgado pode se converter numa situação irreversível e danosa a toda a população da região do Cariri; com implicações devastadoras para todo o sul do Estado do Ceará, Os Impactos ambientais causados pela violência com o rio Salgado, já são visivelmente sentidos pela diminuição e até mesmo extinção da fauna fluvial e da flora ciliar, pois ao primeiro contato com os habitantes mais antigos que viveram toda sua vida ao lado do leito do rio, se observa, um clima de saudosismo, tristeza, onde enumeram inúmeras espécies de peixes, aves e vegetação que já não existem e muitas vezes são raros os exemplares que até bem pouco tempo existiam em abundância. O Rio Salgado é uma prova viva da rapidez de destruição deste ecossistema tão importante e vital para a nossa região. As recentes enchentes, onde centenas de casas, pontes e barragens, foram destruídas pelo rio Salgado (janeiro/fevereiro, 2008) é uma reação violenta da natureza, quando esta, é agredida gratuitamente, sem nenhum planejamento, sem nenhum estudo científico prévio, e quando é tratada sem seriedade pelo homem. Enquanto a água está sendo reconhecida mundialmente como o bem mais precioso do século, o rio Salgado está morrendo, pois os dejetos e resíduos doméstico, industriais, hospitalares e públicos estão sendo despejados no rio que corta os municípios de Crato-Ce, Juazeiro do Norte-Ce, Barbalha, Brejo Santo, Mauriti, Missão Velha, Milagres, Caririaçu, Aurora, Lavras da Mangabeira, Cedro e Icó desembocando no Rio Jaguaribe abaixo do açude Orós, {após a ponte de Piquet Carneiro} ao longo deste percurso o Salgado é poluído e como consequencia contamina o lençol freático da região. O Rio Salgado necessita urgentemente de uma limpeza geral e uma despoluição completa, pois além de ser fonte de vida para as comunidades ribeirinhas, é também centro da produção agropecuária no sul do Ceará.

Autor: Luiz Domingos de Luna

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30