30 setembro 2009

CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE RISCO- Por Maria Otilia Moreira

A EEF Dom Quintino, através da sua Unidade Executora e de seu representantes do pais, o Sr. Carlos José Martiniano de Alencar, está preparando um seminário com todos os pais, desta Unidade Escolar, sobre a problemática de crianças e adolescentes que vivem em situação de risco. Principalmente nos finais de semana, alguns adolescentes são vistos em bares, balneários e lugares inadequados, consumindo bebidas alcoolicas e até mesmo outras substancias ilícitas. Embora o slogan esteja presente em diversos lugares dizendo: Vender bebida a menores é CRIME, a maioria das pessoas ignoram esta advertência. Outra evidência que caracteriza falta de vigilância por parte dos pais e dos responsáveis pelas políticas da infância e juventude, é a presença constante de crianças e adolescentes, andando nas ruas, após 22:00h. Temos notícias que em muitas cidades, foi decretado o " toque de recolher", para todos aqueles, menores de idade, que fossem encontardos após o horário permitido. Será que não está na hora de aplicarmos esta intervenção, aqui em nossa cidade ? Será que não estaríamos contribuindo assim para a redução de pequenos delitos entre crianças e adolescentes ? Será que nós educadores, gestores públicos, juizado da infância e juventude, CREAS , Conselho Tutelar não podemos intervir nesta real situação em que vivem muitos dos nossos jovens ?
Se queremos adultos sadios, pacatos, críticos, precisamos antes de tudo cuidar das nossas crianças e adolescentes. Vejamos o que a legislação diz sobre abandono de incapaz:

O crime de abandono de incapaz acontece quando abandona-se uma pessoa que está sob seu cuidado, guarda, vigilância ou autoridade, e, por qualquer motivo, incapaz de defender-se dos riscos resultantes do abandono, previsto no artigo 133 do Código Penal Brasileiro.
O crime de abandono de incapaz acontece quando abandona-se uma pessoa que está sob seu cuidado, guarda, vigilância ou autoridade, e, por qualquer motivo, incapaz de defender-se dos riscos resultantes do abandono, previsto no artigo 133 do Código Penal Brasileiro.

Será que nós também não estamos comentendo a infração de abandono de incapaz ??????

Texto e postagem: Maria Otilia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.