26 agosto 2009

Crato fabrica "Pão de Isopor" - Quem faz o pior Pão da Cidade ?

Novo Quadro - "BOCA NO TROMBONE"

O Blog do Crato tem muitos quadros que são postados de vez em quando. Como por exemplo, o "Reivindicação da População", o "Previsão do Tempo e Almanaque", etc. Estou começando mais um, no intuito de reclamar das coisas erradas nesta cidade. O quadro será administrado por mim, que farei as averiguações e os textos. Aceito sugestões de pautas, apenas vindas por e-mail. Quem quiser reclamar, escreva para blogdocrato@hotmail.com - Participe, reclame, ponha a "Boca no Trombone", desde que com responsabilidade.

A nossa reclamação de hoje, é minha mesmo, e antiga. É sobre o péssimo pão encontrado na maioria das padarias do Crato. O famoso Pão que se esfarela nos dedos, mais conhecido por "Pão de Isopor, aquele que o vento leva...


Quando um produto é bom, todos fazem questão de elogiar. E os proprietários de empresas recebem os elogios de forma muito satisfatória. Já o mesmo não acontece com quem faz críticas...
Pois bem, o Crato, assim como outras cidades, nunca foi conhecida como uma cidade que fabrica um excelente pão. Tanto, que todos sabem da extrema diferença que se percebe ao se visitar Fortaleza e comer o pão da "Monmartre" por exemplo, que é Pão de verdade!

Estava eu pensando aqui com meus botões em criar uma espécie de premiação anual para as empresas que fazem os melhores produtos e serviços e ir além: Criar também uma espécie de troféu abacaxi para as piores empresas da nossa cidade. Por exemplo, sem citar nomes, num bairro como a Vilalta, não há uma panificadora que se possa elogiar. Não se pode chamar o que se produz, de um pão de qualidade. Parece pão de ISOPOR, em que você enfia o dedo e sai do outro lado, leves, tão leves que se der uma ventania leva tudo... e o sabor ? Péssimo! Gosto de massa azêda, ou gosto de broa de milho. Olha, a cidade do Crato ainda tem muito o que aprender quando o assunto é o nosso "pão de cada dia". Quem faz o melhor pão da cidade ?

Muitas opiniões poderiam aparecer, mas o pior pão da cidade terá muito mais votação, porque êta cidadezinha pra ter pão ruim!

Por: Dihelson Mendonça

12 comentários:

  1. Não dá pra comparar Dihelson a Montmartre, ou qualquer padaria tradicional do "seu Manoel" ou do "seu Joaquim" em SP, com as inúmeras padarias que tem aqui no brasil. Mesmo essa Montmartre - que pelo nome deve ser dessas padarias "chiques" - pode ser uma exceção lá em fortaleza, que apesar de ser capital também não é essas coisas todas. Eu já moro aqui no Crato há 18 anos e nunca comi um pão como os que eu comia lá no interiorrrr de SP onde morava. O pão que mais se aproxima é o da ?????????, se bem que o da ????????? amanhecido também lembra um pouco. Mas vai de cada padaria, de como cada padeiro conhece e faz (a maioria aprendeu olhando só, sem ter feito nenhum curso), dos ingredientes que a padaria compra e também do nível de exigência do povo. Lá onde morava era tradição, todo dia as 3 da tarde a cidade praticamente parava para o "café da tarde", e pão lá é coisa séria, filas dobrando quarteirão e tudo mais. Então num cenário desse, o nivel de exigencia é alto.

    Sem dúvida o pior pão é o da ?????????, ainda mais quando eles geralmente passam do ponto. O da ?????????, que é até badalado, não é essas coisas, tem o bom e barato da ????????? mas atualmente prefiro o da ?????????, só que comprado ainda quentinho, ou as 6 da manha ou as 3 da tarde, se deixar esfriar, perde suas propriedades.

    ResponderExcluir
  2. Oh, Valdir,

    Adoraria que você desse nome aos Bois.

    Eu particularmente, acho o pão da "Pão e Companhia" ( não só eu, mas muita gente ), acha pesadão e duro. É parecido com os da Capital, mas não é a mesma coisa. Questão de gosto.

    Os da Padaria da Rua da Vala são muito bons, e há uma variedade muito grande. Eu recomendo, e prefiro os dessa padaria sempre.

    Há umas aqui na Vilalta tão ruins, que é melhor passar longe. Você fura com o dedo e fica o buraco no pão oco.

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  3. Se é pra falar, o da P&C carrega o selo de natureba, sem química, essas coisas, e aí justifica ser diferente, mas eu mesmo não gosto, prefiro o tradicional. De lá só gosto do pão "baguete" que combina muito bem para fazer alguns sanduiches. Atualmente to entre o da padaria na monsenhor esmeraldo, perto da rua da vala (que passo la sempre as 6 da manha, pego ele quentinho), e o do são luiz, que começou bem mas deu uma caída. O da são sebastião, que é bastante conhecido lá no trecho do sossego/caixa dagua particularmente não gosto.

    Por sinal, gosto muito do tradicional saco de papel que tem no são luiz ao inves das malditas sacolinhas plásticas que todas as outras padarias entregam. Além dos problemas ambientais que já sabemos a respeito das sacolinhas, elas deixam o pão mole e pessimo de um dia para o outro, coisa que no saco de papel o pão fica durinho, o típico pão amanhecido, ótimo pra fazer torradas.

    ResponderExcluir
  4. Amigo Dihelson, falando em pão, estou preparando, aida para esta semana, uma matéria sobre a nossa Padaria "Verde Pão", do Projeto Verde Vida que já estã funcionando em caráter experimental, onde o pessoal está sendo orientado por um padeiro profissional vindo diretamente da Alemanha.

    ResponderExcluir
  5. Ô, Toinho,

    Pois eu quero provar desse pão aí quando estiver pronto. Sou um dos maiores fãs de pão. Mas sei bem distinguir os sabores e texturas deles, por isso sou revoltado com o pão feito aqui no Crato, em 99% das padarias.

    Talvez eu vá todo dia comprar pão em Ponta-da-Serra, quem sabe ?

    Abraço,
    Vou falar com Dr. Cícero sobre aquele assunto.

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  6. Valdir, se você provar desse da padaria da Rua da vala ( eu não lembro do nome agora, vais gostar. Tem pão quente a quase toda hora, principalemnte, á tardinha, fim do expediente, e lá tem de tudo que você possa imaginar em produtos de padaria, tudo feito com muito carinho e higiene. Experiemnte as Broas de milho, o pão massa fina ( sovado ), que vc nunca mais para de comprar!

    Abraços,

    Dihelson Mendonça

    ResponderExcluir
  7. Eita, vou já comer meu pão com nata, esse sim, é bom todo, e ainda por cima coloca um pouco de sal. Rsrsrsrsrsrsrs (e viva o colesterol)
    O do São Luiz é um dos melhores..

    ResponderExcluir
  8. Já eu, prefiro o pão feito por Justino Abreu, dono da padaria do Pimenta, que aprendeu a fórmula com o famoso português Acácio, que foi proprietário de panificadora aqui no Crato.

    Inclusive, Justino Abreu me deu uma dica: o melhor pão é o pão dormido.

    ResponderExcluir
  9. Rafael,

    O "pão dormido" só fica melhor, se ele já for bom. O pão feito no Crato, depois de dormido, vira PEDRA, ou qualquer coisa parecida.

    Apenas em Fortaleza eu vi padarias que produzem um pão tão bom que no outro dia é melhor.

    Ah, uma dica que todos já devem saber: não esquente pão no microondas. O melhor meio ainda é o forno a gás mesmo...

    Abraços,

    DM

    ResponderExcluir
  10. Rafael: onde fica essa padaria do pimenta? nunca ouvi falar.

    O pão dormido tem o seu valor, mas eu ainda prefiro ele quentinho quando sai do forno. E o pão só fica dormido mesmo se for naqueles sacos de papel, se deixar na sacola ele fica parecendo um chiclete.

    Dihelson: Vou hoje mesmo comprar nessa padaria da rua da vala, sei qual é mas nunca comprei pão lá

    E é sim, tem razão, forno é o forno a gás, tradicional. Quando estou com pressa ainda uso o pão na chapa, em cima do fogão mesmo. Para muitas coisas o microondas não serve.

    Muito bacana esse post sobre pão, é por essas e outras que eu amo a internet :D

    ResponderExcluir
  11. Valdir,

    A padaria a que me referi fica no início da rua Irineu Pinheiro, no sentido Pimenta-Lameiro, quase em frente ao frigorífico Centauro.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.