xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 05/02/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

05 fevereiro 2009

A cobiça Internacional pela nossa Amazônia

Conversando pelo MSN com o meu amigo Samuel Sobreira o mesmo me indicou uma visita ao site www.amazoniaedosbrasileiros.com.br, e me deparei com alguns assuntos interessantes e revoltantes ao mesmo tempo, onde achei interessante compartilhar com os leitores e membros do Blog do Crato. Então nos revoltemos um pouco.
De fato, ao longo do “arco amazônico”, situadas em países vizinhos e ilhas próximas, como de há tempos vem nos dando conta a verdadeira Imprensa, existem 20(vinte) guarnições norte-americanas, verdadeiro “cordão sanitário”, como constou em alentada reportagem do jornal Zero Hora, de Porto Alegre-RS, de 25/03/01.

Tais guarnições (“forward bases”), num total de quinze mil homens, são divididas em bases aéreas e radar e distribuídas do Equador ao Paraguai, como se pode verificar na estampa da supramencionada edição.
Segue alguns depoimentos e colocações que nos preocupam muito. Até quando vamos ficarmos assistindo nossa Amazônia ser tomada de nós ?
“As professoras da rede pública de ensino dos Estados Unidos defendem com freqüência a invasão da Amazônia como inevitável.”
Almirante Maximiano da Fonseca, ex-Ministro da Marinha em visita a Washington
“Acabou a fase de contemporização. Agora é a vez da ação militar, pois os países que têm a Amazônia dela não sabem cuidar.”
Al Gore, ambientalista, ex-vice-presidente dos EUA
“Caso o Brasil resolva fazer uso da Amazônia que ponha em risco os interesses dos Estados Unidos, temos de estar prontos para interromper este processo imediatamente.”
General Patrick Hughes, Chefe do Órgão Central de Informações das Forças Armadas Americanas, em 16/04/1998, durante conferência na Instituto de Tecnologia de Massachussets
“Quando necessário, quando não houver concordância da ONU com os EUA, faremos a intervenção, onde quer que seja, mesmo sem aprovação do Conselho de Segurança da ONU.”
Bill Clinton, ex-presidente dos EUA
“A Amazônia será internacionalizada!”
George W. Bush, ex-presidente dos EUA
“A Amazônia não pertence aos brasileiros. Ela será oficializada como Patrimônio da Humanidade!”
Barak Hussein Obama, presidente dos EUA
Diante dos depoimentos acima, só nos resta seguir confiantes que temos muitos brasileiros que pensam como o Senador Cristovam Buarque.
“Enquanto o mundo me tratar como brasileiro, lutarei para que a Amazônia seja nossa. Só nossa!”
Senador Cristóvam Buarque (PDT-DF)
Saudações Geopatriotas!
João Ludgero


"Minha filha morreu há 17 anos"



05/02/2009 - 19h13
Minha filha morreu em 1992, diz pai de italiana em coma há 17 anos


Edilson Saçashima e Thiago Varella
Do UOL Notícias

Em São Paulo


"Para nós, ela está morta desde 18 de janeiro de 1992". Assim o italiano Beppino Englaro expressou, em entrevista exclusiva ao UOL Notícias, como vê a situação em que se encontra sua filha, Eluana. Ela sofreu um grave acidente automobilístico há 17 anos e está em coma profundo desde então.
Na última terça-feira, Englaro autorizou a transferência de sua filha para uma clínica particular em Udine. Lá, a alimentação de Eluana será gradualmente interrompida até que ela morra, em um caso de eutanásia que dividiu a sociedade italiana.

Sob fortes críticas da Igreja Católica e do conservador governo de Sílvio Berlusconi, Beppino Englaro resolveu se afastar da clínica e buscar refúgio em sua casa, em Lecco.Englaro afirma que a manutenção do estado vegetativo de sua filha é uma atitude "desumana", já que, para ele, Eluana morreu em 1992. O italiano diz que o coma permanente não é natural, mas uma intervenção médica, e também ataca a decisão de manter a filha em estado vegetativo e a lentidão do sistema jurídico italiano. Leia os principais trechos da entrevista exclusiva:

"Morta há 17 anos"

Desde o primeiro dia, nós não pudemos entrar em contato com nossa filha. Assim, para nós, ela está morta desde 18 de janeiro de 1992.O pior momento foi quando os diagnósticos e as provas definitivas estavam prontas, em janeiro de 1994, quando, em resumo, se verificou que [Eluana] não reagia e que não havia mais solução. A situação de minha filha era essa: estado vegetativo permanente. É esse o estado dela até hoje.

Esperança de sair do coma

Desde o início, a ciência médica sabia bem pouco sobre a situação em que se encontrava Eluana. Ninguém era capaz de dizer nada. Não se trata de esperança. Se trata de ver a realidade com a sua concretude dos fatos. E o fato é que ninguém sabia nada e o desconhecimento era total. Assim houve a evolução que ela teve, que foi a piora de sua situação. Isso é desumano porque não existe na natureza o estado vegetativo permanente. A medicina é que acredita [no estado vegetativo permanente], com a sua intervenção para reanimação em algumas situações.Isso deve estar claro para toda a humanidade: o estado vegetativo permanente é o último recurso de um procedimento de reanimação em determinadas situações que não pode ser excluído. Não se pode dizer não a esse recurso de terapia em um primeiro momento.

Liberdade pessoal e imposição médica

Eu sempre acreditei que a liberdade é fundamental. Mas quando ocorreu o incidente, me dei conta que há outros que se dispõem das vidas das pessoas. Eu nunca sonhei que um médico pudesse dispor da vida de Eluana como dispôs. Eu não sabia. O que ficou claro a partir de 18 de janeiro de 1992 é que a vontade pessoal não é capaz de mudar a vontade da sociedade.
Italiana é levada a clínica para morrer
"Eluana não queria uma vida vegetativa"

Eu dei voz à minha filha. Eluana conhecia bem essa situação [de estado vegetativo permanente]. E ela disse claramente "não" à intervenção médica para reanimação sem resultados concretos. Disse "não" ao estado vegetativo permanente como último recurso. Eu não sabia que os médicos tinham esse poder de criar essa situação. Não sabia que o estado da medicina fosse tão limitado. E que a parte jurídica fosse assim complexa. Porque para ter acesso aos príncípios de direito na Itália foram necessários 5.750 dias, ou seja, de 18 de janeiro de 1992 a 16 de outubro de 2007, quando uma sentença da Cassazione (a Corte de justiça italiana) deu a possibilidade de que Eluana não fosse mantida em vida nessas condições e que ninguém teria poder de manter outras vidas sem limite. Foram precisos 5.750 dias para ter esse direito, que eu acreditava já ser claro e cristalino em janeiro de 1992.

Pressão da Igreja

A Igreja não faz parte dessa questão. Eu não faço parte de nenhuma confissão religiosa.

"Eluana era o esplendor da vida"

Minha filha era simplesmente o esplendor da vida. Sempre foi, do seu nascimento até o momento do acidente. Era uma criatura simplesmente esplêndida. Todos falam dela com esses termos.
Conselho ao Brasil e ao mundo

Eu não sei como é a cultura da vida no Brasil, o código moral, a ciência e a consciência dos médicos brasileiros. O que posso dizer para qualquer pessoa do planeta é que não se deveria desconhecer o poder dos médicos e dos magistrados em determinados momentos.

A Paisagem lateral

Gostaria de comentar com vocês, caros leitores, alguns dados recentes do IBGE referentes à população brasileira. Sentados confortavelmente na nossa poltrona, nem percebemos o dinamismo da vida que corre à nossa volta. Sou um colecionador de fotos antigas do Crato e , quando as contemplo, muitas vezes fico extasiado com as mudanças ocorridas. A paisagem dos anos 20 está quase que irreconhecível, as vestimentas das pessoas mudaram da água para o vinho, os carros antigos parecem de museu. Pois é , amigos, junto com tudo modificaram-se, também, os costumes. Precisamos estar atentos a isto sob risco de terminarmos obsoletos igualzinhos à paisagem da foto. A população brasileira tem crescido numa taxa bem menor, tem aumentado o contingente de idosos e decrescido a percentagem de jovens. A partir de 2062 estima-se que o número de mortos será maior que o dos que nascerão. Temos , sem perceber, uma bomba relógio com estopim aceso : o país não tem nenhuma estrutura para acolher o grande batalhão de idosos que vem surgindo. Não temos clínicas específicas, faltam-nos geriatras ( uma especialidade rara ) e simplesmente carecemos de outros membros da equipe multidisciplinar treinados como enfermeiros, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas. Além de tudo, não temos abrigos suficientes para acolher a terceira idade. Aí a questão é extremamente preocupante, pois as famílias quase não têm filhos ( a média atual é de pouco mais de 2 rebentos por casal) e estes têm que tocar o carrossel da vida que roda de forma cada vez mais vertiginosa.
A família brasileira, por sua vez, tem nuances completamente diferentes de anos atrás. Primeiro encolheu no número de pessoas. Os filhos andam muito mais solitários. Os pais, na sua maioria, trabalham fora e distanciou-se enormemente a presença materna. O número de casamentos tem crescido consideravelmente. Por outro lado multiplicou-se o número de casais separados, em 2007 já ocorria uma separação para cada quatro casamentos realizados. De 1984 quando se aprovou a Lei do Divórcio até 2007 os números triplicaram. O 2º. Casamento já representa quase 20% do total de enlaces matrimoniais, na atualidade. Isto, claro, sem falar na grande quantidade de uniões estáveis não legalizadas formalmente nas suas mais variadas maneiras e entre os mais diversos sexos. Junto disso tudo têm se ampliado infinitamente os graus de parentescos. Convivem de perto irmãos de diferentes casamentos; ex- esposas e ex-esposos múltiplos; cunhados das mais variadas modalidades; sogros-sogras diversos; netos, netos tortos, sobrinhos multifacetados; avós diretos , avós tortos; aponham-se a isto todas as possibilidades de relacionamento entre as mais variadas determinações sexuais e se perceberá que as combinações são quase que infinitas. Esta diversidade se numa extremidade pode fazer crescer exponencialmente o risco de conflitos, na outra se delineia a possibilidade de se estender o guarda-chuva acolhedor familiar, encontrando-se caminhos para tecer os fios da tolerância e desatar os nós da diferença. A maior parte das separações ( 76%) tem sido procedidas de forma consensual e talvez fosse possível melhorar ainda mais esta estatística se criássemos artifícios jurídicos no momento da enlace, com o fito de dirimir a disputa posterior, tornando o procedimento mais fluído e menos contábil.
Junto a tudo isto os costumes, no vácuo destas mudanças, metamorfosearam-se imensamente. A iniciação sexual dos jovens tem sido feita de forma cada vez mais precoce. O namoro que na minha geração transcorria na Praça da Sé, hoje a regra é que ocorra no Motel. Virgindade é um valor arcaico nos tempos atuais e , de tão raro, sob risco de extinção, devia ser cadastrado no IBAMA. Alguém ainda ouviu falar de um casamento feito à força por conta de o rapaz ter mexido com a moça ? A lavanderia que lavava a honra das donzelas acabou totalmente desativada por falta de clientes. Casais do mesmo sexo assumem seu relacionamento publicamente sem grilos maiores e seus afetos já começam a fazer parte da paisagem natural das nossas ruas e logradouros. E as mulheres ( que já são franca maioria no Brasil) avançaram no mercado de trabalho e já não existe quase nenhuma atividade no país em que não estejam presentes e trabalhando com afinco e dedicação. A iniciação sexual precoce elevou a taxa de adolescência na gravidez que hoje beira os 20% e que poderia, certamente , ser minimizada se encarássemos os tempos atuais com a franqueza necessária e sem os preconceitos tão frequentes. É , meus amigos, não adianta como avestruz enfiar a cabeça no buraco do passado , senão se acaba atropelado pela locomotiva do progresso.
Existe ainda uma outra realidade própria dos tempos atuais. Cada vez mais as pessoas têm preferido morar sozinhas e a percentagem tem aumentado com a idade. Até os 19 anos apenas 1% dos brasileiros optam pela solidão, mas esta taxa chega a 15% partir dos 70 anos. As causas certamente são multifatoriais, no entanto, a sociedade parece ir se tornando cada vez mais individualista. Esta perspectiva talvez seja um reflexo do que acontece a nível mundial entre povos e nações. Desistir simplesmente da possibilidade de convivência com os outros é um pouco diminuir a esperança de convivência pacífica e harmoniosa no planeta.
Depois que se chega nos “Enta” existe uma tendência natural de se observar os tempos modernos com olhar atravessado. “ No meu tempo, sim, era diferente... a coisa era muito melhor..!” Esta é a frase mais típica dos mais maduros quando se detalham os sempre ditos vergonhosos costumes atuais. E ela é um moto-contínuo, sempre repetida de geração a geração. O que aconteceu : o filme passou à nossa frente sem que assistíssemos a ele. Claro que naqueles tempos, avaliando com nossos valores, tudo era melhor para nós : curtíamos o dourado caminho à frente , agarrados na direção, na boléia do nosso caminhão. Hoje, na carroceria, meio a reboque, contemplamos apenas a paisagem lateral que passa rápida e indefinida e a estrada distante enevoada que já se foi e não retorna nunca mais. Bons tempos aqueles !

J. Flávio Vieira

http://simborapramatozinho.blogspot.com/

Monsenhor Ágio Augusto Moreira - A memória viva do velho Quixará.

Coqueiro centenário, visão obrigatória da família Augusto Moreira, no Quixará.

Hoje é um dia muito especial para toda Região do Cariri, para todos que cultuam os preceitos da religião católica, para quem acredita e cultua a família como mola mestre e alicerce na formação familiar, para quem acredita na beleza da vida, e na salvação da raça humana.
Foi do seio da família Augusto Moreira, que vi os primeiros passos de bons exemplos, de visão humanitária, da palavra sacerdócio como exemplo de dedicação ao próximo, de investimento pessoal em educação não para amealhar bens materiais, e sim para dar à sua comunidade uma visão de mundo, de crescimento moral e de desenvolvimento intelectual.
Dos sons daquele velho harmônio que embelezava as pregações religiosas no velho Quixará, saíam a força interior, que Augusto Moreira usava para relaxar, dos momentos de descanso da sua profissão de farmacêutico que exercia com maestria, salvando vidas, pois a cidade não dispunha nem de médicos nem de hospitais que atendessem a população.
Além dos bons exemplos perpetuados em sua memória, deixou para o mundo como herança, seus filhos, que plantaram e plantam até nossos dias, os mais belos sentimentos de dignidade humana.
Aos que se foram Padre David, Lapércio, e Eliezer, guardamos com orgulho seus nomes cravados e incrustados, na memória e no desenvolvimento da cultura e da educação brasileira. Ao monsenhor Ágio Augusto Moreira nos seus bem vividos 91 anos, fica o nosso sentimento de gratidão, por tudo que tem feito para tornar nossas vidas num fio de esperança, em prol da preservação da vida, da família, da religião, do amor ao próximo, e te todos os bons sentimentos que norteiam o desenvolvimento e a sobrevivência da nossa sociedade.


Haja o que houver, eu sempre estarei a seu lado! - Texto enviado por Mônica Araripe

.
Na Romênia , um homem dizia sempre a seu filho:
- Haja o que houver, eu sempre estarei a seu lado.

Houve, nesta época um terremoto de intensidade muito grande, que quase alisou as construções lá existentes nesta época. Estava nesta hora este homem em uma estrada. Ao ver o ocorrido, correu para casa e verificou que sua esposa estava bem, mas seu filho nesta hora estava na escola. Foi imediatamente para lá. E a encontrou totalmente destruída. Não restou, uma única parede de pé. Tomado de uma enorme tristeza. Ficou ali ouvindo, a voz feliz de seu filho e sua promessa (não cumprida), "Haja o que houver, eu estarei sempre a seu lado". Seu coração estava apertado e sua vista apenas enxergava a destruição. A voz de seu filho e sua promessa não cumprida, o dilaceravam. Mentalmente percorreu inúmeras vezes o trajeto que fazia diariamente segurando sua mãozinha. O portão (que não mais existia); corredor. Olhava as paredes, aquele rostinho confiante. Passava pela sala do 3º ano , virava o corredor e o olhava ao entrar. Até que resolveu fazer em cima dos escombros, o mesmo trajeto. Portão, corredor, virou a direita e parou em frente ao que deveria ser a porta da sala. Nada! Apenas uma pilha de material destruído. Nem ao menos um pedaço de alguma coisa que lembrasse a classe.

Olhava tudo desolado.

E continuava a ouvir sua promessa: "Haja o que houver, eu sempre estarei com você".

E ele não estava... Começou a cavar com as mãos. Nisto chegaram outros pais, que embora bem intencionados, e também desolados, tentavam afastá-lo de lá dizendo:
- Vá para casa. Não adianta, não sobrou ninguém.
- Vá para casa.

Ao que ele retrucava: - Você vai me ajudar?

Mas ninguém o ajudava, pouco a pouco, todos se afastavam. Chegaram os policiais, que também tentaram retirá-lo dali, pois viam que não havia chance de ter sobrado ninguém com vida.

Existiam outros locais com mais esperança. Mas este homem não esquecia sua promessa ao filho, a única coisa que dizia para as pessoas que tentavam retirá-lo de lá era:
- Você vai me ajudar?

Mas eles também o abandonavam. Chegaram os bombeiros, e foi a mesma coisa...

- Saia daí, não está vendo que não pode ter sobrado ninguém vivo?

Você ainda vai por em risco a vida de pessoas que queiram te ajudar pois continuam havendo explosões e incêndios.

Ele retrucava :
- Você vai me ajudar?
- Você esta cego pela dor não enxerga mais nada.
- Você vai me ajudar?

Um a um todos se afastavam. Ele trabalhou quase sem descanso, apenas com pequenos intervalos mas não se afastava dali. 5h / 10h / 12h / 22h / 24h / 30h .

Já exausto, dizia a si mesmo que precisava saber se seu filho estava vivo ou morto.

Até que ao afastar uma enorme pedra, sempre chamando pelo filho ouviu:

- Pai... estou aqui!

Feliz fazia mais força para abrir um vão maior e perguntou:
- Você esta bem?
- Estou. Mas com sede, fome e muito medo.
- Tem mais alguém com você?
- Sim, da classe, 14 estão comigo estamos presos em um vão entre dois pilares.
- Estamos todos bem.

Apenas conseguia ouvir seus gritos de alegria.
- Pai, eu falei a eles: Vocês podem ficar sossegados, pois meu pai irá nos achar.
- Eles não acreditavam, mas eu dizia a toda hora...
- Haja o que houver, meu pai, estará sempre a meu lado.
- Vamos, abaixe-se e tente sair por este buraco .
- Não! Deixe eles saírem primeiro...
- Eu sei; que haja o que houver...
- Você estará me esperando!

Autor Desconhecido

( Texto enviado por Mônica Araripe )

Herança maldita- Por Jose Nilton Mariano Saraiva.

Ajudado pelas “ovelhas negras” integrantes da banda podre do Judiciário (lá tem disso, sim), o Sr. Byron Queiroz conseguiu concluir seu mandato de oito anos à frente do BNB, malgrado ter sido incurso neste interregno em diversas ações de improbidade, temeridade e formação de quadrilha, por parte do Ministério Publico Federal.
Confesso fraudador de balanços, prepotente e arrogante, alem de tecnicamente despreparado e fraco, e o responsável pelo incrível “rombo” na contabilidade do BNB (sete bilhões de reais) e por levar a instituição as paginas policiais, com visitas sistemáticas da Policia Federal as suas instalações, a busca do cumprimento de determinações judiciais (nunca cumpridas).
Habituado a lidar com peões em sua trajetória desagregadora, no BNB ele bem que tentou, mas não conseguiu cindir a categoria, reconhecidamente composta de técnicos da mais alta qualificação e, mais importante, intransigentes defensores da instituição; se os ativos tiveram que heroicamente suporta-lo, sob pena de reprimendas inimagináveis, da parte dos aposentados a defesa da instituição foi uma bandeira desfraldada diuturnamente, com galhardia e orgulho; e, afinal, vencedora.
Agora, com o advento de administradores probos, espera-se que a herança maldita, deixada por Byron Queiroz e capachos, seja exorcizada de vez e o BNB, alavancado e saneado, retome seu nobre papel de indutor do desenvolvimento regional.

Comentário:
Por três razões faço esta postagem. Inicialmente porque fui autorizado pelo nobre autor Jose Nilton Mariano Saraiva. Em segundo lugar para recomendar a leitura do livro “Furação Nunca Mais” (“Radiografia de uma fraude”). E por ultimo para mostrar que existem brasileiros com patriotismo e coragem suficientes para denunciar os poderosos do mandonismo político do Ceara atual.
Postado por A. Morais

Padre Ágio comemora hoje 91 Anos - Por: Armando Rafael


Neste 5 de fevereiro de 2009, Monsenhor Ágio Augusto Moreira chega aos 91 anos de idade. Ele é uma das personalidades marcantes do Cariri. Reside no Belmonte, em Crato, numa casinha singela, de onde pode contemplar as encostas da Chapada do Araripe. Colada a sua residência está a capelinha de Nossa Senhora das Graças. Em frente, fica a Sociedade Lírica do Belmonte, mantenedora da Orquestra Sinfônica Padre Davi Moreira. Sacerdote piedoso, simples, despojado e humilde, Monsenhor Ágio está sempre de benquerença com os semelhantes e a vida. Sua fisionomia sempre risonha deixa transparecer a paz de espírito que leva na alma. Monsenhor Ágio recebeu do Governo do Ceará a Medalha da Abolição, a mais alta comenda do Estado, honraria conferida por seu trabalho como fundador e diretor da Sociedade Lírica do Belmonte, que beneficia cerca de 200 alunos, todos de origem humilde, a maioria filhos de agricultores. Ali eles aprendem técnicas e teorias musicais, bem como a bibliografia dos grandes compositores do mundo. Entre uma missa e outra, Monsenhor Ágio escreve livros. Já teve três títulos publicados. E acaba de escrever mais três: “Tratado sobre as almas do Purgatório”; “A história da devoção a Nossa Senhora das Dores” e “História da bicicleta”. No momento inicia pesquisas para escrever sobre Dom Expedito Lopes, o bispo-mártir de Garanhuns (PE). Dom Expedito tinha particular afeição pelo Padre Ágio, a quem levou, em diversas ocasiões durante as férias escolares do Seminário São José – aonde o Padre Ágio era professor – para auxiliá-lo tanto na Diocese de Oeiras (PI), como na Diocese de Garanhuns, onde Dom Expedito terminou sua profícua existência sendo assassinado pelo Padre Hosana Siqueira.

O Blog Cariricult ( E o Blog do Crato ), registram com muita satisfação o 91º aniversário natalício de Monsenhor Ágio Augusto Moreira, um homem cuja longa existência foi pautada no bem, na construção do Reino de Cristo em terras do Sul do Ceará.

Por: Armando Lopes Rafael

Exposição Virtual Blog do Crato - Tema: Floresta do Araripe - Pachelly Jamacaru

O Blog do Crato tem prazer em divulgar o trabalho dos artistas do Cariri. Já no seu quarto ano de existência, temos dado inúmeros exemplos de apoio à Cultura e Arte produzida aqui na região. E conforme prometido há alguns dias, estamos começando mais um quadro que é no mínimo empolgante e retrata a beleza da nossa terra em toda a sua exuberância. Iniciamos hoje a seção EXPOSIÇÃO VIRTUAL BLOG DO CRATO. Que como o próprio nome diz, é uma exposição virtual, que ficará em cartaz por cerca de 15 a 30 dias aqui no Blog do Crato. A seguir, virão outros tantos que compõe o quadro de artistas do Cariri. O artista escolhido para a nossa primeira exposição, é o fotógrafo cratense Pachelly Jamacaru. Pachelly, que além de fotógrafo de uma sensibilidade ímpar, tem influenciado dúzias de outros fotógrafos da região do cariri. Recebeu premiação da maior revista de fotografia do Brasil, "Fotografe Melhor", e já realizou inúmeras exposições de seus trabalhos. Seu estilo é muito pessoal, com forte personalidade que imprime sempre em cores fulgurantes em sua arte. Pachelly, além de fotógrafo, é também músico, compositor, poeta e escritor.

O trabalho escolhido pelo próprio artista para a primeira Exposição Virtual Blog do Crato, é um ensaio sobre a floresta do Araripe, suas riquezas, fauna, flora e as pessoas que nela vivem. Nada mais belo de se ver do que as imagens marcantes que esse verdadeiro "mestre" da fotografia nos revela sobre a mãe natureza, a quem também, nessa série fotográfica, imprimimos todo o nosso respeito. Apreciemos pois, o trabalho do grande artista Cratense Pachelly Jamacaru.

Por: Dihelson Mendonça

AGENDA - Para não esquecer ! - Hoje 19:00 no Teatro Municipal do Crato.

Reunião sobre poluição Sonora e Visual

Hoje, Quinta-feira, dia 05 de Fevereiro, Palestra e Reunião sobre a Poluição Sonora e Visual do Crato, às 19:00 no Teatro Municipal Salviano Saraiva. A gente se vê por lá...


Dihelson Mendonça

Previsão do Tempo para hoje, 05 de Fevereiro de 2009


Choveu pela madrugada e início da manhã.
Como as previsões do site climatempo costumam estar cerca de 12 horas de atraso, ainda estamos vivendo parte da previsão de ontem, ou seja, de algumas chuvas ocasionais. A previsão do tempo para hoje, 05 de fevereiro, Quinta-feira, é de Sol e algumas núvens. Segundo o mesmo site, não deveria chover no dia de hoje em Crato. Presume-se então, que logo após essas chuvas rápidas do fim da madrugada, deveremos entrar num período de sol e núvens, como expliquei, devido à defasagem sempre verificada na previsão do Climatempo.


Fonte: Climatempo

Ceará - Detran aplica 1,2 mil multas da Lei Seca em janeiro

Fiscalização rigorosa: o Detran-CE realiza cinco operações semanalmente, de quinta a domingo, na tentativa de impedir que motoristas dirijam alcoolizados (Foto: João Luís - 29/12/2008). No segundo semestre de 2008, foram 1.468 motoristas multados. Somente 230 a mais que janeiro deste ano. Após os primeiros meses de fiscalização da Lei Seca, os motoristas cearenses perderam o medo da fiscalização e estão voltando a misturar álcool e direção. É o que mostram os números divulgados ontem pelo Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE). Segundo o órgão, desde o início de janeiro, com cinco operações, realizadas semanalmente (de quinta a domingo), em parceria com policiais da Companhia de Policiamento Rodoviário (CPRV), já foram 1.238 condutores multados por estarem com álcool no sangue, numa média de 62 por dia de fiscalização. Os números de janeiro são 15,6% menores que os registrados em todo o segundo semestre de 2008, quando foram aplicadas 1.468 multas.

Este ano, dos motoristas multados, 33 foram detidos porque o bafômetro registrou teor acima de 0,30 mg de álcool por litro de ar expelido. Nestes casos, os motoristas vão responder processo criminal. Ao todo, em 2009, já foram feitos 16.020 exames de bafômetro. Destes testes, 2.580 ocorreram no último fim de semana. A operação, realizada de 29 de janeiro a 1º de fevereiro, contou com cerca de 300 agentes de trânsito, divididos em 52 blitze, flagrou 258 dirigindo alcoolizados. Conforme o Detran, as cidades onde as blitze ocorreram com multas registradas são Fortaleza (67), Juazeiro (29), Iguatu (22), Sobral, (18), Quixadá (16), Milagres (16), Maranguape (15), Maracanaú (10), Tianguá, (8), Caucaia (7), Acopiara (7), Baturité (7), Quixeramobim (6), Acaraú (5), Itapipoca (4), Banabuiú (4), Itarema (3), Crato (3), Acopiara (3), Barbalha, (3), São Gonçalo do Amarante (2), Aquiraz (1), e Ubajara (1).

A cada semana, o Detran afirma registrar crescimento na quantidade de multas aplicadas. A operação anterior, de 22 a 25 de janeiro, multou 255 pessoas. Uma semana antes (de 15 a 18 de janeiro) foram 260 motoristas que foram flagrados. E nas duas primeiras semanas de janeiro, segundo o Departamento de Trânsito, o resultado foi o seguinte: 218 (de 1º a 4), 241 (de 8 a 11). De acordo com o Detran, os motoristas flagrados com índice de até 0,29 mg de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões vão pagar R$ 957,50, além de ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por 12 meses. O superintendente do órgão, João Pupo, voltou a alertar os condutores para que não dirijam após ingerir bebida alcoólica. Pupo informou que durante o Carnaval, o Detran vai realizar blitze durante 24 horas em determinadas rodovias estaduais que têm um tráfego intenso.

LEI 11.705
Legislação completou sete meses

A Lei 11.705, chamada de Lei Seca, completou somente sete meses no último dia 20. Deste que entrou em vigor, já gerou muita polêmica, mas se mostrou eficaz na redução da quantidade de acidentes de trânsito. A nova legislação alterou o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro e prevê penas severas para quem dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer substância psicoativa que determine dependência. As punições de multa e suspensão da CNH são previstas para motoristas flagrados com concentração de álcool acima de 0,2 decigramas por litro de sangue . A infração é considerada gravíssima. Caso seja constatada concentração igual ou superior a 0,6 decigramas (valor considerado máximo antes da nova lei), a penalidade é a detenção de seis meses a três anos e multa, além de suspensão ou proibição de se obter habilitação para dirigir. O diagnóstico para identificar um condutor alcoolizado é feito por agentes de trânsito, com o uso do bafômetro. No caso do condutor apresentar sinais físicos de alteração, o fiscal, mesmo sem bafômetro, pode autuar o infrator e pedir exames de sangue ao IML.

RENATA BENEVIDES
Repórter

OPINIÃO DO ESPECIALISTA
Férias podem ter motivado infrações

WAGNER PAIVA
wagnerpqueiroz@yahoo.com.br
Especialista em Psicologia do Trânsito

O respeito do aumento da quantidade de multas aplicadas pelo Detran em motoristas com álcool no sangue, tenho duas análises a fazer. A primeira delas é que, logo no início da aplicação da chamada Lei Seca, os órgãos de trânsito realizaram uma fiscalização rigorosa, mas depois relaxaram. Isso ocorreu não somente no Ceará, mas no País inteiro. A fiscalização voltou, mas pegou as pessoas de surpresa. Os motoristas estavam achando que os órgãos de trânsito continuariam relaxando. Porém, por conta da cobrança dos meios de comunicação, e da própria sociedade, o trabalho rigoroso foi retomado. Uma outra avaliação que faço leva em consideração que janeiro é um período de férias, que coincide justamente com a retomada do rigor na fiscalização. Fortaleza é uma cidade festeira. Aqui, tudo se comemora. Há praia, barzinhos, pontos de encontro, shows, festas localizadas. Todo dia tem uma programação. Tenho certeza de que, se as estatísticas forem levantadas mais detalhadamente, iremos perceber que a maior quantidade das multas aplicadas por motivo de álcool envolve os mais jovens. Então, como as pessoas já estavam achando que a lei só ia ser mesmo fiscalizada no início e as férias chegaram, houve esse aumento enorme da quantidade de multas aplicadas. Além disso, a intensificação da fiscalização no Interior do Estado contribuiu para o aumento dos números. Para não deixar que a fiscalização seja reduzida novamente, é papel da sociedade e dos meios de comunicação, cobrar do Poder Público que a Lei seja aplicada. É preciso cobrar também a fiscalização continue no Interior. Assim, acredito que, passando esse período de férias, a incidência dessas multas deve diminuir. Com a divulgação dos meios de comunicação, as pessoas também vão perceber que a fiscalização retornou e voltarão a temer as conseqüências do ato.


Fonte: Jornal Diário do Nordeste




Comunidades rurais de Crato terão água encanada


O Governo Municipal do Crato, através da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Recursos Hídricos, levará água encanada para diversas comunidades rurais. A informação é do secretário Francisco Erasmo Ferreira, acrescentando que o objetivo é atender 100% das localidades. Para isso foi firmada uma parceria com o SISAR –Organização Não Governamental e, em breve, as comunidades serão visitadas pelo Governo Municipal, onde as próprias famílias vão decidir se querem receber o benefício. A princípio, o projeto beneficiará as comunidades que contém, no mínimo, 50 famílias.

Vigilância leva palestra ao campo sobre qualidade da água

A Secretaria de Saúde do Crato, através do setor de Vigilância Sanitária, estará realizando oficinas sobre "Qualidade da água para o consumo humano", para agentes de saúde da Zona Rural. Os técnicos estarão prestando as informações no período de 5 a 11 de fevereiro, às 8 horas, no Auditório da Secretaria de Saúde do Crato.

Saúde realiza distribuição de toucas para potes e orienta contra dengue

O Núcleo de Mobilização Social da Secretaria de Saúde do Crato estará realizando visitas domiciliares na Vila São Francisco, Distrito de Ponta da Serra, no dia 6 de fevereiro, na próxima sexta-feira, para dar continuidade à distribuição de toucas para serem utilizadas nos potes das residências visitadas. No ato da visita, os moradores receberão material educativo e serão orientados a combater o mosquito da dengue. As ações de combate à dengue estão sendo intensificadas na Vila São Francisco. As residências da área têm apresentado constantes reincidências de focos do mosquito da dengue. Por isso, a equipe de educadores solicita dos moradores desta localidade o empenho na luta contra o mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

Prefeitura do Crato leva ações educativas contra a dengue às escolas

As atividades educativas contra a dengue têm continuidade com os mobilizadores no dia 4, na Escola Antônio Antuérpio, na Vila Lobo, e dia 05, na Escola São Francisco, no Centro. Também em parceria com da equipe do Programa de Saúde da Família (PSF) e o Núcleo de Mobilização Social, será realizada panfletagem e caminhada educativa no bairro Alto da Penha, em Crato, do dia 12 ao dia 14. No dia 17, será na Vila São Francisco.

Fonte: Prefeitura Municipal do Crato - PMC


Orgulho de Ser Brasileiro - O Brasil e Outros Países - Por: Fco. P. teles


O Que uma escritora Holandesa falou do Brasil

Os brasileiros acham que o mundo todo presta, menos o Brasil, realmente parece que é um vício falar mal do Brasil. Todo lugar tem seus pontos positivos e negativos, mas no exterior eles maximizam os positivos, enquanto no Brasil se maximizam os negativos. Aqui na Holanda, os resultados das eleições demoram horrores porque não há nada automatizado. Só existe uma companhia telefônica e pasmem!: Se você ligar reclamando do serviço, corre o risco de ter seu telefone temporariamente desconectado. Nos Estados Unidos e na Europa, ninguém tem o hábito de enrolar o sanduíche em um guardanapo - ou de lavar as mãos antes de comer.. Nas padarias, feiras e açougues europeus, os atendentes recebem o dinheiro e com mesma mão suja entregam o pão ou a carne.

Em Londres, existe um lugar famosíssimo que vende batatas fritas enroladas em folhas de jornal - e tem fila na porta. Na Europa, não-fumante é minoria. Se pedir mesa de não-fumante, o garçom ri na sua cara, porque não existe. Fumam até em elevador. Em Paris, os garçons são conhecidos por seu mau humor e grosseria e qualquer garçom de botequim no Brasil podia ir pra lá dar aulas de 'Como conquistar o Cliente'.. Você sabe como as grandes potências fazem para destruir um povo? Impõem suas crenças e cultura. Se você parar para observar, em todo filme dos EUA a bandeira nacional aparece, e geralmente na hora em que estamos emotivos. Vocês têm uma língua que, apesar de não se parecer quase nada com a língua portuguesa, é chamada de língua portuguesa, enquanto que as empresas de software a chamam de português brasileiro, porque não conseguem se comunicar com os seus usuários brasileiros através da língua Portuguesa.

Os brasileiros são vitimas de vários crimes contra a pátria, crenças, cultura, língua, etc.... Os brasileiros mais esclarecidos sabem que temos muitas razões para resgatar suas raízes culturais.
OS DADOS SÃO DA ANTROPOS CONSULTING:

1. O Brasil é o país que tem tido maior sucesso no combate à AIDS e de outras doenças sexualmente transmissíveis, e vem sendo exemplo mundial.

2. O Brasil é o único país do hemisfério sul que está participando do Projeto Genoma.

3. Numa pesquisa envolvendo 50 cidades de diversos países, a cidade do Rio de Janeiro foi considerada a mais solidária.

4. Nas eleições de 2000, o sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) estava informatizado em todas as regiões do Brasil, com resultados em menos de 24 horas depois do início das apurações. O modelo chamou a atenção de uma das maiores potências mundiais: os Estados Unidos, onde a apuração dos votos teve que ser refeita várias vezes, atrasando o resultado e colocando em xeque a credibilidade do processo.

5.. Mesmo sendo um país em desenvolvimento, os internautas brasileiros representam uma fatia de 40% do mercado na América Latina.

6. No Brasil, há 14 fábricas de veículos instaladas e outras 4 se instalando, enquanto alguns países vizinhos não possuem nenhuma.

7. Das crianças e adolescentes entre 7 a 14 anos, 97,3% estão estudando.

8. O mercado de telefones celulares do Brasil é o segundo do mundo, com 650 mil novas habilitações a cada mês. Na telefonia fixa, o país ocupa a quinta posição em número de linhas instaladas.

10. Das empresas brasileiras, 6.890 possuem certificado de qualidade ISO-9000, maior número entre os países em desenvolvimento. No México , são apenas 300 empresas e 265 na Argentina.

11. O Brasil é o segundo maior mercado de jatos e helicópteros executivos.
Por que vocês têm esse vício de só falar mal do Brasil?

1. Por que não se orgulham em dizer que o mercado editorial de livros é maior do que o da Itália, com mais de 50 mil títulos novos a cada ano?

2. Que têm o mais moderno sistema bancário do planeta?

3. Que suas agências de publicidade ganham os melhores e maiores prêmios mundiais?

4. Por que não falam que são o país mais empreendedor do mundo e que mais de 70% dos brasileiros, pobres e ricos, dedicam considerável parte de seu tempo em trabalhos voluntários?

5. Por que não dizem que são hoje a terceira maior democracia do mundo?

6. Que apesar de todas as mazelas, o Congresso está punindo seus próprios membros, o que raramente ocorre em outros países ditos civilizados?

7. Por que não se lembram que o povo brasileiro é um povo hospitaleiro, que se esforça para falar a língua dos turistas, gesticula e não mede esforços para atendê-los bem?
Por que não se orgulham de ser um povo que faz piada da própria desgraça e que enfrenta os desgostos sambando.
É! O Brasil é um país abençoado de fato.
Bendito este povo, que possui a magia de unir todas as raças, de todos os credos.
Bendito este povo, que sabe entender todos os sotaques.
Bendito este povo, que oferece todos os tipos de climas para contentar toda gente.
Bendita seja, querida pátria chamada Brasil!!

Divulgue esta mensagem para o máximo de pessoas que você puder. Com essa atitude, talvez não consigamos mudar o modo de pensar de cada brasileiro, mas ao ler estas palavras irá, pelo menos, por alguns momentos, refletir e se orgulhar de ser BRASILEIRO!

Texto enviado por: Fco P. Teles



O Rio e o Oceano - Por: Rosália Cardoso


Diz-se que, mesmo antes de um rio cair no oceano ele treme de medo.
Olha para trás, para toda a jornada, os cumes, as montanhas, o longo
caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua
frente um oceano tão vasto que entrar nele nada mais é do que desaparecer
para sempre.
Mas não há outra maneira.
O rio não pode voltar.
Ninguem pode voltar.
Voltar é impossível na existência.
Você pode apenas ir em frente.
O rio precisa se arriscar e entrar no oceano.
E somente quando ele entra no oceano é que o medo desaparece
Porque apenas então o rio saberá que não se trata de desaparecer no
oceano,
Mas tornar-se oceano.
Por um lado é desaparecimento e por outro lado é renascimento.
Assim somo nós, voltar é impossível na existência.
Você pode ir em frente e se arriscar .
Coragem, torne-se oceano.

osho

Texto enviado por: Rosalia Cardoso

Questões extraeconômicas sobre a mão-de-obra escrava no Crato oitocentista.


A escravidão foi um fenômeno que deixou marcas profundas em nossa sociedade. E não se tratava apenas de uma questão econômica. Uma tradição que nos horroriza nos dias atuais era banal em nosso passado, muitas vezes mitificado e romanceado.
Vejamos:

Jornal "O Araripe", "Nº 17 Sabbado, 27 de outubro de 1855":

"Annuncios

No dia 1 do corrente fugio deste Sitio Lameiro o escravo Raphael, criolo de idade de 19 a 20 anos, preto, altura mediana, não tem barba, peitos largos, estomagudo, um tanto cellado (sic), pernas finas, pés grandes e um tanto zambeta, cara comprida, olhos em proporção bocca grande, naris nem chato, nem afilado, não tem falta de dentes na frente e os tem limados, tem um enxaço (sic) em cima de uma mão a maneira de um loubinho, e abaixo da pá esquerda uma cicatris de um antrás ou pustema, vae vestido em uma camisa de algodão nova e foi visto na cidade depois da fugida 8 dias em casa do tal Labatut, esteve um dia e uma noute, dalli desapareceo, e desconfia se elle o ter ocultado e mandado vender. O abaixo assignado paga com vantagem a quem lhe trouxer dito escravo, ou der noticia certa. Lameiro 25 de 8brº de 1855. José do Monte Furtado"

Correio da Assembléia Provincial, "Nº 83 - Sabbado 27 de julho de 1839"

"Annuncios

Na Caza do Sr. Facundo Vendem-se dois escravos. No dia 13 do corrente, fugio desta Cidade, hum escravo, de nome Joaquim, cabra acaboclado, cor palida, dentes abertos, corpo regular, pez (sic) grandes, e tem, o andar embalançado e quase manco, official de pedreiro, e idade de 18 a 20 annos, quem o pegar pode traser nesta Cidade a seo Sr. Joaquim de Macedo Pimentel, e no Cariri ao Sr. Antonio de M. Pimentel, que será generosamente pago o seu trabalho e despezas. Ceará 25 de junho de 1839"

Taí. Provas materiais do horror da escravidão e da coisificação da vida humana, que os historiadores chamamos de reificação. Entre os escravos eram comuns a ocorrência de diversas enfermidades decorrentes do modo de vida que levavam por imposição de seus senhores. No Ceará, algumas doenças tinham maior incidência. Como podemos notar nas fontes emerográficas que utilizamos sobre os escravizados que viviam na cidade do Crato durante o século XIX a ocorrência de certas doenças:

"Antrazes e apostemas" - inflamações - "Os antrazes são grupos de furúnculos que provocam grandes escaras na pele e, no fim, cicatrizes. Os antrazes desenvolvem-se e curam-se mais lentamente que os furúnculos isolados e podem ser acompanhados de febre e de cansaço, já que representam uma infecção mais grave". (Fonte: Laboratório Merck).

"Bexiga" - A temida varíola - "O nome teria sido dado ao bairro do Bexiga antigo pejorativamente porque os portadores de varíola (bexiga) se refugiavam na Chácara do Bexiga, pois o Bairro do Bixiga nasceu na parte inicial da Chácara do Bexiga, isto é, nos Campos do Bexiga" (Fonte: Marzola, Nádia – História dos Bairros de São Paulo, volume 15- Prefeitura de São Paulo – Secretaria de Cultura – Dezembro de 1.979- página35.)

"Dentes podres" - Cáries. Com formação de granulomas (Um granuloma é a formação de uma estrutura microscópica específica que se assemelha a um grânulo. Seu achado é facilitador do diagnóstico por ser específico de certas doenças crônicas, apesar de no início imaginava-se ser característico apenas da tuberculose. Outras doenças também formam granulomas como hanseníase, esquistossomose, sífilis, sarcoidose, doença da arranhadura de gato, algumas auto-imunes, dentre outras. Seu centro pode ser preenchido por necrose caseosa, como é no caso da tuberculose. Além disso o granuloma é composto por macrófagos, células epitelióides, células gigantes e cercado por linfócitos T e, em alguns casos por plasmócitos também. Aqueles mais antigos desevolvem uma cápsula de fibroblastos e tecido conjuntivo. Há dois tipos de granulomas que se diferem quanto a patogenia: os epitelióides e os de corpo estranho.) (Fonte: Wikipédia)

Por: Darlan Reis

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30