xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/02/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Em breve, estaremos de volta com as novas transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, alguns programas ao vivo ). O modelo será mais ou menos como no vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos em que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 fevereiro 2009

BlogHumor: Zilberto Cardoso para Carlos Eduardo Esmeraldo...O Fusca de Presente !

O Blog do Crato também tem seus momentos de descontração, afinmal, ninguém é de ferro! O nosso colega Zilberto Cardoso havia lançado um desafio para ver quem adivinharia uma certa foto de um locutor da antiga amplificadora Cratense. Quem acertasse, ganharia um "Fusca 62". O desafio foi vencido pelo também escritor Carlos Eduardo Esmeraldo, e resultado do prêmio aí está:

Caro Dr. Carlos:

Motivos alheios à minha vontade, a situação do seu fusquinha está um pouco complicada , veja voce, fui informado pela concessionária que há necessidade de trocar duas peças vitais na parte de refrigeração do motor. O comércio especializado do país, não foi possivel encontrá-las. O gerente me garantiu que irá contatar a matriz na Alemanha no sentido se possivel conseguir as peças originais. No entanto o prezado amigo não ficará no prejuizo total, estou providenciando um veículo similar que em breve lhe enviarei via sedex. Espero ser do agrado do seu Netinho. Em tempo: estarei enviando (2) dois veículos, já que a familia irá crescer com certeza, é aconselhavel ter mais um de reserva.



Abraços Zilberto


Por: Zilberto Cardoso

Raio atinge transformador de bomba de poço que abastece centro da cidade

A Sociedade Anônima de Água e Esgoto do Crato (SAAEC) informa que por conta do transformador da bomba do poço Recanto ter sido atingido por um raio, na quinta-feira passada, cerca de 50% do abastecimento d'água do Centro da cidade do Crato ficou prejudicado. Um novo transformador está sendo providenciado e em breve o abastecimento será normalizado. A SAAEC pede a compreensão dos usuários pelos transtornos causados no abastecimento, em virtude do incidente.

Abertas inscrições para o Projovem

O Governo Municipal do Crato, através da Secretaria de Ação Social, comunica que as inscrições para o Projovem Adolescente se encontram abertas nos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS do Muriti, Batateira, Alto da Penha, Seminário e Vila Alta. As inscrições podem ser feitas para jovens com idade de 15 a 17 anos, acompanhados de seus responsáveis legais munidos de seus respectivos documentos. A Ação Social solicita ainda a presença dos orientadores e instrutores nos CRAS.

Atualizações cadastrais do Bolsa Família a partir de maio

O setor do Programa Bolsa Família da Secretaria de Ação Social do Crato informa às famílias beneficiárias, que as atualizações cadastrais, tais como: inclusão de crianças, mudança de endereço, mudança de escola e alteração de renda, só poderão ser realizadas a partir do mês de março, em conseqüência de um problema na base de dados. A secretária Liduína Andrade informou que está sendo aguardado o envio de uma nova base de dados, por parte da Caixa Econômico Federal.
Encaminhamento de amparo assistencial

A Secretaria de Ação Social comunica que está fazendo o encaminhamento para o INSS do amparo assistencial BPC – Benefícios de Prestação Continuada, o qual garante ao idoso, a partir de 65 anos e ao deficiente que não tenha como se manter, um salário mensal. Maiores esclarecimentos, dirija-se à secretaria. O Governo Municipal do Crato, através da Secretaria de Ação Social, que foram incluídos, no mercado de trabalho, em empresas locais, 07 jovens, que participaram do curso de Office-Boy, promovido pelo CRAS. O prefeito Samuel Araripe tem sempre ressaltado a importância da parceria do comércio cratense, no sentido de possibilitar a inclusão social das famílias.

Assessoria de Imprensa
Prefeitura Municipal do Crato


Exposição reúne 12 artistas visuais contemporâneos de seis estados brasileiros em João Pessoa



FORTALEZA, 07.02.2009 – A exposição coletiva “Cartas/Trajetos” reunirá obras de 12 artistas visuais contemporâneos oriundos de seis estados brasileiros (Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco e Rio de Janeiro), na Usina Cultural Energisa (av. Juarez Távora, 243 – Torre – fones: (83) 3221.6343 / 3221.5346), em João Pessoa (PB). Gratuita ao público, a exposição será aberta na próxima quinta-feira, 12, às 20 horas, ficando em cartaz até 31 de março deste ano. Promovida pelo Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB), com curadoria de Bitu Cassundé, a mostra coletiva integra o Projeto Arte em Fluxo: Nordeste-Brasil. Participam da exposição os seguintes artistas: Gaio Matos (Bahia); Efrain Almeida, Vitor César, Waléria Américo e Yuri Firmeza (Ceará); Cao Guimarães e Pablo Lobato (Minas Gerais); José Rufino (Paraíba); Bruno Farias e Carlos Melo (Pernambuco); Brígida Baltar e Rosana Ricalde (Rio de Janeiro).

Oficina e lançamento de livros

Desse grupo de artistas, oito foram selecionados pelos editais de cultura do Banco do Nordeste e quatro são convidados do BNB (Bruno Farias, Cao Guimarães, Carlos Melo e Gaio Matos). Antes da abertura da exposição, no período de 09 a 11 (segunda a quarta-feira próximas), de 14h às 18h, Yuri Firmeza ministrará a oficina gratuita “Desmodelando: objeto permeável”, com 25 vagas disponíveis. Trata-se de uma oficina teórica e prática que tem como mote conceitual as questões apontadas pela mostra coletiva “Cartas/Trajetos”. Participam da oficina o curador Bitu Cassundé (dia 9), e os artistas Waléria Américo (dia 10) e Bruno Farias (dia 11), ambos participantes da exposição “Cartas/Trajetos”. Na quarta-feira, 11, às 19h, Yuri Firmeza lança três livros artísticos de sua autoria. Toda essa programação também acontecerá na Usina Cultural Energisa.

Diálogos entre artistas, instituições e público

O Centro Cultural Banco do Nordeste Fortaleza, comemorando seus dez anos de atuação na área cultural, vem desde 2008 ampliando seus limites geográficos na realização de exposições de artes visuais. São blocos de exposições com artistas contemporâneos, principalmente aqueles que participaram de mostras em suas sedes desde 1998. As exposições envolvem não apenas artistas nordestinos, mas de outras regiões brasileiras, possibilitando assim diálogos entre produção artística, instituições e público. A primeira etapa foi o intercâmbio entre jovens artistas da cidade de Belém (PA) com artistas de Fortaleza (CE), realizando uma exposição nestas duas cidades – na Casa das Onze Janelas, em Belém, e no CCBNB-Fortaleza. A etapa seguinte foi concretizada através da realização de miniresidências que promoveram o encontro de gravadores da Região do Cariri cearense com integrantes do o Clube de Gravura do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP).

Relações de trajetos no traçado de redes

A exposição Cartas/Trajetos localiza-se no território das sobreposições, dos encontros/desencontros, do deslocamento e do trânsito, e utiliza como recurso a poética que habita o sentido de carta para estabelecer relações de trajetos no traçado de redes que se entrelaçam pelas proposições contemporâneas de 12 artistas brasileiros. As cartas, geralmente escritas em primeira pessoa e associadas a relatos confessionais e de cunho amorosos ou afetivos, legitimadas pela literatura, música e outras linguagens, consolidaram-se no imaginário popular. Atualmente, as cartas perfazem outro circuito regido pela velocidade dos meios de comunicação e de tecnologia, configurando novas proposições e sentidos que se ajustam a essa nova temporalidade. Através das declinações poéticas, das metáforas que habitam seu campo semântico, as cartas constituem um dos eixos que conduz a exposição, ao estabelecer diálogos nas construções que sucedem os seguintes agrupamentos: Carta/Corpo; Carta/Palavra; Carta/Cidade; e Carta/Paisagem. Os grupos se localizam na aliança, não na temporalidade do início ou fim, mas no “entre’’, na sintaxe que os conectam, num território não localizável, no intermédio, e assim como o Rizoma conjugam o verbo “SER’’ entre as conjunções “e...e...e...’’. As cartas, ao se aproximarem das redes, circuitos, ramificações, tramas, traçados, trajetos, acercam-se do conceito de Rizoma, e é através dessas sobreposições que a exposição Cartas/Trajetos elege a poética de 12 artistas brasileiros na produção contemporânea para compor a mostra: Brígida Baltar, Bruno Farias, Cao Guimarães, Carlos Melo, Efrain Almeida, Gaio Matos, José Rufino, Pablo Lobato, Rosana Ricalde, Vitor César, Waléria Américo e Yuri Firmeza.

Fonte: Banco do Nordeste

Trupe Tábua de Pirulito - Agenda de Fevereiro

Agenda:

Dia 15/02/09
Local: SESC – Juazeiro do Norte(abertura do carnaval)
Hora: 11h da manhã
Necessária a apresentação da carteira do SESC atualizada.

Dia 20/02/09
Local: SESC – Crato(Show especial de carnaval)
Hora: 15h30
Baile de Carnaval para a comunidade SESC

Dia 20/02/09
Local: SESC – Juazeiro do Norte(Show especial de carnaval)
Hora: 17h
OBS.: Cortejo saindo da praça da prefeitura em direção ao SESC, culminando com o show. Vista sua fantasia e venha participar. A entrada será franca.

Divulgação - Tábua de Pirulito

A Rocha e o Poeta: Dois Signos que se Abraçam - Por: Telma de Figueiredo Brilhanteor:

A pedra é um símbolo que ainda não consolidou o seu destino. Anuncia o mítico, o não-dito enclausurado. Através da linguagem, transforma-se em belas imagens criadas pelo espírito inquieto dos poetas. Circunspecta, austera, em suas cavidades ofereceu abrigo, quando o homem buscava proteger-se das intempéries e dos animais selvagens. Ele partiu e a pedra continuou sendo pedra, a mudez revelando o sincretismo das coisas, testemunha eterna das mutações. A pedra é viva. Tem um coração que se espalha fragmentado nos abismos do mundo. Tratada metaforicamente reveste-se de beleza e mistério. O poeta, com os olhos da alma, vê a pedra-poema, a pedra-fortaleza, a pedra-mistério e a pedra-permanência. A pedra-poema é a alma do poeta. A pedra-fortaleza simboliza a segurança. A pedra-mistério reveste-se de misticismo, das coisas que moram além da imaginação. A pedra-permanência é o símbolo da eternidade, que o poeta imprime nos versos que compõe e que deixará à posteridade, como herança e marca da passagem. Todos os seres passarão, mas a pedra continuará no topo da montanha a vigiar o tempo. Ou no meio do caminho de Drummond, a pedra-obstáculo que estimula o caminhante a seguir em busca da realização do sonho. Antoine de Saint Exupéry, em sua obra Terra dos Homens diz: “O coração batendo com força, abaixei-me para apanhar o meu achado: um pedaço de pedra dura, negra, do tamanho de um punho, pesada como metal, em forma de uma lágrima.” Somente um poeta enxergaria a forma de uma lágrima numa pedra. O surgimento mítico do poeta está na busca da origem, da essência das coisas. O poema se constrói numa linguagem conotativa onde predomina a emoção. É um mundo ideal que se contrapõe á visão materialista. A alternância do gesto, o arremesso do verso nas paredes do mistério, a alma do poeta dissolvendo-se de paixão, extenuado, feito a cigarra, que explode e fenece num estridente grito de amor. A pedra, na sua imobilidade, parece não escutar as vozes dos ventos e das ondas do mar. Ledo engano. Ela é um organismo vivo que acompanhou as mudanças do tempo e do homem na sua condição de andarilho em vida transitória. Escutou os lamentos e os gemidos das dores do mundo. Intuiu a alegria, a felicidade em instantes efêmeros, passageiros.

A rocha faz um caminho de transformação. Dos elementos da natureza sofre erosão e se fragmenta. Os grãos de areia se aglutinam e à forma de pedra retornam. Com o fogo, a rocha se decompõe e se transforma em lava incandescente, magma que desce a montanha. Quando esfria, se solidifica, formando uma nova rocha. As coisas sobre a terra poderão sumir, mas na paisagem desolada, solitária, a pedra continuará. Não desaparece: se faz eterna. Acompanha o homem desde o nascimento até a morte. Vejamos alguns dos diversos significados com que se reveste:

. Pedra angular ou fundamental - que marca o início.
. Pedra de ara ou pedra de altar - a religiosidade.
. Pedra filosofal – substância procurada pelos alquimistas da Idade Média, que acreditavam que ela poderia transformar em ouro metais vis, curar e rejuvenescer o corpo humano.
. Pedra lascada, pedra polida – épocas pré-históricas em que os instrumentos usados eram feitos de pedra,
. Pedra sepulcral, lápide que cobre o túmulo.
Como constatamos, o poeta e a pedra estão intrinsecamente ligados em perfeita simbiose.

Na Bíblia Sagrada encontrei esse belo fragmento poético quando se refere ao apóstolo Pedro:

“ Achegai-vos a ele, pedra viva que os homens rejeitaram, mas preciosa e preferida aos olhos de Deus. Eis que ponho em Sião uma pedra angular, escolhida, preciosa, e quem nela crer não será confundido.”

A Pedro, disse Deus:
Tu és pedra e sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja. E a Deus, falou o poeta: Dá-me tempo, Senhor, para que eu construa o sonho do condor no ápice da montanha.


Por: Telma Brilhante

Notícias da URCA - 07 de Fevereiro de 2009


Acadêmicos de Campos Sales comemoram gratuidade nos cursos


Os alunos a Unidade Descentralizada da Universidade Regional do Cariri (URCA), em Campos Sales, recebem com grande alegria a notícia da gratuidade dos cursos implantados naquela localidade. O início do período letivo acontece no próximo dia 09. Este mais um compromisso honrado pela atual administração da URCA, que ano passado conseguiu iniciar o processo, com a então Unidade Descentralizada de Iguatu, hoje Campus de Iguatu, que acaba de ganhar a sede própria, uma grande estrutura garantida pelo Governo do Estado, orçada de R$ 6 milhões, metade desse valor foi para adquirir o prédio e a outra parte para a construção e adequação das edificações da CIDAO, uma antiga indústria de beneficiamento da cidade. O Diretor da Unidade em Campos Sales, Professor doutor Roberto Siebra, está tomando todas as providencias no sentido de garantir o funcionamento normal da Unidade em consonância com este novo momento. Nesta sexta-feira, dia 06, estará coordenando uma reunião com todos os professores dos cursos de Matemática, Letras e Biologia que funciona em Campos Sales, onde na oportunidade discutirá com os presentes a programação Didática e Pedagógica dos novos semestres letivos. Serão 312 alunos beneficiados, nos três cursos. Isso representa R$ 707.310, 78 investidos, por ano, além dos mais de 1.200 alunos beneficiados no Município de Iguatu, que desde o semestre passado estão sendo contemplados com a gratuidade dos cursos, um investimento de mais de R$ 2 milhões. Os cursos do município de Campos Sales estão funcionando no prédio da Escola Tabelião Vicente Alexandrino de Alencar, no Centro da cidade. A aula inaugural, para o lançamento da gratuidade, está prevista para o dia 4 de fevereiro.

Reitor participa de reunião sobre avaliação institucional

O Reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), Professor Plácido Cidade Nuvens, encontra-se em Fortaleza, onde participa de uma importante reunião no Conselho de Reitores das Universidades do Ceará (CRUC), no qual é vice-presidente. Na ocasião estará acontecendo o Seminário Sobre Avaliação Institucional, com Meirecele Calíope. A reunião acontece na manhã desta sexta-feira. Na tarde de ontem, o Reitor esteve na sede da Secretaria das Cidades, para tratar se assuntos relacionados ao projeto de infra-estrutura do Geopark Araripe.

Modernização abrangerá diversos setores da URCA

A administração de Universidade Regional do Cariri (URCA) está realizado um trabalho de planejamento, juntamente com o Centro de Processamento de Dados (CPD), da Universidade, para implantação dos novos computadores que vão dar um novo redimensionamento ao processo de informatização da URCA, sendo o mais amplo trabalho voltado para o processo de modernização da instituição. A Instituição, nos próximos dias estará recebendo um carregamento com 195 computadores, impressores e notebooks, entre outros equipamentos de informática, que serão distribuídos nos Departamentos, coordenações, e demais Campus, além da Biblioteca, que ampliará sua rede de consultas e serviços, possibilitando ao visitante mais comodidade. Os equipamentos estarão sendo repassados através da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado – SECITECE. Uma solenidade marcará a entrega simbólica dos computadores.

URCA firma parcerias para implantar cursos no campo

A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Ceará (Fetraece), realiza no próximo dia 10 de fevereiro, reunião para tratar sobre assuntos relacionados à Educação no Campo e Pronera. A reunião será na sede da Fetraece, em Fortaleza, na avenida Rio Branco, 2198, na Joaquim Távora. Contará com a Pró-Reitora de Planejamento e Avaliação da URCA, Carminha de Lima Macedo, representando a Universdade. Ainda participam da reunião a Coordenação Regional da Fetraece.a Rede Cearense de ATES/ATER, o Incra, a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), o Instituto Agropolos e a Secretaria de Educação do Estado (SEDUC). Na ocasião, a URCA vai firmar parceria com o Incra e Fetraece, para realização de cursos de graduação especial para Direito, História, Pedagogia para assentados.

Seminário sobre Programa de Capacitação de Projetos acontece dia 11 na URCA

Será realizado no próximo dia 11, o Programa de Capacitação e Gestão de Projetos Inovadores. O tema escolhido para o evento foi Cultura e Projeto de Inovação tendo como palestrante Paulo Resende, Analista do Departamento de Promoção Institucional – Finep. O evento acontece no Salão de Atos professor José Newton Alves de Figueiredo, na Rua Cel. Antônio Luiz, vizinho ao Hemocentro. À tarde, Paulo Resende fará palestras sobre Oportunidades de Recursos, com Ênfase na Subvenção Econômica. A palestra acontece no mesmo local.

Contato:
Assessoria de Comunicação
Universidade Regional do Cariri - URCA
(88) 3102-1212 ramal 2617
www.urca.br Elizangela Santos

Infra-Estrutura do país em Sucata - Por: Luiz Domingos de Luna

É muito importante para a sociedade problematizar assuntos pertinentes a política, a economia, enfim, ao dia a dia do convívio social, na interação e na busca de soluções para problemas que vão surgindo com o aprimoramento do processo democrático neste país. É na argamassa da fruição de idéias que vai se formando um Brasil com as tonalidades das aspirações do povo brasileiro.É inquestionável que a força da democracia reside justamente no ponto da pluralidade de opiniões, com instituições saudáveis, com uma imprensa livre, onde a liberdade de expressão seja o farol para o desenvolvimento, intelectual, material, na formação do “todo orgânico” que visa o bem estar da sociedade brasileira como um todo. Gostaria também que, com o mesmo afinco com que se questiona, se problematiza os problemas existenciais no momento presente, a noticia em foco, o problema na ocorrência, também é de suma importância fazer um questionamento sobre a infra-estrutura brasileira; pois, penso que o desenvolvimento de um país passa a ser um fato real quando o estado oferece a sociedade uma infra-estrutura que contenha condições para o crescimento social em todos os seus aspectos, desta forma,compreendo que as veias básicas que irrigam o pulsar do ” eu” social estão no mínimo entupidas ou sucatadas, a nossa malha rodoviária que interliga o país hoje é um cartão de visita que envergonha qualquer brasileiro, e o pior é que, a situação, além de ser raramente questionada nos meios de comunicação de massa é um ponto para o nascedouro de um tumor maligno que em qualquer tempo pode parar o país, não quero dizer que a situação da problemática da infra-estrutura foi criada no governo atual, claro que não, quem não lembra dos apagões nos governos anteriores, com certeza são problemas antigos que exigem soluções novas, versáteis, urgentes.Por que não tratar a problemática da infra-estrutura brasileira com seriedade? Se o Estado não tem condições de solucionar a problemática da infra-estrutura, por que não terceirizar?Entendo que é urgente a necessidade de uma política voltada com determinação, garra, tenacidade, na elaboração de medidas concretas para resolver de uma vez por todas a situação da infra-estrutura no Brasil.Creio que este problema pertence a todos brasileiros, independentemente de ideologias, pois o bem comum beneficia a todos indistintamente, do contrário, iremos repassar para as novas gerações um país apodrecido dentro de sua própria malha básica na sua própria função de servir a sociedade. E Ai quando for descoberto que o estado falhou já é muito tarde.

Por: Luiz Domingos de Luna

Programação do mês de Fevereiro do Olhar Casa das Artes

Essa é agenda do mês de fevereiro da Olhar Casa das artes:

06/02 Noite do Vinil
07/02 encontros dos Djs- Com Daniel Batata- o herói do sertão e Sergio-Noite do vinil
09/02 Manel Jardim convida Lenynha -uma noite de muito jazz
11/02 Junior Rivadavio
12/02 Dj Batata- o herói do sertão -com o melhor do regional e drum´n´bass
13/02 Noite do Vinil- Dj Sérgio
14/02 Val Andrade
16/02 Manel Jardim convida
18/02 Junior Rivadavio
19/02 Dj Batata- o herói do sertão -com o melhor do regional e drum´n´bass
20/02 Noite do Vinil- Dj Sergio "Baile dos mascarados"
21,22,23,24 Carnaval com A Banda Sol na Macambira e Dj Batata . com o melhor do regional, maracatu, frevos, marchinhas

Fonte: Olhar Casa das Artes

Locutor Jesus de Almeida "deixa" a Rádio Educadora do Cariri após 50 anos de trabalho


Jesus de Almeida

O grande locutor de voz grave, suave e bela, Jesus de Almeida, que se eternizou com o seu clássico programa "Suave é a Noite" que embalou décadas de puro bom gosto musical as noites cratenses, deixou a Rádio Educadora do Cariri no último dia 02 de fevereiro. A notícia, é do seu próprio filho Almeida Júnior, que também deixou a estação há alguns meses. Como alguns já devem saber, a Rádio Educadora do Cariri está passando por diversas reformas estruturais, tanto em equipamento, quanto em programação. Segundo o Jornalista Huberto cabral, a emissora deverá ficar no ar 24h complementados pelos programas religiosos da chamada Missão Resgate.

Esta é a emocionada mensagem do locutor Almeida Júnior em relação a seu Pai que chegou até nós:

"Bom dia meu irmão ( Dihelson ),

Mais um deixa a Radio Educadora, depois de 50 anos de radio, e de dois (ultimos dois anos) trabalhando em duas funções (locutor e operador de som) sem receber salario, apenas uma gratificação pela técnica. Com o coração partido, e triste pela desvalorização meu pai Jesus de Almeida deixou a radio ontem ( Dia 02 de Fevereiro )."

Indubitavelmente, a Rádio Educadora passa por uma mudança muito profunda a ponto de perder os grandes ícones que a construíram. Talvez a mudança radical na programação, focalizando o cunho mais religioso e Católico, seja para fazer frente ao enorme crescimento nos últimos anos das Igrejas Evangélicas. Ao manter a estação 24 horas no ar com programas religiosos, deve sair muito caro, pelo menos em energia elétrica, e com a compra de novos transmissores, equipamentos do estúdio, se considerarmos que até pouco tempo, a Rádio estava prestes a fechar as portas por falta de verbas. É um grande investimento para salvar "almas".

Mas fica aqui a nossa homenagem e solidariedade a este verdadeiro baluarte do Rádio Caririense, que em muito contribuiu para a História do nosso Rádio e da nossa cidade. O Blog do Crato homenageia o grande locutor Jesus de Almeida.

Dihelson Mendonça

MATEMATICANDO.COM Dr Valdetário.

O Relógio de Fogo.


Até pouco tempo todos os relógios eram à corda. Estou tentando dizer que não faz muito tempo, a maneira de alimentar as engrenagens dos relógios não era por meio de minúsculas baterias como é hoje. Mesmo nos menores relógios de pulso havia uma pequena chave que a gente dava uma puxadinha e “dava corda” no bobo. Vem daí a expressão “pegar corda”. Pois bem, esse blá-blá-blá todo é apenas para iniciar mais um Matematicando que, não por coincidência, é sobre um relógio de cordas. Observe, de cordas e não a corda. O Rublogueto, pra fugir dos seus credores, resolveu fazer um cruzeiro clandestinamente e embarcou num grande transatlântico, assim meio de forma irregular. Em alto mar o intruso foi descoberto e deixado numa ilha deserta. Mas como o Rublogueto demonstrou ter muita habilidade com a Matemática o comandante do navio resolveu dar uma oportunidade ao bom moço oferecendo-lhe um desafio. O rapaz foi deixado na ilha com duas cordas, um fogo de artifício e uma caixa de fósforos. Cada corda seria totalmente queimada num espaço de tempo de 60 minutos, só que não queimava de forma uniforme, ou seja, cada parte da corda queimava em tempos diferentes. O Rublogueto teria que soltar o fogo exatamente 45 minutos após a saída do navio da ilha. Se assim fizesse o navio retornaria e o salvaria; caso contrário, seria esquecido por lá. O Rublogueto não dispunha de relógio e nem de qualquer outro meio que permitisse medir o tempo. Usando apenas o fósforo e as duas cordas ele conseguiu marcar os 45 minutos e soltar o fogo como exigira o comandante. Qual foi a estratégia usada pelo Rublogueto? Mandem suas respostas que estarei aqui contando o tempo. Um grande abraço. Valdetário.

"Mimim" e Adélia Prado- Por : Socorro Moreira - Para os meus amigos de Várzea Alegre..

Adélia Prado me foi apresentada por José Ítalo de Andrade Proto, em 1981.
Recebi pelos Correios , o presente de um livro de poesias com a dedicatória :
"Adélia não é a tua cara ?
-Insaciável , em termos de vida !"
Li, avidamente. Afinal , Ítalo fôra e continuara sendo o meu maior referencial afetivo de sabedoria, sensibilidade e inteligência.
Descobri na Adélia, a simplicidade que existia em mim ... Pensar poeticamente, enquanto lavava a louça do café, varria a casa, cuidava do jardim, testava uma receita nova, me enfeitava para esperar um namorado.
Em 1987, Ítalo foi convocado pelos céus, e partiu. As pessoas que o amavam tiveram que conviver com a dor da separação, hoje transformada , na mais doce das saudades.
Ítalo amigo , cidadão, camarada, filho , irmão ... "O Mimim" dos afetos mais próximos !
Com esta ponte sutil , permaneci ligada à suavidade do Ítalo , e sabedoria poética da Adélia.
Conheci o Ítalo, em Várzea Alegre, no ano de 1967. Época de férias. Juventude lúdica : dançante e cantante. Mas ele era diferente ... Preocupava-se com as causas sociais. Instigava a nossa consciência crítica. Queria por idealismo , um mundo mais justo, mais fraterno, mais livre.Nos correspondemos por meses seguidos... Até que nos ligamos a outros destinos , sem jamais perder o fio da meada : boas lembranças !
Uma década depois, em 1977, nos reencontramos em Fortaleza. Ele me olhou e disse :Socorrinha, você, Odalice e Dayse não ficam velhas ,nem feias...Continuam lindas !
Já adultos, e com responsabilidades , curtimos uma grande amizade. Cantamos Nelson Cavaquinho, Chico, Vinícius ...Voltamos a dançar, e a fazer poesia com o nosso olhar.
E, por mais dez anos, nos correspondemos.Cartinha vai, cartinha vem...Eu de vários recantos...Ítalo , no Rio de Janeiro.
Dizia-me sempre : Você devia morar em Londres !
Até que um dia , as cartas tornaram-se telepáticas.
Visitou-me algumas vezes , e ainda me visita, trazido pelo perfume de uma flor ou o som de uma canção de amor. Arrastado pelo vento, ou voando como um passarinho...
Pousa nas minhas janelas diurnas e noturnas, e faz com a alma , um afago, um carinho.
"Love is a many splendored thing"...
-A voz de veludo e o verde esmeralda do olhar, que nunca esqueci !



Dia
(Adélia Prado)
As galinhas com susto abrem o bico
e param daquele jeito imóvel
- ia dizer imoral
- as barbelas e as cristas envermelhadas,
só as artérias palpitando no pescoço.
Uma mulher espantada com sexo:
mas gostando muito.

Coisas - Por: Claude Bloc

Sinto
Ah, não minto
Todas essas coisas
que pressinto.

O céu espalha
As estrelas
E a noite teima
Em não vê-las...

Texto - Claude Bloc

EDITORIAL - Um Projeto com Coragem e Determinação, que certamente irá mudar o Crato como o Conhecemos. - Por: Dihelson Mendonça

nivaldo

[ Acima: Foto do Secretário de Controle Urbano e Meio Ambiente, Nivaldo Soares ]

Um projeto que merece os aplausos de todos os Cratenses, executado com coragem e determinação, como nunca antes foi planejado para o município do Crato. Assim é que podemos dizer que foi ontem a tão aguardada palestra e reunião sobre a Poluição Sonora e Visual do Crato, que se realizou no Teatro Municipal Salviano Saraiva. Esse encontro, que considero de suma importância, vem para consolidar os avanços do novo modelo de educação social implementado pela atual gestão e foi muito significativo, pois abordou não só os já mencionados temas de despoluição sonora e visual do Crato, como também foram tratados assuntos contundentes, como é o caso dos feirantes, que começam a se proliferar no centro do Crato, ocupando inúmeras áreas, e tornando certas partes da cidade, simplesmente intransitáveis. Estiveram presentes no encontro, notórias personalidades, dentre as quais, o atual gerente do Banco do Nordeste agência Crato, que além de outras coisas, se propôs a liberar e facilitar recursos no sentido do amparar todo o processo, desde aparato de comerciantes e lojistas do Crato, que talvez necessitem de recursos para a mudança radical das fachadas dos seus prédios, aos recursos necessários a outras iniciativas no sentido da realização do projeto como um todo.

O Secretário Nivaldo e o Prefeito Samuel Araripe ousaram apresentar em Slides, e Data Show ( para o deleite dos presentes ), os graves problemas porque passa a nossa cidade no tocante à poluição visual, muitas vezes associada aos camelôs, e tal fato, diga-se de passagem, precisa ser enfrentado de forma corajosa, pois envolve o remanejamento de pessoas que ganham para seu sustento e de suas famílias. Em relação a isso, o Prefeito Samuel Araripe declarou textualmente "Não queremos prejudicar ninguém! Acreditamos ser possível a convivência pacífica entre os diversos setores. O que não podemos tolerar é o que estamos presenciando no centro da cidade com o caótico transporte alternativo, que poderemos oferecer outros pontos da cidade aonde se criem pontos de acesso" Com relação aos feirantes da praça da Sé, ele também foi enfático: "Não desejamos prejudicar quem quer que seja, nem o trabalho daquelas pessoas. Se há uma coisa que o prefeito Samuel não deseja, é prejudicar o tabalho de ninguém. Mas também há de convir que da forma que está, não pode continuar!. A grande maioria da população do Crato não pode ser prejudicada por uma pequena minoria que ocupam espaços que a eles não foram reservados. Mas creio que encontraremos uma solução para isso... Em Fortaleza, cidade que frequento bastante, a prefeita Lusiziane Lins está enfrentando um sério problema com uma feirinha que se implantou sorrateiramente ali por detrás da catedral, e hoje já começa a interditar o próprio trânsito..."

É de iniciativas corajosas assim que o Crato está precisando. Pode até ser que o prefeito Samuel Araripe e sua equipe estejam em rota de colisão com diversos setores da sociedade, como certos feirantes, comerciantes inescrupulosos que ostentam placas enormes pela cidade, enfeiando a beleza de nossas ruas, e isso é uma luta que não será fácil, não será rápida, mas é sobretudo necessária e mais do que em tempo. Como alguém disse na reunião "Agora, é um caminho sem volta" e mais outro: "Chegamos no limite".

A minha opinião é que a sociedade como um todo apoie essa iniciativa da despoluição visual e sonora da cidade. Abracemos essa causa, pois a estruturação correta de uma cidade que se propõe a ser modelo para o Ceará e para o Brasil, como o Crato, necessita urgentemente desta despoluição, da reformulação de conceitos, da educação da sociedade, e da tomada de iniciativas corajosas que só irão desaguar em dias melhores para o povo cratense.

Crítica aos Faltosos

E aí é que eu me questiono porque num evento tão importante que define o novo perfil do Crato, que trata da preservação do patrimônio histórico do município, tirando da frente esses imensos painéis que enfeiam a nossa cidade, e medidas que certamente trarão o bem-estar aos Cratenses, NÃO estiveram presentes aqueles que gostam de criticar sempre sem conhecimento de causa... Não estiveram lá para ver o modelo. Não estiveram lá para ver a seriedade de propósitos, não estiveram lá para não tomarem conhecimento e assim continuarem apenas a criticar o que não conhecem, as tentativas de setores da sociedade em verem os problemas do Crato solucionados. Alguns que não foram, exatamente aqueles que fazem oposição pela oposição, não foram a fim de se oporem a qualquer coisa que não seja da sua autoria. São exatamente aqueles que escrevem resenhas depreciativas, sem fundamento, sem conhecimento dos verdadeiros problemas e das soluções possíveis. São enfim, pessoas que nem sequer apareceram para discordar dos pontos apresentados no evento, que possuía microfone aberto à livre manifestação por parte da população. Mas alguns do Crato, nós já conhecemos: preferem sentar-se comodamente em suas poltronas, dizer que o mundo é assim mesmo, que não há esperanças, e passam a vida a escreverem sobre coisas que sequer tomam conhecimento e ignoram.

Por isso parabenizo aqui as pessoas sensatas da oposição, de partidos políticos diferentes da atual administração, como a vereadora MARA GUEDES, que compareceu ao evento e deu a sua contribuição, de apoio e de crítica construtiva aos modelos apresentados, e que assim como outros tantos, boas pessoas, comparecem nesse momento de grande importância para o município, em que se deseja ver a cidade melhorada, sabem dar as mãos e trabalhar. Afinal, o bem maior de um povo é a sua educação. E partindo do pressuposto da educação e da cultura de uma sociedade, é de se esperar que cada cidadão de bem, pertencente a qualquer ideologia, partido político, se irmane no sentido do bom-senso e dos valores que tornam nossa sociedade melhor, bem como melhores dias para o povo do Crato.

Texto e Fotos - Dihelson Mendonça

Olha que comentário legal, adorei!!! - Por: Mônica Araripe


"Olá, achei maravilhoso o show do biquini, o prefeito samuel tá de parabens, tudo muito organizado, e o que mais achei legal foi entrar no site do próprio biquini e ver o comentário que eles fazem do show do crato, muito bom, nós que somos cratenses, mas não moramos aí, ficamos felizes quando vemos um evento tão bom no nosso cartim de açucar.no site do biquini cavadão eles se despendem no comentário do show do crato com um "abraço a turma da Mõnica" , esse comentário é com relação ao pessoal que organizaou o show? ao pessoal da prefeitura?abraços, e parab´nes, continuem assim, valeu, valeu mesmo Crato.2 de Fevereiro de 2009 10:02. Foi um show Maravilhoso!!! e a turma da Mônica realmente tava dando todo apoio e curtindo o show, que foi lindooooooo"

Um final de semana maravilhoso para todos.

Por: Mônica Araripe

Palestra sobre Despoluição Sonora e Visual do Crato foi um Sucesso !


Lançado na noite de ontem, em Crato, o Projeto Avançando com Requalificação, da Secretaria de Meio Ambiente do município. O evento foi aberto pelo secretário Nivaldo Soares. Um estudo foi realizado sobre vários aspectos. Mais de mil fotografias foram tiradas para desenvolver o projeto. O prefeito Samuel Araripe fez a apresentação para os convidados, representantes da sociedade, entidades classistas, ambientalistas, vereadores, integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e instituições financeiras, que deram apoio para o desempenho das ações previstas no projeto. Questões enfocadas como a poluição sonora e poluição visual serão combatidas na cidade, no sentido de dar um visual mais humano para os cratenses e vivência saudável. Outro ponto diz respeito à retirada de materiais que estão sendo comercializados nas calçadas das lojas, fazendo com que os pedestres se arrisquem, tendo que descer as calçadas. Placas irregulares, espaços ocupados irregularmente por bancas, veículos estacionados, prejudicando o fluxo de trânsito, além da regulamentação do uso de placas comerciais nas fachadas das lojas foram inseridos no estudo.

Um dos principais e importantes pontos destacados pelos diversos representantes de instituições e motivo de elogios por parte de vereadores e representantes de entidade é a participação social, para debater antes qualquer ação, prevista no projeto. No próprio trabalho se aborda a intervenção através de uma visão compartilhada, ou seja, um convite direto para a sociedade participar. A vereadora petista Mara Guedes, destacou a importância do projeto em dois aspectos, um deles por envolver o debate junto à sociedade e o segundo por ter um viés educativo, que ela considera essencial. Outro ponto, cita ela, é a intervenção levando-se em conta melhores condições de acesso para os portadores de deficiência física.

Já o diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas do Crato (CDL), Geraldo Pinheiro, destacou a relevância do projeto e prometeu reunir esforços para levar a idéia para os comerciantes, mas destacou a sua preocupação em relação ao espaço destinado para os vendedores ambulantes. O prefeito do Crato, Samuel Araripe, ressaltou a sua preocupação, mas ao mesmo tempo disse estar percebendo o nível de responsabilidade ao desenvolver um projeto dessa envergadura. Segundo ele, todo o trabalho será feito buscando, acima de tudo, o bem-estar da população do Crato e dos cratenses. O próprio prefeito, na apresentação, disse que um dos grandes parceiros para o desenvolvimento desse trabalho é o Ministério Público.

Samuel destacou, ainda, que intervenções desse porte foram feitas em grandes cidades do País, como São Paulo e que o Crato passará a ser uma referência em todo o Nordeste. Tanto que dentro desse processo de intervenção, foram apresentados layouts de placas de ruas indicativas, informativas, facilitando a vida, principalmente, dos turistas que chegarem a cidade.

O secretário de Meio Ambiente, Nivaldo Soares, disse que as primeiras ações estão previstas para acontecer após a realização do carnaval, com a retirada de placas afixadas de forma irregular, inclusive em alguns locais apontados na amostragem, há esquinas com até 12 placas, provocando grande poluição visual. Também haverá uma fiscalização mais efetiva em relação aos carros de som nas ruas.


Reportagem: Elizângela Santos
Fotos: Dihelson Mendonça

Cidade Sitiada - Por: José Nilton Mariano Saraiva

Dias atrás, abatido de forma fulminante por um inimigo indesejável e mortal - o poder destrutivo da cocaína - o competente ator-galã global Fábio Assunção, flagrantemente debilitado e em estado digno de dó, foi afastado sumariamente da tradicional novela das oito, carro-chefe do valorizado e disputado horário nobre da emissora, sob a respeitável justificativa da necessidade de internamento urgente para desintoxicação química (que assim seja e torçamos todos por ele).
Imediatamente, como que se arvorando de palmatória do mundo, a própria emissora global fez questão de colocar por trás das câmaras todo o seu séqüito de principais atores, atrizes e diretores, bem como as ouriçadas “socialites” cariocas de plantão, a veicularem, aqui para nós e inclusive o próprio Assunção, postados do outro lado da telinha, mensagens de otimismo e confiança, e votos de breve recuperação e de fé no futuro, ao tempo em que (dicção devidamente ensaiada, voz empostada e em tom professoral), veementemente condenavam o uso de drogas, alertando-nos sobre suas conseqüências danosas e nefastas.
Pura hipocrisia. Cinismo sem igual. Desfaçatez absoluta.
Sim, porque todo o país tem conhecimento, e os pobres moradores do sofrido Rio de Janeiro que o digam, que a droga poderosa e pesada, mesmo que de qualidade duvidosa, passou a ser consumida em quantidade e profusão inimagináveis, no Brasil, em meados da década de 70, quando dos incrementados embalos noturnos da Zona Sul carioca, nas badaladas comemorações em coberturas milionárias e suntuosas do Leme, Copacabana, Leblon e Ipanema, nos “luaus” privados do meio artístico em praias desertas, em “cruzeiros” marítimos de araque, que perambulavam dias e dias sem destino, sem pressa e sem rumo, a não ser transmutar-se numa “ilha” privativa de consumo desbragado, e até - pasmem ! - em hotéis cinco estrelas da orla fluminense, onde eles, os globais, quando não promotores, se faziam sempre presentes e eram figurinhas carimbadas. À época, festa onde a cocaína não reinava absoluta, onde a “branquinha” não rolasse farta e generosa, onde não houvesse possibilidade de se “viajar”... ficando, não era considerada festa, mas pura caretice e, portanto, indigna de receber um global da vida; e ninguém queria ser considerado careta...
Além do que, para estimular o consumo, havia a facilidade do então chique, famoso e recém-introduzido no Brasil “delivery” (ou entrega em domicílio) com a conseqüente desnecessidade de se arriscar a subir os morros fétidos, escuros e perigosos da cidade.
Posteriormente, e sempre difundida pelos próprios globais, o consumo obsessivo da “mercadoria” espraiou-se pelo outrora circunspeto e fechado meio intelectual carioca, pelos formadores de opinião, cantores(ras) famosos, integrantes da grande imprensa, jogadores de futebol em evidência e, num crescente rolo compressor irresistível, no seio da classe média emergente e seus filhinhos de papai desvairados e depravados.
E aí, quando o vício impôs-se, quando a dependência virou uma realidade (porquanto impregnada em todo o Rio de Janeiro), quando a sede de consumo manifestou-se insaciável, prevaleceu a velha, básica e cruel lei da oferta e da procura: se há procura, há que se ter uma oferta correspondente; ou, preferencialmente, com sobras, em excesso, suculenta até.
E, porque se tratando de um produto caríssimo com um emergente mercado potencial ávido e carente de ser atendido, o preço a ser pago pela cocaína tornou-se escorchante, inacessível, proibitivo até para certos segmentos que não tivessem “bala na agulha”; surgiram, então, as primeiras brigas, afloraram as rivalidades, vieram as desavenças, aconteceram os desencontros, longevas amizades se desfizeram, relações juramentadas e tidas como “para sempre” azedaram de vez, e a discórdia pintou com força e apetite no pedaço; como conseqüência, tombaram as primeiras vítimas, abatidas nas guerras de gangues rivais ou em simples rixas individuais de viciados repentinamente desprovidos do poder de compra.
Por sua vez e na contramão, os narcotraficantes, agora cacifados pelo excesso do vil metal e absolutamente conscientes do seu poder de fogo, armaram-se sofisticadamente com o que há de mais moderno e letal, formaram pequenos, mas poderosos exércitos, corromperam não só a cúpula, mas os próprios executores-operativos do aparelho policial, delimitaram áreas, estabeleceram regras próprias de convivência, fixaram limites, fecharam o comércio quando, onde e no momento que lhes era apropriado, impuseram a lei do silêncio e, praticamente, subjugaram a sociedade civil.
O poder público, sucateado, desaparelhado e permanentemente omisso e ausente nos morros e favelas cariocas (dizem que a partir da opção política de um determinado governador), foi publicamente afrontado, literalmente desmoralizado e imediatamente substituído pelo poder marginal; e assim, o Rio de Janeiro, terra onde a mãe natureza foi pródiga e de uma generosidade a toda prova, a outrora cidade maravilhosa, o cartão-postal do Brasil, o orgulho de todos nós, admirada aqui e além mares, considerada sem favor nenhum uma das mais belas cidades do mundo, transformou-se na praça de guerra que é hoje, numa CIDADE SITIADA e cujos pobres e infelizes habitantes vivem sob o domínio do medo e do terror diuturnos.
Até quando ??? Ou não tem mais jeito ??? Teriam perdido os cariocas, em definitivo, o bonde da história ???

Autoria e postagem: José Nilton Mariano Saraiva


Ação Social promove Encontro Pedagógico com os monitores do PETI

O Governo Municipal do Crato, através da Secretaria de Ação Social, comunica ao monitores do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil – PETI, que nos dias 05 e 06 de fevereiro (5ª e 6ª feira), será realizado o encontro pedagógico, a partir das 9 horas, na Secretaria de Ação Social – Centro Social Urbano – no Bairro São Miguel.

Atualizações cadastrais do Bolsa Família a partir de maio

O setor do Programa Bolsa Família da Secretaria de Ação Social do Crato informa às famílias beneficiárias, que as atualizações cadastrais, tais como: inclusão de crianças, mudança de endereço, mudança de escola e alteração de renda, só poderão ser realizadas a partir do mês de março, em conseqüência de um problema na base de dados. A secretária Liduína Andrade informou que está sendo aguardado o envio de uma nova base de dados, por parte da Caixa Econômico Federal.

Encaminhamento de amparo assistencial

A Secretaria de Ação Social comunica que está fazendo o encaminhamento para o INSS do amparo assistencial BPC – Benefícios de Prestação Continuada, o qual garante ao idoso, a partir de 65 anos e ao deficiente que não tenha como se manter, um salário mensal. Maiores esclarecimentos, dirija-se à secretaria. O Governo Municipal do Crato, através da Secretaria de Ação Social, que foram incluídos, no mercado de trabalho, em empresas locais, 07 jovens, que participaram do curso de Office-Boy, promovido pelo CRAS. O prefeito Samuel Araripe tem sempre ressaltado a importância da parceria do comércio cratense, no sentido de possibilitar a inclusão social das famílias.

Atualizações cadastrais do Bolsa Família a partir de maio

O setor do Programa Bolsa Família da Secretaria de Ação Social do Crato informa às famílias beneficiárias, que as atualizações cadastrais, tais como: inclusão de crianças, mudança de endereço, mudança de escola e alteração de renda, só poderão ser realizadas a partir do mês de março, em conseqüência de um problema na base de dados. A secretária Liduína Andrade informou que está sendo aguardado o envio de uma nova base de dados, por parte da Caixa Econômico Federal.

Fonte: Prefeitura Municipal do Crato - PMC
Assessoria de Imprensa

Dom Helder Camara O Profeta Da Paz - Por Luiz Cláudio Brito de Lima


Conforme recentemente fiz publicar texto acerca da liberdade de manifestação, direito esse assegurado à todos, bem como, com o espeque de trazer aos leitores dados e/ou informações sobre determinado(s) assuntos(s) , possibilitando um visão mais apurada sobre temas atuais (ou não tão atual) , tomo a liberdade de transcrever apresentação do livro “ Dom Helder Camara, o profeta da paz” , de autoria dos senhores , Nelson Piletti e Walter Praxedes, obra resultado de um processo minucioso, tanto por meio documental, como testemunhal, traçando ainda uma abordagem geral sobre a vida desse religioso.Inclusive tendo sido indicado ao prêmio nobel da paz, não obtendo êxito, segundo consta,por interferência política. Por fim, e mais uma vez o escopo desse texto é somente levar aos “blogueiros” (utilizando uma linguagem mais moderna) , conforme registrei comentário em artigo publicado recentemente, possibilitando – ou tentar – uma visão mais ampla sobre assunto tão delicado, no caso em apreço a religião. Dessa forma, com o espírito carregado de desprendimento, aceitação e curiosidade , vamos nos fartar com essa obra que, em um primeiro momento, nos apresenta um viés da história , a que tudo indica, totalmente desconhecida por uma grade fatia da população brasileira. Boa leitura a todos.

“O ano de 2009 marca o centenário de nascimento de dom Helder Camara, talvez a figura mais brilhante e polêmica que a Igreja brasileira já produziu. Chamado pela imprensa ora de “bispo vermelho” ora de “santo rebelde”, Helder Camara foi amado pelo povo e odiado pela alta cúpula dos governos militares. Por isso mesmo os julgamentos a seu respeito se polarizam. É fácil transformá-lo em figura mítica com postura rebelde, acima do bem e do mal. Em virtude de sua pregação libertadora em defesa dos mais pobres – que ultrapassou as fronteiras nacionais e continentais – e de sua atuação política e social, foi perseguido e caluniado. É igualmente fácil dizer que ele era o típico padre de passeata, pregador de utopias, manipulador de massas com discurso que misturava Deus e Marx. Difícil é manter a isenção diante de figura tão poderosa. Daí a importância deste livro, escrito por Nelson Piletti e Walter Praxedes. A obra – resultado de intensa pesquisa, numerosas entrevistas e análise objetiva de documentação farta e inédita – não investiga apenas a trajetória de dom Helder. Como toda boa biografia deveria fazer, situa o biografado na História do Brasil, estuda as relações entre militares e a Igreja brasileira e entre esta e o Vaticano. Pela importância do biografado, pelo período que analisa, pela escrita elegante e gostosa de ler, esta obra está destinada a ocupar a atenção dos leitores” .
( fonte: http://www.editoracontexto.com.br/livro.php?livro_id=430)

(...) Para a avaliação das qualificações de dom Helder Camara ao prêmio Nobel da Paz, há certos pontos a ser destacados: sua mensagem de não violência na América Latina de hoje pode ser considerada importante para a conservação da paz, já que representa uma real alternativa ao aumento do terrorismo e dos movimentos guerrilheiros. Sua coragem pessoal é indiscutível, é um homem de prestígio e importância, o que faz com que a sua mensagem seja ouvida tanto no Brasil como no exterior. (O Sunday Times de 17 de maio mostra-o como o homem de maior influência na América Latina depois de Fidel Castro). Além disso, Câmara não representa apenas ele próprio, mas também uma grande e importante corrente dentro da Igreja Católica da América Latina. Jakob Sverdrup Consultor do Comitê Nobel do Parlamento da Noruega – Oslo, 1970. (...)
(trecho do livro “ Dom Helder Camara, o profeta da paz” , editora contexto).

Por: Luiz Claudio Brito de Lima

Cotidiano - Por Socorro Moreira



Madruguei.
Ainda sonolenta , com a manhã despertei.
Liguei a TV.
Aula de Matemática : Progressão Aritmética. Fórmula tão amplamente usada.
Exemplo prático ?
-Calcular , a partir de quilômetros percorridos, o valor da corrida de taxi.
E o tempo?
Nunca esquecer , que ele onera a conta !
Mudei de canal.
Sai à procura de um clássico do cinema. Saudades de Gary Grant !
Geralmente , fujo das palestras religiosas, dos testemunhos que vendem a fé.
De cara, uma mulher de rosto e voz apaziguantes. Falas envolventes, sobre a necessidade humana da beleza. Comecei a concordar com cada palavra, cada expressão ... Um susto feliz !
E fui concordando com o "ordinário" do cotidiano. Com o momento "épico", as vezes silencioso, nas pequenas coisas...Concordando que a felicidade está na construção dos afetos , na educação da sensibilidade.
Arte. Arte não é luxo. Ela é natural, generosa, pródiga !
Ela é identificada no que transcende. Quem tira do branco a palavra , e a transforma num recado, consegue criar !Se do concreto, algo se fez vibrante , posso chamar de poesia , a minha emoção.
Ouvi , respirando feliz, aquela simpática senhora ...Linda , dos cabelos de algodão. Foi falando , falando , e se identificando.
Era Adélia Prado .
Enfim , nos conhecíamos !
Amamos os mesmos livros, na infância. Convivemos com os mesmos autores , e guardamos os mesmos personagens.A Emília de Monteiro Lobato ; a Lílian de M.Delly ; a Sofia e seus desastres; a Poliana e o jogo do feliz ...
Hoje reencontrei o prazer de chorar diante da arte. Diante de qualquer palavra, que traduza simplicidade : " o arroz com feijão e molho de batatas" da Adélia Prado !
Clareou !
Posso respirar um dia diferente.
Ser feliz no amor que sinto por mim e pelos outros.
A gente sempre espera da vida uma boa hora...
E a boa nova é que a minha hora chegou !
Estou atenta para vivê-la em cada minuto,
uma lembrança , uma experiência , e um esquecimento.
Abrir e fechar janelas ,dependo do sol ou da chuva .
Não tenho medo de morrer do cotidiano.
Muito pelo contrário...
-Ele me alimenta !


Carnaval do Olhar Casa das Artes


Banda Sol na Macambira
DJ batata com muitas marchinhas - HIP HOP - Regonal
Maracatu e Drum´n bass
Dia 21-2223-24
Fevereiro Entada: 5,00

Crato - Escola de Música Emma

A Escola de Música Maestro Azul EMMA, abre nesta segunda-feira, dia 09/02/09 inscrições para o curso de formação de instrumentistas de sopro, percussão e violão. Os cursos são gratuitos e destinados a crianças e jovens de idade de 11 à 17 anos da rede pública de ensino. Inscrições e maiores informações à Rua José Carvalho n°384, em horário comercial.

Escola Emma.


Trem do Cariri aguarda licitação para estações


Transporte no Cariri

Os carros construídos pela Bom Sinal Indústria e Comércio, de Barbalha, já estão nos trilhos, no bairro Muriti, em Crato, aguardando a construção das estações para entrar em operação (Foto: ANTÔNIO VICELMO). O Trem do Cariri deverá entrar em operação no próximo ano. Falta apenas a construção das estações na região. Crato. Estão prontas mais duas composições formadas por quatro vagões do Trem do Cariri. Os dois últimos carros construídos pela Bom Sinal Indústria e Comércio, localizada em Barbalha, já estão nos trilhos, no bairro Muriti, em Crato, aguardando a construção das estações para entrar em operação. As composições do transporte estão sendo vigiadas por uma equipe de oito seguranças que se revezam durante 24 horas. A Assessoria de Imprensa da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) informou que a construção das oito estações e uma oficina de manutenção está em processo final de licitação. O assessor Fernando Mota adiantou que a conclusão está prevista para sete meses depois da assinatura da ordem de serviço. A previsão, não confirmada, é de que o Trem do Cariri entrará em funcionamento no próximo ano. Por enquanto, as composições estão em fase de testes. Moradores dos sítios cortados pela ferrovia reclamam que a malha ferroviária entre Crato e Juazeiro interrompeu o acesso para carros, de quatro propriedades rurais. Um dos reclamantes é Lucivan Gonzaga que entrou com uma ação na Justiça contra o Metrofor.

Requalificação do transporte

O Projeto Trem do Cariri, hoje chamado de Metrô do Cariri, faz parte de um conjunto de ações do Plano de Governo do Estado do Ceará direcionado para a requalificação do transporte ferroviário de passageiros em alguns municípios do Interior do Estado, a começar por Crato e Juazeiro do Norte, um conglomerado urbano que conta com cerca de 400 mil habitantes. O Metrô do Cariri é um transporte de média capacidade e grande conforto, utilizando veículos tipo veículo leve sobre trilhos (VLT), denominado Transporte Rápido Automotriz (Tram). A demanda inicial estimada é de 5 mil passageiros/dia com período operacional entre 5h30 e 22h30, com 38 viagens em cada sentido, num total de 76 viagens/dia. A malha ferroviária, que foi totalmente restaurada, tem uma extensão total de 13,6km. O trecho adotado é o mesmo do antigo ramal ferroviário do Crato utilizado pela Rede Ferroviária Federal S.A. (RFFSA), até o início dos anos 80. Atualmente o ramal tem sua operação de cargas administrada pela concessionária CFN até o bairro de Muriti, situado município do Crato. Está prevista a remodelação da via permanente entre o bairro de Vila Fátima, no Juazeiro do Norte, e o bairro de Muriti, no Crato, com a substituição de boa parte da dormentação, substituição de lastro, correção de greide (alinhamento e nivelamento da linha), além de placas de apoio, pregos de linha, talas de junção e soldagem de todo o percurso. Além destes serviços de construção e/ou remodelação de via, também serão implantadas nove estações de passageiros, oficinas de manutenção e Centro de Administração e Controle de Tráfego. O material rodante é composto por duas composições com tração diesel hidráulico mecânica, formado por dois carros equipados com ar condicionado, com passagem tipo “gangway” e capacidade de transporte de 330 passageiros por composição. A velocidade máxima operacional será de 60 quilômetros por hora, o suficiente para o tipo de transporte de passageiros na região.

Antônio Vicelmo
Repórter

INÍCIO
5.000passageiros por dia entre os municípios de Crato e Barbalha deverão ser transportados na fase inicial de operação do Trem do Cariri. Já são quatro carros formando a composição ferroviária

FIQUE POR DENTRO

Veículo conta com tecnologia de ponta
Localizada no município de Barbalha, a Bom Sinal Indústria e Comércio tem 30 anos de experiência na construção de móveis para hospitais, carteiras escolares e cadeiras para quadras esportivas. A estrutura dos trens é fabricada com Sheet Moulding Compound (S.M.C.), um tipo de plástico termo-fixo, de alta tecnologia empregada em veículos ferroviários do mundo desenvolvido, como Veículos Leves Sobre Trilhos (VLTs) e Trens de Grande Velocidade (TGVs). De acordo com o diretor de Desenvolvimento de Negócios da Bom Sinal, Ricardo Fonseca Alves, estão sendo firmados contratos com o Metrofor, de Fortaleza, e o Metrorec, de Recife, para construção de cerca de 50 vagões. 85% da tecnologia, segundo Ricardo, são nacionais. O diretor informou que são sendo elaborados projetos para outros Estados. Os carros terão velocidade máxima de 60 km/h, deverá operar no horário de 5h30 às 22h30, para uma demanda de 5 mil passageiros/dia.

Mais informações:
Bom Sinal Indústria e Comércio
Av. José Bernardino Leite, S/N, Km-2
Centro, Barbalha (CE)
(88) 3532.0704

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30