xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/01/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 janeiro 2009

Encontro de artistas para definição da agenda no "Olhar Casa das Artes"

por Rogério Silva

A vocação do Blog do Crato como meio maior de exaltação da Cidade de Frei Carlos Maria de Ferrara


ntem estive em uma reunião, onde, entre cumprimentos e elogios, discutíamos o real papel do Blog do Crato na atual conjuntura. Falávamos das críticas que temos enfrentado por parte de algumas pessoas, que nos acusam de alguns escritores do blog estarem confundindo o Blog com qualquer outro desses milhares de websites que existem na Internet sobre política, Lulismos, Psdbismos e Guerras. Discutíamos o universalismo e o regionalismo e qual o rosto, a linha de atuação que nós precisamos urgentemente trazer de volta ao nosso querido Blog do Crato sem desprezar o caráter universal também. Chegamos a algumas conclusões interessantes e aqui, passo a expressar o pensamento final, acordado pelos presentes á reunião.

ecerto que o Blog do Crato é de âmbito mundial, e deve conter matérias de todo o mundo. Podemos por exemplo, nos dar ao luxo de escrever crônicas sobre a faixa de Gaza, podemos escrever sobre discos voadores, mas o tema central que sempre deverá permear o Blog do Crato ainda deve ser sempre, SEMPRE o povo e a cidade do Crato. Não há sentido querer ser o tudo! Não tem muito sentido em querer ser um site de poesia a esta altura do campeonato, embora como sempre expresso, ocasionalmente se possa postá-las e isso DEVE acontecer sempre, porque a arte e a poesia do Crato devem estar sempre em evidência. Falo isto por uma questão de direcionamentos, posto que existem milhares de sites de poesia no Brasil aonde cada um pode também se enturmar de forma particular. Não tem sentido, por outro lado, ser um site por exemplo, de arte culinária, pois já existem outros milhares, assim como todos os outros assuntos. E que tal discutir política intempestivamente ? há decerto milhares de Blogs sobre Lula, sobre FHC, sobre PSDB, sobre PT, isso é o que nao falta na internet. Agora... quantos Blogs existem sobre a cidade do Crato, meus amigos ? Quantos existem que falam de seus costumes, suas tradições, que têm condições de mostrar ao mundo o pensamento desde o homem matuto aos príncipes da literatura produzida aqui no Crato ?

O leitor concluirá que só existe UM: O Blog do Crato. Aqui mesmo na região, temos diversos sites bons, porém especializados, o CaririCult mesmo é um deles, do qual faço parte. É um ótimo site dos poetas de todo o cariri. Uma bela mostra da intelectualidade da região, ou pelo menos de alguns. É um site de intelectuais para intelectuais.

Já o Blog do Tarso Araújo é um blog destinado a suprir a falta de notícias na região, Joga-se as notícias e têm-se a visão e interpretação particular do autor sobre tudo. Mesmo assim, o considero bastante válido.

Temos sites curiosos, como o do Marcos Peixoto, que trata das colunas sociais, e que seria ótimo se tratasse de toda a sociedade cratense, mas infelizmente esse é um site tão tendencioso, por facções políticas, politicagem com p minúsculo, que por exemplo, toda a parte da população que pertence ao lado do PSDB e outros que estão do lado de Samuel Araripe estão excluídos permanentemente das suas ilustríssimas, íssimas íssimas páginas sociais. Nada mais tendencioso e até certo ponto, imoral.

Temos outros sites muito bons, interessantes, mas particulares, que visam promover a produção individual de cada artista da região do cariri. Assim são os blogs dos próprios artistas, tais como Pachelly jamacaru, Wilson Bernardo, Carlos Rafael, Marcos Leobel, Socorro Moreira e recenetemente, Domingos Barroso, etc... esses valem muito a pena serem visitados.

Mas se você procurar um site que é TODO alma do homem Cratense, que abrange desde as piadas contadas na nossa querida praça Siqueira Campos, críticas aos buracos inúmeros dessa cidade, às vezes tão podre pelo canal do Rio grangeiro, as belezas da serra do Araripe, nosso povo, nossa gente, sem excluir também os intelectuais, só haverá um site, e se chama BLOG DO CRATO. Porque aqui, representamos a alma do povo Cratense! Quando transmitimos recados de Cratenses que moram fora para outros cratenses que moram também fora e precisam se comunicar, isso me dá muito mais prazer pessoal do que escrever uma crônica. Porque estamos sendo ÚTEIS à coletividade. E nada pior do que sentir-se inútil neste mundo. Quando criamos uma nova campanha de limpeza das ruas da cidade, quando entrevistamos alguém da administração, quando trazemos um artista para dar entrevistas, quando pego o carro e saio para fotografar lá da chapada do Araripe, quando paro para gravar os emboladores pelas ruas do Crato para mostrar ao mundo, quando enfim...tanta coisa que fazemos para enaltecer essa cidade tão nossa, tão querida, tão amada, que só mesmo estando fora dela ou enclausurados sente falta até do cheiro desta terra, dos becos e da simples visão de paraíso por entre as montanhas abençoadas. Somos um povo feliz, porque temos a consciência do lugar a que pertencemos, e aqui é um cântico, um cântico de exaltação a todos os Cratenses.

E esse cântico é um coro das milhares de vozes que nos prestigiam todo mês com suas visitas, aprovando o trabalho, e tentando segurar com as mãos, um pequenino pedaço daquilo que foi um dia seu torrão natal, e que um dia espera retornar, como todo bom Cratense o faz. Creio que não haja definição maior de objetivos do que esse. O Crato e o povo do Crato são nossa vocação e nosso destino. Desta cidade de Frei Carlos somos cativos. Somos hoje os verdadeiros índios Kariris, guardiães dos poderes desse imenso cobertor verde que nos protege, chamado Chapada do Araripe.

Então, finalizo aqui este breve artigo dizendo a todos os meus colegas: tudo é permitido! Tudo é louvável! que falemos das guerras do oriente médio, que falemos da administração Lula e seus grandes equívocos, que falemos também da política do governo Americano, de Che Guevara, de Fidel Castro, mas procuremos manter a ótica principal do Blog naquilo que é para nós o maior mérito, o de sermos filhos e amigos do Crato!

Dihelson Mendonça
Administrador do Blog do Crato
.

A Sala de Som - por: Carlos Eduardo Esmeraldo



Há cerca de vinte e cinco anos, fui procurado por um cliente da Coelce que reclamava do exagerado consumo de energia elétrica de sua residência, segundo ele, bem acima do consumo registrado nas casas dos seus vizinhos. Analisei o histórico do consumo da residência daquele cliente e verifiquei que durante muito tempo mantinha-se estável. Perguntei que tipo de aparelhos ele tinha instalado em sua casa. Surpreendentemente ele me convidou para eu ir pessoalmente conhecer sua casa e mais surpreendente ainda, eu aceitei o convite. Até o ponto em que havia examinado, a casa não tinha nada de extraordinário que justificasse aquele consumo. Então ele me convidou para vistoriar o quarto do casal. Um aposento sóbrio, decorado com muito bom gosto, com TV, e ar condicionado. Ele me conduziu por uma porta que ligava o quarto do casal a um aposento num andar superior, ligado por uma estreita escada, revestida com lambris de madeira. Naquela sala estava instalado um rico estúdio de áudio e imagem, somente comparável em tecnologia ao DM Estúdio do Blog do Crato, conforme fotos vistas recentemente. Expliquei que ali estava a razão do alto consumo de sua conta mensal. Para minha surpresa, ele me confidenciou que construíra aquele estúdio com muito gosto, mas tinha uma tristeza muito grande; sua esposa não vinha participar com ele de seus momentos de lazer naquele ambiente tão ricamente instalado. Anos depois, eu estava conversando com um padre da nossa cidade, muito nosso amigo, quando a mulher daquele cliente da Coelce, ignorando minha presença, cortou nossa conversa e iniciou um rosário de lamentações contra o marido, queixando-se de muitas grosserias que ele lhe fazia e da falta de atenção dele. Sem querer me meti na conversa, transformando-me involuntariamente em conselheiro matrimonial no lugar do padre. Então disse àquela senhora: “Mas ele se queixa que construiu uma sala de som acima do quarto de vocês e lhe convidou várias vezes para você ir ouvir música com ele e você nunca foi.” Ela prontamente respondeu: “Ele queria que eu fosse pra lá para fazer ‘safadeza’ com ele.” E eu então emendei: “Então vá, você não é a mulher dele?” A gargalhada do padre denunciou sua aprovação à minha intervenção. Jamais soube se o meu conselho foi aceito para alegria daquele cliente reclamador.

Por: Carlos Eduardo Esmeraldo

Blog do Crato e Cariricult - Instrumentos de Força e União dos Kariris


Um papa e dois reis conluiaram dividir as nossas terras, em 1494, “descobertas” por Colombo, em 1492. E uma linha imaginária passaria no Brasil, fechando 370 léguas. Foi o Tratado de Tordesilhas. Os reis de Portugal e Espanha, católicos, trocaram tiros, brigaram depois, por causa dessas terras. È isso mesmo pessoal, briga de homens sempre foi por causa de Terra e Mulher... e só se resolve no tiro, dizia seu Zé Peixeira na Chapada do Araripe, no Interflúvio do São Francisco e Jaguaribe.
Os reis “descobriram” as terras, e por isso entenderam de distribuí-las como se fossem seus donos. E eram mesmo. Tinham a permissão de Deus, coragem e força. Todas as viagens e descobrimentos foram financiados por eles e sua quadrilha. Seu grupo de armadores, comerciantes e nobres. E o vil metal no meio, porque ninguém faz nada sem essas coisas. E haja marra. Expedições e mais expedições, de reconhecimento, militares e colonizadoras, repleta de monstros sanguinários, desfloradores, mas com uma missão religiosa levar a civilização cristã aos selvagens. Isso era o mais importante.
Lutas, resistências, no Brasil oriental. Os civilizados x os autóctones. Depois veio a idéia, catequizar para dominar.
E a nossa Pindorama começou a sofrer o reboliço das forças geográficas e sociais – NATUREZA E SOCIEDADE; A sociedade sendo responsável por todas as transformações tanto do meio natural e cultural da nossa Pindorama. Os elementos naturais são as forças do meio geográfico e a sociedade as forças do meio econômico.
Quando nos identificamos com o Crato, é um forte pertencimento que temos não só ao povo, mas também ao chão, a terra à nossa Chapada! Quero dizer que o Cratense não vive muito tempo fora deste torrão, isto é do nosso meio geográfico, a base física, material, onde nós vivemos, agimos e reagimos, findamos ou morremos.
Esta escrito em todos os livros sagrados, que nós fomos feitos de barro... e voltaremos a ser pó, terra, barro, força, atomismo, energia...; daí a verdade “científica” de que tudo no mundo se transforma, muda, e nada se perde ou se destrói, sim verdade científica trazida para cá, pelos filhos dos dominantes do cariri que estudaram lá pelas europas do Pernambuco, pois os cariris que aqui estavam não sabiam disso não! Foi preciso um Frei ensiná-los.
Nasce então o misticismo, a religiosidade do cratense, sua crença em outra vida, numa vida futura, além da morte, com evolução espiritual, mental, destinações, forças invisíveis que vão guiando, orientando, na nossa luta pelo aperfeiçoamento até o aperfeiçoamento absoluto ou o homem-deus na sua imagem ou semelhança; daí o direito fundamental, individual e social, de ter ou não ter religião, ser ou não religioso, como velho processo de acomodação, adaptação ou proteção na sua luta de homem dentro do cariri católico e ateu, com os fatores fé, confiança e crença no futuro material e espiritual dele e da humanidade. É isso mesmo na Pindorama e no Cariri a fé faz o HOMEM CARREGAR CHAPADAS NAS COSTAS...
Como se ia conversando, se somos telúricos, nasce ai antropologicamente, o homem regional, o homem cariri. Daí esse amor inexplicável, danado, arrochado, cheirando a pequi, patriótico, que nós temos e sentimos pelo “nosso pé de serra” ou pedaço de chão, onde nascemos, crescemos, nos fizemos homens, trabalhando, multiplicando filhos e bens. È por isso que entendemos o amor e o pertencimento de TODOS KARIRIENSES, e muitos outros, que mesmo estando distantes e não sendo autóctones do Kariri, já aprenderam a amá-lo, e com certeza por amor ao cariri esses lutam, trabalham, se revoltam e vão á guerra, cada um com suas armas, quando despojados pela violência dos exploradores, dos parasitas da terra e do trabalho social.
Temos uma arma nova em defesa dos Kariris – o Blog do Crato e o Cariricult, ambos do Crato, não do Brasil! ou melhor ainda do mundo!
Se antes as expressões dos Kariris como poesias, pensamentos, propostas, a arte em si, não tinha tanta repercussão, pois as mesmas eram estáticas por estarem em paredões e paredes de grutas e cavernas, hoje as nossas expressões e manifestações ganham o mundo!

Saudações Geográficas!
João Ludgero

A Imbecilidade, madrasta de todas as guerras - por: Emerson Monteiro



Vá lá que não se pretenda explodir os próprios sonhos, dadas razões autodestrutivas da patologia clássica. Contudo querer incluir os sonhos dos demais no processo de punição das culpas acumuladas pela perdição das horas de vida, que jogada fora a cada inútil atitude, isso merece reavaliação desde o princípio das ações, nos campos de batalha.
Daí a notação de ser imbecilidade pura desmanchar os artefatos letais em volta de si, na máquina da guerra, e espezinhar multidões de outros seres, inclusive o espaço do Planeta, fustigado nas unhas de horríveis monstros animais humanos. Chegar à madrugada do novo ano falando essas coisas de alemães filosofias deixa transparecer, sem repressão, os sentimentos de indignidade que invadem as salas em face dos entreveros televisados, no returno do calendário. Sem mais nem menos, acendraram ânimos e tomem bombas israelenses em represália a foguetes explosivos dos palestinos, na Faixa de Gaza. Fruto disso, juntem-se as mortes da população civil, produzida nos conflitos anteriores das mesmas gentes. Acima de conceitos morais, há os ditames da ética para demonstrar a inutilidade da razão perante as providências dos guerreiros. “Não importam os motivos da guerra, a paz é mais importante do que eles”, disse com absoluta propriedade Roberto Carlos. Mas a quem dizer isso? (há a quem?), conquanto existam tantos interesses por trás das agressões, os antivalores econômicos, religiosos, políticos, culturais, territoriais, desconhecidos, etc. Perguntar a quem, ao vento, Dylan? Quantos canhões ainda explodirão até que o homem compreenda o condão da verdadeira fraternidade?

Uma mistura de desencanto com impossibilidade, somados alentos de compaixão pela dor alheia, nos pagos adversários que se embebem de sangue no chão comum a todos os conflito.
Prece e sonho flutuam nas mentes pelos ares, neste começo de tempo... Amar, enfim.

Por: Emerson Monteiro
.

HOJE - Tiago Araripe no Sesc de Crato - por: Emerson Monteiro


Neste domingo, 04 de janeiro, às 20h, no SESC de Crato, será o lançamento do CD Cabelos de Sansão, do artista caririense Tiago Araripe. Na oportunidade, o músico mostrará ao público o seu trabalho, em "show" de cultura e arte. Todos são convidados a esta noite de autógrafos de um dos valores essenciais de nossa Região.

Por: Emerson Monteiro

CRATO - Vândalos destróem acervo no Sítio Fundão

Vandalismo na Floresta...

Clique para Ampliar

João Josa gerente do escritório regional da Semace, em frente à casa principal do Sítio Fundão. Ele garante que o acervo está sendo preservado (Foto: ANTÔNIO VICELMO)

Ambientalistas denunciam ação de vândalos no Sítio Fundão, mas Semace nega e diz que local está preservado

Crato. “O patrimônio histórico e cultural pertencente ao Parque Estadual do Sítio Fundão começa a ser destruído por falta de vigilância permanente. Com o abandono das instalações edificadas no local, os vândalos estão tomando conta da reserva ecológica”. Com esta advertência, um grupo de ecologistas do Crato, entre os quais o professor Eldinho Pereira, o articulador do Sebrae, Fábio Pereira, e o radialista Ed Alencar, este último ex-proprietário do Fundão, divulgou nota denunciando o arrombamento de uma das portas da casa-sede do Sítio, o acúmulo de lixo na estrada que dá acesso, uma bacia sanitária quebrada, retirada de telhas e parte da instalação elétrica arrancada.

Na sede do escritório da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), a conversa é outra. O gerente do escritório, João Josa, fez questão de levar a reportagem até a reserva estadual. Na verdade, o lixo acumulado é resultante de uma ação de limpeza promovida pela Semace, com o apoio de um grupo de alunos da Escola do Círculo Operário do Crato. O lixo foi retirado de dentro do rio, que corta a reserva, e acondicionado em sacos plásticos para recolhimento por parte da Prefeitura.

João Josa confirma que a porta da casa foi arrombada. No mesmo dia, foi feito um Boletim de Ocorrência (B.O.) na Delegacia, denunciando a entrada de vândalos que também quebraram a bacia sanitária. Afora esta depredação, a Semace garante que o Sítio está preservado. “Não ouve nenhum desmatamento, a cerca está intacta”, afirmou Josa.

A entrada da reserva foi fechada de cadeado. Só entra quem tem a chave, conforme ele — no caso, a Companhia de Polícia Militar Ambiental (CPMA), Polícia Militar e a Semace que estão fazendo fiscalização diariamente na área. Ao dar essas as informações, Josa diz que estão sendo realizados outros trabalhos.

Ele diz que, no momento, está sendo feita a planimetria, processo de medição horizontal, ou seja, medição de todas as características do terreno, exceto o relevo, com o objetivo de construir as edificações que fazem parte do projeto: sede da Semace, museu, CPMA, alojamentos, laboratórios e também centros de estudos.

O gerente informou que, além da visita semanal de uma equipe da Semace de Fortaleza, um grupo de técnicos está elaborando o projeto de restauração do engenho de madeira, puxado a boi, que funcionou no Fundão até a década de 50.

O Sítio Fundão faz parte do Geotope Batateiras, do Geopark Araripe, que é uma outra ação de preservação ambiental do contexto geológico e paleontológico da Bacia Sedimentar do Araripe. Neste âmbito, existem também compromissos públicos de transformação desta ação em um programa estadual de governo e consolidação efetiva do parque, já que o próprio Governo do Estado está à frente da realização da 1ª Conferencia Americana dos Geoparks Unesco, a ser realizada no Crato, neste ano.

Manifestações ambientais
O Decreto nº 29.179, de 8 de fevereiro de 2008, estabeleceu a criação do Parque Estadual do Sítio Fundão, que ficou definida como Unidade de Proteção Integral. Publicado no Diário Oficial do Estado, em 11 de fevereiro, o decreto resultou da exposição de motivo da assessoria técnica do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente, que destacou a importância de se preservar a área a qual apresenta rica biodiversidade e mata nativa, inclusive espécies remanescentes da Mata Atlântica.

O local já foi cenário para diversas manifestações ambientais e até celebrações religiosas. Estudantes da região cumpriram agenda no sítio, como estratégia para criação de uma consciência ecológica entre os discentes, a partir do conhecimento de todo o acervo ainda existente no local.

Mais informações:
Superintendência Estadual do Meio Ambiente
Escritório no Crato
Rua Soriano Albuquerque
(88) 3102.1288


Reportagem: Antonio Vicelmo
Fonte: Jornal Diário do Nordeste
.

Pedido aos Escritores do Blog - Por: Dihelson Mendonça

Vamos Escrever Corretamente no Blog ?

Em cada artigo postado, por gentileza, me ajudem a administrar o Blog, diminuindo meu trabalho, PELO MENOS postando o título da postagem da seguinte forma:

01 - Título em minúsculo com a letra inicial em Maiúsculo ( como nesse artigo ) Por favor, nunca escrevam títulos totalmente em maiúsculo. É deselegante ao extremo!

02 - Após o título, na mesma linha por gentileza escrevam as palavras Por: Seu Nome. Por exemplo:
O Sentido da vida - Artigo escrito por Jesus Cristo
( favor notar as letras maiúsculas nas principais palavras )

03 - A Primeira letra do Artigo deve ser a maior letra do texto, sempre ressaltada. Selecione a letra inicial, coloque-a em negrito e aumente o tamanho apenas dessa letra para o máximo, depois aplique a cor marrom.

04 - No artigo, escrever em minúsculo ( caixa caixa ), a não ser as primeiras letras das palavras.

05 - Não deixar linhas em branco espalhadas pelo artigo. Apenas aonde for separação de parágrafos. Ajudem a diagramar seus textos.

06 - Depois do final do Artigo, escrever a seguinte frase:

Por: Seu Nome

Escrito dessa mesma forma aí, em negrito e na cor Azul escuro. Em cada texto. Isso poupa muito o meu trabalho, se todos colaborarem.

07 - Quando não houver identificação do artigo logo no título, deve-se pressupor que é artigo escrito pelo Administrador, e no final constará "A Redação" - Que é um usuário que criei para ser o administrador do Blog, a fim de que eu passe a usar menos o meu nome pessoal.


O.B.S - Se eu faço isso para vocês a todo instante, porque vocês não podem fazer por Todos ?

Abraços,
A Redação
.

Foto do Dia e Previsão do Tempo.

[ Acima: Foto da nova avenida Perimetral, defronte à AABB do Crato ]

Amigos,

Muito Bom dia para todos os cratenses espalhados pelo mundo afora!
Estamos aqui com nublado aqui na cidade de Crato. Temperatura local, 28 graus.
Umidade relativa do ar: 55 por cento.

Agora, muitas edições a fazer no Blog do crato para o dia de hoje...

Abraços,
Até já...

Dihelson Mendonça
.

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30