30 junho 2009

Saiba o que fazer para se proteger da nova gripe

Médicos recomendam evitar aglomerações e lavar as mãos muitas vezes. Máscaras evitam que você transmita o vírus, mas não que o pegue.

A chegada do inverno no hemisfério sul é um dos fatores por trás do aumento no número de casos da gripe A, acreditam os médicos que acompanham a evolução da pandemia no mundo. Para evitar o contágio, os especialistas recomendam: evite aglomerações de pessoas e lave as mãos diversas vezes ao dia. A máscara cirúrgica comum não protege contra a infecção – apenas evita, e por pouco tempo, que você passe o vírus para outra pessoa se estiver doente.

Ainda não se sabe exatamente qual a importância dos fatores climáticos na propagação do vírus H1N1, mas os cientistas observam, com algumas exceções, um aumento no número de casos no hemisfério sul, com a chegada do inverno, e uma estabilização no norte, onde começa o verão.

“Durante o inverno as pessoas ficam mais dentro de ambientes fechados e evitam sair ao ar livre. Isso ajuda o vírus a se propagar entre a população”, explicou ao G1 o médico Antônio Barone, do Hospital das Clínicas de São Paulo, responsável pelo plano de contingência para a gripe A do hospital.

Por isso, o primeiro passo para fugir de infecções é: evite aglomerações. “Para o vírus ser transmitido você precisa estar perto da pessoa doente. A mais de um metro de distância não pega. Por isso é preciso evitar aglomerações e exposições desnecessárias”, orienta Barone. Passo número dois: lave as mãos muitas vezes ao dia. O vírus está presente em microgotículas de saliva, que se espalham por todo o ambiente. “Mesmo sem perceber, nós levamos as mãos ao rosto diversas vezes ao dia”, explica Barone. Lavar as mãos diminui as chances de contágio.

O uso das máscaras cirúrgicas comuns não evita o contaminação pelo vírus. “Essa máscara serve apenas para que você não transmita a doença para os outros”, afirma o médico. Vale lembrar que a gripe A, assim como a comum, é contagiosa mesmo antes de apresentar sintomas.

Aliás, vale o reforço: os sintomas da gripe A são os mesmos da gripe comum. Se você viajou para o exterior ou teve contato com alguém que viajou e está com febre, tosse, dor muscular e falta de ar: procure um hospital. A única forma de separar os dois vírus é através de um exame de laboratório.

Fonte: Site G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.