04 agosto 2009

Acerto de Contas - Por: Anilda Figueiredo

Na virada desse século
Um casal que parecia
Que era muito bem casado
Com medo da profecia
De que o mundo ia acabar
Resolvero perdoar
O que os dois houvesse feito
Assim naquele momento
Cheios de arrependimento
Descobriram os defeitos

Ele disse pra mulher:
Quando nós moremo alí
Na subida do mercado
Tu lembra de Roseli?
Que era mermo um avião?
Indoidei o coração
E tu nunca percebeu
Apois pra gente se acertar
Tu vai ter que perdoar
Aquele corpo foi meu.

Ela disse: e tu te alembra
Marido do coração,
Da casa que nós moremo
Perto da Exposição?
Num tinha o Corpo de Bombeiro?
Foi só pegar o primeiro
Pois todos gotaro deu
Sinto muito te contar
Tu também vai perdoar
O Corpo inteiro foi meu!

(Anilda Figueirêdo)

Um comentário:

  1. Adorei a leveza desses versos,Anilda!
    Muito engraçados!Parabéns!

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.