xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/01/2009 - 07/01/2009 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

30 junho 2009

Saiba o que fazer para se proteger da nova gripe

Médicos recomendam evitar aglomerações e lavar as mãos muitas vezes. Máscaras evitam que você transmita o vírus, mas não que o pegue.

A chegada do inverno no hemisfério sul é um dos fatores por trás do aumento no número de casos da gripe A, acreditam os médicos que acompanham a evolução da pandemia no mundo. Para evitar o contágio, os especialistas recomendam: evite aglomerações de pessoas e lave as mãos diversas vezes ao dia. A máscara cirúrgica comum não protege contra a infecção – apenas evita, e por pouco tempo, que você passe o vírus para outra pessoa se estiver doente.

Ainda não se sabe exatamente qual a importância dos fatores climáticos na propagação do vírus H1N1, mas os cientistas observam, com algumas exceções, um aumento no número de casos no hemisfério sul, com a chegada do inverno, e uma estabilização no norte, onde começa o verão.

“Durante o inverno as pessoas ficam mais dentro de ambientes fechados e evitam sair ao ar livre. Isso ajuda o vírus a se propagar entre a população”, explicou ao G1 o médico Antônio Barone, do Hospital das Clínicas de São Paulo, responsável pelo plano de contingência para a gripe A do hospital.

Por isso, o primeiro passo para fugir de infecções é: evite aglomerações. “Para o vírus ser transmitido você precisa estar perto da pessoa doente. A mais de um metro de distância não pega. Por isso é preciso evitar aglomerações e exposições desnecessárias”, orienta Barone. Passo número dois: lave as mãos muitas vezes ao dia. O vírus está presente em microgotículas de saliva, que se espalham por todo o ambiente. “Mesmo sem perceber, nós levamos as mãos ao rosto diversas vezes ao dia”, explica Barone. Lavar as mãos diminui as chances de contágio.

O uso das máscaras cirúrgicas comuns não evita o contaminação pelo vírus. “Essa máscara serve apenas para que você não transmita a doença para os outros”, afirma o médico. Vale lembrar que a gripe A, assim como a comum, é contagiosa mesmo antes de apresentar sintomas.

Aliás, vale o reforço: os sintomas da gripe A são os mesmos da gripe comum. Se você viajou para o exterior ou teve contato com alguém que viajou e está com febre, tosse, dor muscular e falta de ar: procure um hospital. A única forma de separar os dois vírus é através de um exame de laboratório.

Fonte: Site G1

Notícias do Crato para o Dia 01 de Julho de 2009


01-07-2009
Samuel Araripe participa do projeto Governo do Ceará na minha cidade

O prefeito Samuel Araripe participou do projeto Governo do Ceará na minha cidade. “O Governo Itinerante” aconteceu em Altaneira onde o Governador Cid Gomes assinou com Prefeituras da região os termos de adesão ao Programa de Cooperação Federativa (PCF). O PCF permite que os deputados utilizem verbas no valor de R$ 800 mil para obras nos municípios em diversas áreas. Ainda na ocasião foram discutidas ações nas áreas de “Educação e Cultura”, bem como na área de desenvolvimento social. O governador do estado assinou o termo de Adesão ao Programa de Apoio as Reformas Sociais (Proares), beneficiando a região do Cariri e firmou a adesão ao Projeto “Primeiro Passo” e “Criando Oportunidades”, Esse projeto atua na preparação da classe juvenil, através de cursos profissionalizantes nas áreas de serviços, turismo e administração. Numa faixa etária de 16 a 21 anos de idade, os jovens participantes são qualificados em três linhas de ação, Jovem Bolsista, Jovem Aprendiz e Jovem Estagiário.

Continua campanha de vacinação em Crato

Está tendo continuidade em Crato a campanha de vacinação contra a poliomielite, para crianças de 0 a 5 anos. O dia “D” da campanha aconteceu no último dia 20, considerada exitosa pela Secretaria de Saúde. Foram mais de 70% das crianças vacinadas em Crato, de acordo com a meta estipulada pelo Ministério da Saúde.

Mobilização Social promove campanha educativa sobre Hanseníase

A Secretaria de Saúde do Crato, através do Núcleo de Mobilização Social realizou dia 29 do corrente, visitas domiciliares na comunidade de Sertãozinho para disponibilizar orientações de combate e prevenção sobre a Hanseníase. De acordo com Luciana Callou, coordenadora da Mobilização Social, a Secretaria de Saúde do Crato vem desenvolvendo um trabalho educacional no que diz respeito às características da doença conhecida como lepra, bem como as principais características, a importância de um diagnóstico e o cuidado com o contágio. E alerta! A Hanseníase é uma doença grave, mas tem cura e o tratamento é simples, gratuito e realizado em postos de saúde.


CRAS Muriti convida crianças que participarão de oficina infantil

A Prefeitura Municipal do Crato através da Secretaria de Ação Social em parceria com o Centro de Referência em Assistência Social CRAS Muriti, comunica aos pais das crianças que receberam os convites para uma oficina infantil, a se apresentarem no referido CRAS, nos dias 02,03 07 e 08 de Julho no horário das 09 horas.

Ação Social do Crato convoca mães para reunião sobre as creches municipais


O Governo Municipal do Crato juntamente com a Secretaria de Ação Social e Centro de Referência em Assistência Social - CRAS do bairro Gisélia Pinheiro (Batateira), informam que serão realizadas reuniões com as mães das crianças atendidas pelas creches, que serão ministradas pelo projeto de Ação Sócio Educativa às Famílias, ASEF. As reuniões acontecerão nos turnos manhã e tarde, respectivamente às 8 e as 13 horas. As duas reuniões acontecerão no Centro de Atenção Integral á Criança e ao Adolescente CAIC do bairro Gisélia Pinheiro (Batateira).

CAPS comemora 7 anos próximo dia 2, com passeata pelas ruas do Crato

O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do Crato estará comemorando no dia 2 de julho, sete anos de existência. Estará sendo realizada uma passeata com pacientes, funcionários e familiares, como forma de levar à sociedade um pouco do trabalho que tem sido feito para a instituição. São cerca de 700 pacientes assistidos, em diversas formas de tratamento, com acompanhamento de psicólogos, assistentes sociais, psiquiatras, enfermeiros e diversos profissionais. A intenção é levar às ruas a luta antimanicomial. A passeata terá início às 8h30, saindo do CAPS até a Siqueira Campos. Na praça será realizada mobilização e apresentações artísticas. Já no dia 8 de julho, será realizado o São João do CAPS, com quadrilha, comidas típicas e apresentação da banda do CAPS.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

O cíume no ponto negro de Caetano - por José do Vale Pinheiro Feitosa

Dorme o sol à flor do Chico, meio-dia
Tudo esbarra embriagado de seu lume
Dorme ponte, Pernambuco, Rio, Bahia
Só vigia um ponto negro: o meu ciúme

Existem canções, ou poesias, ou imagens que são paradoxais: explodem no coração tão universais como se todos compreendessem igual, ao mesmo tempo que trazem experiências pessoais que nem o compositor imaginou. Feito desde a primeira vez em que ouvi a música “O Ciúme” de Caetano Velloso. Seguramente a Bahia litorânea de Caetano não era a minha, mas Juazeiro e Petrolina eram, mesmo sendo esta pernambucana. Como os amores que atordoaram minha incompletude em plena Ilha do Fogo. Ou na Praça da Matriz, na Rua da Apolo, um acarajé no fim de tarde.

O ciúme lançou sua flecha preta
E acertou no meio exato da garganta
Quem nem alegre nem triste nem poeta
Entre Petrolina e Juazeiro canta
Velho Chico vens de Minas

E a primeira vez que a ouvi ou pelo menos prestei atenção na sua letra foi pela voz de Maria Bethania em disco não tão remoto no tempo. Mas o ciúme veio de longe, pelo leito do São Francisco desde as alterosas do sudeste, no planalto da Serra da Canastra.

De onde o oculto do mistério se escondeu
Sei que o levas todo em ti, não me ensinas
E eu sou só, eu só, eu só, eu
Juazeiro, nem te lembras dessa tarde
Petrolina, nem chegaste a perceber
Mas, na voz que canta tudo ainda arde

O ciúme, gêiser inesperado de águas geladas, cortantes como navalha de congelador. Misterioso como as serras de Minas, ensimesmadas numa cadeia de centenas de quilômetros, tão volumosas como o próprio oculto do ciúme. Tão exuberantes como o espontâneo do amor.

Tudo é perda, tudo quer buscar, cadê
Tanta gente canta, tanta gente cala
Tantas almas esticadas no curtume
Sobre toda estrada, sobre toda sala
Paira, monstruosa, a sombra do ciúme

E Juazeiro me era um contínuo desde o curtume até a loja de couros. Camurças, solas, solados. Esticada película de um mundo em transformação, tão corrente como as águas do rio, mas tão permanentes como a ponte que ainda hoje é.

Ronda do Quarteirão sim, mas o resto... - Por: Júlio Onofre Tavares



Há algum tempo, sempre que passo as férias na minha cidade querida fico bestificado com o índice de violência que massacra cada esquina. Os programas de rádio, tirando os de cantadores de viola, não falam de outro assunto – “morte no João Cabral; Roubo no Salesiano; Latrocínio no Antônio Vieira” – enfim. Sempre que isso acontecia, e acontece, uma ira bairrista me consome, e como um cidadão que de quando em vez costuma questionar perguntava; por que não se traz a Ronda do Quarteirão para essa cidade, que deixou de ser minúscula e agora é um pólo cultural, estudantil, comercial, e, principalmente, turístico.

Pois bem. Hoje ao abrir daqui de Maceió, sites da nossa região me deparo com a surpresa em caixa alta – “Governador, prefeito, deputado, vereador, líder comunitário, síndico e os cambal inauguram a chegada do Ronda do Quarteirão em Juazeiro do Norte” – Ufa! Confesso que a primeira reação foi uma descarga emocional externando minha alegria. Que nada, pura ilusão. Não há motivos para frenesi! A polícia ostensiva, em qualquer lugar do mundo, não modifica realidade sozinha. Nossa cidade precisa evoluir, e isso vem com um ensino básico de qualidade, um ensino médio a altura pelo menos de um vestibular. No entanto, o “camarada” Cid Gomes não concorda nem sequer com o piso mínimo para os professores! Polícia comunitária necessita de comunidade consciente, participativa – será que temos? Polícia não funciona sem cadeia pública, mas a política é assim – “primeiro prende depois a gente arruma onde colocar esses vagabundos”. As coisas estão a avessas.
A Ronda do Quarteirão chegou. Ladrões serão presos, mas ladrões serão gerados. Enquanto a comunidade achar que a solução é cacetete e 38 na boca de malandro, os senhores, metidos a feudais, do nosso Estado seguirão a mesma política maquiada de Hilux com a farda bem limpinha.

Por: Julio Onofre
juazeirense, atualmente estudando Medicina na UFAL.

Libertas quae sera tamem - por José do Vale Pinheiro Feitosa

Atenção pessoal do Crato. Pense numa coisa difícil. Continuar num debate que o mediador do blog já deu por encerrado. Mas continuar para apenas ampliar o dissabor do fato em si? Não, e por isso é difícil mesmo. Mais difícil ainda pelo bem equilibrado comentário do Pachelly Jamacaru sobre o assunto. Procurarei fundir as partes. Conseguirei? Eis o difícil.

Tudo começa com a liberdade da arte. Na mesma semana em que o Marcos Leonel faz uma resenha do Peter Gay sobre a quebra de todos os cânones estéticos existentes pela modernidade. Picasso, por exemplo, representou as mulheres e o feminino em todas as fases de sua obra. Seja nas fases de cores; nas representações estimuladas pelas esculturas ibéricas ou africanas ou no Cubismo e a desconstrução geométrica do mundo visível.

A liberdade na arte seria, por força desta era, a quebra da ordem burguesa e o meio fundante de outra possibilidade. Mas seria, também, a própria emergência do artista como sujeito e claro com toda a sua carga de individualidade no seu mundo de relações. Picasso faz o grande salto do cubismo, um trabalho libertador da era moderna, com as mulheres Les Demoisseles D´Avignon. E pinta mulheres com quem se relaciona, seja a Lolita de 17 anos seu modelo Marie-Térèse Walter; distorceu a imagem pictórica da fotógrafa Dora Maar no meio de um conturbado romance; assim como a mulher com quem teve dois filhos François Gilot.

Picasso sempre partiu em sua obra do mundo exterior e da realidade para logo a seguir estabelecer a dicotomia central da modernidade: o amor à realidade e o horror de sermos reais. Uma mistura de sentimentos contraditórios de formas terríveis e desejáveis com que a vida se manifesta. Por isso a arte da pintura é a quebra da ordem, como a burguesia tinha herdado tanto do renascimento quanto do neoclássico. Picasso tinha uma ira artística contra a figura humana e as figuras femininas foram centrais nisto.

Acho que esta linha já está completa. Agora vamos ao outro lado do debate. Daquele que ocorre num tempo e num lugar, especialmente o Crato. Pegue qualquer referência intergeracional de pessoas vivas sobre a fotografia que temos, no mínimo, oitenta anos de história. E a história da fotografia neste tempo sofreu mudanças inimagináveis no princípio. Mas a mudança, seja das lentes, especialmente as grandes angulares que aproximam e afastam deformando o espaço; seja nos filmes, nas velocidades ou no meio digital; como dizia a mudança tecnológica não é absorvida simultaneamente na mesma velocidade da imagem de um tempo.

Pessoas de diversas gerações, por tudo que foi dito, têm a fotografia como possibilidades diferentes. Por exemplo, o ângulo familiar, ou a paisagem, seja o retrato pessoal, seja um instantâneo, ou que outro conteúdo fotográfico tenha. Claro que qualquer pessoa em que idade tenha não absorverá igualmente a fotografia como a pintura. As mudanças estéticas na fotografia são mais recentes que a pintura. Quase todos, mesmo com mais de 70 anos já conheceu as mulheres de Picasso, não igualmente a própria imagem por uma fotografia.

Voltemos à exposição no blog das tais fotos. É claro que a intimidade, mesmo que paradoxalmente de um grupo, estava no espírito das comemorações quando o fotógrafo as publica. Ele a faz como numa espécie de manifestação sincera da sua captura da realidade (não vejo qualquer referência daquela história de Picasso) e com entusiasmo a torna imagem nas telas. É tão verdade que no espírito animado do dia põe uma nota no blog dizendo que o domingo já era em termos de postagem por conta de tanta festa.

Foi aí que um fato animado com uma eventual censura na contramão, deu ao ocorrido uma dimensão maior que na verdade teve ou terá. O direito de contrariedade é universal (ainda mais num blog) e as possibilidades da arte na modernidade continuam como a liberdade de desconstruir algo que, aparentemente sólido, se desmancha no ar. Mas, em minha opinião, não chegamos a muito desta contradição, apenas, quando se trata da realidade pessoal é sempre importante ao fotógrafo contemplar o seu próprio drama com a propriedade: o direito da obra e o direito da imagem pessoal.

José do Vale Pinheiro Feitosa

SABEDORIA INCOMUM (TEXTOS E FIGURAS RETIRADOS DA INTERNET)










DANÇANDO E APRENDENDO A VIVER (TEXTOS E FIGURAS RETIRADOS DA INTERNET)























Roberto Carlos canta...

Roberto Carlos canta...

http://www.youtube.com/watch?v=7bp3mQVOZgY

29 junho 2009

Leia Hoje no CHAPADA DO ARARIPE...

chapada 29-06-2009

www.chapadadoararipe.com

O Diário do Cariri


Notícias do Crato para o Dia 30 de Junho de 2009


30-06-2009
Reunião com mães no CRAS da Vilalta

A Prefeitura Municipal de Crato, através da Secretaria de Ação Social e CRAS Vila Alta, está convocando as mães das creches: Menino Jesus, Manoel Almino e N. Senhora das Graças (SOCICOL), a participarem de uma reunião dia 03, na próxima sexta-feira, às 9 horas, no CRAS Vila Alta, na rua Zacarias Gonçalves, 600, perto do mercado público.
Unidades de saúde em reforma e ampliação

A Prefeitura Municipal do Crato, por meio da Secretaria de Saúde, está realizando reformas e ampliações em Unidades de Saúde, no intuito de prestar um serviço mais qualificado aos usuários de várias localidades do município. No Seminário está sendo iniciada a construção de uma nova unidade de saúde, ao lado do Cemic. A Unidade de Saúde Teodorico Teles, no bairro São Miguel, e Fábio Pinheiro Esmeraldo, estão recebendo manutenção. Já o os postos de saúde da Malhada e São José estão sendo ampliados e o PAM e Centro de Especialidades receberão reforma e ampliação no segundo semestre do ano.

Município dá continuidade ao trabalho de combate à dengue

O setor de Endemias da Secretaria de Saúde do Crato continua intensificando os trabalhos de combate ao dengue em todo o município. O 3º ciclo de combate ao mosquito Aedes aegypti está sendo realizado com a atuação de cerca de 50 agentes, acompanhado por um trabalho educativo e de conscientização, por meio da Mobilização Social. O combate à dengue em Crato tem sido uma das prioridades da administração municipal e este ano os índices se mostram bem reduzidos em relação ao mesmo período do ano passado.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo Municipal do Crato
Fone/Fax - (88) 3521.7069
Mais informações:

http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Deixem o Parque em Paz - Por: Jurandy Temóteo


Causou espanto e apreensão a divulgação pelo secretário Camilo Santana, no noticiário de maior audiência da Rádio Educadora, da pretensa mudança pelo governo Cid Gomes, do Parque Permanente de Exposições Agropecuárias do Crato.

Alegar que aqueles hectares com milhões de reais investidos em sua infra-estrutura seriam destinados à ampliar o Campus do Pimenta, da URCA, e de que o Parque de Exposições tem de sair da cidade, indo para uma área - que não tem nada - anexa ao Juazeiro, são desculpas inconsistentes e inconvenientes aos interesses do Crato.

Contrários a mudança já se pronunciam o prefeito Samuel Araripe, a Câmara Municipal do Crato, a Associação Comercial do Crato, o CDL - Clube de Dirigentes Lojistas do Crato, o advogado e agropecuarista Raimundo de Oliveira Borges, a revista A Província, o cronista Pedro Esmeraldo . . .

Em Uberaba (MG), onde acontece há mais de 60 anos, a maior feira de exposições de Zebu do mundo, o parque é dentro da cidade e só tem causado benefícios para aquela população urbana; nem se cogita em mudá-lo.

Como é que se pretende relegar patrimônio tão grande - o do Parque Permanente de Exposições Agropecuárias do Crato, no Pimenta -, que vem se consolidando por mais de meio século, e é hoje a maior festa popular, no gênero, do interior do Nordeste e a quinta, em importância, do Brasil, para vê-la, a contra-gosto, anexada, impositivamente, ao Juazeiro?

A quase totalidade dos cratenses que não está comprometida com interesses mesquinhos, em detrimento da nossa comunidade, posiciona-se contra esta nociva pretensão.

Respaldar-se nesta falsa premissa de ”beneficiar” a URCA é esconder o problema maior desta universidade. Aliás, ela já tem, dentro do parque, um pavilhão cedido, há mais de seis anos, mal aproveitado, passando a maior parte do ano fechado.

O prefeito Samuel Alencar Araripe ofertou para a URCA alguns hectares, no Muriti, em terreno contíguo onde estão construindo o Centro de Convenções, a Faculdade Católica e o Campus do Crato, da UFC. Por que o desinteresse em receber esta doação?

Respaldar-se numa falsa premissa de ”beneficiar” a URCA anexando o Parque Permanente de Exposições é desviar o foco do problema maior - este sim, angustiante - da Universidade Regional do Cariri.

Que a nossa população agora saiba, sem se esconder a Verdade: o problemão da URCA é o da própria sobrevivência.

Entre as novas exigências do Ministério da Educação, para que a URCA seja renovada sua autorização de funcionamento como universidade, é preciso que ela tenha, em plena atividade, até a próxima inspeção do MEC: um curso de doutorado e três de mestrado.

Mas . . . só existe um de mestrado e nenhum de doutorado. Com o agravante de que, há cada semestre, ela vem perdendo seus mestres e, principalmente, seus doutores, inviabilizando projetos de pesquisas indispensáveis para captação de recursos, credenciamento, credibilidade e sobrevivência desta nossa instituição de ensino superior.

Do contrário, a URCA regride; retrocede de universidade para instituto.
A hora agora é de salvar a URCA e deixar o Parque Permanente de Exposições Agropecuárias do Crato em paz.

Por: Jurandy Temóteo

Aviso aos Navegantes - Cada um é responsável pelas suas postagens!


Alô, Amigos,

Estou vendo que estamos sendo invadidos por muitas mensagens que chegam à beira de denegrir nossos irmãos da cidade de Juazeiro do Norte, por conta das velhas briguinhas de Crato e Juazeiro.

Quero apenas ressaltar o princípio fundamental do Blog do Crato, que é de qualquer Blog coletivo, que a responsabilidade sobre cada um dos textos postados é do autor do Artigo. O Blog do Crato não se responsabiliza por qualquer mensagem, comentário, etc, escrito por qualquer pessoa. Aqui é apenas o espaço para publicação.

Se alguém se sentir ferido no seu direito, e se sentir prejudicado moralmente, que acione a Justiça e todos os meios legais contra o AUTOR da mensagem. Isto digo, porque não se pode atacar a população de uma cidade. O povo não pode ser ferido em seus princípios fundamentais, e a nossa constituição garante a liberdade de culto a qualquer denominação e ampla liberdade sob todos os aspectos .

Atenciosamente,

Dihelson Mendonça

Atenção colônia caririense em Fortaleza


UFAB
União dos Filhos e Amigos de Barbalha

AFAJ
Associação dos Filhos e Afilhados de Juazeiro do Norte


UFAB e AFAJ convidam V. Sa. e família para o lançamento do livro

HOMILIAS DOS DIAS SIMPLES,

de autoria do
Mons. Francisco Murilo de Sá Barreto,

organizado por:
Inês Tânia Callou de Sá Barreto Sampaio,
Libânia Callou de Sá Barreto Sampaio,
Maria Déborah Callou de Figueiredo.

A obra será apresentada no Centro Cultural Oboé, na Rua Maria Tomásia, 531
Aldeota, no dia 9 de Julho de 2009, a partir de 20:00h.

A apresentação da obra será feita pelo prof. Renato Casimiro.

Na programação:
Tiago Callou de Figueiredo, ao piano;
Autógrafos, pelas organizadoras;
Coquetel.

Com os nossos agradecimentos antecipados por suas presenças,

Francisco Paceli Luna Gomes
UFAB União dos Filhos e Amigos de Barbalha

Odival Limeira Lima
AFAJ - Associação dos Filhos e Afilhados de Juazeiro do Norte


(Postado por solicitação da UFAB e AFAJ)

A restauração da antiga Casa da Câmara de Crato - por Armando Lopes Rafael


A restauração de um prédio histórico é trabalho minucioso que requer seriedade, paciência e critério por parte dos responsáveis por esse serviço. Felizmente isso está ocorrendo no restauro do telhado, madeiramento, instalações hidráulicas e elétricas, além do revestimento parcial das alvenarias da antiga Casa da Câmara de Crato. Naquele edifício funcionou – durante décadas – a Prefeitura, Câmara de Vereadores e Cadeia Pública e hoje abriga o Museu de Artes Vicente Leite e o Museu Histórico de Crato.
O prédio aludido, um casarão da segunda metade do século XIX, teve sua construção concluída em 1883. Lá se vão, portanto, 116 anos quando a deterioração que naturalmente ocorre em toda construção foi sendo corrigida “a toque de caixa”, até que não mais pôde ser “empurrada pela barriga” como se diz popularmente. A atual administração municipal resolveu enfrentar com tino, acerto e responsabilidade essas obras de restauro.
Paralelamente aos serviços citados está ocorrendo a restauração da pintura dos quadros que compõe o acervo do Museu de Artes Vicente Leite, a cargo da restauradora Edilma Rocha.
Fica a sugestão ao Assessor de Imprensa da Prefeitura de Crato, Sr. Dihelson Mendonça, para que divulgue detalhes da restauração, tais como: valores gastos, serviços efetuados, material utilizado, dentre outros, a fim de que a população da Cidade de Frei Carlos fique bem informada deste bom serviço prestado na preservação de um dos mais importantes edificíos históricos da Princiesa do Cariri.
Congratulações ao Presidente da Fundação J.de Figueiredo Filho, George Macário; à Secretária Municipal de Cultura, Daniele Esmeraldo e ao Sr. Prefeito do Município, Samuel de Alencar Araripe pela seriedade e responsabilidade com que se houveram nessa meritória obra de relevante interesse para a cultura e história da heráldica cidade de Crato.
Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

SOB O CÉU DO DESERTO

Necessário é que nos recolhamos e que fiquemos frente a frente com nós mesmos, não de um espelho, pois a imagem seria invertida.
Falo do mergulho ao nosso interior, buscando nossos motivos, com a alma nua e em silêncio, capaz então de perceber nossos ruídos, nossas dores, nossas culpas e os aplausos pelos nossos acertos.

Não será uma balança, posto que gramas do que fazemos pelo próximo pesam muito mais do que quilos por nós mesmos, quando no nosso prato só a vaidade, o egoísmo, a insensatez, a grosseria, a ingratidão e a cegueira - apesar de tanta luz -, e a mudez quando não gritamos pelo outro diante de uma injustiça!



Isso tudo deveria dar dó na gente!... Mas a percepção de que somos capazes de gestos bonitos, como perdoar ou “fazer o bem sem olhar a quem”, e saber que aquele sorriso que nem é para nós ficarmos felizes à distância, dá-nos esperança. É gratificante!
Entregar-se, doar-se, arriscar-se, não pensar mais em si.



No silêncio, olhar para cima e maravilhar-se com as constelações, tendo a convicção de nossa pequenez e que fizemos o que deveríamos ter sido feito!...Se assim for, ao amanhecer e durante todo o dia, o calor não nos incomodará e á noite o frio cederá lugar á beleza!


De quem temos que lembrar?

Crato (Ce),2009
João Marni de Figueiredo

Assembléia do Coletivo Camaradas será no Gesso

O Coletivo Camaradas promove a Assembléia Geral tendo como pauta principal a discussão e aprovação de estatutos. O grupo discute arte, marxismo, ativismo, cultura, intervenções urbanas e políticas públicas.

Com o intuito de se aproximar e conhecer realidade social, o Coletivo Camaradas realizará Assembléia Geral neste sábado, dia 04 de julho, na sede do Projeto Nova Vida, na Comunidade do Gesso, no Crato, a partir das 14 horas. O intuito da Assembléia é garantir os procedimentos legais para inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica – CNPJ.

A Comunidade do Gesso é um local simbólico para o Coletivo Camaradas, tendo em vista que foi nesta comunidade que esse grupo conseguiu fazer um trabalho consistente que possibilitou realização de oficinas, intervenções, registro fotográfico, produção de documentário, cartões postais, livretos e de uma exposição no Centro Cultural do Banco do Nordeste – CCBNB Cariri.

Para a cantora Maria Gomes, integrante do Coletivo, a intenção é favorecer o dialogo com o grande público. Ela destaca que a escolha do local para a Assembléia do Coletivo visa fortalecer essa integração com a comunidade.

Rebecca Sedrim, também integrante do Coletivo e acadêmica de Psicologia ressalta que o coletivo visa construir um novo conceito de arte juntamente com a sociedade. Ela destaca que é preciso consolidar o coletivo e formar novas pessoas que acreditam no poder transformador da cultura. Rebecca frisa que a arte não precisa estar relacionada as elites e que deve estar próxima do grande público.

Documentário "Cabaré" será exibido na comunidade
Logo após a Assembléia, a partir das 18h30, será exibido ao ar livre, o documentário: “Cabaré – Memórias de uma vida”. O documentário faz um resgate histórico da Comunidade do Gesso, antiga zona de prostituição que por décadas foi excluída das políticas públicas do Município. Para Alexandre Lucas que dirigiu o documentário apresentar-lo à comunidade é possibilitar que as pessoas se sintam parte do processo deste registro. Ele frisa que o grupo está interessado em fazer arte com o povo e para o povo. “Não queremos fazer uma arte para os artistas, mas para as pessoas que não tem acesso ao processo de fruição da arte”, conclui.


Um pouco da História
O Coletivo foi criado no final de 2007, com o objetivo de discutir arte numa perspectiva marxista. Neste curto período realizou e participou de diversas atividades, tanto na região do Cariri, como nacionalmente. Destacando-se a realização da Mostra desUSA de Artes Visuais, a luta contra exclusão dos artistas na Expocrato, a Exposição Ninho com trabalhos de presidiários da Cadeia Pública do Crato, a participação na Mostra Baiana Arte e Guerrilha, no Encontro Nacional dos Pontos de Cultura em Brasília, integrou a programação da Bienal da UNE em Salvador, participou do Movimento da Parada Gay em Juazeiro do Norte e da Semana da Mulher no Crato e realizou trabalho registro audiovisual e fotográfico na comunidade do Gesso, antiga zona de prostituição da cidade do Crato que resultou na produção do documentário e da exposição no Centro Cultural do Banco do Nordeste “Cabaré – Memórias de uma vida” e atualmente trabalha na produção de um novo documentário que tratará sobre “A festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio” e elabora o Projeto “Coletivo na Periferia”. O Coletivo também mantém o blog: http://www.coletivocamaradas.blogspot.com/ que funciona como espaço aberto para divulgação de textos,eventos e trabalhos ligadas a arte e a cultura, pessoas que não são do grupo podem ser colaboradores do blog.

Fotos do Aniversáro de Claude Bloc

Clique no painel abaixo:

16 anos de claude


Por: Dihelson Mendonça e Pachelly Jamacaru

As mulheres, a Arte e as Vaidades...



Acima: Quadro de Pablo Picasso

Acima: Quadro de Anita Malfati


Acima: Foto de Dihelson Mendonça

"A Arte não está interessada nas convenções de beleza meramente humanas. É o único produto do homem que tem o fim em si próprio. Acho completamente errado o conceito de tratar fotos com photoshop e outros artifícios para deixar as pessoas mais "perfeitas" do que elas são. A arte deve retratar a realidade nua e crua. Sem denegrir nem exaltar. É apenas retratar, segundo os parâmetros daquele que observa o mundo e suas diversas formas de olhar. "

Dihelson Mendonça

Tipos populares do Crato (8)

Anduiá

Por Carlos Rafael Dias

Anduiá ou Antonio Anduiá de Sousa foi um dos maiores craques do futebol caririense. Menino pobre, mulato, viveu na periferia onde teve tempo e espaço de sobra para bater suas peladinhas. Logo cedo já era um habilidoso jogador, de porte franzino e, portanto, leve e ligeiro; um atacante perigoso, de dribles desconcertantes e dono de uma rara inteligência para o jogo.

Almério Carvalho, em artigo publicado na revista A província, edição de dezembro de 2005, descreve o jogador como “hábil nos arremessos ao gol, de uma facilidade impressionante no cabeceio e no drible”.

O tempo áureo da carreira de Anduiá foi toda a década de 1960. Iniciou-se profissionalmente no futebol como jogador do lendário time do Sport Club do Crato, onde marcou época. Jogou ainda no futebol de Juazeiro e de Barbalha e correu mundo, atuando por equipes de Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Piauí, além de uma breve passagem no tradicional Ceará Sporting Club, da capital do nosso Estado.

Após encerrar a carreira de jogador, Anduiá atuou como treinador, dirigindo diversas equipes da região do Cariri e do Nordeste, onde ajudou a revelar grandes atletas. Almério Carvalho, por sinal, revela no artigo supracitado que foi Anduiá, quando treinou uma equipe sergipana, quem lançou o atacante Nunes, posteriormente artilheiro do Flamengo e da Seleção Brasileira.

Além de todo o seu glorioso e vencedor passado como esportista, Anduiá se destaca como um pessoa educada e inteligente. É um assíduo leitor de livros, jornais e revistas e, portanto, domina um variado leque de temas da atualidade ou assuntos históricos, a exemplo da história do cangaço, cuja literatura a respeito é profundo conhecedor.

Aurora da minha vida

Engraçado como certas coisas nos trazem lembranças esquecidas, adormecidas dentro da alma.
Ao ver meu grande ídolo,Michael Jackson partir veio a tona lembranças de uma época tão singela.
Momentos vividos aqui no Crato, mas que fizeram muita diferença, lembrei-me de quando vinha de São Paulo passar as férias de Julho com meus avós no Lameiro, onde corria solta, sentia a liberdade em minha face, ia tomar banhos na Levada Grande, na Cascata,curtia as matines de Cid Som no Grangeiro, a exposição com o trio eletrico no picadeiro, os shows no Ténis Clube.
Os dias em que ficava sentada na praça olhando a fonte luminosa e minha mãe contava a história do Crato e amava quando ela falava sobre Dona Bárbara, imaginava que ela era quase uma mulher maravilha.
Lembranças doces de dias que não voltam mais.
Hoje vejo essa meninada tão avançada, tão despregada de suas raízes.
Vejo todo mundo falando da situação física do museu, mas sinceramente o que é difícil de entender e que não é só o prédio do museu que foi por anos esquecido e relegado, mas toda uma cultura, toda a historia do Crato, vem sendo continuamente relegada ao esquecimento.
Sim,Michael Jackson morreu, todos correm para comprar discos, livros e qualquer coisa que tenha a ver com ele, mas enquanto estava vivo foi relegado ao esquecimento.
Será que é preciso morrer para ter seu valor reconhecido?
Lindemberg Aquino, Jurandir Temoteo ainda estão vivos e de certa forma eles escreveram e contribuíram para preservação histórica e artística do Crato, espero que eles não tenham que morrer para ser dado o valor merecido.

Então quero agradecer agora a todos aqueles que de certa forma contribuiu e ainda contribui para o Crato, seja na música , nas artes ou na história:

Abidoral Jamacaru
Lindemberg Aquino
Jurandir Temoteo
Dihelson Mendonça
Salete Liboreo
Ricardo Correia
Caca Araújo
Mestra Zulene e seu esposo Zé Miudo
Jorge Carvalho e a Rapadura Cultural
Divani Cabral
Huberto Cabral
Armando Rafael
Pachelly Jamacaru
Zé Flávio
A todos os mestres e mestras dos folguedos
A todos os artista plásticos
A todos os músicos


Agradeço por vocês existirem e por ter feito e ainda fazerem minha vida um doce mar de sentimentos.

E que vocês continuem a nos brindar com a genialidade de vocês.

Alessandra Bandeira

Reitor recebe Cariri Cangaço



O Cariri Cangaço já se consolida como uma das mais vitoriosas iniciativas culturais realizadas na região. Nesta semana a Curadoria do Evento, representada pelo senhor Severo Barbosa, esteve juntamente com a Secretária de Cultura do município de Crato, senhora Danielle Esmeraldo em reunião com o Reitor da URCA, professor Plácido Cidade Nuvens. Na oportunidade com as presenças da Pró-reitora de Extensão, professora Arlene Pessoa e do representante do IMAGO, cineasta Jacksom Bantim, foi consolidada a participação efetiva da Universidade Regional do Cariri – URCA no Cariri Cangaço. O evento terá a apresentação de um grande painel de trabalhos acadêmicos sobre a temática do cangaço e suas capilaridades, como também serão promovidas pelo IMAGO-URCA, mostras de cinema e vídeo sobre o cangaço, também acontecerá no Salão de Atos daquela Universidade uma das noites solenes do Seminário e um grande debate técnico sobre o tema. Para o curador e coordenador do Cariri Cangaço, Severo Barbosa, “a participação da URCA como parceiro é vital para o sucesso da iniciativa” para ele: “ter a URCA ao nosso lado com certeza dará uma nova dimensão ao evento, ao trazer um tema tão controverso, polêmico e encantador como o cangaço, para dentro da comunidade acadêmica com certeza iremos enriquecer sobre maneira o debate e ampliar nossos horizontes de conhecimento sobre a cultura e tradições do bom povo nordestino através dos muitos trabalhos acadêmicos que se unirão às palestras ministradas pelos grandes pesquisadores e escritores que estarão no cariri em setembro, daí nossa felicidade com o pronto apoio e entusiasmo do grande reitor Plácido Cidade Nuvens e toda a equipe da URCA.”. A programação final do Cariri Cangaço como também todas as informações de como participar estarão disponíveis a partir do início de Julho.

TEXTO: Manoel Severo.

Para ilustrar uma segunda-feira... Por Claude Bloc

Para ilustrar uma segunda-feira com as alegrias do sábado, resolvi postar apenas hoje as fotos colhidas gentilmente por Ricardo Saraiva. Estava aguardando receber algumas mais nítidas e mais próprias advindas de outras lentes, mas antes que a alegria desbote nos lábios e no coração das pessoas que povoaram a melhor festa do ano de 2009, vamos seguindo como podemos essa trilha que nos mostra os verdadeiros sintomas da alegria difundida por entre todos na noite da festa. O motivo principal do evento foi a entrega dos certificados de conclusão da Oficina da Escrita que aconteceu em Janeiro do ano em curso. Por trás de tudo, a comemoração de um aniversário cujo motivo principal era regar a semente da amizade entre mais de 40 pessoas que se encontravam ou se reencontravam naquele momento.
Emoções fortes, alegria intensa, arte, cultura foi esta a têmpera em que foi colhido, semeado e aquecido o sentimento universal partilhado na noite do dia 27.
Roberto Jamacaru e Fanca as pessoas perfeitas para receberem nessa taça a felicidade proporcinada na alma de todos que lá estiveram...
.
Um dia uma festa na casa dos anfitriões Roberto Jamacaru e Fanca na foto ladeados por Edilma Rocha

Além da entrega dos certificados da Oficina da Escrita, a troca de idade da "jovem" aniversariante Claude Bloc

Amigos e colaboradores do Blog do Crato reunidos com o ensejo da partilha da poesia e da música

Edésio declamando suas humoradas trovas

Eleonora ilustrando a festa e apresentando seu projeto de publicação de um livro sobre a Praça Siqueira Campos que será lançado dia 14 de julho próximo.

Peixoto e Abidoral numa performance musical.

Claude e o mano Ricardo Saraiva

Professor Hermógenes lendo seus contos humorísticos

Edilma e o poeta Olival Honor de Brito

Pachelly e sua arte

Trio sorrisos: Peixoto, Edilma e Regina Vilar

O fotógrafo Wilson Bernardo
O escritor maior - José Flavio

Um dueto afinado: "Douce France" interpretado por Claude Bloc e Darci Libório
Salatiel em plena arte: eu não sabia que você existia...


Abidoral, Salatiel, Jefferson Junior e Blandini - o fino da arte e cultura

Prof. Hermógenes e Gorete, Socorro Moreira , Victor e Aline

Uma das rodas de conversa encabeçada por João Marni e Olival

Ulisses, Jairo Starkey e Peixoto em tempo de conversa e reflexão...
.
Texto por Claude Bloc
Fotos gentilmente cedidas por Ricardo Saraiva


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31