xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 23/01/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 janeiro 2009

"Milagre em Juazeiro"


Aproveitanto a deixa do nosso amigo Dihelson, quero aqui comunicar que especialmente hoje, a TV Diário exibirá o filme “Milagre de Juazeiro", que irá ao ar ás 22:30, no especial Cine Nordeste. 24/01/2009 - Cine Nordeste exibe "Milagre em Juazeiro"

Sinopse: Juazeiro do Norte, 1889. Durante a missa, Padre Cícero preside a cerimônia de comunhão. Ao dar a comunhão a Maria de Araújo, a hóstia se transforma em sangue na boca da beata. Além de reconstituir o fenômeno, o filme documenta as romarias realizadas em Juazeiro e apresenta depoimentos de religiosos e pesquisadores sobre o acontecimento.

Direção: Wolney Oliveira
Elenco: José Dumont, Marta Aurélia, Roberto Bonfim e Antônio Leite
Gênero: Drama, documentário
Duração: 83min

Por: João Paulo Fernandes

Amizade Verdadeira - Por: José Nilton Mariano Saraiva


Eis uma história que nem todos conhecem, mas que tem o condão de nos remeter a uma reflexão profunda se precisamos mesmo conviver com a rivalidade. Refere-se a dois dos três maiores tenores que encantaram o mundo, cantando juntos. Mesmo quem nunca visitou a Espanha, conhece a rivalidade entre catalães e madrilhenos, desde que os catalães lutam pela autonomia numa Espanha dominada por Madri.

Pois bem: Plácido Domingo é madrilheno, José Carreras é catalão. Devido a questões de ordem política, em 1984, Carreras e Domingo tornaram-se inimigos. Sempre muito solicitados em todo o mundo, ambos faziam questão de exigir e exibir, nos contratos firmados, que só atuariam em determinado espetáculo se o adversário não fosse convidado. Em 1987, Carreras foi surpreendido por um inimigo muito mais implacável que o seu rival, Plácido Domingo; num diagnóstico assustador e terrível, tomou conhecimento que era portador de leucemia. A sua luta contra o câncer foi muito sofrida e difícil, tendo se submetido a diversos tratamentos, a um transplante de medula óssea, além de uma mudança de sangue, que o obrigava a viajar mensalmente até os Estados Unidos. Nessas circunstâncias, viu-se impossibilitado de trabalhar e, apesar de dono de uma fortuna razoável, os elevadíssimos custos das viagens e dos prolongados tratamentos logo dilapidaram suas finanças, seu patrimônio.

Quando não tinha mais condições financeiras e as esperanças esvaiam-se, tomou conhecimento da existência de uma “fundação”, em Madri, cuja finalidade era apoiar o tratamento dos doentes com leucemia. E assim, graças ao apoio da “Fundação Formosa”, Carreras venceu a doença e voltou a cantar. Voltou, conseqüentemente, a receber os altos cachês que merecia e, em reconhecimento, resolveu associar-se à “Fundação Formosa”. E foi aí, ao ler seus estatutos, que descobriu, perplexo, que o seu fundador, maior colaborador, mantenedor e presidente era, ninguém menos, que Plácido Domingo. Depressa, soube que Domingo havia criado a “fundação” para ajudá-lo e que se tinha mantido no anonimato para que ele não se sentisse humilhado em aceitar o auxílio de um “inimigo”. Mas, o mais comovente foi o encontro dos dois: surpreendendo Plácido Domingo num dos seus concertos, em Madri, Carreras interrompeu a atuação deste, subindo ao palco e, humildemente, ajoelhando-se a seus pés, pediu-lhe desculpas e agradeceu-lhe publicamente. Plácido, emocionado, o ajudou a levantar-se e com um forte abraço selaram o início de uma grande amizade. Mais tarde, intrigado, um jornalista perguntou a Plácido Domingo porque criara a “Fundação Formosa”, num gesto que, além de ajudar um “inimigo”, ajudava e reabilitava, também, o único e potencial artista que poderia fazer-lhe concorrência. A sua resposta foi curta, incisiva e definitiva: “Porque uma voz como aquela não poderia perder-se”. Esta é uma história real da nobreza humana, da amizade verdadeira, e deveria servir-nos de inspiração e exemplo.

(Autor desconhecido)

Por: José Nilton Mariano Saraiva

A Emoção e Suas Conseqüências - Por Luiz Cláudio Brito de Lima


É sempre assim, quando nos vemos de alguma forma “agredido,ameaçado” reagimos, muitas vezes além da conta, utilizando-se de força desproporcional. O ser humano, dotado de todos os atributos e privilégios que lhe fora deixado como herança, às vezes desconhece esse poder, age em descompasso com o trivial, com o óbvio, com a sensatez, e, mesmo sabendo que é o único habitante desse planeta capaz de agir mais com a razão do que com a emoção, todavia, incide corriqueiramente no erro de inverte esse binômio, ou seja, atua mais no campo emocional, do que o racional, e quando isso ocorre, o resultado, na sua imensa maioria, é uma catástrofe.

Indubitavelmente que ter o controle emocional não é algo fácil, preferimos por vezes, extravasar e deixar transparecer todo o nosso lado emocional (ou irracional), conseqüente e inconscientemente assumimos um fardo difícil de ser transportado. Quem de nós nunca disse impropérios à outra pessoa, e momentos depois refletiu e chegou à conclusão que agiu impulsivamente? Quem nunca desejou - mesmo que momentaneamente - quando repreendido pelos Pais, que esses não fossem felizes na vida? Qual o ser humano que nunca teve em mente o mirabolante desejo de ver outro em total desgraça?Quem não quis a ruína de outro?

Pois bem, esses “pensamentos” atormentam a todos nós, contudo existe uma diferença enorme, que a meu ver separa o joio do trigo, o bem do mal, a ida para o “paraíso ou para o purgatório”, essa diferença situa-se na concretização dessas ações, ou seja, enquanto elas estão apenas no campo “imaginável”, não representam gravidade nenhuma, tanto o é que a nossa legislação penal não pune o “pensamento, o querer fazer”, logicamente, desde que fiquem apenas na imaginação.

Porém, quando transformam esses “pensamentos” e lhe dão vida própria, permitindo que saiam da esfera ilusória, para a realização concreta dos atos, nesse momento os resultados refletirão na esfera pessoal e criminal, é nesse momento que assistimos a uma série de comportamentos reprováveis, a guerra, a violência contra os menores, contra os idosos, a falta de respeito e convívio tumultuado entre Pais e filhos, entre irmãos, os crimes mais bárbaros, a falta de sensibilidade, o menosprezo, e outros tantos.

A maioria dos crimes tem o seu nascimento na esfera emocional, o nascituro, já com uma carga negativa elevadíssima, prepara a vingança na primeira oportunidade, essa resposta, muitas vezes por um motivo banal, quer seja uma discussão no transito, ou uma palavra mal interpretada, uma situação social desigual, um olhar desavisado em direção a mulher do outro, um pedido negado, ou até mesmo a bebida que demora a ser servida, tudo é subterfúgio para justificar a ação impensada, nesse momento a mente já cansada, obrigada a aceitar aqueles pensamentos, toma-os como verdadeiros, aceita-os com justo, e o corpo, em resposta a um comando cerebral, não faz outra coisa senão agir, e age com extrema crueldade, pratica o ato que jamais imaginou um dia fosse capaz de realizar.

Segundo entendia o estudioso italiano César Lombroso, quando dissertava sobre crimes, defendia que o "criminoso nato" era de fácil identificação, bastava à análise de determinadas características somáticas, sendo assim possível antever que aqueles indivíduos se voltariam para o crime, ou seja, pelas características, segundo Lombroso, poder-se-ia apontar à pessoa voltada para a pratica de crimes. Esse entendimento, contestado por muitos,mostrou-se não muito eficaz, haja vista que esses “traços” defendido por Lombroso, não refletiam, em uma simples analise somatica, todo o conjunto necessário para identificação de comportamento delinquente. Imaginem hoje, com essa tese de Lombroso como seria, aquele que tivesse “traços” de deliquentes ( sem olvidar que “traços” segundo Lobrosos seria, entre outras coisas, aparência, desenho do rosto, etc), facilmente essas pessoas recorreriam aos serviços dos cirugiões plásticos, adquirindo outra “aparência”, ficando isento de ser taxado como criminoso. Em breve resumo, se tivesse vivo provavelmente Lombroso diria: “ o homem é deliquente porque não pensa, age por conta e risco”.

Exemplo claro e inequivoco que essa teoria não pode prosperar, centra-se no comportamento de pessoas, que outrora eram tidas como “bem apresentada” , ou “de boa aparência” , expressões que estamos acostumados a ouvir depois da pratica de atos ilicitos, como: “nossa, ninguém imaginaria que ele fizesse isso” , “ como é que pode, uma pessoa tão bem afeiçoada” , e por ai a fora. Como explicar um professor em sala de aula, inclusive de forma volutária, totalmente altruísta ( como o caso do Rio de Janeiro) decepar o dedo de uma aluna, pelo simples fato dessa ter pedido para ir ao banheiro?Ou como explicar um jornalista famoso, tido como uma pessoa de comportamento probo, ser acusado de matar a mulher que amava?Como explicar um Pai que manteve em cativeiro a filha durante anos, tendo, inclusive filhos com a mesma? Penso que a resposta para todas essas indagações encontram guarida na esferal emocional, é como diz o adágio popular: “quem vê cara, não vê coração”.

Diante desses fatores, só nos resta utilizar aquela velha fórmula, quando provocados, conte até dez, se não foi possivel, conte até 100, caso contrario, dê as costas, vá embora, entre na primeira igreja e confesse ao padre que voce acabou de ter idéias malignas, quem sabe Deus não o perdorá.

Por luiz Cláudio Brito de Lima

Carta - Estefânia Nacimento de Brasília procura parentes no Crato

Meu nome é Estefania. Eu moro em Brasília e gostaria de encontrar a família do meu avô que é da cidade de Crato CE. Na verdade eu sei muito pouco ou quase nada sobre esta família e minha mãe também não sabe muita coisa sobre o pai que se chamava Manoel Moura e morreu quando ela tinha apenas 2 (dois) anos de idade. Não temos documentos dele. Ele se casou com minha avó Joana Ramos do Nascimento na cidade de Canavieiras na Bahia. Sabemos também que há cerca de 12 (doze) aproximadamente, um advogado da família Moura esteva procurando pela família da minha mãe na cidade de Canavieiras, mas como ela deixou esta cidade há muitos anos para morar no Rio de Janeiro, eles não obtiveram exito e então perdemos o contato. A história é longa e não dá para contar tudo agora. Por favor me ajudem, gostaria de dar este presente para minha mãe, afinal é o sonho dela, mas não tenho condições de viajar para procurar pessoalmente. obrigada!!!! aguardo resposta.

ps: o Blog do Crato é o máximo.

Por: Estefânia Nascimento

Rede Blogs do Cariri - 30 Websites do Ceará em uma extensa rede de informação, cultura e entretenimento.

rede blogs do cariri

A Rede Blogs do Cariri, criada em 2008, reúne o que há de melhor na internet do Cariri. Formada atualmente por 30 websites, a rede de informações, cultura e entretenimento se extende desde o Vale do Cariri até a região central do estado, com alguns websites de Fortaleza. Atualmente é a maior rede de informação independente do Ceará. E diversos sites já se preparam para entrar na Rede Blogs do Cariri. Visite, divulgue, faça parte!

www.blogsdocariri.com
www.blogdocrato.com

Por: Dihelson Mendonça

Futebol - Atualização - Por: Amilton Silva

Icasa Perde Mais Uma Partida

O Fortaleza assume novamente a liderança do cearense após derrotar o Icasa no Romeirão em Juazeiro do Norte. Os dois gols da vitória tricolor foram assinalados pelo jovem Bambam de apenas 17 anos. O Icasa com a quarta derrota seguida na competição , praticamente dá adeus ao título do primeiro turno. Mesmo com a estréia do novo treinador, o verdão frustou os quase tres mil pagantes que compareceram aquela praça de esporte.

Em partida adiada , o Ceará não passou de um empate em 2 X 2,contra o Maranguape no Castelão em Fortleza. Marcaram para o Maranguape Carlos Alberto e Paulinho, para o Ceará Sérgio Alves e Geraldo. Outra partida que conclui a quarta rodada do primeiro turno , terminou empatada em 0 X 0, entre as equipes do Itapipoca e Guarany.

Campeonato Paulista

O Corínthians não passou de um empate em 2 X 2 contra a equipe do Barueri, jogando no Pacaembu em São Paulo.A equipe do interior foi superior técnica e fisicamente durante os 90 minutos, chegando a marcar 2 X 0, deixando o adversario empatar a partida no segundo tempo.Pedrão marcou os dois gols do Barueri.Chicão e Jorge Henrique empataram para o Corinthians. O Santos precisou apenas do primeiro tempo para vencer a equipe do Guaratinguetá. Artlilheiro do último Brasileiro, Kléber Pereira marcou os dois gols que deram a vitória ao Time da Vila Belmiro.

Copa São Paulo Junior

As duas partidas das semi-finais da Copa São Paulo serão realizadas hoje à noite. Ás 18h30 em Rio Claro Atlético PR X São Paulo, ás 20h30 no Pacaembu em São Paulo, Avaí X Corínthians.

Por: Amilton Silva - Editor de Esportes do Blog do Crato

Adquira o livro: Histórias que vi, Ouvi e Contei - De Carlos Eduardo Esmeraldo

Compre através do Blog do Crato - Últimos Exemplares impressos !

historias que vi ouvi e contei

Histórias que Vi, Ouvi e Contei", da autoria de Carlos Eduardo Esmeraldo, é uma coletânea deliciosa de histórias engraçadíssimas que aconteceram no Crato ao longo do século XX. Figuras características, situações engraçadas, esse livro, elogiadíssimo pelo público é imperdível para todos aqueles que procuram conhecer a história da nossa cidade através de seus inúmeros "causos". O próprio autor, Carlos Eduardo Esmeraldo nos presenteou com seus últimos 25 livros disponíveis, a fim de que o valor da venda se reverta para a manutenção do Blog do Crato no ar, e para a expansão do nosso tão sonhado estúdio de produção audiovisual, que será a base para o Acervo Digital do Cariri, ou Museu da Imagem e do Som. Assim, além de adquirir um exemplar do livro "Histórias que vi, Ouvi e Contei, você também estará ajudando a manter o Blog do Crato e a nossa construção.

Estamos com os últimos 25 exemplares impressos. Apresse-se, pois estes são realmente, os últimos! Quem desejar adquirir o livro, entre em contato via e-mail conosco:
blogdocrato@hotmail.com
Ou pelo telefone: 088-3523-2272 deixe recado na secretária com nome e seu número de telefone.

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com

Malabares - Por: José Flávio Vieira

Os sinais premonitórios não podiam ser mais desfavoráveis. Postos nas mãos de qualquer pitonisa de meio de rua , certamente o parecer final seria contrário à decisão que Alcebíades deveria tomar. É -- e tinha que admitir sem nenhuma sombra de dúvida : encontrava-se diante da maior e mais terrível decisão de toda sua vida. Estava prestes a entrar numa seara inóspita onde praticamente só se viam rastros de entrada, os de saída eram sempre os de muitos feridos e mutilados. Aquela empreitada tinha todas as possibilidades de fazer água. Afinal, como diziam os amigos de mesa de bar, casamento é igualzinho a submarino: decolar não decola nunca, às vezes até bóia, mas não se engane não, cabra, o bicho foi projetado para afundar ! E, mais, um contrato que tem uma cláusula leonina de eternidade ! Partindo de uma loucura destas, como pode se descobrir algum remanescente de lucidez no final ? Um troço que vem sem prazo de validade estabelecido, que busca tornar permanente e verdadeira uma fotografia instantânea, no dinamismo fotográfico de toda uma vida ; empalhar sentimentos , fossilizar emoções, uma teratologia destas tem lá condições de vingar , de chegar a um bom termo? Bom observador, o velho Alcebíades colhera exemplos mil em amigos mais próximos. As paixões mais avassaladoras, os amores mais sublimes dissolviam-se após poucos anos nas portas dos tribunais, triturados em meio à baixaria das partilhas de bens e à crua vileza das pensões alimentícias. A regra permanecia imutável : O que começa em Motel acaba inevitavelmente em Pensão! E os amantes que se queriam tão bem, terminam sempre brigando pelos bens. O que era mágico transforma-se rapidamente em algo meramente contábil; as cartas de amor eterno viram, sem que se perceba, numa mera planilha do Excel. É que a vida, amigos, é um moinho como um dia já vaticinara aquele que colocou uma reluzente cartola no samba.
Talvez por isto mesmo Alcebíades tivesse sempre se mostrado tão resistente ao matrimônio: um bicho que rima com demônio. O tempo passara e fora se convertendo num solteirão convicto. Preferia comprar o amor a prestação nas esquinas da vida a pagar a vista no fórum da cidade. Mas quem lá entende os ínvios caminhos do coração? Já coroa, goiabão, conheceu Gisa. Viera trabalhar como garçonete no bar que ele , na companhia dos amigos , freqüentava quase que diariamente. A relação meramente comercial progrediu para uma amizade mais chegada e terminou em namoro. Os amigos , a princípio, botaram lenha na fogueira, só depois, ao perceber a gravidade do incêndio, começaram a chamar o Corpo de Bombeiros. Um pouco por acreditarem que não era a pessoa mais adequada para ele -- ela já andara esquentando os lençóis de vários da galera , antes do namoro se firmar – e muito pelo temor de perderem o companheiro de noitadas e madrugadas. Os extintores de incêndio, no entanto, chegaram tarde demais. Alcy, como o chamavam os amigos, resolvera definitivamente juntar as escovas de dentes com Gisa, um mês depois de se conhecerem. Afinal, como agora já racionalizava, casamento é como circo ruim, os que estão fora querem entrar para ver o espetáculo e os que estão dentro querem sair. Ele resolvera entupigaitar e subir no picadeiro, afinal, o palhaço, o que é ? O único empecilho agora eram os sinais premonitórios desfavoráveis.
Primeiro sua mãe não engoliu a nora, achou-a vulgar e parecer de mãe soa pior que praga de urubu. No dia do casamento a costureira não entregou o vestido de Gisa a tempo e ela, aos prantos, teve que ir à igreja com uma saia plissada e uma blusinha comum. O padre fez a cerimônia às carreiras e untou os noivos com água benta lançada de um vidro velho de Leite de Rosas. Quase não conseguem, num sábado, encontrar o juiz para proceder ao casamento civil. O meritíssimo estava numa carraspana danada , falava engrolado de não se compreender e junto a cada palavra que emitia aspergia farofa pelos cantos da boca. A noite de núpcias foi transferida praticamente para o banheiro da casinha de Alcy, acredita-se que os salgadinhos de D. Lúcia estavam quiabados, havendo necessidade de uma mudança total na área de serviços de Gisa & Alcy.
Hoje, já velhinhos, Alcy & Gisa contemplam os filhos e netos que se espraiam no quintal de casa e não compreendem como, com tantos sinais premonitórios contrários, estejam juntos por mais de trinta anos. Mesmo depois de alguns arranca-rabos, um sem-número de caras feias e outros tantos pega-prá-capar. Ali estão, próximos, respeitáveis, felizes. Como pôde tudo aquilo acontecer, quando o que se previa era o incêndio vertiginoso do circo ? Inescrutáveis veredas da vida ! Ao invés da catástrofe assistiu-se ao justíssimo equilíbrio dos pés no balanço da corda bamba; às circunvoluções aéreas quase que matemáticas dos malabares e ao encaixe perfeito dos braços no salto de trapézio sem rede de proteção.

Por: J. Flávio Vieira

A Festa da SANTA CRUZ DA BAIXA RASA, Por Pachelly Jamacaru

Todo ano, no dia 25 de janeiro acontece na Serra do Araripe à tradicional romaria da FESTA DA BAIXA RASA. A história conta a morte de um vaqueiro afamado, por fome e sede, perdido na serra com seu cavalo, em meados de 1870, encontrado à sombra de uma frondosa árvore nativa, onde ali mesmo teria sido enterrado, fincando-se uma cruz. Esta cruz passou a ser lembrada como a SANTA CRUZ DA BAIXA RASA.
Peregrinos então passaram a pagar promessas e esta tradição nunca mais deixou de existir. Uma cavalgada de vaqueiros e grupos folclóricos sobe a Ladeira do Belmonte e vão à Baixa Rasa, juntos com populares, curiosos e pagadores de promessas para cultuar o vaqueiro e outros mortos ali enterrados.

São Jorge, o Santo protetor.

A cavalgada sobe a Serra.
Dona Maria das Graças, venera seu ancestrais na Baixa Rasa.

O Pagador de promessas

Almoço comunitário
Orações na Floresta


Fotos: Pachelly Jamacaru
"Direitos reservados"

Telma Brilhante no ICC - Por: Emerson Monteiro


Atenção - Questões possíveis de serem nulas da Urca ! - Por: João Ludgero

FIGURA DA QUESTÃO - 44

Vestibulandos disponibilizo para vocês questões de geografia que podem ser nulas, basta vocês seguirem o que rege os pontos do Edital abaixo e pedir apreciação.
5.18. Os candidatos inscritos no Processo Seletivo Unificado 2009.1, poderão recorrer quanto à
elaboração/gabarito das provas, mediante preenchimento de requerimento padronizado da CEV, no qual o recorrente especificará o número de inscrição, curso e RG, e indicará claramente a(s) questão(ões) para a(s) qual(ais) solicita revisão, no prazo máximo, de 24 (vinte e quatro) horas após a realização da respectiva prova e da divulgação do respectivo gabarito.
5.18.1. O requerimento deverá ser preenchido e entregue na sede da CEV, à Rua Teófilo Siqueira, 684, Crato/Ceará, no horário de 08h00min às 17h00min horas. A CEV não acatará reclamações feitas por terceiros, somente pelos candidatos e/ou entregues em data, local e/ou fora do prazo estabelecido.
5.19. Se da análise dos recursos resultar anulação de questão(ões), a pontuação correspondente a essa(s) questão(ões) será atribuída a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

AS QUESTÕES ABAIXO FORAM ANALISADAS PELO PROFESSOR, JOÃO LUDGERO, ONDE O MESMO AUTORIZA QUE QUALQUER CANDIDATO POSSA FAZER USO DAS MESMAS PARA REQUERER POSSÍVEL ANULAÇÃO.


43. URCA/CE (2009.1). Analise as proposições sobre a formação do pensamento e da ciência geográfica.
(1) Na Idade Média, na Grécia Antiga; Heródoto, Hipocrates e Aristóteles, entre outros analisaram a dinâmica dos fenômenos naturais, elaboraram descrições de paisagens e estudaram a relação homem natureza.
(2) Foi em meados do século XIX, graças aos trabalhos de dois pesquisadores franceses, Humboldt e Ritter, que a geografia foi fundada como ciência, com a gradativa sistematização do seu arcabouço teórico metodológico.
(3) Apesar de ter tido um importante papel no desenvolvimento da ciência geográfica, a geografia tradicional nos legou um ensino escolar centrado na memorização de mapas e dados estatísticos sobre população e economia, juntamente com as características físicas de clima, relevo, vegetação e hidrografia.
(4) Com o fim do socialismo real, houve uma redução da influência do marxismo nas ciências humanas, o que possibilitou a difusão de outras correntes teórico-metodológicas na geografia critica, como a fenomenologia e o existencialismo, ao mesmo tempo em que as correntes criticas passaram a valorizar as novas tecnologias – computadores, satélites etc. – na interpretação do espaço geográfico.
(5) Após três décadas de renovação e com o avanço da globalização, o crescimento de problemas como os conflitos étnicos, a questão ambiental, os movimentos terroristas, as crises financeiras etc, consolida-se a certeza de que a geografia é uma disciplina fundamental para a compreensão do mundo contemporâneo nas escalas local, nacional e mundial.

Marque a alternativa correta:

a) Todas as alternativas estão corretas
b) As alternativas 1 e 2 estão erradas e 3, 4 e 5 estão corretas.
c) As alternativas 1,3,4 e 5 estão corretas, e 2 está errada.
d) As alternativas 2, 3,4 e 5 estão corretas e 1 está errada.
e) As alternativas 1, 2, 3 e 5 estão erradas e 4 está correta.

COMENTÁRIO – GABARITO – B

O tópico 01 é incorreeto pois todos os pensadores citados não vivenciaram a idade média como se pode constatar, e o mais ridículo é que todos eles não desenvolveram trabalho ligados diretamente ao conheciemtno geográfico, também como pode-se contatar, pois, Heródoto foi um historiador grego, continuador de Hecateu de Mileto, nascido no século V a.C. (485?–420 a.C.), Hipócrates(Cós, 460–Tessália, 377 a.C.) é considerado por muitos uma das figuras mais importantes da história da saúde, frequentemente considerado "pai da medicina", e Aristóteles nasceu em Estagira, na Calcídica (384 a.C. - 322 a.C.). Filósofo grego e criador do pensamento lógico.
O tópico 02 por sua vez se torna incorreto porque Friedrich Heinrich Alexander, Barão de Humboldt (14 de setembro de 1769, Berlim — 6 de maio de 1859, Berlim), mais conhecido como Alexander von Humboldt, foi um naturalista e explorador alemão, tendo lançado as bases de ciências como a Geografia, Geologia, Climatologia e Oceanografia, e Karl Ritter (7 de agosto de 1779, Quedlinburg – 28 de setembro de 1859, Berlim) foi um geógrafo alemão de gande importância para a geografia humana. Sendo não são Franceses. É isso mesmo tópico tipicamente decorebae de uma fase positivista da geogafia, onde valorizou onde eles nasceram, do que eles representaram para ciência geográfica.
O tópico 03 está correto, lembrando que a Geografia tradicional a qual se refere, é a Geografia do século XIX, representada pelas escolas Determinista, Possibilista e o Método Regional, que tinha em comum o Positivismo “comtiano”.

O tópico 04 – Não concordamos plenamente com o tópico, concordamos quando o elaborador diz que junto a corrente da Geografia Nova ou Geografia Crítica, houve uma difusão de outras correntes teórico-metodológicas como a fenomenologia e o existencialismo entendo que a existência e a experiência são complexas e abordá-las pela Fenomenologia significa uma busca “das coisas mesmas”, no sentido de apreender a existência antes do mundo. Já atribuir a valorização de nova tecnologias por parte da corrente crítica é um equívoco primário, pois sabemos quem valorizar o uso de dados estatísticos, imagens de satélite, ou seja a quantificação da Geografia é marca e valorização da Nova Geografia, que continua com a fundamentação filosófica da Geografia Tradicional mascarada por um Neopositivismo, sendo assim não tem Ada haver com a Geografia Nova, também denominada de Crítica, Marxista e Radical, pois essa traz consigo alguns marcos históricos destacam-se como emblemáticos e precursores da Geografia Crítica no Brasil. O principal deles; o Encontro Nacional de Geógrafos Brasileiros, em 1978, promovido pela AGB-Fortaleza, teve como principal tema de discussão a Geografia Crítica, baseada na publicação do livro de Yves Lacoste, “A Geografia: Isso serve antes de mais nada para fazer a guerra”, livro este considerado um marco para a Geografia Crítica mundial. Esse movimento adotou o método do materialismo histórico dialético para os estudos geográficos e para a abordagem dos conteúdos de ensino da Geografia. A chamada Geografia Crítica, como linha teórico-metodológica do pensamento geográfico, deu novas interpretações aos conceitos geográficos e ao objeto de estudo da Geografia, trazendo as questões econômicas, sociais e políticas como fundamentais para a compreensão do espaço geográfico. Não se trata de valorizar e sim fazer uso quando necessário, como já foi dito quem valorizou tal recursos foi a Geografia Nova, denominada também de Teorética ou pragmática.

O tópico 05 está correto, pois a Ciência que se propõe compreender o Espaço Geográfico a partir das relações da sociedade com a natureza, mediatizada pelo trabalho, deixa claro a importância dos pensadores do Espaço.

OBS: O item 04 torna-se incorreto por falta de clareza, ou no mínimo ele se encontra confuso, confundindo assim o vestibulando, cabendo pedido de análise e possível anulação. Pois o mesmo sendo incorreto não temos opção.

44.URCA/CE (2009.1).Observando a seqüência de figuras, é correto afirmar que:

FIGURA NO INÍCIO

a)Representa os dobramentos modernos onde os terrenos são soerguidos pelos movimentos das placas tectônicas.
b)Constituem, respectivamente, 1ª) planície, 2ª) falha e 3ª) dobramento.
c)Representa a evolução de um relevo dobrado, com grande deformação.
d)São manifestações típicas de um movimento tectônico que ocorre somente em áreas de rochas sedimentares areníticas.
e)Apresentam o resultado de forças centrais que podem ocorrer em uma estrutura rochosa sedimentar que possui grande plasticidade.

COMENTÁRIO – GABARITO – C

Questão passiva de ser NULA, pois o bloco diagrama deixa claro que se trata de um movimento vertical denominado de Epirogênese, pois na figura 2 esta mostrando claramente uma Diáclase ou Fratura, originando assim respectivamente um HORST(território elevado em relação ao território vizinho por ação de movimentos tectónicos) e um GRABEN (fossa tectônica).
OBS: Questão incorreta pois o bloco diagrama não corresponde ao conceito proposto na alternativa C, cabendo assim pedido de análise e possível anulação. Pois não temos opção correta.


53. URCA/CE (2009.1) Leia o trecho da musica de Vital Farias.
“Num lugar que havia mata
hoje há perseguição
só pra roubar seu chão
castanheiro, seringueiro
já viraram até peão.
[...]
Pois mataram o índio que
matou primeiro
que matou o posseiro
disse o castanheiro
para o seringueiro
que o estrangeiro
roubou seu lugar”
(Vital Faria, Saga da Amazônia).

I.O trecho da música retrata um aspecto do conflito pela terra típicos das áreas de fronteira agrícola do território brasileiro entre os grandes latifundiários que usam a terra para reproduzir seu capital; os trabalhadores agrícolas que tiram da terra as condições mínimas de sobrevivências e os índios que a usam para o fornecimento da caça, pesca e produtos agrícolas.
II.A ampliação das áreas apropriadas por estabelecimentos agrícolas não implica na redução das áreas de sobrevivência das tribos indígenas. Portanto tal ampliação pode ser feita sem conflitos.
III.Entre o latifundiário e o indígena, temos a figura do posseiro, geralmente expulso de seu lugar de origem pela fome, pelo desemprego ou pela invasão de suas terras por latifundiários, que buscam as terras livres; as terras sem donos.
IV.A terra sem dono, entretanto é a terra indígena. O conflito se estabelece: os posseiros matam os índios, derrubam as matas, incorporam novas terras ao mercado. Nesse momento vêm os latifundiários, armados com jagunços e títulos legais que comprovam serem os posseiros meros invasores. Esse é o segundo momento do conflito. Espremido entre jagunços e ordens judiciais, por um lado, e índios por outro, o posseiro geralmente prefere enfrentar os índios, abre novas frente de trabalho, coloca fronteiras em movimentos para ser expulso alguns anos depois.

Após análise do enunciado da questão marque a opção correta:

a) A alternativa I está correta, a II esta errada e III e IV estão corretas e não se completam.
b) As alternativas I e II estão corretas e III e IV se completam
c) As alternativas I, II, III e IV estão corretas e se completam.
d) A alternativa I está correta, a II está errada e III e IV estão corretas e se completam.
e) As alternativas I e II estão erradas e III e IV estão corretas e se completam.

COMENTÁRIO – GABARITO – D

Não concordamos quando o elaborador considera no tópico IV que os títulos apresentados pelos latifundiários após invasão dos posseiros seja legais, pois sabemos que os mesmo são frutos de um esquema ilegal que envolve os grileiros e donos de cartórios que falsificam escrituras de terras devolutas, sendo assim estes títulos não são legais. Diante do exposto não existe alternativa, sendo assim a questão é merecedora de análise e possível anulação.


57. URCA/CE (2009.1) Sobre a chapada do Araripe marque a alternativa INCORRETA:
a) O desmatamento e as queimadas estão alterando o equilíbrio do ciclo hidrológico local, fazendo com que um elevado número de fontes hídricas subterrâneas localizadas no borde da chapada sequem.
b) A especulação imobiliária que leva a uma expansão residencial, aliada a uma urbanização desorganizada em direção a chapada do Araripe no Estado do Ceará, principalmente na zona do cariri (Crato e Barbalha), se constitui, sem dúvidas, num dos maiores problemas ambientais dessa sub-região.
c) Apesar da sua riqueza paisagística natural, a chapada do Araripe é uma das sub-regiões que não tem sofrido impactos ambientais, principalmente em função de forte consciência ecológica e uma eficiente fiscalização ambiental.
d) Muitos sítios, clubes e mansões de particulares têm represado águas originadas das fontes da chapada, modificando assim o escoamento hídrico superficial.
e) A mineração no alto da chapada (Nova Olinda e Santana do Cariri) através da exploração e beneficiamento do calcário laminado, além de alterar a paisagem, causa profunda poluição atmosférica e hídrica.

COMENTÁRIO – GABARITO – C

Não concordamos com a afirmação da alternativa (e) quando coloca os municípios de Santana do Cariri e Nova Olinda no Alto (topo), que na verdade se encontra na Depressão Sertaneja da Chapada do Araripe a 475 m de altitude, como também o município de Nova Olinda esta a 445 m de altitude e também se encontra na Depressão Sertaneja da Chapada do Araripe. Fonte - GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ - SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO (SEPLAG) - Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE). Diante do exposto pedimos análise e possível anulação da questão pois a mesma encontra-se com duas alternativas incorretas.

Façam uso dos seus direitos, reinvidiquem pois assim estaremos melhorando cada vez mais nossa tão estimada Universidade.

Saudações Geográficas!
Por: João Ludgero

Crime ambiental - Por A. Morais

Foi num dia de Domingo, às três e meia da tarde. No interior da capela de São Vicente, á Rua dos Lobos, em Rajalegre, na missa de 60 anos de casados de um ilustre casal da cidade. Espaço pequeno, sem ventilação, ninguém podia se mover, suavam em demasia. Um ser no anonimato, no aperto, sem programar deixou escapar um flato. O peido soou tão alto, que mesmo o castro devoto quedou-se apreensivo imaginando expulsar o predador explosivo.
O motim enfureceu, bateram-no pra valer, o padroeiro do altar viu o fuá acontecendo sem nada poder fazer. O peidão enfureceu-se e revidou cada bofete e a briga se ampliou, em proporções descontroladas. O vigário atarantado, rodando feito um peru, não teve outra alternativa, telefonou para policia. Um samango truculento, cumprindo as ordens do delegado toma chegada com muito cuidado temendo se melar, o sujeito podia estar cagado. Três guardas engravataram e o conduziram à cadeia publica municipal. Por lá, já estava esperando o preso, um advogado de renome municipal, dizendo que não é crime bufar dentro da igreja. Foram acima e foram a baixo, e, em seu depoimento o preso informou textualmente que desde as 08 da manha que tomava uma teimosa e comia sarapatel, fava e repolho misturados com preá. O advogado apelou para a constituição e o juiz analisando o código penal, decidiu que não é crime peidar dentro da igreja. O intrometido foi solto e achando pouco ainda desafiou as autoridades religiosas afirmando que ia voltar a capela para assistir o resto da solenidade, embora não houvesse sido convidado.
Revoltado o clero se reuniu demonstrando toda sua força, a Diocese fez uso de uma lei federal e o peidão voltou para trás das grades, desta feita, sob a acusação de crime ambiental. Matar e consumir animais silvestres, preá.
Por isso recomendo que ao adentrar na igreja não vá com a pança cheia, faça um jejum prolongado para não acontecer como voce, o que sucedeu com individuo que foi preso porque peidou na igreja.
Por A, Morais

Grandes Vultos da História do Crato - Alexandre Arraes

O Blog do Crato inaugura hoje nova seção, Grandes Vultos da História do Crato, que é continuação do quadro "Nossa Homenagem" localizado na aba direita do Blog. A cada 6 dias, traremos um novo personagem ilustre da história do Crato, o que perfaz 5 ao mês, e 60 ao ano. O nosso primeiro homenageado, sem escolher por qualquer tipo de ordem, seja alfabética ou outra, é o grande ex-prefeito do Crato Alexandre Arraes. Estaremos toda semana fazendo entrevistas, fotos e pesquisas para uma lista infindável de grandes vultos da nossa história. Aqueles que quiserem contribuir com biografias, escrevam para nós, pelo e-mail do blog: blogdocrato@hotmail.com ou entre em contato por telefone.

praça alexandre arraes

[ Acima: Praça Alexandre Arraes, em homenagem a este grande vulto da história do Crato ]

ALEXANDRE ARRAES DE ALENCAR

Nasceu em Araripe-ce, no dia 13 de Fevereiro de 1895, filho de Miguel Arraes e Dona Maria Silvinha de Alencar Arraes. Cursou o primário em sua cidade natal e apenas 1 ano de seminário em Fortaleza.Casou-se com a Sra. Noemi de Alencar e teve oito filhos : Aline, Maria Edneida (jornalista e professora), Dr. Miguel Edson (advogado do Banco do Brasil do Rio de Janeiro), Eldenora, Emanuel (Procurador da República), Teresinha, Maria Silvinha, José Arraes Sobrinho.Trabalhou no Jornal O Povo como telegrafista com o pseudônimo de Aloísio do Amaral. Foi um grande líder empreendedor e idealista, seu sonho era proporcionar o desenvolvimento industrial no Crato e com um capital de 7 contos de Reis fundou a firma Almino Comercio e Indústria S.A.Candidatou-se a prefeito e em 27 de Setembro de 1937 e assumiu a Prefeitura de Crato. Mostrou-se bastante hábil em sua administração. Ciente da importância das riquezas da Serra do Araripe e da necessidade de defender a natureza fundou o Horto Florestal Municipal. Foi um profundo conhecedor das riquezas da Chapada do Araripe e de todos os seus recursos naturais. Sabia a localização exata de todas as fontes, veios d´água, clareiras e árvores da localidade. Grande orador e incentivador da educação. Discípulo de Eça de Queiroz, de quem herdou fortes influências literárias, escreveu sobre o assunto sobre o qual era grande conhecedor com tal estilo e elegância que chegou a ser comparado com o mestre. Político querido e respeitado, sempre consultava a opinião pública buscando atender aos anseios da população. Inaugurou o serviço de água encanada e luz elétrica. Combateu a erosão no leito do Rio Grangeiro e seminário, impedindo a construção de casas no local. Fundou o Grupo Escolar Municipal e o posto anti-rábico no hospital São Francisco, restaurou as estradas de rodagem, construiu pontes, pavimentou grande parte da cidade, fundou a biblioteca municipal e incentivou os grêmios cívicos, escolares e literários. Fiscalizava pessoalmente todas as atividades do município. Faleceu no dia 15 de Agosto de 1943, ainda como Prefeito Municipal, ficando imortalizado na memória do povo cratense.

Contribuição de Socorro Moreira
Texto: Evandro Rodrigues de Deus

Previsão do Tempo: Chuvas hoje à tarde e à Noite

Céu nublado. Este foi o tempo ontem no Crato, seguido já de uma pequena neblina hoje pela madrugada. O tempo permanece nublado. Eis a previsão para hoje, 23 de Janeiro de 2009, segundo o website Climatempo:


Fonte: Climatempo

Obama pede abertura das fronteiras da faixa de Gaza

O presidente dos EUA, Barack Obama, defendeu que Israel abra as fronteiras da faixa de Gaza. A afirmação foi feita durante a apresentação do ex-senador George Mitchell como o emissário especial dos EUA para o Oriente Médio. "Os EUA estão comprometidos com a segurança de Israel. E este deveria abrir as fronteiras da faixa de Gaza", disse Obama. É intolerável um futuro sem esperança para o povo palestino", acrescentou o presidente dos EUA. Obama ainda defendeu que o Hamas encerrasse o lançamento de foguetes em direção a Israel e que Israel "completasse a retiradas de suas forças de Gaza". Também afirmou estar "profundamente preocupado com a perda de vidas, tanto de palestinos como de israelenses". Esta foi a primeira vez que Obama citou o conflito no Oriente Médio desde que tomou posse, na terça-feira (dia 20).

"Será política da minha administração buscar ativa e agressivamente por uma paz duradoura entre Israel e os palestinos, assim como entre Israel e seus vizinhos árabes", disse Obama. O emissário para o Oriente Médio, George Mitchell, terá a responsabilidade de ajudar a estabelecer um cessar fogo duradouro na faixa de Gaza. Ele foi negociador para a paz na Irlanda do Norte durante a administração de Bill Clinton. Obama também nomeou Richard Holbrooke como emissário especial para o Afeganistão e para o Paquistão. Holbrooke é ex-secretário de Estado adjunto e atuou nas negociações de paz nos Balcãs. Também nesta quinta-feira, Osama Hamdan, porta-voz do Hamas, disse que a posição de Obama em relação aos palestinos não representa mudança e levará o presidente dos EUA a cometer os mesmos erros de George W. Bush. Hamdan, em pronunciamento para a rede de TV Al-Jazeera, disse que espera um fracasso de Obama em sua política para a região do Oriente Médio, caso o presidente dos EUA mantenha sua atual posição.

Fechamento de Guantánamo

Antes, nesta quinta-feira (dia 22), o presidente dos Estados Unidos assinou decreto que ordena o fechamento do centro de detenção de Guantánamo e proíbe os abusos durante interrogatórios, exigindo respeito à Convenção de Genebra. "O centro de detenção de Guantánamo objeto desta ordem será fechado o mais rápido possível e, no mais tardar, no prazo de um ano a partir da data da ordem", diz um rascunho da ordem executiva, divulgado anteriormente no site da associação American Civil Liberties Union (ACLU) e confirmado pela fonte da Casa Branca. O presidente havia se comprometido a fechar o polêmico campo de detenção durante a campanha eleitoral. Este será o segundo dia de trabalho de Obama, agora respaldado em política externa por Hillary Clinton, que teve a nomeação como secretária de Estado ratificada pelo Senado. A prioridade da ex-primeira-dama será a situação no Oriente Médio, que já foi tema na quarta-feira de uma série de conversas telefônicas entre Obama e governantes da região. O almirante aposentado Dennis Blair, designado pelo presidente Obama para comandar a Direção da Inteligência americana (DNI), também qualificou hoje a tortura de "ilegal, imoral e ineficiente", durante uma audiência diante da Comissão de Inteligência do Senado. Blair assumiu o compromisso de "não apoiar atividades de vigilância realizadas sem autorização legal".

Histórico
A prisão de Guantánamo foi aberta em 2002, como parte da "guerra contra o terrorismo" iniciada pelo governo de George W. Bush depois dos atentados de Nova York e Washington. Os tribunais de exceção foram criados em 2006 e atualmente são responsáveis por 21 casos, 14 deles já atribuídos a um juiz, em um total de 245 detentos, de acordo com dados do Pentágono. Em nome da guerra contra o terrorismo, a Agência Central de Inteligência americana (CIA), vinculada à DNI, admitiu ter recorrido a práticas geralmente consideradas como tortura. Os serviços de inteligência americanos também foram criticados por terem instalado um controvertido programa de grampos sem mandado judicial.

Onda de otimismo

Os americanos foram tomados por uma onda de esperança e de otimismo após a posse de Obama: 62% se disseram "cheios de esperança" para os quatro próximos anos, contra apenas 11% que se definiram como pessimistas, segundo pesquisa USA Today/Gallup publicada hoje. Há quatro anos, após a reeleição de George W. Bush, somente 43% dos americanos estavam otimistas, contra 25% de pessimistas. A pesquisa aponta ainda que seis em cada dez americanos assistiram à cerimônmia de posse ao vivo na televisão, contra apenas 50% em 2005. Mais de 45% (46%) qualificaram o discurso de posse de Obama de "excelente", e 25% o consideraram "bom". Entre os democratas, 91% se disseram "cheios de esperança" e somente 1% expressaram pessimismo. Até mesmo entre os republicanos, os otimistas são maioria, com 31% contra 27%. A pesquisa foi realizada com 1.012 adultos no dia da posse, terça-feira, com uma margem de erro de mais ou menos 3 pontos.

Fonte: UOL - Universo On-Line

Rede Blogs do Cariri - Chuvas destroem casas na zona rural de Icó


Chuvas destroem casas na zona rural de Icó

Clique para Ampliar

Casa destruída na localidade de Pedrinhas, Perímetro Irrigado Icó-Lima Campos. A população teme que novos prejuízos possam ocorrer (Foto: HONÓRIO BARBOSA)

Clique para Ampliar

Clique para Ampliar

A Delegacia de Polícia Civil, localizada no Centro de Icó, ficou totalmente alagada ontem (Foto: RICHARD LOPES)

Mesmo na pré-estação, as chuvas já estão provocando prejuízos em algumas cidades do Interior. Icó. Os moradores da localidade de Pedrinhas, no Perímetro Irrigado Icó – Lima Campos, vivem momentos de medo, desde a última quarta-feira. Nesse dia, uma chuva veio acompanhada de forte ventania que destruiu uma casa, derrubou árvores, quebrou vidros de portas e janelas e destelhou parte de uma dezena de residências da localidade. De acordo com o relato dos moradores, o vento forte provocou barulho intenso e causou medo. “Foi horrível”, disse a dona-de-casa, Genileuda Lima. Uma casa caiu, mas no momento não havia ninguém no interior do imóvel, que nos últimos meses estava funcionando como sorveteria. O teto e as paredes ruíram destruindo mesas, cadeiras, balcão e ainda um congelador. A destruição do imóvel, pertencente a Alcilene Ferreira, atingiu a casa vizinha, do agricultor Francisco Ferreira. “Tivemos que retelhar parte da coberta da área e da cozinha e uma parede ficou abalada”, contou Ferreira. O produtor rural Francisco Eudo Moreira disse que essa foi a primeira vez que um vento forte atingiu a comunidade, mas a dona-de-casa, Genileuda Lima lembra que, exatamente, há 10 anos um vento forte derrubou prédios e telhados na cidade de Icó.

Após a chuva e a ventania alguns moradores, temendo a volta de novas precipitações, fizeram o retelhamento dos pontos atingidos. Parte do telhado da capela da comunidade ficou destelhado. No conjunto Pedrinhas moram cerca de 100 famílias. “Todos aqui tiveram medo”, contou a dona-de-casa, Luzinete Melo. “Tudo aconteceu muito ligeiro, mas foi horrível”. Duas famílias, temendo o retorno das chuvas, preferiram fazer mudança ainda na tarde da quarta-feira para casa de parentes na cidade de Icó. Desde a última quarta-feira e até ontem, a Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) registra precipitações pluviométricas em, praticamente, todo o Estado. As maiores quantidades de chuvas são verificadas no Litoral, zona norte e região do Cariri. O município de Cruz, na região norte, foi o que registrou a maior ocorrência (143mm), seguido por Quiterianópolis (140mm).

HONÓRIO BARBOSA
Repórter

ENQUETE
O que a Sra. sentiu no momento da tempestade?
Creuza Ferreira ( Dona-de-casa)
"Foi horrível. Na hora da ventania eu pensei que ia acabar com tudo aqui no conjunto. Tomara que não aconteça novamente".

Genileuda Lima ( Dona de casa)
"O vento veio muito forte e rapidamente. Senti muito medo, assim como todos os moradores da comunidade".

ALAGAMENTO

Delegacia da Polícia Civil fica “ilhada”

Icó. Chuva registrada na madrugada de ontem deixou ruas alagadas na sede deste município. A Delegacia Regional de Polícia Civil ficou alagada. A unidade localiza-se no Centro da cidade. As instalações, que já são precárias, agora ficaram ainda piores. Toda a estrutura física, tais como paredes, pisos e tetos, está comprometida. Esta não é a primeira vez que os policiais da unidade enfrentam o problema. Há poucos meses, parte do teto de gesso interno desabou e por pouco não feriu alguém. A Delegacia é responsável por mais seis municípios da região. Desde o ano passado, conta somente com uma viatura para cobrir toda a área. O outro veículo está há quase um ano na oficina, aguardando o conserto de problemas mecânicos. As chuvas das últimas horas totalizou 63 milímetros, deixando ainda mais preocupados os funcionários da unidade de segurança pública. Não há condições de os policiais desenvolverem nem mesmo as atividades internas, mais burocráticas.

Nova sede
Qualquer chuva na cidade é o suficiente para alagar e ilhar a Delegacia, segundo testemunham os policiais. Já faz muito tempo que a população aguarda um novo prédio. O atual, além de ser bastante precário, é alugado. A construção de uma nova sede para o trabalho de segurança no município, é uma das principais demandas locais. Reivindicação nesse sentido já foi encaminhada à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30