17 agosto 2009

Crato: Fórum da Chapada do Araripe retoma ações - Reportagem: Elizângela Santos


A reunião dos integrantes do fórum reúne representantes do PI, PE e CE, para debater problemas voltados ao desenvolvimento sustentável de regiões desses Estados (Foto: Elizângela Santos). O encontro teve o objetivo de definir quais os projetos que o MIN deve apoiar na mesorregião do Araripe. Crato. Retomadas as ações do Fórum da Mesorregião da Chapada do Araripe, dentro da Política Nacional de Desenvolvimento Regional, do Ministério da Integração Nacional (MIN). Estiveram reunidos no Crato, na última quinta-feira, no Salão de Atos da Universidade Regional do Cariri (Urca), representantes do Fórum na Meso-Araripe dos Estados do Piauí, Ceará e Pernambuco. O encontro teve o objetivo de definir quais os projetos que o MIN deve apoiar na mesorregião do Araripe, que abrange 103 municípios dos três estados. A verba para os projetos aprovados será aplicada parte ainda este ano e o restante em 2010.

Cada estado priorizou neste primeiro momento das discussões três propostas prioritárias para atuar. O novo gerente do Fórum da Mesorregião do Araripe, Raphael Paiva, destacou o trabalho de articulação que é desenvolvido pelo Fórum, mas que esse é o momento de dizer para o Ministério da Integração o tipo de projeto para se trabalhar com maior prioridade. O fórum é formado por várias instâncias representativas da sociedade, com instituições governamentais e não-governamentais, que vêm atuando principalmente em cima de ações voltadas para os arranjos produtivos nos estados em que atua. São 13 instâncias desse gênero em todo o País. Segundo o gerente, essas são regiões em que se reconhecem grandes desigualdades e que precisa de reparação em vários níveis. Também existem as nove sub-regiões prioritárias. Ele destacou os convênios e parcerias para o fortalecimento das ações discutidas pelo fórum. A Fundação Araripe fez a apresentação da proposta de reestruturação do Fórum e foram apresentadas as ações desenvolvidas pelos três estados. O secretário das Cidades do Ceará, Joaquim Cartaxo, apresentou a política de desenvolvimento regional e as ações do Governo no Cariri. O responsável técnico da mesorregião, Raphael Paiva, disse que, nesse momento, há uma importância fundamental de apoiar o Projeto Geopark Araripe, por ter um grande potencial que visa à preservação e conservação do meio ambiente, leva em consideração a cultura, história e o patrimônio contido em sua área.

Ele explica que a participação do Ministério da Integração Nacional é fundamental no desenvolvimento da Chapada. "Essa é uma região que sofre com a seca, que tem o índice de desenvolvimento humano baixo e muito carente da ação do governo. Um lugar aonde o governo não chegou ou chegou com uma perspectiva muito assistencialista. É o que nós estamos trazendo de diferente, um investimento no setor produtivo mesmo, tentando dinamizar a economia, melhorar condições de vida por meio do incentivo no setor produtivo. Isso tem um impacto grande e imediato". O Fórum é formado por representantes de associações, instituições e técnicos que vivem na região e conhecem dos problemas. Assim, as ações apoiadas pelo MIN podem beneficiar pequenos produtores de mel, leite de cabra e derivados.

Mais informações
Secretaria das Cidades
Centro Administrativo Governador Virgílio Távora - Cambeba, Fortaleza
(85) 3101.4483

Comente
regional@diariodonordeste.com.br

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaboradora do Jornal Chapada do Araripe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.