xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/12/2008 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 dezembro 2008

Amigos, não se prendam à Página Principal do Blog!

Temos atualmente mais de 3.300 Artigos escritos.
As coisas descem muito rápido por aqui. Só hoje teve mais 12 mensagens, 13 com essa.
Não dá pra ler tudo, e quem acessa o Blog só de vez em quando, não faz idéia da quantidade de coisas que já perdeu. Atualmente eu coloquei 6 dias de mensagens na página principal. Se eu aumentar essa quantidade para uns 10 por exemplo, o Blog ficará muiiiito pesado. Se eu diminuit para 3 dias, as pessoas geralmente perdem as mensagens.

Então a dica que eu passo para vocês é:
Não se prendam somente à página principal !
Há todo um universo de coisas acontecendo no Blog se você visitar o link:

Mensagens mais antigas, que fica na parte de baixo do Blog.

Abraços,

Dihelson Mendonça

Almas Perfumadas

.
Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta. De sol quando acorda. De flor quando ri. Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda. Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça. Lambuzando o queixo de sorvete. Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher. O tempo é outro. E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprendede ver.

Tem gente que tem cheiro de colo de Deus. De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul. Ao lado delas, a gente sabe que os anjos existem e que alguns são invisíveis. Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo. Sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso. Ao lado delas,pode ser abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.

Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra. Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza. Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria. Recebendo um buquê de carinhos. Abraçando um filhote de urso panda. Tocando com os olhos os olhos da paz. Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.

Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa. Do brinquedo que a gente não largava. Do acalanto que o silêncio canta. De passeio no jardim. Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo. Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar. Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está dançando conosco de rostinho colado. E a gente ri grande que nem menino arteiro.

Costumo dizer que algumas almas são perfumadas, porque acredito que os sentimentos também têm cheiro e tocam todas as coisas com os seus dedos de energia

Minha avó era alguém assim. Ela perfumou muitas vidas com sua luz e suas cores. A minha, foi uma delas. E o perfume era tão gostoso, tão branco, tão delicado, que ela mudou de frasco, mas ele continua vivo no coração de tudo o que ela amou. E tudo o que eu amar vai encontrar, de alguma forma, os vestígios desse perfume de Deus, que, numa temporada, se vestiu de Edith, para me falar de amor. Como é bom ter uma alma perfumda em nossas vidas!

Jesus, que perfume maravilhoso era o da minha mãe.

Que Deus a tenha bem pertinho D' ele.

( Carlos Drummond de Andrade )

Enviado por: Maria Rósalia Holanda Cardoso - Fortaleza
Foto: website www.belasmensagens.com.br
.

orkut - Álbum de Almeida junior

orkut - Álbum de Almeida junior

A SEMENTE DO BEM


E cediço que vivemos em um mundo onde somos observados constantemente, uma espécie de “big brother popular”, tudo que fazemos ou falamos é recepcionado por todos, até por aqueles que pensamos não nos entender. Outro dia ouvi de uma pessoa em um pais asiático, respondendo a uma indagação de uma repórter, acerca da conduta de um ex-governante, afirmar: “... ele não nos fará falta, pois nunca fez nada que servisse para alguma coisa...”.

Fico então pensando como é importante agirmos com responsabilidade, bem como com o sentimento de servirmos de “exemplo” para outras pessoas. Lembro também de figuras importantes que viveram entre nós, e que ao partirem, deixaram além de muitas saudades, lições de como devemos nos comportar no mundo. Poderia citar Jorge Amado, que nos fez entender (ou tentou) o amor por meio da poesia, Mario Covas, ensinou ética e postura no respeito à coisa pública, Betinho, trouxe exemplos de amor, compreensão e solidariedade, Patativa do Assaré (e aqui peço licença para dizer da minha admiração e respeito por esse brasileiro FORMIDÁVEL), mostrou que a inteligência e a arte esta dentro de cada um de nós, já um pouco mais longe, poderíamos citar Mohandas Karamchand Gandhi (popularmente conhecido por Mahatma Gandhi), nos ensinou que a violência não leva a lugar nenhum; Madre Teresa de Calcutá (seu nome verdadeiro era Agnes Gonxha Bojaxhiu ) mostrou o significado da palavra solidariedade; Martin Luther King brigou pela igualdade racial. Enfim citaria centenas de milhares de figuras que deixaram admiração e saudades.

Cada dia de nossa existência é como uma prova que realizamos, e essa avaliação - inclusive com atribuição de valores - é realizado por todos, pela família, amigos, conhecidos, estranhos, e até por àqueles que não simpatizam muito conosco. Esse valor intrínseco em cada um de nós transborda a partir do momento em que tornarmos público e notório, esse compartilhamento dá-se no momento em que falamos, agimos, expressamo-nos, quer seja por meio de palavras, atos ou comportamentos.

A nossa vida é sem duvida nenhuma de causa e efeito, ou seja, se determinada pessoa durante a formação de sua personalidade, conviveu com Pais responsáveis, dedicados e voltados para a grande missão de educar, se esse ser aprendeu a respeitar às pessoas, principalmente Pai, Mãe e as mais idosas, a valorizar tudo que lhe foi entregue, a entender que aquilo que lhe causa sofrimento com certeza causará também ao seu semelhante, fazendo ao próximo tudo aquilo que gostaria que lhes fizessem, se essa pessoa aprendeu a pedir a “benção” aos Pais (fato esse lamentavelmente que não vemos mais), com certeza poderemos afirmar que da mesma forma que fora assimilado e colocado em prática os bons exemplos, essa criatura plantará mais sementes do bem, fazendo com que cada um que lhe observa agora leve consigo amor, paz e esperança em um amanhã melhor.

Lamentavelmente o contrário também sucede, isto é, viveu em ambiente inóspito, agressivo e permeado de maldades, o comportamento será semelhante.Indubitavelmente que existem casos de pessoas que viveram em ambientes não tão harmônicos como o citado acima, entretanto, penso eu, por uma intervenção divina venceram a dor, a rejeição, o mau exemplo, fizeram “vistas grossas” para as aberrações que lhe foram apresentadas, ofereceram a outra face, dividiram o pão, buscaram novas oportunidades, cresceram em meio a terreno argiloso, fétido, todavia, não permitiram que se sujassem, que manchassem suas almas, possibilitaram que seus caminhos tivessem lá no fundo, bem escondido, uma imensidão de luz, vida, alegria e boas sementes para serem lançadas, e conseqüentemente fossem colhidas por outros.

Por fim, lembro do meu querido avô Luiz Bezerra de Brito – que com certeza deixou uma infinidade de sementes do bem para toda a família – quando ele me dizia: “... meu filho se comporte bem na escola da vida e estude muito, pois os professores estão lhe vendo...”. É verdade cabe a cada um de nós deixar bons exemplos, boas sementes, e isso se faz, na minha modéstia visão com o respeito no trato com as pessoas, com a forma de falar, de expor suas idéias, de comportar-se, enfim propagando o bem e acima de tudo colocado-se no lugar da outra pessoa é provável que tenhamos uma visão diferente daquela que outrora se mostrava.Vamos pregar e fazer o bem.

A Vitória do Meu Povo - " A Vitória de um Pai" - José Helder França

.
Até onde vai o amor de um Pai pela sua filha?
Embora no Crato, todos saibam que a vitória de Samuel Araripe nas últimas eleições tenha sido um feito inédito, não por mérito de uma só pessoa, mas sim de inúmeras pessoas, alguns que trabalharam até em sigilo, torcendo e orientando, e outras tantas que foram às ruas gastar seu suor e sangue, que trabalharam em conjunto, pela união de pensamentos firmes a fim de ver um Crato entregue em boas mãos, por acreditarem na força daquele que haveria de ser um dia prefeito do Crato. Por isso, o povo, em mais de 70% da votação elegeu Samuel Araripe como prefeito. Mas na visão de um Pai... Ah! pai é Pai!!! e principalmente quando poeta, sabe descrever muito bem os sentimentos que estão no seu interior, e que traduzem muito bem o amor e o orgulho que sente pela própria filha. Trago a seguir, um poema escrito pelo poeta cratense José Helder França, renomado, e que, por coincidência, também é pai da primeira-dama, nossa querida Mônica Araripe, que também é membro do Blog do Crato.

A Vitória do Meu Povo

Terminou a grande luta
E nós vencemos o pleito
Terminou toda disputa
Meu povo está satisfeito
Samuel ganhou de novo!
A vitória do meu povo
Apesar de coisa certa
Não foi só vitória minha
De Samuel, de Monquinha,
De helena, Guer e Roberta!

Foi a vitória do Crato
Esse Cratinho que é meu
venceu nosso candidato
Nosso Guer também venceu
Vitória que não tem preço
E essa vitória ofereço
Pelo esforço que fez
À Querida filha minha
A baluarte Monquinha
Que se empenhou outra vez!

Monquinha muito lutou
Mas nunca perdeu a calma
Gritou, sorriu e chorou
Se entregou de corpo e alma
Ela fez de tudo, minha gente,
Lutou incansavelmente
Merece, pois esta glória
Pra ela tiro o chapéu
Por ter dado a SAMUEL
Essa mais cara vitória!


* * *

José Helder França
Fortaleza, 07 de Novembro de 2008
.

O PASSADO APRISIONADO AO BAÚ


Evilásio Nepomuceno que tem no nome um dos sobrenomes mais queridos do passado cearense, o do nosso Alberto Nepomuceno, andou criticando a avaliação da atual Siqueira Campos com a frase “quem vive de passado é baú”. Como baú é um instrumento e não um ente, baú não vive, guarda o passado e quando de uso cotidiano, o presente também. Não erra o Evilásio ao defender a sua querida, “linda e mais fria” praça, pois como já diziam pessoas do passado: gosto não se discute. Embora o Evilásio e muitos outros, inclusive eu, achemos que gosto se discute sim, qual outro sentido para que o Evilásio poste o comentário se não esta discussão? Para Evilásio a praça dele, a de hoje, é melhor que a do passado, ou sendo honesto com ele, a de antigamente não existe mais e não adianta falar do que já passou. Não é no piso incerto de um passado que ele andará. Além do mais o Evilásio, no seu breve comentário, já apontou para as mãos lavadas de Pilatos: “se não houvesse a reforma iam reclamar do mesmo jeito.” Como a reforma é um dado posto, já aconteceu, o nosso Nepomuceno agrega ao seu juízo de valor da obra feita, aquele do inevitável: reclamariam de qualquer modo.

Mas o Evilásio nos trás um dado posto. Aquele em que os escritores e escritoras do blog andam evocando, com intensidade, o passado da cidade do Crato. Um Crato mais idílico, um Crato ideal, pois assunto resolvido. As dores e as alegrias agora se enternecem nas lembranças que, agora limadas, se tornam fáceis de passar a mão sobre elas. Estas trocas de lembranças resultam em dois efeitos prováveis: a) agrupam os detentores da memória pela semelhança e b) deixam de fora aqueles que não foram parte daquelas vivências. No meu entender, apesar do alerta do Evilásio, não é bem isso o que ocorre no Blog do Crato e no Cariricult.

Ambos se tornaram o espaço real permitido pelos computadores e pelas telecomunicações para que todos de longe ou perto se mantenham num grande encontro. E passado ou presente, futuro talvez, é tudo que precisa se encontrar nestas longas plagas interioranas. Não sejamos ingênuos: a civilização comercial que vivemos continua sendo litorânea. Até os EUA vivem o drama de que apenas duas costas, a do Atlântico e a do Pacífico vivem a pujança do mercado mundial. O interior americano é um interior ressentido e abandonado. Por isso a fusão do tempo sobre o território do Cariri fortalece o que existe de mais verdadeiro: um povo só e cada indivíduo em si.

Na verdade o Evilásio só queria defender a sua praça e o usei como escada para chegar até aqui. Ele que me desculpe por isso, mas como trata de um sobrenome com esta força volto ao Alberto. O gênio da música brasileira, o primeiro a criar uma corrente nacionalista na ópera (e a ópera é o nacionalismo na essência) com duas obras completas: Abul e Artemis e ainda deixou a Garatuja incompleta, baseada em José de Alencar. Alberto Nepomuceno, o cearense de Fortaleza, filho de um violonista da catedral da cidade, é um compositor internacional, grandes intérpretes da música erudita na Europa ainda executam e gravam este passado tão exuberante que estimula jovens presentes ao sol destes dias. Certamente com Nepomuceno o nosso, entre outros, Dihelson sabe que é possível expressar este mundo que nasce neste grande encontro que é o Crato e o Cariri Inteiro.

Por: José do Vale Feitosa


FECHA O JORNAL TRIBUNA DE IMPRENSA

Carlos Frederico Werneck de Lacerda, iniciou sua carreira profissional em 1929, escrevendo alguns artigos para o Diário de Noticias, em uma seção dirigida por uma mulher que marcaria época na literatura brasileira – Cecília Meireles. Três anos mais tarde, durante o governo provisório comandado por Getulio Vargas, ingressou na Faculdade de Direito da Universidade do Rio de Janeiro, mas não chegou a concluir o curso. Lacerda justificou a sua decisão: Advocacia é uma profissão muito estranha, porque os casos que me interessavam não davam dinheiro e os casos que davam dinheiro não me interessavam.
A intensa atividade política que marcaria a vida do Carlos Lacerda teve inicio em 1945 tornando-se vereador pelo Distrito Federal. Em 1947 renunciou ao mandato inconformado com a decisão do Senado que retirou da Câmara Municipal o poder de examinar os vetos do prefeito.
Em 1949, Carlos Lacerda deu a grande guinada da sua vida, fundou o Jornal Tribuna da Imprensa, diário que foi a principal porta voz da oposição durante o segundo governo do presidente Getúlio. Já cassado o jornalista liderou uma campanha contra o jornal Ultima Hora, acusado de ter se beneficiado de empréstimos fraudulentos do Banco do Brasil para colocar o seu maquinário em funcionamento.
Muito mais do que suas obras como o primeiro governador do antigo estado da Guanabara, muito mais do que seu discurso político como proprietário de jornal, muito mais do que todas as suas realizações pessoais e profissionais, Carlos Lacerda passou para a historia como pivô do atentado que provocou o suicídio do presidente Getúlio, na manha do dia 24 de Agosto de 1954.
O Jornal Tribuna da Imprensa encerrou suas atividades ontem, 30.11.2008, no Rio de Janeiro. Fechou atolado em dividas. Já não se tem mais quem denuncie os favorecimentos patrocinados pelo governo, á imprensa, via BNDES, CAIXA e BANCO DO BRASIL.
O Casoy também calou-se, já não diz mais: Isso é uma vergonha.

Por: A. Morais.


A vantagem de (ainda) existir oposição no Brasil



No Senado

Jereissati reafirma que Petrobras tem crise de caixa


O senador cearense cobrou do governo, em seu discurso, um esclarecimento sobre o motivo que leva o preço da gasolina no Brasil ser o mais caro do mundo

Depois que vários integrantes do governo e o próprio presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificaram de terrorista e irresponsável a atitude da oposição de levantar suspeitas sobre a saúde financeira da Petrobras, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) voltou à tribuna do Senado nesta terça-feira para rebater as acusações. Ele reafirmou o que disse na semana passada de que existe uma crise de caixa na Petrobras e que a própria estatal confirmou as operações de empréstimo feitas junto à Caixa Econômica Federal e ao Banco do Brasil para capital de giro. "O empréstimo não foi para investimentos, mas para despesas do dia-a-dia da empresa. O que dissemos aqui no plenário foi confirmado por todos. A crise de liquidez está no balanço da própria empresa, identificando que ela tem a pagar mais do que tem a receber a curto prazo", afirmou o senador, que recebeu solidariedade de colegas da oposição. Segundo ele, a Petrobras teria recebido tratamento privilegiado "uma vez que a taxa de juro (da operação) foi abaixo do mercado". Ele enumerou alguns fatores que estariam praticamente dobrando os custos operacionais da estatal, como o aumento do número de funcionários em cerca de 30 mil ao longo do governo Lula, terceirização, prestadores de serviço, patrocínio e publicidade. O senador cobrou do governo, em seu discurso, um esclarecimento sobre o motivo que leva o preço da gasolina no Brasil ser o mais caro do mundo. "Foi reduzido o preço do petróleo, mas a Petrobras não pode baixar o preço da gasolina, porque senão vai arrebentar ainda mais seu caixa", disse. "Pagamos a gasolina mais cara do mundo, quase três vezes o que se paga nos Estados Unidos e mais do que na Europa. Se compararmos com produtores de petróleo, o preço da nossa gasolina é quatro, cinco vezes maior", completou. Ele disse ter recebido com estranheza as declarações do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, de que a empresa vai cortar investimentos. Segundo Jereissati, Gabrielli não falou em cortes de custos e, desse modo, "temos que nos preocupar é com a política econômica do País". Dos senadores da base aliada, apenas o petista Eduardo Suplicy (PT-SP) se pronunciou, afirmando que o presidente da Petrobras terá oportunidade de esclarecer todas as dúvidas em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, marcada para o dia 11.

RECADO: Atenção Mário Correia - Da Caixa Econômica de Crato

Um Pequeno Recado:

Atenção, meu prezado Mário Correia da caixa econômica agência Crato.
Deixou recado na minha secretária eletrônica e como muitos se esqueceu de deixar o número de telefone para contatos...por gentileza, ligue novamente e deixe seu número na secretária.
3523-2272. Blog do Crato.

Abraços,

Dihelson Mendonça

Parábola: "Ninguém é melhor que ninguém"... Por: Mônica Araripe

.
Conta-nos uma antiga parábola que, certo dia, um alfinete e uma agulha encontraram-se numa cesta de costuras. Estando os dois desocupados, começaram a discutir, porque cada um se considerava melhor e mais importante do que o outro :

- "Afinal, qual é mesmo a sua utilidade ?" disse o alfinete para a agulha.
"E como pensa você vencer na vida se não tem cabeça ?"
- "A sua crítica não tem a menor procedência" respondeu a agulha rispidamente.
"Responda-me agora : de que te serve a cabeça se não tem olho ? Não é mais importante poder ver ?"
- "Ora, e de que lhe vale seu olho se há sempre um fio impedindo a sua visão ?" retrucou o alfinete.
- "Pois fique sabendo que mesmo tendo um fio atravessando o meu olho, eu ainda posso fazer muito mais do que você."

Enquanto se ocupavam nessa discussão, uma senhora pegou a cesta de costura, desejando coser um pequeno rasgo no tapete. Enfiou a agulha com linha bem resistente e se pôs a costurar o mais rápido que pôde. De repente a linha emaranhou-se, formando uma laçada que dificultou o acabamento da costura. Apressada, a mulher deu um puxão violento que rompeu o olho da agulha. Tendo que ultimar aquele trabalho, ela amarrou a linha na cabeça do alfinete e conseguiu dar os pontos finais; mas na hora de arrematar, a cabeça do alfinete se desprendeu.
Impaciente com tudo, jogou a agulha e o alfinete na cesta e saiu resmungando. Ambos estavam enganados : o alfinete e a agulha ! Nenhum dos dois era insubstituível. Nenhum dos dois era perfeito. Nenhum dos dois era tão versátil que pudesse julgar-se com o direito de se considerar melhor do que o outro.

"Porque também o corpo não é um membro, mas muitos.
Se o pé disser : Porque não sou mão, não sou do corpo; nem por isso deixará de ser do corpo.
E o olho não pode dizer à mão : Não tenho necessidade de ti."

Autor: desconhecido
Texto enviado por: Mônica Araripe
.
.

CRATO: Previsão do Tempo para Hoje, 3 de Dezembro

Crato - CE

Quarta-Feira, 03/12 nascer e pôr-do-sol: Horário do nascer do Sol 05h12
Horário do pôr do Sol 17h43
icone
manhã
icone
tarde
icone
noite
max 35ºC
min 22ºC
Quantidade e Probabilidade de Chuva 0mm
0%
Direção e Velocidade do Vento NNE
14km/h
Umidade Relativa máxima e mínima 79%
42%
Sol com algumas nuvens. Não chove.

Fonte: Climatempo

Bispos Cratenses serão exumados

Clique para Ampliar

Mausoléu, na Sé do Crato, onde ficarão os restos mortais (Foto: ANTÔNIO VICELMO)

Dom Quintino, dom Francisco e dom Vicente serão sepultados na Capela da Esperança, na Catedral do Crato

Crato. Os despojos dos três primeiros bispos da Diocese do Crato, dom Quintino, dom Francisco e dom Vicente, que se encontram sepultados em locais dispersos na Catedral de Nossa Senhora da Penha, serão exumados no próximo dia 6 dezembro. Em seguida, serão sepultados na Capela da Esperança, ora em construção na Catedral do Crato. Antes da inumação haverá a celebração de uma missa presidida por dom Fernando Panico.

A cerimônia será realizada no âmbito das comemorações dos 10 anos de falecimento de dom Vicente de Paulo Araújo Matos. Antes haverá uma solene concelebração seguida de um cortejo com as urnas funerárias, em torno da Praça da Sé, onde foram erigidos os bustos dos três bispos.

Os bispos
Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, cearense de Quixeramobim, foi o primeiro bispo do Crato. Ele governou a Diocese por 14 anos (1916-1929) e foi o responsável, dentre outras iniciativas, pela reabertura do Ginásio São José, com o nome de Ginásio Diocesano. Criou a Congregação das Filhas de Santa Teresa de Jesus e o colégio com o mesmo nome. Fundou, em 1921, a primeira instituição de crédito do Sul do Ceará, o Banco do Cariri. Dom Quintino foi, ainda, o pioneiro do Ensino Superior no Interior do Ceará, ao reabrir, em 1922, o Seminário São José, dotando-o dos cursos de Filosofia e Teologia, nos quais os novos padres recebiam a licenciatura plena.

Dom Francisco Pires, de Salvador, segundo bispo do Crato, governou a Diocese de 1932 a 1959. Criou vários empreendimentos como o Hospital São Francisco, Colégio Diocesano, Patronato Padre Ibiapina (hoje sede da reitoria da Urca), Palácio Episcopal, Liceu Diocesano de Artes e o jornal “A Ação”, que circulou até a década 70. Com recursos próprios, construiu a sede do Palácio Episcopal, na Rua dom Quintino, onde nasceu Padre Cícero.

O terceiro bispo, dom Vicente Matos, de Itapajé, chegou ao Crato em 1955, como bispo auxiliar, permanecendo até 1992. Teve várias iniciativas: a criação da Fundação Padre Ibiapina, da Faculdade de Filosofia de Crato (embrião da Urca), dos Colégios Madre Ana Couto e Pequeno Príncipe, dos Sindicatos de Trabalhadores Rurais nos municípios do Sul do Ceará, da Escola de Líderes Rurais e Organização Diocesana de Escola Profissionais, além da construção do Centro de Expansão que tem seu nome.

Mais informações:
Curia Diocesana
curia@diocesedecrato.org.br
(88) 3521.1110

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Leitores do Diário polemizam sobre ET de Itarema


Extraterrestres no Ceará.

Clique para Ampliar

Ufólogo Robison de Alencar junto à Pedra do ET, em Quixadá. Para ele, existe a possibilidade de contato com alienígenas a partir de 2014 (Foto: ALEX PIMENTEL)

Clique para Ampliar

Janiel, diz ter sido agredido por seres com formas estranhas (Foto: WILSON GOMES)

A maioria dos internautas que enviaram e-mail acredita na existência de seres extraterrestres

Quixadá. A matéria publicada na edição de ontem do Caderno Regional do Diário do Nordeste causou polêmica entre leitores do jornal. Muitos enviaram e-mail sobre o fenômeno, concordando plenamente com a ocorrência ou discordado radicalmente. Para o piloto da Aeronáutica Welliston Rodrigues de Paiva, e também estudioso do assunto, enquanto a Aeronáutica e institutos científicos brasileiros não demonstram interesse pela Ufologia, equipes especializadas atuam na Argentina, o Chile, Uruguai, México, França e Inglaterra.

Para ele, “as pessoas não devem ter vergonha de relatar suas experiências com esses seres. Muitas delas já foram abduzidas ou apenas contatadas em grau menor. Temos que descobrir e divulgar as verdadeiras intenções desses seres extraterrestres. Não temos ainda uma consciência cósmica. Temos que buscar uma maneira de vivermos melhor com nossos irmãos daqui e de outros planetas. Temos que zelar por nossa Terra. A verdade nos trará grande benefício. Aqueles que quiserem aprender como contactar com esses seres, terei a honra de passar as minhas experiências e técnicas de como fazer esses contatos”, comentou o piloto.

Já para o pedagogo e cinegrafista José Wilson, “de alguma forma estamos incomodando muito outras espécies de vida no espaço. Será que eles não estão tentando evitar que nós destruamos nosso planeta? Que também estamos pondo outras formas de vida no cosmos em situação de risco? Não será egoismo achar que o planeta Terra pertence somente aos viventes daqui? Talvez estes episódios sejam apenas uma forma que eles encontraram para dizer que nós não estamos sós no paraíso! Que estes fatos sejam tratados com seriedade”, destacou ele.

Para o analista de Sistemas, César Oliveira, “essa hostilidade não é comum nos diversos casos relatados na Ufologia. De qualquer forma, a variedade de raças de ETs pode resultar em uma conduta amena ou desagradável para os nossos padrões e que, para eles, somos alvo de estudos. O avançado estágio tecnológico que nossos vizinhos planetários encontram-se, lhes permite condições que poderiam ir além de estudos”.

Já para quem não acredita no assunto, o comentário foi outro. “Quem acredita em disco voador é tão voador quanto os próprios”, escreveu o leitor Célio Lima Soares.

Contato
“A humanidade precisa se preparar para receber visitantes de outros planetas”. O ufólogo Robisson de Alencar, pesquisador desses fenômenos há mais de duas décadas, acena para a possibilidade de contato com alienígenas a partir de 2014 ou 2015. Segundo ele, sinais mais fortes estão chegando, sendo vistos por todos os cantos do mundo. No Interior do Ceará não é diferente. Ele considera apenas a necessidade dos terráqueos aceitarem o fato como uma realidade próxima e sem medo. Bem diferente do episódio registrado em Itarema, na região Norte do Estado.

Ele não acredita em hostilidades quando ocorrer o contato imediato de terceiro grau. Sustenta o posicionamento sobre o comportamento dos extraterrestres que estiveram em Itarema. Somente uma investigação minuciosa esclarecerá o caso. Pretende ir com uma equipe ao local da aparição, colher informações e entrevistar as três crianças. Pelos relatos delas, o caso é similar ao registrado em Quixadá há alguns meses. Ao fugir de um disco voador, um carroceiro acabou sangrando pelo nariz.

ALEX PIMENTEL
Colaborador

DIVERGÊNCIA

"A verdade é que quem acredita em disco voador é tão voador quanto os próprios"
Célio Lima Soares
Leitor

"A humanidade precisa se preparar para receber e ter contato com visitantes de outros planetas".
Robisson de Alencar
Ufólogo

Mais informações:
Centro Ufológico de Quixadá
Pesquisador Robisson Gomes de Alencar
(88) 3414.3386
bobpecas@hotmail.com

ZONA NORTE

Ufólogos defendem cautela

Sobral. O integrante do Centro Sobralense de Pesquisas Ufológicas (CSPU), Jander Magalhães, considera que o fenômeno registrado em Itarema, com a suposta agressão de extraterrestres a garotos do município, deve ser avaliado com cautela. “Estamos diante de um provável contato imediato do quarto grau, quando há abdução (seqüestro), domínio ou contato físico com seres não identificados e, quando falamos isso, não afirmamos que são seres oriundos de galáxias distantes, e sim que não foram definidos e apresentam uma tecnologia desconhecida”, afirma. Segundo afirma, se foi agressão velada, experiência, reação ou defesa, é algo prematuro a considerar. “A situação exige uma investigação aprofundada, já que estamos diante de um caso clássico e com evidências claras”, afirma.

Na avaliação do presidente do CPSU, Jacinto Pereira, há equívocos nas considerações de pesquisadores de Quixadá. Ele discorda quando avaliam como estranho a atitude do possível extraterrestre ter cortado a criança. “Ele jamais poderia afirmar que os intergalácticos poderiam ter se sentido ameaçados. Ameaçados por quem? O que dizer dos cientistas que fazem experiência aqui na terra com animais. Também não seria uma forma agressiva?”, indaga Pereira.

Teorias
Para Jander Magalhães existe uma grande quantidade de teorias sobre quem são esses seres que circulam em nosso planeta sem identificação. “Mas são teorias. Em Ufologia não existem provas, mas fortes evidências. Relatos de contatos do 4º grau podem ser encontrados em registros da Ufologia moderna. A questão é que estamos diante de um caso verdadeiramente sério, com evidências claras, e devemos ser cautelosos na avaliação”.

Segundo ele, fornecer estatísticas em Ufologia, faz-se necessário expor os métodos utilizados e em que amostragem o dado foi produzido.

“Não podemos afirmar com convicção quanto da população de determinado local foi abduzida, já que nem sempre contamos com evidências claras como a da criança de Itarema. Muito menos podemos afirmar que as aparições são objetos oriundos de outros planetas, em muitos casos, algo em torno de 95% existe uma explicação racional”, afirma.

Wilson Gomes
Colaborador

Mais informações:
Centro Sobralense de Pesquisa Ufológica (CSPU)
Avenida Dom José, 1361, sala 5, Centro, Sobral (CE)
(88) 3613.1571

Fonte: Jornal Diário do Nordeste
.

EMPRESA CRATENSE CONQUISTA O PRÊMIO ÊXITO EMPRESARIAL

Equilíbrio Sócio-Ambiental

Como forma de reconhecer o trabalho de pessoas e empresas que atuam preocupadas com o equilíbrio sócio-ambiental, o Prêmio Êxito Empresarial promovido pelo SEBRAE, Gerdau, MBC, FNQ - Fundo Nacional de Qualidade e o MPE Brasil - Prêmio de Competitividade para Micro e Pequenas Empresas, foi conquistado pela empresária Maria Helena Pinheiro de Oliveira.

O mérito é resultado do trabalho de responsabilidade sócio-ambiental desenvolvido na empresa Centro de Beleza Helena Pinheiro, que toma todo cuidado com o destino final dos seus resíduos, além da reutilização de materiais, integrando seus colaboradores na causa ambiental, através de interação social que a empresa tem implementado junto à comunidade cratense.

Texto enviado por Josane Garcia
.

Dezembro - Diálogo Poético - (Duplix)

Diálogar poeticamente é possível quando por um momento as palavras calam e a alma alça vôo...
É isso que vem acontecendo aqui e que torna possível esta sintonia literária.
Socorro Moreira compôs seu poema (em azul) e Claude Bloc entremeou seus versos (em vermelho) aos dela proporcionando um arranjo.

Mais um DUPLIX para vocês... Faça-os também.


Tenho muito gosto
de viver mais um dezembro.
Os mesmos sinos
As mesmas bolas
O mesmo ar de festa
em toda porta.

Tenho muito gosto
De tocar os sonhos
Os mesmo sonhos
Que sempre dedilhei
E que hoje voltam

As ruas escancaram seus mistérios
Os perus morrem
antes da véspera
Congela-se o gosto de ceia.

A vida conserva seus desígnios
Os seus conceitos
E cristaliza-se
num só momento.

As árvores se enfeitam
Eu me enfeito
A cidade se aclara
de luzes que piscam ...
Eu me ilumino
Em tons de prata e dourado
morre o dia.
Eu renasço !

Noites quentes
buscam o retrato da neve
Dias mornos
Tangem meus pensamentos

Adultos brincam
de rasgar papel ...
Minha alma brinca
de soltar balão
na alegria de uma prenda.

Amigos se ocultam
Eu me mostro
numa brincadeira gostosa ...
e trocam mensagens , presentes
e trocam afetos, sorrisos
Vestidos , sapatos novos ,
abraços
esperam o niver
do mais famoso dos homens :
Cristo.

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30