01 junho 2009

Lula Não Repetirá FHC - Dilma é a Candidata


A oposição tem o hábito de subestimar a inteligência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. É um erro porque contamina a eficiência de sua estratégia. Com informação errada, a chance do insucesso só faz crescer. Exemplo mais recente: levar a sério a idéia de que Lula deseja disputar um terceiro mandato consecutivo.
Quem realmente tem informação do que se passa no núcleo do governo sabe que isso é bobagem. Lula rejeita tal tese por uma série de motivos. Citemos apenas três. Convicção de que seria um retrocesso institucional, argúcia política e noção exata de que seria uma batalha de alto custo e baixo benefício.
O presidente acredita que articular uma nova alteração da regra do jogo presidencial seria pedagogicamente danoso à democracia. Lula gosta do reconhecimento externo que conquistou. Deseja fazer política internacional quando passar a faixa ao sucessor em 1º de janeiro de 2011. A tese do terceiro mandato só o diminuiria aos olhos da comunidade internacional. Passaria a imagem de velho caudilho latino-americano.
Outro senão: o petista seria acusado de repetir Fernando Henrique Cardoso, presidente da República que patrocinou a casuística mudança constitucional de 1997 para poder concorrer à reeleição em 1998. Mais: Lula dirá que o povo até queria, mas ele teria pensado na estabilidade democrática mais do que FHC. No duelo algo pessoal com o tucano, levaria vantagem.
O governo está passando sufoco no Senado com a CPI da Petrobras. Está vendo o que é depender e confiar no PMDB. Alguém imagina o custo de aprovar uma emenda constitucional naquela Casa? São necessárias duas votações com quórum qualificado - três quintos, o que dá 49 dos 81 senadores. Lula teria de entregar a Petrobras, o pré-sal e até as meias para aprovar uma mudança desse tipo. De bobo e louco, Lula não tem nada.
Melhor patrocinar uma candidatura com alta chance de sucesso. Por ora, é Dilma. Não tem plano B autorizado por Lula. Em 2014, ele poderia ser candidato novamente, a depender do prestígio futuro. No cenário de eleger o sucessor e de disputar com sucesso em 2014, Lula poderia até tentar concorrer em 2018. Tem gente no PT que pensa em 20 anos de poder.
A oposição bate na tecla do terceiro mandato achando que desgasta Lula. Avalia que transmite a idéia de que ele está louco para ceder a uma tentação chavista. No entanto, pode estar somente fortalecendo o presidente, transmitindo a imagem de que ele é tão bom que não tem substituto à altura.
Kennedy Alencar

*************************************

O mico da semana

Álvaro Dias (PSDB-PR), autor do requerimento da demagógica CPI da Petrobrás, postou em seu blog uma enquete sobre quem foi o melhor presidente do Brasil, de todos os tempos. Resultado: 66% marcaram Lula; 34%, FHC. Restou ao senador, evidentemente que constrangido, escrever nota na qual diz que "não concorda", mas "respeita" a opinião dos internautas.
Renata Lo Prete
***********************************
Postagem: José Nilton Mariano Saraiva
Foto ilustrativa: http://inblogs.com.br

2 comentários:

  1. Relembremos algumas frases de Lula sobre a "terrorista" insinuação da oposição (que quer, sim, ver o circo pegar fogo) a respeito do terceiro mandato: "Não tem hipótese. É brincar com a democracia. Eu fui eleito de acordo com a legislação existente" (02/03/2007). “Terceiro mandato? Nem nos braços do povo” (26/08/2007). "Sou contra o terceiro mandato. Mais do que ético, é um valor democrático” (24/03/2008). “Pobre do governante que começa a achar que é insubstituível ou imprescindível; está nascendo, dentro dele, uma pequena porção de autoritarismo ou de prepotência” (11/04/2008). “Não vou entrar nesse debate porque tenho coisa mais séria para fazer" (02/04/2008). “As pessoas preocupadas com o terceiro mandato são as que não achavam ruim quando os militares ficaram 23 anos no poder” (11/04/2008).
    Vale lembrar que a mais recente pesquisa Datafolha conferiu a Lula o mesmo grau de popularidade que ele tinha em novembro último antes do agravamento da crise econômica. Quase oito em cada 10 brasileiros aprovam o seu desempenho. O governo é considerado ótimo ou bom por 69% dos entrevistados (é mole ou querem mais ???).
    De nossa parte, tocaremos fogo, "cremaremos" ou simplesmente acionaremos a descarga da privada com o título de eleitor em seu interior, se Lula sequer imaginasse uma besteira dessa.
    Pena que não possamos ser cobrados, no futuro, pela inexistência de tal possibilidade.

    ResponderExcluir
  2. Dá gosto se ler as matérias e comentários do sensato José Nilton Mariano.

    ResponderExcluir

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.