06 setembro 2009

Hoje, 06 de Setembro, é o Dia do Sexo !


Nota: Há poucos dias, foi o Dia do orgasmo. Hoje é o Dia do sexo. Agora descobrimos porque os blogs hoje estão pouco movimentados...todo mundo ocupado, rs. Mas falando sério, vamos aproveitar o dia para falar de um assunto importante. A educação sexual dos nossos filhos. Trago esse excelente artigo, publicado no Yahoo:

Como falar de sexo com meus filhos?
A sexualidade é um campo amplo que vai muito além do sexo

Em tese seria o uso do corpo para se conhecer, descobrir as necessidades prazerosa e afetiva a caminho de uma vida feliz e plena. Mas sabe-se que a vida sexual está inserida na vida de todos nós de maneira desordenada e sem sentido. Isso é apenas como uma busca de prazer efêmero, fugaz e pobre, pois não valorizam aspectos intimamente ligados às necessidades psíquicas que são os aspectos afetivos.

Isso é muito difícil de transmitir em palavras, organizar em teses infalíveis, vejamos: desde o começo da epidemia da Aids sempre se enfatiza a necessidade de se valorizar o sexo seguro, porém o que se vê é o aumento vertiginoso das doenças sexualmente transmissíveis, gravidez precoce e de tantas mazelas advindas da vivência sexual despreparada. É fato que os adolescentes começam sua vida sexual precocemente. Segundo o que os dados nacionais e mundiais nos mostram o despreparo é um problema a ser administrado pela sociedade.

Segundo os dados disponíveis, todos os anos um em cada 20 adolescentes contrae uma doença sexualmente transmissível; um em cada quatro abortos são realizados em adolescentes; o HIV infecta cinco milhões de pessoas por ano e dessas mais da metade tem menos de 24 anos.
De acordo com o IBGE, ¾ dos adolescentes até 19 anos tem vida sexual ativa; sendo que 500 mil se submetem a abortos e 600 mil engravidam. Ao começar a vida sexual cedo, os adolescentes ficam expostos a riscos. Por isso, orientação e informação são importantes e podem minimizar as dificuldades auxiliando o adolescente a viver essa etapa com menos dúvidas e medo, permitindo uma vivência com menor risco.

Ao analisarmos esses dados podemos perceber que não é apenas do aspecto educativo e biológico que se deve cuidar. Apesar de inúmeros artigos em revistas, inclusive aulas infindáveis sobre sexo seguro, na hora h o que se vê é que o jovem se depara com sua completa ignorância e inabilidade diante da sua sexualidade que nada contribui para uma sexualidade plena e feliz. Eu parto do princípio de que mais, muito mais que um palavrório

recheado de lições, o testemunho, a vivência de uma sexualidade saudável e feliz enfatizando a qualidade do vínculo entre os pais é a melhor lição de sexualidade plena que os pais podem dar aos seus filhos; se conhecendo e por conta disso terem capacidade de responder as perguntas que inevitavelmente as crianças fazem.

Não com a teoria dos livros cientistas ou psicólogos, mas com a teoria pessoal construída a partir de sua vivência respeitando, é claro, os limites da curiosidade infantil.

Investindo num bom relacionamento afetivo e sexual que deve ser enriquecedor; com as diferenças que podem ser excitantes desde que respeitadas e que esse relacionamento contribua principalmente para a auto-estima e o engrandecimento do eu individual. Nesse contexto é de primordial importância que mais do que aulas e palestras, o testemunho dos pais no exemplo de respeito, cumplicidade e demonstrações afetivas espontâneas; pais que se beijam e se abraçam; que beijam abraçam seus filhos estarão dando uma lição completa de vivência de sua sexualidade. Portanto, é importante que se reveja, através de uma releitura da educação sexual como está estabelecida, onde os órgãos sexuais são senhores absolutos, desdenhando-se ou até mesmo negando-se a participação de aspectos mais subjetivos e muito importantes tais como cumplicidade, admiração, respeito. Enfim, para os mais românticos, amor.

Você conversa com o seu filho sobre sexo? Qual a idade ideal para falar sobre este assunto?

Fonte: Yahoo.com

2 comentários:

  1. Dihelson,

    Por que as letras de umas postagens aparecem de tamanho maior do que a as demais?

    ResponderExcluir
  2. Rafa,

    É porque as pessoas não seguem meus conselhos para a padronização do site.

    Eu peço sempre que passem tudo pelo Bloco de Notas do Windows antes de repassar para a janela de postagem, ou escreva diretamente na janela de postagem, o que eles não fazem.

    Além disso, tem gente que gosta de escrever no Word, e tenta copiar do Word diretamente pra cá. Não pode! Não dá certo! Quem escreve no word, deve antes, copiar para o Bloco de notas, retirar toda a diagramação, e só depois copiar do Bloco de notas para a janela de postagem.

    Quando eu me afasto um pouco do Blog, acontece isto. Porque sou eu quem fica padronizando as coisas incrivelmente absurdas que alguns escrevem. Se eu deixar por conta de alguns escritores, o Blog ficaria trágico de se ver.

    Por isso, sempre peço: Copiem antes para o Bloco de Notas. Só depois tragam para a janela de postagem. Nunca copiem artigos diretamente da internet. Passe antes, pelo Bloco de notas, que remove toda a diagramação.

    Abraços,
    Bom Domingo,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.